domingo, 12 de abril de 2009

Egito detém terrorista com US$ 2 milhões para Hamas

A polícia egípcia afirmou no sábado que deteve um homem com US$ 2 milhões, que seriam contrabandeados para o grupo terrorista islâmico Hamas na Faixa de Gaza. O homem, identificado como Hassan Mohamed Hassouna, foi detido junto com seu filho de 8 anos e seu motorista, há cerca de uma semana, no Cairo. A criança já retornou para a família na região norte do Sinai, após passar três dias em detenção. As autoridades policiais afirmaram que Hassouna já apontou três cúmplices durante seu interrogatório. Não é a primeira vez que a polícia egípcia prende pessoas ligadas ao Hamas com malotes de dinheiro. Em março, foram presos dois terroristas do Hamas com cerca de US$ 900 mil em dinheiro. O Egito também serve de campo de atuação para outros grupos terroristas islâmicos, como o Hizbollah.

Ministro alemão adverte sobre inflação mundial após crise

O ministro das Finanças alemão, Peer Steinbrück, advertiu sobre o risco de uma inflação mundial, após a recuperação da atual crise financeira e econômica internacional. Steinbrück diz que, com o dinheiro que está sendo injetando nos mercados, pode estar sendo semeado o germe de uma inflação a médio prazo: "Está se injetando muito dinheiro no mercado, de modo que existe o risco de uma saturação dos mercados financeiros e de uma inflação mundial após uma recuperação". O ministro admitiu que, por enquanto, não há alternativa aos programas de investimentos estatais, mas disse que, a médio prazo, é preciso tomar medidas para voltar a tirar de circulação "os bilhões que agora injetamos na economia". Segundo Steinbrück, isso será um desafio para os bancos centrais de todo o mundo.

Pacto entre três Poderes para coibir abuso de autoridade altera regra

Os presidentes dos três Poderes assinam nesta próxima segunda-feira documento que visa coibir o eventual abuso de autoridade e aperfeiçoar legislações de combate à violência e criminalidade. O chamado Pacto Republicano propõe medidas no âmbito do Executivo, Legislativo e Judiciário. Dentre as propostas está a alteração de regras para as CPIs do Congresso com o intuito de evitar excessos cometidos por deputados e senadores durante depoimentos. Em meio ao debate sobre eventuais excessos cometidos pela Polícia Federal, o pacto também prevê a aprovação de projetos que tipificam como crime o uso indevido de algemas e a exposição inadequada de presos por policiais. Os presidentes da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), e do Senado, José Sarney (PMDB-AP), também se comprometem, com o documento, a dar celeridade à votação de projetos de alteração do Código Penal, como os que tipificam os crimes cometidos por grupo de extermínio e de milícias. Há também a promessa de revisão das leis sobre crime organizado, lavagem de dinheiro e a Lei de Execução Penal para o aperfeiçoamento do sistema carcerário.

Agentes da Abin espionaram assessor da Casa Civil para Protógenes Queiroz

Agentes da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) chefiados pelo delegado federal fundamentalista Protógenes Queiroz levantaram números de telefone da Casa Civil para saber quem eram os contatos de investigados pela Operação Satiagraha dentro do Palácio do Planalto. A informação consta de um relatório extraído do computador de Protógenes Queiroz, apreendido pela Corregedoria da Polícia Federal, que investiga abusos cometidos pelo delegado na Operação Satiagraha. Os agentes estavam no rastro dos supostos lobistas do Grupo Opportunity que tentavam se aproximar da ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Entre os alvos da investigação estava Bernardo Figueiredo, homem de confiança de Dilma Rousseff, que virou diretor-geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres).

Dobra a taxa dos brasileiros que estão pedindo para se aposentar

Os brasileiros estão pedindo aposentadoria mais cedo por tempo de contribuição e alarmando o INSS. O estoque desse tipo de aposentadoria, que pode ser pedida pelos homens que comprovam 35 anos de contribuição ao INSS e pelas mulheres que contribuem por 30 anos, cresceu 4,5% em 2008 em relação a 2007. Nos anos anteriores, essa taxa de crescimento girava em torno de 2%. O ministro da Previdência Social, José Pimentel, sustenta que uma decisão do Supremo Tribunal Federal, de novembro de 2006, é o que explica esse crescimento mais acelerado porque desde então os trabalhadores que alcançam os requisitos de tempo e pedem a aposentadoria não precisam mais sair do emprego em que estão, podendo manter o cargo e a aposentadoria simultaneamente.

Empresas "congelam" aumentos a executivos

Empresas têm mostrado cautela na fixação da remuneração de seus conselheiros e diretores para 2009. Em cinco grandes companhias de capital aberto, seus acionistas mantiveram ou reduziram os recursos totais máximos para tais pagamentos, de seis que já definiram os valores deste ano. Uma das primeiras a sair na frente na redução dos salários dos executivos foi a holding da operadora Vivo. O teto baixou 28%, de R$ 5,047 milhões para R$ 3,92 milhões entre 2008 e 2009. A empresa foi seguida pela TIM Participações, que cortou 41%, de R$ 11 milhões para R$ 6,5 milhões, e a Petrobras, que reduziu o máximo em 16%, de R$ 9,8 milhões para R$ 8,2 milhões. Mantiveram o mesmo patamar de 2008 em pagamentos a seus administradores a siderúrgica Usiminas (R$ 24 milhões) e o Bradesco (R$ 170 milhões).

Delúbio Soares articula apoio para disputar eleição a deputado federal pelo PT

O ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, réu no processo da ação penal do Mensalão, no Supremo Tribunal Federal, e que foi expulso do partido justamente por causa deste escândalo, já dá como certa sua volta à legenda e articula apoios em Goiás para sua campanha eleitoral em 2010. Há duas semanas, ele jantou com um grupo de vereadores, em Goiânia, e disse que seu assento no partido está garantido. Afirmou que disputará o mandato de deputado federal e até declarou apoio ao prefeito Iris Rezende (PMDB) para o governo. Semana passada, Delúbio chegou a planejar um ato em Goiânia em defesa de sua anistia no PT, mas desistiu na última hora. A desenvoltura e o otimismo do ex-petista são tão grandes que, recentemente, ele foi até paraninfo de uma turma de formandos em Itumbiara (GO). O seu pedido de refiliação ao partido será analisado em maio pelo Diretório Nacional, com 84 integrantes.

Lula tem o dobro de funcionários na Presidência do que presidente Obama

O total de servidores que trabalham hoje na estrutura da Presidência, sob a gestão de Lula, é quase o dobro da equipe que assessora o presidente norte-americano, Barack Obama. O presidente dos Estados Unidos conta com 1.800 pessoas, de acordo com informações oficiais do site da Casa Branca, enquanto o presidente brasileiro conta com 3.431. O número de servidores do Palácio do Planalto vem crescendo ano a ano. No fim do governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em dezembro de 2002, estavam lotados na Presidência 2.133 servidores. Ao se encerrar o primeiro mandato de Lula, já eram 3.346. Agora, são 57% a mais que no fim da gestão de Fernando Henrique Cardoso. O órgão que mais inchou foi a Casa Civil, que quase triplicou o número de funcionários. No fim de 2002, eram 636, distribuídos entre 428 ocupantes de DAS e 208 GRs.

Estados Unidos fecham banco em Wilmington, na 22ª falência do ano

Os órgãos reguladores norte-americanos fecharam na sexta-feira o Cape Fear Bank, de Wilmington (Carolina do Norte), na 22ª falência do ano. Trata-se do quinto banco a falir no estado desde 1993. O Cape Fear Bank, com oito agências, tinha US$ 492 milhões em ativos e US$ 403 milhões em depósitos. O First Federal Savings and Loan Association of Charleston, com sede em Charleston (Carolina do Sul), assumiu todos os depósitos do Cape Fear e concordou em comprar cerca de US$ 468 milhões em ativos. A Corporação Federal de Seguro de Depósito e o First Federal também concordaram em dividir perdas futuras sobre US$ 395 milhões em ativos. O custo para o fundo de seguro do FDIC será de US$ 131 milhões. Os reguladores esperam que mais dezenas de bancos venham a falir nos Estados Unidos nos próximos meses à medida que o declínio econômico continua a perturbar a indústria de serviços financeiros.

Banco do Brasil perdeu R$ 5 bilhões de valor em dois dias

A ingerência política sobre o Banco do Brasil já custou R$ 5,211 bilhões em valor de mercado à instituição em apenas dois dias. Essa foi a desvalorização do Banco do Brasil na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), depois que o presidente Lula resolveu trocar o presidente Antonio Lima Neto por Aldemir Bendine, com o demagógico objetivo de forçar a queda do spread (diferença entre o custo de captação e os juros cobrados nos empréstimos). Na última terça-feira, os acionistas do Banco do Brasil foram dormir com papéis de um banco que valia R$ 48,491 bilhões. Na quinta-feira, depois de uma queda acumulada das ações de 10,75% em dois dias (de 8,15% na quarta-feira e mais 2,82% na quinta-feira), o banco passou a valer R$ 43,280 bilhões. No mesmo período, a Bolsa de Valores subiu 3,91% pelo Índice Bovespa (Ibovespa). Para analistas, as ações do BB sofreram um baque irreversível: mesmo que recuperem o que perderam nos últimos dias, serão por muito tempo avaliadas com um "desconto" maior frente a seus concorrentes. Isso já ocorre com a Petrobras em relação a similares estrangeiras. Para Álvaro Bandeira, economista-chefe da corretora Ágora, o caso é mais gritante pelo fato de o Banco do Brasil fazer parte do Novo Mercado da Bolsa, segmento de companhias com relações mais transparentes com os acionistas. Lula e o PT fazem todo o esforço necessário para confirmar que o Brasil é mesmo um País macunaímico.

Criminoso nazista será extraditado dos Estados Unidos para a Alemanha

John Demjanjuk, acusado de ter sido um criminoso nazista, perdeu na sexta-feira sua última chance de evitar a extradição para a Alemanha, onde será julgado por ter ajudado no assassinato de judeus como guarda de um campo de concentração. Seu advogado havia solicitado uma reconsideração do caso, mas a Corte de Apelações sobre Imigração indeferiu, porque "não parece que vão aceitar o pedido de reabrir o caso", disse Susan Eastwood, uma porta-voz do Escritório Executivo para Revisões de Imigração. Demjanjuk, que mudou seu nome, de Ivan para John, depois de ter emigrado para os Estados Unidos, em 1952, e que muitos indicam ser o famoso guarda conhecido como "Ivan, o Terrível", perdeu sua cidadania norte-americana em 2002.

Terrorista chefe do Hizbollah nega planos de realizar ataques no Egito

O secretário-geral da organização terrorista islâmica Hizbollah, Hassan Nasrallah, negou na sexta-feira que seu grupo tenha planejado algum ataque no Egito, mas reconheceu que um dos terroristas presos pelas autoridades egípcias faz parte dela. "Nego qualquer intenção do Hizbollah de agredir qualquer interesse do Egito ou de qualquer outro lugar", assegurou Nasrallah, em uma afirmação completamente vã, em uma videoconferência transmitida por canais de televisão libaneses. Ele se referia às acusações feitas há dois dias pelo procurador-geral do Egito, Abdel Meguid Mahmoud, o qual disse que o Hizbollah planejava ataques terroristas em território egípcio, e que tinha enviado vários de seus militantes a terras egípcias para tanto. Uma fonte policial disse que as forças de segurança egípcias detêm há meses cerca de 50 pessoas terroristas acusados de realizarem trabalhos de apoio à organização terrorista palestina Hamas e ao Hizbollah. Nasrallah afirmou que um desses terroristas detidos, identificado como Sami Shihab, é membro de seu grupo, e que estava no Egito em "uma missão para transportar equipamento à resistência palestina" na faixa de Gaza. O chefe terrorista Nasrallah ainda explicou que seu grupo é "um partido libanês" que não tem ramificações em nenhum outro país. O que é outra completa mentira, porque todos os serviços de segurança de países industrializados sabem que o Hizbollah e a Al Qaeda, do super terrorista Osama Bin Laden, operam em conjunto.

Em seis meses, déficit orçamentário dos Estados Unidos já está quase em US$ 1 trilhão

O déficit orçamentário dos Estados Unidos subiu mais do que o previsto em março, chegando a US$ 192 bilhões suplementares, e o acumulado do exercício fiscal em curso, iniciado em outubro do ano passado, atingiu um novo recorde, de quase US$ 1 trilhão, segundo os números oficiais publicados na sexta-feira. Os analistas esperavam um déficit de US$ 160 bilhões para o mês de março. No primeiro semestre do exercício 2008-2009, o orçamento acumulou seis meses seguidos de déficit, o que não acontecia desde o exercício 2003-2004. No fim destes seis meses, o déficit acumulado do Estado federal subiu para US$ 956,799 bilhões, uma quantia duas vezes superior à de um ano atrás, segundo os números publicados pelo departamento do Tesouro.

Rússia compra aviões espiões de Israel pela primeira vez

A Rússia comprará pela primeira vez material militar de Israel com a aquisição de vários aviões espiões não tripulados, anunciou na sexta-feira o vice-ministro da Defesa, Vladimir Popovkin. "Concluímos um acordo de entrega de aviões espiões não pilotados com uma empresa israelense", declarou Popovkin. Ele afirmou ainda que a Rússia não está comprando estas aeronaves para fazer guerra, mas para testar sua tecnologia e melhorar seus próprios aviões espiões que tiveram um desempenho ruim no conflito com a Geórgia, em agosto passado, pelo controle das regiões separatistas Abkházia e Ossétia do Sul. A Geórgia usou os aviões espiões israelenses antes e durante o conflito.

Marolinha - Governo Lula analisa elevar impostos para desonerar outros setores

O governo Lula está analisando um novo aumento de carga tributária de alguns setores para desonerar outros que pretende estimular em meio à crise econômica. O próximo a pagar tributos mais altos será a indústria de cosméticos, além de bebidas. A medida seria aplicada para estimular alguns setores em meio à crise sem prejudicar a arrecadação fiscal. A receita do governo Lula caiu 27% em fevereiro ante o mesmo mês de 2008. No final de março, o governo Lula estendeu o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) reduzido dos automóveis, isentou uma série de materiais de construção e também desonerou o setor de motocicletas. Por outro lado, elevou os impostos do cigarro. Segundo a Abihpec (associação da indústria de cosméticos), a incidência de impostos no setor varia de 40% do preço de fábrica, para produtos de higiene oral, a 94%, para tintas de cabelo, por exemplo, afirma Silva.

Ministro do Tribunal de Contas da União mora em apartamento funcional do Senado Federal

Depois de ser nomeado ministro do Tribunal de Contas da União, em janeiro de 2007, Aroldo Cedraz continuou a morar em um apartamento funcional da Câmara dos Deputados por quase dois anos. Cedraz resistiu à pressão do então presidente Arlindo Chinaglia (PT-SP) para desocupar o imóvel. Depois de ser obrigado a devolver as chaves para a Câmara dos Deputados, Haroldo Cedraz recorreu ao senador Efraim Morais (DEM-PB), que era primeiro-secretário do Senado e, com essa ajuda, passou a morar em um apartamento do Senado.

Relatório da Polícia Federal sobre desvios da Operação Satiagraha propõe investigação contra procurador

O relatório final da investigação sobre as irregularidades cometidas pelo delegado federal Protógenes Queiroz à frente da Operação Satiagraha levanta a tese de que Roberto Dassié Diana, procurador da República, agiu para tentar desqualificar a apuração. O relatório também propõe que "possíveis desvios" sejam investigados pela Corregedoria do Ministério Público Federal. O documento critica o fato de Roberto Dassié Diana ter tentado anular provas obtidas pela Corregedoria da Polícia Federal em ações de busca e apreensão em endereços de Protógenes Queiroz e de outros investigadores do caso.

Senado Federal endurece regras para o acesso da mídia a informações

Diante da série de denúncias de irregularidades, o Senado passou a exigir há duas semanas que os questionamentos da imprensa sejam feitos por ofício, com prazo de cinco dias para resposta. Mas, a primeira leva de pedidos deverá ser toda indeferida, pois não cumpriu requisitos estabelecidos pela Mesa Diretora. Segundo o documento, elaborado em 2005 e agora posto em prática, pedidos de pessoas físicas terão de ser feito mediante "cópia autenticada da carteira de identidade, comprovante de residência, motivação detalhada do pedido e termo de responsabilidade assinado e autenticado". Para pessoas jurídicas, terá de ser apresentada uma procuração. Esses requisitos estabelecidos pela Mesa Diretora são todos ilegais, porque ferem a Lei Federal nº 9051 (lei das Certidões), que regula o assunto.

Salário de R$ 7.483,00 de secretária do ministro Helio Costa é pago pelo Senado Federal

O salário da secretária do ministro das Comunicações, senador Helio Costa, R$ 7.484,43 mensais, é pago pelo Senado Federal. É que ela foi mantida como assistente parlamentar no gabinete de Wellington Salgado (PMDB-MG), suplente de Hélio Costa no Senado Federal. Hélio Costa está licenciado no Senado desde 2005, quando assumiu o ministério. Eliana foi nomeada no Senado em 2003, no primeiro mandato do então senador. Ela disse que não nega nada, que trabalha de segunda a sexta-feira das 8 horas até a saída do ministro, que acompanha há 12 anos.

Senador Heráclito Fortes usou verba do Senado Federal para fretar jatinho por R$ 28 mil

O primeiro-secretário do Senado Federal, senador Heráclito Fortes (DEM-PI), utilizou em 2005 um jatinho fretado para receber uma homenagem em Luzilândia, no norte do Piauí. O fretamento do jatinho, no total de R$ 28.078,66, foi pago com a verba do Senado destinada para passagens aéreas. O pagamento consta do Siafi (sistema eletrônico de acompanhamento orçamentário) e foi levantado pela ONG petista Contas Abertas. A assessoria de Heráclito Fortes informou que ele precisou fretar um jatinho porque não poderia se ausentar por muito tempo do Senado Federal, em razão da votação do Orçamento e disse que o procedimento foi autorizado pela direção do Senado.