quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Nova pesquisa Datafolha mostra Gilberto Kassab 17 pontos na frente de Marta Suplicy

O jornal Folha de S. Paulo publica nesta quinta-feira a primeira pesquisa do instituto Datafolha para o segundo turno na capital paulista. E a pesquisa é arrasadora: o democrata Gilberto Kassab, atual prefeito, que ganhou o primeiro turno, aparece agora com 54% das intenções de votos dos paulistanos, contra 37% dados a ricaça petista Marta Suplicy. A disparada de Gilberto Kassab na preferência do paulistano será acompanhada de uma outra pesquisa que, de alguma maneira, explica seu bom desempenho: 61% dos entrevistados consideram a gestão de Kassab como "ótima" ou "boa". É o prefeito mais bem avaliado em São Paulo desde que o Datafolha começou a realizar este tipo de levantamento nos anos 80. Até agora, o posto de "melhor prefeito" era de Paulo Maluf, que em 1996, conseguiu 58% de "ótimo" e "bom". Nas contas do presidente Lula, dos seus principais conselheiros políticos e da direção nacional do PT, só um desastre ou um grave erro político de Gilberto Kassab (DEM) poderia garantir a eleição da ricaça petista Marta Suplicy para prefeita de São Paulo. Não é por outra razão que, nesta quarta-feira, o presidente nacional do PT, o deputado federal Ricardo Berzoini, já começou preventivamente a afastar, descolar a imagem do presidente Lula da candidatura da ricaça petista Marta Suplicy. Disse Ricardo Berzoini: “Sempre fui cuidadoso com as avaliações de transferência de votos do presidente Lula. É lógico que a popularidade dele ajuda, mas sempre disse que no Brasil não há tradição de transferência”. Quer dizer: Berzoini deu início explicitamente à operação de desvincular Lula de uma derrota da ricaça petista Marta Suplicy.

Reunião mundial do G20 nos Estados Unidos vai tentar encontrar uma solução para a crise

O governo dos Estados Unidos confirmou nesta quarta-feira a realização no sábado de uma reunião do G20, grupo atualmente presidido pelo Brasil, sobre a crise econômica mundial. O G20 reúne representantes das nações mais ricas do mundo e das principais economias emergentes: África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, Coréia do Sul, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Rússia, Turquia e União Européia. ''Em consulta com o Brasil, o presidente do G20, estou pedindo uma reunião especial do G20 que incluirá altos oficiais de Finanças, presidentes de bancos centrais e reguladores das principais economias emergentes para coordenar maneiras de amenizarmos os efeitos da turbulência global e da desaceleração econômica em todos os nossos países'', afirmou o secretário do Tesouro norte-americano, Henry Paulson. A reunião será realizada em Washington, na sede do Fundo Monetário Internacional. A possibilidade de realizar uma reunião de emergência vinha sendo levantada nos últimos dias por diferentes líderes internacionais e ganhou fôlego após chefes de governo diversos terem feito apelos para que se chegasse a uma solução coordenada para conter a crise. Nesta sexta-feira se dará também em Washington um encontro do G7, o grupo constituído pelas maiores economias globais, para discutir medidas que podem ser tomadas para acalmar os mercados.

Mantega viaja a Washington para a reunião da crise mundial

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, convocou uma reunião do G20 financeiro, presidido atualmente pelo Brasil, e viajou para os Estados Unidos onde participará das reuniões anuais do FMI e do Banco Mundial, que serão realizadas entre esta quinta-feira e a próxima segunda-feira. O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, também estará em Washington, onde participa da reunião do Fundo e de encontros com investidores.

Secretário do Tesouro dos Estados Unidos assegura que ocorrerão novas quebras

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Henry Paulson, disse nesta quarta-feira que, embora o governo norte-americano esteja trabalhando para tirar o país da crise, "uma coisa é preciso reconhecer, mesmo com os novos poderes do Tesouro, algumas instituições financeiras irão quebrar". A presidente da Casa dos Representantes, deputada Nancy Pelosi, disse que o país precisa de um novo pacote de estímulo à economia, de US$ 150 bilhões.

Bancos Centrais mundiais tentam impedir recessão global com corte emergencial de juros

Seis dos principais bancos centrais do mundo decidiram, em caráter emergencial, reduzir nesta quarta-feira suas taxas de juros. A medida, adotada depois de meses de injeções diárias de dinheiro, mostra que os governos mundiais estão ficando sem munição para combater uma crise que ameaça ser de escala vista apenas em 1929, na Grande Depressão. Contra a possibilidade de paralisação das economias e a circulação de dinheiro, mobilizaram-se nesta quarta-feira o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Banco do Canadá, Banco da Inglaterra (banco central britânico), BCE (Banco Central Europeu), Sveriges Riksbank (da Suécia) e SNB (Banco Nacional da Suíça). Em um comunicado, o Fed informou que reduziu sua taxa em 0,5 ponto percentual, para 1,5%. O Fed e outros bancos têm colocado no sistema financeiro bilhões de dólares nos últimos meses. O BCE tem feito injeções quase diárias de US$ 50 bilhões para garantir as transações entre os bancos. Em ações coordenadas, os bancos também têm feito ofertas bilionárias para o sistema bancário: no dia 29 de setembro, dez bancos central anunciaram uma oferta de US$ 620 bilhões em liquidez; na terça-feira, em nova ação conjunta, outros seis Bancos Centrais anunciaram leilões de US$ 450 bilhões até o fim do ano para garantir que não ocorra falta de dinheiro.

Banco Central programa leilão de "swap" cambial para esta quinta-feira

O Banco Central programou para esta quinta-feira, entre as 12h45 e as 13 horas, um novo leilão de "swap" cambial. A autoridade monetária vai oferecer contratos com vencimentos para dezembro de 2008 e para janeiro de 2009. O Banco Central quer colocar no mercado US$ 1,735 bilhão. Nesta quarta-feira o Banco Central injetou mais US$ 1,303 bilhão por meio de um leilão de contratos de swap cambial, o equivalente a uma operação de venda de moeda no mercado futuro.

Com preços em queda, impacto na balança pode chegar a 21%

Se a tendência de queda nos preços das commodities for mantida e alcançar os patamares de 2004, o Brasil poderá perder até US$ 8,4 bilhões no superávit de sua balança comercial, segundo um estudo do BNDES. O número representa 21% do superávit registrado em 2007, quando o saldo foi de US$ 40 bilhões. Itens importantes da pauta de exportação brasileira vêm sofrendo com a queda nos preços, em função da crise nos mercados. Entre esses produtos destacam-se o minério de ferro, a soja, o açúcar e o café. Considerando as projeções do saldo comercial para esse ano de US$ 30 bilhões, o impacto seria ainda maior: o equivalente a 28%. O caso da soja é o mais significativo, tendo em vista o peso do produto nas exportações. Na segunda-feira, os contratos para dezembro foram negociados a US$ 9,40 a saca (27,2 quilos). No início do ano, esse valor chegou a US$ 17,00.

Dólar a R$ 2,28, após intervenções do Banco Central

O Banco Central teve um dia trabalhoso nesta quarta-feira, dia em que dólar disparou logo pela manhã, atingindo rapidamente R$ 2,45 e, no pior momento, R$ 2,48. Nas últimas operações desta quarta-feira, o dólar comercial foi cotado a R$ 2,280 na venda, em decréscimo de 1,34%. Pela primeira vez em cinco anos, o Banco Central vendeu dólares de sua reservas para conter a escalada do câmbio. A autoridade monetária já havia feito leilões de venda de moeda para o mercado, com um compromisso de recompra em 30 dias, o que na prática, deixava intocado o caixa de US$ 208 bilhões. O Banco Central realizou três leilões de venda de dólares. O primeiro foi realizado às 10h13; o segundo, às 10h43, e o terceiro, às 11h29. As taxas aceitas pelo Banco Central acompanharam os preços de mercado: R$ 2,4485; R$ 2,3700 e R$ 2,3560 (taxas de corte). Anote: em poucos dias a reserva nacional pode passar para o controle dos bancos, e ser transferida para o Exterior. Tudo por conta da irresponsável política cambial de Lula, que ele utilizou, maravilhado, para conter a inflação e se exibir com as altas taxas de consumo nacional. Agora aí está o resultado.

Banco Central anuncia mudanças para tentar injetar R$ 23,2 bilhões na economia

O Banco Central brasileiro anunciou na noite desta quarta-feira mais duas alterações nas regras dos depósitos compulsórios, com o objetivo de dar mais "liquidez" (recursos) para o mercado financeiro emprestar a seus clientes. Com as medidas anunciadas, serão injetados mais R$ 23,2 bilhões na economia, sendo R$ 16,9 bilhões na sexta-feira e outros R$ 6,3 bilhões no início da próxima semana. E Lula ainda dizia que seu governo não produz pacotes. Ele tem razão, isso é um pacotaço. A primeira medida anunciada aumenta a dedução sobre os depósitos compulsórios de R$ 300 milhões para R$ 700 milhões por instituição financeira. Com impacto previsto a partir da próxima segunda-feira, a medida deve injetar R$ 6,3 bilhões na economia. Sabem o que vai acontecer com isto? Anotem: com toda essa dinheirama extra disponível, os bancos vão se atirar a comprar dólar. E o governo Lula será obrigado a torrar dólares das reservas nacionais para atender a voracidade dos banqueiros. E os cidadãos contribuintes nacionais continuarão pagando a conta.

FMI garante que choque da crise mundial vai provocar desaceleração e inflação no Brasil

O Fundo Monetário Internacional estima que a economia brasileira está enfrentando ''uma série de choques'' que deverão provocar a sua desaceleração a partir do próximo ano. De acordo com Charles Collyns, diretor-adjunto do Departamento de Pesquisas do FMI, estes diversos choques são ''as condições financeiras internacionais, que estão piorando, a crescente escassez de liquidez, que explica as pressões sobre a moeda brasileira, e o fato de o Brasil ser um grande exportador de commodities, cujos preços estão caindo''. Em seu relatório Panorama Econômico Mundial, divulgado nesta quarta-feira, o fundo estimou que o Brasil crescerá 3,5% em 2009, taxa inferior à projeção deste ano, de 5,2%. O fundo estima ainda que a taxa de inflação para este ano ficará em 5,7%, contra 3,6%, em 2007, e deverá ser de 5,1% no próximo ano.

Na Espanha, 1.250 pessoas perdem o emprego por dia

Em meio à crise financeira que afeta os mercados globais, o desemprego é a principal preocupação dos espanhóis. A cada dia, em média 1.250 pessoas são demitidas e apenas nos últimos dois meses 80% do total de empregos criados em 2007 já foram eliminados. No total, o país já tem 2,6 milhões de desempregados, o que representa 11% da população economicamente ativa. Para o próximo ano, o índice de desemprego na Espanha pode chegar aos 14%, com cerca de 3,5 milhões de trabalhadores na rua. Em apenas um ano, a taxa de desemprego passou de 8,3% para 11,3% na Espanha, enquanto a média na União Européia é de 7,5%.

Executive AirShare compra mais dois jatos da Embraer

A Embraer informou nesta quarta-feira que assinou um contrato com a Executive AirShare, empresa com sede em Kansas, Estado de Missouri, Estados Unidos, para extensão dos pedidos firmes para o jato Phenom 300. O negócio vem acrescentar dois novos aviões à atual carteira de pedidos firmes do cliente, que já contabiliza quatro compras firmes e outras quatro opções do modelo. A Executive AirShare, também detentora de ordens firmes do modelo Phenom 100, já havia dobrado o número de pedidos para Phenom 300 em maio de 2008. O primeiro Phenom 100 da Executive AirShare está previsto para ser entregue no segundo trimestre de 2009 e o 300 é aguardado para 2011.

Governadora Yeda Crusius inaugura nesta quinta-feira a megafábrica da CCGL em Cruz Alta

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), vai inaugurar nesta quinta-feira a fábrica de leite em pó de R$ 100 milhões da CCGL, em Cruz Alta. Essa fábrica processará 1 milhão de litros de leite por dia. A CCGL confirmará ainda para Yeda Crusius que vai investir outros R$ 100 milhões em uma fábrica para a produção de queijos. As fábricas que estão se instalando no Rio Grande do Sul, ou aumentando suas plantas de produção, processarão 4,8 milhões de litros novos de leite por dia. A produção atual gaúcha é de 8 milhões de litros por dia. A agropecuária gaúcha precisará de no mínimo mais 500 mil vacas leiteiras para garantir produção para estas fábricas.

Produtores agrícolas perdem apoio em quinto locaute do ano

O quinto locaute convocado este ano pelas associações de produtores agrícolas argentinos contra a política do governo de Cristina Kirchner terminou nesta quarta-feira com pouco respaldo popular e muitas críticas por coincidir com a crise financeira mundial. Após realizar um ato na zona rural, as entidades responsáveis pelo protesto, que representam cerca de 290 mil produtores, iniciaram uma caravana de 170 quilômetros rumo a Buenos Aires, onde devem realizar um "abraço" simbólico à sede do Parlamento que marcará o fim da paralisação. Durante o locaute, de seis dias, os produtores não enviaram cereais às indústrias nem aos exportadores. O gado bovino também não foi totalmente fornecido aos mercados. O ministro da Justiça, Aníbal Fernández, disse que o locaute agropecuário foi "inoportuno" e "inconveniente", além de considerar que "há um âmbito adequado para essas discussões".

Internautas protestam contra PSDB e ironizam derrota de Alckmin no Orkut

Mal terminou o primeiro turno e a derrota de Geraldo Alckmin (PSDB) nas urnas fez com que internautas não perdessem tempo para fazer graça com a saída do tucano da disputa. No Orkut, além de protestos contra o racha no PSDB, que teria prejudicado a campanha do ex-governador, alguns aproveitam para ironizar Alckmin. É o caso da "Comunidade Alckmin vereador 2012", criada para fazer campanha pelo tucano desde já. A idéia, no entanto, é ironizar a derrota em São Paulo, propondo que o ex-governador se candidate em Pindamonhangaba (SP), sua cidade natal.

Tribunais deverão reservar vagas de juízes para deficientes físicos

O Conselho Nacional de Justiça decidiu que todos os tribunais do País deverão destinar de 5% a 20% das vagas de juiz para portadores de deficiência física. A reserva de vagas deverá constar nos próximos editais de concurso público para contratar magistrados. A decisão foi tomada na terça-feira e atende ao pedido do Ministério Público Federal, que questionava o fato de os tribunais não estarem reservando vagas para portadores de deficiência. Essa decisão é no mínimo uma tragédia, e demonstra o quanto o Brasil endoidou.

Gilberto Kassab recebe apoio do PPS nesta quinta-feira

Depois de receber o apoio do PSDB e do PTB no segundo turno, o prefeito de São Paulo e candidato à reeleição, Gilberto Kassab (DEM), vai receber nesta quinta-feira o apoio do PPS, que decidiu ficar com o prefeito. O encontro reunirá os membros da Executiva municipal, os dois vereadores eleitos domingo passado (Claudio Fonseca e Dr. Milton Ferreira) e Soninha Francine, a candidata da legenda no primeiro turno. Ao final da reunião, o responsável do DEM para costurar as alianças, Guilherme Afif Domingos, vai se integrar à mesa para receber as reivindicações do PPS.

Procurador-geral pede intervenção em Rondônia por violação aos direitos humanos

O procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, solicitou na terça-feira que o Supremo Tribunal Federal determine intervenção federal em Rondônia por violação a direitos humanos no presídio Urso Branco, em Porto Velho. O pedido será analisado pelo presidente do Supremo, ministro Gilmar Mendes. Souza classifica como uma "calamidade" a situação no presídio. Segundo ele, "nos últimos oito anos contabilizaram-se mais de cem mortes e dezenas de lesões corporais contra presos, fruto de motins, rebeliões entre presos e torturas eventualmente perpetradas por agentes penitenciários".

TSE decide manter presa Carminha Jerominho, vereadora eleita no Rio de Janeiro

O ministro Felix Fischer, do Tribunal Superior Eleitoral, negou pedido de reconsideração e manteve a prorrogação da prisão temporária da vereadora eleita no Rio de Janeiro, Carminha Jerominho (PTdoB). Ela é suspeita de usar milícias para obrigar eleitores de comunidades carentes da cidade a fazer campanha em seu favor. Desde o dia 29 de agosto, Carminha está presa no presídio federal de Catanduvas (PR). Apesar de ter o registro de sua candidatura cassado pela Justiça Eleitoral, ela foi eleita vereadora no último domingo.

Lula se reúne com peemedebistas para discutir eleições na Câmara e no Senado

O presidente Lula entrou em cena nesta quarta-feira para discutir com líderes peemedebistas as eleições à presidência da Câmara e do Senado, que ocorrem em fevereiro de 2009. Embora o PT trabalhe nos bastidores para lançar a candidatura do senador Tião Viana (PT-AC) à presidência do Senado, um grupo de parlamentares peemedebistas não descarta incluir um nome no partido na disputa, mesmo após acordo fechado com o PT para deixar o comando da Casa Legislativa com o partido, em troca da presidência da Câmara. O assunto foi discutido durante almoço de Lula, nesta quarta-feira, com os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), José Sarney (PMDB-AP) e Romero Jucá (PMDB-RR). Embora o PMDB tenha lançado oficialmente o nome do deputado federal Michel Temer (PMDB-SP) para concorrer à presidência da Câmara, os peemedebistas estudam indicar um nome próprio na disputa no Senado Federal.

União terá de devolver Imposto de Renda sobre previdência privada

Em julgamento realizado nesta quarta-feira pela Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça, os ministros definiram por unanimidade que é indevida a cobrança de Imposto de Renda sobre valores de complementação de aposentadoria e de resgate de contribuição correspondente para entidade de previdência privada. De acordo com a decisão, que analisou o processo de cinco aposentados, a União terá de devolver aos contribuintes o que foi recolhido "indevidamente a título de Imposto de Renda", no período de janeiro de 1989 a 16 de novembro de 2006, com correção monetária. Segundo o STJ, a decisão vai agilizar a solução de milhares de recursos sobre esse tema, pois será aplicado automaticamente aos processos sobre o tema que estavam paralisados nos Tribunais Regionais Federais, nos gabinetes dos ministros do Superior Tribunal de Justiça ou aguardando distribuição no tribunal. O recurso dos aposentados chegou ao STJ após decisões desfavoráveis na primeira e segunda instâncias.

Presidente do PT-SP diz que campanha da ricaça Marta Suplicy quer eleitores de Maluf

O vereador e presidente municipal do PT, José Américo, disse nesta quarta-feira que a campanha da candidata à prefeitura de São Paulo, a ricaça Marta Suplicy (PT), está passando por um momento de "reconquistar o que foi perdido". Kassab saiu na frente no primeiro turno com 33,61% dos votos válidos, enquanto a adversária petista recebeu 32,79%. Segundo o vereador, o processo de reconquista passa pela maior articulação com partidos coligados e nos eleitores de candidatos derrotados, como Paulo Maluf (PP). "Já temos cinco partidos coligados e estamos conversando com políticos, dialogando com forças. É claro que não vamos querer um Paulo Maluf, mas os votos dos eleitores dele são bem-vindos", reiterou José Américo. É o chamado petismo envergonhado dos seus companheiros eleitorais e da base de Lula.

Leonardo Quintão agora é recebido como "estrela" do PMDB

Depois de provocar o segundo turno nas eleições municipais de Belo Horizonte contra Márcio Lacerda (PSB), o deputado federal Leonardo Quintão (PMDB-MG) retornou à Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira, como uma nova "estrela" do PMDB. Quintão foi recebido com festa pela bancada do PMDB da Câmara dos Deputados. O líder do PMDB na Câmara, deputado federal Henrique Eduardo Alves (RN), paralisou os trabalhos para saudar o candidato, que conseguir chegar ao segundo turno em Belo Horizonte colado em Lacerda, que tem o apoio do governador Aécio Neves (PSDB-MG) e do prefeito Fernando Pimentel (PT-MG). "Vamos receber o deputado Leonardo Quintão, a nova estrela que surge em nosso partido", disse Eduardo Alves.

Embarques em rotas internacionais crescem 35,9% e Varig continua em 2º lugar

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) divulgou nesta quarta-feira que os embarques nas viagens internacionais cresceram 35,9% de janeiro a setembro deste ano, em relação ao mesmo período do ano anterior. Apenas no mês passado, a alta foi de 21,3% em comparação ao mesmo período de 2007. No mês anterior, o crescimento anual registrou 26,9%. A Gol Linhas Aéreas continua a registrar queda no mercado nacional e internacional enquanto a Varig, que também é controlada pelo grupo de Constantino Junior, amplia seu market share. A TAM Linhas Aéreas mantém a liderança nos dois segmentos. De acordo com a agência, o mercado de aviação doméstico cresceu 4,6% em setembro deste ano na comparação com o mesmo mês de 2007. No acumulado do ano, a alta é de 10,2%.

De olho em 2010, PT fecha aliança com Eduardo Paes no segundo turno do Rio de Janeiro

O candidato a prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), ganhou nesta quarta-feira o apoio oficial do PT no segundo turno contra o deputado federal Fernando Gabeira (PV). O partido citou a disputa presidencial de 2010 como justificativa para a aliança com o peemedebista. Em nota assinada por Paes (um dos cruxificadores do PT durante a CPI do Mensalão), o PT diz que "no segundo turno dessas eleições, o PT não vê razões políticas para apoiar uma candidatura sustentada pelos principais adversários do seu projeto para o Brasil". É difícil, mas ainda pode acontecer de “os russos” (os eleitores cariocas) darem uma lição nesses aprendizes de feiticeiros.

InBev confia em financiamento da oferta de compra da Anheuser-Busch

A cervejaria belgo-brasileira Inbev, maior produtora mundial de cerveja, continua confiante no financiamento de sua oferta de compra, de US$ 52 bilhões, da concorrente norte-americana Anheuser-Busch, apesar da atual crise financeira, anunciou o grupo. "Estamos confiantes no financiamento e estamos no caminho de concluir nossa transação até o fim do ano", declarou a porta-voz da InBev, Gwendoline Ornigg. A empresa pediu empréstimos de US$ 45 bilhões em 19 bancos. Depois de resistir à ofensiva da InBev, o conselho de administração da Anheuser-Busch, proprietária da Budweiser, terminou por aceitar em julho uma oferta de US$ 70,00 por ação, o que deixaria a operação em US$ 52 bilhões. Obviamente, neste momento de grande crise financeira internacional, o valor das ações da Budweiser não é nem a metade.

Chanceler Amorim diz que Petrobras só deixa Equador se for compensada

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim (um subordinado ao caderno de orientações do Foro de São Paulo, organização petista), voltou a admitir a possibilidade de a Petrobras deixar suas operações no Equador, mas destacou que a estatal tem que ser "compensada" pelos investimentos que fez. Celso Amorim destacou que o governo Lula vem acompanhando as negociações entre a empresa e o governo equatoriano, mas disse que não pode interferir diretamente nesse processo. "Se as condições não forem favoráveis, no final das contas a Petrobras sai, desde que possa sair adequadamente, sendo compensada pelos investimentos que tiver feito", afirmou Amorim antes de reunião com representantes da Nicarágua sobre acordos bilaterais com o Brasil. Amorim acrescentou que não esperava esse novo problema com o Equador. Ele lembrou que há pouco menos de um ano, a Petrobras tinha resolvido questão semelhante relativa ao bloco 31. Desta vez, a área em discussão é referente ao bloco 18. Esse é problema de negociar com paiseco que não respeita contratos e produz constituições como quem come sanduíches.

Petróleo atinge US$ 86,00 com temor sobre demanda e alta de reservas

Os preços do petróleo recuaram nesta quarta-feira, apesar do anúncio do corte emergencial dos juros por seis bancos centrais para baratear o custo do dinheiro e revitalizar o consumo. A medida não foi suficiente para dar confiança aos mercados sobre as perspectivas em relação ao consumo do petróleo e o cenário ainda foi agravado pelo aumento das reservas do produto nos Estados Unidos. A Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo considera a possibilidade de fazer uma reunião extraordinária no dia 18 de novembro, em Viena, para examinar a situação do mercado de petróleo, com cotação em queda. Os preços do petróleo cru em NY recuaram cerca de 40% desde o recorde de US$ 147,50 em meados de julho.

PTB declara apoio a Gilberto Kassab e diz que não tem história para se aliar a Marta Suplicy em São Paulo

O deputado estadual Campos Machado, presidente estadual do PTB-SP e vice do candidato derrotado à prefeitura de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), declarou apoio incondicional nesta quarta-feira à reeleição do prefeito paulistano Gilberto Kassab (DEM). Ele negou que o apoio do PTB estivesse condicionado à exigência de cargos na futura administração da cidade. "Nosso partido vai apoiar sem nenhuma exigência prévia, sem nenhum prévio compromisso, sem nenhuma contrapartida", disse Campos Machado após reunião do diretório paulista do PTB. Segundo ele, o apoio do PTB será no mesmo molde ao que foi dado no primeiro turno a Alckmin: "Nosso apoio é total. Vou pedir o mesmo empenho que tiveram com Geraldo Alckmin na campanha do Gilberto Kassab”.

Conab prevê novo recorde na safra 2008/2009

Apesar da gigantesca crise financeira internacional, o Brasil deve colher uma nova safra recorde de grãos, mesmo com a alta nos preços dos insumos agrícolas e da redução no crédito para o produtor. De acordo com a primeira estimativa para a safra 2008/2009, divulgada nesta quarta-feira pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a projeção de colheita é de 142,03 a 144,55 milhões de toneladas. Caso seja confirmada a previsão superior, seria um novo recorde, superando a produção verificada na safra anterior (2007/2008), de 143,8 milhões de toneladas. A área semeada no Brasil deve crescer entre 1,2% a 2,7% em relação ao período anterior, ou seja, as lavouras vão ocupar entre 47,9 e 48,6 milhões de hectares. Segundo o presidente da estatal, Wagner Rossi, o comportamento dos preços das commodities agrícolas têm mantido o interesse do agricultor pelos grãos. "Apesar da queda dos preços e do aumento dos custos de produção, o agricultor eficiente ainda vislumbra a possibilidade de bons resultados. Isso mantém uma nova esperança”.

Empresas mudam posição e provocam elevação do dólar no País

Além da crise de crédito e da fuga de recursos para investimentos de menor risco, a alta do dólar, no Brasil, que já chega a cerca de 50% desde agosto, tem um componente adicional: muitas empresas que fizeram aposta de alto risco na manutenção do dólar numa faixa de R$ 1,60 a R$ 1,70 até o final do ano, em operações de câmbio, estão desmontando suas posições abruptamente e, para isso, compram dólar de forma alucinada. É essa a razão que fez o dólar subir na terça-feira 5,14% e atingir R$ 2,311, maior valor desde 31 de maio de 2006, apesar das vendas da moeda realizadas pelo Banco Central. O Banco Central está avisado desse movimento, mas nada pode fazer, porque são operações legais e sigilosas. Os rumores do mercado são que o total dessas operações pode ter atingido R$ 40 bilhões. As duas únicas operações que vieram a público foram da Aracruz e da Sadia. As perdas da Aracruz somaram R$ 1,9 bilhão, e as da Sadia, R$ 750 milhões. As duas perdas, verdadeiras quebras de sigilo bancário, foram feitas pelo presidente Lula. E eles criticou as empresas justamente porque tinham apostado errando, apostaram na manutenção do real valorizado, justo o que o governo Lula fazia bestamente. Aí está agora o resultado dessa política cambial vesga, causando monumentais prejuízos.

Perdas de fundos de pensão chegam a R$ 38 bilhões

Os fundos de pensão já amargam perda superior a R$ 40 bilhões com a queda na Bolsa. De acordo com a Abrapp (Associação Brasileira de Entidades Fechadas de Previdência Complementar), até setembro a estimativa era de retração de R$ 37,8 bilhões nas aplicações das entidades em renda variável. A projeção divulgada pela associação ainda não considera o comportamento do mercado em outubro. Números oficiais tabulados pela Secretaria de Previdência Complementar, considerando perdas e ganhos dos fundos neste ano, mostram que o superávit das entidades encolheu R$ 17 bilhões de janeiro a agosto. De acordo com a Abrapp, no início de janeiro os fundos tinham em renda variável R$ 160 bilhões. De janeiro a setembro, esse valor caiu R$ 37,8 bilhões. No entanto, os investimentos das entidades em renda fixa renderam R$ 29,4 bilhões.

Sem acordo com oposição, Câmara dos Deputados não vota Fundo Soberano

Não houve acordo entre governo e oposição na reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal Arlindo Chinaglia (PT-SP), e os líderes, sobre a votação do projeto que cria o Fundo Soberano do Brasil no plenário da Casa. A oposição insiste na tese de que o governo precisa retirar o projeto do regime de urgência, adiando, com isso, sua votação, mas o governo não aceita. O projeto é o quarto item da pauta de votações e terá que ser votado após as medidas provisórias que o antecedem. O impasse significa votações mais lentas na Câmara, porque o mecanismo de obstrução é usado na apreciação das medidas provisórias, que trancam a pauta e não permite que outras propostas sejam votadas antes delas. "O governo insiste em manter a urgência do Fundo Soberano que vai na contra-mão neste momento de crise financeira internacional. O governo deve ter alguma razão que desconhecemos para insistir nessa bobagem. O governo insiste em manter a urgência do projeto e pode levar à paralisação da Câmara na semana que vem", afirmou o líder do PSDB na Câmara, José Aníbal (SP). O líder do DEM, deputado Antonio Carlos Magalhães Neto (BA), disse que nova rodada de conversas dos líderes de governistas e oposição vão acontecer na próxima semana.

Equador expulsa Odebrecht do país

O governo do presidente do Equador, o tiranete Rafael Correa, rejeitou o acordo com a construtora brasileira Odebrecht e anunciou nesta quarta-feira a expulsão definitiva da empresa de seu país. “O presidente tem cedido muito, mas definitivamente a Odebrecht não pode estar no país. Analisamos tudo e acreditamos que não é possível continuar com ela”, afirmou o ministro de Setores Estratégicos, Galo Borja, logo depois de uma reunião com o presidente Rafael Correa. Na semana passada, a construtora havia oferecido uma garantia de US$ 43 milhões que poderia ser transferida para o Estado para o pagamento de uma eventual multa, caso uma auditoria internacional responsabilizasse a construtora pelas falhas encontradas na usina hidrelétrica San Francisco. A empresa também havia oferecido estender a garantia das obras por mais um ano e arcar com os custos de reparação das falhas da usina. O impasse entre o governo equatoriano e a construtora começou no dia 23 de setembro quando Correa assinou um decreto ordenando o embargo dos bens da Odebrecht, a militarização de todas as obras em andamento e proibição de que funcionários da empresa deixem o país. Há dois brasileiros que estão encurralados na embaixada brasileira, em Quito, e não podem sair do país. Até quando o governo Lula continuará se agachando para governichos socializantes e populistas ordinários como esse do tiranetezinho Rafael Correa, padrinho de terroristas e traficantes de cocaína?

Oscar Niemeyer projeta complexo na Argentina

O arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer, de 100 anos, projetará uma obra na Argentina, na cidade de Rosário (300 quilômetros ao norte de Buenos Aires), onde será construído o Porto da Música, complexo cultural com auditório, salas de exposições, escola e local para espetáculos. A obra será apresentada nesta sexta-feira pelo governador da província de Santa Fé, Hermes Binner, em um ato público que contará com a presença do neto do arquiteto, Carlos Oscar Niemeyer, e de seu colaborador, Jair Valera. O Porto da Música ocupará um prédio de três hectares em frente ao rio Paraná, e terá auditório coberto para 2.500 pessoas e uma área aberta para espetáculos com capacidade para 25.000 espectadores.

Fundo de investimento GWI anuncia fechamento para resgates e aplicações

O fundo de investimento GWI FIA anunciou nesta quarta-feira que encerrou suas atividades de resgates e aplicações "em razão da iliquidez dos ativos componentes de sua carteira". O fundo era administrado pela BNY Mellon Serviços Financeiros Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários. De acordo com nota do GWI a "decisão deve-se ao agravamento das condições do mercado nos últimos cinco dias, que levaram o fundo a uma situação delicada de liquidez". A administradora também informou que, em função dos pedidos de resgate do fundo GWI Classic, a GWI também optou pelo fechamento deste fundo. A gestora tem ainda outros dois fundos, que continuam a operar. Segundo o BNY Mellon o objetivo é evitar que a saída de cotistas aconteça de forma desordenada, prejudicando os investidores que permaneçam.

PSDB anuncia apoio a José Fogaça no segundo turno em Porto Alegre

O prefeito de Porto Alegre, José Fogaça (PMDB), reuniu-se na tarde desta quarta-feira com a governadora Yeda Crusius (PSDB) e recebeu a notícia de que o PSDB lhe dará apoio no segundo turno. A governadora Yeda Crusius disse que nada a faria apoiar o PT, que tem trucidado o seu governo. Ela também adiantou que vai apoiar as candidaturas do prefeito Adolfo Fetter Junior, em Pelotas, e Jurandir Leite, em Canoas.

Horário de verão começa no próximo dia 19

O horário de verão deste ano começará no próximo dia 19 nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. À 0h, os relógios terão que ser adiantados em uma hora. Segundo o Ministério de Minas e Energia, a medida ficará em vigor até a meia-noite do dia 15 de fevereiro de 2009. A expectativa do governo Lula é de que haja uma redução de 4% a 5% no horário de pico, o que equivale a uma economia de 2.000 MW, o suficiente para abastecer uma cidade com 6 milhões de habitantes. Neste ano, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fixou datas fixas para o início e para o término do horário de verão. Com isso, a medida entra em vigor à 0h do terceiro domingo de outubro e vai até o terceiro domingo de fevereiro seguinte. O governo, no entanto, fez uma ressalva: caso o terceiro domingo de fevereiro seja o de Carnaval, o encerramento do horário de verão fica para o próximo domingo.

Gilberto Kassab almoça com presidente do PSDB em São Paulo

Ao lado do presidente do PSDB, José Henrique Reis Lobo, o prefeito e candidato à reeleição Gilberto Kassab (DEM) oficializou nesta quarta-feira a adesão do PSDB à sua candidatura no segundo turno contra a ricaça petista Marta Suplicy. Segundo Lobo, o apoio do PSDB não será apenas formal. O anúncio foi feito às 15 horas, depois de duas horas de almoço no apartamento de Gilberto Kassab, que contou com a presença do senador Jorge Borhausen (DEM) e do articulador das alianças do DEM no segundo turno, Guilherme Afif Domingos. "Agora vamos fazer campanha juntos nesse segundo turno", afirmou Gilberto Kassab.

Câmara dos Deputados aprova MP que autoriza Tesouro a repassar títulos públicos para o Banco Central

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira a Medida Provisória 435, que dispõe sobre a utilização do superávit financeiro para amortizar o pagamento da dívida e autoriza o Tesouro Nacional a repassar diretamente ao Banco Central títulos públicos para a recomposição de sua carteira. A Medida Provisória trata também do acordo entre o Brasil e a Argentina para a substituição do dólar por pesos ou reais, nas transações comerciais entre os dois países. A aprovação da Medida Provisória foi possível graças a acordo dos líderes da oposição, que não obstruíram a votação da matéria. A Medida Provisória autoriza o Banco Central a manter contas de depósitos em reais cujos titulares sejam bancos centrais estrangeiros, assim como outros bancos estrangeiros. Ela também define que o superávit financeiro, apurado em todas as fontes pelo Tesouro Nacional, em 31 de dezembro de 2007, poderá ser utilizado para amortizar o pagamento da dívida, excetuando a utilização de superávit de fontes de recursos decorrentes de vinculações constitucionais e de repartição de receitas com Estados e municípios.

Justiça Federal mantém ação sobre merenda escolar em Canoas

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (Porto Alegre) oficializa nesta quinta-feira a decisão que mantém na Justiça Federal a ação civil pública de improbidade administrativa que investiga desvio de verbas públicas federais e municipais na licitação e no contrato para fornecimento de merenda escolar em Canoas. A Justiça Federal manteve também a liminar que ordenava a suspensão do contrato de terceirização de serviços de merenda escolar. Alguns bens das empresas acusadas de envolvimento foram tornados disponíveis. No caso das empresas SP e Gourmaitre Cozinha Industrial, foram desbloqueados recursos financeiros necessários para o pagamento de verbas trabalhistas e de fornecedores. Em relação a sócios das empresas, foram liberados apenas os valores que excedam o montante fixado como necessário para a reparação dos danos apontados na ação civil pública. O TRF-4 liberou ainda valores bloqueados nas contas correntes do prefeito Marcos Ronchetti e do secretário municipal Marcos Zandonai.

Ministro Nelson Jobim anuncia compra de 50 helicópteros da França

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, anunciou nesta quarta-feira, em visita ao Comando de Aviação do Exército (Cavex), em Taubaté, no interior paulista, que em 22 ou 23 de dezembro será assinado o acordo com a França para compra de pelo menos 50 novos helicópteros para as Forças Armadas. Segundo o ministro, a oficialização ocorrerá durante a visita do presidente francês, Nicolas Sarkozy, ao Brasil. Nelson Jobim disse que pelo menos 17 dos novos equipamentos serão destinados para o Exército e os demais para Aeronáutica e Marinha. Nelson Jobim destacou a necessidade de o Brasil sempre se preparar para eventuais conflitos, ainda que seja um país pacífico. Para isso, o acordo estratégico com a França prevê a montagem dos helicópteros na fábrica Helibrás, no município mineiro de Itajubá, e a construção de submarinos convencionais e nucleares, com transferência de tecnologia. Esse também é o principal item na negociação do projeto F-X2 para a troca dos atuais caças Mirage 2000, F-5M e A-1M da Força Aérea Brasileira (FAB).

Brasil habilita mais 48 fazendas para exportar para a União Européia

Lista divulgada nesta quarta-feira pela Comunidade Européia mostra que o Brasil acrescentou mais 48 fazendas na lista de propriedades habilitadas a exportar carne bovina para a União Européia. O número de registros passou de 364 na semana passada para 412 fazendas nesta semana, indicando um crescimento superior a 13%. Nas últimas seis semanas, a média semanal de inclusões do Brasil tem sido de 39 propriedades. O Estado de Minas Gerais segue com o maior número de propriedades cadastradas, com 200 registros. Em segundo lugar aparece Goiás, com 80, seguido pelo Mato Grosso, que possui 72 propriedades.

José Serra evita falar de eleição em São Paulo após jantar com Lula

O presidente Lula e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, receberam nesta quarta-feira o governador paulista José Serra (PSDB), patrocinador político da candidatura à reeleição de Gilberto Kassab (DEM), em São Paulo. Depois do encontro, José Serra evitou falar da disputa na capital paulista, onde Kassab disputa o segundo turno contra a ricaça petista Marta Suplicy. Mas, para pessoas próximas, o presidente Lula disse que a situação da ricaça petista Marta Suplicy ficou "muito difícil" com a performance de Kassab no primeiro turno. Serra contou que discutiu com Lula o problema do trânsito e do transporte coletivo na capital paulista, um dos principais assuntos nas eleições. O governador relatou que Lula demonstrou a "maior boa vontade" em uma parceria para construir um "mergulhão", uma passagem subterrânea de trens sob a Estação da Luz, por baixo das plataformas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e da nova estação da Linha-4 do Metrô paulistano. O projeto faz parte da obra do Ferroanel, uma linha ferroviária que eliminaria o transporte de cargas na superfície da região.

Média diária de crédito para exportador cai mais de 50%

A piora da crise financeira internacional secou ainda mais o crédito para os exportadores no Brasil. Dados do Banco Central divulgados nesta quarta-feira mostram que a média diária na concessão de financiamentos para o setor, na semana passada, despencou 53,9% na comparação com o resultado registrado no restante de setembro. Entre os dias 29 de setembro e 3 de outubro, exportadores conseguiram, na média, crédito diário de US$ 116,8 milhões no chamado Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC). O valor é menos da metade da média diária de US$ 253,5 milhões registrada entre os dias 1º e 26 de setembro, período que já havia sofrido com a piora do cenário após a derrocada do banco norte-americano Lehman Brothers em meados de setembro.

Jantar de Lula com PMDB não teve presença de ministros do partido

Os ministros do PMDB não foram convidados para o jantar que o presidente Lula ofereceu na noite desta quarta-feira para a cúpula do partido no Palácio da Alvorada. A expectativa dos ministros políticos é de que Lula não participe da campanha nem faça gravações para os programas de TV em favor dos candidatos do PT em capitais como Salvador e Porto Alegre, onde seu partido concorre no segundo turno com o PMDB. O ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima (PMDB), comentou com líderes do PMDB que acredita na isenção de Lula em Salvador, onde a disputa está entre o deputado federal Walter Pinheiro (PT) e o prefeito João Henrique (PMDB), candidato à reeleição. Durante a reunião da bancada do PMDB nesta quarta-feira, o nome do deputado federal Michel Temer (PMDB-SP) foi aprovado para a presidência da Câmara. Geddel se encontrou com peemedebistas que participaram do jantar, como os senadores José Sarney (PMDB-AP), Romero Jucá (PMDB-RR) e Roseana Sarney (PMDB-MA), pedindo que reforçassem a posição do partido no encontro no Palácio da Alvorada. O mundo está despencando e os caras estão se banqueteando e lutando pela divisão do poder.

Governador José Serra critica a atuação do Banco Central

O governador de São Paulo, José Serra, criticou nesta quarta-feira a atuação do Banco Central e disse que a instituição agiu errado ao aumentar a taxa de juros e manter uma política de valorização do real frente ao dólar. José Serra se reuniu com o presidente Lula para tratar de projetos de infra-estrutura, em especial a obra do Ferroanel, nesta quarta-feira, no Palácio do Planalto. “O Banco Central foi lento e foi muito imprudente neste ano quando levou os juros para as nuvens e megavalorizou o câmbio. Mas, agora, não adianta olhar o que passou. Tem que olhar para frente e encontrar uma saída para essa situação, que eu acho perfeitamente exeqüível”, disse ele. Segundo Serra, isso aumentou as dificuldades do governo agora. Ele disse que o momento de dificuldade tende a forçar uma desvalorização da moeda muito acima da média mundial, o que causa mais ansiedade e acaba mexendo com as bolsas.

Bolsas de Nova York caem mesmo com redução dos juros

As bolsas de Nova York fecharam em baixa nesta quarta-feira, apesar de os principais bancos centrais do mundo, em uma ação coordenada para combater a crise financeira internacional, terem reduzido a taxa básica de juros em 0,5%. O Dow Jones Industrial, principal índice de Wall Street, caiu 194,74 pontos (2,06%), para 9.252,37. Já o indicador da Nasdaq recuou 14,55 (0,83%), para 1.740,33. O seletivo S&P 500, que mede o rendimento de 500 grandes empresas, caiu 12,09% (1,21%), para 984,14.

Fluxo cambial de setembro registra saldo positivo de US$ 2,8 bilhões

O Banco Central registrou fluxo cambial total positivo em US$ 2,803 bilhões no mês de setembro, contra resultado negativo de US$ 3 milhões registrado no mesmo período do ano passado. Neste mês, o saldo positivo soma US$ 514 milhões e acumula no ano US$ 17,702 bilhões. No mesmo período acumulado de 2007, o fluxo cambial positivo era de US$ 71,162 bilhões. No entanto, no mês passado, o saldo da entrada e saída de dólares das operações financeiras (aplicações financeiras, como as feitas em bolsas de valores, investimentos diretos e remessas de lucros e dividendos, entre outras) ficou negativo em US$ 4,168 bilhões e em US$ 631 milhões, nos três primeiros dias úteis de outubro. No acumulado do ano, até o dia 3 deste mês, o saldo negativo das operações financeiras ficou em US$ 26,714 bilhões, contra saldo positivo de US$ 9,367 bilhões registrado no mesmo período de 2007. A saída de recursos é reflexo da crise financeira internacional.

Yeda Crusius encaminha à Assembléia projeto para reduzir efeitos da seca na agricultura

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB) entregou nesta quarta-feira à Assembléia Legislativa um projeto para reduzir os efeitos da seca nas próximas safras gaúchas. Além de criar condições para que o Estado não perca competitividade no agronegócio, o Programa Estadual de Irrigação (Pró-Irrigação/RS) tem como objetivo reduzir o êxodo rural e o desemprego no campo. O plano prevê o armazenamento de água em microaçudes, barragens e cisternas nos meses em que as chuvas são maiores, especialmente no inverno. Também devem ser criadas linhas de financiamento para a promoção da irrigação e dos usos múltiplos da água, especialmente para a agricultura familiar e para projetos que tenham grande impacto na geração de emprego. As previsões climáticas indicam que, principalmente nos meses de dezembro de 2008 e janeiro e fevereiro de 2009, as chuvas serão equivalentes a 50% da média mensal. Somente nas culturas de milho e soja, o Rio Grande do Sul deixou de produzir, nos últimos 31 anos, o equivalente a US$ 90 bilhões devido à seca, o que representa, em média, US$ 3 bilhões por ano.

Secretário do Tesouro Nacional contesta críticas de deputado

O secretário do Tesouro Nacional, o trotskista gaúcho Arno Augustin (membro do grupelho trotskista DS – Democracia Socialista, no PT), contestou as críticas do deputado federal Fernando Coruja (PPS-SC) sobre a atitude do governo Lula diante da crise internacional. O petista trotskista gaúcho disse que respeita as opiniões contrárias e reafirmou que o governo Lula está atento, tomando as medidas que entende ser necessárias, e espera que o Brasil possa vencer este momento de gigantesca crise com o menor dano possível. O deputado federal Fernando Coruja (PPS-SC) criticou a posição do governo diante da crise. Segundo ele, é preciso urgência do governo Lula para ir ao Congresso e explicar a situação diante da crise financeira internacional. “Estamos aqui na reunião (na Comissão de Finanças da Câmara). Mostrei os jornais, mas é o Titanic afundando e o cara tocando a orquestra”, disse Fernando Coruja.

PCdoB define nesta quinta-feira quem irá apoiar em Belo Horizonte

A Executiva Nacional do PCdoB se reúne nesta quinta-feira, em São Paulo, para decidir sobre a posição do partido no segundo turno da eleição para prefeito de Belo Horizonte, entre Márcio Lacerda (PSB) e Leonardo Quintão (PMDB). A candidata derrotada Jô Moraes levará à direção nacional do seu partido a proposta de indicação de voto em Leonardo Quintão ou mesmo ingresso na campanha do peemedebista, desde que ele se comprometa com questões programáticas da coligação PCdoB/PRB, como a ampliação do orçamento participativo e "uma preocupação mais especial com a educação". Ela reconhece a "relação privilegiada" do PSB com o PCdoB, mas pretende argumentar que Belo Horizonte vive um processo singular por causa da presença “informal” do PSDB do governador Aécio Neves na coligação em torno de Lacerda. A campanha de Lacerda já se resigna com o apoio da candidata ao adversário.

Mistério Público gaúcho começa a limpar o seu nepotismo

O Boletim nº 411/2008, do Mistério Público gaúcho, diz: “O Senhor Procurador-Geral de Justiça, no uso de seus atribuições legais, resolve: EXONERAR - a pedido, a contar de 08 de outubro de 2008, a servidora DENISE MALABARBA FERREIRA, matrícula 1496 0710, do cargo em comissão de Assessor Superior II, CC-10, acrescido da gratificação de representação de 35% (trinta e cinco por cento), deste Órgão (Port.2958/08)”. Ela é parente do major Luiz Fernando Malabarba, coordenador da Assessoria de Segurança Institucional da Brigada Militar do Rio Grande do Sul. Mas, a lista é muito mais incrementada. Aos poucos virá a público.