quinta-feira, 22 de abril de 2010

General da reserva denuncia "cubanização" das Forças Armadas venezuelanas

O general venezuelano da reserva Antonio Rivero denunciou, esta quinta-feira, a "intromissão de militares cubanos" nas Forças Armadas da Venezuela, assim como a "politização" das tropas por parte do governo do ditador Hugo Chávez. "Meu pedido de baixa se relaciona com a presença e a intromissão de militares cubanos na Força Armada Nacional. É vergonhoso para a instituição armada", declarou Rivero. "A inclusão de militares cubanos está além do que deveria ser permitido. Estão em área estratégica, na segurança do Estado", acrescentou. Segundo Rivero, os militares cubanos participam da organização das Forças Armadas venezuelanas, em capacitação e treinamento, e na "introdução de elementos doutrinários militares em níveis de comando e Estado-maior". Além disso, estão presentes nos setores de comunicação, armamento e inteligência, "entre outras áreas vitais de alto nível da segurança do Estado", acrescentou. O general também manifestou seu desacordo com "a politização na ordem partidária e a perda de instituição democrática que hoje existe na FAN" e com o uso, nas fileiras militares, da consigna "Pátria socialista ou morte", usada pelo Exército em seus atos. Rivero, que ocupava a chefia de Estado-maior de uma divisão de infantaria de reserva, deu baixa em abril, segundo o diário oficial venezuelano de 6 de abril.

Senado paraguaio aprova estado de exceção no norte do país

O Senado paraguaio aprovou nesta quinta-feira por ampla maioria um projeto de lei que declara estado de exceção no norte o país, o que dá ao governo maiores ferramentas para combater um grupo terrorista de esquerda, alinhado com as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, organização terrorista e traficante de cocaína). A lei, solicitada pelo governo e aprovada com mudanças, permite que o Poder Executivo prenda e transfira pessoas sem mandado judicial, e proíba ou restrinja reuniões públicas e manifestações. O Senado, dominado pela oposição, rejeitou uma iniciativa enviada horas antes pelo presidente, o ex-bispo Fernando "Pai Nosso" Lugo, mas aprovou outra semelhante, com modificações, que será discutida nesta sexta-feira na Câmara. O projeto alternativo, de autoria do senador oposicionista Marcelo Duarte, declara estado de exceção nas províncias de San Pedro, Concepción, Amambay, Alto Paraguai e Presidente Hayes, limítrofes com Brasil e Bolívia, por um prazo de 30 dias. Na quarta-feira, um policial e três civis foram mortos em uma emboscada da organização terrorista que se intitula Exército do Povo Paraguaio, mas gosta mesmo é do tráfico de drogas. Essa organização é uma das sócios do Foro de São Paulo, instituição fundada por Lula e pelo ditador Fidel Castro, que reúne organizações esquerdopatas.

Dilma sai em defesa do PMDB e diz que corrupção pode acontecer em "todos os lugares"

No dia em que o governo Lula começou a acertar com a cúpula do PSB a retirada da candidatura do deputado federal Ciro Gomes à Presidência da República, a petista Dilma Rousseff fez questão de defender o PMDB das críticas do ex-ministro. Em entrevista à Rádio 730, de Goiânia, Dilma afirmou que a corrupção pode acontecer "em todos os lugares" e deu uma estocada no colega, ao dizer que ninguém deve ter a "soberba" de associá-la a um determinado partido. "A questão da corrupção não pode ser confundida com um partido ou uma sigla", comentou Dilma: "Os seres humanos são diferentes, a corrupção é uma questão de desvio de conduta e isso pode acontecer em todos os lugares. A gente não pode ter essa soberba ao analisar os outros". Com esse tipo de desculpa ela tenta livrar o PT de ser chamado de um partido corrupto. Magoado com o presidente Lula e com o PT, que o isolaram ainda na largada da corrida ao Planalto, Ciro Gomes bombardeou a parceria dos petistas com o PMDB. Disse que a aliança entre o PT e o PMDB era um "terreno fértil" para a corrupção e um "roçado de escândalos semeados".

Libéria e Vale negociam concessão de minério de ferro

A Libéria está em negociação com a Vale sobre uma possível concessão para exploração de minério de ferro no país e espera fazer um anúncio em breve, disse a comissão de investimentos nesta quinta-feira. Se a negociação avançar, segundo o presidente da comissão de investimento, Richard Tolbert, será o sexto maior acordo de produção de minério de ferro fechado com uma empresa estrangeira nos últimos cinco anos, somando-se a US$ 10 bilhões já acertados nesse período. O acordo destaca os esforços que o país tem feito para restaurar a sua estabilidade e atrair investidores interessados nas vastas reservas de minério de ferro de um país que permaneceu em um estado de guerra quase permanente entre 1989 e 2003. A China Union fechou uma concessão de minério de ferro no início do ano passado. Uma delegação de autoridades chinesas liderada pelo vice-ministro do Comércio Fu Ziying deve abrir oficialmente o projeto Bong nesta quinta-feira. Esse projeto deve custar US$ 2,6 bilhões, o maior investimento estrangeiro no país desde a guerra. Em janeiro, o empresário israelense Jacob Engel tornou-se o mais recente estrangeiro a investir em depósitos de minério de ferro liberianos, garantindo uma licença de 25 anos para minas com reservas de 1,1 bilhão de toneladas de minério de ferro. A Vale está de olho nos depósitos de minério de ferro da África conforme a recuperação econômica amplia a demanda por aço, e uma delegação da empresa se reuniu com o presidente do Gabão, Ali Bongo, neste mês.

Brasil pedirá quebra de sigilos do caso Alstom no Exterior

O Ministério da Justiça vai encaminhar nos próximos dias à Suíça e à França pedidos de quebra do sigilo bancário de 19 pessoas e empresas suspeitas de ter recebido propina da Alstom para que a multinacional francesa vencesse concorrências do governo de São Paulo. Entre os nomes que constam do pedido estão os de Robson Marinho, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, e o do engenheiro Jorge Fagali Neto, irmão do presidente do Metrô. Marinho foi chefe da Casa Civil no início do governo de Mário Covas (PSDB), entre 1995 e 1997, quando o então governador, que morreu em 2001, o indicou para o Tribunal de Contas do Estado. A Suíça bloqueou contas atribuídas a Marinho e a Fagali Neto. Ambos negam ter contas bancárias fora do País.

Futuro de Ciro Gomes pode ser definido só em maio

O governador de Pernambuco e presidente do PSB, Eduardo Campos, disse há pouco a Erich Decat, repórter do blog, que está de pé a pré-candidatura à presidência da República do deputado federal Ciro Gomes. A decisãode retirá-la ou não, segundo ele, pode ser até mesmo adiada para depois da próxima terça-feira (27), quando a Executiva do partido se reúne para “começar” a decidir o futuro de Ciro. "Estamos ouvindo 27 estados. O debate vai começar na terça, mas não vamos achar que um processo desse vai ser decidido apenas em uma reunião. Ciro mantém o desejo de representar o PSB como candidato à Presidência”, disse ao blog. Campos também afirmou que não se sente pressionado a tomar a decisão na próxima semana: “Aceleramos o processo porque foi um pedido do Ciro, mas de forma alguma me sinto pressionado, estamos conversando”. O governador participou na tarde de hoje de reunião com o presidente Lula em Brasília. No encontro, também estavam presentes o governador do Ceará e irmão de Ciro, Cid Gomes (PSB) e o governador do Piauí, Wilson Martins. Perguntado se Lula comentou sobre a possível saída de Ciro da disputa eleitoral, Campos foi enfático: “Quem decide o futuro do PSB é o PSB, conversamos com o presidente sobre a Transnordestina”, afirmou.

Votorantim capta 750 milhões de euros com venda de títulos na Europa

O grupo Votorantim concluiu a emissão de títulos de crédito de longo prazo no mercado europeu (eurobonds), no valor de 750 milhões de euros (US$ 998,53 milhões), com vencimento em abril de 2017. O objetivo, segundo a empresa, foi alongar o perfil da dívida do grupo. "Os recursos oriundos da emissão serão utilizados para o repagamento antecipado de dívidas vincendas nos próximos três anos", informou em comunicado. O procedimento foi feito pela Voto-Votorantim Limited, subsidiária da Votorantim Participações. Segundo a empresa, a demanda pelos títulos superou em cinco vezes o total emitido, atraindo mais de 300 gestores de recursos e investidores na Europa. Os papéis foram emitidos com juros de 5,25% ao ano, a serem pagos semestralmente. O spread foi de 250 pontos-base (2,50 pontos percentuais) em relação à taxa de referência de juros em euro, o que significa um retorno ao investidor de 5,32%. A operação recebeu a classificação de risco "BBB" da agência Standard & Poor's, Baa3 da Moody's e "BBB-" da Fitch Ratings, todas classificadas como Grau de Investimento (Investment Grade).

Lula sinaliza que pode vetar aumento dos aposentados

O presidente bolivariano Lula sinalizou nesta quinta-feira que poderá vetar um reajuste dos aposentados e pensionistas que ganham mais de um salário mínimo se o aumento aprovado pelo Congresso for superior à capacidade de pagamento da Previdência Social. O governo editou medida provisória reajustando os benefícios em 6,14%. Parlamentares tentam elevar o aumento para 7% ou 7,7%. O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, já afirmou que o governo concorda com um aumento de 7%. "Eu quero o bem dos aposentados, olhando o seguinte, ao colocar comida no prato das pessoas, tenho que saber a quantidade de comida que tem na panela", disse o presidente a jornalistas depois de oferecer um almoço ao presidente do Líbano, Michel Sleiman. "É uma questão de custo-benefício. É preciso saber se o que for aprovado é possível a Previdência custear", acrescentou ele. O reajuste de 6,14% custaria R$ 6,7 bilhões à União. Um aumento de 7% teria um impacto adicional de R$ 1,1 bilhão, enquanto um aumento de 7,7% geraria mais R$ 600 milhões em despesas para o governo além desse R$ 1,1 bilhão. É um nada diante do que o governo petista gasta anualmente com as ONGs ligadas ao PT.

"The Economist" diz que Marina Silva tem princípios demais para as eleições no Brasil

Reportagem da revista inglesa "The Economist" desta semana afirma que a pré-candidata do PV à Presidência, a senadora Marina Silva (PV), é do tipo de político que ocasionalmente surge com princípios demais para uma disputa eleitoral em países como Brasil. "O que lhe falta na máquina partidária, ela está tentando fazer com força ética", diz a revista. Com o título "Uma outra Silva", o texto lembra que o desafio de Marina não será fácil, já que pesquisas de opinião mostram que ela conta 10% das intenções de votos. A revista traz uma biografia da senadora que nasceu no Acre, sofreu com uma série de doenças, começou na vida política ao lado do ambientalista Chico Mendes e fundou o PT. "The Economist" lembra também que a senadora sofreu uma série de derrotas no governo Lula quando foi por mais de seis anos ministra do Meio Ambiente, tendo sido sistematicamente boicotada e combatida pela candidata petista, Dilma Rousseff.

Procuradoria Geral eleitoral diz que greve de professores foi campanha anti-Serra

Parecer da Procuradoria-Geral Eleitoral enviado nesta quinta-feira ao Tribunal Superior Eleitoral referenda as denúncias feitas por PSDB e DEM de que a greve organizada pelo sindicato petista dos professores da rede estadual de São Paulo, em março, teve caráter de "propaganda eleitoral antecipada negativa" contra o pré-candidato tucano à Presidência, José Serra. "Ao promoverem e financiarem as aludidas manifestações, realizaram uma organizada campanha eleitoral antecipada negativa contra o pré-candidato à Presidência", diz o documento, que leva a assinatura do procurador-geral da República, Roberto Gurgel. O parecer recomenda ao tribunal a aplicação de multa "no valor máximo" pela "gravidade da conduta" da Apeoesp e sua dirigente, Maria Izabel Azevedo Noronha (a Bebel, que hospeda seu blog ultra anti-tucano no site do sindicato). O eixo do parecer é que os discursos e faixas utilizados no protesto não fizeram referência à gestão da administração estadual, e sim "à suposta inaptidão de Serra em ocupar o cargo de presidente". Diz ainda que a categoria (professores) é "extremamente influente" aos eleitores. A procuradoria também rebate a defesa do sindicato, segundo quem o tucano ainda não era oficialmente candidato à época das manifestações. A candidatura de Serra foi lançada no último dia 10: "Já era veiculado em toda a mídia nacional que José Serra era candidato à Presidência pelo PSDB". Finalmente procuradores estão se dando conta que não podem mais continuar encobrindo as ilegalidades praticadas pelos petistas.

Ministros do Supremo afirmam que Gilmar Mendes foi "corajoso e "firme" no comando do tribunal

Em sua última sessão como presidente do Supremo Tribunal Federal, o ministro Gilmar Mendes foi elogiado por colegas, advogados e pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, que saudaram sua "coragem" e "atuação firme" no comando da corte. Nesta sexta-feira, Gilmar Mendes passa a presidência do tribunal e do Conselho Nacional de Justiça para Cezar Peluso, que terá um mandato de dois anos. O ministro Celso de Mello, por exemplo, afirmou que Gilmar Mendes teve uma "significativa importância" para o fortalecimento das instituições brasileiras e que teve uma "atuação firme e enérgica, competente e eficiente na presidência do Supremo Tribunal Federal". Já o colega Eros Grau disse admirar a forma como Gilmar Mendes conduziu o tribunal: "Não apenas o jurista, mas o homem que tem a independência e a coragem suficientes para cumprir seu dever". Os elogios do ministro foram seguidos por Gurgel, que preferiu concentrar os feitos de Gilmar Mendes à frente do Conselho Nacional de Justiça que, segundo ele, "tem prestado relevantíssimos serviços ao País no exercício do controle externo do Poder Judiciário".

Guido Mantega descarta risco de bolha no Brasil

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, negou nesta quinta-feira, em Nova York, que exista risco de uma bolha de ativos no País e que a maior economia da América Latina esteja superaquecida, e sinalizou que, caso fosse assim, tomaria medidas adequadas. A declaração ocorre dias depois de o FMI apontar em um relatório que a economia brasileira crescerá 5,5% em 2010, sendo um dos poucos países que já devem se preocupar com um superaquecimento econômico. "Na medida em que as disparidades de produção estão se estreitando, e as pressões inflacionárias estão evoluindo em diferentes velocidades, algumas economias com regimes de meta de inflação (Brasil) parecem mais perto de um ponto de virada do que outras (Colômbia, México)", disseram os economistas do FMI no relatório "World Economic Outlook" (Panorama Econômico Mundial), divulgado na quarta-feira.

Plataforma marítima gigante explode e afunda no golfo do México

Um plataforma de petróleo gigante, do tamanho de dois campos de futebol, afundou nesta quinta-feira, no golfo do México, dois dias depois de uma forte explosão. Onze trabalhadores estão desaparecidos e outros quatro estão gravemente feridos. Segundo a Guarda Costeira dos Estados Unidos, a explosão ocorreu na noite de terça-feira na plataforma Deepwater Horizon, que explorava uma região a cerca de 80 quilômetros da costa de Louisiana. O impacto da forte explosão deixou a plataforma em chamas e vários navios jogavam água para tentar conter o incêndio e evitar o naufrágio. A plataforma era propriedade da empresa Transocean, que trabalha para a gigante do petróleo BP.

Moody's diz que economia superaquecida deve levar Banco Central a elevar juros

O conjunto de incentivos monetários e fiscais do ano passado não apenas tiraram o Brasil da recessão, como colocaram a economia em um ritmo superaquecido, o que leva o Banco Central a um impasse no esforço de controlar a inflação, disse a agência de risco Moody's em relatório desta quinta-feira. Segundo a instituição, mesmo com o ritmo de crescimento desacelerando nos próximos trimestres, o PIB brasileiro deve ter uma expansão de cerca de 6% em 2010, um ritmo que ela considera acima do potencial da economia do País. "Nessas circunstâncias, a inflação poderia chegar à casa dos 6% no meio do ano, ainda abaixo, mas muito perto do teto da meta de 6,5% para o ano", diz trecho do relatório assinado pelo economista sênior para América Latina da Moody's Economy.com, Alfredo Coutiño. Para evitar essa deterioração no cenário de preços, o economista sugere um aperto na política monetária já a partir deste mês, por meio de um aumento de 0,75 ponto percentual da Selic, hoje em 8,75% ao ano. O movimento, dirigido para conter a demanda superaquecida, principal motor da inflação alta segundo a Moody's, o juro deveria continuar subindo nos próximos meses, até chegar à casa de 10% a 11% anuais no final do ano.

Dilma cancela viagem ao Paraná por divergências na base aliada

Em meio a divergências da base aliada na montagem de palanque no Paraná, a candidata petista Dilma Rousseff decidiu cancelar sua passagem pelo Estado que estava prevista para esta sexta-feira. A visita da petista tinha sido marcada para a véspera da reunião do diretório estadual do PT que vai definir se o partido lançará ou não candidato próprio ao governo do Estado. Ao lançar seu blog na segunda-feira, a ex-ministra confirmou que estaria no Paraná. Segundo o presidente do PT, José Eduardo Dutra, o cancelamento da viagem não tem relação com a disputa dos aliados no Estado. No Paraná, Dilma tinha encontros previstos na Federação das Indústrias do Paraná, com sindicalistas e lideranças evangélicas. A situação do palanque de Dilma no Paraná é delicada. Os petistas tinham sinalizado apoio a candidatura do senador Osmar Dias (PDT) ao governo, mas as negociações foram suspensas. O PT resiste em liberar a ex-presidente estadual do partido, Gleisi Hoffmann, para ser vice na chapa de Osmar Dias. Os comandos do PT e do PDT devem voltar a conversar na próxima semana.

Saídas de dólares batem entradas por US$ 977 milhões até segunda semana

O fluxo cambial do País (a diferença entre saídas e entradas de dólares) está negativo em US$ 977 milhões neste mês até o dia 16, informou nesta quinta-feira o Banco Central. No acumulado deste ano, o saldo é positivo em US$ 1,812 bilhão. No desempenho do mês, a conta comercial (exportações e importações) foi negativa em US$ 2,143 bilhões, enquanto na conta financeira, as entradas de divisas superaram as saídas por US$ 1,166 bilhão. Em 2009, considerando o mesmo período (os primeiros 11 dias úteis de abril), o fluxo cambial estava positivo em US$ 353 milhões no mês, mas era negativo em US$ 2,621 bilhões no acumulado desse ano.

Irã mantém homens da Guarda Revolucionária na Venezuela

O Irã está exportando para a Venezuela vários membros de seu exército ideológico, a milícia islâmica fanática chamada Guarda Revolucionária, o que implica um risco para a influência crescente das forças norte-americanas na América do Sul, afirma documento do Pentágono enviado ao Congresso dos Estados Unidos. "A Guarda Revolucionária Islâmica tem capacidade operacional em todo o mundo. Está bem implementada no Oriente Médio e África do Norte, e em anos recentes intensificou sua presença na América Latina, particularmente na Venezuela", explica o informe, datado de abril deste ano. "Se os Estados Unidos aumentarem seu envolvimento nessas regiões, o contato com a Guarda Revolucionária, diretamente ou através dos grupos extremistas que apóia, será consequentemente mais frequente", adverte o texto. O documento não dá detalhes das atividades das forças iranianas na Venezuela, mas representa o primeiro alerta em um documento oficial norte-americano sobre as atividades paramilitares na região. Segundo o jornal norte-americano "The Washington Times", as forças iranianas estão desenvolvendo redes de terroristas na América Latina, que poderiam ser ativadas para atacar os Estados Unidos em caso de uma escalada no confronto pelo programa nuclear iraniano.

Fibria Celulose deve captar até US$ 750 milhões no mercado internacional

A Fibria Celulose informou nesta quinta-feira que pretende levantar entre US$ 500 milhões e US$ 750 milhões no mercado externo, por meio do lançamento de bônus ("eurobonds") com prazo de dez anos. O documento publicado nesta quinta-feira não traz maiores informações sobre as datas da operação, mas a diretoria aprovou "desde já" a contratação das instituições financeiras necessárias para o lançamento dos "eurobonds". Em princípio, o Bank of America e o Santander Investments devem ser os coordenadores. A Fibria é resultado da fusão de Aracruz Celulose e Votorantim Celulose e Papel, que começou a operar oficialmente a partir de setembro de 2009. No ano passado, a companhia teve receita líquida de R$ 6 bilhões e lucro de R$ 558 milhões.

Dilma será "estrela" do programa de TV do PT e irá comparar gestões Lula e FHC

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, começou a gravar na quarta-feira sua participação nas inserções e no programa partidário do partido na televisão que serão exibidos em maio. No último programa do PT antes do início oficial da campanha eleitoral, Dilma fala sobre ações do governo Lula usando um tom de continuidade. A petista passou três horas em uma produtora de Brasília ao lado do marqueteiro João Santana. Segundo o secretário de Comunicações do PT, deputado Andre Vargas (PR), Dilma será a estrela principal do programa que deve voltar a explorar, em tom de ataque, comparações entre os governos Lula e Fernando Henrique Cardoso.

Contas externas atingem no primeiro trimestre o déficit mais alto desde 1947

O Brasil registrou déficit de US$ 12,145 bilhões nas contas externas no primeiro trimestre deste ano, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pelo Banco Central. Este é o pior primeiro trimestre desde 1947. Em março, as transações em conta corrente ficaram negativas em US$ 5,06 bilhões. O numero é maior do que o registrado no mês passado (US$ 3,251 bilhões) e superior a março de 2009 (US$ 1,559 bilhão). A conta das transações correntes inclui o resultado da balança comercial, os gastos do Brasil com serviços fora do País, remessas de lucros e dividendos, além das transferências unilaterais. Para este mês, a previsão é de um déficit de US$ 4,8 bilhões, segundo o chefe do Departamento Economico do Banco Central, Altamir Lopes. A balança comercial fechou com superávit de US$ 668 milhões no mês. No ano passado, o resultado da conta comercial havia ficado positivo em US$ 1,757 bilhão. Já a conta de serviços e rendas, que abrange os resultados das remessas de lucros e dividendos, viagens internacionais e outros, ficou negativa em US$ 6,01 bilhões. O déficit das contas externas já é quase metade do total registrado em todo o ano de 2009 (US$ 24,302 bilhões). No primeiro trimestre do ano passado, o Brasil teve déficit de US$ 4,93 bilhões.

Megaestudo avaliará impacto do celular na saúde de 250 mil pessoas

O projeto de um novo estudo sobre a relação do uso de telefones celulares e problemas de saúde crônicos como câncer e disfunções neurológicas foi apresentado nesta quinta-feira em cinco países europeus. A pesquisa deve durar décadas. Organizadores afirmam que o Cosmos (Cohort Study on Mobile Communications) pode ser o maior estudo do gênero, com avaliações de mais de 250 mil pessoas de 18 a 69 anos no Reino Unido, Finlândia, Holanda, Suécia e Dinamarca. Responsável pela parte britânica da pesquisa, Paul Elliott, do Imperial College London, afirma que pesquisas anteriores sobre os riscos do uso dos celulares abrangiam apenas cerca de uma década de monitoramento. Como diversos tipos de câncer levam muito tempo para se desenvolverem e a tecnologia da comunicação móvel ainda é relativamente nova, diz o pesquisador, era necessário um acompanhamento mais duradouro. "Pelo bem de usuários atuais e gerações futuras, esta é a coisa certa a fazer", disse Paul Elliott: "O estudo Cosmos vai mapear o uso por longos períodos, como 10, 20 ou 30 anos. Com monitoramento de longo termo, haverá tempo para eventuais doenças aparecerem". Entidades como a OMS (Organização Mundial da Saúde), a American Cancer Society e o National Institutes of Health afirmam que as evidências científicas obtidas até hoje não comprovam qualquer efeito negativo associado ao uso de celulares.

Geithner promete desmantelar bancos que estão à beira da falência

O secretário norte-americano do Tesouro, Timothy Geithner, prometeu nesta quinta-feira que o governo jamais salvará os bancos que tenham assumido muitos riscos com o dinheiro dos contribuintes, e que estes serão desmantelados se cometerem este erro. "No futuro, se eles semearem de novo a desordem e se encontrarem mais uma vez à beira do precipício, queremos estar bem seguros de poder fechá-los, de desmantelá-los com toda certeza, sem que o contribuinte tenha uma vez mais que salvá-los", afirmou Geithner em uma longa exortação a favor da reforma do sistema financeiro que é discutida no Congresso. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, também fez hoje uma visita a Nova York, com o objetivo de convencer Wall Street da necessidade de aprovar a reforma do sistema financeiro no Congresso. Ele defenderá a reforma com a advertência de que sem a mesma os Estados Unidos estariam condenados a uma nova crise.

Governo paraguaio vai pedir a instauração do estado de exceção no norte do país nesta quinta-feira

O governo paraguaio solicitará nesta quinta-feira ao Congresso a declaração de um estado de exceção no norte do país, após a morte de um policial e de três civis em um ataque de um grupo armado. O anúncio foi feito na noite desta quarta-feira pelo assessor jurídico do governo, Emilio Camacho, na saída de uma reunião do chefe de Estado, Fernando Lugo, com os líderes de bancadas dos partidos com representação parlamentar. "Lugo decidiu apresentar um projeto de lei que declara o estado de exceção na zona de conflito", afirmou Camacho, ao explicar que a medida abrangerá cinco departamentos: Concepción, San Pedro, Amambay, Alto Paraguay e Presidente Hayes, estes últimos na região oeste. Pouco antes, Lugo convocou as autoridades do Ministério da Defesa, de Interior e da Polícia para analisar as medidas a adotar após a morte das quatro pessoas em uma emboscada em uma fazenda num distrito da localidade de Horqueta, 380 quilômetros ao norte de Assunção, em Concepción.

Oposição nicaraguense acusa que 54 pessoas foram sequestradas por milicianos do ditador bolivariano

O ex-chanceler da Nicarágua e deputado opositor Eduardo Montealegre denunciou que 54 pessoas, entre elas 18 deputados, foram "sequestradas" nesta quarta-feira na sede do partido liderado por ele, que ficou cercada por milicianos do ditador do país, o bolivariano Daniel Ortega, que chefia um governo ultra corrupto. "O que estamos vivendo na Nicarágua é um terrorismo de Estado", disse Montealegre em entrevista concedida nos escritórios da ONG Centro Nicaraguense de Direitos Humanos (Cenidh), pouco após ter conseguido sair da sede de seu partido, o Movimento Vamos com Eduardo (MVE). "É lamentável e vergonhoso que tudo isto tenha acontecido", acrescentou, após uma quarta-feira na qual milicianos de Ortega protagonizaram incidentes que deixaram quatro veículos completamente destruídos, três deles de deputados liberais. Montealegre afirmou que a situação em que se encontrava chegou ao fim quando Ortega deu ordem para que seus seguidores se retirassem da sede do MVE como "cordeiros obedientes". A Nicarágua se encontra imersa em uma profunda crise institucional devido aos desentedimentos entre governo e oposição desde que, em janeiro, Ortega aprovou um decreto para prorrogar o mandato de funcionários de vários poderes do Estado, apesar de a competência constitucional para isso ser do Parlamento. Sobre essas violações constitucionais do seu governo amigo da Nicarágua o governo Lula não dá um pio.

Lugo cancela viagem após ataque que deixou quatro mortos no Paraguai

O presidente do Paraguai, o ex-bispo Fernando "Pai Nosso" Lugo, cancelou nesta quarta-feira uma viagem à Bolívia após analisar com seus assessores de segurança o ataque feito por um grupo armado que deixou um policial e três civis mortos na região nordeste do país. A medida adotada foi anunciada pelo ministro paraguaio de Informação, Augusto Dos Santos, pouco após o governo paraguaio informar que Lugo deveria viajar na manhã desta quinta-feira à cidade boliviana de Cochabamba para participar da Conferência Mundial dos Povos sobre a Mudança Climática. Lugo convocou representantes dos ministérios da Defesa e de Interior, além da polícia, para analisar as medidas que deveriam ser tomadas em função do ataque, ocorrido em uma fazenda em Horqueta, cidade localizada a 380 quilômetros ao norte de Assunção, no departamento de Concepción. É nesta área que atua o autodenominado Exército do Povo Paraguaio (EPP), cujos membros são procurados pela polícia por serem acusados de inúmeros casos de sequestro. Lugo tem contemporizado com este grupo terrorista esquerdista desde que assumiu o governo. O vice-ministro de Segurança do Ministério do Interior, Carmelo Caballero, informou que policiais e militares foram enviados à região para reforçarem a busca pelos criminosos. Segundo a procuradoria paraguaia, o EPP utiliza técnicas de sequestro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc - organização terrorista e traficante de cocaína).