segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Vicunha Têxtil admite perda de R$ 70 milhões com derivativos

A Vicunha Têxtil informou nesta segunda-feira que teve R$ 70 milhões em prejuízos líquidos referentes a perdas em operações com instrumentos derivativos cambiais realizadas com os bancos Citi, Itaú BBA, UBS Pactual e Barclays. Segundo dados divulgados pela própria companhia, com o Banco Citibank, as operações causariam um impacto negativo R$ 28,1 milhões, caso fossem liquidadas em 30 de setembro. "Não houve vencimento completo da operação e, desta forma, o prejuízo ainda não foi realizado pela companhia", diz trecho do documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Com o Itaú BBA, as operações já foram liquidadas, produzindo um prejuízo de R$ 35,3 milhões. Neste caso, a Vicunha está negociando com o BBA o financiamento do prejuízo. Com o UBS Pactual e o Barclays, as operações também foram liquidadas, resultando num prejuízo de R$ 12,8 milhões e de R$ 15,6 milhões, respectivamente, com os valores que já foram integralmente quitados.

Estados Unidos expulsam funcionários do Consulado da Venezuela

O departamento de Estado informou, nesta segunda-feira, que pediu para os funcionários do Consulado da Venezuela em Houston (Texas) saírem dos Estados Unidos pela violação de procedimentos administrativos. Em agosto, a Venezuela solicitou ao departamento de Estado o aluguel de novos escritórios para o Consulado e fez a mudança sem aguardar a aprovação oficial, lembrou o porta-voz Robert Wood. "Esta atitude viola a lei de Legações Estrangeiras", destacou. A notícia da expulsão dos funcionários venezuelanos foi divulgada pela imprensa norte-americana no domingo, quando o governo em Caracas as qualificou de "informações errôneas que circularam através dos meios" sobre "dificuldades de ordem estritamente administrativa", já "superadas por via diplomática em conversações entre os dois governos".

Banco Central faz leilão de swap cambial tradicional nesta terça-feira

O Banco Central fará nesta terça-feira um leilão de swap cambial tradicional, com oferta de até 10 mil contratos e volume equivalente a cerca de US$ 500 milhões. Os contratos têm vencimento em fevereiro de 2009. As propostas serão acolhidas das 12h45 às 13 horas e o resultado será divulgado a partir das 13h15. Os contratos têm data de início em 12 de novembro. Os contratos de swap tradicional já colocados no mercado pelo Banco Central desde a piora da crise financeira global superam US$ 25 bilhões. O Banco Central realizou nesta segunda-feira mais um leilão de swap cambial. Dos 14 mil contratos ofertados, foram vendidos 4.290, com volume de US$ 212,9 milhões. O vencimento dos contratos será no dia 2 de fevereiro de 2009.

Conselho do Banco do Piauí aprova incorporação pelo Banco do Brasil

O Conselho de Administração do Banco do Estado do Piauí aprovou nesta segunda-feira sua incorporação pelo Banco do Brasil. Segundo comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o banco estadual afirma que a decisão foi unânime. Além do Banco do Piauí, a expectativa no mercado é que o Banco do Brasil adquira em breve a Nossa Caixa e parte do Banco Votorantim. Como com essas aquisições o Banco do Brasil ainda não retomará sua posição dominante no mercado financeiro nacional, tomada pelo Itaú-Unibanco, então vai continuar a pressão do governo federal e do Banco do Brasil sobre o governo gaúcho, para que o Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul) seja vendido para a União. Este negócio é de altíssimo interesse para o governo Lula. Se encaminhado, poderá ser a chance histórica para o governo gaúcho resolver o seu problema da dívida, eliminar o déficit financeiro estrutural e histórico, e retomar a capacidade própria de investimento.

Senado adota licença-maternidade de seis meses

Um ato do presidente Garibaldi Alves (PMDB-RN) foi publicado no Diário do Senado, ampliando de quatro para seis meses a licença-maternidade das funcionárias da Casa. A lei que ampliou o tempo da licença, sancionada pelo presidente Lula no dia 9 de setembro, foi de um projeto da senadora Patrícia Saboya (PSB-CE). "A lei não chegava ao poder público, daí porque eu tomei essa iniciativa, inclusive para dar um exemplo de como isso deve ser feito", disse Garibaldi Alves ao explicar o que o motivou a ampliar a licença-maternidade para as funcionárias da Casa.

Senador Garibaldi Alves diz querer consenso entre PT e PMDB

O presidente do Senado Federal, senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), defendeu que PT e PMDB entrem em "consenso" em torno do nome que será lançado para concorrer à sua sucessão na presidência da Casa. Enquanto o PT lançou o nome do senador Tião Viana (PT-AC) para concorrer ao cargo, o PMDB ainda cogita a possibilidade de lançar o nome do senador José Sarney (PMDB-AP). Mesmo defendendo o consenso entre as duas legendas, Garibaldi Alves deixou claro que o nome de Sarney também teria grande força por causa da experiência do ex-presidente do País. "Quero o que for melhor para o Senado. Se a disputa for saudável e for o melhor para o Senado, por mim tudo bem. Sabemos que não é fácil congregar em torno de um nome. Quando se fala em consenso, se pensa em Sarney por causa da sua experiência", disse ele.

Banco UBS entregou dados de clientes à justiça dos Estados Unidos

O banco suíço UBS, investigado nos Estados Unidos por evasão fiscal, entregou à Justiça norte-americana informações sobre 70 clientes do país. Com a decisão, o UBS rompe a velha tradição dos bancos suíços de proteger a identidade de seus clientes. Há dois meses, as autoridades norte-americanas investigam os americanos que abriram contas na Suíça sem declará-las ao Fisco de seu país, mas até agora não sabiam sua identidade. Os bancos suíços são conhecidos por proteger a identidade de seus clientes, divulgando informações somente em caso de investigações na Justiça de outros países e que se refiram a contas identificadas. Em julho, a justiça dos Estados Unidos havia autorizado que o Fisco pedisse ao UBS os nomes de contribuintes americanos suspeitos de evasão fiscal, depois que um ex-banqueiro do UBS, Bradley Birkenfeld, admitiu ter ajudado clientes ricos a evadir milhões de dólares em impostos.

Defesa de Protógenes Queiroz vai pedir acesso aos autos

Diante da informação de que a Polícia Federal vai indiciar o delegado Protógenes Queiroz por excessos cometidos por ele enquanto estava à frente da Operação Satiagraha, a sua defesa decidiu que vai pedir em breve para ter acesso aos autos contidos no inquérito aberto pela Corregedoria da Polícia Federal para apurar vazamentos, já que jornalistas acompanharam a ação dos policiais. Pessoas próximas ao delegado informaram que solicitar a verificação dos autos é "o mínimo" que a defesa dele pode fazer isso, porque Protógenes é acusado de crimes que ele não tem conhecimento. Na última sexta-feira, o delegado e sua mulher, Heloísa Alfonso Garcia, falaram do “desconforto” que sentiram quando agentes da Polícia Federal foram até a casa deles para cumprir mandados de busca dentro do inquérito que investiga exageros que teriam sido cometidos. Heloísa contou que, quando os agentes apareceram durante a madrugada para realizarem as buscas, seu filho de seis anos dormia no quarto ao lado e, para não assustá-lo, ela pediu para que todos entrassem com ela dentro de uma sala para que a babá chamasse um táxi e deixasse o apartamento com o menino. Segundo ela, os agentes atenderam ao pedido porque boa parte deles estava constrangida e até indignada por ter que vasculhar a residência de um colega. Heloísa contou que os agentes mexeram em tudo e levaram até um pen drive com fotos pessoais e material de trabalho. Também na semana passada, agentes da PF cumpriram mandado de busca num hotel em São Paulo, onde Protógenes estava hospedado, e levaram os aparelhos celulares e um pen drive do delegado.

Adiado julgamento de juiz que mandou prender banqueiro Daniel Dantas

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região, em São Paulo, adiou o julgamento em que os desembargadores avaliariam a postura do juiz federal Fausto Martin De Sanctis, responsável por determinar a prisão do banqueiro Daniel Dantas e do ex-prefeito de São Paulo, Celso Pitta, ambos detidos durante as investigações da Operação Satiagraha e depois colocados em liberdade por decisão do Supremo Tribunal Federal. Desde que solicitou, por duas vezes, a prisão do controlador do grupo Opportunity, Fausto Martin De Santis tem tido sua imparcialidade questionada. O julgamento sobre o comportamento do juiz ainda não tem nova data agendada. Na última semana, ao avaliar se Daniel Dantas deveria ser novamente colocado atrás das grades, o Supremo Tribunal Federal teceu críticas ao magistrado. O relator do habeas-corpus em favor do banqueiro, ministro Eros Grau, comentou na ocasião ser comum haver juízes que não têm neutralidade e independência ao apreciar casos e que formam suas convicções antes mesmo de ouvir o acusado. "Existem juízes que arrogam a si operações policiais, transformando a Constituição Federal em um punhado de palavras bonitas ou em papel pintado com tinta", afirmou ele, observando que a polícia, munida de mandados de prisão que funcionam como "carta branca", promovem uma "autêntica devassa" na vida e na casa de pessoas suspeitas.

Juiz De Sanctis diz não crer em seu afastamento do caso Daniel Dantas

O juiz federal Fausto Martin De Sanctis, responsável por determinar a prisão do banqueiro Daniel Dantas e do ex-prefeito de São Paulo, Celso Pitta, na Operação Satiagraha, afirmou, em uma palestra no Rio de Janeiro, que não acredita na possibilidade de ser afastado do caso. De Sanctis disse também que o uso de escutas telefônicas no combate ao crime organizado é o "caminho". Segundo ele, o Estado deve usar medidas "invasivas" em alguns casos. O juiz afirmou ainda que a consciência coletiva de que os crimes econômicos são lesivos à sociedade tem aumentado.

Yeda Crusius projeta ocupação de novas vagas no Presídio Central para dezembro

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), apresentou na tarde desta segunda-feira o relatório do primeiro mês da força-tarefa do sistema prisional. No balanço, Yeda Crusius confirmou a necessidade da criação de módulos pré-fabricados em espaços vagos de presídios já existentes, e projetou para a partir do dia 15 de dezembro o início da ocupação das 492 vagas do novo pavilhão do Presídio Central, em Porto Alegre. Yeda Crusius confirmou a criação de 768 vagas no regime fechado, e 464 no sistema semi-aberto, todas através dos módulos. Para o regime fechado, as estruturas ficam prontas em oito meses, e o semi-aberto, cinco.

Governo reconhece interesse em criar Banco da China Brasil

O governo Lula reconheceu o interesse pela criação do Banco da China Brasil. A informação está em decreto publicado nesta segunda-feira no Diário Oficial da União. O banco, que terá sede em Pequim, capital chinesa, será múltiplo, com carteiras comercial e de investimento, e poderá operar em câmbio. "É do interesse do governo brasileiro a participação estrangeira, até 100%, no capital social de instituição financeira a ser controlada pelo Bank of China Limited, empresa com sede em Pequim, República Popular da China", diz o decreto. Segundo a publicação, o Banco Central do Brasil adotará as providências para a criação da instituição no Brasil. De acordo com informações da área técnica do Banco Central, os estudos para a constituição do Banco da China Brasil ainda estão em andamento. A autorização para a criação do Banco da China foi aprovada na reunião do Conselho Monetário Nacional no dia 9 de setembro de 2008.

Fannie Mae anuncia perda de US$ 29 bilhões no 3º trimestre

A Fannie Mae, gigante do refinanciamento imobiliário norte-americano, atualmente sob proteção estatal, anunciou nesta segunda-feira um prejuízo colossal de US$ 28,99 bilhões no terceiro trimestre, devido “a fatores extras”. No trimestre encerrado em setembro, a Fannie Mae registrou perda líquida de US$ 28,9 bilhões, contra US$ 1,4 bilhão em igual período de 2007, segundo comunicado da empresa. O grupo, refinanciado com fundos públicos, realizou uma provisão no valor de US$ 21,4 bilhões em suas contas por razões fiscais, explicou em documento enviado ao órgão regulador da bolsa norte-americana (SEC). Os resultados da Fannie Mae, afetada pela degradação dos mercados financeiro e imobiliário, também refletem a perda do valor de produtos e investimentos do grupo. Isso representa uma monumental perda para os acionistas norte-americanos.

Mangabeira Unger acerta detalhes de encontro de Lula com presidente russo

O ministro de Assuntos Estratégicos (Sealopra), Roberto Mangabeira Unger, encontrou-se nesta segunda-feira em Moscou com o secretário do Conselho de Segurança da Rússia, Nikolai Patrushev, para acertar detalhes da próxima visita do presidente russo, Dmitri Medvedev, ao Brasil. A visita está prevista para acontecer após o Fórum de Cooperação Ásia-Pacífico, que acontece no Peru, entre os dias 15 e 22 de novembro. Medvedev pretende visitar países latino-americanos, entre eles o Brasil. "Esperamos com grande interesse a visita de Medvedev. Desejamos que o encontro de hoje permita promover iniciativas que dêem maior conteúdo à visita do presidente da Rússia", declarou Unger.

Jorge Hage defende a regulamentação do lobby para identificar quem atua na ilegalidade

O ministro da Controladoria Geral da União, Jorge Hage, defendeu nesta segunda-feira a regulamentação do lobby no País. Segundo Hage, ao regulamentar a atividade será possível identificar quem "está na ilegalidade e quem não está". Para ele, é necessário ainda garantir meios ao Estado para controlar a atuação dos lobistas no País. "Quais os instrumentos admissíveis e razoáveis para a atividade de lobby? Claro que isso estará na legislação. Se você vai prever isso, alguém vai imaginar que se permita o pagamento de propina para tomar decisão? É evidente que não. O que se quer com a legislação é estabelecer a divisão entre os meios legítimos e ilegítimos, e fazer prevalecer o interesse", disse Jorge Hage.

Senado Federal vai investigar denúncia contra funcionária da liderança do PMDB

O Senado Federal vai instaurar sindicância para investigar denúncias contra a chefe de gabinete da liderança do PMDB na Casa, Edilamar Oliveira Nóbrega, acusada de utilizar os serviços de um funcionário terceirizado do Senado em sua residência particular, como caseiro. A funcionária também é acusada de ter contratado sua própria filha para substituir um servidor exonerado do gabinete do líder peemedebista. Por causa da sindicância, o líder do PMDB no Senado, senador Valdir Raupp (RO), decidiu afastar a servidora da chefia de gabinete. O senador disse que não tinha conhecimento do fato, por esse motivo decidiu determinar que ela se afaste das suas funções. Como é concursada, Edilamar permanece nos quadros do Senado em sua função de origem.

BNDES aprova financiamento de R$ 1,4 bilhão para a Anglo American

A mineradora Anglo American obteve nesta segunda-feira aprovação de financiamento de R$ 1,42 bilhão junto ao BNDES. O crédito será direcionado para a expansão da produção da mina de níquel de Barro Alto (GO), e na implementação de uma unidade para o processamento de 36 mil toneladas anuais de níquel contido em ferro-níquel. Ao todo, a Anglo American prevê investir R$ 3,1 bilhões nesses projetos, sendo que 46,4% será financiado pelo BNDES. Os investimentos permitirão que a oferta de níquel do País seja dobrada. A produção mundial de níquel é de aproximadamente 1,5 milhão de toneladas/ano, e o Brasil foi o sétimo maior produtor com o processamento, em 2007, de 37 mil toneladas. A mina de Barro Alto passará a produzir 3 milhões de toneladas/ano de minério em base seca. Parte desse minério será enviada para beneficiamento na planta da empresa em Niquelândia (GO) e outra será destinada à alimentação da nova unidade a ser feita em Barro Alto.

Henrique Meirelles diz que Bancos Centrais concordam com maior supervisão de operações

O presidente do Banco Central brasileiro, Henrique Meirelles, disse que os dirigentes dos vários bancos centrais reunidos nesta segunda-feira, em São Paulo, concordam sobre a necessidade de aumentar a regulação sobre as operações financeiras de alcance global. "Todos concordam que há necessidade de fazer uma supervisão mais rigorosa, principalmente nas operações de alavancagem", disse ele, após reunião do Banco para Compensações Internacionais (BIS). Operações "alavancadas" usam capital de terceiros para ampliar o volume aplicado. Agentes financeiros usam esse instrumento para aumentar o retorno esperado numa aplicação, o que implica também em assumir riscos ainda maiores.

Venda de veículos importados registra queda de 26% em outubro

As vendas de veículos importados registrou queda de 26,29% em outubro na comparação com setembro, segundo dados das 15 marcas filiadas a Abeiva (Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores). Foram vendidos 2.616 veículos no atacado, contra 3.549 veículos de setembro. Na comparação com outubro de 2007, houve alta de 79,5%. No acumulado deste ano, segundo a Abeiva, de janeiro a outubro, as vendas somaram 27.596 unidades, crescimento de 206,42%. No ano passado, de janeiro a dezembro, a totalização era de 9.006 unidades.

Superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro vai assumir investigação contra Protógenes Queiroz

O superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, Valdinho Caetano, deve assumir a corregedoria-geral da organização, disse nesta segunda-feira o ministro da Justiça, Tarso Genro. Caetano afirmou que já recebeu convite do diretor-geral da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa. Confirmado no cargo, o superintendente do Rio de Janeiro vai assumir as investigações sobre policiais que atuaram na Operação Satiagraha e o delegado Protógenes Queiroz. Tarso Genro e Caetano se reuniram por cerca de meia hora na tarde desta segunda-feira. Formalmente, Tarso Genro afirmou que foi até o Rio de Janeiro para parabenizar Caetano pelas operações realizadas durante o período eleitoral e pedir informações sobre elas. Protógenes, que comandou a primeira fase da Operação Satiagraha, deve ser indiciado pela Polícia Federal por quebra de sigilo funcional e interceptação de comunicações telefônicas e telemáticas sem autorização judicial. Na semana passada, a Polícia Federal cumpriu mandados judiciais de busca e apreensão no apartamento alugado do delegado Protógenes Queiroz, em Brasília; no quarto de hotel que costuma ocupar em São Paulo, e no apartamento de seu filho, no Rio de Janeiro.

Tarso Genro diz que inquérito sobre Operação Satiagraha será paradigmático na correção de erros

O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse nesta segunda-feira que a equipe técnica que assumiu a Operação Satiagraha deve apresentar novidades nos próximos dias. Afirmou ele: “A correção dos erros cometidos será exemplar e paradigmática. A equipe técnica que assumiu está funcionando muito bem. Deve apresentar novidades nas próximas semanas”. Segundo Tarso Genro, as investigações não pararam: "A equipe técnica está funcionando muito bem e dentro da legalidade. Apresentará um inquérito precioso e as coisas estão canalizadas dentro da legalidade do estado de direito”. Tarso Genro afirmou ainda que o perfil da equipe técnica é discreto, em uma velada, mas evidente crítica à exposição da primeira equipe chefiada pelo delegado federal Protógenes Queiroz.

Subsidiária da GM pede ajuda de US$ 51 bilhões a Alemanha

A Opel, subsidiária européia da General Motors, pediu ajuda a primeira-ministra Ângela Merkel para superar a atual crise, disse nesta segunda-feira o jornal "Frankfurter Allgemeine", o que foi confirmado pelo governo alemão. O programa de ajuda solicitado pela Opel chega a 40 bilhões de euros (US$ 51 bilhões). A Opel propôs também um programa de prêmios, que incentive a entrega para reciclagem de carros velhos, além de empréstimos a juros baixos para a compra de carros novos. A ajuda foi solicitada em carta assinada por Carl-Peter Forster, presidente da General Motors Europa, pelo gerente da Hans Demant, e pelo presidente da federação das comissões de trabalhadores da empresa, Klaus Franz. Um porta-voz do governo alemão já confirmou a entrada da carta e disse que o pedido "será examinado em detalhes". A Opel suspendeu a produção nas fábricas na Alemanha durante duas semanas, devido ao recuo na demanda, a exemplo do que fizeram praticamente todos os fabricantes de carros alemães, depois do início da crise financeira internacional. A Opel está preparando um programa de demissões voluntárias e mais intervalos na produção.

Tarso Genro rebate Mendes e diz que Polícia Federal não inventa busca nem faz escuta por iniciativa própria

O ministro da Justiça, Tarso Genro, rebateu peremptóriamente, nesta segunda-feira, as críticas do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, a operações da Polícia Federal. Tarso Genro disse que a Polícia Federal não inventa investigações e que as críticas às operações policiais se referem a decisões de juízes. "Quando se faz crítica a uma operação de busca, essa crítica é feita a uma determinação do Judiciário. A Polícia Federal não inventa buscas nem faz qualquer tipo de escuta por sua iniciativa. Temos que nos acostumar que temos uma polícia com autonomia para funcionar dentro da lei e ela não poupa esforços para investigar nem que seja os seus próprios membros", afirmou ele, referindo-se ao indiciamento do delegado Protógenes Queiroz por violação de sigilo. Ele também minimizou as críticas de Gilmar Mendes: "Essas críticas são normais. Não há interferência do Judiciário na Polícia Federal, a não ser as que se dão dentro do processo por decisão do juiz que recebe o inquérito”.

Tião Viana nega sofrer restrições do PMDB no Senado e diz que buscará "entendimento"

Candidato pelo PT à presidência do Senado Federal, o senador Tião Viana (AC) negou nesta segunda-feira que sofra restrições de integrantes do PMDB ao seu nome. Ele afirmou que vai trabalhar pelo "entendimento" com os peemedebistas em busca de uma única candidatura à sucessão do senador Garibaldi Alves (PMDB-RN). Determinado a construir a unidade, ele passou a conversar pessoalmente com cada um dos 80 senadores. Segundo ele, a idéia é mostrar que o ideal para o fortalecimento do Senado é evitar a disputa e partir para a coesão da candidatura única. Ao ser questionado se manteria sua candidatura em caso de disputa, o petista desconversou. Para ele, a possibilidade não deve ser colocada no momento. "Acredito no entendimento. O PMDB é um partido maduro. E nós temos o dever de assegurar o equilíbrio partidário", afirmou Tião Viana, insinuando que o acordo ideal é o PMDB ficar com o comando da Câmara e o PT com o do Senado. Mas, nos bastidores, peemedebistas, como os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Roseana Sarney (PMDB-MA), líder do governo no Congresso, articulam o lançamento de José Sarney (PMDB-AP) como candidato à presidência do Senado Federal.

Goldman Sachs estima que perdas globais com a crise podem chegar a US$ 1,4 trilhão

As perdas no mundo todo causadas pela crise financeira global devem chegar a um total de US$ 1,4 trilhão, dos quais apenas US$ 800 bilhões já teriam sido registrados, disse nesta segunda-feira o economista-chefe do banco norte-americano Goldman Sachs, Jan Hatzius. Segundo ele, tanto as empresas financeiras como a economia em geral deverão sofrer com as perdas que ainda serão apuradas. Hatzius avalia ainda que novos estímulos fiscais serão necessários para evitar que o declínio seja ainda mais acentuado. O valor estimado da perda é o mesmo que foi anunciado no início do mês passado pelo FMI. O Fundo defendeu intervenções "decisivas" e "rápidas" nos mercados para restabelecer a confiança no sistema financeiro. O organismo estimou ainda que os principais bancos norte-americanos e europeus precisarão captar US$ 675 bilhões em capital novo nos próximos anos para fortalecer suas reservas e permitir um crescimento modesto do crédito.

Tiranete Hugo Chávez manda fechar aeroporto e ameaça governador de prisão

Por ordem do presidente da Venezuela, o tiranete caribenho Hugo Chávez, as Forças Armadas ocuparam nesta segunda-feira um aeroporto no nordeste do país. Chávez justificou a medida dizendo que a petrolífera estatal PDVSA teve acesso negado ao aeroporto pelo governador regional de Sucre, Ramón Martínez. O presidente acusou Martínez de pretender desrespeitar o resultado da eleição regional de 23 de novembro e ameaçou-o, durante um comício de candidatos do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), em Sucre. "Vai terminar na prisão este asqueroso, traidor, mafioso!", gritou Chávez em seu discurso. José Ramón Regnault, prefeito de Carúpano, onde se encontra o aeroporto, no Estado de Sucre, disse aos jornalistas que a ordem presidencial foi executada sem incidentes por soldados da Guarda Nacional. "Deploramos que em uma democracia se imponha desta forma", disse o prefeito, acrescentando que qualquer transferência do aeroporto "deve passar por um processo administrativo prévio". Chávez também acusou Ramón Martínez de pretender não entregar o cargo se perdê-lo nas próximas eleições. Martínez rejeitou a ameaça e negou que pretenda desrespeitar o resultado eleitoral porque, segundo ele, as pesquisas asseguram que a candidatura opositora a Chávez tem no Estado "uma vantagem incontornável" de mais de 15%. Hugo Chávez está armando um golpe militar, em face das projeções das eleições, que devem mostrar o tamanho do descontentamento popular no país com o seu governo.

Pesquisa aponta derrota de chavistas em oito Estados nas eleições

Os candidatos partidários do presidente da Venezuela, o tiranete caribenho Hugo Chávez, perderão nas eleições regionais de 23 de novembro em pelo menos oito Estados, segundo uma pesquisa feita pela empresa Interlace divulgada nesta segunda-feira. A pesquisa foi feita em 15 dos 22 Estados do país em que se elegerá um governador, disse hoje o diretor da firma, Oscar Schemel. Nos Estados de Bolívar, Carabobo, Guárico, Nueva Esparta, Sucre, Táchira, Yaracuy e Zulia "é clara" a preferência eleitoral por opositores a Chávez, disse Schemel em declarações à televisão privada "Globovisión". Segundo ele, nos Estados de Aragua, Falcon, Mérida, Miranda, Lara e Vargas acontece o mesmo com os chavistas, que nas eleições de 2004 ganharam em 20 de 22 Estados, na maioria das 328 prefeituras e 233 legislaturas provinciais, assim como na prefeitura de Caracas.

Eduardo Paes anuncia Paulo Jobim Filho como novo secretário de Administração do Rio de Janeiro

O prefeito eleito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), anunciou nesta segunda-feira mais um nome para compor sua gestão a partir de 2009. Trata-se do ex-ministro do Trabalho e Emprego no governo Fernando Henrique Cardoso, Paulo Jobim Filho. Ele assumirá a Secretaria de Administração. Jobim disse que pretende levar à prefeitura princípios de gestão adotados na iniciativa privada, com redução de custos e o estabelecimento de metas. O futuro secretário afirmou ainda que outra prioridade será a redução de despesas na gestão municipal, com a aplicação de metas na administração pública, que terão como objetivo, além de reduzir custos, dar mais eficiência no atendimento ao cidadão. Jobim é mestre em Ciências Sociais pela PUC-Rio e atualmente ocupa o cargo de diretor-geral da Escola de Administração Fazendária do Ministério da Fazenda.

Os 15 anos de atividades da Sulgas apresentados em um livro de valor

A Laser Press Comunicação, a Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul (Sulgás), o Banrisul, Petrobras e Caixa RS, promovem na quinta-feira, às 14h30, no Sheraton Hotel, em Porto Alegre, o lançamento do livro "Potência Brasil – Gás natural, energia limpa para um futuro sustentável". A obra, que terá distribuição institucional, assinala a passagem dos 15 anos de atividades da Sulgás. O livro reúne os diferentes pontos de vista de 11 especialistas, pesquisadores e gestores. O livro aborda as questões que envolvem a produção e a exploração do petróleo e do gás natural, em especial no Brasil e na América Latina. Traz artigos dos seguintes autores convidados: Armando Martins Laudório, Daniel García Delgado, João Carlos França de Luca, José Alexandre Altayde Hage, José Goldemberg, José Malhães da Silva, Luiz Alfredo Salomão, Paulo Roberto de Almeida, Percy Louzada de Abreu, Vanessa Pecora e Suani Teixeira Coelho. No lançamento do livro ocorrerá uma palestra do presidente da Associação Brasileira das Empresas de Gás Canalizado (Abegás), Armando Martins Laudório, e do diplomata, professor e analista internacional Paulo Roberto de Almeida, sobre o desafio energético brasileiro. A entrada é franca e as inscrições podem ser feitas através do e-mail lasercom@lasecom.jor.br . Os primeiros 50 inscritos receberão um exemplar do livro no próprio local do evento.

Conselheiro João Osório pede direito de resposta a Videversus

O conselheiro João Osório, do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul, enviou e-mail a Videversus, nesta segunda-feira, pedindo direito de resposta a nota publicada na semana passada. O teor do e-mail é o seguinte: “Prezado Jornalista Vitor Vieira - Tendo em vista a matéria publicada no site www.videversus.com.br, no dia 06 de novembro de 2008, de sua responsabilidade, venho, em busca da verdade real, trazer os dados que seguem e fundamentam esta manifestação: I – a respeito da nomeação do Bacharel em Direito Marcelo Albarelo Martins, meu filho, para o Tribunal de Justiça do Estado, peço que a verdade seja externada, já que não posso me responsabilizar por ato que não pratiquei; II – quanto à pensão de marajá da qual tenho direito, entendo ser uma idéia um tanto subjetiva. De qualquer maneira e respeitando a sua avaliação, esclareço, em nome da transparência, que a minha remuneração mensal líquida é de R$ 16.610,00 (dezesseis mil, seiscentos e dez reais), aliás, dentro dos padrões legais; III – No que concerne à divulgação do meu patrimônio anunciado na matéria objeto desta manifestação e que até o momento não ocorreu, o que atribuo à difi-culdade de localização, com o objetivo de auxiliá-lo na pesquisa, informo que meus bens estão registrados nos Cartórios de Registro de Imóveis das 3ª e 5ª Zonas de Porto Alegre e no Cartório de Registro de Imóveis do Município de Capão da Canoa. Por fim, com fundamento na Constituição da República e na Lei de Imprensa, rogo que este supracitado jornalista transcreva, na íntegra, as minhas informações aqui prestadas. Porto Alegre, 10 de novembro de 2008. João Osório Ferreira Martins - Conselheiro do Tribunal de Contas Estado – RS”. Ai está, o conselheiro João Osório confirma a prática de toda a existência de Videversus, de sempre publicar pedidos de explicações e informações que lhe são enviados. Por enquanto, um comentário: quer dizer então que o conselheiro João Osório, membro de um tribunal, ainda não conhece o teor da Súmula Vinculante nº 13 do Supremo Tribunal Federal, que trata da proibição do nepotismo, e acha que nada tem a ver com a nomeação do seu filho para cargo em comissão no Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul? Lamento confrontá-lo, conselheiro João Osório, mas o senhor tem tudo a ver. Alguém precisa tomar uma iniciativa: ou o seu filho pede exoneração do cargo ocupado indevida e ilegalmente, ou o presidente do Tribunal de Justiça o demite, para atender o que determina a Súmula Vinculante nº 13.

Yeda Crusius projeta ocupação de novas vagas no Presídio Central para dezembro

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), apresentou na tarde desta segunda-feira o relatório do primeiro mês da força-tarefa do sistema prisional. No balanço, Yeda Crusius confirmou a necessidade da criação de módulos pré-fabricados em espaços vagos de presídios já existentes, e projetou para a partir do dia 15 de dezembro o início da ocupação das 492 vagas do novo pavilhão do Presídio Central, em Porto Alegre. Yeda Crusius confirmou a criação de 768 vagas no regime fechado, e 464 no sistema semi-aberto, todas através dos módulos. Para o regime fechado, as estruturas ficam prontas em oito meses, e o semi-aberto, cinco.

Henrique Meirelles diz que Banco Central pode ultrapassar US$ 50 bilhões em operações de swap cambial

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou neste domingo que o programa de swap (troca) cambial pode ultrapassar os US$ 50 bilhões. Ele ressaltou que os gastos com este tipo de operação não terão um teto. "Isso foi uma decisão da diretoria de que este montante estava disponível, de US$ 50 bilhões. Nada impede que isto seja mudado, para mais ou para menos", disse ele. "É importante considerar, para as posições de swaps cambiais que sintetizam uma venda futura no mercado de câmbio, o Banco Central tem o hedge natural das reservas. Então nós temos uma grande latitude para tomar posições. Na medida em que o Brasil tem esse montante de reservas, tem uma posição bastante confortável de atuar nos mercados futuros", comentou o presidente do Banco Central. De acordo com ele, mercado de câmbio sofre influências de "fatores diversos" que não podem ser simplificados em "um processo só". "Muitos deles são componentes internacionais. Seja a questão da restrição de liquidez internacional... Mas, existem outros fatores. Por exemplo, a desalavancagem internacional: hedge funds que sofrem saques e vendem ativos mais líquidos em diversos países", afirmou. Existe o fenômento de empresas multinacionais que podem fazer remessas de caixa para suas matrizes; existe a questão da aversão ao risco internacional e, portanto, de uma valorização do dólar contra todas as moedas", completou. De acordo com Henrique Meirelles, a questão que exige mais atenção no momento é a restrição de crédito.

Thompson Flores, ex-prefeito de Porto Alegre, morre em Florianópolis

Telmo Thompson Flores, ex-prefeito de Porto Alegre, morreu na madrugada de domingo aos 87 anos, em Florianópolis, onde será enterrado na manhã desta segunda-feira. Ele faleceu de insuficiência respiratória enquanto dormia. O ex-prefeito deixa três filhos, 10 netos e sete bisnetos. Os moradores de Porto Alegre devem muito à administração de Thompson Flores na cidade. Ele foi uma figura modernizante da capital gaúcha. Aproveitando o período do milagre brasileiro, do dinheiro internacional fácil, ele tomou financiamentos para a realização de uma série de obras que até hoje são fundamentais para a vida da cidade, como o Túnel da Conceição. Telmo Thompson Flores foi um dos raros engenheiros laureados pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (nunca tirou menos de nota 9 em todas as matérias durante todo o curso de engenharia).

Opep diz que pode voltar a cortar produção de petróleo

O presidente da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Chakib Khelil, afirmou que o cartel poderá reduzir mais a produção de petróleo se os cortes adotados no mês passado não impulsionarem os preços da commodity. Khelil disse que um relatório da Opep irá mostrar no final do mês se todos os membros promoveram a redução diária de 1,5 milhão de barris decidida em outubro. O presidente do cartel afirmou que espera que o corte da produção eleve e estabilize os preços em um nível administrável tanto para os países exportadores quanto para as nações consumidoras. Preços razoáveis devem variar "entre US$ 70 e US$ 90 por barril", disse Khelil. Para ele, a recessão nos Estados Unidos e na Europa indica que a demanda por petróleo continuará caindo e as crescentes necessidades de energia na China e na Índia não serão suficientes para impulsionar os preços. Os países da Opep "irão, portanto, provavelmente continuar reduzindo sua produção para manter um equilíbrio entre oferta e demanda, pelo menos até o começo de 2009", disse Khelil.

Plantas da construção do campo nazista de Auschwitz são achadas em Berlim

Vinte e oito plantas de construção originais do campo de extermínio nazista de Auschwitz foram achados em um apartamento de Berlim, informou no sábado o jornal Bild, ao reproduzir cópia de alguns desses documentos. As plantas foram feitas numa escala de 1/100, datam de entre 1941 e 1943 e levam o carimbo da "Direção de Construção das Waffen-SS e da polícia". Algumas das plantas têm a assinatura de antigos chefes das SS e em uma delas as iniciais de seu diretor, Heinrich Himmler. Certos documentos reproduzidos no jornal mostram a construção de um simples "campo de prisioneiros de guerra" em Auschwitz (a 60 quilômetros da cidade polonesa de Cracóvia). Um deles representa claramente uma câmara de gás, denominada "Gaskammer", de 11,66x11,20 metros. Esse plano foi desenhado pelo "detento Nº 127" em 8 de novembro de 1941. Nessa data estavam sendo realizadas experiências com gás Zyklon B, à base de cianureto, usado pelos nazistas no Holocausto. Outra cópia mostra o plano da famosa entrada do campo de Birkenau, que fazia parte do conjunto de Auschwitz, onde tinham lugar os extermínios, e à qual chegavam diretamente os trens carregados de vítimas judias. Outra planta mostra o primeiro crematório, com quadrados que correspondiam aos futuros fornos. Nos documentos aparece a denominação "L.Keller", de "Leichenkeller", que significa o "porão dos cadáveres", de uma extensão inicial prevista de oito metros e capacidade de ampliação. Mais de um milhão de judeus morreram em Auschwitz.

Tiranete caribenho Chávez ameaça usar tanques se oposição vencer eleições regionais

O presidente da Venezuela, o tiranete caribenho Hugo Chávez, afirmou no sábado que pode acabar lançando mão dos tanques se a oposição vencer nas eleições regionais de 23 de novembro no estado de Carabobo (norte), nas quais, segundo ele, está em jogo seu próprio futuro. "Se permitirem que a oligarquia volte ao governo de Carabobo, vou acabar mandando os tanques da brigada blindada para defender o governo revolucionário e para defender o povo”, afirmou Chávez ao lado do candidato oficial do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) em um comício nesse estado. Em 25 de outubro Chávez já havia dito que consideraria preparar um "plano militar" contra o líder opositor e atual governador do estado de Zulia (noroeste), Manuel Rosales, se este e seus partidários ganhassem o governo e as prefeituras da eleição de 23 de novembro. "Trata-se do futuro da pátria. Em 23 de novembro está em jogo o futuro da revolução, o futuro do socialismo, o futuro da Venezuela, o futuro do governo revolucionário, e também o futuro de Hugo Chávez. Está em jogo tudo isso", afirmou ele. Atualmente, Caracas e 17 estados do país são governados pelo oficialismo. Em outros quatro há dissidentes do chavismo e dois estão em mãos da oposição.

Dois bancos norte-americanos fecham por problemas financeiros

Dois bancos locais norte-americanos fecharam em conseqüência da crise financeira nos Estados Unidos, elevando para 19 o número de entidades que quebraram por problemas financeiros. As instituições afetadas são o Franklin Bank, de Houston, (Texas), e o Security Pacific Bank, de Los Angeles (Califórnia). Os depósitos serão adquiridos por outros bancos concorrentes. A FDIC (Federal Deposit Insurance Corporation, a agência norte-americana de garantia de depósitos bancários) informou que o Franklin Bank, que tem ativos brutos no valor de US$ 5 bilhões, passará a fazer parte do texano Prosperity Bank, que assumiu seus depósitos e uma parte de seus valores. A FDIC assumirá os outros encargos do banco, o que terá um custo para a instituição de US$ 1,6 bilhão. No caso do Security Pacific Bank, que conta com ativos de US$ 560 milhões, os depósitos e alguns dos ativos serão absorvidos pelo Pacific Western Bank, também de Los Angeles. O resto dos encargos serão assumidos pela FDIC, o que terá um custo de US$ 210 milhões para a instituição.

Lula diz que sistema financeiro ruiu "como um castelo de cartas"

O presidente Lula criticou no sábado a "crença cega" na auto-regulação dos mercados financeiros, o que para ele resultou na atual crise financeira global, e pediu uma maior regulação a partir de agora, durante o discurso proferido na abertura da reunião do G20 financeiro, em São Paulo, convocada para discutir a crise internacional. Ministros de Economia e presidentes de bancos centrais das grandes economias desenvolvidas e emergentes prepararam a primeira cúpula de chefes de Estado do G20 financeiro, convocada pelo presidente norte-americano, George W. Bush, para o dia 15 de novembro, em Washington. "A crise é conseqüência da crença cega na capacidade de auto-regulação dos mercados e, em grande medida, na falta de controle sobre as atividades de agentes financeiros. Por muitos anos, especuladores tiveram lucros excessivos, investindo o dinheiro que não tinham em negócios mirabolantes. Todos estamos pagando por essa aventura", disse Lula em seu discurso. "Esse sistema ruiu como um castelo de cartas e com ele veio abaixo a fé dogmática no princípio da não intervenção do Estado na economia. Muitos dos que antes abominavam um maior papel do Estado na economia passaram a pedir desesperadamente sua ajuda", comentou ele. Para Lula, essas reformas devem ser norteadas pelos seguintes princípios: representatividade e legitimidade, ação coletiva dos países, boa governança nos mercados domésticos, responsabilidade, transparência e prevenção. "É hora de um pacto entre governos para uma criação de uma nova arquitetura financeira mundial", disse Lula ao pedir mais espaço para os emergentes nas decisões globais e destacar que os países em desenvolvimento respondem por 75% do crescimento da economia global nos últimos anos.