quarta-feira, 3 de junho de 2009

Air France divulga lista de ocupantes brasileiros que embarcaram no voo 447

A Air France divulgou na noite desta quarta-feira parte da lista de ocupantes brasileiros que estavam no vôo 447. Foram divulgadas as identidades de apenas 53 dos 58 ocupantes brasileiros que estavam na aeronave, já que algumas famílias não autorizaram a divulgação dos outros nomes. A lista não inclui os nomes dos ocupantes de outras nacionalidades. As vítimas brasileiras do vôo AF 447 são as seguintes:
-Adriana Henriques
-Adriana Sluijs
-Ana Carolina Silva
-Ana Luisa Curty
-Angela Cristina de Oliveira Silva
-Antonio Augusto Gueiros
-Bianca Cotta
-Bruno Pelajo
-Carlos Mateus
-Carlos Eduardo de Mello
-Deise Possamai
-Eduardo Moreno
-Ferdinand Porcaro
-Francisco Vale
-Gustavo Mattos
-Izabela Kestler
-Jean Claude Lozouet
-Joao Marques Silva
-Jose Souza
-Jose Gregorio Marques
-Jose Roberto Gomes Da Silva
-Julia Chaves de Mirandas Chmi
-Juliana de Aquino
-Leonardo Dardengo
-Leonardo Pereira Leite
-Leticia Chem
-Luciana Seba
-Luis Claudio Monlevad
-Luis Roberto Anastacio
-Marcela Pellizzon
-Marcelo Oliveira
-Marcia Mosconde Faria
-Marco Mendonca
-Maria Vale
-Maria Teresa Marques
-Mateus Antunes
-Nelson Marinho
-Octavio Antunes
-Patricia Antunes
-Paulo Vale
-Pedro Luiz de Orleans e Braganca
-Roberto Chem
-Silvio Barbato
-Simone Elias
-Solu Wellington Vieira De Sa
-Sonia Ferreira
-Sonia Maria Cordeiro Porcaro
-Tadeu Moraes
-Valnizia Betzler
-Vanderleia Carraro
-Vera Chem
-Veronica Ivanovitch
-Walter Carrilho Junior"

Governadora Roseana Sarney passa com sucesso por cirurgia no cérebro

A cirurgia para clipagem (procedimento para que a artéria volte ao normal) de um aneurisma cerebral da governadora licenciada do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), foi realizada com sucesso, informou o hospital Albert Einstein, em São Paulo. Roseana está internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), e a operação durou cerca de quatro horas. Os médicos disseram que a operação teve "100% de êxito". Os médicos descobriram que o aneurisma estava em cima do nervo ótico. Na véspera da cirurgia, Roseana Sarney tinha se mostrado apreensiva e dito: "Eu já fiz muitas cirurgias, mão, pulmão, intestino, mas quando vocês falam em cabeça, é uma coisa que você sente um pouco mais de apreensão porque cabeça é que comanda tudo. Mas, de qualquer maneira, estou entregue em boas mãos e tenho muita fé em Deus e vou mais uma vez viver com muita disposição e com certeza vou me sair bem”. Roseana Sarney pediu licença médica e deverá ficar afastada do cargo de governadora do Maranhão por cerca de 30 dias.

Fascistas atacam ministro Gilmar Mendes no Congresso Nacional

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, foi surpreendido com vaias e gritos de “Fora Gilmar” ao deixar a audiência pública da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. A manifestação foi organizada por estudantes fascistas do movimento “Saia às Ruas”, criado por incitação da fala do ministro Joaquim Barbosa, em uma discussão com Gilmar Mendes, no plenário do Supremo, quando afirmou que ele deveria ir às ruas para ouvir a opinião pública. A manifestação surpreendeu o presidente do Supremo e também a Polícia Legislativa do Senado Federal, que retirou os estudantes fascistinhas das dependências do Senado. Gilmar Mendes disse não se incomodar com a manifestação. Também participaram da manifestação militantes igualmente fascistas da Confederação Nacional das Associações de Servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Este órgão é uma sucursal do PT no Poder Executivo, controlada pelo grupelho trotskista DS (Democracia Socialista). “O Gilmar não está honrando com as obrigações que tem como presidente do Supremo Tribunal Federal. Ele tem agido de forma parcial e isso extrapola prerrogativas de qualquer magistrado”, afirmou José Vaz Parente, diretor da confederação petista. Ainda na audiência pública, que debateu o projeto de lei que cria mecanismos de repressão contra o crime organizado, Gilmar Mendes comentou a necessidade de isenção das autoridades responsáveis pela formulação e julgamento das leis. “Estamos em uma democracia representativa. Vocês, senadores, têm que aprovar leis, que contrariam a opinião pública. Alguns imaginam que fazer jus é atender às ruas, é atender a determinados segmentos. Temos uma jurisprudência que diz que o clamor da opinião pública não justifica prisão preventiva”, disse Gilmar Mendes. Essa é a maior contribuição que o ministro Joaquim Barbosa deu, até agora, à democracia brasileira: abrir as portas para o assalto de fascistóides dessa espécie. Essa é a “voz das ruas” que ele queria ouvir? Voz das ruas é sempre a voz de um grupo organizado, que tem a pretensão de falar por toda a sociedade. O Poder Legislativo no Brasil já foi degradado em todas as esferas, federal, estaduais e municipais. O Pode Executivo..... bem, sobre este nem se precisa falar. Faltava agora aos fascistas “gramscianos” atacar o Poder Judiciário, principalmente o Supremo, guardião da Constituição brasileira.

Justiça Federal paralisa estudo de licenciamento de Belo Monte

A Justiça Federal de Altamira, no Pará, mandou suspender a aceitação dos estudos de impacto ambiental da usina hidrelétrica de Belo Monte, a ser construída no Rio Xingu, acolhendo pedido do Ministério Público Federal. O motivo foi a ausência de parcela dos documentos exigidos, principalmente a parte fundamental dos estudos antropológicos do impacto da construção da usina sobre comunidades indígenas da região. O juiz Antonio Carlos Campelo deu razão ao Ministério Público Federal e já mandou notificar o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de sua decisão. No dia 25 passado, o Ibama havia aceito os estudos realizados pelas empreiteiras Camargo Corrêa, Norberto Odebrecht e Andrade Gutierrez, embora seus técnicos apontassem falhas no trabalho. Rodrigo Timóteo, procurador da República, responsável pela ação judicial, considera "inadmissível que o Ibama aceite os estudos com uma lacuna dessa gravidade". De acordo com a decisão de Campelo, o licenciamento ficará paralisado até que a direção do Ibama se manifeste sobre os motivos que a levaram a ignorar recomendações dos próprios técnicos do órgão.

Justiça federal encontra indícios de irregularidades em contrato de Paulo Afonso Feijó com a Ulbra

A Justiça Federal de Canoas encontrou indícios de irregularidades no contrato assinado entre empresa do vice-governador do Rio Grande do Sul, Paulo Afonso Feijó (DEM), e a Universidade Luterana do Brasil (Ulbra). As informações serão encaminhadas para investigação do Ministério Público Federal e Ministério Público Estadual. O contrato entre a A. Paulo Feijó Participações S.A e o então reitor da Ulbra, Ruben Becker, foi assinado em 28 de junho de 2007. O objetivo era que a APF Participações e empresas controladas por ela prestassem assessoria financeira à Celsp, que administra a universidade. Segundo informações de auditoria contratada pela Justiça, que analisa as contas da Ulbra, pelo menos R$ 90 mil foram repassados pela universidade para Paulo Afonso Feijó, em duas parcelas, em março de 2008. O valor é parte dos R$ 180 mil que a Ulbra se obrigou a pagar em razão da rescisão contratual com a empresa. Conforme a auditoria, a comprovação do serviço não consta nas contas da Universidade.

Deputado do PSDB vai ao Ministério Público Federal contra Paulo Afonso Feijó

O deputado estadual gaúcho Coffy Rodrigues (PSDB) foi até o Ministério Público Federal, em Porto Alegre, nesta quarta-feira, para protocolar representação de denúncia crime contra o vice-governador, Paulo Afonso Feijó. O deputado solicita que sejam instaurados os procedimentos de investigação e que apurem a ocorrência de práticas de atos ilícitos e de improbidade administrativa referentes a contratos assinados pelas empresas do vice-governador Paulo Afonso Feijó com a ULBRA.

Justiça argentina decreta embargo de bens de ex-presidente Carlos Menem

A Justiça argentina decretou um embargo de US$ 26,5 milhões nos bens do ex-presidente Carlos Menem. A medida, expedida pelo juiz federal Marcelo Martinez de Giorgi, também se estende a membros do governo de Menem, como os ex-ministros da Economia, Domingo Cavallo, e da Justiça, Raúl Granillo Ocampo, e a ex-secretária do Meio Ambiente, Maria Julia Alsogaray. De Giorgi está investigando o pagamento de propinas de até US$ 100 mil financiadas com fundos destinados ao Ministério da Defesa ou à Secretaria de Inteligência do Estado. O peronista Carlos Menem, que dirigiu o país de 1989 a 1999, acumula vários processos por corrupção.

Senado manda ministros devolverem dinheiro referente ao auxílio-moradia

O senador Mão Santa (PMDB-PI), terceiro-secretário do Senado, determinou nesta quarta-feira a suspensão do pagamento do auxílio-moradia aos senadores que ocupam cargos de ministros. O peemedebista também encaminhou ofício aos ministros Alfredo Nascimento (Transportes), Hélio Costa (Comunicações) e Edson Lobão (Minas e Energia) informando que os três terão que devolver os recursos do auxílio recebidos desde que deixaram a Casa. Os ministros continuaram recebendo o auxílio-moradia mesmo depois de terem trocado o Senado pelo Poder Executivo. Os três ministros receberam R$ 345.800,00 até este mês. Mão Santa afirma que a interrupção do pagamento do auxílio se justifica porque, embora houvesse autorização legal aos ministros, "não havia fundamento para que o Senado pagasse valor diverso dos que recebem as demais autoridades equivalentes do Poder Executivo".

Senadores da base conseguem adiar instalação da CPI da Petrobras

A base aliada do governo Lula no Senado Federal adiou para a próxima quarta-feira a instalação da CPI da Petrobras. O senador Paulo Duque (PMDB-RJ), presidente temporário da comissão, havia convocado reunião para esta quinta-feira, com o objetivo de dar início aos trabalhos da comissão. Os governistas, porém, querem mais tempo para negociar os nomes dos parlamentares que vão ocupar a presidência e a relatoria da CPI. Líderes do governo Lula afirmam que o adiamento tem como objetivo solucionar o impasse criado com a oposição na CPI das ONGs. Os governistas queriam que o senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) fosse reconduzido à relatoria da comissão, que tinha sido ocupada pelo senador Arthur Virgílio (PSDB-AM). Arruda havia perdido o cargo ao se tornar titular da CPI da Petrobras. Como um parlamentar não pode ocupar simultaneamente duas comissões parlamentares de inquérito como titular, Arruda passou a suplente da CPI das ONGs, e perdeu automaticamente a relatoria. O senador Heráclito Fortes (DEM-PI), presidente da CPI das ONGs, designou Virgílio para o cargo. A mudança irritou os governistas, que prometeram só instalar a CPI da Petrobras depois que a pendência na comissão das ONGs fosse solucionada. Para variar, a oposição (PSDB e DEM) arriou mais uma vez. A idéia dos governistas é protelar o início do trabalho até o recesso legislativo do mês de julho, o que na prática eliminará a CPI da Petrobras. Os oposicionistas sabem disso, e mesmo assim continuam fazendo “acordinhos” com os petistas.

CCJ do Senado aprova projeto que impede candidatura de políticos com "ficha suja"

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal aprovou nesta quarta-feira projeto de lei que exige "idoneidade moral e reputação ilibada" aos candidatos que disputam as eleições. De autoria do senador Pedro Simon (PMDB-RS), o texto altera o Código Eleitoral na tentativa de impedir que candidatos com "ficha suja" concorram a cargos eletivos. Na justificativa do projeto, Simon afirma que a legislação eleitoral apenas torna inelegíveis candidatos condenados em definitivo por diversos crimes, mas não prevê a idoneidade moral como prerrogativa necessária na disputa. "As disposições da referida lei viabilizaram, assim, a candidatura daqueles que lançam mão de inúmeros recursos legais para postergar indefinidamente o trânsito em julgado de eventuais condenações criminais. E propiciou o aumento da corrupção e da irresponsabilidade nos Poderes Legislativo e Executivo", diz o senador. Segundo Simon, a reputação ilibada dos candidatos deve ser exigida não apenas para aqueles que disputam uma vaga no Poder Legislativo, mas também aos futuros ocupantes de cargos no Executivo. É o chamado projeto inútil. Como será avaliada a reputação ilibada dos candidatos?

Greenhalgh diz que Mensalão não existiu

O advogado e ex-deputado federal petista Luiz Eduardo Greenhalgh (PT) negou nesta quarta-feira a existência do Mensalão. Em depoimento à Justiça Federal de São Paulo, ele disse que uma das provas de que o esquema não existiu é o fato de ele não ter sido eleito presidente da Câmara dos Deputados em 2005. "Não existiu o mensalão, eu tenho certeza disso. Não houve nenhum tipo de iniciativa de recebimento de valores de pagamento. Pra provar a demonstração disso é a minha não eleição à presidência da Câmara. Se tivesse mensalão, talvez o resultado da eleição fosse outro", afirmou Greenhalgh, que prestou depoimento como testemunha de defesa do ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, um dos réus do Mensalão. Em 2005, o PT teve dois candidatos à presidência da Câmara: Luiz Eduardo Greenhalgh (SP) e Virgílio Guimarães (MG), tal era a soberba petista. Quem venceu a disputa foi o famigerado ex-deputado federal Severino Cavalcanti (PP-PE). O petista Greenhalgh prestou depoimento ao juiz substituto Márcio Ferro Catapani, da 2ª Vara Criminal de São Paulo. Catapani e a juíza titular da 2ª Vara Criminal, Silvia Maria Rocha, foram designados pelo ministro Joaquim Barbosa, relator do processo do Mensalão no Supremo, para ouvir os depoimentos dos réus em São Paulo.

Preço do petróleo cai com aumento das reservas e fecha em US$ 66,00

O preço do barril de Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) caiu 3,54% nesta quarta-feira em Nova York e fechou cotado a US$ 66,12, após divulgação de que as reservas aumentaram nos Estados Unidos em 2,9 milhões de barris durante a semana passada. Ao final do pregão na Nymex (Bolsa Mercantil de Nova York), os contratos do petróleo WTI para julho registraram uma queda de US$ 2,43 por barril, após vários pregões de altas generalizadas. A queda do preço do barril de petróleo aconteceu depois que o Departamento de Energia norte-americano anunciou que as reservas de petróleo tinham registrado um aumento em seu volume de 0,8% em relação a semana anterior.

Banco do Brasil vai incorporar quase 17 mil funcionários da Nossa Caixa

O Banco do Brasil poderá incorporar quase 17 mil funcionários da Nossa Caixa. O Ministério do Planejamento autorizou o Banco do Brasil a absorver esses trabalhadores da instituição, comprada no final do ano passado. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira. Com a autorização do Dest (Departamento de Coordenação e Controle das Empresas Estatais), o quadro do Banco do Brasil passa de 94.491 para 111.313 empregados, o que representa a incorporação de 16.822 vagas.

OEA revoga suspensão de Cuba após 47 anos

Os chanceleres que participam da 39ª Assembléia Geral da OEA (Organização dos Estados Americanos), realizada em Honduras, chegaram nesta quarta-feira a um acordo para revogar a suspensão de Cuba que começou há 47 anos. "Já foi aprovada neste momento por todos os chanceleres, por consenso. A decisão foi tomada "sem condições", mas estabelece mecanismos para o retorno de Cuba, incluindo a concordância do país em cumprir as convenções da OEA sobre direitos humanos e outros assuntos. "A Guerra Fria terminou neste dia em San Pedro Sula," disse o presidente hondurenho Manuel Zelaya imediatamente após o anúncio, referindo-se à cidade de seu país na qual o encontro de ministros está sendo realizado. O governo norte-americano, representado no encontro na terça-feira pela secretária de Estado, Hillary Clinton, defendia que o retorno de Cuba à organização fosse condicionado a avanços do regime cubano no aumento das liberdades civis e políticas para atender aos critérios democráticos da OEA. Cuba foi suspensa da OEA por uma resolução aprovada em 22 de janeiro de 1962, em função de o país ter se juntado ao bloco comunista. A OEA acusou a ditadura comunista cubana de receber armas de "potências comunistas extracontinentais", uma referência à União Soviética e à China. Não deu outra. Em outubro do mesmo ano ocorreu um dos episódios mais tensos da Guerra Fria, a crise dos mísseis cubanos, quando a ex-União Soviética teve a petulância de transferir e instalar ogivas nucleares para a ilha, a poucos quilômetros dos Estados Unidos. O ex-ditador cubano Fidel Castro, fundador da dinastia comunista Castro, escreveu no jornal estatal "Granma" nesta quarta-feira que a OEA deveria não existir, e que a organização, historicamente, tem "aberto portas para o Cavalo de Tróia (os Estados Unidos) devastar a América Latina". Fidel Castro é uma excrescência que a história demora a varrer para a cesta do lixo.

Cotação do dólar oscila muito e fecha a R$ 1,96

A cotação da moeda norte-americana oscilou de forma brusca nesta quarta-feira, interrompendo uma sequência de oito dias úteis em baixa, o que trouxe a taxa de R$ 2,11 para R$ 1,92 em pouco mais de uma semana. O dólar comercial encerrou o dia sendo vendido por R$ 1,964, em alta de 2,07%. Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi vendido por R$ 2,090, com avanço de 1,95%. Já a Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) despencou 3,89%, caindo aos 51.897 pontos (pelo índice Ibovespa). O giro financeiro foi de R$ 5,96 bilhões.

Liminar que suspendeu decisão sobre Sean Goldman vai ser examinada pelo Plenário do Supremo

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, informou que submeterá na próxima quarta-feira ao plenário da Suprema Corte a sua liminar que suspendeu a decisão da Justiça Federal, que determinava que o menino Sean Goldman, de 9 anos, fosse devolvido imediatamente aos Estados Unidos. O menino se tornou alvo de disputa entre o pai norte-americano, David Goldman, e a família da mãe brasileira, Bruna Bianch, morta em 2008. Marco Aurélio analisou o caso a partir de uma ação apresentada pelo PP, questionando a sentença da Justiça Federal. Para o partido, a entrega da guarda do menino ao pai biológico levou em consideração a Convenção de Haia, mas desrespeitou a Constituição Brasileira, violando direitos como o dever de proteção à família, à criança e ao adolescente. Essa é uma grande bobagem, porque a Convenção de Haia, assinada pelo Brasil, e aprovada pelo Congresso Nacional, está incorporada à Constituição nacional. Para o partido, o menor não deve ser remetido aos Estados Unidos "de forma abrupta, decidida subitamente", uma vez que ele é brasileiro e tem o Brasil como sua residência habitual já há quase cinco anos. O PP não leva em consideração que o garoto foi subtraído do convívio do pai pela mãe, que se mudou para o Brasil e o abandonou, sem avisá-lo. Pela decisão da Justiça brasileira, o padrasto teria até às 14 horas desta quarta-feira para se apresentar com o menino no consulado dos Estados Unidos. David Goldman tenta recuperar a guarda o filho desde 2004, quando a brasileira Bruna Bianchi viajou para o Rio de Janeiro para visitar os pais e não voltou aos Estados Unidos. Em agosto de 2008, Bruna morreu durante o nascimento da primeira filha com o novo marido, o advogado João Paulo Lins e Silva. O caso é bem sintomático da Justiça no Brasil. Sobrenomes pomposos sempre conseguem uma medida judicial protetiva. Já casos do povo raramente chegam ao Supremo Tribunal Federal.

Supremo aponta que 150 parlamentares têm processo

Um total de 150 parlamentares respondem a processos no Supremo Tribunal Federal, informa levantamento publicado nesta quarta-feira no site Congresso em Foco. Em 2008, 143 respondiam a processos que tramitam no Supremo. De acordo com o levantamento, deputados e senadores respondem a 317 inquéritos ou ações penais no Supremo. Eram 281 no ano passado. O levantamento do site informa que as denúncias contra os congressistas incluem malversação de dinheiro público, corrupção e, até, estupro. O inquérito mais famoso dessa lista é o que apura o esquema do Mensalão.

Aécio Neves cobra do PSDB agenda eleitoral para 2010 e fala em nome de José Serra

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves, transformou nesta quarta-feira um encontro do "PSDB Mulher", em homenagem a ex-primeira-dama Ruth Cardoso, em palanque político. Aproveitando a ausência dos principais nomes do partido, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Aécio Neves cobrou a definição de uma agenda eleitoral para o partido enfrentar o "pós-governo Lula" e se esforçou para mostrar afinidade com o governador de São Paulo, José Serra. "Acho importante diferenciar as nossas propostas das que os candidatos do governo levarão. Temos que definir a agenda para saber de que forma vamos agir no pós-governo Lula. Teremos o que mostrar e comparar com aquilo que foi feito até agora. Serra, que não pode vir aqui hoje, pediu para eu fazer das palavras dele as minhas. Ninguém quebrará a unidade do País por vontade pública", disse ele.

CCJ da Câmara proíbe políticos de transferirem títulos eleitorais durante mandato

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira o projeto de lei do deputado federal André de Paula (DEM-PE) que proíbe prefeitos, governadores e o presidente da República de transferirem seus títulos eleitorais durante o mandato. O parlamentar quer, com a proposta, combater a figura do "prefeito itinerante", que modifica o domicílio no segundo mandato para disputar as eleições em municípios próximos no pleito seguinte. O relator do caso, deputado federal Vital do Rêgo Filho (PMDB-PB), recomendou a aprovação da proposta, que ainda será votada pelo plenário da Câmara.

Dilma Rousseff diz que trem-bala entre São Paulo e Rio de Janeiro estará pronto para a Copa de 2014

A ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse nesta quarta-feira que o trem-bala ligando São Paulo ao Rio de Janeiro estará pronto integralmente para a Copa de 2014. Dilma Rousseff ressaltou que o governo federal não fará todos os investimentos necessários para a Copa, que os estádios serão feitos pela iniciativa privada e que os Estados e municípios também contribuirão. "O governo está disposto a fazer uma avaliação de mobilidade urbana, da condição de transporte dos aeroportos e do transporte urbano. Mas, não dá para tentar agora, na hora final, colocar tudo como atribuição do governo federal", disse ela. De acordo com a ministra, o governo está concluindo os estudos para a criação de um instituto que será responsável por receber a tecnologia a ser transferida pela empresa que ganhar a licitação para a construção do trem de alta velocidade. O governo brasileiro tem interesse em receber tecnologia para construção de vias permanentes, trens, metrôs, sistemas elétricos, sistemas de comunicações, sistema de sinalização e outros equipamentos.

Obras concluídas do PAC consumiram 15% da verba prevista

As obras já concluídas do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) somam R$ 62,9 bilhões, o que representa 15,1% do valor total do programa e inclui gastos do governo federal, estatais e iniciativa privada. "O PAC é uma realidade irreversível. Qualquer tentativa de dizer que o PAC não existe ou que está empacado, falta com a verdade, é um absurdo", afirmou a ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Do Orçamento Geral da União foram gastos R$ 22,5 bilhões desde 2007, quando o programa foi lançado. Neste ano, foram executados R$ 3,7 bilhões, 18% do total previsto para o ano. Do total gasto em 2009, porém, apenas R$ 700 milhões é "dinheiro novo", ou seja, faz parte do Orçamento de 2009. Outros R$ 3 bilhões se referem a restos a pagar, recursos já previstos nos anos anteriores, mas que o governo não conseguiu executar. A ministra classificou como "bastante razoável" o fato de 335 ações das 2.446 previstas no programa terem sido concluídas.

Banco Central faz maior compra de dólares em 12 meses para segurar moeda

O Banco Central realizou no mês de maio uma série de atuações no mercado de câmbio no valor de US$ 2,748 bilhões, por meio da compra de dólares à vista. A maior operação aconteceu no dia 22, quando foram comprados cerca de US$ 1,2 bilhão. Essa é a maior intervenção desde abril do ano passado, quando o Banco Central comprou US$ 3,9 bilhões em um único mês. Naquela época, com o dólar em queda, a instituição vinha aproveitando para recompor as reservas internacionais. Em setembro, com o estouro da crise e a alta do dólar, as compras foram interrompidas e o Banco Central começou a vender a moeda estrangeira para injetar recursos no mercado. Durante a crise, o Banco Central C chegou a vender US$ 14,5 bilhões no mercado à vista. Esse processo durou de outubro a fevereiro. A partir de maio, no entanto, a queda na cotação levou o Banco Central a adotar novamente a estratégia de comprar dólares. As reservas internacionais estão hoje em US$ 205,576 bilhões, próximas do patamar em que se encontravam antes da piora na crise financeira internacional (US$ 207,5 bilhões).

Entrada de dólares no Brasil em maio é a maior desde abril de 2008

O fluxo cambial, que mede a entrada e a saída de dólares no País, ficou positivo em US$ 3,134 bilhões em maio, segundo dados do Banco Central. Nesse período, houve mais dólares entrando do que saindo do Brasil. Trata-se do melhor resultado desde abril do ano passado, quando US$ 6,7 bilhões entraram no País. A entrada de dólares no País é um dos principais motivos que vem pressionando a cotação da moeda norte-americana para baixo nas últimas semanas. O fluxo é dividido em duas partes. Na área comercial, o fluxo ficou positivo US$ 1,551 bilhão, diferença entre os dólares das exportações e das importações. O Banco Central considera também nessa conta os dólares que entram por meio de operações financeiras, como aplicações, investimentos, gastos e remessas. Nesse caso, o fluxo ficou positivo em US$ 1,583 bilhão, primeiro mês no azul desde março de 2008. Com o resultado de maio, o fluxo cambial voltou a ficar positivo no acumulado do ano, com um saldo positivo de US$ 1,59 bilhão. No mesmo período do ano passado, estava positivo em US$ 15,8 bilhões. Em 2009, saíram do País US$ 11,385 bilhões na área financeira. Esse resultado negativo foi compensado pela entrada de US$ 12,975 bilhões no comércio exterior.

Banco do Brasil reduz taxas e amplia prazos do crédito imobiliário

Depois do Bradesco e Nossa Caixa, o Banco do Brasil anunciou a redução na taxa de juros e a ampliação nos prazos para financiamento para imóveis residenciais e comerciais localizados em área urbana. A medida, que passou a valer a partir desta quarta-feira, engloba todas as modalidades de financiamento imobiliário no Banco do Brasil. A menor taxa efetiva praticada pelo Banco do Brasil no segmento passará de 8,9% ao ano mais TR (taxa referencial) para 8,4% ao ano mais a TR. O valor que pode ser financiado também subiu, indo de 80% a 90%, mas o limite de comprometimento máximo da renda líquida não deve ultrapassar os 30%. Já o prazo máximo do financiamento do Banco do Brasil passa dos atuais 300 meses (25 anos) para até 360 meses (30 anos), enquanto a faixa inicial de valor do imóvel financiado vai de R$ 120 mil para R$ 150 mil. O valor máximo do financiamento do Banco do Brasil é de R$ 450 mil para as operações do SFH (Sistema Financeiro da Habitação). Para imóveis com valor acima de R$ 500 mil, as taxas foram reduzidas de 12% ao ano mais a TR para 11% ao ano mais TR, na modalidade pós-fixada. A taxa pré-fixada nesse segmento foi reduzida de 15,08 % ao ano para 13% ao ano. O Banco do Brasil também ampliou de 60 para 72 meses o prazo máximo para financiamento de veículos novos. O valor máximo é de 80% do valor do veículo.

Reforma do setor de petróleo na Nigéria preocupa Petrobras e Total

A Petrobras e a francesa Total manifestaram preocupação com o projeto de reforma do setor de petróleo na Nigéria, nesta terça-feira, em um evento em Abuja. O diretor geral da Petrobras na Nigéria, Rudy Felix Ferreira, afirmou que a empresa brasileira apóia a reforma, mas precisa obter alguns esclarecimentos. "Devemos saber como passar de algo existente para algo novo. Quais são os ativos hoje? Quais serão os ativos amanhã e depois?", questionou o diretor da Total, Christophe de Margerie. "Devemos compreender as regras do jogo", completou Margerie, antes de afirmar que os contratos em vigor há anos na Nigéria estão submetidos a "um regime fiscal muito complexo". Os representantes das duas empresas estavam na capital nigeriana para a inauguração de Apko, um importante campo de petróleo que será operado pela Total na costa do delta do Níger.

Juiz aposentado embarcou no vôo 447 para comemorar aniversário em Paris

O juiz federal aposentado José Gregório Marques, que embarcou com a mulher, Maria Tereza Gregório Marques, no vôo 447 da Air France, pretendia comemorar seu aniversário na capital francesa. Segundo Maria da Conceição Marques, irmã do juiz, ele completaria 72 anos na segunda-feira. "Eles foram a passeio. Em dezembro eles foram para lá, para comemorar o aniversário dela. Agora eles voltaram para comemorar o dele", conta Maria da Conceição. Depois de se aposentar, o juiz passou a atuar como advogado no Rio de Janeiro, em escritório no qual a mulher, também advogada, e dois filhos, trabalhavam juntos. "Não temos mais esperança. Confiamos em Deus, primeiramente, que seja feita a vontade dele", diz a irmã do passageiro.

Autoridades avisam parentes de passageiros do vôo 477 sobre possível coleta para DNA

Parentes de passageiros do vôo 447 da Air France, desaparecido desde o último domingo, podem colher material para exames de DNA. Segundo Martin van Sluys, irmão da passageira Adriana van Sluys, autoridades informaram aos parentes que devem se preparar para a coleta de material, caso vítimas sejam localizadas. Familiares de ocupantes do vôo, em Paris, também serão submetidos à coleta de material para possível exame de DNA, informou Guillaume Denoix de Saint-Marc, porta-voz da associação de vítimas, nesta terça-feira.

Recuperada na Itália obra de Renoir roubada há quase 25 anos

A polícia italiana recuperou o quadro "Édipo Rei", de 1895, do pintor impressionista francês Pierre-Auguste Renoir (1841-1919), roubado em outubro de 1984, da casa de um colecionador de arte em Roma. A obra, um óleo sobre tela de 30 x 29 cm, foi recuperada há três dias na província de Treviso, noroeste da Itália, na residência de um colecionador de arte, depois que o proprietário avisou à polícia sobre a presença da pintura no local. A operação policial que levou à recuperação do quadro foi desenvolvida por agentes italianos em colaboração com a Interpol e colocou fim a uma investigação retomada em agosto de 2008. Durante a investigação, os agentes reconstruíram o caminho que o quadro percorreu nas últimas décadas. O quadro do pintor francês, no qual traços impressionistas de cores vivas recriam uma cena de fervor e apoio popular a um líder que leva um cetro, é inspirado em "Édipo Rei" (430 a.C.), tragédia do dramaturgo clássico grego Sófocles.

FAB vai investigar se mudança de altitude de Airbus da Air France foi determinante para desastre

A FAB informou nesta quarta-feira que a investigação sobre o que ocorreu com o vôo 447 da Air France irá apontar se a mudança de altitude do Airbus A330-200 foi determinante ou não para o sumiço do aparelho. Pilotos do AF 447 não seguiam a altitude prevista em seu plano de vôo quando a aeronave foi registrada pela última vez pelo radar de Fernando de Noronha, às 22h48 (horário de Brasília) do domingo. O plano de vôo previa que o Airbus deveria subir de 35 mil pés (10,7 quilômetros) para 37 mil pés (11,3 quilômetros) depois de passar pelo ponto virtual Intol (565 quilômetros ao norte de Natal). O avião, porém, se manteve a 35 mil pés à frente do ponto, segundo informou a FAB no dia do acidente. O coronel Jorge Amaral, subchefe de comunicação da FAB, informou que a aeronave pode mudar seu plano de vôo dependendo de eventos como turbulência, desde que solicite para subir ou descer. Aeronaves equipadas com radares e infravermelho devem manter as buscas durante toda a madrugada para tentar encontrar mais material do Airbus. Segundo o ministro da Defesa, Nelson Jobim, os destroços são indicativo certo de que o avião caiu no mar.

Ben Bernanke adverte que déficit pode afetar confiança dos mercados

O presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, pediu nesta quarta-feira que o governo dos Estados Unidos reduza o déficit histórico das contas públicas do país e advertiu que o problema pode minar a confiança dos consumidores e as perspectivas econômicas a longo prazo. Em depoimento ao Congresso, Bernanke manifestou sua preocupação com endividamento crescente do país:."A manutenção da confiança dos mercados financeiros requer que comecemos a planejar para restaurar o equilíbrio fiscal". O governo norte-americano elevou, no início de maio, sua previsão de déficit orçamentário para o atual ano fiscal, que se encerra em setembro. Na nova previsão, o déficit foi aumentado em US$ 89 bilhões, e agora está em US$ 1,84 trilhão. A recessão agravou o estado das contas públicas, tanto por causa dos menores ingressos fiscais quanto pelos bilhões de dólares já gastos para resgatar o setor financeiro. Bernanke afirmou que essa intervenção pública era "necessária e apropriada" para fazer frente à pior crise financeira desde 1930. Mas insistiu que era preciso mostrar "um forte compromisso com a sustentabilidade fiscal no longo prazo, caso contrário, não teremos estabilidade financeira nem crescimento econômico saudável".

Casal passageiro do vôo 447 comemorou bodas de ouro em maio

O casal Ferdinand Porcaro, de 79 anos, e Sonia Maria Cordeiro Porcaro, de 67 anos, embarcou no vôo 447 da Air France, que caiu no trajeto entre Rio de Janeiro e Paris, para visitar uma filha, que mora na Noruega. Moradores do Rio de Janeiro, eles haviam completado 50 anos de casamento no dia 5 de maio. Ferdinand era médico oftalmologista aposentado e morava no Rio de Janeiro desde 1963. Ele visitou Muriaé (MG), onde foi criado, há cerca de duas semanas, para comemorar o aniversário de casamento. "Estamos chocados. Ele era o mesmo que um irmão, tinha muito carinho por mim", afirma Nildo Coltinho, cunhado do oftalmologista. Coltinho conta que o casal fazia essa viagem praticamente todos os anos, para visitar a filha.

Sérgio Guerra admite que comunicação do PSDB falha e diz que usará estratégia do PT

Ao comentar as críticas do governador de São Paulo, José Serra, sobre a falta de organização do PSDB para as eleições de 2010, o presidente do partido, senador Sérgio Guerra (PE), partiu para o ataque contra o PT. Sérgio Guerra admitiu que o partido enfrenta problemas de comunicação interna, disse também que o partido vai se reinventar para próxima disputa eleitoral seguindo o modelo petista, mas sem "abuso de recursos públicos". Sérgio Guerra afirmou que José Serra teria dito que o PSDB é "débil" em comunicação. Para ele, o governador tem razão ao reclamar de falhas na estrutura de comunicação do partido. "Serra disse que nós éramos débeis em matéria de comunicação. Coisa que já vem dizendo algum tempo. Ele próprio atribuiu a nota 4,5 a vários governos do PSDB em São Paulo. Nós não somos como deveríamos ser. Nós deveríamos ser de fato melhores comunicadores", disse ele. O senador Sérgio Guerra está completamente errado. O PSDB tem sido ruim mesmo é de política. É o grande responsável por ter permitido a consolidação do governo Lula. E a crítica de José Serra parece ser um dos seus primeiros passos no sentido de acabar desistindo de sua candidatura à presidência da República.

Profundidade e relevo submarino podem prejudicar localização de caixa-preta do Airbus

Os franceses que investigam a queda do Airbus da Air France no Atlântico brasileiro disseram nesta quarta-feira que será difícil encontrar as caixas-pretas do aparelho e que, mesmo se achadas, talvez elas não ajudem a determinar o que aconteceu. O diretor do Escritório Nacional de Investigação e Análise, Paul-Louis Arslanian, disse que as caixas-pretas de um avião "não são a única ferramenta" usada para determinar as causas de um acidente e que, "às vezes, não contribuem com nada". "Não sou muito otimista" quanto às chances de as caixas-pretas serem encontradas, afirmou ele. Para o especialista, a profundidade do mar na região e o acidentado relevo marinho vão dificultar a localização dos dispositivos. Arslanian disse ainda que, "pelo menos por enquanto, a investigação será muito difícil". Mas destacou que, durante 40 dias, as caixas-pretas emitem sinais detectáveis a uma distância de até um quilômetro, o que pode ajudar as autoridades a encontrá-las. Para isso, no entanto, será preciso restringir de forma muito precisa a área de busca, explicou. Arslanian também afirmou que a investigação "apenas começou", motivo pelo qual ninguém pode falar das causas desta "catástrofe", "a pior" na história da aviação francesa.

Governo atrasa cronograma de projeto-piloto no pré-sal

O governo modificou o cronograma do projeto-piloto de Tupi, para retirar petróleo experimentalmente do pré-sal. Houve um atraso no cronograma, com a previsão para licença prévia para o empreendimento passando de junho deste ano para dezembro. Ainda assim, a obra é considerada em situação adequada pelo governo no balanço do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), divulgado nesta quarta-feira. A data de início da produção, porém, foi mantida em 31 de dezembro de 2010. O projeto piloto custará R$ 8 bilhões e terá produção de 100 mil barris de petróleo por dia.

Leilão de usina no Pará é marcado para 30 de setembro

O governo federal marcou para o dia 30 de setembro o leilão da usina de Belo Monte, no rio Xingu (PA). De acordo com o balanço do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), divulgado nesta quarta-feira, o Ibama deverá conceder a licença prévia para o empreendimento até o dia 30 de junho, um mês antes do previsto no último balanço, em fevereiro. A usina será a segunda maior do País, com potência de 11.181 MW, atrás apenas de Itaipu. A obra deverá ser concluída em 2014 e custará R$ 7 bilhões. De acordo com o balanço, a licença definitiva para a usina de Jirau, no rio Madeira (RO), deverá ser concedida até o dia 15.

Empresa francesa tem sistema de bóias que pode achar caixa-preta de Airbus


Empresa francesa tem sistema de bóias que pode achar caixa-preta de Airbus
A empresa francesa Acsa, especializada em acústica submarina, foi acionada pelo BEA (Escritório de Investigação e Análise francês) e pela Marinha francesa para ir ao local do acidente do vôo 447, que caiu no Atlântico após decolar do Rio em direção a Paris, conforme o jornal francês "La Provence". A empresa, baseada na cidade de Meyreuil, na região da Provença, desenvolveu um sistema que permite localizar com precisão caixas-pretas de aeronaves perdidas no mar. O sistema da Acsa consiste em bóias que ficam submersas e captam os sinais sonoros emitidos pela caixa-preta. A partir então de um sistema de posicionamento por satélite (GPS), é possível situar, por triangulação, a origem exata do sinal. Segundo o jornal "La Provence", as bóias são facilmente transportáveis por avião e demorariam de 7 a 8 horas para chegar às Ilhas do Cabo Verde, para então serem levadas de navio ao local do acidente. As caixas-pretas guardam as informações sobre o voo e a comunicação entre pilotos e são a principal fonte de investigação em acidentes aéreos. Além disso, elas são programadas para emitir sinais sonoros a cada segundo, durante pelo menos 30 dias após o acidente. As bóias da Acsa já foram utilizadas para achar, a mil metros de profundidade, a caixa-preta do Boeing 737, da Flash Airlines, que caiu no mar após sair de Sharm-el-Sheikh, no Egito, em janeiro de 2004. As bóias podem trabalhar com profundidades de até 3.000 metros.

Governo vai repassar contrato da pista do aeroporto de Guarulhos ao Exército

O governo irá rescindir o contrato com o consórcio responsável pela construção da pista e pátio do aeroporto de Guarulhos. De acordo com informações previstas no balanço do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), divulgadas nesta quarta-feira, isso deverá ser feito até o dia 15 de julho e, no dia seguinte, será celebrado convênio com o Exército, que ficará responsável pelas obras de adequação e ampliação do sistema de pistas e pátios do aeroporto internacional. Conforme o ministro Nelson Jobim, a rescisão do contrato será imediata. A obra está paralisada desde o dia 21 de março do ano passado e encontra-se em situação preocupante no balanço. O Tribunal de Contas da União determinou a revisão dos preços do contrato, o que não foi aceito pelo consórcio. O governo já deveria ter agido há muito tempo.

Aeronáutica localiza mais destroços do Airbus da Air France avião e óleo no Atlântico


Aeronáutica localiza mais destroços do Airbus da Air France avião e óleo no Atlântico
O Comando da Aeronáutica informou na manhã desta quarta-feira que foram localizados mais destroços na área de buscas ao Airbus da Air France que fazia o vôo 447 e desapareceu no Atlântico no último domingo, quando seguia do Rio de Janeiro para Paris. Entre os objetos localizados está uma peça de 7 metros de diâmetro, não identificada. O encontro dos objetos foi considerado importante pelo coronel Jorge Amaral, subchefe de comunicação da FAB. "Pode ser uma lateral, pedaço de asa, fuselagem ou pedaço da cauda, porém um pedaço de sete metros é considerável", afirmou Amaral. As peças serão analisadas em busca de um código de série para saber se são do Airbus que fazia o vôo AF 447 com 228 pessoas a bordo (216 passageiros e 12 tripulantes). Entre os ocupantes do vôo desastrado estão 58 brasileiros. Esta é a segunda vez que as equipes encontram destroços. Na terça-feira foram localizados poltrona, bóia de cor laranja, tambor, querosene e óleo. As peças encontradas nesta quarta-feira foram localizadas pelo avião-radar R-99, a 90 quilômetros ao sul do ponto onde foram encontrados objetos nesta terça-feira. O navio brasileiro Grajaú chegou nesta quarta-feira à região. No total, 11 aeronaves estão mobilizadas na Base Aérea de Natal e em Fernando de Noronha para o trabalho de busca. O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou que as buscas devem se concentrar sobre a caixa-preta, que pode estar situada em uma "profundidade que varia entre 2.000 e 3.000 metros" no oceano Atlântico.

Consultoria privada aponta perda de 532 mil empregos nos Estados Unidos em maio

A consultoria de recursos humanos ADP Employer Services projetou a perda de 532 mil postos de trabalho no setor privado dos Estados Unidos no mês de maio. A cifra foi superior às projeções de analistas do mercado, que esperavam um número em torno dos 525 mil. No mês passado, a mesma consultoria havia estimado a perda de 491 mil postos de trabalho em abril. A projeção da ADP ganhou importância cada vez maior nos últimos meses porque é vista como uma estimativa prévia do "payroll", o boletim do Departamento de Trabalho dos Estados Unidos, que traz dados sobre geração e eliminação de vagas, bem como a taxa de desemprego do período. Os números oficiais serão divulgados nesta sexta-feira. O desemprego é hoje uma das principais preocupações do mercado financeiro, devido a seus efeitos sobre o consumo, uma das principais alavancas da economia norte-americana.

Gazeta Mercantil concede férias coletivas após suspensão da circulação

Depois de quase 90 anos de circulação, o jornal Gazeta Mercantil deu férias coletivas a cerca de 100 pessoas que integram seu quadro de funcionários. A publicação do jornal está interrompida. O jornal, que era controlado pelo grupo Companhia Brasileira de Multimídia (CBM), tem cerca de R$ 200 milhões em dívidas trabalhistas. Na semana passada, a CBM publicou um comunicado, em sua página, na Internet, informando que, a partir do dia 1º, não responderia mais pela representação das marcas Gazeta Mercantil e Investnews. A Gazeta Mercantil agora volta ao antigo proprietário Luiz Fernando Ferreira Levy. Comunicado assinado pela Gazeta Mercantil S/A e Gazeta Mercantil Participações S/A diz que a interrupção é temporária "e, no menor tempo possível, a Gazeta Mercantil voltará a circular com os padrões de credibilidade, que constituíram seu paradigma de excelência, até o alijamento de Luiz Fernando Ferreira Levy da direção editorial, em virtude do qual este ficou impedido de exercer as funções e encargos de "guardião da marca", que os contratos com a CBM lhe atribuem". O presidente da Associação de Funcionários, Ex-Funcionários, Prestadores de Serviço e Credores do Grupo Gazeta Mercantil (Asfunprecre), Marcelo Moreira, ressaltou que a descontinuidade da publicação desvaloriza a marca, que já foi cotada em R$ 80 milhões. "A marca foi penhorada em nosso favor como garantia do pagamento de dívidas trabalhistas", afirmou. Segundo Moreira, são cerca de 300 ações em que a Gazeta Mercantil figura como ré. O presidente do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, José Augusto de Oliveira Camargo, disse que o sindicato está acompanhando "tudo de perto". "Nossa função é garantir que quaisquer que sejam as circunstâncias, os funcionários tenham seus direitos garantidos." Segundo uma funcionária do jornal, que preferiu não se identificar, os empregados não sabem se serão demitidos e também não têm respostas definitivas sobre seus empregos e salários. Ela disse que houve especulações sobre a demissão. "Na sexta-feira, devemos receber nossos salários e as férias", afirmou. A funcionária disse, ainda, que espera receber todos os seus direitos e que o grupo CBM afirmou que pagará o que deve aos funcionários do jornal. "Até agora não fomos formalmente demitidos, temos que esperar", completou. A assessora Roberta Costa afirmou que o grupo CBM é "sensível" e que, durante os 30 dias de férias coletivas dos funcionários, estudará "as possíveis realocações dentre as diversas áreas da empresa".