domingo, 13 de dezembro de 2009

José Alencar se diz preocupado com decisão que impõe censura à imprensa

O vice-presidente José Alencar se disse preocupado com a censura à imprensa. Sem comentar a censura imposta ao jornal "O Estado de S. Paulo", José Alencar defendeu a liberdade de expressão: "Não vou comentar o caso em si. Agora eu tenho preocupação quando há uma decisão que cerceia a liberade de imprensa. Tem uma frase antiga que diz que o preço da liberdade é a eterna vigilância. E um dos intrumentos mais importantes para a liberdade é a liberdade de imprensa. Isso fortaleve a própria democracia", afirmou ele. Desde 31 de julho deste ano o jornal "O Estado de S. Paulo" está sob censura.

Itamaraty reitera que golpista Zelaya fica na embaixada o quanto quiser

O Ministério das Relações Exteriores afirmou na sexta-feira que o presidente deposto de Honduras, o golpista Manuel Zelaya, pode ficar na embaixada brasileira quanto tempo for necessário e negou que o Brasil tenha dado um prazo para a saída dele da representação diplomática. Na última quinta-feira, o encarregado de negócios da embaixada do Brasil em Tegucigalpa, Francisco Catunda, disse que, após o término oficial do mandato de Zelaya como presidente, em 27 de janeiro, ele teria de sair da embaixada. Essa informação, porém, foi negada nesta sexta-feira pelo porta-voz do Itamaraty que acompanhou o chanceler Celso Amorim e o presidente Lula em sua viagem ao Peru. "Não procede essa informação", disse um assessor de imprensa do Itamaraty por telefone: "Essa nunca foi a posição brasileira. Não foi dado um prazo para o Zelaya sair da embaixada". Zelaya está abrigado na embaixada do Brasil em Tegucigalpa desde setembro, quando retornou ao país clandestinamente.

José Alencar diz que tumores tiveram nova redução e admite sair candidato ao Senado

O vice-presidente José Alencar disse na sexta-feira que novos exames mostraram que os tumores que possui na região abdominal sofreram nova redução. Segundo ele, os resultados são surpreendentes e podem ser considerados como uma vitória. "Os tumores já reduziram pela metade. Isso é uma vitória. Se continuar caindo, daqui a pouco vamos colocar o verbo no passado, havia um câncer no Zé Alencar", disse ele. Contente com os resultados, José Alencar admitiu a possibilidade de sair candidato ao Senado nas eleições de 2010. "Se eu estiver curado e as lideranças quiserem, e povo também, saio candidato". O senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), que acompanhava José Alencar, disse que o vice-presidente poderá estar curado em janeiro se continuar nesse ritmo. José Alencar afirmou que mudou o tratamento quando exames mostraram que a técnica experimental usada nos Estados Unidos não estavam fazendo efeito: "Comecei esse tratamento com quimioterapia depois do experimento em que fui cobaia nos Estados Unidos e não deu certo. Então voltamos a esse quimioterapia em primeiro de setembro".

Brasileiro Di Grassi confirma estréia na F-1 em 2010 e deve ser anuciado pela Virgin

O piloto brasileiro Lucas di Grassi afirmou na sexta-feira que estreará na temporada 2010 da F-1, provavelmente pela novata equipe Virgin (ex-Manor), tornando-se assim o quarto brasileiro no grid. O anúncio oficial deve ocorrer nesta terça-feira. Apesar de não revelar o nome da equipe que defenderá, Di Grassi fez vários elogios à Virgin e disse que esta escuderia será a melhor das estreantes na próxima temporada. Também ingressarão na categoria a Campos, US F1 e Lotus. "Para entrar na F-1 tem que ser escolhido, e fui escolhido por uma equipe que eu acho que vai ser um sucesso e vai se dar muito bem. Graças a Deus eu cheguei lá", disse Di Grassi. "Acho que a Virgin é a melhor das estreantes. Conversei com todas as quatro e acho que dessas a Virgin é a que tem melhor estrutura para estar bem na F-1", continuou. Em novembro, John Booth, dono da equipe Virgin, disse à revista "Autosport" que o brasileiro seria perfeito para a vaga e que anunciaria o nome do segundo piloto em 15 dias.

Vice-presidente José Alencar diz que nível de investimento é principal notícia no PIB do terceiro trimestre

O vice-presidente José Alencar afimou na sexta-feira que o número mais importante para o Brasil dentro do divulgado no PIB no terceiro trimestre foi o da taxa de investimento, e deu pouca atenção para o crescimento do País em si. O IBGE divulgou na semana passada que o PIB brasileiro no trimestre passado teve crescimento de 1,3%, ficando abaixo das previsões do ministro da Fazenda, Guido Mantega, na casa dos 2%. Porém, a formação bruta de capital fixo, número que aponta o nível de investimento no setor produtivo, teve alta de 6,5%, o segundo avanço seguido e o maior desde o primeiro trimestre de 2006. "Essa coisa de ficar planejando o PIB a 2%, 1,5% ou 2,2% não é importante. O que é importante é que está acontecendo neste momento um grande volume de investimentos na área produtiva do Brasil, o que assegura crescimento de produção para o próximo exercício, assim como tem assegurado a geração de oportunidades de trabalho para os brasileiros", disse José Alencar após participar de um evento no Rio de Janeiro.

Advogado pede cassação de licença dos pilotos norte-americanos envolvidos em desastre da Gol

O advogado Dante D'Aquino, representante da Associação dos Parentes e Amigos das Vítimas do Vôo 1907, pediu a cassação da licença dos dois pilotos norte-americanos envolvidos no desastre com o avião da Gol e um jato Legacy, em 2006, quando 154 pessoas morreram. Segundo o advogado, que também é assistente do Ministério Público Federal no processo que investiga as causas do acidente, o documento possui mais de 200 assinaturas de apoio da Câmara e do Senado brasileiros, e pede que a licença de vôo dos dois pilotos seja cassada até o fim dos processos criminais que estão em andamento no Brasil. O documento foi entregue na última quarta-feira para representantes da FAA (Federal Aviation Administration) e da NTSB (National Transportation Safety Board), além da embaixadora brasileira nos Estados Unidos, Gisela Padovan. D'Aquino se encontrou ainda com senadores e deputados da Comissão de Viação e Transporte dos Estados Unidos. De acordo com a associação, o pedido tem como base outros casos de suspensão de pilotos pelo governo norte-americano, por ficarem como o equipamento de comunicação da aeronave desligado. O Boeing da Gol que fazia o vôo 1907 ia de Manaus (AM) para o Rio de Janeiro, com previsão de fazer uma escala em Brasília (DF). Ao sobrevoar a região Norte do País, ele bateu no Legacy da empresa de táxi aéreo norte-americana ExcelAire. Os destroços do Boeing caíram em uma mata fechada, a 200 quilômetros do município de Peixoto de Azevedo (MT). Mesmo avariado, o Legacy, que transportava sete pessoas, conseguiu pousar em segurança em uma base na serra do Cachimbo (PA). Todos os ocupantes do avião da Gol morreram.

Lula é escolhido personagem do ano pelo jornal "El País"

O presidente Lula foi escolhido personagem do ano pelo jornal espanhol "El País" e qualificado pelo líder do governo da Espanha, o esquerdista José Luis Rodríguez Zapatero, como um "homem cabal e tenaz", em um artigo publicado na quinta-feira no site do diário. O perfil de Lula fará parte de um suplemento especial elegendo "Os 100 do Ano" entre homens e mulheres ibero-americanos que marcaram 2009. O artigo foi publicado pelo "El País" neste domingo, mas foi antecipado por sua versão digital. O encarregado de traçar o perfil do presidente brasileiro foi Zapatero, que lembra que o conheceu em setembro de 2004, após a incorporação da Espanha à Aliança Contra a Fome, liderada pelo presidente brasileiro, em uma cúpula organizada pelas Nações Unidas em Nova York. "A ocasião não podia ter sido melhor", diz. Após lembrar suas modestas origens, Zapatero destaca que, pelas mãos de Lula, "seguindo o caminho aberto por seu antecessor, Fernando Henrique Cardoso, o Brasil, em apenas 16 anos, deixou de ser o país de um futuro que nunca chegava para se transformar em uma formidável realidade, com um brilhante porvir e uma projeção global e regional cada vez mais relevante".

Produtora do programa do ex-deputado Wallace Souza é presa em Manaus

A produtora de televisão Vanessa Lima foi presa na tarde da última quinta-feira, em Manaus (AM), sob acusação de associação para tráfico de drogas. Ela trabalhava no programa de TV "Canal Livre", apresentado pelo ex-deputado Wallace Souza, e era procurada pela polícia. O mandado de prisão contra Vanessa foi expedido na quarta-feira pelo juiz Mauro Antony, da 2ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes. Ela era a responsável pelo programa apresentado pelo ex-deputado e seu irmão, vice-prefeito de Manaus (AM), Carlos Souza (PP), que exibia crimes encomendados pelo ex-deputado para aumentar a audiência. A produtora se apresentou na Delegacia Geral de Polícia Civil e foi encaminhada para a cadeia feminina de Manaus. O vice-prefeito de Manaus (AM), Carlos Souza (PP), foi preso na última quarta-feira, também acusado de associação ao tráfico de drogas. O programa de TV foi transmitido por 19 anos na TV Rio Negro (Bandeirante). A Assembléia Legislativa do Amazonas cassou o mandato de deputado de Wallace por quebra de decoro parlamentar, e o PP o expulsou do partido.

Ex-ministro Jamil Haddad morre no Rio de Janeiro aos 83 anos

O ex-ministro da Saúde e presidente de honra do PSB, Jamil Haddad, morreu na madrugada de sexta-feira, aos 83 anos, no Rio de Janeiro. Ele foi vítima de infarto. Seu enterro ocorreu no sábado. Médico formado pela Universidade do Brasil (atual UFRJ) em 1949, com especialização em ortopedia, ele ingressou na vida política em 1966, quando foi eleito deputado estadual pelo então Estado da Guanabara, na coligação formada pelo PSB e PTB. Em 1965 filiou-se ao MDB. Reelegeu-se deputado estadual em 1966, mas, no ano seguinte, teve seu mandato cassado e os direitos políticos suspensos por dez anos. Com a reorganização partidária de 1979, participou da fundação do PTB, depois PDT. Em março de 1983 foi escolhido, pelo então governador Leonel Brizola, para assumir a prefeitura do Rio de Janeiro. Dois anos depois, em 1985, participou da reorganização do PSB, tendo sido eleito seu presidente. Em 1986, Haddad assumiu a vaga deixada por Saturnino Braga no Senado. Em 1990 foi eleito deputado federal, chegando a assumir depois o Ministério da Saúde no governo Itamar Franco (1992-1995). Em 2003, já no governo Lula, assumiu a direção geral do Inca (Instituto Nacional de Câncer), cargo que ocupou durante cinco meses, sendo exonerado por pressões políticas.

Sarney diz que decisão do Supremo sobre censura a jornal deve ser respeitada

Ao retomar os trabalhos no Senado na sexta-feira, depois de dez dias afastado por licença médica, o presidente da Casa, senador José Sarney (PMDB-AP), disse que a decisão do Supremo Tribunal Federal de manter a censura ao jornal "O Estado de S. Paulo" deve ser respeitada. A ação para impedir o jornal de publicar notícias da Operação Boi Barrica (rebatizada de Faktor) foi movida por Fernando Sarney, filho do presidente do Senado. "Decisão do Supremo a gente deve sempre respeitar. Vou repetir o que vocês já ouviram da minha parte, o País entregou ao Supremo a guarda da Constituição. E a Constituição eles têm a delegação do povo brasileiro para interpretar", disse Sarney. Fernando Sarney entrou com a ação depois que o jornal divulgou trechos de gravações telefônicas, captadas pela Polícia Federal, em que ele conversava com o pai sobre a nomeação do namorado de uma de suas filhas para o Senado.

Agência Internacional de Energia diz que demanda mundial por petróleo vai acelerar em 2010

O crescimento da demanda mundial por petróleo vai acelerar no próximo ano à medida que o mundo se recupera da desaceleração econômica, informou a IEA (Agência Internacional de Energia) na sexta-feira. Segundo a instituição, a demanda global por petróleo vai subir em 2010 quase 1,5 milhão de barris por dia, ou 1,7%, para 86,3 milhões de barris diários, e a taxa do crescimento da demanda também deve subir. O relatório mensal da AIE elevou sua estimativa para o crescimento da demanda por petróleo para 2010 comparado com 2009 em 120 mil de barris por dia, afirmando que o aumento do consumo de combustível está sendo conduzido por países como Índia e China, e também pelos países industrializados ricos do Ocidente.

LAN houses e residências superam locais de trabalho no acesso à web no Brasil

Uma pesquisa divulgada pelo IBGE na sexta-feira mostra que as LAN houses e residências superam locais de trabalho no acesso à web no Brasil, devido ao aumento de renda. Segundo o estudo, em 2008, os acessos foram feitos, principalmente, de casa (57%), das LAN houses (35,2%) e do trabalho (31%). Em 2008, 47,5% das 56 milhões de pessoas que se conectaram à web disseram ter acessado a rede em mais de um local. Em 2005, o ambiente doméstico já estava em primeiro lugar no acesso à web, mas o local de trabalho estava na segunda posição do ranking, seguido pelas lan houses. O levantamento aponta também que a dependência do computador na escola caiu: de 25% dos acessos para 17%; do trabalho, de 40% para 31%. Já 80% dos acessos à internet de casa são por meio de banda larga, o dobro do que se verificava em 2005. O estudo faz parte da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) 2008 sobre acesso à internet e posse de telefone móvel celular para uso pessoal.

Reeditado livro póstumo de Gilberto Freyre sobre moda

A moda continua passando ao largo das preocupações dos principais intelectuais brasileiros. Uma exceção à regra é Gilberto Freyre. Nos seus principais trabalhos, como "Casa Grande & Senzala", "Sobrados e Mocambos" e "Ordem e Progresso", o sociólogo dedicou relevante espaço à análise dos hábitos relacionados às roupas e às mudanças na vestimenta no Brasil, dos tempos da Colônia aos da República. Não satisfeito, Gilberto Freyre (1900-1987) empreendeu, já no final da vida, a
redação de um livro inteiro sobre o tema, "Modos de Homem & Modas de Mulher", publicado postumamente em 1987. A obra, que se encontrava esgotada, ganhou agora uma segunda edição, revista, pela editora Global, com introdução da historiadora Mary del Priore. É uma leitura fundamental para quem se interessa por moda e também pelo Brasil. A história social e cultural do País está sempre no foco dos 95 pequenos ensaios e comentários que compõem o livro, todo ele construído em uma forma ousada: o final de um texto sempre incita o autor a desenvolver o texto seguinte, uma idéia puxando a outra idéia. Em vôos não cronológicos, Gilberto Freyre percorre os tempos coloniais para falar da herança negra nas vestimentas e dos laços do Brasil com o Oriente (sobretudo a Índia), de onde viria o gosto das brasileiras pelas roupas de cores vivas. Atravessa o Império para demonstrar como a europeização do País espalhou tons escuros e silhuetas pesadas nos salões das elites, um estilo bastante "antiecológico", ele diz, por contrariar o clima tropical. Avança ao Segundo Reinado e ao fim da escravidão, para tratar das roupas de Pedro 2º e das bonecas loiras trazidas da Europa, que impregnaram a cabeça das meninas ricas brasileiras de "racismo" e sonhos de loirice. Daí a mania (que se mantém até hoje) de pintar os cabelos e esconder a "morenidade". O sociólogo e antropólogo também aborda o modernismo nas artes e na arquitetura, no qual ele vê uma inspiração para a própria moda brasileira sair da fase imitativa dos modelos europeus e desenvolver trajeto inédito. Para ele, a moda nacional já possui um rico repertório de referências, em boa parte, de origem popular, africana e indígena, que favorece a criação de estilos singulares. Uma infinidade de outros assuntos passam pela pena de Gilberto Freyre. Ele escreve sobre a liberação sexual e as conquistas profissionais das mulheres, a luta contra o envelhecimento, o fenômeno Sonia Braga, as roupas de luto, os tipos de penteados e calçados, os trajes das mulheres proletárias e o gosto brasileiro pelas ancas largas e as "protuberâncias".

Acesso à internet aumenta 75,3% entre 2005 e 2008

O percentual de brasileiros de dez anos ou mais que acessaram a internet por meio de computador ao menos uma vez aumentou 75,3% e passou de 20,9% para 34,8% entre 2005 e 2008, o que equivale a 56 milhões de usuários. Os dados foram divulgados na sexta-feira pelo IBGE. O aumento no acesso à internet ocorreu tanto entre os homens (de 21,9% em 2005 para 35,8% em 2008) como entre as mulheres (de 20,1% para 33,9%). Os jovens são a maioria dos usuários. O maior percentual foi registrado na faixa etária entre os 15 e os 17 anos (62,9%). Entre pessoas com 50 anos ou mais o percentual diminuiu para 11,2%. De acordo com o Suplemento da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) 2008 sobre Acesso à Internet e Posse de Telefone Móvel Celular para Uso Pessoal, as regiões Sudeste (40,3%), Centro-Oeste (39,4%) e Sul (38,7%) registravam os maiores percentuais de usuários, e as regiões Norte (27,5%) e Nordeste (25,1%), os menores. Entre os Estados, Distrito Federal (56,1%), São Paulo (43,9%) e Rio de Janeiro (40,9%) tinham os maiores percentuais de pessoas que acessaram a internet.

Agência reduz preço do gás natural em São Paulo

O preço do gás natural distribuído pelas três concessionárias responsáveis pelo abastecimento no Estado de São Paulo foi reduzido a partir da última sexta-feira. A Arsesp (Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo) informou que o corte do preço na área de concessão da Gás Brasiliano ocorreu devido à conclusão da revisão tarifária. Na área atendida pela companhia, a redução alcançou até 30% em alguns mercados. No residencial, a redução foi de 28%; na indústria, entre 14% e 32%. Nos casos da Comgás, maior distribuidora do País, e da Gás Natural São Paulo Sul, a razão para o corte teve outro motivo. As duas distribuidoras tiveram redução das tarifas depois da queda do dólar e dos efeitos financeiros observados com a compra de gás mais barato nos leilões feitos pela Petrobras. Segundo a Arsesp, a Comgás reduziu o custo de aquisição do gás da Petrobras em 8% e a Gás Natural São Paulo Sul conseguiu uma redução média de 10,05%. O efeito tarifário, entretanto, será menor e restrito a três mercados. Só os consumidores industriais, comerciais e de GNV sentirão os benefícios.

Importação de minério de ferro pela China cresce 12,3% em novembro

As importações de minério de ferro pela China em novembro subiram 12,3% em relação ao mês anterior e alcançaram 51,07 milhões de toneladas, mas a produção de aço recuou no período em meio a uma desaceleração da indústria para o inverno, mostraram dados oficiais divulgados na sexta-feira. Apesar de a produção de aço bruto ter caído 8,7%, para 47,26 milhões de toneladas, as importações de minério continuaram fortes, com as usinas buscando refazer seus estoques. Uma das fontes disse que a maior parte das usinas gosta de ter 40 dias de estoques, mas uma forte produção de aço significa que elas têm agora cerca de 20 dias. Analistas disseram que apesar da queda sazonal na demanda de aço, o aumento nos volumes de importação de minério de ferro em novembro era esperado. As importações de minério de ferro em outubro foram de 45,47 milhões de toneladas, queda de quase 30% em relação ao recorde de setembro de 64,55 milhões de toneladas, com analistas cautelosos quanto a uma possível queda na produção de aço nos últimos meses do ano. O governo chinês demonstrou preocupação de que o alto volume de importação de minério de ferro neste ano tenha sido causado por atividades especulativas no mercado do aço.

Fernando Henrique Cardoso diz que Dilma Rousseff ainda não existe, que é candidata de Lula

Candidata petista à sucessão presidencial, a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) não decola nas pesquisas porque não existe de fato, sua candidatura é uma decisão tomada unilateralmente pelo presidente Lula. A opinião é do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Para ele, Dilma Rousseff "é candidata de Lula, ainda não é do partido, porque Lula nunca perguntou ao PT e nem mesmo a ela, ele decidiu. Então, para a opinião pública, quem existe até agora é Lula, não uma candidata". Fernando Henrique Cardoso, em Washington, comentou ainda sobre a capacidade de Lula de transferir votos para Dilma Rousseff: "Mas ele já fez isso! Ela não tinha nada, zero, nunca teve posição política, nunca foi candidata, ninguém a conhece".

Presidente do Magazine Luiza diz que perda de controle da Casas Bahia surpreendeu

Para Luiza Helena Trajano, presidente do Magazine Luiza, que deve faturar R$ 3,8 bilhões neste ano, a união entre Casas Bahia e Pão de Açúcar foi "uma atitude audaciosa" e "a surpresa foi a Casas Bahia perder o controle" da nova empresa que uniu as famílias Klein e Diniz. D. Luizinha, como é conhecida no mercado, afirma que a sua rede "não foi procurada" por grupos interessados em unir operações e que 2010 será um "ano em que focará a expansão orgânica e que a rede estará aberta a aquisições e fusões, principalmente com a entrada de R$ 250 milhões do alongamento da nossa sociedade com o Itaú/Unibanco".

TV pública digital terá licitação internacional

A direção da EBC (Empresa Brasil de Comunicação) anunciou a empresários que abrirá licitação internacional para construir a rede de transmissão nacional da TV digital pública. Empresários calcularam que a rede deve custar ao menos US$ 300 milhões (cerca de R$ 510 milhões). O modelo previsto é o de PPP (Parceria Público-Privada). A EBC fará licitação internacional para escolher a empresa ou o consórcio que construirá a infraestrutura de transmissão e ela pagará ao empreendedor pela transmissão dos canais públicos. A remuneração terá uma parcela fixa e outra variável, que dependerá da qualidade do serviço prestado. Interrupções na transmissão serão descontadas no pagamento. Até o final do mês, a EBC colocará a proposta de edital de licitação em consulta pública. Depois disso, o edital será examinado pelo Tribunal de Contas da União. A EBC espera lançar a licitação no final de abril e quer que os sistemas de transmissão de São Paulo e Belo Horizonte sejam inaugurados ainda no governo Lula. O edital dará a estimativa do governo para os valores a serem investidos. O modelo de rede de transmissão terceirizada proposto pela EBC foi baseado em outros países, como Japão, França e Espanha. A japonesa Marubeni e o grupo francês TDF, que têm redes de transmissão de radiodifusão em seus países, participaram da reunião com a EBC, na sede do BNDES. O banco financiará o vencedor da licitação na compra de equipamentos e serviços produzidos no Brasil, e informou às empresas que os empréstimos podem chegar a 80% do valor do projeto.

Embraer faz acordo de até US$ 2,2 bilhões para financiamento na China

A Embraer anunciou na última quinta-feira que assinou um memorando de entendimento com a chinesa CDB Leasing para financiamento e leasing de aeronaves que pode alcançar até US$ 2,2 bilhões nos próximos três anos. O acordo tem como objetivo aumentar oportunidades de aquisição de aeronaves da Embraer dentro da China e no Exterior, focado no desenvolvimento da aviação regional na China. A CDB Leasing é a maior companhia financeira de leasing mantida pelo China Development Bank, e uma das mais importantes instituições internacionais de financiamento de aviação, afirma a fabricante brasileira de aviões. O acordo permite à CDB Leasing oferecer financiamento a companhias aéreas e também pode permitir à instituição considerar a compra direta de aeronaves da Embraer para leasing. "Em qualquer um dos casos, a Embraer indicará possíveis clientes para o CDB Leasing", informa a empresa brasileira. Na última quarta-feira o BNDES informou que ampliará em 2010 pelo segundo ano seguido sua participação no financiamento de vendas de aviões pela Embraer. Para o próximo ano o presidente-executivo da empresa, Frederico Curado, calcula que o BNDES financiará cerca de 60% dos aviões que forem entregues a clientes no segmento de aviação comercial. Com base nas projeções de receita para o próximo ano, de pouco menos de US$ 5 bilhões, sendo três quintos disso com aviões civis, chega-se a um total de quase US$ 1,8 bilhão em desembolsos pelo BNDES a clientes da Embraer nos próximos 12 meses.

Jornal Estadão vai recorrer de decisão "frustrante" do Supremo de manter censura

O diretor de Conteúdo do Grupo Estado, o jornalista Ricardo Gandour, considerou "frustrante" a decisão do Supremo Tribunal Federal, que "deu um passo atrás" ao tratar apenas da "tecnicalidade" da reclamação, e decidiu manter a censura ao jornal "O Estado de S. Paulo". A empresa vai recorrer por meio de um recurso extraordinário que já tramita no Superior Tribunal de Justiça. "Nos preocupam os sinais que o Supremo pode emitir para o País. Nós entendemos que a liberdade de imprensa é um direito absoluto. Os veículos devem ser acionados pelo que publicam, e não impedidos de publicar", disse Gandour. Segundo ele, o Supremo "mais uma vez postergou a decisão, e o tempo jornalístico é fundamental". "A nossa preocupação não é com o "caso do Estado" em si, mas com o alcance para a imprensa e democracia", disse ele. "Embora a corte não tenha entrado no mérito, nas discussões o mérito acabou sendo tangenciado. O Supremo deu um passo atrás. Julgou o pedido não pertinente, em face do acórdão que terminou com a Lei de Imprensa", afirmou. O diretor-executivo da Associação Nacional de Jornais, Ricardo Pedreira, disse que a expectativa da entidade é que o Superior Tribunal de Justiça revogará a censura ao jornal "O Estado de S.Paulo", quando julgar dois recursos oferecidos pela empresa. A decisão do Supremo neste caso não tem outro nome. Trata-se da "chavização" da Justiça brasileira em curso.