quarta-feira, 8 de julho de 2009

Lixo que chegou a Rio Grande deve retornar à Europa

A Procuradoria da República no município de Rio Grande solicitou à Polícia Federal a abertura de inquérito para apurar as responsabilidades sobre a importação de aproximadamente 740 toneladas de lixo doméstico proveniente da Inglaterra. Uma reunião preliminar foi realizada entre o Ministério Público Federal, Polícia Federal e Receita Federal, no sentido de articular o trabalho conjunto entre os órgãos públicos. O lixo, que chegou ao Brasil entre fevereiro e maio deste ano, foi embarcado no porto de Felixtowe, Inglaterra, fazendo escala em Antuérpia, na Bélgica. A procuradora da República em Rio Grande Anelise Becker informa que também já remeteu ofício à Câmara do Meio Ambiente da Procuradoria Geral da República, em Brasília, solicitando que seja feito um contato com o Ministério das Relações Exteriores, no sentido de que este informe o Reino Unido sobre os fatos, para que providencie o retorno do lixo à sua origem. No total foram identificados 40 contêineres no Porto de Rio Grande, o equivalente a oito contêineres (com o lixo já retirado) em Caxias do Sul, e mais 16 contêineres no porto de Santos, em São Paulo. A carga deveria conter polímeros de etileno (produto utilizado como isolante térmico na fabricação de plástico) para reciclagem, mas estava repleta de lixo doméstico. Há muito tempo é do conhecimento de procuradores da República, em Porto Alegre, que o Estado do Rio Grande do Sul é alvo da ação de máfias européias do lixo. Foi informado a procuradores que a máfia italiana do lixo está instalada no Rio Grande do Sul. Mais: há muitos anos entra lixo vindo do Exterior no Rio Grande do Sul. É fato comprovado que o lixão da Utresa, em Estância Velha, depositava lixo chegado da Europa na sua famigerada Vala 7. É fato comprovado que a famigerada Vala 7 contém contêiner inteiro enterrado nela. E é fato comprovado que essa famigerada Vala 7 contém milhares de galões contendo o ultra famigerado óleo ascarel, um óleo carginogênico. Entretanto, nenhuma medida é tomada pelas autoridades estaduais e federais. O que estão esperando, um monumental desastre ao estilo baía de Minamata, no Japão? Jackson Muller, ex-diretor técnico da Fepam, atua na Utresa como interventor técnico judicial designado pelo juiz Luis Filomena, e pelo promotor Paulo Vieira, de Estância Velha. Tânia Jungbluth, advogada de Jakson Muller, assumiu a defesa de Jaime Schneider, ex-secretário municipal de Planejamento da administração petista de Estância Velha, braço direito e esquerdo do ex-prefeito petista Elivir Desiam (o Toco). Jaime Schneider está denunciado em processo pelo crime agravado de mando de assassinato do colunista Mauri Martinelli, atentado que foi executado pelo pistoleiro Alexandre Ribeiro. Jaime Schneider é “fraterno amigo” do juiz Luis Filomena e do promotor Paulo Vieira. Jaime Schneider recebia “mensalão” de 5 mil reais do ex-dono da Utresa, engenheiro Luiz Ruppenthal. Quando os procuradores federais vão se mexer?

Ford registra volume recorde de vendas no País em junho

Em junho a Ford registrou seu melhor desempenho de vendas em 90 anos de presença no País, com 31,3 mil unidades emplacadas no varejo, segundo dados do Renavam. Esse volume representa crescimento de 30% com relação a maio, desempenho superior ao das vendas totais da indústria, que avançou 21,5% no mesmo período. De janeiro a junho foram emplacados 158,5 mil veículos da Ford no mercado interno, crescimento de 17% sobre igual período do ano passado, enquanto todo o mercado cresceu 3%. Com esse resultado, a Ford ampliou sua participação de mercado para 10,9%. O recorde de vendas da Ford em junho representou também o melhor desempenho de vendas este ano do Ka, do Fiesta e do Focus.

Senado aprova indicados ao conselho do MP e ao CNJ

O Senado Federal aprovou na noite desta terça-feira os nomes indicados para ocupar vagas no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Para o CNMP foram aprovadas as indicações de Cláudio Barros Silva, Achiles de Jesus Siquara Filho, Sandro José Neis, Taís Schilling Ferraz e Bruno Dantas Nascimento. Os nomes aprovados para o CNJ foram: Paulo de Tarso Tamburini Souza, Leomar Barros Amorim de Sousa, Walter Nunes da Silva Júnior, Milton Augusto de Brito Nobre, José Adônis Callou de Araújo Sá, Felipe Locke Cavalcanti, Jefferson Luis Kravchychyn, Jorge Hélio Chaves de Oliveira, Ives Gandra Martins Filho, Nelson Tomaz Braga e Morgana Almeida Richa.

Ministro da Economia da Argentina renuncia

Nove dias depois da derrota dos governistas na eleição parlamentar argentina, o ministro da Economia, Carlos Fernández, renunciou nesta terça-feira ao cargo, assim como o chefe de gabinete da Presidência da República, Sergio Massa, em mais um sinal de que as mudanças no governo populista peronista de Cristina Kirchner podem ser profundas, depois que o governo perdeu a maioria no Congresso nas eleições do último dia 28. No dia seguinte à derrota, a ministra da Saúde do país, Graciela Ocaña, havia renunciado, em meio a sinais de divergência no governo em relação à forma de combate à gripe suína. Na última quarta-feira, renunciou o secretário dos Transportes, Ricardo Jaime. O novo ministro da economia será o atual titular da Previdência, Amando Boudou, enquanto Aníbal Fernández ocupará o cargo de chefe de gabinete da Presidência. O resultado da eleição foi visto como uma dura derrota do casal Kirchner, que promovera a eleição parlamentar como um plebiscito sobre a gestão de Cristina. O próprio Néstor era o cabeça da lista de candidatos governistas em Buenos Aires, que ficou em segundo lugar, atrás da lista do principal candidato da oposição, Francisco De Narváez. O tropeço pode deixar Kirchner, um político que governou a Argentina com um estilo áspero e confrontador entre 2003 e 2007, fora da corrida para as eleições presidenciais de 2011.

Cade assina acordo com Sadia e Perdigão

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) confirmou a assinatura do acordo com as companhias Sadia e Perdigão "suspendendo" a fusão entre as empresas, até que ocorra o julgamento do ato pelo conselho. O acordo, cujo nome técnico é Acordo de Preservação da Reversibilidade da Operação (Apro), prevê que a Perdigão não poderá exercer o controle da Sadia e terá que manter as estruturas administrativas produtivas e comerciais íntegras e independentes. O acordo, porém, permite à Perdigão fazer a reestruturação financeira da Sadia. Para isso, entretanto, foi acertado um conjunto de regras que terão de ser seguidas pela empresa. De acordo com nota divulgada no início da noite desta terça-feira pela assessoria do Cade, esse último ponto atende às preocupações concorrenciais do órgão, "sem implicar ônus desnecessário aos negócios das empresas".

Ex-presidente da CSN comandará conselho do Ponto Frio

Os acionistas da Globex Utilidades, controladora do Ponto Frio, nomearam nesta terça-feira os novos membros do conselho de administração da rede varejista, que será presidido por Maria Silvia Bastos, ex-presidente da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Além dela, integrarão o comando da empresa também o ex-ministro da Fazenda, Pedro Malan; Abilio Diniz, proprietário da Companhia Brasileira de Distribuição, que engloba também o Pão de Açúcar; e o ex-presidente do Banco Central Francisco Gros. A presidência-executiva do Ponto Frio será ocupada por Jorge Herzog, que já pertencia aos quadros do Pão de Açúcar e que foi o responsável pela recuperação da rede Sendas, no Rio de Janeiro.