sábado, 12 de setembro de 2009

Repsol anuncia descoberta do maior campo de gás de sua história na Venezuela

A companhia petrolífera hispano-argentina Repsol YPF, em consórcio com a italiana Eni, descobriu, no litoral do golfo da Venezuela, o maior campo de gás natural de sua história e um dos maiores do mundo, o Perla I. A informação foi divulgada na sexta-feira pela empresa. O campo poderia conter entre sete e oito trilhões de pés cúbicos de gás, equivalente a mais de cinco anos de consumo em um país do tamanho da Espanha, por exemplo. Perla I está situado em águas do oeste do país, a uma profundidade de 60 metros, mais precisamente no bloco Cardon IV, no qual a Repsol trabalha desde 2006. A jazida de gás poderia se estender por uma superfície de 33 quilômetros quadrados e ter uma espessura de 240 metros.

FMI afirma que crise financeira passou, mas desemprego ainda vai se agravar

O diretor-geral do FMI (Fundo Monetário Internacional), Dominique Strauss-Kahn, afirmou que, embora a economia global tenha saído do problema financeiro, a crise econômica não acabou, uma vez que a dimensão social, em particular o desemprego, continuará a se agravar ao menos até meados de 2010. Em entrevista publicada na sexta-feira pelo jornal "Le Monde", Strauss-Kahn disse que não se deve acreditar que a crise "ficou para trás". "A alta do desemprego não cessará antes da segunda metade de 2010, ou seja, que para quem infelizmente perdeu seu emprego em novembro a crise não ficou para trás, mas está na frente", explicou.

Deputados aproveitam aumento do Supremo para tentar reajustar seus próprios salários

Um grupo de deputados quer pegar carona no aumento salarial aprovado esta semana pela Câmara dos Deputados para os ministros do Supremo Tribunal Federal e colocar em discussão um projeto que equipara os salários dos três Poderes. Os parlamentares articulam nos bastidores a elaboração de uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) para assegurar que os vencimentos da Suprema Corte sejam repassados para deputados, senadores e para o presidente da República. Se a proposta de reajuste do Supremo também for aprovada pelo Senado, os ministros vão passar a ganhar R$ 25.725,00 logo após aprovação, e R$ 26.723 a partir de fevereiro de 2010. Atualmente, o salário dos ministros é de R$ 24.500,00, guardando uma diferença de R$ 7.988,00 para o salário dos deputados, que é de R$ 16.512,00 e de R$ 13.080,00 para o vencimento do presidente Lula, que é de R$ 11.420,00.

Lula comemora PIB e diz que Brasil estava “mais preparado que todos os ricos”

O presidente Lula comemorou na sexta-feira o desempenho da economia brasileira um ano depois do aprofundamento da crise financeira global, dizendo que o governo tomou as medidas no momento certo para evitar que o País sofresse como o restante do mundo. "Esse país realmente estava mais preparado que todo o mundo desenvolvido para enfrentar a crise econômica, mais do que toda a Europa e mais do que os Estados Unidos", disse Lula em evento em Pernambuco. As declarações do presidente ocorreram horas depois de o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revelar que o Brasil saiu da recessão técnica. Depois de dois trimestres de queda, o Produto Interno Bruto do País cresceu 1,9% no segundo trimestre do ano na comparação com os primeiros três meses. Lula também criticou aqueles que, segundo ele, tiveram "pânico" porque acreditaram mais nas manchetes de jornais. "Teve gente que desativou totalmente qualquer investimento, teve gente que deu férias coletivas no mês de dezembro, teve gente que deu férias coletivas no mês de janeiro", comentou: "Acho que foi um erro de pessoas que preferiram acreditar muitas vezes numa mentira bem contada do que acreditar numa verdade nua e crua que estava acontecendo”.

PPS vai entrar com ação no TSE contra Lula por propaganda eleitoral antecipada

O PPS vai ingressar nos próximos dias com ação no Tribunal Superior Eleitoral contra o presidente Lula por propaganda eleitoral antecipada. O presidente do partido, Roberto Freire (PE), disse que Lula agiu politicamente, com fins eleitorais, durante cerimônia realizada pelo governo em Fortaleza, na última quinta-feira, na qual fez campanha a favor da ministra Dilma Rousseff, candidata do partido à Presidência da República. O PPS vai pedir que Lula, além de pagar multa pela propaganda antecipada, também tenha que ressarcir os cofres públicos pelos custos do evento. "Ele só vai se preocupar em respeitar a lei no dia em que o seu bolso for atingido. Estou vendo se é possível solicitar o ressarcimento de Lula, como pessoa física, para sair do seu bolso. Isso custou combustível da aeronave que levou o presidente, gastos de segurança. É dinheiro público para ele fazer campanha contra a lei", disse Freire. No discurso, Lula disse que "ano que vem o bicho vai pegar" porque ele vai ter que "trabalhar com muito carinho" devido às restrições impostas pela Justiça Eleitoral. O presidente afirmou que não poderia citar nomes de candidatos governistas à presidência "porque senão a televisão grava e a justiça eleitoral pega". Freire disse que as palavras do presidente foram uma "confissão" de que usou um evento público para fazer campanha pró-Dilma. "O presidente chegou até a uma certa desfaçatez. Ele sabe que está infringindo a lei, é uma confissão antecipada, ele mesmo afirmou que não poderia dizer os nomes dos candidatos", afirmou Freire. Na cerimônia em Fortaleza, Lula pediu que Deus escolha um presidente melhor do que ele no próximo ano. "O dado concreto é que a gente conhece as pessoas e a gente sabe em quem a gente vai votar para deputado federal, estadual, governador, vice-governador, senador, presidente, ou seja, vocês têm na cabeça que a gente não pode voltar ao passado, a gente precisa evoluir e melhorar muito este País. Eu só peço a Deus, só peço a Deus que o povo brasileiro encontre uma pessoa melhor do que eu, mais capaz do que eu, com mais sensibilidade para que a gente possa evoluir este País", afirmou Lula. Só faltou dar o nome de Dilma Rousseff.

Terroristas islamistas do Hezbollah lançam foguetes contra Israel

Pelo menos dois foguetes katyusha foram lançados a partir da localidade de Klaile, no sul do Líbano, contra o norte de Israel, na sexta-feira. O ataque recebeu uma resposta imediata de Israel, que disparou tiros de morteiro. O Exército israelense atribuiu o ataque ao governo libanês. O lançamento dos foguetes foi confirmado pelas forças da ONU (Organização das Nações Unidas) no Líbano. Elas informaram,, em um comunicado, que ao menos dois projéteis foram disparados às 15h45 (9h45 em Brasília). Os foguetes atingiram a região de Naharyah.

Henrique Meirelles comemora PIB, mas diz que não é hora de "baixar a guarda"

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, disse na sexta-feira que o crescimento do PIB no segundo trimestre é uma excelente notícia para o povo brasileiro e evidencia que o Brasil já saiu da recessão e está crescendo forte desde abril. "O Brasil saiu da crise antes da maioria dos países e com crescimento mais forte que a maioria dos países. Dados preliminares indicam que o Brasil é um dos lideres, talvez o líder em crescimento no terceiro trimestre", afirmou ele. Meirelles ressaltou, porém, que não é hora de "baixar a guarda" e que o equilíbrio da política macroeconômica deve ser mantido. Ele disse ainda que é necessário "administrar com sabedoria" o mercado cambial e seguir acumulando reservas. "Em resumo, o importante é manter uma política que esta dando certo", completou.

Deputado federal Raul Jungmann quer ter acesso a informações do computador de Daniel Dantas

O deputado federal Raul Jungmann (PPS-PE) vai apresentar requerimento de informações à Câmara dos Deputados com o pedido para ter acesso aos dados, em posse do governo dos Estados Unidos, sobre o banqueiro Daniel Dantas, do grupo Opportunity. Jungmann argumenta que, um ano após a Polícia Federal deflagrar a Operação Satiagraha, que investigou Daniel Dantas, as informações sobre os computadores apreendidos na casa do banqueiro ainda não foram repassadas ao Brasil pelos Estados Unidos. O parlamentar quer ter acesso às informações decodificadas do computador pessoal de Daniel Dantas, uma vez que o disco rígido da máquina foi encaminhado ao FBI há mais de seis meses para decifrar o seu conteúdo. O requerimento de informações, que será encaminhado ao ministro da Justiça, o peremptório Tarso Genro, pede que as autoridades brasileiras tenham acesso aos dados que estão em mãos do FBI. O rastreamento feito pelo governo norte-americano revelou que US$ 242 milhões depositados em 2002 na conta bancária denominada Tiger Eye, em Nova York, são pagamentos feitos pelo Opportunity Fund, nas ilhas Cayman, relativos ao resgate de cotas que estavam em nome de empresas controladas pelo próprio banqueiro Daniel Dantas.

Guido Mantega descarta possibilidade de prorrogar desconto do IPI

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou na sexta-feira que as medidas tomadas pelo governo, como forma de incentivo ao consumo, devem terminar neste ano, conforme o previsto. Com isso, fica descartada a possibilidade de prorrogação do desconto no IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). "Vamos manter as datas que foram estabelecidas porque nosso objetivo, quando reduzimos o IPI, era dar impulso à economia. Quando a economia retorna ao crescimento, ganha velocidade, não é preciso continuar com certos estímulos", disse o ministro. Mantega ressaltou, no entanto, que os "estímulos monetários" vão permanecer, destacando o papel do Banco do Brasil, que "vai continuar baixando as taxas de juros e aumentando o volume de crédito".

PIB da agropecuária tem maior queda desde 1998

A agropecuária teve, no segundo trimestre, o pior desempenho entre os setores incluídos no PIB. Em relação a igual período no ano passado, houve queda de 4,2%, maior recuo observado desde o quarto trimestre de 1998. Embora a indústria e os serviços tenham avançado na comparação com trimestre imediatamente anterior, a agropecuária registrou variação negativa de 0,1%. A produção de milho caiu 14,2% frente ao segundo trimestre do ano passado. Outros componentes da safra também registraram perdas em relação a 2008, como o café (-13,5%) e a soja (-5,2%). Por outro lado, a produção de arroz avançou 4,2%, na mesma comparação.

Serra comenta ataques em Salvador e manifesta apoio ao governador Jaques Wagner

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), comentou na sexta-feira os ataques ocorridos em Salvador desde o início da semana em sua página no Twiter e manifestou apoio ao governador da Bahia, Jaques Wagner (PT). Serra classificou os ataques como "graves", e completou: "todo apoio ao governador Jaques Wagner, que enfrenta há dias essa onda de ataques". A cidade de Salvador sofreu novos ataques entre a noite de quinta-feira e manhã de sexta-feira. Dois outros ônibus foram incendiados. Não há informações de vítimas. De acordo com PM, a ordem agora é que os criminosos passem a atacar diretamente os policiais.

Ministro Guido Mantega diz que Brasil vai crescer 1% no ano

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou na sexta-feira que o resultado do PIB do segundo trimestre comprova que a economia brasileira estava resistente quando a crise econômica se agravou. Ele afirmou ainda que o governo fez sua parte com desonerações de impostos e redução da taxa de juros, o que deve levar o País a fechar o ano com alta de 1% no PIB ante 2008. De acordo com Mantega, a economia deve fechar o terceiro trimestre com alta entre 2% e 3% na comparação com os três meses imediatamente anteriores. No segundo semestre, a previsão é registrar aumento de 3,5% sobre o mesmo período de 2008. Segundo o ministro, o Brasil terá gasto, ao final de 2009, entre 1% e 1,5% do PIB deste ano em desonerações de tributos e outras ações para estimular a economia.

Manifestantes protestam no Congresso pela votação da PEC sobre cerrado e caatinga

Na tentativa de conquistar o compromisso de deputados e senadores para a votação da PEC que transforma o cerrado e a caatinga em patrimônio nacional, cerca de 400 pessoas fizeram um protesto na sexta-feira em frente ao Congresso Nacional. Os manifestantes escreveram no gramado do prédio a expressão: "SOS cerrado". Os manifestantes entregaram duas toras de uma árvore típica do cerrado aos parlamentares. "A nossa manifestação é pacífica, queremos apenas o compromisso de que essa PEC será votada. Essa proposta aguarda ser votada desde 1995 e nada mais justo do que no dia que se comemora o cerrado, nós nos reunirmos e cobrarmos uma definição dos políticos", disse Aldo Pereira, representante do movimento Mobilização dos Povos Indígenas do Cerrado. O cerrado perdeu nos últimos anos uma área de vegetação nativa proporcional a 12 vezes a cidade de São Paulo, de acordo com levantamento divulgado pelo Ministério do Meio Ambiente. Por ano, o cerrado perdeu, em média, 21.260 quilômetros quadrados de vegetação original, abrindo mais espaço para a plantação de grãos ou servindo à produção de carvão.

Superior Tribunal de Justiça determina desocupação de reserva indígena no Mato Grosso

O Superior Tribunal de Justiça suspendeu na noite da última quinta-feira uma decisão que permitia que não-índios permanecessem na Terra Indígena Urubu Branco, situada no Mato Grosso. Assim, passa a valer novamente uma ação civil pública que deu posse e ocupação pela comunidade indígena Tapirapé ao território. Uma determinação do Tribunal Regional Federal da 1ª Região havia impedido a desocupação, mas foi derrubada pelo ministro Cesar Asfor Rocha, acatando pedido feito pela Funai (Fundação Nacional do Índio). A ação civil pública determinava que Alaor Florêncio da Silva e Valdir Pinto Geral e os terceiros não-índios "se retirassem na terra e se abstivessem de promover ocupações, reocupações, invasões, permanência, circulação, edificações de qualquer espécie, assentamentos, alienações, permutas, transferência de posse envolvendo particulares ou de praticarem quaisquer outros atos restritivos de posse direta e usufruto exclusivo dos integrantes da Comunidade Indígena Tapirapé", além de dar posse aos índios das casas construídas na área. A terra indígena, homologada em 1998, tem 167 mil hectares e fica localizada em Confresa (1.165 quilômetros a nordeste de Cuiabá).

Economia da China deve crescer 8% neste ano

Números relativos ao mês de agosto divulgados na sexta-feira pelo Departamento Nacional de Estatísticas da China sugerem que o pais vai conseguir atingir a meta de crescimento de 8% do PIB (Produto Interno Bruto) prevista para este ano. O objetivo estabelecido pelo Partido Comunista é importante para que o nível de desemprego no país não atinja mais de 4,5% da população de 1,3 bilhão de pessoas. Em agosto o crescimento de 12,3% da produção industrial e o aumento no volume de investimento e consumo alimentaram as esperanças da China de conseguir atingir o número critico de 9 milhões de novos postos de trabalho criados neste ano. Um indicador de reaquecimento econômico, o nível de investimento em ativos subiu 33% entre janeiro e agosto, totalizando US$1,65 trilhões.

"Clarín" critica blitz desorganizada do governo fascistóide populista de Cristina Kirchner

O jornal Clarín publicou em sua edição digital uma reportagem na qual critica a ação desorganizada dos cerca de 200 patetas agentes fiscais que realizaram uma blitz na quinta-feira nos prédios do grupo de comunicação e afirma que todos os livros contáveis e testemunhos dos trabalhadores provaram que a empresa não cometeu violações. Os patetas fiscais agiram como milicianos da milícia fascista do peronismo comandada pela desastrada e incompetente presidente Cristina Kirchner. Depois do desastre da operação, o governo começou a fazer o jogo de que não havia sido iniciativa sua a operação dos patetas fiscais. O chefe de gabinete da presidência, Aníbal Fernández, afirmou na sexta-feira que a blitz foi financiada por alguém que queria colocar o governo na posição de opressor. Segundo relata o jornal, que classificou a blitz como uma forma de intimidação estatal, os agentes amontoaram-se na porta da sede do jornal, falavam todos de uma vez e não souberam explicar o motivo da blitz. O jornal conta que demorou mais de 30 minutos, das três horas de operação, até que o que chamou de "exército de inspetores" conseguisse explicar que queria inspecionar dados fiscais e informações de seguro social de várias empresas entre 2007 e 2008. Os agentes investigaram os livros contáveis e fiscais da empresa e interrogaram empregados sobre a quantidade de horas que trabalhavam, as funções que desempenhavam e seus superiores. Ainda segundo o jornal, todas as missões da blitz foram cumpridas por menos de 40 pessoas do grupo de 200 que chegaram ao prédio. Autoridades fiscais inspecionaram não apenas os escritórios do "Clarín", de clara oposição ao governo da presidente, Cristina Kirchner, como outros prédios do Grupo Clarín e as casas de dez de diretores do jornal. A operação durou mais de três horas, disse o Gerente de Comunicações Externas do Grupo, Martín Etchevers. A operação aconteceu no dia em que o "Clarín" divulgou denúncia contra o Oncca (Escritório Nacional de Controle Comercial Agropecuário), também dirigido pelo chefe da receita, e marca mais um episódio de tensão entre o governo e a imprensa, que colocou em campos opostos a presidente e o Grupo Clarín, proprietário ainda dos jornais "Olé" e "La Razon", de emissoras de TV, rádio, provedores de internet e TVs a cabo. O objetivo do governo da fascistóide Cristina Kirchner é colocar o boçal na imprensa.

Ministro italiano diz que "Battisti não é preso político, é um assassino condenado"

O ministro da Justiça da Itália, Angelino Alfano, afirmou na sexta-feira que não há motivos para o Brasil reconhecer o terrorista Cesare Battisti, condenado à prisão perpétua na Itália por quatro assassinatos, como um preso político. "Não há razões para que os brasileiros considerem Battisti um preso político, e para que considerem o Estado italiano um Estado que não garante os direitos dos encarcerados", afirmou Alfano, questionando os motivos apresentados pelo Ministério da Justiça brasileiro para a concessão do status de refugiado político ao terrorista. Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália por homicídios cometidos na década de 1970, quando era membro do grupo terrorista PAC (Proletários Armadas pelo Comunismo). Na última quarta-feira o Supremo Tribunal Federal iniciou a análise do pedido de extradição feito pela Itália. Após mais de 11 horas de sessão, o presidente da Corte, Gilmar Mendes, decretou a suspensão do julgamento, atendendo a uma solicitação de vista do processo feita pelo ministro Marco Aurélio Mello. No momento em que as discussões foram interrompidas, quatro ministros haviam votado a favor da extradição de Battisti e três ratificaram a decisão do governo brasileiro. O ministro italiano da Defesa, Ignazio La Russa, também demonstrou confiança de que o terrorista será extraditado: "Estamos absolutamente convencidos que um país importante, um país amigo como o Brasil, não pode sequer imaginar negar que a Itália seja um Estado democrático, que a nossa magistratura respeita as normas do Estado de direito e, portanto, deixar de extraditar Battisti”.

Geraldo Alckmin e Orestes Quércia fecham acordo para eleições 2010

Os ex-governadores Orestes Quércia (PMDB-SP) e Geraldo Alckmin (PSDB-SP) se encontraram recentemente na casa de Quércia, e resolveram que o tucano sairá candidato ao governo de São Paulo em 2010, enquanto Quércia disputará uma vaga no Senado. Quércia, que firmou acordo para apoiar o candidato do PSDB no próximo ano, sempre manifestou sua preferência por outro tucano, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), que disputa a indicação do partido com Alckmin.

“Guerra” do pré-sal toma corpo no Congresso Nacional

O apetite voraz de deputados federais pelos recursos do pré-sal levou o governo Lula a remanejar o deputado federal Antonio Palocci (PT-SP) para a relatoria do projeto que cria o Fundo Social e a orientar o PT a rejeitar qualquer proposta sobre royalties. As 230 emendas aos quatro projetos apresentadas até sexta-feira dão uma pálida idéia do que será a guerra travada no Congresso. Inicialmente destacado para cuidar do projeto de capitalização da Petrobras, Palocci vai analisar agora as emendas que pulverizam o dinheiro do fundo. Já apareceu proposta para tudo quanto é gosto, para beneficiar pescadores artesanais, quilombolas e pessoas com mais de 65 anos. É o País da esmola oficial. O líder do PT na Câmara dos Deputados, o deputado federal petista Candido Vaccarezza (SP), disse que trocou Palocci por João Maia (PR-RN) pela “relação mais próxima” do petista com os setores que querem usufruir da “poupança” do pré-sal. Ou seja, pelo conhecimento em “negociação”. “Há muita pressão de movimentos sociais relacionados ao PT. Palocci é melhor para lidar com isso, para não deixar radicalizar o projeto”, disse Vaccarezza. Movimento social é aquela gigantesca multidão de ongs petistas e também organizações clandestinas e terroristas, como o MST, tudo braço direito do PT, que querem matar nessas tetas do petróleo. Até alterações para ampliar os recursos para Santas Casas foram apresentadas. A guerra pelos royalties está instalada. Das 83 emendas apresentadas até quinta-feira, 16 tratam do tema.

Justiça gaúcha manda soltar 234 presos de albergue de Porto Alegre

A “superlotação e a insuficiência de investimentos” em presídios gaúchos levou a Justiça do Rio Grande do Sul a mais uma decisão patética e melancólica. Na sexta-feira, a Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre determinou o cumprimento de prisão domiciliar para 234 presos do regime aberto que estavam na Casa do Albergado Padre Pio Buck, em Porto Alegre. Foram beneficiados apenas detentos sem condenação por crime hediondo e não reincidentes em crimes cometidos com violência ou grave ameaça, diz a Justiça. A medida atinge cerca de 40% dos presos do Pio Buck e reduz a massa carcerária a números equivalentes à capacidade máxima, em torno de 370 apenados. A decisão de aplicar a prisão domiciliar a presos do Pio Buck, conforme a Justiça, se deve à superlotação, mistura de presos dos regimes aberto e semiaberto no mesmo ambiente e às precárias condições estruturais da casa. Na decisão, os juízes Luciano André Losekann e Adriana da Silva Ribeiro afirmam que a casa está "empanturrada" de presos, falta comida, colchões e material de higiene, os presos se reúnem para consumir drogas à noite e, para completar, o Pio Buck é o campeão em fugas, 840 nos últimos 12 meses. Parece que os dois juízes descobriram a América, em substituição a Cristóvão Colombo. Diante de decisões judiciais como essa, os moradores da Grande Porto Alegre têm que fazer como na música de Chico Buarque de Holanda: “chame o ladrão”.

Justiça Federal troca processos de papel no Rio Grande do Sul por serviços online

Em cerimônia realizada na tarde de sexta-feira, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (que abrange Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, com sede em Porto Alegre) enviou seu primeiro processo digital para o Superior Tribunal de Justiça, a terceira instância da Justiça brasileira. Segundo o presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Cesar Asfor Rocha, no próximo dia 15 de dezembro o órgão se tornará o primeiro tribunal do mundo completamente digitalizado, o que garante benefícios para os brasileiros. “Senhoras e senhores, bem-vindos ao Século 21”, saudou o vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Élcio Pinheiro de Castro. “Se vocês acham que é ousadia dizermos que o Superior Tribunal de Justiça vai ser o primeiro tribunal completamente digitalizado, digo que o Brasil foi pioneiro no voto eletrônico”, o ministro Cesar Asfor Rocha, que esteve em Porto Alegre para a transmissão inaugural. A projeção é de que, até 15 de dezembro, o Superior Tribunal de Justiça deixe de vez de operar com papéis. Em 2 de janeiro de 2010, a idéia é que isso ocorra em toda a Justiça Federal. Apenas com a economia de papel no Superior Tribunal de Justiça serão poupados 1,4 mil hectares de florestas por mês. Em Porto Alegre, a Justiça Federal é tudo com que sonham os advogados. O atendimento ao público é nota 10, tudo é feito com gentileza, educação e presteza.

Audiência pública sobre revitalização do porto da capital gaúcha acontece dia 24

Está marcada para o dia 24 a realização da audiência pública sobre o projeto Cais do Porto, da capital gaúcha. Finalmente, devido à vontade política demonstrada pela governadora do Estado, Yeda Crusius (PSDB) e pelo prefeito de Porto Alegre, José Fogaça (PMDB), o projeto tem possibilidade de finalmente sair do papel. A área do porto de Porto Alegre é uma vergonha, uma extensão quase sem utilização, entre a Ponta do Gasômetro e a ponte do Guaíba. A idéia da revitalização nasceu no governo de Antonio Britto, mas foi violentamente torpedeada pelos medíocres governos petistas da dinastia que sufocou a capital gaúcha durante 16 anos, sobressaindo-os prefeitos petistas Tarso Genro e Raul Pont, conhecidas vanguardas da retaguarda do Rio Grande do Sul.

Revista Jane”s confirma acordo militar do Brasil com a França

A respeitada revista britânica Jane’s, especializada em armamentos, noticia o acordo militar Brasil-França, que inclui a compra de caças. Considerada a “bíblia” do setor, a revista não daria a notícia como certa se não o fosse. A Jane’s assinala que os dois milionários contratos serão na maioria financiados por bancos franceses em vinte e dois anos, a 5,5% ao ano, taxa que o Brasil nunca viu antes em seus empréstimos. O BNDES deverá entrar com 2,6 bilhões de euros.

Regime fascista do Equador caminha para a extinção da liberdade de imprensa

O governo do Equador, do fascistóide Rafael Correa, vai propor um projeto de lei para regulamentar os conteúdos publicados pela mídia. A notícia foi divulgada na sexta-feira pelo jornal El Comercio. Previsto para ser apresentado ao Congresso nesta segunda-feira, o projeto de lei foi idealizado pelo deputado Rolando Panchana, ex-repórter de televisão, aliado totalmente subordinado ao fascistóide Rafael Correa. Indagado em entrevista pelo jornal El Comercio se as opiniões de colunistas e jornalistas serão regulamentadas sob a lei proposta, Panchana respondeu: "Não apenas as deles, mas as de todos os que praticam a comunicação de massas." Ou seja, o Equador está instalando a ditadura fascista socialista sem qualquer disfarce, sob o comando do fascistóide populista Rafael Correa.

Nora da senadora petista Ideli Salvatti trabalhou na Newfield

A empresa que levou a senadora petista Ideli Salvatti (PT-SC), líder do governo Lula no Senado Federal, e um assessor, para um curso de gestão no Exterior, a Newfield Consulting, com sede em Florianópolis, tinha entre seus funcionários temporários uma nora da petista, Maria Solange Fonseca, casada com Filipe Mescolotto, filho da parlamentar com seu ex-marido, o presidente da Eletrosul, Eurides Mescolotto. A diretora-executiva da Newfield, Marcia Serra Gomes da Silva, disse que sabia que Maria Solange é nora de Ideli e do presidente da Eletrosul, e que não viu problema na contratação dela: “Qual o problema? Ela prestou serviços para a Newfield, que assessorou a Eletrosul em consultoria. Foi isso o que aconteceu”. Padrão ético incomparável..... O curso feito por Ideli Salvatti e um assessor, em três países (Argentina, México e Espanha), custou R$ 70 mil e foi pago pelo Senado.

Morte de ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral pode ter sido encomendada

A delegada Marta Vargas, responsável pelas investigações do assassinato do advogado José Guilherme Villela, ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília, afirmou na sexta-feira que a polícia trabalha com a possibilidade de que o crime tenha sido encomendado. José Guilherme Villela, a mulher, Maria Villela, e a empregada, foram encontrados mortos dentro do apartamento da família, na Asa Sul, em Brasília. Eles foram esfaqueados e tiveram os corpos esquartejados. Segundo a delegada, o ministro receberia 12 parcelas de R$ 7 milhões, referente a uma causa ganha contra a União no Supremo Tribunal Federal. As investigações apontam que ele já havia recebido duas parcelas.

Justiça nega pedido do Ministério Público para paralisar obras na Marginal Tietê

A juíza Maria Fernanda de Toledo Rodovalho, da 12ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, negou na sexta-feira o pedido de liminar do Ministério Público de São Paulo, que solicitava a paralisação das obras da Marginal Tietê. Em sua decisão, a juíza conclui que os argumentos do Ministério Público "não são o bastante para, nesta primeira análise, formar a convicção de irregularidade no procedimento" para a execução das obras. Para justificar o pedido de suspensão das obras, o Ministério Público alegou que foi desconsiderado o impacto ambiental da intervenção e que não teriam sido atendidos os requisitos legais de convocação para audiências, com os pareceres dos órgãos técnicos. Para a juíza, "houve, sim, estudo de impacto ambiental" realizado pelo Estado. "O que ocorre é que as autoras, Ministério Público e demais organizações ambientais, pretendem que se declare que esse estudo é insuficiente", ressaltou a juíza em sua decisão. Apesar disso, segundo a juíza, foram atendidos a todos os requisitos legais para que as obras fossem iniciadas: "houve audiência pública; houve manifestação dos órgãos técnicos; são favoráveis os estudos de impacto ambiental". Nunca é bastante relembrar: Ongs ambientais são, quase 100%, de petistas, que detestam obras que não sejam de seus governos. As marginais Tietê e Pinheiros de São Paulo existem há quase 50 anos, e agora os ambientalistas petistas querem paralisar obras de sua ampliação?

Nível do rio Araranguá sobe e pode alagar trecho da BR-101 em Santa Catarina

O aumento do nível do Rio Araranguá, no sul de Santa Catarina, pode causar alagamentos na BR-101, que corta a região. Isso é tão comum que o trecho, na pista duplicada, é totalmente elevado. Como medida de prevenção, a Defesa Civil catarinense já retirou dez famílias de suas casas, às margens do rio. Seis famílias foram levadas para abrigos e quatro famílias foram para a casa de amigos ou parentes. Ainda de acordo com a Defesa Civil, o nível do rio estava 2,16 metros acima do normal nesta sexta-feira, e subindo rapidamente. O trânsito só será interditado na rodovia caso o nível fique 2,5 metros acima do leito normal do rio. Por enquanto, as águas ainda não atrapalham o trânsito, mas carros devem passar pelo trecho entre Araranguá (SC) e Maracajá (SC) com cuidado. Deverá continuar chovendo pelos próximos dias na região.

Hugo Chávez anuncia compra de mísseis russos

O presidente da Venezuela, o tiranete caribenho Hugo Chávez, anunciou nesta sexta-feira que o país vai receber em breve mísseis de fabricação russa com alcance de 300 quilômetros. "Em breve alguns foguetinhos estarão chegando. E eles não falham", disse o clown bolivariano Hugo Chávez em Caracas, após voltar de uma viagem de 10 dias por países totalitários da África, Ásia e Europa, entre eles a Rússia. Chávez disse que os mísseis são apenas para uso defensivo: "Não vamos atacar ninguém, estes são apenas instrumentos de defesa, porque nós vamos defender nosso país de qualquer ameaça, venha de onde vier". Só um débil mental para acreditar em Chavez. O clown bolivariano não disse quantos mísseis encomendou à Rússia.

Lula critica presidente da Vale do Rio Doce por comprar navios na China

O presidente Lula cobrou nesta sexta-feira do presidente da Vale do Rio Doce, Roger Agnelli, maiores investimentos da mineradora nas indústrias naval e siderúrgica do Brasil. Lula aproveitou um evento em Pernambuco, no estaleiro Atlântico Sul, para lembrar que empresas brasileiras de grande porte têm que investir mais no País. "É impossível a Vale continuar comprando navio na China quando a gente está montando a indústria naval aqui", afirmou Lula a jornalistas. "Ele disse para mim que a indústria naval brasileira não fabricava navio de 400 mil toneladas. Eu agora conversei com o Atlântico Sul. Você vai comprar um pouco mais barato, mas você está gerando emprego na China, gerando pagamento de salário na China. Isso muito importa para o País. Então nós vamos ter que construir no Brasil", completou. No ano passado, a Vale do Rio Doce assinou um contrato de 1,6 bilhão de dólares com a chinesa Rongsheng Shipbuilding and Heavy Industries para construção de 12 navios para sua frota própria, com capacidade para 400 mil toneladas cada um. Neste ano, a Vale do Rio Doce fez 49 encomendas a estaleiros brasileiros, que incluem 15 rebocadores, 32 barcaças e 2 empurradores. Lula afirmou ainda que discutiu com Agnelli investimentos em siderurgia. Nesta semana, ele e o presidente da Vale se reuniram para tratar do programa de investimentos da mineradora, após vários comentários públicos de Lula sobre o assunto. "Nós estamos discutindo há pelos menos uns quatro anos uma siderurgica no Espírito Santo, uma no Ceará, uma no Pará. Eu disse ao Roger que é preciso a gente começar a construir essas siderúrgicas porque era para a gente ter começado a construir no auge da crise", disse ele.

SIP condena operação fiscal intimidatória contra grupo argentino Clarín

A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) condenou nesta sexta-feira a operação "de intimidação" realizada pela Administração Federal de Receita Pública da Argentina contra diferentes empresas do grupo Clarín, o maior conglomerado de mídia do país. A SIP, com sede em Miami, indicou em comunicado que o envio na quinta-feira pela Afip de aproximadamente 200 inspetores às empresas Clarín faz parte de uma campanha contra o grupo. Os investigadores tomaram o edifício onde funcionam as redações dos jornais Clarín, La Razón e Olé, em Buenos Aires. Visitaram também as residências dos diretores do grupo Clarín e outras empresas vinculadas ao grupo, como a Artear e CableVisión. Foi uma típica ação de vagabundos fascistóides, comandados por uma presidente incompetente e populista bolivariana como Cristina Kirchner. O presidente da SIP, Enrique Santos Calderón, do jornal colombiano El Tiempo, afirmou que "é difícil pensar que tenha se tratado de um mero controle rotineiro do organismo fiscal quando existem antecedentes de atos de intimidação contra o jornal".

Conselho de Defesa Nacional aprova compra de ativos da Rio Tinto pela Vale

O Conselho de Defesa Nacional aprovou a aquisição, pela Vale do Rio Doce, das operações de minério de ferro de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, que pertenciam à anglo-australiana Rio Tinto. O acordo entre as duas empresas foi anunciado em 30 de janeiro deste ano e engloba: a mina de minério de ferro em Corumbá e as operações logísticas fluviais; o projeto de potássio denominado Potasio Rio Colorado, na Argentina; e os ativos de exploração Regina, no Canadá. O total do acordo foi de US$ 1,6 bilhão, mas a parte aprovada nesta sexta-feira pelo Conselho de Defesa Nacional diz respeito às minas e aos ativos fluviais de Corumbá, negociados por US$ 750 milhões. A aquisição dos ativos de potássio já foi concluída. "Corumbá, que produziu 2,0 milhões de toneladas métricas de minério de ferro em 2008, é um ativo de classe mundial, com alto teor de ferro e rico em granulados de redução direta, tipo de minério de ferro de alto valor que está se tornando crescentemente escasso no mundo", diz a nota divulgada pela Vale. A mineradora brasileira acrescentou que Corumbá fica perto das operações de minério de ferro e manganês que a companhia mantém em Urucum, com potencial para exploração de "várias sinergias, envolvendo maior flexibilidade dos ativos, redução de custos administrativos e de logística e racionalização do uso das reservas".

Superpesa assina contrato para construir três navios para a Transpetro

A Transpetro assinou contratos, nesta sexta-feira, com o estaleiro Superpesa, do Rio de Janeiro, para construção de três navios “bunker”, usados para transporte de combustíveis para embarcações, no valor de US$ 46,5 milhões. O acordo foi fechado no âmbito da segunda fase do Programa de Modernização da Frota (Promef 2). Os três navios “bunker” poderão receber dois tipos de carga, óleo combustível ou óleo diesel, e terão capacidade para armazenar até 4 mil metros cúbicos. Além dos contratos fechados com o Superpesa, a Transpetro assinou acordos com o estaleiro Atlântico Sul para construção de outras sete embarcações. Além desses 10 navios já contratados, o Promef 2 prevê a construção de outras 16 embarcações.

FIA divulga dados da batida de Nelsinho Piquet em Cingapura

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) divulgou nesta sexta-feira um relatório que apresenta imagens da telemetria do carro de Nelsinho Piquet no momento da batida durante o GP de Cingapura de 2008. Os gráficos de aceleração apontam que o filho do tricampeão mundial Nelson Piquet acelerou mais do que o comum naquela curva provocando o acidente de maneira proposital. A análise do departamento técnico da FIA leva a crer que as denúncias do ex-piloto da Renault são, de fato, verídicas. O documento da entidade máxima do automobilismo mundial tem também declarações de Nelsinho Piquet sobre como foi discutido o assunto entre a alta cúpula da equipe francesa. Segundo o brasileiro, tanto Flavio Briatore, chefe da equipe, quanto Pat Symonds, diretor técnico do time, pediram para que ele batesse o carro deliberadamente para beneficiar Fernando Alonso na corrida. Nelsinho afirma ainda que Symonds perguntou, na presença de Briatore, se ele sacrificaria a sua corrida em nome da equipe ao causar a entrada na pista de um “safety car”, inclusive apontando o local da pista onde deveria acontecer a batida. O dossiê da FIA diz ainda que o piloto brasileiro estava em um momento "muito frágil" e de "intenso estresse", pois Briatore ainda não havia renovado seu contrato para 2009, e que o acidente poderia melhorar sua situação interna na equipe. Durante o GP da Bélgica, entre os dias 28 e 30 de agosto, a comissão encarregada de apurar o acidente, entrevistou membros da equipe Renault. Fernando Alonso disse que a reação de Nelsinho no momento do acidente foi normal. Segundo o relatório, Symonds se mostrou extremamente desconfortável quando assuntos críticos eram colocados em questão. Quando perguntado se sabia que o brasileiro bateria na 14ª volta da etapa de Cingapura, o diretor técnico simplesmente disse que "não gostaria de responder esta pergunta".

José Dirceu nega que tenha arrolado Lula como testemunha do mensalão

O ex-ministro chefe da Casa Civil, José Dirceu (deputado federal petista cassado por corrupção) Casa Civil) divulgou nota nesta sexta-feira na qual nega que tenha arrolado o presidente Lula como sua testemunha no processo penal do Mensalão, no qual é réu, e que tramita no Supremo Tribunal Federal. José Dirceu informa que Lula foi arrolado como testemunha dos ex-deputados Roberto Jefferson (PTB-RJ) e José Janene (PP-PR), também réus no processo. Reportagem do jornal Folha de S. Paulo publicada na quarta-feira informou que o ministro Joaquim Barbosa, relator da ação penal do Mensalão, havia enviado ofício ao presidente Lula informando que ele foi arrolado como testemunha de defesa de Jefferson e Janene. O advogado José Luís Oliveira Lima, que defende o ex-ministro, disse que nunca arrolou nem cogitou arrolar o presidente Lula como testemunha de José Dirceu. A imprensa inteira do Brasil caiu em uma esparrela porque os jornalistas foram primários. Todos eles foram consultar o site do Supremo Tribunal Federal, e lá está o processo, designado como “José Dirceu e outros”. Então concluíram que Lula ia depor como testemunha de defesa de José Dirceu. Nada disso, ele está convocado para depor em favor do ex-deputado federal Roberto Jefferson pelo seu defensor, o advogado gaúcho Luiz Francisco Correa Barbosa (na foto), juiz de Direito aposentado. E o objetivo do advogado Luiz Francisco Correa Barbosa é ter Lula como réu no processo do Mensalão. Aliás, há embargos declaratórios apresentados por Barbosa na Ação Penal do Mensalão que o ministro relator, Joaquim Barbosa, insiste em não examinar e não levar a julgamento no Plenário do Supremo Tribunal Federal. O ministro está criando um grande problema, porque pode estar ditando a nulidade do processo, o que seria o maior escândalo da história da República brasileira. O grande problema de Lula será justificar por que não mandou investigar as denúncias sobre o Mensalão que lhe foram apresentadas pelo ex-deputado federal Roberto Jefferson. E isso já está comprovado, pelos depoimentos dos ex-ministros Marcio Thomas Bastos, da Justiça, e Aldo Rebelo, das Relações Institucionais, apesar das dificuldades criadas pelo juiz que conduzia o interrogatório dos mesmos em São Paulo.

Petrobras afirma que contratação de sondas deverá gerar 40 mil empregos

A contratação de 28 novas sondas de perfuração anunciada pela Petrobras nesta sexta-feira deverá gerar mais de 40 mil empregos diretos e indiretos. Os recursos de R$ 4 bilhões virão do Fundo Garantidor da Construção Naval. Os equipamentos poderão, inclusive, ser usados na exploração da camada pré-sal. A estratégia para a contratação dos equipamentos foi aprovada pela Diretoria Executiva da empresa. O início do processo para a contratação das unidades está prevista para ocorrer ainda este mês, com a entrega para o período entre 2013 e 2018. A Petrobras estuda as formas de financiamentos para facilitar o acesso ao crédito por parte dos fornecedores brasileiros que vão compor a cadeia produtiva da indústria naval que irá produzir as sondas a serem contratadas.