quinta-feira, 10 de abril de 2008

MEC fecha quatro faculdades de Joinville, falta investigar a Furb

Quatro faculdades mantidas pela União de Tecnologia e Escolas de Santa Catarina (Utesc), com sede em Joinville, foram fechadas pelo Ministério da Educação. Um interventor foi nomeado para facilitar a transferência dos estudantes para outras instituições. As aulas foram suspensas pelas faculdades no início do primeiro semestre de 2008. No entanto, segundo relato de alunos, em 2007 as aulas haviam sido suspensas por diversas vezes devido à falta de professores, que reclamavam do atraso no pagamentos dos salários. Alguns estudantes já pediram a transferência para outras instituições. Conforme a diretora de Regulação e Supervisão da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC), Andréa Andrade, desde outubro de 2007, estudantes tentavam a liberação dos documentos que possibilitassem a transferência para outras instituições. A entidade oferecia quatro cursos superiores (Pedagogia e Desenho Industrial, Design de Interiores e Análise de Desenvolvimento de Sistemas) e contava com cerca de 300 alunos. A decisão do MEC foi tomada depois de uma inspeção, motivada por denúncia, que ocorreu nos dias 7 e 8 de abril pela Diretoria de Regulação e Supervisão da Setec. A visita teve o acompanhamento de representantes da Secretaria de Educação Superior (SESu/MEC) e do Ministério Público Federal. O MEC admite ainda passar a responsabilidade pela oferta dos cursos, em especial o de Design de Interiores, para outra entidade, já que a Utesc era a única na região a oferecê-lo. Em 14 de março, o Ministério Público Federal (MPF) pediu o imediato fechamento da Utesc pelas condições da entidade. O MPF investigava o caso desde outubro de 2007 quando estudantes do curso de Design denunciaram irregularidades. O Ministério Público Federal em Santa Catarina poderia aproveitar este surto de disposição para investigar a área de educação e dar um pulo em Blumenau, para investigar a Furb (Fundação Universidade Regional de Blumenau). Por que o Ministério Público Federal? Porque está universidade frauda a Previdência Social desde 21 de março de 1995, quando se transformou em uma fundação vinculada de direito público pela Lei Complementar Municipal Nº 80. Desde essa data a Universidade Regional de Blumenau figura como uma Instituição de Ensino Superior criada e mantida pela Fundação Universidade Regional de Blumenau, e passou a ser considerada como órgão autônomo na estrutura administrativa do Poder Executivo Municipal. Desde essa data, a Furb passou todos os seus funcionários e professores para o regime estatutário municipal, e todos passaram a contribuir e se aposentar pelo ISBLU (Instituto de Seguridade da Prefeitura Municipal de Blumenau). Ocorre que os funcionários e professores foram transferidos de regime de trabalho e previdenciário de maneira irregular, ilegal, e anti-constitucional. Após 8 de outubro de 1988 (promulgação da Constituição brasileira), o ingresso no serviço público só pode se dar por meio de concurso. Esses professores e funcionários não poderiam ter sido transferidos para o serviço estatutário. E, a partir dessa data, a Furb deixou de recolher para a Previdência Social. É um enorme escândalo, mas, em Santa Catarina, ninguém investiga ninguém. No caso da Furb, ela jamais recebeu a visita de um auditor do Tribunal de Contas do Estado, apesar de fazer parte da estrutura municipal de Blumenau. Acreditem, conselheiros e auditores do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina, angelicalmente, diziam nem saber que ela era uma fundação pública.

Supremo suspende operação da Polícia Federal para retirada de não-índios da reserva em Roraima

O Supremo Tribunal Federal decidiu nesta quarta-feira suspender qualquer operação para retirar não-índios da reserva indígena Raposa/Serra do Sol, em Roraima. Com a decisão, a Polícia Federal está impedida de dar continuidade à Operação Upatakon 3 para liberar a área. Os ministros deferiram liminar solicitada pelo governo de Roraima em uma ação protocolada na segunda-feira no Supremo para suspender a retirada dos habitantes não-índios do interior da terra indígena. O documento, protocolado pelo procurador-geral do Estado, Luciano Queiroz, requisita que os não-índios sejam mantidos na área enquanto não houver uma decisão do Supremo acerca de ações que tramitam na Corte contra a homologação da terra. O governador de Roraima, José de Anchieta Júnior (PSDB), disse que vai "até as últimas conseqüências" para evitar que haja um confronto no interior da terra indígena, o que, segundo ele, acontecerá se houver a operação de retirada dos não-índios.

Acusados de aliciar menores no Rio de Janeiro planejavam extorquir agente dos Estados Unidos

Os dois homens suspeitos de aliciar adolescentes para a prostituição presos nesta quarta-feira em Copacabana (zona sul do Rio de Janeiro) planejavam extorquir dinheiro do agente de imigração dos Estados Unidos que era um dos clientes dos acusados, segundo investigações da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente do Rio de Janeiro. O funcionário do departamento de imigração americano que, segundo a polícia, pagou R$ 300,00 para ter relações sexuais com um menor em Copacabana foi identificado pelas investigações como Michael Joseph Clifford. A polícia do Rio de Janeiro afirmou que ele trabalha no Estado norte-americano de Rhode Island e veio ao Brasil para trazer um grupo de brasileiros deportados no dia 15 de março. Os acusados de aliciar o menor foram identificados como José Marcílio de Oliveira Barros e Ivan Carlos Souza Santos. Segundo a DPCA, o menor aliciado por Barros e Santos contou em depoimento nesta quarta-feira que os aliciadores planejavam invadir o quarto do hotel onde o menor estava com Clifford para tirar fotos dos dois mantendo relações sexuais e, com isso, extorquir dinheiro do agente norte-americano e dos proprietários do hotel onde ele estava hospedado.

Aécio Neves minimiza boicote de deputados do PMDB de Minas Gerais em jantar da cúpula do partido

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), tentou nesta quarta-feira minimizar o boicote deflagrado por deputados estaduais do PMDB à ampla aliança do PT, PSDB e PSB em favor do empresário Márcio Lacerda para candidato à prefeitura de Belo Horizonte. Márcio Lacerda foi um dos recebedores de dinheiro do esquema de Marcos Valério. Aécio Neves desconversou quando questionado sobre a pressão dos peemedebistas mineiros. Em Brasília, ele foi convidado para um jantar representantes do PMDB nacional cujos anfitriões são o ministro Hélio Costa (das Comunicações) e o senador Wellington Salgado (PMDB-MG). As negociações em favor da aliança desagradaram o PMDB mineiro a tal ponto de Costa anunciar que o partido lançaria candidato próprio.

Dengue já matou 79 no Rio de Janeiro

Subiu para 79 o número de pessoas mortas por dengue no Estado do Rio de Janeiro neste ano, 36 delas com 15 anos de idade ou menos. Só na capital foram registradas 46 mortes, segundo balanço divulgado na noite desta quarta-feira pela Secretaria Estadual de Saúde. Quase 20 mil novos casos de dengue foram notificados no Estado do Rio de Janeiro na última semana. Até hoje, o Estado já tem mais casos da doença notificados que em todo o ano de 2007. O número de pessoas com a doença, que até quarta-feira passada era de 57.010, passou para 75.399 nas estatísticas oficiais. Com isso, a quantidade de notificações de dengue já ultrapassam as registradas em todo o ano passado, de 66.553.

Garibaldi critica paralisia das atividades parlamentares e diz que Senado está na UTI

O presidente do Senado Federal, Garibaldi Alves (PMDB-RN), disse nesta quarta-feira que o Congresso Nacional "está na UTI" ao se referir à paralisia das atividades legislativas nos últimos meses e aos constantes embates entre governo e oposição na CPI dos Cartões Corporativos. Garibaldi disse acreditar na reação dos parlamentares, mas afirmou que o excesso de medidas provisórias editadas pelo Poder Executivo prejudica as atividades legislativas. O senador admitiu que esperava uma "situação melhor" na Casa Legislativa quando assumiu o comando do Senado no início deste ano. Mas se mostrou disposto a promover mudanças nas atividades parlamentares, mesmo diante de um "preparo físico" desfavorável. Na opinião do senador, as mudanças na tramitação das medidas provisórias são essenciais para que o Senado retome a normalidade de suas atividades.

Dólar continua a cair e fecha a R$ 1,68, com expectativa de juros mais altos no Brasil

O dólar comercial foi trocado por R$ 1,689 para venda, em declínio de 0,41%, nos últimos negócios desta quarta-feira. O mercado de câmbio foi surpreendido pela alta do IPCA, índice oficial de preços, acima do esperado por economistas do setor financeiro. O IBGE divulgou que a inflação medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) registrou alta de 0,48% em março ante aos 0,49% verificados em fevereiro. Trata-se da maior taxa para um mês de março desde 2005. O mercado financeiro trabalhava com projeções entre 0,36% e 0,38%. A alta do IPCA de março de 0,48% reforça o argumento do Banco Central, que vem sinalizando a necessidade de aperto monetário como uma medida preventiva para desacelerar o ritmo de crescimento da demanda doméstica, com o objetivo de minimizar os riscos de desvios significativos da inflação em relação ao centro da meta.

Coaf não encontra irregularidades em contas de Lorenzetti e petista aloprado pede retratação

O Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) não encontrou movimentações atípicas nas contas do petista aloprado Jorge Lorenzetti, conhecido como churrasqueiro do presidente Lula. Ele é acusado de irregularidades na ONG UniTrabalho, da qual é colaborador. O petista disse esperar que, após o ofício do Coaf, a CPI das ONGs faça uma retratação pública para mostrar que não esteve envolvido em irregularidades na UniTrabalho. "O pedido da minha movimentação financeira foi um absurdo. Fico muito satisfeito com o relatório que mostra que eu não cometi nenhuma irregularidade", disse. "Com certeza eu fui e estou sendo vítima de perseguição e disputa política em função dos eventos de 2006. A atitude da CPI foi mais uma injustiça contra mim", afirmou ele. Os eventos de 2006 que ele cita foi a tentativa de elaboração e compra de um dossiê fajuto pelo setor de espionagem política da campanha de Lula, do qual ele fazia parte como membro destacado. Esse dossiê, comprado do empresário “sanguessuga” Luiz Antonio Trevisan Vedoin, seria utilizado contra os candidatos do PSDB, Geraldo Alckmin e José Serra. Lorenzetti também é aponta como o provedor da filha do presidente Lula, em Santa Catarina. O aloprado é professor da Universidade Federal de Santa Catarina.

Accor investe em 20 novos hotéis no Brasil

O Grupo Accor anunciou nesta quarta-feira que vai construir 20 novos hotéis das bandeiras Formule 1 e Ibis no Brasil nos próximos três anos. O projeto será feito em uma joint-venture com a WTorre S.A. e contará com um investimento de cerca de R$ 500 milhões. A marca Ibis ganhará 13 novos hotéis, com 2.730 quartos, e a Formule 1 terá 7 novas unidades, concentrando 2 mil apartamentos. Deste valor, 80% serão de responsabilidade da WTorre (incluindo custos dos terrenos e de construção) e 20% do Grupo Accor, que cuidará dos investimentos em equipamentos e da gestão dos hotéis.

Presidente da BR nega concentração do mercado com compra de postos Esso

O presidente da BR Distribuidora, José Eduardo Dutra, disse nesta quarta-feira que a possível compra dos postos da Esso pela Petrobras não resultará em concentração de mercado no setor de distribuição de combustíveis. Dutra disse que a BR não terá mais de 50% do mercado, na média nacional. Ele evitou comentar a respeito do negócio e, em relação à questão da concentração, alegou que o julgamento cabe ao Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Ele lembrou, no entanto, que na compra da Agip, o Cade avaliou se havia concentração em cada município. A Petrobras já fez proposta de compra pela Esso, que segundo rumores do mercado, giraria em torno de US$ 1 bilhão.

Matérias-primas mais caras e demanda disparam inflação mundial

Os preços mais altos das matérias-primas, tanto alimentícias quanto energéticas, acentuados pela forte demanda dos países emergentes, tem provocado aumento da inflação no mundo. Os preços dos cereais explodiram e o petróleo é vendido acima dos US$ 100,00 o barril. A grande responsável por estas altas dos preços é a demanda crescente dos países emergentes, com economias em crescimento que necessitam de matéria-prima para alimentar sua produção. A oferta mundial, limitada por recursos ou capacidade de produção, não consegue suprir essa demanda, o que gera tensões nos mercados internacionais e eleva os preços. Seguindo os passos das matérias-primas, a inflação também começa a bater recordes no mundo, retirando o poder de compra da população. As tensões sobre os preços são particularmente sensíveis nos países em desenvolvimento, onde as famílias dedicam maior parte dos salários para a compra de comida e de combustível. "Necessitamos um 'New Deal' para a política alimentar mundial", advertiu recentemente o presidente do Bird (Banco Mundial), Robert Zoellick, pedindo que os países industrializados realizem um grande esforço concentrado ou se preparem para que "mais gente sofre e morra de fome".

Tarso Genro defende resistência à aplicação de decisão judicial na UnB

O ministro da Justiça, Tarso Genro, defendeu nesta quarta-feira, a “busca do diálogo” para pôr um ponto final no conflito entre estudantes e o reitor da UnB (Universidade de Brasília), Timothy Muholland. Desde a semana passada, os universitários ocupam a reitoria e exigem a saída de Muholland para suspender o movimento. A Justiça determinou que a Polícia Federal promova a desocupação da reitoria da universidade que está invadida por estudantes. Mas, Tarso Genro, ministro da Justiça, acha peremptoriamente, que não deve ordenar à Polícia Federal que cumpra a ordem judicial, ele prefere outra coisa. Não é uma maravilha?!!!! O ministro da Justiça já pode discordar de decisões da Justiça e ordenar ao contrário da decisão judicial!!!! Não é mesmo uma maravilha, não é o próprio reino do relativismo, não é a glória do pensamente gramsciano?!!!! Tarso Genro disse, peremptório, que o juiz responsável pelo caso deve ter "sensibilidade" para administrar a situação. Segundo ele, com diálogo será possível fazer com que "tudo termine bem": "A Polícia Federal vai fazer o diálogo mais completo e profundo o possível para evitar qualquer tipo de violência". Ah.... tá..... Mas, em Roraima, ele não queria a mesma conversa, não é mesmo?!!!! Qual é a diferença, peremptório ministro Tarso Genro?!!!

Barril do petróleo bate novo recorde e supera US$ 112,00 em Nova York

Os preços do petróleo superaram pela primeira vez a marca dos US$ 112,00 em Nova York e dos US$ 109,00 em Londres nesta quarta-feira, impulsionados pela queda inesperada das reservas de petróleo dos Estados Unidos e uma nova baixa do dólar. O contrato para maio na Nymex (New York Mercantile Exchange) foi negociado com alta de US$ 3,10, a US$ 111,60, após atingir o pico de US$ 112,21. O recorde anterior, registrado em 17 de março, era de US$ 111,80. As reservas de petróleo dos Estados Unidos caíram 3,2 milhões de barris na semana passada e atingiram 312 milhões de barris, informou nesta quarta-feira o Departamento de Energia norte-americano. As reservas de petróleo são consideradas um indicador importante da atividade econômica nos Estados Unidos.

Funcionários da UnB fazem manifestação de apoio ao reitor Timothy Mulholland

Funcionários e professores da Universidade de Brasília realizaram na manhã desta quarta-feira uma manifestação favorável ao reitor da instituição, Thimoty Mulholland, acusado de ter usado R$ 470 mil da verba destinada à pesquisa para comprar móveis de luxo para seu apartamento funcional. Havia 500 servidores na manifestação. Essa universidade é completamente dominada pelo PT, que elegeu o reitor. Isso mostra o quanto essa universidade se tornou desnecessária, por ser uma sucursal ideológica do PT. Com um lixo dessa ordem sendo produzido na Academia nacional, como esperar uma mudança no País?

Votação secreta decidirá futuro de Max Mosley na presidência da FIA

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) divulgou um comunicado nesta quarta-feira informando que uma reunião extraordinária vai decidir a permanência ou não de Max Mosley na presidência da entidade, no dia 3 de junho, em Paris. A federação também anunciou que a decisão sobre Mosley será tomada por meio de uma votação secreta. Mais de 200 membros da FIA participarão do encontro. Na última semana, críticas direcionadas a Mosley feitas por quatro montadoras (Honda, Toyota, BMW e Mercedes) levaram a FIA a convocar a reunião. Max Mosley foi envolvido em um escândalo sexual quando o tablóide britânico "News of the World" divulgou, em 30 de março, um vídeo no qual o dirigente aparece em uma orgia com cinco prostitutas. O conteúdo do filme contém referências nazistas feitas pelo presidente da FIA. Nele, Mosley aparece como "comandante de um campo de concentração que dá ordens em alemão às prostitutas e as castiga com um chicote". Max Mosley é filho do presidente do antigo partido nazista inglês.

Mangabeira Unger sugere a troca do serviço militar pelo serviço social obrigatório

O ministro dos Assuntos Estratégicos, Mangabeira Unger, admitiu nesta quarta-feira que o governo federal examina alternativas para modificar o sistema de serviço militar obrigatório. Uma das possibilidades é dar ao candidato o direito de escolher entre o serviço militar e o serviço social obrigatório. Mas, para isso o interessado deverá se submeter a um rígido treinamento militar e ficará à disposição do Estado como integrante de uma força de reserva a ser acionada em caso de emergência. "Até poderemos discutir estabelecer ao lado do serviço militar obrigatório, um serviço social obrigatório. Quem não prestar o serviço militar prestaria o social e receberia um treinamento militar e rudimentar para poder compor uma força de reserva capaz de ser mobilizada em circunstâncias de emergência nacional e mundial", afirmou o ministro. Mangabeira Unger, da Sealopra, é um caso único..... dispensa comentários.

Ministra demitida Matilde diz à CPI que usou cartão corporativo em free shop “por engano”

A ex-ministra da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro, defenestrada do cargo por Lula, afirmou nesta quarta-feira em depoimento à CPI dos Cartões Corporativos que utilizou o cartão do governo federal para pagar despesas pessoais em um free shop “por engano”. Aí Macunaíma teria entrado na sala, deitado em uma rede e dito: “Ai, que preguiça”. Ela disse que confundiu o seu cartão de crédito com o do governo. Segundo Matilde, o fato foi "isolado" e não condiz com a sua postura de controle de gastos adotada na pasta. "Foi um fato isolado dentro da minha agenda de trabalho e do tratamento da verba pública. Houve uma troca de cartões. Tenho um cartão pessoal da mesma cor e mesma bandeira do cartão do governo federal. Todas as viagens internacionais que tenho condições, passo no free shop. Eu sabia que tinha que devolver o dinheiro ao erário público uma vez que usei para despesas pessoais em uma troca de cartões", justificou ela. Quem se sentir imbecil o suficiente, pode acreditar à vontade na versão de Matilde Ribeiro.

Mulheres parlamentares da base criticam Mão Santa que chamou Dilma de "galinha cacarejadora"

Senadoras e deputadas federais da base do governo petista fizeram nesta quarta-feira um ato de “desagravo” à ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. As 47 parlamentares reuniram-se com a ministra para “repudiar” o discurso do senador Mão Santa (PMDB-PI), na quarta-feira-passada, quando ele chamou Dilma de "galinha cacarejadora". Segundo uma das participantes do encontro, a deputado federal comunista Perpétua Almeida (PCdoB-AC), da base subalterna: "A ministra comentou que é uma mulher durona cercada por todos os homens sensíveis do planeta". O que é isso? A ministra só se cerca de homens sensíveis?!!!! De homens durões ela não se cerca?!!!! Que discriminação é essa?!!!! Na nota de solidariedade entregue a Dilma, as parlamentares afirmam que “as mulheres que assumem funções públicas não podem virar alvos de ataques”. Ou seja, elas acham que são liberadas de tudo. Estão muito enganadas as senhoras parlamentares da base subalterna do governo petista: por exerceram funções públicas é que elas podem e devem virar alvos de ataques. Diz a nota: "O senador foi pautado pela disputa política. Não é isso que eu questiono. É legítimo tudo isso, mas à medida que ele expressa preconceito de gênero despolitiza a discussão e deve haver uma reação". A afirmação foi feita por outra deputada comunista, a gaúcha Manuela D'Avila (PCdo B-RS), pré-candidata à prefeitura de Porto Alegre. Manuela D’Ávila, que passou boa parte de sua vida, até agora, elevando loas ao grande “Farol da Humanidade”, que foi o “genial condutor” da Albânia, e que ainda acende incenso no altar de Stalin, até por uma questão de vergonha, deveria se conter. Tudo que elas querem fazer é criar um foco de desvio de atenção por causa do escândalo dos cartões corporativos, no qual Dilma Rousseff está envolvida até a raiz da alma. Mão Santa apenas utilizou uma imagem de linguagem. Na semana passada, ele disse: "Só há uma culpada nisso 'tudinho': é a ministra Dilma. Se nós formos buscar na história de Hitler, eles dizem que Goebbels [um dos principais nomes do partido nazista alemão] orientava o partido dele até uma galinha cacarejadora para ficar gritando: as obras, as obras, as obras --antes de fazer e depois. Isso aí, esse negócio de apelido é outro. Ela [Dilma] pode ser muito bem a galinha cacarejadora desse governo. A história se repete".

Presidente do Google Brasil diz na CPI que criminosos são minoria no Orkut

O diretor-presidente do Google Brasil, Alexandre Hohagen, disse nesta quarta-feira, durante audiência da CPI da Pedofilia do Senado Federal que, do total de avisos de abusos que chegam ao Orkut, apenas 0,4% estão relacionados a crianças. "Não é possível que uma comunidade de 27 milhões de pessoas seja prejudicada por alguns criminosos", afirmou ele. De acordo com Hohagen, desde o início de 2007, a companhia tem um departamento responsável por responder ações judiciais externas. Além deste, disse Hohagen, há uma equipe de dez pessoas que trabalha durante toda semana para acompanhar as denúncias de abuso. Para o procurador da República no Estado de São Paulo, Sergio Gardenghi Suiama, o controle é frágil e é difícil combater os abusos dentro do ambiente eletrônico. Suiama mostrou estatísticas sobre o uso da internet por crianças e adolescentes. Segundo os dados, 64% das crianças e adolescentes acessam internet no país, sendo boa parte delas usuárias do Orkut. Esses percentuais, diz Suiama, deixam claro a incapacidade do Google em vetar o uso do Orkut por menores de idade. Para ele, as crianças que acessam o site estão expostas a: assédio e aliciamento, "cyberbullying" (humilhação) e distribuição de fotografias e imagens contendo imagens de pornografia infantil.

Banco Central diz que empresas multinacionais enviaram ao Exterior 7,58% do que investiram em 2007

O Banco Central informou nesta quarta-feira, em um relatório especial sobre o Investimento Estrangeiro Direto e as remessas de lucros e dividendos nos últimos anos, que o envio de lucros pelas filiais multinacionais ao Exterior em 2007 foi o maior dos últimos anos. De acordo com os dados, no ano passado as empresas enviaram às suas sedes US$ 17,9 bilhões. O valor equivale, proporcionalmente, a 7,58% de todo o estoque de investimentos feito em 2007, que somou US$ 322,5 bilhões. Ou seja, não há país no mundo que remeta tamanha recuperação do capital investido, e em tão pouco tempo, como o Brasil de Lula. Considerando-se a mesma base de comparação, em 2006 a proporção foi de 6,33% e em 2005, de 6,07%, ficando abaixo de 5% entre 2001 e 2004. "Evidentemente, a aceleração do crescimento econômico e o conseqüente aumento da lucratividade das empresas têm contribuído para a tendência de elevação da razão entre remessas brutas e estoque de Investimento Estrangeiro direto", afirma o Banco Central no relatório.

Deputado federal do DEM quer explicações de Teresa Cruvinel sobre interferência política na TV Brasil

O deputado federal Paulo Bornhausen (DEM-SC) apresentou requerimento à Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados pedindo a convocando da presidente da TV Brasil, a jornalista Tereza Cruvinel. Ele pede ainda a convocação do jornalista Luiz Lobo, ex-editor do jornal Repórter Brasil. Paulo Bornhausen quer explicações sobre as denúncias feitas por Lobo, que acusa o governo Lula de interferir na programação da TV Brasil. "Eu já esperava que Lula iria interferir na TV Brasil, isso não é nenhuma novidade. A novidade é a TV Brasil se transformar em TV Lula tão cedo", afirmou o deputado federal do DEM. O ex-âncora do canal diz que os jornalistas da TV Brasil não podiam falar “dossiê”, mas apenas "levantamento sobre uso dos cartões". "Existe, sim, interferência do Planalto lá dentro. Há um cuidado que vai além do jornalístico", disse ele. Lobo foi demitido na última sexta-feira, segundo ele, por ter resistido às interferências. Não há nenhuma novidade nisso. Os petistas quando assumem uma administração, impõem a estrita vigilância ideológica. Conforme Lobo, o Palácio do Planalto controla o conteúdo das reportagens por meio da jornalista petista Jaqueline Paiva, mulher do também jornalista petista Nelson Breve, assessor de imprensa da Presidência da República. A diretora de jornalismo da TV Brasil, a petista Helena Chagas, nega interferências do Palácio do Planalto no conteúdo do telejornal Repórter Brasil. Somente um imbecil completo poderia acreditar nela. diretora diz que demitiu Luiz Lobo, principalmente, por "incompatibilidade" com a função de editor-chefe. Além de Lobo e de Tereza Cruvinel, Bornhausen requereu também o depoimento da diretora de jornalismo, a petista Helena Chagas, do assessor de imprensa da presidência da República, o petista Nelson Breve e da sua mulher, a petista Jaqueline Paiva, editora-chefe da emissora oficialesca.

Petista gerente da TV Brasil diz que vai processar jornalista

A gerente de Telejornais da TV Brasil, a petista Jaqueline Paiva, vai processar por injúria o jornalista Luiz Lobo, ex-editor-chefe do Repórter Brasil, telejornal noturno da emissora. Demitido do cargo, Lobo a acusou de censurar textos jornalísticos da emissora para atender a interesses do Palácio do Planalto, onde seu marido, Nelson Breve, trabalha como assessor. Jaqueline nega a acusação, afirma que o jornal era fechado em equipe e acusa Lobo de faltar à maioria das reuniões de pauta e fechamento do noticioso. O economista Luiz Gonzaga Belluzzo, presidente do Conselho Curador da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), estatal que opera a estação, afirmou que Jaqueline terá que se explicar na comissão que apurará o caso. "O que Lobo fez não tem preço", disse Jaqueline, explicando que a EBC custeará o processo e o advogado, segundo seu estatuto: "Ele expôs toda uma redação que trabalha sob cobrança intensa. Vamos ter que recomeçar tudo do zero”. A jornalista petista afirmou ainda que não vê problemas em depor na comissão criada pelo Conselho Curador para apurar o episódio. Segundo a gerente, Lobo foi contratado em novembro de 2007, mas nunca assinou contrato nem se integrou totalmente ao trabalho, chegando em geral às 16 horas, após as reuniões de pauta, realizadas diariamente às 11 horas. Nelas, com chefes do jornalismo da emissora de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, são discutidos os assuntos cobertos ao longo do dia. É triste..... O Brasil de Lula reedita a Alemanha Oriental, a União Soviética, Cuba, Cambodja.....

DEM entra no Supremo com ação contra repasse de imposto a centrais sindicais

O DEM protocolou nesta quarta-feira no Supremo Tribunal Federal uma ação para que seja considerado inconstitucional o repasse de parte do imposto sindical obrigatório às centrais sindicais, como está previsto em lei aprovada no Congresso e sancionada semana passada pelo presidente Lula. A lei regulamenta as centrais, que receberiam cerca de R$ 100 milhões do R$ 1 bilhão arrecadado por ano com o imposto. O governo recebe 20% do valor total e, pela nova legislação, tem de destinar metade deste valor às entidades. O DEM argumenta que a Constituição prevê transferências de recursos públicos apenas a sindicatos, federações e confederações e não fala em centrais. Segundo o presidente nacional da legenda, deputado federal Rodrigo Maia (RJ), a mudança teria de ser feita por emenda constitucional, e não por projeto de lei. "Este projeto de lei veio com um vício de origem, é inconstitucional. As centrais não podem receber recursos públicos. Se a transferência for considerada inconstitucional, está resolvida a questão constitucional e também a questão moral porque o presidente da República vetou a fiscalização dos recursos. Isto é uma imoralidade", afirmou Rodrigo Maia.

Ibama concede licença prévia para Campo de Peregrino

O Ibama concedeu licença prévia para a produção e escoamento de petróleo e gás natural no Campo do Peregrino, na Bacia de Campos, litoral do Estado do Rio de Janeiro. A licença prévia foi assinada nesta quarta-feira pelo presidente do Ibama, Bazileu Margarido, e define que o empreendedor deve firmar, antes da emissão de licença de instalação, junto à Secretaria Executiva de Compensação Ambiental, termo de compromisso para cumprimento das medidas compensatórias. Originalmente pertencente à norueguesa Anadarko, o campo foi negociado e hoje está 100% nas mãos da Statoil Hydro. O campo de Peregrino tem reservas estimadas entre 500 milhões e 700 milhões de barris de petróleo pesado. Pelo projeto inicial, Peregrino vai produzir 100 mil barris por dia. O campo foi descoberto em um bloco concedido na Segunda Rodada de Licitações da Agência Nacional do Petróleo (ANP) e deve entrar em produção em 2010.

Médica das Farc é capturada na fronteira da Colômbia com a Venezuela

A polícia colombiana capturou no departamento de Arauca, no norte do país, a médica coordenadora de saúde das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), organização terrorista e traficante de cocaína, encarregada de atender aos terroristas feridos na Colômbia. Em comunicado, a polícia diz que Tania Rocío Rivas integrava a lista das 20 pessoas mais procuradas pela Justiça. "De acordo com a investigação de um fiscal de Arauca, a médica terrorista era chefe de um partido comunista das Farc e também prestava serviços de saúde ilegais à organização terrorista e traficante de cocaína. "Tania havia escapado em setembro de 2005 da prisão domiciliar a que foi submetida, devido a uma grave enfermidade em um de seus filhos menor de idade", acrescenta a nota. A medida foi revogada logo após sua fuga. A médica terrorista está presa no Cárcere Distrital de Arauca.

Força Sindical diz que cegonheiros devem parar o País

A Força Sindical informou nesta quarta-feira que cerca de mil motoristas cegonheiros interromperam o carregamento de veículos em todo o País. Segundo eles, a paralisação é um movimento contra a posição do Sindicato Nacional dos Cegonheiros (sindicato patronal), que estaria se recusando a abrir o mercado de transporte de veículos aos filiados do Sindicato dos Motoristas Cegonheiros Autônomos de São Bernardo (Simoc). De acordo com a Força, o transporte de veículos é distribuído pelas montadoras para transportadoras e também microempresas. Motoristas filiados ao Simoc fundaram uma cooperativa, a Coopermocatter, para reivindicar direito de trabalho em parte do serviço que é direcionado aos microempresários. "Queremos deixar de ser empregados, queremos poder pegar esse trabalho diretamente das montadoras e não apenas prestar serviço como funcionários", declarou o presidente da Coopermocatter, Rubens Severino Batista. Isso é guerra só de bandido, que já fez várias vítimas, assassinadas, em todo País. O transporte de veículos no Brasil é totalmente cartelizado. O grande poderoso do setor é o ex-deputado federal Vittorio Medioli, um italiano naturalizado brasileiro. Ele tem as principais empresas do setor. Ninguém entra nesse setor. Eles ditam para as montadoras o preço do transporte dos veículos novos. E as transportadoras aceitam quietinhas. Há grande corrupção nesse meio. Altos executivos das montadoras, em São Paulo, principalmente, não têm a menor vergonha em utilizar graciosamente os helicópteros das empresas cegonheiras donas do cartel, em retribuição pela “gentileza”. Agora os “trabalhadores” viram que esse setor dá uma gigantesca rentabilidade, e também querem morder um naco do negócio, no qual só quem perde são os consumidores finais. Por exemplo, quem compra carro novo no Rio Grande do Sul paga no mínimo mais 1.500 reais no preço do veículo por conta do “frete”. É uma roubalheira única..... E o Cade não faz nada....

Antonio Palocci deve ser relator da reforma tributária

O deputado federal Antonio Palocci (PT-SP) deverá ser relator da comissão especial que vai tratar da reforma tributária, informou o líder do PT na Câmara dos Deputados, o deputado federal Maurício Rands (PE). "O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, autorizou-me a dizer que está inclinado a indicar Palocci para ocupar a relatoria da comissão que cuidará da reforma tributária", afirmou Rands. No arranjo político, o deputado federal Sandro Mabel (PR-GO) deve ficar com a presidência da comissão. A queda-de-braço entre Palocci e Mabel pela relatoria da reforma tributária dura quase dois meses. Ta tudo jóinha.... Então o “mensaleiro” Sandro Mabel e Antonio Palocci, que foi defenestrado do Ministério da Fazenda por ter estuprado a conta bancária do caseiro Francenildo Silva dos Santos, disputam a comissão que deverá definir como os brasileiros vão pagar impostos, e quanto. Para que? Para que eles gastem à vontade o dinheiro público, sem dar explicação a ninguém..... Só mesmo em um país macanaímico.......

Supremo autoriza corte de salários dos auditores fiscais em greve

O Supremo Tribunal Federal autorizou a União a cortar salários dos auditores fiscais que estão em greve desde o dia 18 de março. Em decisão divulgada nesta quarta-feira, o ministro Gilmar Mendes considerou a greve lesiva à ordem pública e argumentou que não há excepcionalidade no movimento dos auditores da Receita Federal que justifique o pagamento dos vencimentos. O ministro suspendeu decisão da 4ª Seção Judiciária do Estado do Rio Grande do Sul, que impedia a União de punir os grevistas com medidas administrativas ou desconto dos dias parados. No despacho, o ministro diz que a continuidade do movimento grevista "gerará danos à fiscalização do cumprimento das obrigações tributárias, à arrecadação de tributos e ao comércio Exterior, bem como ao combate à sonegação e ao contrabando, o que certamente causará prejuízos, em última análise, à economia nacional como um todo”. Gilmar Mendes citou ainda decisão anterior do ex-ministro Carlos Velloso, do Supremo, que alerta para o risco do "efeito multiplicador", que poderia levar "outras categorias de servidores públicos federais em situação potencialmente idêntica, que se sentirão incentivados a deflagrar movimentos grevistas com o objetivo de reivindicar reajustes salariais”. O presidente do Sindicato dos Auditores da Receita Federal (Unafisco), Pedro Delarue, afirmou que, apesar da possibilidade de desconto dos dias parados, a greve, que atinge 70% da categoria, vai continuar.

Declarada utilidade pública do anti-retroviral Tenofovir

O governo Lula deu o primeiro passo para a quebra de patente de outro remédio anti-retroviral, o Tenofovir, fabricado pela empresa Gilead, dos Estados Unidos. Uma portaria publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira declara o medicamento como de utilidade pública. Este é o procedimento usado pela administração federal para desencadear o processo de licença compulsória de uma substância. O Tenofovir é um dos mais caros produtos usados no Programa Nacional de DST e Aids. Em 2007, o Brasil determinou a licença do Efavirenz, também um remédio antiaids, fabricado pela Merck.

Ministra Marina Silva admite aumento de desmatamento na Amazônia

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva (a maior tragédia que já aconteceu para o meio ambiente no Brasil), afirmou nesta quarta-feira que o governo Lula está adotando várias ações para combater o desmatamento na Amazônia. Segundo ela, o desmatamento diminuiu nos últimos anos. Em 2004, foram desmatados 27 mil quilômetros quadrados. Em 2005, foram 18 mil quilômetros quadrados; em 2006, 14 mil quilômetros quadrados e, em 2007, 11,2 mil quilômetros quadrados. Mas, ela admitiu que o desmatamento cresceu 10% nos últimos seis meses. Em relação ao relatório do Banco Mundial (Bird), que mostra que o Brasil foi o País que mais desmatou no mundo entre 2000 e 2005, Marina Silva disse que as ações que o governo Lula tem adotado para conter o problema poderão ser melhor dimensionadas em agosto. Não podia ser diferente. Essa ministra petista é a maior entreguista da floresta brasileira que já houve na história do País. Ela entregou, por lei, a exploração da floresta amazônica para os madeireiros asiáticos.

União Européia divulga documento que mostra caos na pecuária do Brasil

Surtos de aftosa que podem ter sido abafados, animais já abatidos que apareciam como vivos no Sisbov, fraude, animais sem registro e movimentos de gado entre regiões contaminadas pela febre aftosa e zonas livres da doença. Esse cenário de verdadeiro caos é o que os inspetores e veterinários europeus encontraram no Brasil e que levou à suspensão parcial do comércio de carne do País há dois meses. Um relatório feito no final do ano passado pela União Européia será divulgado hoje ou amanhã. As conclusões são de um sistema que não tem qualquer controle e informações adulteradas. "Falhas sistêmicas foram identificadas em relação ao registro das fazendas, identificação de animais e controle de movimentos", afirma o documento. As constatações do documento ainda preocupam e só agora as evidências se tornarão públicas. O documento mostra que 22 fazendas com o surto da aftosa não tiveram suas informações passadas aos europeus ou à OIE.

VarigLog contrata assessoria para sua reestruturação

A VarigLog contratou a Martel Assessoria e Consultoria Aeronáutica Ltda para comandar a sua reestruturação. A ex-subsidiária de logística e transporte de cargas da Varig informa que o presidente da Martel, Eduardo Arthur Rodrigues Silva, vai assumir a presidência da empresa durante esse processo, mas o seu nome ainda terá de ser aprovado em assembléia de acionistas que deverá ocorrer na segunda quinzena de abril. Silva teve passagens pelo antigo Departamento de Aviação Civil (DAC) e pelo órgão que substituiu o próprio DAC, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). No último dia 2 a Justiça de São Paulo afastou os três acionistas brasileiros da VarigLog (Marco Antonio Audi, Luiz Eduardo Gallo e Marcos Haftel) e determinou que o fundo norte-americano Matlin Patterson, dono de 60% do capital total da empresa, responda sozinho pela administração da VarigLog por um prazo de 60 dias.

PMDB indica líderes como titulares da CPI exclusiva dos Cartões do Senado Federal

O PMDB, partido com a maior bancada no Senado, com 19 parlamentares, foi o primeiro a oficializar as indicações para a CPI dos Cartões Corporativos do Senado Federal. Os titulares serão o líder do governo Lula no Senado Federal, o senador subalterno Romero Juca (RR); o líder do partido, o senador subalterno Valdir Raupp (RO), e o senador subalterno Gilvam Borges (AP).

Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal aprova novas regras para suplentes

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou nesta quarta-feira substitutivo do senador Demóstenes Torres (DEM-GO) que altera as regras para a escolha de suplentes de senador. Pela proposta, que será apreciada ainda pelo plenário, cada senador eleito terá um único suplente, e não dois, como ocorre hoje. Os suplentes não são eleitos e sim escolhidos. Pelo substitutivo, os senadores eleitos ficam proibidos de indicar como suplente parentes até o segundo grau. No caso de vacância (morte, renúncia ou cassação do mandato), o suplente assumirá, mas ficará no cargo até que haja uma nova eleição no Estado (seja municipal ou geral), para a escolha do novo senador. A proposta aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça é muito mais leve do que a apresentada inicialmente por ele. O substitutivo não resolve os casos de suplentes que substituem senadores que se licenciam para ocupar cargo no Executivo. Atualmente, no Senado, 20% das vagas são ocupadas por suplentes e, deste total, quatro deles assumiram vagas deixadas por senadores que hoje estão no Executivo. São eles: Sibá Machado (PT-AC), que ocupa a vaga da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva; Wellington Salgado (PMDB-MG), que assumiu no lugar do ministro das Comunicações, Hélio Costa; João Pedro (PT-AM), que ficou com a vaga do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, e Lobão Filho (sem partido), que substitui o seu pai, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. Isto se resolveria facilmente, com um artigo que proibisse senadores e deputados de ocupar cargo no Poder Executivo. Mas, quando um picareta votaria este artigo, como funciona nos Estados Unidos?