terça-feira, 6 de outubro de 2009

Restos do corpo de guerrilheiro morto no Araguaia são enterrados no Ceará

Os restos mortais do guerrilheiro Bergson Gurjão Farias foram enterrados nesta terça-feira no cemitério Parque da Paz, em Fortaleza (CE). Morto no Araguaia em 1972, a ossada de Gurjão só foi identificada em maio deste ano. A Guerrilha do Araguaia foi montada e realizada pelo PCdoB, e começou na segunda metade da década de 60, quando ainda havia amplo espaço para a atuação política público e de massas contra a ditadura militar. Mas, os comunistas do PCdoB queriam derrubar a ditadura militar e implantar a ditadura do proletariado no Brasil. A direção do PCdoB deixou totalmente abandonados os seus militantes que foram levados para o Pará para a guerrilha.

Coalizão governista quer proibir uso da burca na Itália

A coalizão Liga Norte, aliada do governo do premiê Silvio Berlusconi, apresentou na segunda-feira uma proposta de lei que penaliza o uso da burca na Itália, o véu muçulmano que cobre o rosto e corpo da mulher, e determina punição de dois anos de prisão e multa de 2.000 euros (cerca de R$ 5.200,00). O porta-voz da Liga na Câmara dos Deputados, Roberto Cota, apresentou a proposta aos colegas e disse querer cancelar a lei vigente, emitida em 1975, que proíbe o uso em locais públicos de capacete ou qualquer outro elemento que esconda o rosto "sem motivo justificado". A deputada Carolina Lussana, da Liga Noite, afirmou que o acréscimo da justificativa os uso de um,a proteção no rosto provocou inúmeras disputas entre os prefeitos italianos, que chegaram a emitir leis municipais proibindo o uso da burca, mas que eram rechaçadas pelos governos estaduais.

IBGE prorroga inscrições para 33 mil vagas com salário de até R$ 1.600,00

O IBGE ampliou o prazo para inscrições para o processo seletivo para mais de 33 mil vagas temporárias para o Censo 2010. Os candidatos agora podem se inscrever até o dia 9 de outubro, nas agências dos Correios, ou pela internet, até o dia 18. Os salários chegam a R$ 1.600,00. As vagas são distribuídas por todos os Estados e as contratações serão em caráter temporário, com duração de nove a 12 meses. São 33.012 vagas, distribuídas da seguinte forma: 6.722 postos para a função de Agente Censitário Municipal, 23.900 para a função de Agente Censitário Supervisor, 1.432 para Agente Censitário de Informática, 558 para Agente Censitário Administrativo e 400 para Agente Censitário Regional. Os salários variam de acordo com a função pretendida pelo candidato, veja a relação: Agente Censitário Regional - R$ 1.600,00; Agente Censitário Administrativo - R$ 760,00; Agente Censitário Municipal - R$ 1.150,00; Agente Censitário Supervisor - R$ 900.00; Agente Censitário de Informática - R$ 900,00. As inscrições poderão ser feitas pela internet, no site da Fundação Cesgranrio, ou em agências dos Correios nos municípios onde houver vagas. No formulário de inscrição os candidatos deverão indicar a localidade onde desejam trabalhar. Os valores das taxas são de R$ 22,00 para a função de Agente Censitário Municipal, Censitário Supervisor e de Informática; de R$ 18,00 para Agente Censitário Administrativo e R$ 30,00 para a função de Agente Censitário Regional. Para concorrer é necessário ter, pelo menos, 18 anos de idade, ser brasileiro nato ou português naturalizado, ter concluído o ensino médio (antigo 2º Grau), estar em dia com os direitos políticos e, no caso dos candidatos do sexo masculino, estar em dia com o Serviço Militar. A prova será aplicada no dia 6 de dezembro. Mais informações podem ser obtidas no call center 0800-701-2028 ou pelo site www.cesgranrio.org.br.

José Dirceu critica PT e defende decisão do PSDB de pedir mandato de Chalita

O ex-ministro petista José Dirceu (deputado federal cassado por corrupção, réu no processo penal do Mensalão) defendeu nesta terça-feira a decisão do PSDB de São Paulo de requerer o mandato do vereador Gabriel Chalita à Justiça Eleitoral e criticou o PT por não ter a mesma iniciativa. "O PSDB paulistano está certo ao decidir pedir de volta o mandato de Gabriel Chalita, o vereador da capital mais votado no Brasil e que deixou o tucanato e filiou-se ao PSB para ser candidato a senador no ano que vem", disse José Dirceu em seu blog. Recém-filiado ao PSB, Chalita fez ataques ao governador José Serra para justificar sua saída do partido. Apesar de afirmar que entrará na Justiça com base no argumento jurídico de que o mandato pertence ao PSDB, o presidente municipal do partido, José Henrique Lobo, admitiu que as declarações do vereador pesaram. José Dirceu defendeu que o PT faça a mesma coisa: "O partido devia ir à Justiça reivindicar os mandatos de quem trocou de legenda até 3 de outubro, data limite para a troca de partido por aqueles que pretendem disputar eleição ou reeleição no ano que vem”.

Poupança registra segunda maior captação do ano em setembro

Os depósitos da caderneta de poupança superaram os saques no mês de setembro, resultando em uma captação positiva de R$ 3,51 bilhões, a segunda maior do ano, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira pelo Banco Central. É o quinto mês consecutivo em que o saldo entre os depósitos e os saques é positivo. O resultado em setembro só é menor do que o de julho, quando o saldo foi positivo em R$ 6,7 bilhões. Em agosto, a captação foi positiva em R$ 3,1 bilhões. No mês passado, os depósitos somaram R$ 84,86 bilhões e os saques R$ 81,35 bilhões. O mês teve 21 dias úteis. No acumulado do ano, os depósitos já superam os saques em R$ 15,7 bilhões. No mesmo período do ano passado, a captação estava positiva em R$ 10 bilhões. Com a captação positiva registrada neste ano, o estoque de dinheiro nesse tipo de investimento já se aproximada da marca histórica dos R$ 300 bilhões (está em R$ 299,92 bilhões).

Salário acima do teto para deputados ganha respaldo do Tribunal de Contas da União

Em resposta enviada à Câmara dos Deputados, o Tribunal de Contas da União deu respaldo para que deputados continuem ganhando salários acima do teto constitucional de R$ 25,7 mil, pago a ministros do Supremo Tribunal Federal. A Câmara contestou decisão anterior do tribunal, que tentou barrar os altos vencimentos. Na contestação, disse que não tinha como cumprir o teto já que não há nenhuma regulamentação nesse sentido. O TCU concordou com a Câmara e disse que a lei de 2004, que determina a criação de um sistema integrado de dados contendo os salários e as aposentadorias de todos os servidores públicos, tem que ser regulamentada. Ou seja, da forma como as coisas estão hoje, será impossível pôr em prática o teto constitucional.

Suíça rejeita pedido de libertação Do cineasta Roman Polanski

O Ministério da Justiça suíço afirmou que rejeitou um recurso do cineasta Roman Polanski para ser libertado da prisão por conta da não resolução a respeito da extradição do diretor para os Estados Unidos. O porta-voz do ministério, Folco Galli, afirmou que o governo considera que existe um alto risco de Polanski fugir caso seja libertado da custódia. O recurso que pede a libertação do cineasta foi movido separadamente do processo apresentado na semana passada pelos advogados do Polanski. O processo também pede a liberdade do diretor. Polanski foi preso em 26 de setembro quando chegava em Zurique, onde receberia um prêmio em um festival de cinema. A prisão foi feita a pedido das autoridades norte-americanas, que querem que o cineasta seja extraditado por ter mantido relações sexuais com uma garota de 13 anos em 1977. A recente detenção do cineasta está relacionada a um mandado de prisão emitido por autoridades norte-americanas em 1978. Polanski foi preso em 1970, acusado de ter relações sexuais e drogar uma adolescente de 13 anos durante uma sessão de fotos na casa do ator Jack Nicholson, em Hollywood. Na época, ele afirmou que a adolescente já tinha experiência sexual e consentiu com o ato. Ele chegou a passar 42 dias na prisão, mas deixou o país antes de ser julgado.

Usinas de cana-de-açúcar descumprem compromisso com Lula

Usinas de álcool e açúcar que assinaram o chamado "compromisso nacional da cana", lançado no final de junho pelo presidente bolivariano Lula, foram flagradas com irregularidades trabalhistas após as suas adesões. O compromisso, criado com o objetivo de aperfeiçoar as condições de trabalho nos canaviais, é de adesão voluntária. Ele foi construído por governo, empresários e representantes dos trabalhadores e tem sido usado pelo presidente para fazer propaganda do álcool combustível brasileiro no Exterior. Em recente fala na ONU, Lula disse que o compromisso assegura "o trabalho decente nos canaviais brasileiros". Ele fez o mesmo na visita desta terça-feira à Suécia, em encontros com governantes e com empresários. Das 413 usinas do País, 331 já aderiram ao compromisso, que prevê, entre outros pontos, a contratação direta (o que acaba com a terceirização), transporte seguro e gratuito e fornecimento de água potável e equipamentos de proteção individual aos trabalhadores. De julho para cá, em fiscalizações de rotina, procuradores do Trabalho encontraram irregularidades em cinco empresas que aderiram ao compromisso. São elas: Agrovale (BA), Unial (BA), Planalto Agroindustrial (MG), Lambari Agropecuária Novo Milênio (MT) e Mirassol Agropecuária Novo Milênio (MT). Nos relatórios do Ministério Público do Trabalho aparecem irregularidades como falta de banheiro, água potável, kits de primeiros socorros e equipamentos de proteção individual, além de alojamentos e transporte precários e regime de jornada exaustiva.

Ação popular questiona futura sede da CBF no Rio de Janeiro

A participação da prefeitura do Rio de Janeiro na construção de uma nova sede para a CBF resultou na abertura de ação popular cujo objetivo é inviabilizar a negociação. Na semana passada, em solenidade, a CBF anunciou que a prefeitura contribuirá com R$ 20 milhões para a construção do Museu do Futebol, destaque da futura sede. Em junho, o prefeito Eduardo Paes (PMDB) divulgara que a prefeitura daria o terreno para o prédio. Autor da ação popular, o advogado Jorge Béja notificou o prefeito e o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, sobre a venda ou doação do terreno de 104 mil metros quadrados, localizado na Barra da Tijuca, às margens da lagoa de Jacarepaguá (zona oeste). Na notificação, Béja diz que, se houve venda sem concorrência pública, o negócio é ilegal e deve ser anulado pela Justiça. "Um imóvel público somente pode ser vendido, sem licitação, para outro órgão ou entidade da administração pública, condição que a CBF não ostenta", disse o advogado. A prefeitura do Rio de Janeiro informou ontem que o terreno não pertencia ao Executivo municipal, mas confirmou que o município contribuirá com R$ 20 milhões para a construção do museu.

Nova lei eleitoral abre brecha para doação de sindicato

A nova lei eleitoral, em vigor desde a semana passada, criou uma brecha que permite a sindicatos doarem para campanhas por meio de cooperativas que, na prática, controlam. Um parágrafo acrescentado ao artigo 24 da lei eleitoral (9.504/97) autorizou que cooperativas repassem dinheiro a candidatos, desde que não sejam concessionárias de serviços públicos nem recebam recursos de governos. Entre as cooperativas que cumprem esses critérios estão algumas ligadas a grandes sindicatos, hoje proibidos de doar. O dos metalúrgicos do ABC, com relações históricas com Lula e o PT, tem duas: uma de crédito e outra habitacional. O Sindicato dos Bancários de São Paulo, ligada à CUT (Central Única dos Trabalhadores), e ao deputado federal petista Ricardo Berzoini (presidente do partido), instituiu a Bancoop, cooperativa habitacional, em 1996. O atual presidente da Bancoop, o petista, João Vaccari Neto, deve ser o tesoureiro do partido no ano eleitoral de 2010. Do lado da Força Sindical, o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo criou a Metalcred, uma cooperativa de crédito. Em sindicatos patronais, as cooperativas são mais raras. Na prática, a ligação entre sindicatos, partido e cooperativas é total. Elas surgem por iniciativa dos sindicatos. Muitas funcionam no mesmo prédio e têm dirigentes sindicais entre os cooperados. Da cooperativa dos metalúrgicos do ABC, a CredABC, fazem parte o presidente do sindicato, Sergio Nobre, o prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, e o próprio Lula. A emenda permitindo a doação surgiu por articulação da OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), que representa o setor. No Congresso, seu porta-voz foi o deputado federal Dr. Ubiali (PSB-SP). Segundo ele, seu objetivo não era liberar doações de entidades ligadas a sindicatos. Ele tinha em mente as Unimeds, cooperativas de médicos. "Não é justo que grandes empresas privadas do setor de saúde possam doar para seus representantes e as Unimeds não possam", afirmou Ubiali. É ´”compreensível” essa vontade de doar das Unimeds.

Governo Lula teme enxurrada de pedidos de extradição para derrubar refúgios

O Ministério da Justiça já se prepara para a possibilidade de uma enxurrada de pedidos de extradição contestando o refúgio dado pelo governo a mais de 5.000 cidadãos de países de diversas partes do mundo. A iniciativa é juridicamente possível caso o Supremo Tribunal Federal decida extraditar o terrorista italiano Cesare Battisti, indicando ter a última palavra para reverter refúgios concedidos pelo Executivo. O ministro Marco Aurélio Mello, que pediu vista no julgamento da extradição do terrorista Cesare Battisti para estudar melhor o processo, concorda com a avaliação do Ministério da Justiça: "O Supremo abrirá um precedente que terá repercussão e poderá estimular outros requerimentos de extradição para a derrubada de refúgios já concedidos”.

IBGE diz que produção industrial sobe em sete de 14 regiões em agosto

A produção industrial subiu em sete das 14 regiões pesquisadas em agosto, na comparação com o mês anterior, informou o IBGE nesta terça-feira. Na média nacional, a indústria apresentou alta de 1,2% na mesma base de comparação. As principais expansões foram verificadas em Pernambuco (7,4%), Espírito Santo (6,0%) e Bahia (5,7%). Também registraram produção acima da média nacional a região Nordeste (3,9%), São Paulo (2,5%) e Rio Grande do Sul (1,9%). No Amazonas, a alta foi de 1,2% frente a julho. As produções de Minas Gerais e do Paraná ficaram estáveis. A pesquisa do IBGE contabilizou retração em Goiás (-6,5%), Pará (-2,8%), Santa Catarina (-1,7%), Ceará (-1,1%) e Rio de Janeiro (-0,9%). Na comparação com agosto do ano passado, a atividade industrial caiu em 13 das 14 regiões analisadas. O único resultado positivo foi constatado em Goiás, cuja alta foi de 3,2%. Na média nacional, a indústria teve retração de 7,2% na mesma relação. Os principais recuos foram notados em Minas Gerais (-13,7%), Pará (-11,0), Espírito Santo (-10,9%), Santa Catarina (-9,9%) e Ceará (-9,1%). Abaixo da média nacional ficaram São Paulo (-6,9%), Bahia (-6,1%), Rio Grande do Sul (-5,7%), região Nordeste (-4,8%), Amazonas (-3,8%), Rio de Janeiro (-2,8%), Pernambuco (-1,3%) e Paraná (-0,9%).

BNDES vai ser o principal financiador da Copa e da Olimpíada

O BNDES vai ser o principal financiador das duas maiores competições esportivas do mundo, a Copa de 2014 e a Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016. O banco deve oferecer ao menos R$ 15 bilhões para os eventos. Mais do que bancar diretamente os custos das empreitadas bilionárias, o governo federal vai passar ao BNDES a tarefa de custear com empréstimos os principais gastos de infraestrutura urbana, os mais custosos, para os dois eventos. O banco de desenvolvimento foi a saída escolhida pela União para honrar os principais gastos com os projetos esportivos, com menos riscos de perder dinheiro. Caberá ao governo federal investir em portos, aeroportos e paisagismo. Uma pista disso foi o recado que a ministra chefe da Casa Civil, a candidata petista Dilma Rousseff, deu ao diretor de Inclusão Social e de Crédito do BNDES, Élvio Gaspar, na última sexta-feira, uma hora antes do anúncio da vitória do Rio de Janeiro para 2016: "Prepare-se, você terá muito trabalho!". O banco vai disponibilizar inicialmente R$ 5 bilhões para o PAC da Mobilidade, programa que prevê a construção de vias, criação de corredores de ônibus articulados e a expansão com criação de outras linhas do metrô carioca. Segundo o ministro Márcio Fortes, o valor pode aumentar. O BNDES vai disponibilizar R$ 4,8 bilhões para a reforma e construção de estádios para a Copa, mais do que os R$ 3,6 bilhões previstos. Esse montante já prevê o teto de R$ 400 milhões por estádio, limite de financiamento de 75% e inclui recursos para três instalações privadas, Morumbi (do São Paulo), Beira-Rio (do Internacional), e Arena da Baixada (do Atlético Paranaense). A Olimpíada deve custar R$ 25,9 bilhões, sete vezes o valor do Pan-07, de R$ 3,7 bilhões. O BNDES também abrirá uma linha para reforma de hotéis para a Copa, de R$ 1 bilhão, variando de R$ 5 milhões a R$ 10 milhões, em média, por imóvel. Com a Olimpíada, o montante deve subir para até R$ 5 bilhões, porque é necessária a construção de mais 10 mil a 12 mil quartos no Rio de Janeiro, para atender os parâmetros olímpicos.

PSDB paulista decide pedir à Justiça mandato de Gabriel Chalita

A Executiva do PSDB de São Paulo decidiu na noite de segunda-feira, por unanimidade, requerer o mandato do vereador Gabriel Chalita à Justiça Eleitoral. Recém-filiado ao PSB, Chalita fez ataques ao governador José Serra para justificar sua saída do partido. Apesar de afirmar que entrará na Justiça com base no argumento jurídico de que o mandato pertence ao PSDB, o presidente municipal do partido, José Henrique Lobo, admitiu que as declarações do vereador pesaram: "Ele deixou o partido de maneira deselegante e descortês e investiu pesadamente contra Serra”. Lobo disse esperar que Chalita não adote um "discurso tão destrambelhado quanto o do seu novo líder Ciro Gomes": "Se antes eu podia ter algum constrangimento, diante dos ataques dirigidos a Serra e ao PSDB, não o tenho mais”.

Ministro Nelson Jobim volta a defender caça francês

Depois de encerrado o prazo para a entrega de propostas de venda de caças ao Brasil, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, voltou a defender na segunda-feira, na Argentina, a superioridade da proposta francesa para a renovação da frota brasileira, no programa FX-2. "O presidente da França, Nicolas Sarkozy, falou em transferência de tecnologia irrestrita. Os Estados Unidos falam em transferência de tecnologia necessária. Não sei bem o que quer dizer a palavra necessária", disse Nelson Jobim, que viajou a Buenos Aires para dar palestra sobre "Estratégia Nacional de Defesa". Não é a primeira vez que o ministro se posiciona favoravelmente à compra dos caças Rafale. Ainda no período de formulação de propostas pela francesa Dassault, pela sueca Saab (Gripen NG) e pela norte-americana Boeing (F-18 Super Hornet), ele defendeu que a decisão do negócio é uma questão política. A estimativa é que o contrato supere R$ 10 bilhões. Em setembro, Brasil e França fecharam o maior acordo militar da história brasileira recente, que envolve a compra de submarinos convencionais, helicópteros e a tecnologia para construir um submarino de propulsão nuclear. O valor está estimado em R$ 22,5 bilhões.

Honduras abre crise no Congresso dos Estados Unidos

A crise política em Honduras tem provocado consequências para os Estados Unidos com a disputa entre democratas e republicanos sobre o apoio ou o repúdio ao governo de Roberto Micheletti. Uma nova visita de um grupo de políticos republicanos ao governo Micheletti de Honduras aprofundou esta crise no Congresso dos Estados Unidos. A visita, dizem democratas, expõe a tentativa de ingerência do partido de oposição em questões de política externa do governo Barack Obama. A missão, composta por Ileana Ros-Lehtinen e os irmãos Lincoln e Mario Díaz-Balart, anticastristas da Flórida, chegou na segunda-feira a Tegucigalpa, três dias depois de uma comissão de senadores da oposição liderados por Jim DeMint, da Carolina do Sul, ter ido a Honduras para reunião com o líder do regime golpista, Roberto Micheletti. Na quinta-feira passada, o presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, o democrata John Kerry (Massachusetts), tentou sem sucesso bloquear a viagem da comitiva republicana, dizendo que ela visitaria o líder de um regime que o governo Obama condena. Um grupo de políticos democratas, liderado pelo deputado Bill Delahunt, mandou carta a seus colegas hondurenhos esclarecendo que tais visitas não representam a visão do Congresso.

Bolsa Família evidencia distorções tributárias do País

O financiamento de programas sociais no Brasil, do modo como é feito pelo governo do presidente bolivariano Lula, tem limitado o sucesso dessas iniciativas. É o que mostra uma pesquisa coordenada pelo professor Samir Cury, da FGV (Fundação Getulio Vargas). Segundo a pesquisa, 51,46% dos recursos destinados ao Bolsa Família e ao BPC (Benefício de Prestação Continuada) em 2005 vinham da Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) que, para ele, é um imposto indireto e "distorsivo", que acaba por resultar em "diminuição do potencial da atividade, com perda de emprego e renda". Em 2010, 96% dos fundos do Bolsa Família virão do tributo. A pesquisa mostra que os programas realmente contribuem para reduzir a desigualdade, mas o fardo do aumento da arrecadação da Cofins limita o benefício das medidas.

Superior Tribunal de Justiça suspende busca e apreensão na Odebrecht

O Superior Tribunal de Justiça suspendeu, liminarmente, as diligências de busca e apreensão que seriam feitas pela Polícia Federal em uma das principais empreiteiras do país, a Odebrecht, e na casa de seus executivos. Como a ordem de busca e apreensão, concedida pela juíza substituta da 12ª Vara da Justiça Federal de Brasília, vazou e foi publicada pelo jornal Folha de S. Paulo antes de acontecer, a Odebrecht correu para pedir a sua suspensão. Há dois anos, a Odebrecht e outras construtoras (OAS, Camargo Corrêa, Nielsen, Queiroz Galvão e Gautama) estão sendo investigadas pela Polícia por desvios de até R$ 500 milhões nas obras em aeroportos como Guarulhos (SP), Vitória, Campo Grande, Goiânia e Rio de Janeiro. As licitações investigadas são da gestão do ex-presidente na Infraero, Carlos Wilson (PT-PE), que morreu em abril. A Folha de S. Paulo publicou no dia 12 de setembro reportagem em que revelava que as empresas seriam alvo de busca e apreensão, já autorizada pela juíza substituta da 12ª Vara da Justiça Federal de Brasília, Polyana Kelly.

Setor elétrico pede pressa na definição sobre concessões

Entidades do setor elétrico pediram pressa nesta segunda-feira ao governo Lula na definição do que vai ocorrer com as concessões que vencem em 2015. O diretor executivo da Associação Brasileira das Empresas Geradoras de Energia (Abrage), Maurício Abreu Soares, relatou que as concessões de 49 usinas, que somam aproximadamente 19.000 megawatts (MW) de capacidade instalada, expiram em 2015. O final do prazo atinge principalmente estatais federais (Chesf, Eletronorte, Furnas) e estaduais (CEEE, Cemig, Copel), observou o dirigente, em seminário que discutiu o tema. "O governo pode não ter pressa, mas nós temos", disse o presidente da Associação Brasileira de Distribuidoras de Energias (Abradee), Luiz Carlos Guimarães, ao ser questionado sobre comentário do secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann. O secretário argumentou nesta segunda-feira que não há pressa no governo em resolver a questão, pois as concessões expiram em 2015. O presidente da Associação Brasileira das Grandes Empresas de Transmissão (Abrate), José Cláudio Cardoso, citou que as concessões de 73.000 quilômetros de linhas vencem em 2015. A hipótese de licitação de tantas instalações de transmissão ao mesmo tempo significaria profunda turbulência no setor, em sua avaliação.

Yeda Crusius se diz vítima do "mercado de escândalos" e admite candidatura à reeleição

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), contestou nesta segunda-feira, em entrevista ao programa “Roda Viva”, da TV Cultura, o resultado da pesquisa Ibope divulgada neste fim de semana sobre a avaliação de sua administração e afirmou que também quer saber o porquê da rejeição a sua administração. "Os entrevistados não estão pedindo o meu impeachament. A pergunta é se estão de acordo com o pedido de impeachment. Eles querem a investigação assim como eu quero", afirmou Yeda Crusius, ao lembrar que já foi inocentada em três investigações. Ao ser questionada sobre a possibilidade de não concorrer à reeleição em 2010, Yeda Crusius disse que em 2002 já abriu mão da disputa em favor do grupo político que apoiava a candidatura de José Serra (PSDB) à Presidência da República. Porém, admitiu que é pré-candidata à reeleição: "Já provei que eu ajudo. Eu sou uma pré-candidata que respeita todas as informações que eu tenho”. A governadora disse que não é vítima de uma perseguição, mas de um "jogo do mercado de escândalos". Sobre as denúncias contra seu governo, Yeda Crusius disse que elas surgiram porque saneou o déficit público no Estado, o que levou para o Rio Grande do Sul a polarização PT-PSDB. Mas, ressaltou que toda investigação que se encerra, termina a seu favor. Segundo Yeda, as notícias negativas contra o seu governo estão afetando a imagem e os investimentos do setor privado no Estado: "Empresários já estão questionando se tem algum perigo em investir no Rio Grande do Sul". Yeda Crusius respondeu que as denúncias vêm de um "mercado de escândalos". "Essa técnica assassina moralmente as pessoas", declarou ela: "É uma turba de fofoqueiros, de caluniadores. Acho que eu mexi com muitos interesses e hábitos arraigados dos quais não participava”. Yeda Crusius defendeu cautela na rotulagem dos políticos “ficha suja”: “Não se pode rotular uma pessoa de ficha suja sem olhar qual é o processo jurídico que ela responde e foi condenada".

Candidata petista Dilma Rousseff é convocada como testemunha de José Dirceu no processo penal do mensalão

Por determinação do ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal, a ministra-chefe da Casa Civil, a candidata petista Dilma Rousseff, recebeu ofício para que atue como testemunha de defesa do ex-ministro José Dirceu, réu no processo penal do esquema do Mensalão. Candidata petista à sucessão do presidente bolivariano Lula, Dilma Rousseff integra a lista de autoridades apontadas na última semana como testemunhas dos 39 réus do que o Ministério Público Federal classificou como "quadrilha". Falta o ministro José Barbosa se manifestar sobre o pedido apresentado pela defesa de Roberto Jefferson, conduzida pelo advogado gaúcho Luiz Francisco Correa Barbosa (juiz de Direito aposentado), que pede a inclusão do presidente Lula no rol dos acusados e a sua inquirição. O ministro Joaquim Barbosa não decide em embargos que precisam ser levados ao Plenário do Supremo Tribunal Federal.

Terroristas do MST destroem mil pés de laranja no Centro-Oeste paulista

Terroristas invasores do MST destruíram pelo menos mil pés de laranja de uma fazenda no Centro-Oeste paulista. Eles querem forçar a desapropriação da área. A sede foi tomada pelos terroristas do MST que fecharam a entrada e picharam a portaria. A empresa que administra a fazenda entrou na Justiça com pedido de reintegração de posse, aceito pelo juiz. Imagens feitas a partir de um helicóptero mostram o momento em que um trator conduzido por um terrorista do MST derrubou tudo o que encontrou pela frente. De acordo com a polícia, pelo menos mil árvores foram danificadas. Na fazenda há um milhão de pés de laranja plantados. Os terroristas dizem que “só cortaram algumas árvores para plantar feijão”. "Não destruímos nada, retiramos os pés de laranja para garantir o plantio de feijão, que ninguém vive só de laranja", disse a coordenadora do MST, a miliciana Claudete Pereira de Souza.

Petrobras confirma acordo societário com PDVSA para construção da Refinaria Abreu e Lima

O acordo societário para a construção da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, entre a Petrobras e a empresa estatal venezuelana PDVSA já foi concluído e deverá ser assinado ainda este mês pelo presidente bolivariano Lula, confirmou nesta segunda-feira o diretor de Abastecimento e Refino da Petrobras, Paulo Roberto Costa. A assinatura do acordo deverá ocorrer na próxima viagem que Lula fará à Venezuela para participar de um evento sobre a colheita de soja naquele país. A cultura de soja venezuelana foi desenvolvida com tecnologia da Embrapa. Costa também admitiu que a Petrobras poderá comprar o aço para a construção da Refinaria Abreu e Lima no mercado externo, por causa dos preços do produto nacional que estão em alta.

Senador Marina Silva critica falta de diálogo entre PT e PSDB

A senadora Marina Silva (AC), pré-candidata do PV à Presidência da República, afirmou nesta segunda-feira que o maior desafio político do futuro governo é promover o diálogo entre o PT e o PSDB. Marina Silva deixou em aberto a possibilidade de eventual aliança com petistas ou tucanos em 2010, ressaltando, porém, que reprova o que chamou de "forma destrutiva" de fazer política. "É fundamental que, naquilo que é essencial para o País, haja a possibilidade de diálogo entre PSDB e PT para que se qualifique uma base de sustentação dentro do Congresso e não se fique refém de qualquer forma de fisiologismo", disse a senadora, durante visita a Ipatinga, no Vale do Aço mineiro.

Guiana terá hidrelétrica brasileira

O Brasil planeja iniciar a construção no próximo ano de uma hidrelétrica na Guiana. Nesta segunda-feira, o presidente da Guiana, Bharrat Jagdeo, e 12 membros de uma delegação brasileira dirigida pelo ministro Edison Lobão, de Minas e Energia, tiveram uma reunião para discutir o projeto. Segundo o governo brasileiro, está nas mãos dos técnicos decidir o futuro do projeto.

Ministério da Educação rompe contrato com consórcio do Enem após vazamento

O Ministério da Educação anunciou na noite desta segunda-feira que rompeu o contrato com a Connasel, consórcio que venceu a licitação para realizar o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O exame teve de ser adiado na semana passada após o conteúdo da prova vazar. Desde o final da tarde desta segunda-feira, representantes do Inep (órgão ligado ao MEC) e do consórcio estão reunidos em Brasília discutindo o caso.

Candidata petista Dilma Rousseff e bancada do PDT vão se reunir nesta terça-feira

A bancada do PDT vai se reunir nesta terça-feira com a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), candidata petista à Presidência da República. O encontro ocorrerá durante jantar na residência da ministra, em Brasília, segundo o deputado federal Paulinho Pereira da Silva (PDT-SP). De acordo com o parlamentar, o encontro com Dilma Rousseff vinha sendo negociado há muito tempo. Além dos deputados e senadores do partido, também estará presente o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, o presidente licenciado do PDT. Lupi é cotado a candidato a vice numa possível candidatura de Ciro Gomes (PSB-CE) à Presidência.

José Serra diz que São Paulo está disponível para os jogos de futebol de 2016

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), disse nesta segunda-feira que a cidade está disponível para sediar os jogos de futebol das Olimpíadas de 2016. Segundo ele, as partidas de futebol das Olimpíadas costumam ocorrer numa cidade diferente daquela que sedia os jogos, no caso, o Rio de Janeiro. "Também existe a possibilidade de abrigar as partidas de futebol de 2016. Estamos disponíveis, não estamos reivindicando nada", disse ele.

Governador de Goiás ajuiza no Supremo queixa-crime contra deputado federal

O governador de Goiás Alcides Rodrigues Filho (PP) ajuizou uma queixa-crime no Supremo Tribunal Federal contra o deputado federal Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO) pela suposta prática dos crimes de calúnia, difamação e injúria. As ofensas alegadas pelo governador foram feitas em entrevista do parlamentar à Rádio CBN, em maio de 2009. Na oportunidade, segundo a defesa de Rodrigues, Leréia acusou o governador de ser o responsável pelo endividamento da estatal Centrais Elétricas de Goiás (Celg) e o chamou de "traidor" e "sem caráter".

Ministro diz que quase 30% das grávidas sul-africanas são portadoras do HIV

Um total de 29,3% das mulheres grávidas na África do Sul são portadoras do vírus HIV, que provoca a Aids, informou nesta segunda-feira em Pretória o ministro da Saúde sul-africano, Aaron Motsoaledi. Segundo um relatório feito com dados de 2008 e após estudos com 33.927 mulheres de entre 15 e 49 anos que utilizaram hospitais públicos, o número de grávidas afetadas pelo vírus se estabilizou, já que em 2007 essa taxa era de 29,4%. Dos grupos estudados, o mais afetado é o de mulheres grávidas de entre 30 e 34 anos, no qual a percentagem de portadoras do vírus HIV aumentou de 39,6% em 2007 para 40,4% em 2008. O grupo mais jovem, de grávidas entre 14 e 24 anos, é o menos afetado. Em 2007, eram 22,1% com Aids, enquanto em 2008 essa cifra passou para 21,7%.

Sarney diz que Constituição é retrocesso "do ponto de vista político"

Em nota divulgada nesta segunda-feira, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), defendeu alterações na Constituição brasileira, promulgada há 21 anos. Sarney afirmou que a Carta Magna é "muito boa" em direitos sociais, "mas do ponto de vista político e administrativo, é um retrocesso". "A Constituição é muito boa no capítulo dos direitos humanos e garantias individuais, fez grandes avanços nos direitos sociais, mas, do ponto de vista político e administrativo, é um retrocesso. Híbrida, é parlamentarista e presidencialista. Acredito que temos à frente um encontro marcado para adaptá-la aos tempos modernos e torná-la uma Constituição sem os defeitos da atual", disse na nota. Ao longo dos últimos anos, deputados e senadores mostraram disposição em alterar a Constituição. No Congresso, são mais de mais de 1.300 emendas ao texto esperam por votação.

Justiça condena ex-presidente da Costa Rica a cinco anos de prisão por corrupção

Um tribunal penal da Costa Rica condenou nesta segunda-feira o ex-presidente do país, Rafael Ángel Calderón Fournier (1990-94), a cinco anos de prisão por duas acusações de desvio de fundos de um empréstimo externo ao governo para a compra de equipamentos médicos. O tribunal, presidido pelo juiz Alejandro López McAdam, determinou que Calderón é "autor responsável de dois crimes de peculato contra o Estado e a Caixa Costa-Riquense de Seguridade Social".

Senado desiste de abrir PDV para enxugar gastos com pessoal

O comando do Senado desistiu de propor a abertura de um plano de demissão voluntária para os funcionários de carreira da Casa. A medida era uma da reforma administrativa proposta pela Fundação Getúlio Vargas para reduzir gastos com quadro de pessoal, que somam R$ 2,2 bilhões por ano, e com a estrutura da instituição. Um texto aprovado pelo Conselho de Administração do Senado, que é presidido pelo atual diretor-geral, o também inefável Haroldo Tajra, afirma que o PDV seria inviável porque "incentivar um funcionário efetivo, com estabilidade e aposentadoria integral a pedir demissão representaria custos muito altos para o Senado". A FGV defendia que o PDV fosse aplicado a 20% dos funcionários de carreira, o que envolveria cerca de 600 colaboradores.

Agaciel Maia se filia ao PTC e pretende disputar vaga na Câmara dos Deputados

Envolvido nas denúncias de irregularidades administrativas do Senado, o ex-diretor-geral, o inefável Agaciel Maia, quer se lançar na política. Agaciel, que chegou a ser conhecido como 82º senador, se filiou ao PTC e pretende disputar uma vaga na Câmara dos Deputados em 2010. A candidatura ainda depende do resultado das sindicâncias abertas contra ele que apuram sua responsabilidade na edição dos atos secretos e dos inquéritos abertos pelo Ministério Público e pela Polícia Federal, que investigam denúncias de irregularidades cometidas durante a sua gestão, que durou 14 anos.

PTB recorre ao TSE para reaver mandato do deputado Jefferson Campos

O PTB vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral para reaver o mandato do deputado federal Jefferson Campos (SP), que deixou o partido na semana passada para se filiar ao PSB. Para justificar seu pedido, o PTB se baseou no entendimento do TSE de que os mandatos pertencem aos partidos, e não aos políticos. Sendo assim, o deputado deveria devolver seu mandato ao PTB por infidelidade partidária. A ação contra Jefferson Campos será apresentada pelo presidente estadual do PTB em São Paulo, deputado estadual Campos Machado.

Anistia internacional beneficia mais de 13 mil estrangeiros em São Paulo

A Polícia Federal em São Paulo já regularizou a situação de 13.342 estrangeiros beneficiados pela anistia internacional em dois meses de atendimento. Segundo a Polícia Federal, já procuraram atendimento, desde o início do processo, em 23 de julho, 23.153 estrangeiros, cerca de 60% preencheram os requisitos legais e tiveram seu pedido aceito. Entre as nacionalidades que mais entraram com o pedido de regularização estão os bolivianos (4.992), seguidos por paraguaios (2.126), chineses (1.861) e peruanos (1.711).

Petrobras pode ampliar exigências para ter sócias no Comperj

A Petrobras poderá exigir que as empresas que queiram instalar projetos no entorno do Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro) tenham que se associar ao projeto principal, que prevê a construção de uma refinaria com capacidade de processamento de 150 mil barris/dia de petróleo para a produção de derivados petroquímicos. A possibilidade foi admitida nesta segunda-feira pelo diretor de abastecimento e refino da estatal, Paulo Roberto Costa, que negou que haja intenção da estatal em postergar o projeto, em função do recente arrefecimento da economia em função da crise global. Na chamada primeira geração, a planta central do Comperj vai refinar óleo pesado para a produção de insumos petroquímicos, que serão destinados para unidades que serão erguidas na região, a segunda geração. Essas plantas vão produzir insumos da cadeia plástica. O orçamento previsto é de US$ 8,5 bilhões, e segundo o diretor, 50% das obras de terraplenagem estão concluídas.

Governo revoga decreto de estado de sítio em Honduras

O governo de Honduras revogou nesta segunda-feira um decreto que restringia as liberdades civis, abrindo caminho para um eventual diálogo que coloque fim à pior crise política do país em décadas. Com esta decisão, o presidente Roberto Micheletti cede às pressões externas e internas que exigiam a revogação do decreto que suspendeu as liberdades de imprensa, associação e circulação. Ele anunciou na sexta-feira que havia adiado a decisão para esta segunda-feira. Sob o decreto, o governo de Micheletti tirou do ar a Rádio Globo e o Canal 36, emissoras ligadas ao presidente deposto, o golpista Manuel Zelaya.

Braskem vai vender "plástico verde" para a Johnson & Johnson

A Braskem anunciou nesta segunda-feira parceria com a Johnson & Johnson para a venda da chamada resina verde, um polietileno produzido através da cana-de-açúcar. O produto será utilizado pela marca Sundown na fabricação de embalagens. Os primeiros produtos com o novo material serão lançados no verão 2011/2012, e incluem as linhas de protetores, bloqueadores e bronzeadores da marca. “A Johnson & Johnson terá exclusividade no mercado de proteção solar no Brasil e segue avaliando o uso do polietileno verde em outras linhas de produto e em outras regiões do mundo”, afirmou Rui Chammas, diretor do negócio polietileno da Braskem. A resina, capaz de capturar CO2 da atmosfera, será produzida pela Braskem em uma fábrica em Triunfo, Rio Grande do Sul. A instalação ainda está em fase de construção e entrará em atividade no último trimestre de 2010. O investimento local da companhia para produzir a resina é de R$ 500 milhões e a capacidade de produção chega a 200 mil toneladas por ano.

PT reúne pré-candidatos de São Paulo e diz que apoio a Ciro Gomes não será automático

O PT paulista se reuniu nesta segunda-feira para discutir a estratégia para as eleições de 2010. O presidente do diretório estadual, Edinho Silva, disse que o partido vai construir uma candidatura própria ao governo de São Paulo e apresentá-la aos partidos aliados. Os pré-candidatos do PT são os deputados federais Arlindo Chinaglia e Antonio Palocci, o ministro da Educação, Fernando Haddad, a ex-ministra Marta Suplicy e o prefeito de Osasco, Emídio Souza. No entanto, Edinho admitiu que a candidatura ao governo de São Paulo será construída a partir do diálogo com partidos aliados do presidente bolivariano Lula. Ou seja, a candidatura local vai considerar os interesses da candidatura nacional da ministra petista Dilma Rousseff (Casa Civil).

Governador sergipano Marcelo Déda continua internado e faz fisioterapia no hospital

O governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT), continua internado no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde se recupera de cirurgia realizada na semana passada para retirada de um nódulo benigno no pâncreas. Déda já caminha pelo quarto e faz fisioterapia para exercitar o corpo e melhorar a respiração. O quadro clínico é estável e a previsão é que ele deixe o hospital até esta quarta-feira. Déda foi submetido a uma cirurgia na última sexta-feira.

Caixa amplia em R$ 20 bilhões crédito para micro e pequenas empresas

A Caixa Econômica Federal informou nesta segunda-feira que vai ampliar em R$ 20 bilhões o crédito oferecido para pequenas e micro empresas. Os recursos poderão ser utilizados em linhas de capital de giro e antecipação de receitas até o final de dezembro deste ano. Até agosto de 2009, foram liberados R$ 18,24 bilhões em crédito, o que representa um crescimento de 16,85% em relação ao mesmo período do ano passado. A expectativa, portanto, é chegar aos R$ 38,24 bilhões até o fim de dezembro, 56% a mais que em 2008. Segundo o vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa, Carlos Brito, "o banco tem atuado fortemente para o crescimento do setor". "Com esses recursos, temos a certeza de que o micro e o pequeno empresário retomará a atividade econômica de forma consistente e sustentável", afirmou.

Egito diz que reconciliação palestina será assinada este mês

O ministro de Relações Exteriores do Egito, Ahmed Abul Gheit, afirmou nesta segunda-feira que um acordo de reconciliação entre as facções rivais palestinas será assinado no Cairo no próximo dia 26 de outubro. O Egito atua como mediador do diálogo de reconciliação entre a organização terrorista islâmica Hamas, que controla a faixa de Gaza, e a Autoridade Nacional Palestina, de Mahmoud Abbas, que comanda a Cisjordânia, e outras facções palestinas. "Concordamos em realizar uma reunião com as partes no Cairo em 25 de outubro, antes do acordo de reconciliação em 26 de outubro", afirmou Gheit após uma reunião com Abbas e com o chefe de inteligência egípcio, Omar Suleiman, com o rei jordaniano Abdullah 2º.

Banco Mundial aponta que crise pode deixar 90 milhões na pobreza extrema

A crise econômica atual, a pior desde a Grande Depressão dos anos 30, pode deixar até 90 milhões de pessoas na pobreza extrema, segundo documento divulgado nesta segunda-feira pelo Comitê de Desenvolvimento do Banco Mundial. "A economia global tem mostrado sinais de recuperação, mas riscos permanecem. Em muitos países em desenvolvimento, o impacto sobre as pessoas mais pobres e vulneráveis está crescendo", diz o documento, a qual acrescenta que o progresso "duramente conquistado" sobre as metas do Milênio corre o risco de ser revertido.

Polícia prende suspeito de assassinar ex-advogado de Collor

A Polícia Civil de Brasília informou nesta segunda-feira que está preso um suspeito de assassinar a facadas o advogado José Guilherme Vilella, de 73 anos, ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral, sua mulher, Maria Vilella, e a empregada da casa, Francisca da Silva. O crime aconteceu no dia 28 de agosto, e os corpos foram encontrados três dias depois pela neta do casal. A prisão temporária contra o suspeito foi decretada na semana passada. O preso, que não teve o nome divulgado, tem aproximadamente 40 anos e, em sua ficha, há crimes como homicídios praticados no Nordeste e em São Paulo. A polícia chegou até ele após quebra de sigilo telefônico de celulares que receberam ou fizeram ligações nas proximidades do local do crime na hora que a polícia suspeita que os assassinatos foram cometidos.

Espanha assina acordo para emprestar US$ 6 bilhões ao FMI

A Espanha assinou nesta segunda-feira um acordo para emprestar 4,14 bilhões de euros (US$ 6 bilhões) ao FMI para ampliar a capacidade de empréstimo da instituição a países em dificuldade pela crise. O acordo é válido por quatro anos, segundo o FMI, que realiza sua reunião anual em Istambul. "O acordo é parte do compromisso aprovado pela União Européia de conceder até 75 bilhões de euros (US$ 110 bilhões, no câmbio atual) ao Fundo", lembrou o FMI. O compromisso para os 75 bilhões de euros foi firmado em março, mas, no mês passado, a União Européia decidiu aumentar para 125 bilhões de euros (US$ 183 bilhões, no câmbio de hoje) suas contribuições ao FMI.

Arquiteto Oscar Niemeyer está sendo monitorado por causa de arritmia

O arquiteto Oscar Niemeyer, de 101 anos, continua internado no Centro de Tratamento Intensivo do hospital Samaritano, em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro. Segundo o boletim médico, o arquiteto está sendo monitorado por conta de uma arritmia cardíaca detectada na manhã desta segunda-feira e se recupera bem da cirurgia para a retirada de um tumor no intestino. A operação foi realizada na última quarta-feira. Segundo a equipe médica, ainda não há previsão de alta. Niemeyer se sentiu mal na noite da última terça-feira. Ele já estava no hospital, recuperando-se de cirurgia para a retirada da vesícula. Ele teve um sangramento intestinal e passou por novos exames. Os médicos encontraram um tumor de cólon com "sangramento em atividade" e decidiram retirar o "segmento acometido".

Ministério da Fazenda diz que empréstimo ao FMI contribui para diversificar reservas

O Ministério da Fazenda divulgou nesta segunda-feira nota confirmando a decisão do Brasil de comprar US$ 10 bilhões em bônus do FMI. Na nota, o ministério explica que o Banco Central está autorizado a comprar ativos do FMI que poderão ser convertidos em moedas de liquidez internacional imediatamente, se necessário. "Portanto, é uma operação que apenas altera a composição das reservas internacionais do País, contribuindo para sua diversificação", afirma a nota. O órgão diz ainda que o acordo será enviado às instâncias técnicas do governo brasileiro para revisão final e à diretoria do fundo para aprovação, e só depois será assinado. "Em meio à maior crise econômica desde a Grande Depressão dos anos 1930, o Brasil não apenas não precisou de apoio financeiro do FMI, como está em condições de emprestar um montante expressivo de recursos à instituição", completa a nota. O acordo brasileiro terá duração de dois anos e os bônus serão emitidos de acordo com a necessidade de recursos do fundo. As notas terão prazos de repagamento iguais aos que vigoram nos empréstimos do FMI, três anos e um trimestre de carência e cinco anos de prazo total. Os juros serão pagos trimestralmente com base na média ponderada das taxas de juro de curto prazo dos Estados Unidos, zona do Euro, Japão e Reino Unido, atualmente em 0,25%.

Saldo da balança comercial no ano é 11% maior do que em 2008

A diferença entre o valor das exportações e das importações brasileiras em 2009 acumula saldo de US$ 21,69 bilhões, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério do Desenvolvimento. A média diária registrada até a primeira semana de outubro foi de US$ 114,8 milhões, valor 11,2% maior do que a média do ano passado. Considerando o saldo total, e não apenas a média diária, o resultado deste ano é 9,49% acima do ano passado (US$ 19,81 bilhões). As exportações no ano são de US$ 113,2 bilhões, valor 25% menor do que no ano passado. Já as importações entre janeiro e outubro somam US$ 91,520 bilhões, com média diária de US$ 484,2 milhões, 30,4% menor do que no ano passado.

Delubio Soares fica sem se filiar a partido e desiste de concorrer em 2010

Sem partido, o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, não poderá ser candidato em 2010, com o fim do prazo para filiação transcorrido no final de semana. Nos últimos meses, Delúbio Soares, réu no processo penal do Mensalão, tentou retornar à política e ao PT, para concorrer a deputado federal ou estadual por Goiás. Expulso do PT em 2005, ele disse ter recebido convites de outros partidos.

Ministério Público denuncia à Justiça brigadiano que matou miliciano do MST

A promotora de São Gabriel, Ivana Battaglin, ofereceu à Justiça, no final da tarde de segunda-feira, a denúncia contra o policial militar (da Brigada Militar) que admitiu ter matado o miliciano Elton Brum da Silva, de 44 anos, da organização terrorista clandestina MST. Alexandre Curto dos Santos, de 38 anos, foi denunciado pelo mesmo crime apontado no inquérito da Polícia Civil: homicídio qualificado com o agravante de ter dificultado a defesa da vítima, por ter atirado pelas costas. O miliciano Elton Brum da Silva morreu no dia 21 de agosto, durante ação de reintegração de posse de área da Fazenda Southall, em São Gabriel, ordenada pela Justiça estadual, contra a invasão ilegal promovida pela organização terrorista clandestina MST.

Delegada Estella Maris Simon desmente ter sofrido pressão de Yeda Crusius para pagar dívida com Atento

A ex-presidente do Detran gaúcho, delegada civil Estela Maris Simon, foi ouvida por cerca de cinco horas na CPI petista montada na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul como palanque para a candidatura petista de Tarso Genro ao governo do Estado. No início do depoimento, a ex-presidente entregou à comissão um relatório de 15 páginas. O documento trata da contratação e do funcionamento do contrato com a empresa de guincho Atento Service. Segundo Estella, a empresa chegou a abrir mão de receber os valores devidos pelo Estado, mas não citou qual seria a dívida. A delegada trouxe um documento de 6 de novembro de 2008 que comprovaria essa disposição. A cobrança de R$ 16 milhões foi feita em reunião no dia 31 de março entre Estella e representantes da Atento. A então presidente não reconheceu a dívida. Os representantes da Atento ameaçaram cobrar judicialmente o valor, segundo Estella. Mesmo assim, ela negou ter sofrido pressão para fazer o pagamento: “Nunca recebi pressão para pagar nada”. Conforme a ex-presidente do Detran, ela inclusive recebeu apoio da governadora Yeda Crusius à decisão de romper o contrato com a Atento. Ela disse que a governadora afirmou: “Não se paga nada. Deixa a Justiça resolver”. Segundo a ex-presidente do Detran, em outro momento, o então secretário da Transparência, o procurador de Justiça Carlos Otaviano Brenner de Moraes, sugeriu antecipação de valores, de R$ 2 milhões a R$ 3 milhões da dívida cobrada pela Atento. O objetivo era evitar que o Detran fosse obrigado a romper com a empresa. Para Estella, o torpedo enviado pelo procurador Carlos Otaviano Brenner de Moraes, pedindo a desistência do rompimento com a Atento, foi a gota d'água da sua demissão.

Relatora da comissão de impeachment de Yeda Crusius recomenda que pedido seja arquivado

A relatora da comissão de impeachment em funcionamento na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, convocada por sindicatos corporativos de funcionários públicos petistas, a deputada estadual Zilá Breitenbach (PSDB-RS), recomendou nesta segunda-feira que o processo de impeachment contra a governadora Yeda Crusius seja arquivado. O relatório foi concluído e entregue na tarde desta segunda-feira ao presidente da comissão, deputado estadual Pedro Westphalen (PP-RS). Agora esse documento deverá ser votado pela comissão, na qual o governo tem maioria, mais do que suficiente para barrar a tentativa golpista dos petistas gaúchos.

Carlos Sperotto vence eleição e se mantém como presidente da Farsul

Por 95 votos a 40, Carlos Sperotto venceu eleição para a presidência da Federação de Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), na tarde desta segunda-feira, na sede da instituição, em Porto Alegre. Armando Roos, candidato da oposição, recebeu 40 votos. Com a vitória, Sperotto ganha o direito de conduzir a Farsul pelo quinto mandato consecutivo. Ele presidirá a federação entre 1º de janeiro de 2010 e 31 de dezembro de 2012. Segundo Sperotto, a união dos sindicatos da categoria é um ponto a ser trabalhado no novo mandato.