sábado, 30 de maio de 2009

Para ouvir toda a obra de Tom Jobim

A Estação Jazz & Tal, rádio do blog do jornalista Ricardo Noblat localizada no endereço http://oglobo.globo.com/pais/noblat/ , ganhou um novo canal: “Tom Jobim”. São 2.128 gravações de todas ou quase todas as musicas compostas por Tom Jobim, além de músicas tocadas e cantadas por ele e algumas poucas compostas em sua homenagem. Diz Ricardo Noblat: “Se você quisesse ouvir todas de uma vez levaria 5 dias e meio. Consegui gravações de todas as músicas compostas por Tom e listadas na biografia dele escrita pelo jornalista Sérgio Cabral. Ainda não comparei a lista de Cabral com a lista de músicas oferecidas na biografia de Tom escrita pela irmã dele, Helena Jobim. Farei isso em breve. Só de ‘Amor em paz’ há 51 gravações; 65 de ‘Chega de saudade’; 75 de ‘Corcovado’, e por aí vai. Além de músicas, há outras preciosidades. Como uma entrevista concedida por Tom ao jornalista Tárik de Souza, na época na Rádio Jornal do Brasil. E um longo papo de 22 minutos entre Tom e Chico Buarque. Na ocasião, Tom apresentou a Chico várias músicas que acabara de compor – ‘Anos Dourados’ foi uma delas. O papo saiu em cd como uma espécie de prefácio do livro de Helena Jobim. Não teria sido possível colecionar tantas gravações sem a ajuda dos leitores deste blog. Agradeço a todos”. Não perca, é imperdível.

Terrorista Nasrallah diz que governo libanês deve pedir armamento sofisticado ao Irã


O secretário-geral do grupo terrorista xiita libanês Hisbollah, Hassan Nasrallah, pediu na sexta-feira ao governo libanês para que se dirija ao Irã para pedir-lhe armamento sofisticado com o objetivo de resistir a capacidade militar de Israel. "Temos um Exército forte, defesas aéreas ou mísseis de categoria média para conseguir estar equilibrados com o Exército israelense?", perguntou o terrorista Nasrallah em discurso realizado no vale oriental do Bekaa. "A resposta é não", disse ele, antes de insistir em que os governos de seu país nunca tinham solicitado armamento ao Irã "para fazer frente a Israel". Neste sentido, prometeu que, se a aliança opositora assumir o poder, o "Hisbollah vai adotar um programa para reforçar o Exército libanês para ser capaz de defender o Líbano".

Banco do Brasil vai lançar linha de crédito para empreendedor individual

O Banco do Brasil anunciou na sexta-feira o lançamento de uma linha de crédito específica para os empreendedores individuais que deverá estar disponível no segundo semestre deste ano, logo após a entrada em vigor do regime tributário especial para formalizar trabalhadores que hoje atuam na informalidade. Batizado de Empreendedor Individual, o regime começará a valer a partir de 1º de julho. Segundo o gerente executivo da Diretoria de Micro e Pequenas Empresas do Banco do Brasil, Antonio Sérgio de Carvalho Rocha, a idéia é que o empreendedor possa abrir uma conta corrente pagando uma tarifa reduzida de R$ 5,00 pelo pacote de serviços. Deverá ser disponibilizado um limite mínimo de crédito de R$ 1 mil por cliente que poderá ser utilizado por meio de cartão de crédito e financiado em até 18 meses com taxa de juros de 2,11% ao mês.

Decisão inédita da Justiça põe fim à batalha dos pneus

O desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, decidiu liberar a importação de pneus usados para a indústria de reforma de pneus no Brasil. A decisão é inédita, desde que foi deflagrada a “batalha dos pneus”, em 1991. Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz acatou o recurso impetrado pelo Instituto BS Colway e Pneus Hauer Brasil. A petição propõe a importação de pneus usados mediante a exportação de pneus inservíveis, em igual quantidade, para os países desenvolvidos, que os utilizam na geração de energia alternativa e fabricação de vários produtos. Depois que a Justiça reconheceu a existência de um mercado internacional no setor, foi possível derrubar o principal argumento do IBAMA e do Ministério do Meio Ambiente, de que o Brasil não teria capacidade de gerenciar a destinação dos resíduos. Ironicamente, o próprio IBAMA permite a exportação de resíduos, inclusive de pneus inservíveis destinados à fabricação de produtos e à recuperação de energia, com base na Convenção de Basiléia, da qual o Brasil é signatário. Em 2007 a BS Colway foi impedida de importar pneumáticos usados de boa qualidade para reformar. Acabou demitindo 1,2 mil funcionários e fechando as portas.

Senado Federal pede explicação para "humilhação" a Vargas Llosa em Caracas

Uma comissão do Senado brasileiro pedirá que a Venezuela apresente "explicações" pela retenção do escritor peruano Mario Vargas Llosa no aeroporto de Caracas, que qualificou de "humilhação". O pedido de explicações à Venezuela, formulado pela Comissão de Relações Exteriores do Senado, deverá ser tramitado pelo Itamaraty e se refere à retenção sofrida pelo escrito Mario Vargas Llosa no aeroporto de Maiquetia, ao chegar ao país para participar de um fórum. "Não é um protesto, mas de um pedido de explicações", porque Vargas Llosa "é um ícone da literatura" e de tendência política liberal, "mas é um democrata", disse o senador Cristovam Buarque, autor da iniciativa. A Comissão de Relações Exteriores do Senado debate atualmente o tratado de adesão da Venezuela ao Mercosul, mas Cristóvão Buarque esclareceu que, apesar das explicações solicitadas, seu parecer ainda é a favor da incorporação desse país ao bloco formado Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai. Segundo Cristóvão Buarque, o escritor peruano foi "humilhado" pelas autoridades do aeroporto internacional de Maiquetía, a 30 quilômetros de Caracas, que o retiveram durante 90 minutos.

Ministério Público Federal vai apurar falhas na construção e gestão de barragem no Piauí

O Ministério Público Federal no Piauí anunciou na manhã de sexta-feira a abertura de uma investigação para apurar as causas do rompimento da Barragem Algodões I, em Cocal, no interior do Estado, que resultou em cinco mortes confirmadas e centenas de famílias desabrigadas. Há suspeitas de negligência na condução e manutenção da obra. “Vamos apurar se essa tragédia foi em decorrência apenas do fenômeno da natureza, no caso a chuva, ou se houve fragilidade e inadequação na construção da obra. São questionamentos que só a perícia vai apontar. Temos que ter cautela. Vários órgãos serão notificados”, afirmou o procurador-chefe do Ministério Público Federal no Piauí, Kelston Pinheiro Lages. Segundo o governo do estado, há 15 dias, quando a represa atingiu nível máximo, 1,2 mil pessoas foram retiradas do local, por precaução. Elas, entretanto, retornaram no dia 22 de maio, por orientação do engenheiro responsável pela obra, Luís Hernane de Carvalho.

Saldo de investidor estrangeiro no País supera R$ 10 bilhões no ano

Os investidores estrangeiros seguem ampliando suas compras no mercado brasileiro. Dados da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) mostram que, no acumulado do mês até o dia 26 de maio, o saldo de negociação direta dos investidores não-residentes passava de R$ 5 bilhões, elevando o total captado no ano para R$ 10,17 bilhões. Entre os dia 4 e 26 de maio, os estrangeiros efetuaram compras no valor de R$ 34,445 bilhões enquanto as vendas somaram R$ 29,396 bilhões. Com tal resultado, além de maio marcar o quarto mês consecutivo de entrada de recursos externos, também terá o título de melhor mês em termos de captação desde abril no ano passado. Já o saldo no acumulado do ano é recorde. A razão principal para os estrangeiros procurarem o Brasil é porque o País continua com juros mais altos do mundo, enquanto todos os países baixaram dramaticamente suas taxas de juros.

Ricardo Berzoini diz que PT não vai aceitar imposições para fechar alianças para 2010

A ofensiva regional do PMDB contra o PT na disputa de palanques na disputa de 2010 não provoca resistência entre as lideranças petistas. O presidente do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP), disse que está aberto ao diálogo com todos os partidos da base aliada e que as reivindicações são legítimas. Mas, Berzoini afirmou que não serão aceitas imposições. O comando do PT preparou uma radiografia do cenário eleitoral de 2010 e já identificou os principais embates entre PT e PMDB. Berzoini não revela em quantas capitais há conflitos, mas para o deputado não existem problemas em a base ter mais de um candidato em determinadas regiões. "Nós já comunicamos que estamos dispostos a sentar e conversar com todos os partidos da base em torno da unidade. Queremos uma aliança ampla, mas para isso precisamos da compreensão de todos. Agora, é claro que não vamos aceitar nenhuma imposição. Tudo terá que ser construído", disse ele. O PMDB exige que o PT abra espaço em pelo menos dez capitais. Entre elas estão as capitais de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pará, Acre, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Pequeno empreendedor terá formalização rápida via web

O governo promete, a partir de 1º de julho, formalizar empreendedores individuais, com faturamento de até R$ 36 mil por ano, em no máximo 30 minutos, por meio da internet. O ministro da Previdência Social, José Pimentel, destacou na sexta-feira que essas pessoas, que hoje trabalham na informalidade, terão a vantagem de ter um CNPJ simplificado, que lhes dará acesso a créditos bancários. Além disso, eles terão uma inscrição na Previdência Social, pagando uma contribuição reduzida, mas tendo acesso a vários benefícios previdenciários. "Nosso olhar não é arrecadatório, mas sim formalizador", afirmou Pimentel. Segundo o ministro, a meta do governo é formalizar, no primeiro ano, pelo menos um milhão de trabalhadores autônomos que hoje estão na informalidade. "Esse será um programa permanente e, segundo os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), existem no Brasil pelo menos 11 milhões de brasileiros trabalhando na informalidade e sem proteção social", comentou Pimentel.

Suécia dá mais tempo para unidade da GM se reestruturar

Um tribunal local da Suécia garantiu à Saab, unidade deficitária da General Motors (GM), uma nova prorrogação para se proteger dos credores, dando mais tempo para a reestruturação da empresa. A montadora sueca, que buscou proteção dos credores pela primeira vez em fevereiro, tem até 20 de agosto para encontrar um novo proprietário e reestruturar seus negócios. "A reorganização dos negócios da Saab Automobile Aktiebolag está autorizada a continuar até 20 de agosto de 2009", informou o tribunal em Vanersborg, sudoeste da Suécia. A Saab, que foi colocada à venda pela GM no começo deste ano, afirmou na quinta-feira que as duas companhias apresentarão juntas um candidato preferido dentre três remanescentes nas próximas semanas. O jornal Dagens Industri publicou na noite de quinta-feira que os dois principais interessados são a montadora de veículos de luxo sueca Koenigsegg e o financista norte-americano Ira Rennert junto ao seu grupo Renco.

STF nega a Delúbio Soares anulação de audiência do processo do Mensalão

O Supremo Tribunal Federal rejeitou na quinta-feira um recurso do ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, para que fosse invalidada uma audiência com testemunha do processo do caso Mensalão, realizada em 3 de abril, em Uberaba (MG). Delúbio Soares alegava que a audiência desrespeitou o calendário sugerido pelo relator da ação no Supremo, ministro Joaquim Barbosa. Mas, o plenário do Supremo acatou a explicação do ministro de que a Justiça de Minas Gerais executou a oitiva de cerca de 150 testemunhas antes do prazo de 80 dias instituído e que não faria sentido esperar o término desse tempo para, somente então, dar seguimento às audiências em outros municípios. Na audiência de Uberaba foram ouvidas testemunhas arroladas pelo prefeito Anderson Adauto (PMDB) e pelo então chefe de gabinete da prefeitura, José Luiz Alves, também réus. A defesa de Delúbio Soares alegou que foi impedida de acompanhar essas reuniões por causa do descumprimento do cronograma. Joaquim Barbosa afirmou que, por causa da numerosa quantidade de testemunhas arroladas (aproximadamente 640 em 46 municípios de 20 Estados), ele fixou esse cronograma para a tomada de testemunhos por juízes delegados, com o "cuidado de se basear nos critérios geográficos para permitir o deslocamento de advogados e réus". Na sessão que sustentou a resolução do ministro-relator, somente o ministro Marco Aurélio Mello votou contra o indeferimento do recurso, justificando que "a complexidade do caso não pode levar ao desprezo de certas formalidades legais".

Ação da GM cai abaixo de US$ 1,00 e bate mínima recorde

As ações da montadora norte-americana General Motors (GM) caíram abaixo de US$ 1,00 na Bolsa de Nova York, na sexta-feira, e atingiram a mínima histórica de US$ 0,87 (-22%) em um movimento simbólico antes do provável pedido de concordata da empresa, na segunda-feira. Às 11h56 de Brasília, na sexta-feira, os papéis da GM registravam queda de 15%, chegando a US$ 0,95. O fechamento mais baixo da história das ações da montadora, em US$ 0,98, ocorreu em 1933. Sob a concordata, as ações ordinárias da GM devem ser reduzidas a zero, de acordo com a proposta de reestruturação da companhia, que compõe o índice Dow Jones.

Superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Rio Grande do Sul é exonerado do cargo

O inspetor Vanderlei Langer foi exonerado na sexta-feira do cargo de superintendente da Polícia Rodoviária Federal do Rio Grande do Sul. O ex-superintendente estava no cargo desde 2000, mas a partir de 2005 passou a ser alvo de uma ação judicial. A pedido do Ministério Público Federal ele foi afastado duas vezes. Vanderlei Langer responde a ação civil pública em que é acusado de improbidade administrativa por perseguição a subordinados que se posicionavam contra sua forma de administrar. Também é suspeito de usar indevidamente veículos públicos e favorecer pessoas nos julgamentos de multas. O inspetor Paulo Rangel responderá pela Polícia Rodoviária Federal no Rio Grande do Sul provisoriamente. Estava mais do que na hora de trocar de comando, sob pena de desmoralização da Polícia Federal.

Petrobras compensa perdas e volta a recolher tributos

Os números de abril da Receita Federal já mostram o efeito positivo da volta ao recolhimento normal, pela Petrobras, da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) e do PIS-Cofins sobre combustíveis. Entre dezembro do ano passado e março deste ano, a petrolífera estatal deixou de recolher R$ 3,9 bilhões daqueles tributos, para compensar o que alega ter pago a mais de Imposto de Renda (IR) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), além de IR retido sobre juros de capital próprio. Essa decisão da Petrobras, que foi contestada pela Receita Federal e é um dos tópicos de investigação da CPI da estatal, foi a principal razão por trás da queda de R$ 3,6 bilhões no recolhimento da Cide e do PIS-Cofins de combustíveis no primeiro quadrimestre, quando comparado (em termos reais) a igual período de 2008. Em janeiro e fevereiro, a redução na arrecadação daqueles tributos foi drástica, atingindo 97%. O total nos dois meses foi de apenas R$ 71 milhões, comparado a R$ 2,5 bilhões no primeiro bimestre de 2008.

Senado Federal manda motoristas pagarem multas de trânsito de carros oficiais

O primeiro-secretário do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI), determinou que a instituição pague as multas decorrentes de infrações praticadas nos últimos cinco anos por veículos da Casa. Ele entrou em entendimento com o Detran-DF para que os carros da Casa sejam, a partir de agora, multados sempre que infringirem essas leis. Ele disse que, assim como as placas dos carros de diplomatas já foram enquadradas para pagar multas por transgressões no trânsito, não havia sentido em o Senado ficar fora desse disciplinamento. A única dificuldade estava no fato de que os veículos não pertencem aos motoristas, que infringem as regras, mas ao Senado, pessoa jurídica. No próprio Detran-DF, um programa de computador informará o nome do motorista autorizado a conduzir o veículo infrator. "Decidimos que, como as multas virão para os motoristas, o Senado as pagará, mas em seguida cobrará deles. Caso eles argumentem que aumentaram a velocidade ou infringiram qualquer outra norma de trânsito porque o senador que estava sendo transportado mandou, eles poderão recorrer contra a multa apresentando esse argumento. E aí nós procuraremos o parlamentar que o induziu a infringir a norma de trânsito", disse Heráclito Fortes.

Brasileira é internada em clínica na Suíça

A brasileira Paula Oliveira foi internada na última quinta-feira em um hospital psiquiátrico em Zurique, na Suíça, três meses depois de ter simulado um ataque neonazista. A internação não foi feita por ordem judicial. A decisão teria partido de médicos e da própria família dela. Em fevereiro, Paula, de 27 anos, criou uma situação que envolveu a despreparada diplomacia brasileira, a qual reagiu grosseiramente contra a Suiça. Ela afirmou à polícia local que havia sido vítima de um ataque xenófobo em uma estação de trem no subúrbio da cidade, onde morava com o namorado Marco Trepp. Paula disse que seu corpo foi marcado pelos agressores com a sigla do SVP (Partido do Povo Suíço), maior partido de direita do país. Paula ainda afirmou que o ataque teria feito com que ela abortasse de gêmeos e acusou os policiais que a atenderam de terem desconfiado da veracidade da história. O governo brasileiro entrou no caso e até o embaixador da Suíça no Brasil foi convocado pelo Itamaraty para dar explicações. Era tudo trapaça de Paula, que aparenta ter distúrbios de ordem psicológica.

Interpol diz que créditos florestais podem atrair crime organizado

O crime organizado está de olho em possibilidades de fraudes relativas ao florescente mercado dos créditos florestais de carbono, disse na sexta-feira um especialista em crimes ambientais da Interpol. Um esquema da ONU estabelece um mercado para os créditos relativos à preservação e recuperação florestal, já que as matas absorvem gases do efeito estufa quando estão vivas, e liberam carbono quando são abatidas. "Se você vai comercializar qualquer commodity no mercado aberto, está criando uma situação de lucro e prejuízo. Haverá um comércio fraudulento de créditos de carbono", disse o especialista Peter Younger durante uma conferência sobre florestas em Nusa Dua, na ilha indonésia de Bali. "No futuro, se você está administrando uma fábrica e precisa desesperadamente de créditos para compensar suas emissões, haverá alguém que poderá fazer isso acontecer para você. Absolutamente, o crime organizado estará envolvido”, assegurou ele. Younger propôs que governos, agências multilaterais e ONGs envolvam os órgãos de fiscalização no desenvolvimento do REDD e na luta contra o desmatamento clandestino, que é responsável por cerca de 20% das emissões de gases do efeito estufa da humanidade.

Deputado federal Jackson Barreto vai insistir na PEC do terceiro mandato para Lula

O deputado federal Jackson Barreto (PMDB-SE) não desistiu da PEC (proposta de emenda constitucional) que permite duas reeleições continuadas para prefeitos, governadores e presidente da República e viabilizaria o terceiro mandato para o presidente Lula. Ele promete começar a recolher novas assinaturas nos próximos dias. Na nova tentativa ele deixará de fora parlamentares do DEM e do PSDB. Jackson Barreto afirmou que o interesse na PEC não está restrito ao presidente Lula. O deputado espera contar com a pressão de prefeitos e governadores para a discussão de uma tese. Os partidos da oposição foram os principais responsáveis pela devolução da PEC pela Secretaria Geral da Mesa. O texto foi protocolado na tarde de quinta-feira, mas devolvido por causa da retirada de 17 assinaturas, de oito deputados federais do DEM, cinco do PSDB, dois do PMDB, um do PMN e um do PP, ficando com 166 assinaturas. Para fazer a PEC voltar a tramitar na Câmara, o deputado precisa conseguir conquistar o aval de mais cinco colegas.

Novela inglesa terá personagem muçulmano gay

Uma das novelas mais populares da TV britânica, a série EastEnders, que está no ar há 24 anos, terá um personagem muçulmano gay. Na trama, o personagem Syed Masood, interpretado pelo ator Marc Elliott, irá se apaixonar por um homem que é abertamente gay e os dois devem se beijar em uma das cenas da novela. Os capítulos devem ser transmitidos pelo canal de televisão BBC 1 no próximo mês, mas o anúncio da nova trama já causou polêmica. Para Asghar Bokhari, da ONG Comitê de Assuntos Públicos Muçulmanos, "a novela perdeu uma oportunidade de apresentar um personagem muçulmano normal e amigável ao público britânico". "A comunidade muçulmana merece um personagem que a represente para o grande público porque a islamofobia é intensa atualmente", disse Bokhari. O produtor executivo da série, Diedrick Santer, defendeu a trama e afirmou que é importante que a novela trate de assuntos que reflitam a vida real: "É importante que a família Masood tenha um grande papel em EastEnders. As vezes há um perigo em ter cautela demais para não pisar em territórios que possam ofender no caso dos personagens negros ou asiáticos. Mas me parece que se nos distanciarmos demais de controvérsias, os Masoods não teriam chance de se tornar uma das grandes famílias da novela , eles apareceriam apenas na cozinha fazendo curries por anos e anos, e isso não é muito interessante".

“Piratas” almejam chegar ao congresso da Suécia

O Partido dos Piratas, que defende a legalização da troca de arquivos na internet, registra um avanço espetacular na Suécia graças ao debate sobre a pirataria e, segundo as pesquisas, entrará no Parlamento europeu nas eleições do próximo dia 7 de junho. Fundado em janeiro de 2006, o partido, que também pretende proteger a vida privada dos internautas, avançou após a recente aprovação de leis polêmicas sobre a vigilância das telecomunicações e os downloads ilegais. A condenação a um ano de prisão, por um tribunal de Estocolmo, de quatro diretores do site sueco “The Pirate Bay”, um dos principais endereços eletrônicos do mundo para a troca de arquivos, deu ainda mais popularidade ao partido. "Quando o veredicto foi anunciado em 17 de abril, tínhamos exatamente 14.711 membros", conta Rick Falkvinge, fundador do partido. "Triplicamos o número em uma semana e viramos o terceiro partido em número de adesões na Suécia. De um momento para outro estávamos em todas as partes", disse ele. Um mês mais tarde, as pesquisas para as eleições européias na Suécia dão ao partido entre 5,5% e 7,9% das intenções de voto, mais do que os 4% necessários para obter uma cadeira. Ulf Bjereld, cientista político da Universidade de Gotemburgo, afirma: "O partido dos piratas mobiliza um novo terreno político, em torno da vida privada e da necessidade de compartilhar o saber, assunto fora da dicotomia esquerda-direita. Os partidos tradicionais estavam dormindo e deram pouca importância ao potencial político destes temas". Homem, jovem e apaixonado pela internet: este é o perfil da maioria dos eleitores do Partido dos Piratas. Segundo uma pesquisa, 13% das pessoas com menos de 30 anos votariam no partido, contra 7% entre 30 e 49 anos, e 3% dos eleitores com mais de 49 anos.

Aliados rejeitam apuração do Tribunal de Contas da União na CPI da Petrobras

A tropa de choque do governo Lula começou a atuar antes mesmo de instalada a CPI da Petrobras. Na quinta-feira, o líder do governo no Senado Federal, senador Romero Jucá (PMDB-RR), e o senador Paulo Duque (PMDB-RJ), ambos cotados para a relatoria da CPI, disseram que são contra a requisição da investigação do Tribunal de Contas da União, que aponta o uso freqüente de contratos turbinados por termos aditivos que elevam custos de obras e serviços da estatal. "Não vamos fazer uma devassa na Petrobras. Esta é uma CPI com foco determinado", disse Romero Jucá. Já Paulo Duque se mostrou favorável a um diálogo com o Tribunal de Contas da União, mas disse não ser o caso de pedir as investigações do tribunal. Inácio Arruda (PCdoB-CE), também da CPI, ironizou: "Se a CPI da Petrobras partir para analisar aditivos de contratos, aí vamos ter de fazer uma CPI igual praticamente em todo o Brasil, até porque todos os contratos são aditivados no Brasil”. Esse é o tipo de comunista atual no Brasil. Os governistas ocuparão 8 das 11 vagas de titulares.

Bancos perdem R$ 300 milhões por ano com fraudes

A Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) avalia que a cada ano os bancos perdem R$ 300 milhões com fraudes eletrônicas, como o furto de senhas bancárias, cartões de crédito clonados e desvio de dinheiro online. O número foi divulgado após a Operação Trilha da Polícia Federal prender mais de 80 pessoas pelo Brasil suspeitas de envolvimento com fraudes eletrônicas e transferências ilegais de dinheiro. Para a polícia, este número pode ser maior. Segundo a Federação dos Bancos, o cálculo de R$ 300 milhões é baseado em registros de 2005.

Pentágono prepara comando militar para o ciberespaço

O Pentágono pretende criar um novo comando militar para proteger o ciberespaço, melhorando a preparação das Forças Armadas dos Estados Unidos para ações defensivas e ofensivas de guerra por computador. Esse comando militar complementaria um esforço civil no sentido de reformular as salvaguardas para as redes de computação no país. A Casa Branca pretende coordenar um bilionário esforço para restringir o acesso a computadores do governo e proteger os sistemas que administram as bolsas dos Estados Unidos, liberam transações bancárias e integram o controle do tráfego aéreo. O jornal The New York Times disse que o departamento civil será responsável pela coordenação entre as defesas do setor privado e do governo contra milhares de ataques virtuais realizados todos os dias contra os Estados Unidos, em geral por hackers, mas às vezes por governos estrangeiros. A necessidade de melhorar a segurança digital dos Estados Unidos ficou clara em abril, quando o Wall Street Journal afirmou que ciberespiões haviam invadido a rede elétrica do país e deixado softwares que poderiam afetar o sistema.

Deputado ofende repórter do CQC em Brasília


Danilo Gentili, repórter do CQC, da Band, foi ao Congresso Nacional procurar pelo deputado federal Sérgio Moraes (PTB/RS) e conversar sobre as acusações contra ele que apareceram recentemente na mídia. Mas, o jornalista não foi bem recebido ao fazer suas perguntas mais fortes. "Eu perguntei sobre ele defender Edmar Moreira (sem partido-MG), sobre ele ser acusado de ser dono de prostíbulo no Sul e sobre ligar para tele-sexo com dinheiro público", disse Gentili. De acordo com o repórter, Sérgio Moraes respondeu com ofensas: "Você é um veado. Eu vi você comendo veado". A conversa dos dois será exibida no programa da próxima segunda, na Band. Sérgio Moraes é o deputado federal gaúcho que diz que “se lixa para a opinião pública”.

Marfrig vai comprar gado paraguaio

Para driblar a baixa disponibilidade de gado e os elevados preços da arroba do boi gordo no mercado interno, algumas indústrias estão estruturando importações de gado vivo do Paraguai para abastecer unidades de abate no Brasil. Uma das empresas que está avançada na operação, que conta com apoio de pecuaristas brasileiros que possuem fazendas no país vizinho, é a Marfrig. A idéia da empresa é comprar animais vivos no Paraguai e realizar o abate em sua planta de Porto Murtinho, município localizado no extremo oeste de Mato Grosso do Sul, na divisa com o Paraguai. A estratégia não agradou aos pecuaristas do Estado. Para o presidente do Sindicato Rural de Porto Murtinho, Italívio Coelho Neto, existe a possibilidade de que a importação gere um excesso de oferta e derrube os preços da arroba na região. A decisão de importar gado do Paraguai surge poucos dias depois de os produtores de todo Centro-Oeste terem fechado um acordo para fazer vendas apenas à vista e não fecharem mais negócio com frigoríficos que estejam em processo de recuperação judicial.

Suécia tem recessão recorde no primeiro trimestre

A recessão na Suécia ganhou força no primeiro trimestre, com uma queda recorde do PIB, de 6,5% em ritmo anual, anunciou o Departamento Central de Estatísticas, no que representa a maior queda desde o início do cálculo do índice. Na comparação com o trimestre anterior, o PIB no primeiro trimestre retrocedeu, no entanto, menos que o previsto, com uma redução de 0,9%. A Suécia, que tem a economia baseada nas exportações e se viu muito afetada pela redução do comércio mundial e pelos cortes de produção na indústria, terá em 2009 sua recessão mais forte desde 1940, segundo o governo.

Sai regulamentação de alimentos orgânicos

O governo federal divulgou três instruções normativas relativas à regulamentação do setor de orgânicos. As normas técnicas dispõem sobre produtos processados, certificação para extrativismo sustentável orgânico e mecanismos de controle para esses alimentos. "O produtor agora tem um marco regulatório e sabe como ele tem de produzir para que seu produto passe a ser considerado um produto orgânico e pode ir ao mercado com o selo, para que, quem compre, saiba que aquele produto é correto", diz o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes. Até agora, as exigências para a concessão do selo de orgânico variavam de acordo com a certificadora. Com as instruções normativas, há um só balizamento.

MEC vai ampliar exigências para cursos de Pedagogia

O Ministério da Educação vai apertar o processo de fiscalização dos cursos de Pedagogia. Na esteira do lançamento do Sistema Nacional de Formação de Professores, o governo quer ter certeza de que os cursos estão preparando os estudantes para ensinar, e não para administrar escolas ou fazer pesquisa. A partir de agora, o documento de fiscalização que será usado para autorizar novos cursos e manter os antigos exigirá laboratórios de informática e ensino, brinquedotecas e contato dos alunos com escolas desde o primeiro ano. O foco nos cursos de Pedagogia é uma das tentativas do ministério de melhorar a formação dos professores. Hoje, apesar de quase 70% dos docentes brasileiros terem curso superior completo, apenas 61,7% têm licenciatura. São 330 mil professores atuando sem formação adequada, a maior parte no ensino fundamental.

Novo Enem terá 180 questões em dois dias de exame

O novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá neste ano 180 questões, divididas em quatro áreas de conhecimento. A previsão inicial era de que a prova tivesse 200 questões. Serão dois dias de exame, com dez horas no total. Até o ano passado, o aluno tinha cinco horas em um único dia para fazer a prova. As definições sobre o Enem deste ano, já no novo formato definido pelo Ministério da Educação, foram publicadas na quinta-feira na Portaria nº 109, no Diário Oficial da União. Pelas regras, a participação na prova também servirá como certificação de conclusão do ensino médio. Além de ser usado para a seleção do ProUni, o novo Enem vai substituir o vestibular de algumas universidades federais. Pelo menos 22 das 55 universidades já anunciaram que usarão o exame como forma única de ingresso dos vestibulandos. Outras 14 federais divulgaram que a nota do Enem será adotada em parte do processo seletivo. Neste ano o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) estima receber cerca de 6 milhões de inscritos, 2 milhões a mais do que em 2008. As inscrições começam no dia 15 de junho e só poderão ser feitas pela internet. As provas, que serão aplicadas nos dias 3 e 4 de outubro.

Banco da Itália prevê queda do PIB de cerca de 5% neste ano

O Banco da Itália prevê uma queda do PIB do país ao redor de 5% para o ano de 2009, afirmou o presidente da instituição, Mario Draghi. O recuo representa uma queda superior à redução de 4,2% prevista pelo governo. "Na Itália, a crise vai gerar, segundo as previsões mais recentes, uma queda do PIB por volta de 5% este ano, depois da queda de 1% em 2008. A redução da demanda externa provocou uma forte contração da produção industrial e dos investimentos", afirmou Draghi durante a assembleia anual do Banco da Itália (banco central italiano). Ele também antecipou que o desemprego pode crescer dos atuais 8,5% para 10%.

Estados Unidos revisam queda do PIB para 5,7% no primeiro trimestre

O governo norte-americano revisou para melhor seu cálculo do PIB relativo ao primeiro trimestre deste ano. Em z de uma retração de 6,1%, a nova estimativa aponta para uma queda de 5,7% entre o final de 2008 e o início deste ano. O resultado reforça o que alguns indicadores vêm mostrando: a melhora, em caráter ainda bastante inicial, da maior economia do planeta. Entre os indicadores mais importantes desta semana, economistas destacam a recuperação da confiança do consumidor norte-ano na economia local, o crescimento das encomendas de bens duráveis e a redução na procura pelos benefícios do seguro-desemprego, um dos principais indicadores da saúde do mercado de trabalho norte-americano.

Evasão sobe 40% nas universidades pagas

O número de estudantes que abandona o ensino superior privado subiu 40% na região metropolitana paulista. Segundo levantamento do setor, 134 mil alunos desistiram de seus cursos em 2007 (último dado disponível). O número representa 20,2% do total de matriculados. No ano anterior, a taxa foi 14,4%, menor que a de 2005 (16,6%). O Brasil está entre os países da América Latina que possuem os menores índices de atendimento no ensino superior (30% da população jovem matriculada, ante 52% no Chile, segundo a Unesco). Responsável pelo levantamento sobre a evasão paulista, o Semesp (sindicato das universidades particulares do Estado) afirma que o aumento da taxa reflete a ampliação das matrículas dos alunos das classes C e D, que têm mais dificuldades com a mensalidade.

ONG denuncia que Brasil continua produção de bombas de fragmentação

Pelo menos 17 países, entre eles o Brasil, continuam produzindo "em certo grau" bombas de fragmentação, segundo um relatório apresentado na sexta-feira por organizações de defesa dos direitos humanos. O estudo é apresentado seis meses após a aprovação da Convenção sobre Bombas de Fragmentação, assinada até agora por 96 países, dos quais, por enquanto, só sete a ratificaram, mas vários estão em processo legislativo para fazer o mesmo. A convenção proíbe o uso, produção e transferência dessas armas, determina a destruição das reservas em um prazo de oito anos e sua remoção das zonas afetadas depois de dez anos, no máximo. O representante da Human Rights Watch (HRW), Steve Goose, mostrou-se otimista com a crescente rejeição internacional às bombas de fragmentação, e afirmou que, dos 34 países que produzem ou produziram em algum momento estes explosivos, "a metade já assinou a convenção". Foi ainda mais longe e lembrou que, embora este tratado internacional não tenha entrado em vigor (são necessárias 30 ratificações para isso), "vários países signatários já começaram a destruir suas reservas". Em relação aos países que podem continuar sua produção, o especialista disse que o fato de que Brasil esteja entre eles "é, até este ponto, uma de nossas maiores decepções". "Não vemos uma razão pela qual não deveria ser um dos signatários desta convenção. Há poucos países nas Américas que não tenham se incorporado a esta convenção", disse. "O Brasil foi um produtor e exportador importante no passado, inclusive no passado não tão distante, e se reservou o direito de produção. Não sabemos se novas bombas de fragmentação estão saindo das linhas de produção ou não", acrescentou o especialista. Afirmou que a justificativa do Brasil para não assinar o acordo internacional "foi a importância econômica da indústria".

Polícia Federal abre novo inquérito contra o delegado federal Protógenes Queiroz


O delegado federal Protógenes Queiroz vai responder a novo inquérito na Polícia Federal. Réu em ação criminal por violação de sigilo funcional e fraude processual, o delegado que prendeu o banqueiro Daniel Dantas, do Grupo Opportunity, agora é alvo de investigação determinada pela Justiça sobre seu envolvimento em ações de espionagem (missões clandestinas abastecidas com interceptações telefônicas e filmagens ilegais e monitoramento de autoridades do governo, magistrados, políticos, advogados e jornalistas). A Polícia Federal suspeita que entre os alvos de Protógenes Queiroz estavam a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e seu antecessor, José Dirceu (deputado federal petista cassado por corrupção e réu na ação penal do Mensalão). O inquérito foi ordenado pelo juiz da 7ª Vara Criminal Federal de São Paulo, Ali Mazloum, que já abriu processo contra Protógenes por delitos que teria praticado no curso da Satiagraha.

Queimadas destruíram mais de 60 mil hectares no Pantanal

A temporada de queimadas no Pantanal, iniciada em abril, já registrou a destruição de mais de 60 mil hectares de vegetação nativa. Segundo levantamento da superintendência do Ibama em Mato Grosso do Sul, a devastação é causada pela combinação da seca intensa com a ação do homem. "Em um com grande quantidade de vegetação seca, qualquer manejo de pasto com fogo, ou mesmo uma pequena fogueira de um pescador, podem desencadear um incêndio", diz o superintendente regional, David Lourenço. No mês de maio, foram registrados 374 focos de queimadas na região de Corumbá (a 440 quilômetros de Campo Grande), a mais afetada pelo problema. Este total significa um aumenta de 712% em comparação com o mesmo mês do ano passado, quando foram contabilizados 50 focos. O Ibama pretende ampliar as operações de emergência para combate de focos, que inclui helicóptero e 24 bombeiros, com a criação de uma brigada de incêndio que contará com a participação do Exército e da Marinha.

Cristina Kirchner perde apoio de empresários após estatizações

A decisão do presidente venezuelano, Hugo Chávez, de estatizar três empresas argentinas, está fazendo o setor industrial argentino voltar-se contra o governo da presidente Cristina Kirchner. Aliada de Chávez (um grande comprador de títulos da dívida argentina), Cristina Kirchner mostrou-se resignada com as estatizações. "Essa é uma decisão soberana da Venezuela", disse ela, no início da semana. O cenário ficou complicado quando Chávez disse ao presidente Lula que o processo de estatização "não afetaria empresas brasileiras". Na quarta-feira, o venezuelano alegou que a promessa era uma "brincadeira", e Cristina aceitou a explicação. Porém, a Associação Empresarial Argentina (AEA) e a Câmara dos Exportadores Argentinos protestaram. "Internamente, a percepção é que Cristina protege a Venezuela em detrimento dos interesses do empresariado argentino", disse o colunista econômico Néstor Scibona.

Suzane Richthofen acusa promotor de assédio


A Corregedoria Geral do Ministério Público Estadual em São Paulo investiga a veracidade de um depoimento de Suzane von Richthofen, de 25 anos, prestado à juíza da Vara de Execuções da Comarca de Taubaté, no Vale do Paraíba (SP). Condenada pelo assassinato da mãe e do pai, em outubro de 2002, Suzane declarou que Eliseu José Berardo Gonçalves, promotor de Justiça, se apaixonou por ela e a levou duas vezes para seu gabinete quando esteve presa na Penitenciária de Ribeirão Preto. O promotor nega todas as acusações. Em depoimento, Suzane afirmou que o promotor, da Vara das Execuções Criminais de Ribeirão Preto, esteve na unidade prisional para tirar algumas fotos da cela onde ela convivia com outras presas. Suzane disse que dias depois ela foi conduzida ao gabinete do promotor, em local fora da prisão, e permaneceu a sós com ele por várias horas. O promotor teria feito indagações sobre a vida pessoal dela. Após 10 dias, ela disse que foi novamente levada ao gabinete dele, de ambulância e sem algemas. O promotor teria providenciado música ambiente, com CDs românticos, e disse que havia se apaixonado por ela. O promotor Eliseu José Berardo Gonçalves negou as acusações feitas por Suzane.

Aumenta a confiança entre os empresários

A confiança da indústria brasileira aumentou 6% em maio sobre abril e está começando a se recuperar para perto de sua média histórica, segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgada na sexta-feira. O índice passou de 84,5% no mês passado para 89,6% em maio, com ajuste sazonal. "O avanço do índice pelo quinto mês consecutivo confirma a tendência de recuperação gradual do ritmo de atividade industrial após o forte declínio ocorrido ao final do ano passado", afirmou a FGV em nota. "O índice encontra-se agora, pela primeira vez em 2009, mais próximo de sua média histórica (99,1%) do que do alcançado em dezembro de 2008 (74,7 pontos)”. A pesquisa apontou ainda que a avaliação da indústria sobre a demanda e o ambiente geral dos negócios melhorou em maio, com o indicador de satisfação com o nível atual de demanda avançando 13,1%, e o de satisfação com a situação dos negócios subindo 12,2%.

Oposição usa CPI das ONGs como arma contra governo Lula na CPI da Petrobras

CA oposição no Senado Federal assumiu na quinta-feira o controle da CPI das ONGs para transformá-la na principal arma contra o governo Lula. Além de prorrogar por mais seis meses os trabalhos da comissão, prevista para acabar em julho, o presidente da CPI, senador Heráclito Fortes (DEM-PI), nomeou como relator o líder do PSDB no Senado Federal, senador Arthur Virgílio (AM). No comando dessa CPI, DEM e PSDB já se preparam para colocar na pauta a convocação do assessor especial da presidência da Petrobras, Rosemberg Pinto, responsável pelo repasse de R$ 1,4 milhão para ONG ligada ao PT que organizou festas de São João na Bahia. Será a primeira estratégia casada com a CPI da Petrobras, onde a oposição terá dificuldade para enfrentar a tropa de choque governista. Arthur Virgílio assumiu a vaga do senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) na relatoria da CPI das ONGs após um erro dos governistas. Como o regimento exige que os senadores sejam titulares só de uma CPI, Arruda precisou assumir como suplente na CPI das ONGs para defender a Petrobras e a ANP (Agência Nacional de Petróleo) na outra comissão. "O regimento é claro. Um suplente não pode ser relator, a não ser que haja acúmulo de trabalho. Não é o caso da CPI. Assim que Arruda passou a ser suplente, perdeu a função", argumentou Heráclito, que usou a prerrogativa de presidente para nomear Arthur Virgílio. P
I das

Guido Mantega admite “erro” de R$ 4,8 bilhões de gasto público

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, admitiu na quinta-feira erros no Siafi, o sistema eletrônico de acompanhamento dos gastos da União. Os erros se referem a um pagamento de R$ 16,5 bilhões feito em janeiro pela Previdência a aposentados e pensionistas. Desse valor, R$ 11,7 bilhões só foram registrados no mês de fevereiro. Os R$ 4,8 bilhões restantes desapareceram contabilmente. Constam na rubrica "restos a pagar", como se nunca tivessem sido quitados, embora já tenham sido depositados há quatro meses. A admissão desse erro foi feita pelo ministro durante sessão da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal. “Houve uma falha aqui", disse o ministro Mantega em resposta a um questionamento do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). Para Mantega, houve dois problemas diferentes. Primeiro, relacionado a diversas ordens bancárias feitas pela Previdência em janeiro, no valor de R$ 11,7 bilhões. "Por falha na rotina contábil, tais ordens não deixaram o saldo registrado na conta de restos a pagar", afirmou ele. A baixa desse pagamento só ocorreu em fevereiro, como se tivesse havido um atraso. Segundo problema: o pagamento restante, de R$ 4,8 bilhões, simplesmente desapareceu da contabilidade oficial. O Siafi informa que ele nunca foi feito. Mas os aposentados receberam seus pagamentos. "Do ponto de vista contábil, esse pagamento deve ter sido lançado em alguma outra conta. Falta fazer a baixa contábil desse valor, o que será feito agora em maio”, adiantou ele. Ora, quando a confiabilidade do sistema eletrônico do governo federal fica assim exposta, como os brasileiros irão crer que não anda desaparecendo mais dinheiro? Senadores da oposição não gostaram da posição condescendente do ministro Guido Mantega. "É preciso fazer uma reformulação séria nesse sistema", disse o senador Jereissati. "Fico extremamente preocupado em saber que os números do Siafi não são confiáveis. Se os dados da Previdência estiverem errados, o que mais estará errado?" Para o senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), o mais preocupante foi descobrir que, entre 2008 e 2009, a Previdência registrou o valor dos dois pagamentos envolvidos no erro, em um total de R$ 16,5 bilhões, sob a rubrica orçamentária "restos a pagar". Por meio desse mecanismo, governos conseguem transferir dívidas, especialmente com obras, de um ano para outro. "Quando eu vi restos a pagar, números altos, de R$ 16,5 bilhões, pensei logo no ministro Andreazza, na ponte Rio-Niterói. Só que com a Previdência? Não pagaram aos velhinhos? Os velhinhos, parece, foram pagos. O problema é saber onde foram parar esses R$ 5 bilhões", disse Arthur Virgílio.

Celso Amorim deve comandar instituto Lula após fim do segundo mandato


O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, deve ser o principal executivo do instituto do presidente Lula. O instituto deve ser lançado após o final do segundo mandado de Lula. Vai tratar de política internacional. Antes desse plano, o Palácio do Planalto cogitou lançar a candidatura de Celso Amorim a senador pelo Rio de Janeiro em 2010. Isto demonstra bem a que tipo de administração está entregue a Chancelaria brasileira.

Promotoria da Venezuela acusa presidente de TV opositora


Guillermo Zuloaga, presidente do canal oposicionista Globovisión, foi acusado formalmente pelo Ministério Público da Venezuela, na quinta-feira, pela ocultação de 24 veículos para promover especulação de preços. Os automóveis haviam sido confiscados na semana passada, durante uma operação policial em uma propriedade de Zuloaga, em Caracas. De acordo com as investigações, o acusado, sócio de duas concessionárias Toyota, não havia colocado os veículos à venda para se beneficiar da escassez de automóveis no mercado venezuelano. Zuloaga nega as acusações e alega que é vítima de perseguição política por causa da linha editorial da Globovisión, que é contrária a Hugo Chávez. Na quinta-feira, durante o programa "Alô, Presidente", o presidente da Venezuela chamou seu crítico de "mafioso" e pediu ao Tribunal Supremo de Justiça uma punição severa contra o canal. "Estão aí para isso. Senão, renunciem e que gente com coragem assuma", declarou Chávez. O tiranete comanda a ação repressiva do aparato de Estado. O país vive uma crise econômica óbvia, parece os tempos de Dílson Funaro no Brasil, quando tropas do governo procuravam gado no pasto, que estaria sendo sonegado aos açougues pelos proprietários.

CNJ investiga suspeita de corrupção no Tribunal de Justiça de Minas Gerais

O Conselho Nacional de Justiça vai apurar a suspeita de corrupção no Tribunal de Justiça de Minas Gerais na gestão do desembargador aposentado Orlando Adão Carvalho, além de acusações de favorecimento a filhos de desembargadores e dirigentes de associações de classe nas promoções de juízes. Reportagem publicada na edição de sexta-feira do jornal Folha de S. Paulo revela que o procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, enviou ao ministro Gilmar Mendes, presidente do Conselho Nacional de Justiça, cópia de e-mail que o desembargador Doorgal Gustavo Borges de Andrada remeteu a um colega, com uma lista de ilícitos e irregularidades. Andrada sugere que houve "negociata" em aluguel, pelo tribunal, de moderno prédio na avenida Raja Gabaglia, em Belo Horizonte, e que o ex-presidente Carvalho teria recebido R$ 5 milhões na operação. Cita ainda a suspeita de "compra de votos" para eleger Carvalho. Andrada questiona se o atual presidente, Sérgio Resende, tomou providências depois que os filhos do antecessor ameaçaram os filhos de Resende por causa do cancelamento da construção da nova sede do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Estimada em R$ 519 milhões, ela foi interrompida pelo atual presidente. No final da gestão de Carvalho, houve até lançamento da pedra fundamental, com a presença do vice-governador Antônio Anastasia (PSDB). A comissão de licitação (cinco desembargadores) renunciara por causa de ilegalidades no edital. A denúncia foi enviada ao procurador-geral pelo juiz Danilo Campos, de Montes Claros. Andrada é ex-presidente da Associação dos Magistrados Mineiros e vice-presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros. Segundo Campos, ele foi "favorecido na carreira, ultrapassando mais de 40 colegas", e "se viu contrariado em sua pretensão de ascender diretamente ao prédio que abriga os desembargadores mais antigos (o chamado alto clero)". Andrada foi obrigado a ficar no prédio do antigo Tribunal de Alçada. Campos alegou ao procurador que o Tribunal de Justiça desrespeita a resolução nº 6 do Conselho Nacional de Justiça, que trata de critérios para promoções de magistrados: "O merecimento no Judiciário mineiro tem sido privilégio, em primeiro lugar, dos filhos de desembargadores, agora seguidos também dos dirigentes associativos". A conselheira Andréia Pachá, do Conselho Nacional de Justiça, determinou o envio à Corregedoria Nacional de Justiça de cópias de toda a documentação sobre as "supostas irregularidades" apontadas "na correspondência privada mantida entre dois magistrados e cuja publicidade se deu, não se sabe de que forma". Ela intimou o Tribunal de Justiça a se manifestar, em 15 dias sobre o alegado descumprimento da resolução do Conselho Nacional de Justiça. O ex-presidente Orlando Adão Carvalho diz que pretende transformar em queixa-crime um inquérito contra Andrada no Superior Tribunal de Justiça. "É claro que tudo é mentira", diz. "Nós fizemos a alocação de um prédio para o tribunal. É ilógico que alguém pague R$ 5 milhões a outrem por alugar um imóvel durante cinco anos por R$ 600 mil por mês. Empresa nenhuma jamais faria isso", diz ele.

Cristina Kirchner perdoa dívidas da mídia em troca de anúncios

Em confronto aberto com o maior grupo de mídia do país, o governo peronista populista da Argentina começou nesta semana a fechar acordos com meios de comunicação para trocar dívidas tributárias por espaços de publicidade. Ao aderir aos convênios, as empresas se comprometem a ceder espaço de forma gratuita ao governo por até cinco anos. Os primeiros veículos a aderir foram dois jornais e um canal de TV locais e duas grandes emissoras de TV aberta: Telefé e América. Com eleições no país em menos de um mês, a Receita argentina informou nesta quinta-feira que o cancelamento de dívidas começará a valer só depois do pleito, para "evitar suspeitas eleitorais". Isso é um dos mais monumentais escândalos já vistos em toda história, algo típico de fascismo moderno. Além dos convênios, que, segundo o governo, beneficiarão até 500 empresas, a presidente populista-fascista Cristina Kirchner enviará projeto ao Congresso para reduzir a cobrança de imposto sobre preços de capa de revistas e jornais. A alíquota hoje é de 10,5%. Cristina e o ex-presidente Néstor Kirchner (2003-2007) mantêm uma relação conturbada com a imprensa, com críticas ao que chamam "monopólios midiáticos". Em março, o governo lançou projeto de lei para alterar a regulação do setor, iniciativa que atinge interesses do grupo Clarín, maior conglomerado de mídia no país. Entre outros pontos, a proposta autoriza a entrada de empresas de serviços públicos no mercado de TV a cabo, dominado pelo Clarín. É totalmente parecido com o que o governo petista queria e vem fazendo no Brasil. A diferença é que o governo de Cristina Kirchner é grotesco. E torna a Argentina um país devastado, corrupto, sem liberdade e sem independência. A boca do buraco está logo adiante, mais uma vez, para os argentinos.

Brasil convidará petrolíferas a disputar concessões do pré-sal29 de maio de 2009

O Brasil convidará a partir do próximo ano as companhias petrolíferas internacionais a disputar os direitos de exploração das jazidas do pré-sal, disse o ministro das Minas e Energia, senador Edison Lobão, ao jornal Financial Times. O Brasil suspendeu a venda de concessões no setor "off-shore" dessas jazidas que, segundo executivos da indústria petrolífera, podem ser tão importantes como as do Mar do Norte. Lobão reconheceu ao Financial Times que o Brasil não poderia assumir sozinho a tarefa de explorar essas reservas. "Certamente teremos leilões no ano que vem, o que significa que as companhias petrolíferas podem começar a preparar suas reservas financeiras", disse o ministro. Analistas do setor expressaram surpresa por esse anúncio, já que acreditam que o debate legislativo pode ser muito mais difícil que o governo federal parece esperar. O Brasil vendeu várias concessões nessas jazidas pré-sal antes de seu potencial ser revelado, e prometeu que não modificará os contratos assinados então. A Petrobras e seus parceiros Exxonmobil, BG, Galp, Repson e Dutch Shell têm trabalho para vários anos na exploração dessas concessões, explica o Financial Times.

OMS registra mais de 15.500 casos de gripe suína e 99 mortes

A OMS (Organização Mundial da Saúde) registrou nesta sexta-feira 15.510 casos de gripe suína, em 53 países. O balanço aponta ainda que o vírus deixou 99 mortos, a maioria no México. O balanço prévio divulgado em Genebra, Suíça, não traz a contagem país a país, mas deve manter os Estados Unidos como país mais atingido pelo vírus. A preocupação agora é com a doença na China, onde as autoridades de saúde suspeitam do primeiro caso de contaminação local pelo vírus A (H1N1). A contaminação local pode levar a uma epidemia nacional em um país populoso e onde o sistema de saúde não atende a toda a população. O caso suspeito foi detectado na Província meridional de Guangdong. O paciente esteve em contato com uma outra pessoa que teve a doença confirmada na quinta-feira. O país tem 22 casos confirmados da doença em oito Províncias e municípios, segundo o último balanço detalhado da OMS. No Reino Unido, o prestigioso colégio de Eton, centro educacional da realeza e aristocracia britânicas, fechou suas portas pela primeira vez em 569 anos. A medida foi preventiva, já que autoridades confirmaram o primeiro caso de gripe suína no local. A nova gripe deixou 137 pacientes no Reino Unido, segundo o último balanço detalhado da OMS. Apesar do aumento no número de casos, a maioria dos países já relaxa as medidas preventivas adotadas para evitar uma pandemia. Nesta sexta-feira, Cuba anunciou que retomará, a partir de 1º de junho, os vôos para o México, suspensos durante um mês pela gripe suína.

Relatório diz que Ártico pode ter maior jazida de gás e petróleo do mundo

A plataforma do Círculo Polar Ártico poderia esconder jazidas de gás natural e petróleo maiores do que se tinha calculado até agora, disseram cientistas norte-americanos em um relatório publicado na sexta-feira na revista "Science". Segundo os pesquisadores do Instituto Geológico dos Estados Unidos, a região provavelmente contém 30% do gás natural não descoberto no mundo. Além disso, abrigaria 13% de todo o petróleo do planeta ainda não descoberto. Até agora, o Instituto Geológico dos Estados Unidos tinha calculado que, no Ártico, poderia haver 90 bilhões de barris de petróleo. Mas o novo estudo, baseado nas análises das rochas sedimentares, revela que essas reservas poderiam oscilar entre 40 bilhões e 160 bilhões de barris. As reservas, tanto de petróleo como de gás, estariam a menos de 500 metros da água, e a região constitui uma das poucas que restam no mundo ainda acessíveis à prospecção. Donald Gautier, geólogo do Instituto Geológico dos Estados Unidos, disse que a descoberta poderia ser especialmente importante para as nações que fazem divisa com o Círculo Polar Ártico: Canadá, Dinamarca (através da Groenlândia), Noruega, Rússia e Estados Unidos. A exploração nas águas do Ártico está no início e empresas como Exxonmobil e outras companhias petrolíferas já começaram a trabalhar em algumas regiões, como o mar de Barents, o delta do Mackenzie e a bacia de Sverdrup, assim como frente às costas do Alasca.

Escola britânica da realeza fecha por causa da gripe suína


Pela primeira vez em seus 569 anos de história, o prestigioso colégio de Eton, centro educacional da realeza e aristocracia britânicas, fechou suas portas. A medida foi preventiva, já que autoridades confirmaram o primeiro caso de gripe suína no local. A nova gripe, denominada oficialmente já deixou 137 pacientes no Reino Unido, segundo balanço mais recente da OMS (Organização Mundial de Saúde). A direção do colégio enviou na quinta-feira um e-mail aos pais dos alunos informando que uma criança de 13 anos contraiu a gripe suína e que a escola permanecerá fechada até o próximo dia 7 de junho, por recomendação da Agência de Proteção da Saúde. O colégio, que cobra cerca de 30 mil libras por ano, educou membros da realeza e vários primeiros-ministros durante séculos. Os príncipes William e Harry, filhos do herdeiro ao trono britânico, Charles, foram educados em Eton. Esta escola, que só aceita meninos, fica perto de Windsor, nos arredores de Londres, e conta atualmente com cerca de 1.300 estudantes.

Ministro Carlos Minc vai a Lula reclama de PAC, de Dilma Rousseff e mais dois ministros, e leva cobrança

Um dia após chamar os empresários do agronegócio de “vigaristas” e de criticar indiretamente o colega da Agricultura, ministro Reinhold Stephanes, o ministro do Meio Ambiente, o folclórico Carlos Minc, assestou suas baterias, na quinta-feira, para o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e, por tabela, atingiu mais três ministros: Dilma Rousseff, da Casa Civil; Edison Lobão, de Minas e Energia, e Alfredo Nascimento, dos Transportes. Ao final de uma audiência com o presidente Lula, no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, Minc acusou os colegas de ministério de não respeitarem acordos e fazerem jogo duplo no Congresso. Disse ele: “Vários ministros combinavam uma coisa aqui com Lula e depois iam ao Parlamento, cada um com a sua machadinha, patrocinar emendas que esquartejavam e desfiguravam a legislação ambiental”. Até parece que ele está preparando a sua saída “com glória” do governo, fazendo a média com o “mundo ambientalista”. Minc negou que tenha intenção de deixar o governo. Lula não gostou das novas críticas feitas pelo folclórico Minc à saída da audiência e mandou passar para os repórteres que, “na hora apropriada”, vai chamar Minc para conversar sobre os ataques aos colegas e ao PAC. Parece que estão acabando os tempos folclóricos no Ministério do Meio Ambiente. Pode ser que Lula acerte na terceira tentativa.