terça-feira, 14 de julho de 2009

Gripe suína já matou 15 pessoas no Uruguai

Subiu para 15 o número de mortos pelo vírus da gripe suína no Uruguai, informou nesta terça-feira o Ministério da Saúde Pública do país. A autoridade sanitária uruguaia informou também em comunicado que existem 132 pessoas hospitalizadas por causa da gripe suína, mas não divulgou o total atualizado de casos confirmados. Na última segunda-feira foi informado que 11 pessoas haviam morrido de gripe suína no país. A ministra da Saúde Pública, María Julia Muñoz, disse que "outros 165 casos foram confirmados em laboratórios".

Câmara de Blumenau arquiva projeto que informaria nomes de servidores na internet

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Vereadores de Blumenau barrou o projeto de lei que obrigava o município a publicar na internet informações sobre os servidores públicos. Dados como salário, contratos temporários, nome, cargo e local de trabalho estariam disponíveis na rede para qualquer pessoa ter acesso. O autor da proposta arquivada é o vereador Vanderlei de Oliveira (PT). A Comissão de Constituição e Justiça não liberou o projeto para votação por orientação da Procuradoria da Câmara, que deu parecer contrário à matéria por entender que era inconstitucional. Assim ficamos sabendo que esses gênios que dão assessoria jurídica na Procuradoria da Câmara de Blumenau são mais sabidos em Direito Constitucional do que os ministros do Supremo Tribunal Federal, que consideraram legal o projeto aprovado e colocado em prática pela prefeitura de São Paulo. Lastimavelmente, o Brasil é ilimitado em jecalhada. Mas, os “constitucionalistas” de Blumenau sabem o que fazem. Se fosse aprovado o projeto do vereador petista Vanderlei de Oliveira (atenção petista blumenauense, em São Paulo o seu partido é contra o projeto), a prefeitura de Blumenau seria obrigada a publicar as listas de todos os servidores. Entre elas a do Fundo Previdenciário do Município. E então todo mundo saberia que funcionários e professores da Fundação Universidade da Região de Blumenau estão aposentados ilegalmente e pendurados com gordas aposentadorias e pensões no erário público. Sabe por que são ilegais? Porque a FURB só foi tornada pública sete anos depois de promulgada a Constituição brasileira. E, por esta Constituição, o ingresso no serviço público só se dá por meio de concurso. Essa de transposição não existe. Mas, até agora, esse enorme escândalo, que beneficia os filhotes de gente bem colocado de Blumenau, são mantidos no privilégio porque o Tribunal de “Faz” de Contas de Santa Catarina se nega a tomar as contas da FURB. Ele faz de conta que as constas da FURB não são sua atribuição. Por isso Santa Catarina ainda é conhecida como um “far West” no Brasil. Outras fundações universitárias estão na mesma situação, e ninguém dá um jeito nesse escândalo catarinense. E o Ministério Público Estadual nada faz. Claro, como faria, se tantos promotores e procuradores são professores nessas Fundações?

Ministro Carlos Minc admite que pode ter havido injustiça na punição de frigoríficos do Pará

Durante encontro com prefeitos em Brasília, o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, admitiu nesta terça-feira que pode ter havido injustiça no caso em que pecuaristas e frigoríficos do Pará foram punidos em ação do Ministério Público Federal, acusados de causar desmatamento na Amazônia. Segundo questionou o prefeito de Ananindeua, Helder Barbalho, algumas fazendas sofreram injustiça, porque foram punidas com base apenas na notificação, sem que o caso tivesse sido julgado. Na avaliação de Carlos Minc, “pode ter sido cometida alguma injustiça” no caso do Pará, mas a medida foi importante porque grandes frigoríficos firmaram termos de ajuste para se adequar às exigências ambientais. “Isso vai obrigar todo mundo a correr atrás”, afirmou. Então tá..... Assim ficamos sabendo que ações terroristas do governo Lula são louváveis porque no final o objetivo do governo é atingido. Isso é petismo. Estado Democrático de Direito e justo processo não é com eles.

Receita Videversus – aprenda a fazer frango empanado ao estilo do Kentucky com a chef de cuisine Simone Nejar


Hoje vamos preparar pedaços de frango empanados numa mistura bem temperada. Os pedaços podem ser assados no forno ou fritos. O costume de comer frango assado empanado nos Estados Unidos, principalmente no Kentucky, gerou uma das marcas mais famosas, a Kentucky Fried Chicken, com seu ícone, o Coronel Harlan Sanders, um homem de cavanhaque parecendo ser um velho coronel do exército confederado da Guerra Civil Americana. A verdade é que como “fast food” este é um dos melhores quitutes americanos, especialmente se acompanhado de umas broas de milho e uma cumbuqinha de cole slaw (repolho picado com molho de nata azeda ou yogurte). Hoje trago uma receita do frango empanado do Kentucky, talvez a que tenha deliciado o Coronel Sanders. Vamos cortar um quilo de frango em pedaços médios (se preferir fritar em vez de assar, corte em pedaços menores). Vamos preparar uma receita para empanar o frango misturando numa tigela duas xícaras de farinha de trigo, duas colheres de amido de milho, uma colherinha de fermento para bolo, quatro colheres de sopa de óleo, uma colherinha de páprica, duas colheres de molho de tomate ou catchup, uma colherinha de molho de pimenta, uma colherinha de sal, algumas gotas de vinagre e uma xícara bem cheia de temperos frescos picados: sálvia, manjericão, manjerona, salsa e cebolinha. A mistura deve ficar com alguma consistência. Vamos passar os pedaços de frango por essa mistura e dispô-los numa assadeira forrada com papel manteiga. Levamos ao forno bem quente por mais ou menos quarenta e cinco minutos. Se preferir, frite os pedaços em óleo não muito quente para que a galinha não fique queimada por fora e crua por dentro. Atenção à temperatura do forno e do fogão. Sirva a seguir.

Senador petista João Pedro é eleito presidente da CPI da Petrobras

O senador João Pedro (PT-AM), indicado pela base do governo e eleito para a presidência da CPI da Petrobras, disse nesta terça-feira que a responsabilidade nas investigações sobre a empresa deve ser compartilhada por todos os senadores. O vice-presidente é o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) e Romero Jucá (PMDB-RR) é o relator. Com isso, os cargos de comando ficaram com o governo. Para João Pedro, que recebeu oito votos contra três da chapa de oposição de Álvaro Dias (PSDB-PR), a comissão de inquérito "vai engrandecer" o Senado e "expor trabalhos, pesquisas, compromissos e a importância da Petrobras". Vai ser exatamente o contrário, o Senado Federal vai demonstrar sua completa futilidade com esta CPI.

Argentina confirma mais 43 mortes e ultrapassa México em casos fatais de gripe suína

O governo da Argentina confirmou nesta terça-feira que já houve 137 mortes pela gripe suína no país, que passa o México, considerado foco da doença, e se torna o segundo país do mundo com mais mortes relacionadas à infecção. O avanço da gripe na Argentina coincide com o inverno no hemisfério sul, estação que favorece as infecções respiratórias. Em nota, o Ministério da Saúde argentino informou que no país já foram confirmados 3.056 casos da gripe. Mas, há cerca de uma semana, o ministro Juan Manzur disse que os infectados pelo novo tipo de vírus da gripe suína podem chegar a cerca de 100 mil. Até sábado, o governo argentino havia contabilizado 94 mortes. Com a confirmação de 43 novas mortes, o país passou o México (124) em número de mortos pela doença e agora só fica atrás dos Estados Unidos (211).

Presidente do BNDES defende investimento público contra crise

O investimento público é a ferramenta mais eficaz na recuperação da economia, na avaliação do presidente do BNDES, Luciano Coutinho. Segundo ele, a medida tem efeito direto sobre a demanda final de bens e serviços. Coutinho sugeriu que a alternativa economicamente mais eficiente a longo prazo para a política fiscal se desenvolver é o aumento do investimento público, "especialmente se as escolhas de projetos priorizarem aqueles de alto benefício econômico e social". "A avaliação do custo-benefício dos projetos é essencial para a escolha eficiente dos recursos públicos", disse Coutinho no seminário O Papel dos Investimentos Públicos na Promoção do Desenvolvimento Econômico e Social. O presidente do BNDES destacou que esse processo requer a execução prévia de estudos de qualidade, porque, de modo geral, o investimento mobiliza impactos sobre a cadeia de fornecedores de bens e serviços: "Isso multiplica a geração de empregos e de renda, tornando o investimento público mais eficaz do que outras alternativas, como a redução ou devolução de impostos e o aumento dos gastos correntes por meio da elevação de salários e de empregos formais”.

Governo confirma segunda morte por gripe suína em São Paulo e a quarta no País

A Secretaria de Saúde de São Paulo confirmou na noite desta terça-feira a segunda morte em consequência da gripe suína. É a quarta morte no País. Outras duas foram registradas no Rio Grande do Sul. A secretaria informou que a vítima é um homem de 28 anos, que morreu no último dia 10 no Hospital de Clínicas de Botucatu, a 238 quilômetros de São Paulo. Ele começou a apresentar os sintomas no dia 1 de julho. O homem, que não teve o nome divulgado, procurou o serviço médico no dia 4 e foi internado. O quadro clínico se agravou e ele foi encaminhado para a UTI no dia 7. O paciente não resistiu e morreu três dias depois. De acordo com a Secretaria da Saúde, uma investigação preliminar aponta que o paciente teve contato com argentinos e chilenos que estavam no Brasil. Nesta terça, a prefeitura de Osasco (Grande São Paulo), informou que exames comprovaram que a avó e três primos da menina de 11 anos que morreu no último dia 30 de junho em consequência da gripe suína também contraíram a doença. Em Santa Catarina, a Secretaria da Saúde confirmou nesta terça mais quatro casos da doença. Com isso, sobe para 60 o número de infectados no Estado. De acordo com a secretaria, os pacientes são um homem de 54 anos, morador de Florianópolis, que viajou para a Argentina; um africano de 37 anos, tripulante de um navio mercante procedente da Europa; uma criança de 8 anos, residente em Concórdia; e uma mulher de 40 anos, moradora de Florianópolis. As duas últimas tiveram contato com casos confirmados provenientes da Argentina. Uma das vítimas no Rio Grande do Sul é um menino de nove anos, morador de Sapucaia do Sul (RS), que morreu no último dia 5. O caso foi informado pela Secretaria da Saúde do Estado na última segunda-feira. Nesta terça-feira, outra escola fechou as portas em Porto Alegre, a Escola Maria Imaculada, no bairro Medianeira. Os alunos foram dispensados até o dia 3 de agosto. A escola tem 900 alunos. O Rio Grande do Sul tem 129 casos confirmados da gripe suína.

Consumidor quita dívidas e inadimplência no comércio cai em junho

A inadimplência no comércio caiu 22,67% no mês de junho em comparação com o mês de maio, segundo dados divulgados nesta terça-feira pela Confederação Nacional de Diretores Lojistas. A entidade atribuiu o resultado aos ganhos reais de renda dos trabalhadores e também à queda nas taxas de juros. De acordo com o presidente da CNDL, Roque Pelizzaro Junior, o consumidor também teve a preocupação de quitar as dívidas para as compras do segundo semestre, como o Natal, além de um maior rigor na concessão do crédito. No acumulado do ano, a inadimplência no comércio teve queda de 6,11% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Dos que estão inadimplentes com o comércio, a maioria são as mulheres (56,35%) e, por faixa etária, a maioria dos devedores tem entre 30 e 39 anos (27%).

Estados Unidos detiveram 792 mil imigrantes ilegais em 2008 e expulsaram 359 mil

O governo dos Estados Unidos deteve cerca de 792 mil imigrantes ilegais, 88% deles mexicanos, e expulsou do país quase 359 mil durante o ano fiscal de 2008, informou nesta terça-feira o Departamento de Segurança Nacional. No período, que terminou em 30 de setembro passado, as capturas de imigrantes ilegais pela patrulha de fronteiras diminuíram 17% em relação ao ano anterior, e representaram 91% de todas as detenções de estrangeiros irregulares no país. No ano fiscal 2008, a patrulha de fronteiras capturou 723 mil imigrantes ilegais, 705 mil deles no limite sul dos Estados Unidos. Em 2007, tinha detido 960 mil e, em 2006, 1,2 milhão de pessoas. "Em 2008, como a cada ano desde 1988, o setor de Tucson (Arizona) teve o maior número de capturas", assinalou o relatório, com 317 mil detenções. As outras regiões que lideraram a lista de capturas são a de San Diego (Califórnia), com 162 mil; Rio Grande Valley (Texas), com 75 mil; Laredo (Texas), com 43 mil; El Centro (Califórnia), com 40 mil; e El Paso (Califórnia) com 30 mil.

Relator da CPI, Romero Jucá diz que recebeu de Lula orientação para "cuidar" da Petrobras

O relator da CPI da Petrobras e líder do governo no Senado Federal, senador Romero Jucá (PMDB-RR), disse que recebeu do presidente Lula a recomendação de "cuidar" da empresa. Deus livre e proteja os cidadãos brasileiros.... Romero Jucá não descartou propor mudanças para o controle de execução orçamentária da estatal. Segundo ele, a orientação do presidente é natural porque ele se preocupa com a empresa: “O presidente recomendou que eu cuidasse da Petrobras. O presidente é preocupado com a Petrobras, é uma grande empresa, mas disse que nós fossemos na investigação e cumprissemos o nosso papel". O nome de Romero Jucá foi apresentado pelo líder do PT no Senado Federal, o inefável senador Aloizio Mercadante (SP), após uma discussão com o Palácio do Planalto. O peemedebista é considerado um fiel aliado do governo, mas enfrentou a resistência do líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), que relutava em confirmar seu nome.

Oposição quer investigar na CPI da Petrobras a Fundação Sarney

Na tentativa de reforçar a imagem de caixa preta da Petrobras e pressionar o governo Lula, a oposição apresentou nesta terça-feira, na CPI da Petrobras, requerimentos que envolvem além da estatal, o PT e o presidente do Senado Federal, senador José Sarney (PMDB-AP). São 22 pedidos de documentação da estatal e quatro de convocação, além de dois de convites de autoridades para prestarem esclarecimentos sobre denúncias feitas contra a Petrobras. Os oposicionistas decidiram pedir que a CPI investigue a denúncia de que a Fundação José Sarney desviou recursos de um patrocínio cultural da Petrobras. A oposição pede cópia de todas as prestações de contas de verbas recebidas da estatal pela Fundação Sarney. Os requerimentos solicitam ainda que os promotores João Guimarães Jr e José Carlos Blat, do Ministério Público de São Paulo, sejam convidados a falar sobre doações irregulares da estatal à Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop), ligada ao PT (já teve como presidente o deputado federal Ricardo Berzoini, atual presidente do PT), e o empresário Boris Gorentzvaig, da Petroplastic, para falar sobre a incorporação da Petroquímica Triunfo à Braskem. A oposição quer cópia de todas as investigações do Ministério Público, Polícia Federal, Tribunal de Contas da União que tem a estatal como alvo. Também foram requisitadas as auditorias internas que analisam a movimentação financeira da empresa. A oposição defende a convocação dos empresários Valdir Lima Carreiro e Laudezir Carvalho Azevedo, da Iesa Óleo e Gás; o gerente executivo de Comunicação Institucional da estatal, Wilson Santarosa; a secretária da Receita Federal, Lina Vieira; e do ex-gerente de Comunicação da área de abastecimento da Petrobras, Geovane Moraes.

Lula elogia Collor e Renan em Alagoas e diz que pretende ajudar a eleger sua sucessora

O presidente Lula disse nesta terça-feira, em Alagoas, que pretende fazer sua sucessora na Presidência da República. Sem mencionar o nome da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), Lula disse que vai ajudar a eleger seu "sucessor" ou "sucessora". "Está chegando o ano eleitoral e eu não posso falar de eleição. Mas eu só vou dizer uma coisa para vocês. Podem escrever, eu vou fazer, eu vou ajudar a eleger a minha sucessora neste País. Ou sucessor", afirmou Lula no discurso de inauguração de uma adutora em Palmeira dos Índios, em Alagoas. Lula negou que a inauguração tivesse caráter eleitoral e lembrou que o governador de Alagoas, Teotênio Vilela (PSDB), é de oposição. "Quem viu o discurso do Teo sabe perfeitamente bem que o Teo é um companheiro de um outro partido político, de um partido político que, certamente, terá um adversário para nos enfrentar. O que aconteceu aqui é que a gente não está pensando em 2010, a gente não está pensando nas próximas eleições. A gente está pensando é que esse povo de Palmeira dos Índios merece ser tratado com dignidade”.

Oposição critica governistas por CPI "chapa branca" para investigar Petrobras

A oposição aproveitou o início dos trabalhos da CPI da Petrobras nesta terça-feira para afirmar que vai fazer uma investigação técnica, e não política da estatal (por isso essa oposição é aquela dos sonhos de Lula, porque todo trabalho de oposição é político e deve ser político, claro, com fundamento técnico, mas quem começa já se desculpando, certamente não fará bom trabalho, já está meio entregue). Os parlamentares do PSDB reclamaram que o governo Lula emplacou uma CPI chapa branca ao concentrar os cargos de comando. O senador Álvaro Dias (PSDB-PR), autor do pedido de criação da CPI da Petrobras, afirmou nesta terça-feira, durante a instalação da comissão, que a investigação da estatal é uma medida "patriota". "É um ato patriótico investigar qualquer suspeita de irregularidade da maior empresa do Brasil. Temos que valorizar a empresa e recolocar no patamar técnico que ela sempre ocupou a empresa de maior domínio de exploração de petróleo em águas profundas", afirmou ele. Álvaro Dias reclamou da resistência dos governistas em dividir com a oposição os cargos de comando da CPI: "O que lamentamos é o fato de não respeitarmos agora a tradição do Senado Federal, de que uma CPI tenha no seu comando, uma divisão de responsabilidade entre maioria e minoria. Sempre foi assim. A candidatura da oposição tem o sentido de marcar posição política em razão ao desrespeito à tradição. Não há pretensão de vencer no voto, já que o resultado é conhecido. É manifestar o inconformismo da atitude governista de não compartilhar para a realização dos trabalhos", disse. O líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), também reforçou às críticas e chamou de golpe a exclusão da oposição nos cargos de comando.

PSDB cria blog sobre CPI da Petrobras

Para amplificar seus esforços no sentido de que funcione a CPI da Petrobras, contra o boicote ostensivo do governo Lula e do PT e seus aliados, o PSDB criou um blog para divulgar informações sobre a Comissão, instalada nesta terça-feira no Senado Federal. No blog os tucanos já começam alfinetando o PT, ao dizer que querem devolver a estatal "ao seu verdadeiro dono que é o povo brasileiro". No editorial, o PSDB alfineta o PT ao dizer que deseja "desmascarar mentiras". Os tucanos afirmam que, ao contrário do que se diz, o PSDB não quebrou o monopólio da estatal de prospectar petróleo no País. "O monopólio, que era da União, continua. O que acabou foi a exclusividade da Petrobras em exploração e produção, processo responsável pela atração de novos investimentos e votado democraticamente pelo Congresso Nacional", diz o texto. O PSDB postou o requerimento de criação da CPI para detalhar o objetivo da comissão, que é apurar denúncias de sonegação fiscal e irregularidades no repasse de royalties a prefeituras. Para você acessar o blog do PSDB sobre a CPI da Petrobras, clique aqui ou copie e cole o link a seguir: http://petrobrasblogdacpi.blogspot.com/

Vice-prefeito de Pelotas fica em isolamento após apresentar sintomas da gripe suína

O vice-prefeito de Pelotas (RS), Fabrício Tavares, está em isolamento domiciliar desde o início da semana após apresentar sintomas da gripe suína. O político apresenta tosse, febre, dores pelo corpo e indisposição. De acordo com a prefeitura do município, Tavares não teve contato direto com nenhum caso da doença, mas um parente seu esteve em contato com um paciente que viajou recentemente para a Austrália e para o Chile e teve o diagnostico da doença confirmado. Tavares está em repouso, usa máscara e está sendo monitorado pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde. O colégio militar de Porto Alegre antecipou as férias programadas para a próxima sexta-feira após 113 alunos ficarem em isolamento domiciliar devido a sintomas de gripe suína.

Senadores começam a pedir a renúncia de José Sarney

O presidente do Senado Federal, senador José Sarney (PMDB-AP), enfrentou nesta terça-feira o primeiro pedido para que renuncie ao comando da instituição. O senador Pedro Simon (PMDB-RS), conhecido por fazer discursos do gênero (o que é sua grande especialidade), iniciou o movimento e foi seguido pelos colegas Cristovam Buarque (PDT-DF) e José Nery (PSOL-PA). Os senadores alegam que a situação de Sarney se complicou porque ele mentiu em plenário ao negar que tinha responsabilidade administrativa sobre a Fundação José Sarney acusada de ter desviado recursos da Petrobras. O líder do PSDB, senador Arthur Virgílio (AM), subiu à tribuna e anunciou que vai protocolar uma nova denúncia no Conselho de Ética contra Sarney por quebra de decoro parlamentar. Arthur Virgílio afirmou que Sarney "mentiu" na cadeira da presidência ao negar responsabilidade pela fundação que leva seu nome. Ele já apresentou outras duas denúncias contra o presidente da Casa, que também foi alvo de representação do PSOL no colegiado. "Quero dizer que eu não tenho nenhuma responsabilidade administrativa naquela fundação, mas o que eu sei é que ela teve um projeto aprovado pela Lei Rouanet sujeito a um patrocínio da Petrobras, assim como evidentemente muitos memoriais de presidentes da República já receberam. De acordo com a lei, essa prestação de contas já foi encaminhada ao Ministério da Cultura e compete ao Tribunal de Contas da União em qualquer irregularidade a atribuição de julgá-la", disse Sarney, na semana passada, em plenário. Arthur Virgílio lembrou que o ex-senador Luiz Estevão (PMDB-DF) foi cassado, em 2000, porque os senadores consideraram que ele mentiu ao negar seu envolvimento com a Construtora Ikal e o grupo Monteiro de Barros no superfaturamento das obras do Forum Trabalhista de São Paulo. O estatuto da Fundação Sarney desmentiu a versão de Sarney. Segundo o documento, além de fundador, o peemedebista é presidente vitalício da fundação que leva o nome dele; preside o conselho curador da entidade; e assume à frente da fundação responsabilidades financeiras. A suspeita é que a Fundação Sarney desviou ao menos R$ 500 mil dos recursos repassados pela Petrobras para patrocinar um projeto cultural. O recurso teria sido desviado para empresas fantasmas e empresas da família do senador peemedebista.

Senador Efraim Morais pede auditoria do TCU nos contratos do Senado Federal

O senador Efraim Morais (DEM-PB) anunciou nesta terça-feira que encaminhará ofício ao Ministério Público Federal e ao Tribunal de Contas da União solicitando auditoria em todos os contratos realizados pelo Senado Federal desde 2003. A medida, observou, é uma resposta à denúncia publicada na revista "Isto É" desta semana, segundo a qual Efraim teria recebido comissão de 30% para que empresas fossem incluídas como fornecedoras do Senado Federal. "Não vou fazer defesa porque não há como refutar o que não existiu", afirmou Efraim Morais.

Demanda por celulose se mantém e Suzano reafirma plano de investimentos

A Suzano Papel e Celulose anunciou nesta terça-feira a manutenção do plano de investimento de US$ 6,6 bilhões até 2018. A intenção é reforçada principalmente pelo crescimento da demanda global por celulose oriunda do eucalipto, impulsionada pelo mercado chinês. O presidente da companhia, Antônio Maciel Neto, explicou que as vendas da Suzano ficaram estáveis no primeiro semestre, na comparação com igual período em 2008. Este quadro deveu-se basicamente ao mercado chinês, cujas compras compensaram a retração dos tradicionais mercados europeu e norte-americano. De janeiro a junho, as importações totais chinesas de celulose cresceram 60%, de acordo com o executivo. Em relação às vendas da Suzano, o mercado chinês absorveu 50% do total. Antes da crise, o país asiático era destino de algo entre 20% e 30% das exportações da companhia. "Os chineses tinham estoques muito reduzidos no início da crise. Além disso, estão substituindo a produção local, que é mais cara e poluente, e a própria economia local se mantém em alta", afirmou Maciel Neto. A China passou a ocupar o posto de principal mercado da Suzano, substituindo a Europa. O Velho Continente é o destino de entre 30% e 35% das exportações da empresa. Anteriormente, esta proporção atingia os 50%. As vendas para a América do Norte representam cerca de 10% do total. Maciel Neto observou que fatia da China nas compras da Suzano tende a cair para um patamar entre 30% e 40%, com a retomada dos tradicionais mercados.

Depoimento aponta que esquema na Funasa foi usado para beneficiar campanhas no Tocantins

Depoimentos colhidos pelo Ministério Público Federal em inquérito que apura desvio de verba de convênios da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) no Tocantins indicam que o esquema foi usado para beneficiar campanhas eleitorais e teve a participação do secretário estadual de Infraestrutura, José Edmar Brito Miranda, pai do governador Marcelo Miranda (PMDB). O peemedebista teve seu mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral no último dia 26 por abuso de poder político nas eleições de 2006, mas continuará no cargo até o julgamento dos recursos. Ouvido pelo Ministério Público no dia 15 de junho, o engenheiro Francisco de Paula Vitor Moreira afirmou que entre os beneficiados estariam "candidatos do PT e de outras agremiações" indicadas por João dos Reis Ribeiro Barros, ex-coordenador regional da Funasa no Tocantins, afastado do cargo pela Justiça após a descoberta das fraudes. Preso em 27 de maio durante a Operação Covil, da Polícia Federal, Moreira é apontado pelo Ministério Público como o articulador do grupo. O engenheiro disse ainda que o deputado federal Osvaldo Reis (PMDB-TO) recebeu R$ 700 mil em 2008 de uma empreiteira para beneficiá-la na disputa de uma licitação. O esquema, conforme o Ministério Público Federal, começava a ser definido na discussão das emendas de bancada dos congressistas do Tocantins. Moreira afirmou, em seu depoimento, que Barros lhe disse que Osvaldo Reis incluiu nos R$ 30 milhões das emendas obras de água e esgoto nas cidades de Pedro Afonso e Bom Jesus do Tocantins, indicadas pelo pai do governador, em 2008. Ainda segundo o depoimento, Reis e Brito Miranda definiriam as empresas que ganhariam as licitações das obras. Ele afirmou também que "o acerto incluía o pagamento de 5% para o deputado autor da emenda, 5% ao prefeito e 2% para João dos Reis Barros". Em maio, na Operação Covil, a Policia Federal vasculhou salas e computadores da secretaria dirigida pelo pai do governador. Em um ano de investigação, a Controladoria Geral da União e o Ministério Público Federal detectaram desvios de quase R$ 4 milhões nas obras. Desse total, R$ 2.835.427,84 ocorreram somente nos convênios de Pedro Afonso e Bom Jesus, onde foram constatados sobrepreços e serviços superfaturados e não realizados, conforme ação civil pública movida pela Procuradoria. Outro que depôs ao Ministério Público, o engenheiro Lázaro Harleu Assis, preso na mesma operação, disse ter denunciado que as obras estavam sendo executadas sem "funcionalidade, visando apenas serviços mais lucrativos para o consórcio". A Funasa é um dos órgãos mais corruptos do governo Lula.

Planalto interfere na composição da CPI da Petrobras e cobra indicação de aliado fiel

Faltando poucas horas para a instalação da CPI da Petrobras, nesta terça-feira, o governo Lula interferiu descaradamente na composição dos cargos de comando da comissão. Mensageiros de Lula procuraram o líder do PMDB no Senado Federal, senador Renan Calheiros (AL), e cobraram a indicação de um candidato extremamente fiel. O mais cotado era o senador João Pedro (PT-AM). Renan Calheiros articulava com outros líderes governistas a indicação do ex-presidente Fernando Collor (PTB-AL) e defendia que era preciso para o comando das investigações da estatal um senador mais independente em relação ao Palácio do Planalto. O líder do PMDB acreditava que o nome não teria resistência porque o ex-presidente tem se aproximado da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil).

Fortuna do casal Kirchner cresceu 158% em 2008

A fortuna da presidente da Argentina, Cristina Kirchner, e de seu marido, o ex-presidente Nestor Kirchner, cresceu 158% em 2008, chegando a US$ 12 milhões (R$ 23,7 milhões). Os números foram destaque nos jornais argentinos nesta terça-feira, baseados nas declarações de patrimônio do casal. O aumento no patrimônio da presidente e do ex-presidente da Argentina se deve, segundo eles, aos ganhos com a venda de 16 imóveis na Província de Santa Cruz, que renderam US$ 3,8 milhões (R$ 7,5 milhões). Durante o ano passado, os depósitos bancários do casal também triplicaram, chegando a US$ 8,4 milhões (R$ 16,6 milhões), segundo a declaração patrimonial apresentada ao gabinete anticorrupção da argentina no começo do mês, e publicada nos jornais "La Nación" e "Crítica". De acordo com a declaração, o patrimônio dos Kirchner é composto de 28 imóveis, que valem US$ 3,8 milhões, quatro empresas no valor de US$ 4,8 milhões e uma conta bancária de US$ 8,4 milhões. O casal também é credor de US$ 99 mil e devem cerca de US$ 5 milhões. Em janeiro de 2008, o casal vendeu um terreno de 20 mil metros quadrados em El Calafate, na Patagônia, por US$ 1,65 milhão (R$ 3,2 milhões), que havia comprado dois anos antes por US$ 34 mil (R$ 67,3 mil). O casal já havia sido acusado criminalmente por comprar terras públicas na região, que tem como fiscal a sobrinha dos Kirchner, Natalia Mercado. O advogado Álvaro de Lamadrid, que trouxe à tona as denúncias, reclama que o processo criminal está parado por obstrução de Natalia Mercado. O jornal "La Nación" apurou que a fortuna do casal se multiplicou por seis desde 2003, quando Néstor Kirchner assumiu a presidência. Alguma dúvida sobre a probidade do casal populista peronista?!!!

Superintendentes da Receita se reúnem com Lina Vieira

Os superintendentes regionais da Receita Federal estão reunidos nesta terça-feira com a secretária da Receita, Lina Maria Vieira, que já foi demitida pelo governo Lula. Sete dos dez superintendentes do órgão ameaçam deixar seus cargos em solidariedade à secretária. Na semana passada, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, informou a Lina que ela seria substituída no cargo. Ainda não foi escolhido seu substituto, por isso, a demissão não foi oficializada. Lina Vieira foi demitida por causa da investigação da Receita Federal em relação à mudança contábil realizada pela Petrobras. O órgão considera ilegal a alteração contábil que possibilitou à estatal compensar tributos no valor de R$ 4 bilhões. Lula está preocupado que a substituição dê mais fôlego para a oposição na CPI da Petrobras.

Receita Federal apura fraude na importação de itens de luxo

A Receita Federal, junto com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, iniciou nesta terça-feira a Operação Porto Europa, que busca apreender provas de fraude na importação de artigos de luxo, envolvendo a empresária Tania Bulhões, que atua no ramo de perfumes e decoração. De acordo com a Receita Federal, os mandados, expedidos pela Justiça Federal de São Paulo, abrangem as lojas e residências dos beneficiários do esquema, e ainda escritórios de contabilidade. Após um ano de investigação, a Receita Federal apurou que a organização criminosa cometeu, nos anos de 2004, 2005 e 2006, ações de "laranjas" e subfaturamento em importações, além de crimes como descaminho, sonegação fiscal e falsidade ideológica. Segundo a Polícia Federal, durante a operação foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão em dois escritórios de contabilidade, duas residências e três lojas. Em um dos endereços foram apreendidos R$ 500 mil em dinheiro. O esquema consistia em substituir, nos documentos de importação, o real importador e os reais fornecedores, respectivamente, por tradings brasileiras e por empresas exportadoras "de fachada", com sede em Miami, nos Estados Unidos. Desta forma, o grupo conseguia ocultar da Receita Federal tanto os reais beneficiários quanto os verdadeiros valores transacionados na operação. Ainda segundo a Receita, havia duas exportadoras "de fachada" sediadas no mesmo endereço em Miami. Enquanto a primeira simulava uma aquisição dos reais fornecedores, majoritariamente sediados na Europa, a segunda se encarregava de remeter as mesmas mercadorias ao Brasil com valores correspondentes, em média, a 30% dos valores originais. As faturas comerciais falsas eram apresentadas aos servidores da Receita Federal nos trâmites de importação.

Senador Arthur Virgílio sugere quebra de decoro por parte de José Sarney

O líder do PSDB no Senado Federal, senador Arthur Virgílio (AM), encaminhou nesta terça-feira ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar nova denúncia contra o presidente do Senado, senador José Sarney. Ele pede que o órgão instaure processo disciplinar para verificar se houve quebra de decoro parlamentar por parte de Sarney. Arthur Virgílio disse considerar que o presidente da Casa teria mentido ao afirmar que não participa da administração da Fundação que leva o seu nome. O senador também encaminhou pedido ao Tribunal de Contas da União para que realize auditoria na obra de reforma do prédio do Palácio do Planalto que ele diz não ter sido incluída no Plano Plurianual de Investimento (PPA 2008-2011).

Instituto Butantã terá de doar 10% das vacinas produzidas contra a gripe suína para a OMS

O Instituto Butantã terá de doar 10% de sua produção de vacinas contra a gripe suína para a Organização Mundial da Saúde (OMS). A agência alertou que a disseminação da gripe é "inevitável" e que todos os países precisarão comprar a vacina. Mas alerta: não haverá vacina para todos e 1,8 bilhão de doses já foram compradas por países ricos. Para a diretora-geral da OMS, Margaret Chan, a questão das patentes voltará ao centro dos debates. Sem vacinas para todos, a OMS apresentou estratégias que poderão ser usadas: profissionais de saúde devem ser priorizados, além de pessoal do setor de infraestrutura essencial, como segurança e aeroportos. “Eles são os mais expostos”, disse Marie-Paule Kieny, diretora de vacinas. A vacina fica pronta em outubro e deve chegar ao mercado em dezembro, após testes clínicos. Dentro da OMS, o temor é de que chegue tarde, pois a segunda onda da gripe no Hemisfério Norte pode se iniciar com o inverno. Por isso, governos com recursos negociam com empresas. Em contratos já concluídos, a OMS estima que 1 bilhão de doses estejam comprometidas. O presidente do Butantã, Isaías Raw, afirma que "vários produtores do mundo assumiram" o compromisso de doar doses à Organização Mundial da Saúde.