domingo, 16 de maio de 2010

Ricaça petista Marta Suplicy afirma que Fernando Gabeira foi sequestrador

A ricaça petista Marta Suplicy, candidata ao Senado por São Paulo, ) disse neste domingo em encontro com militantes petistas na zona leste paulistana que a mídia tem dois pesos e duas medidas ao tratar do passado guerrilheiro de Dilma Rousseff (PT). Para a ex-prefeita, o candidato ao governo do Rio de Janeiro, Fernando Gabeira (PV), teve atuação mais efetiva contra a ditadura no sequestro do embaixador norte-americano Charles Elbrick, em 1969, mas não é cobrado porque fechou aliança com o PSDB. O embaixador foi solto em troca de reféns. "Vocês notaram, Aloizio Mercadante, que do Gabeira ninguém fala? Esse sim, sequestrou. Eu não estou desrespeitando ele, ao contrário, mas ele sequestrou. Ele era o escolhido para matar o embaixador. Ninguém fala porque o Gabeira é candidato ao governo do Rio de Janeiro e se aliou com o PSDB. Então, ninguém fala". No Rio de Janeiro, Gabeira disse: "Vou ignorar essa acusação porque já faz muitos anos que ignoro as coisas que a Marta diz". Afirmou que "não é verdade" que tenha sido escalado para matar Elbrick: "Tenho uma visão bastante clara do sequestro. Hoje o condeno como forma de luta". A ricaça petista Marta Suplicy que Dilma Rousseff era encarregada de levar e trazer as armas dos terroristas de sua organização. E também esquece que o chefe da Comunicação de Lula, Franklin Martins, fazia parte do mesmo grupo que sequestrou o embaixador norte-americano.

Turquia se antecipa e anuncia acordo sobre programa nuclear iraniano

O primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou, em Teerã, que um acordo sobre o programa nuclear iraniano foi alcançado nas negociações da qual o Brasil participou. O anúncio atropelou autoridades brasileiras. O presidente Lula teve uma agenda cheia em Teerã, mas não mencionou a questão nuclear em seu discurso. Segundo Erdogan, que só confirmou sua visita a Teerã neste domingo, os iranianos aceitaram trocar seu urânio por material nuclear "após 18 horas de negociação". Ou seja, as negociações ignoraram os brasileiros. A idéia, agora, é formalizar o pacto na reunião desta segunda-feira do G-15 (17 países em desenvolvimento) em Teerã. O texto do novo acordo foi montado em cima de uma proposta debatida em outubro na Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA). O plano prevê que o Irã entregue 1.200 quilos de urânio e receba em troca o material nuclear (enriquecido a 20%) equivalente para seu reator de pesquisas médicas de Teerã. As três partes envolvidas na negociação concordaram no sábado que a troca deve ocorrer em território turco. Qualificando Lula de "bom amigo" e "irmão", o ditador fascista islâmico Madmoud Ahmadinejad defendeu neste domingo em Teerã que Brasil e Irã compartilham "valores morais": "Somos contra a discriminação, o preconceito, a agressão e a tirania", disse o iraniano. Deve se tratar de uma ironia muito fina, já que o regime fascista islâmico extermina seus adversários em processos sumários comandados por religiosos autocratas.

Roberto Jefferson questiona pesquisa que dá liderança para Dilma

O ex-deputado federal Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, postou em sua página no Twitter, neste domingo, três comentários que colocam em dúvida o resultado a pesquisa Vox Populi que colocou a petista Dilma Rousseff na liderança da corrida presidencial. Pergunta Roberto Jefferson: "O que aconteceu de tão extraordinário para que Dilminha Barrichello fizesse uma ultrapassagem tão espetacular?". E ele continua em outra postagem: "A pesquisa Vox Populi tem duas intenções: influenciar o eleitor - criando uma onda pró-Dilma - e impedir que os aliados fujam da arca de Noé". E completa: "Nem Freud (o austríaco Sigmund) explicaria o resultado da pesquisa Vox Populi. Talvez só o aloprado Freud Godoy. Na ânsia de fazer Dilma presidente, o céu é o limite para o governo Lula".

PPS gaaúcho sai fora da aliança com o PSDB

O PPS decidiu neste domingo que não fará mais parte da coligação que tentará reeleger a governadora Yeda Crusius. O partido foi avisado de que nesta segunda-feira o PSDB comunicará ao PP que aceita todas as suas condições para compor a aliança, inclusive coligação na proporcional para a Câmara dos Deputados. Este é o ponto que opõe PSDB, PP e PPS, porque o PPS acha que uma lista que inclua o PP significará a morte do partido, que desta forma não conseguiria eleger ninguém para a Câmara dos Deputados. O PSDB também tem este receio, mas considerou que os valores mais altos das eleições de Serra e de Yeda impuseram-se na decisão final. O grande problema do PPS, um partido nanico, é tentar eleger o seu presidente, deputado estadual Berfran Rosado, para um mandato federal. O PPS gaúcho corre com muita chance para o seu destino final, o completo esvaziamento.

Rio Grande consegue empréstimo de R$ 50 milhões para garantir infraestrutura do Pólo Naval

O Banco Mundial emprestará US$ 50 milhões para que a prefeitura de Rio Grande (RS) invista pesado melhoria da sua infraestrutura, preparando-se para abrigar uma população 5O% maior dentro de dez anos. A informação foi divulgada neste domingo pelo prefeito Fábio Branco, do PMDB. A preocupação do prefeito tem a ver com a alavancagem do Pólo Naval, que ganha enorme impulso a partir da entrega do dique seco construído pela W Torre para a Petrobrás. Trata-se de um investimento de R$ 430 milhões que será inaugurado no dia 31, com a presença de Lula. O dique seco permitirá a construção e recuperação de plataformas e navios oceânicos. Duas plataformas, a P-55 e a P-63, já estão sendo construídas em Rio Grande, mas além delas estão confirmados oito navios petroleiros oceânicos. São encomendas de valor muito alto (US$ 1,2 bi cada plataforma e US$ 800 milhões cada navio).

Campanha de Dilma Rousseff usa empresa de segurança irregular

A empresa contratada pelo PT para fazer a segurança da candidata do partido à Presidência, a neopetista Dilma Rousseff, atua de forma irregular em Brasília. O contrato foi acertado com o grupo CR 5 Brasil Segurança, de São Paulo, que recebeu R$ 3,1 milhões de órgãos do governo federal entre 2008 e 2009. Segundo a legislação, para uma empresa paulista prestar serviço em Brasília, ela precisa ter uma filial aberta na cidade, com vários requisitos, como um cofre para guardar as armas e um mínimo de funcionários. O grupo CR 5 não cumpre esses requisitos e não iniciou o processo de abertura de filial. A empresa pode ainda ser proibida temporariamente de funcionar. Charles Abreu, o representante legal da empresa em Brasília de acordo com o PT, informou que a empresa "PK 9 é a responsável pelo trabalho com a candidata". Mas não se trata de uma empresa de segurança, e sim de serviços gerais dentro do grupo CR 5 Brasil Segurança.

Marina Silva lança pré-candidatura à Presidência e confirma bilionário Guilherme Leal de vice

A pré-candidata às eleições presidenciais Marina Silva (PV) anunciou na tarde deste domingo o empresário Guilherme Leal como seu vice na chapa do partido. O anúncio foi feito durante o lançamento da pré-candidatura de Marina, em Nova Iguaçu (RJ). Empenhado na causa verde, o bilionário Guilherme Leal, de 60 anos, dono do Grupo Natura, foi levado ao PV pela senadora no ano passado. Antes de anunciar seu nome como vice, Marina fez elogios e afirmou que Leal "está inteiramente integrado com o projeto". Após o anúncio, o empresário afirmou que sente profunda emoção em aceitar concorrer à vice-presidência. "Não podemos deixar de lutar pelo sonho de construir um Brasil mais justo, mais solidário, mais fraterno, mais feliz", completou.

Instituto Vox Populi apresenta pesquisa com Dilma na frente

Pesquisa do Instituto Vox Populi traz a petista Dilma Rousseff numericamente à frente de José Serra. Dilma Rousseff aparece com 38%, nove pontos percentuais a mais do que amealhara em pesquisa feira em janeiro. Serra amealha 35%, três pontos a menos do que o Vox Populi lhe atribuíra na pesquisa anterior, de quatro meses atrás. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Significa dizer que, do ponto de vista estatístico, Dilma e Serra estão tecnicamente empatados. Mas, é a primeira vez que o Vox Populi acomoda a candidata do PT numericamente à frente do rival tucano. Segundo o instituto, Dilma está numericamente à frente de Serra também na simulação de segundo turno. No embate direito, Dilma amealha 40%. Tinha 35% em janeiro. Serra teria 38%. Há quatro meses, tinha 46%. Marina Silva, a candidata do PV aparece na pesquisa com 8%.

BP usa cano para conter vazamento no golfo do México

Engenheiros da BP tentam colocar um cano sobre o local do vazamento de óleo no golfo do México, informou um executivo da empresa. O objetivo é bombear o óleo para um barco na superfície. A operação está sendo realizada por robôs. O bombeamento poderá começar hoje nesmo. Essa é a mais recente tentativa da empresa para tentar conter o derrame de cerca de 800 mil litros diários de óleo no golfo do México. O vazamento começou no dia 20 de abril, quando uma plataforma operada pela BP explodiu, matando 11 funcionários. Na semana passada, a empresa tentou colocar uma câmara de aço de 100 toneladas sobre o vazamento, mas a operação fracassou devido à formação de gelo, o que impediu o bombeamento de óleo por uma abertura na parte superior da câmara. Além da inserção do cano de contenção, a empresa está realizando os últimos ajustes em uma câmara menor para colocar sobre o local do vazamento. A câmara já está submersa, a 1.500 metros, e está recebendo os últimos ajustes para ser colocada sobre o local do vazamento. Um outro poço também está sendo perfurado pela empresa próximo ao local do desastre. A ideia é abrir um buraco no fundo do mar e enchê-lo de entulhos para segurar o óleo lá contido. A perfuração desse poço, porém, deve demorar semanas.

Incêndio no Butantan destrói maior coleção de cobras do mundo

O incêndio ocorrido no sábado pela manhã no Instituto Butantan, na zona oeste de São Paulo, destruiu grande parte da maior coleção de cobras do mundo. O acervo queimado guardava cerca de 80 mil serpentes e 500 mil artrópodes, como aranhas e escorpiões. Os animais eram conservados em vidros com formol. O instituto é ligado ao governo de São Paulo. Segundo Otávio Mercadante, diretor do Butantan, é provável que espécies únicas tenham sido perdidas. "É uma perda incalculável, pois esses animais não têm valor estimado", afirmou. O local guardava exemplares coletados há mais de cem anos, na época do médico e pesquisador Vital Brazil, o fundador do Butantan. Na coleção, que era usada por biólogos e alunos de medicina para estudo, havia espécimes antigos que serviam para estudo de filogenia, a história evolutiva de uma espécie.

FARC estão operando no Brasil

Um relatório sigiloso produzido pela inteligência da Polícia Federal joga por terra o discurso do governo petista de Lula de que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc, organização terrorista e traficante de cocaína) não agem do lado de cá da fronteira. De acordo com o documento, datado de 28 de abril, a guerrilha colombiana não só tem violado sistematicamente a fronteira Colômbia-Brasil como tem utilizado o território brasileiro para seus negócios, especialmente o narcotráfico. A conclusão faz parte do relatório final da investigação que levou à prisão, no dia 6, de José Samuel Sánchez, o “Tatareto”, apontado pela Polícia Federal como integrante da comissão de logística e finanças da 1ª Frente das Farc, um dos mais importantes destacamentos do terrorismo colombiano. O grupo que trabalhava na base brasileira utilizava conhecidas técnicas das Farc. O sistema de comunicação que Tatareto mantinha em seu sítio, perto de Manaus, era acionado em horários predeterminados para contatos com o terrorismo na Colômbia: às 7 horas , às 12 horas e às 17 horas. Na maioria das vezes, os diálogos eram codificados. A exemplo do que as Farc fazem na selva colombiana para esconder armas e drogas, os dois aparelhos de rádio-comunicação ficavam enterrados, dentro de um tonel. A antena utilizada, que não costuma ser discreta, repousava, cuidadosamente camuflada, entre as copas de duas árvores. Tatareto (“Gago”, em espanhol) foi preso com mais sete pessoas. Ele é acusado de comandar uma importante rota do tráfico que usava rios da Amazônia para fazer chegar a Manaus carregamentos de cocaína produzida na selva colombiana pelas Farc. Da capital do Amazonas, a droga era distribuída para outros Estados brasileiros e para a Europa. A Polícia Federal afirma que a guerrilha, encurralada na Colômbia pelas operações militares do governo de Álvaro Uribe, chegou a estabelecer bases na Amazônia brasileira. Encarregado da arrecadação de recursos para as Farc, diz o relatório, Tatareto “transferiu sua base operacional para o território brasileiro, de onde poderia coordenar (as atividades) com mais tranqüilidade, sem o perigo do confronto armado freqüente com as forças oficiais da Colômbia”. Os investigadores mapearam as duas mãos do esquema: as Farc enviam coca da Colômbia para o Brasil e, no sentido inverso, os recursos obtidos com a venda da droga são remetidos para acampamentos da guerrilha na Colômbia, seja em dinheiro vivo, seja na forma de mantimentos e insumos para refino da coca comprados em território brasileiro. “Tatareto disponibiliza parte dos recursos para a aquisição de mantimentos e logística em geral (combustível, produtos químicos, etc) que são comprados em Letícia (do lado colombiano) e destinados ao seu pessoal na selva”, afirma a Polícia Federal.

Relações perigosas - As FARC, o PT e o governo Lula

Do site do jornalista Reinaldo Azevedo: "Vocês vão entender por que publico o documento acima, assinado por Dilma Rousseff, então ministra da Casa Civil e agora pré-candidata do PT à Presidência. Reportagem no Estadão deste domingo informa que a Polícia Federal descobriu uma base das Farc no Brasil: “A guerrilha colombiana não só tem violado sistematicamente a fronteira Colômbia-Brasil como tem utilizado o território brasileiro para seus negócios, especialmente o narcotráfico. A conclusão faz parte do relatório final da investigação que levou à prisão, no dia 6, de José Samuel Sánchez, o ‘Tatareto’, apontado pela Polícia Federal como integrante da comissão de logística e finanças da 1.ª Frente das Farc, um dos mais importantes destacamentos da guerrilha colombiana.” Pois é, leitor… A história dos petistas e do governo Lula com as Farc pode ser contada em capítulos. Nem é preciso fazer uma pesquisa muito exaustiva. Comecemos por observar que, ao longo dos anos, o lulo-petismo tem sido mais duro com o governo constitucional e democrático da Colômbia do que com os narcoterroristas. Explica-se. Lula, o Itamaraty e os petistas não consideram as Farc terroristas — seqüestrar pessoas, degolá-las, manter campos de concentração na selva, etc..., não parecem caracterizar terrorismo para os nossos iluminados. Em março de 2008, numa entrevista ao jornal francês Le Figaro, Marco Aurélio Top Top Garcia declarava: “Eu lhes lembro que o Brasil tem uma posição neutra sobre as Farc: nós não as qualificamos nem de grupo terrorista nem de força beligerante. Acusá-las de terrorismo não serve pra nada quando a gente quer negociar.” É Pouco? Pois eu lembro mais. Naquele ano, a Colômbia havia atacado um acampamento dos narcoterroristas situado no Equador. Eles contavam com a proteção do governo daquele país, comandado pelo filoterrorista Rafael Correa. Leiam o que disse Marco Aurélio ao jornal francês: “O Brasil condena firmemente o ataque colombiano ao território equatoriano, que é, antes de mais nada, uma violação da soberania territorial. Nós exortamos a Colômbia a apresentar suas desculpas ao Equador. Paralelamente, o Brasil age para baixar a tensão na região, que atingiu níveis inquietantes". (...)" O Equador protegia terroristas e traficantes que seqüestravam e matavam na Colômbia, mas Marco Aurélio exigia desculpas dos colombianos! É compreensível! Vocês se lembram do Fórum de São Paulo, entidade fundada por Lula e Fidel Castro para reunir partidos e organizações da esquerda da América Latina? PT e Farc dividiram o mesmo teto na organização durante um bom tempo. Oficialmente, os narcoterroristas deixaram o Fórum. Quando estavam lá, já faziam o que fazem hoje: seqüestros, assassinatos, tráfico de drogas… Sob a bandeira da luta revolucionária marxista. Não que isso também não seja uma droga. Mas é outra. Na reunião da OEA, que debateu o ataque, o Brasil atuou contra a Colômbia com a mesma fúria com que atuou contra Honduras. Hugo Chávez, o amigão das Farc, ameaçou ir à guerra!!! Naquela ação, morreu um dos chefões do bando, o terrorista pançudo Raul Reyes. Seu laptop, que foi apreendido, trouxe revelações espetaculares, indicando os laços entre o grupo e os governos da Venezuela e do Equador. E continha algumas coisas interessantes sobre o Brasil!!! Um dos chefões das Farc, o tal Padre Olivério Medina, mora no Brasil na condição de “refugiado político”. Desde 2006. Dele se diz ser um “ex-terrorista”. O laptop de Rayes trazia troca de mensagens entre os dois. Publicou o jornal colombiano El Tiempo no dia 10 de maio de 2008: “(…) o contato das Farc, Francisco Antonio Caderna Collazos, o ‘Camilo’ (dois outros nomes de Medina) - casado com uma professora brasileira e encarregado de trocar cocaína por armas e do recrutamento de simpatizantes -, não pôde ser extraditado para a Colômbia porque goza do status de refugiado desde 2006?. No dia 4 de junho de 2008, Diogo Mainardi revelou em sua coluna na VEJA que a mulher de Medina, Angela Maria Slongo, era funcionária do governo Lula, mais precisamente do Ministério da Pesca. A revista Cambio, da Colômbia, publicou o e-mail em que Medina informa a nomeação a Reyes: "17 de enero de 2007 - De: ‘Cura Camilo’ - A: ‘Raúl Reyes’ -
“El lunes 15 inició ‘la Mona’ su empleo nuevo y para asegurarla o cerrarle el paso a la derecha por si en algún momento les da por molestar, entonces la dejaron en la Secretaría de Pesca desempeñándose en lo que aquí llaman un cargo de confianza ligado a la Presidencia de la República”. Traduzindo - Na segunda-feira, dia 15, a “Mona” começou em seu novo emprego e para garanti-la ou impedir que a direita em algum momento a hostilize, a colocaram na Secretaria da Pesca, trabalhando no que chamam aqui de cargo de confiança ligado à Presidência da República. “Mona” é como Medina, o “Cura Camilo”, se refere à sua mulher. A palavra tem tanto o sentido de coisa “fofa”, “delicada”, quanto de macaca. Escolham… O que o e-mail evidencia? Que a contratação da “fofa” ou da “macaca” foi mesmo parte de uma ação política. Ora, quem será este sujeito indeterminado de “colocaram” e “chamam”? Resposta: Dilma Rousseff. O requerimento que está no alto desta página foi publicado pela primeira vez do jornal Gazeta do Povo, do Paraná. Ali está o pedido de transferência. E o mais curioso: ela foi trabalhar no Ministério da Pesca em… Brasília! Vai ver passa as tardes pescando lambaris no lago Paranoá… Segundo o jornal El Tiempo, Medina é um dos chefões de um troço chamado CCB - Coordinadora Continental Bolivariana. É o braço internacional das Farc, instalado em vários países. Reyes, o pançudo morto no Equador, divida a chefia da CCB com Medina e com Orlay Jurado Palomino, ou “Hermes”, que está na Venezuela.

O mistério dos US$ 5 milhões

Do site do jornalista Reinaldo Azevedo: "Nos arquivos da Agência Brasileira de Inteligência em Brasília há um conjunto de documentos cujo conteúdo é explosivo. Os papéis, guardados no centro de documentação da Abin, mostram ligações das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) com militantes petistas. O principal documento nos arquivos foi datado de 25 de abril de 2002, está catalogado com o número 0095/3100 e recebeu a classificação de “secreto”. Em apenas uma folha e dividido em três parágrafos, esse documento informa que, no dia 13 de abril de 2002, um grupo de esquerdistas solidários com as Farc promoveu uma reunião político-festiva numa chácara nos arredores de Brasília. Na reunião, que teve a presença de cerca de trinta pessoas, durou mais de seis horas e acabou com um animado forró, o padre Olivério Medina, que atua como uma espécie de embaixador das Farc no Brasil, fez um anúncio pecuniário. Disse aos presentes que sua organização guerrilheira estava fazendo uma doação de 5 milhões de dólares para a campanha eleitoral de candidatos petistas de sua predileção. A notícia foi recebida com aplausos pela platéia. Faltavam então menos de seis meses para a eleição. Um agente da Abin, infiltrado na reunião, ouviu tudo, fez um informe a seus chefes, e assim chegou à Abin a primeira notícia de que as relações entre militantes esquerdistas, alguns deles petistas, e as Farc podem ter ultrapassado a mera simpatia ideológica e chegado ao pantanoso terreno financeiro. Sob a condição de não reproduzi-los nas páginas da revista, VEJA teve acesso a seis documentos da pasta que trata das relações entre as Farc e petistas simpatizantes do movimento. Dos seis documentos, três fazem menção explícita à doação de 5 milhões de dólares. Num deles, está descrita a forma de pagamento: o dinheiro sairia de Trinidad e Tobago, um pequeno país do Caribe, e chegaria às mãos de cerca de 300 pequenos empresários brasileiros simpáticos ao PT, que, por sua vez, fariam contribuições aos comitês regionais do partido como se os recursos lhes pertencessem. Em outro documento, aparece a informação de que o acerto financeiro fora celebrado entre membros do PT e das Farc durante uma reunião realizada numa fazenda no Pantanal Mato-Grossense - e que os encontros de cúpula seriam articulados com a ajuda de Maria das Graças da Silva, uma funcionária da Câmara dos Deputados em Brasília que já militou no PCdoB e seria amiga muito próxima do “comandante Maurício”, apontado como a maior autoridade das Farc no Brasil. Ao contrário da doação financeira e do mecanismo do pagamento, que são descritos em detalhes nos documentos da Abin, a menção à reunião no Pantanal aparece seca e sem detalhes. “Conheço ele, sim, mas e daí? Não articulei encontro nenhum”, garante a funcionária Maria das Graças, que diz ignorar qualquer reunião no Pantanal. (…) Os contatos políticos entre petistas e guerrilheiros das Farc são antigos. Começaram em 1990, quando o PT realizou um debate com partidos políticos e organizações sociais da América Latina e do Caribe para discutir os efeitos da queda do Muro de Berlim. (…) A reunião na chácara em Brasília foi uma mistura de encontro político com festa de amigos. A chácara chama-se Coração Vermelho, pertence ao sindicalista Antônio Francisco do Carmo e fica a 40 quilômetros de Brasília. O encontro começou às 11 da manhã e terminou no início da noite. Aconteceu em torno de uma mesa debaixo de árvores, para evitar que um grampo clandestino pudesse captar as conversas. No início, com todos de pé, abriu-se uma bandeira das Farc e cantou-se o hino da guerrilha. Para entrar na chácara, os participantes tinham uma senha: bater com a mão espalmada no peito. Ao meio-dia, serviu-se um churrasco, com arroz e vinagrete, cerveja e refrigerante. Um dos presentes era o vereador Leopoldo Paulino, secretário de Esportes do então prefeito de Ribeirão Preto, o hoje ministro Antonio Palocci. Pouco antes, Paulino fundara o primeiro comitê de apoio às Farc no Brasil, em Ribeirão Preto. Na chácara, exibiu-se um vídeo com a inauguração do comitê, e Paulino explicou seu funcionamento. “Não temos presidente ou diretor. Somos todos guerrilheiros ou não somos. Se somos, então todos fazem parte da luta”, disse ele, conforme o relato transcrito pelo agente infiltrado da Abin. Foi aplaudido pelos presentes. A VEJA, o vereador Leopoldo Paulino, que foi guerrilheiro da Ação Libertadora Nacional (ALN) e hoje é filiado ao PSB, negou que tenha participado de qualquer reunião na chácara Coração Vermelho. Outro que esteve presente, porém, o bancário Antônio Carlos Viana, um aguerrido militante comunista, confirmou a VEJA que a reunião foi feita, que o assunto era o apoio às Farc, mas disse que ninguém falou em dólares. (…) A primeira suspeita da generosidade financeira das Farc com esquerdistas brasileiros apareceu há dois anos, quando o deputado Alberto Fraga, hoje filiado ao PTB, contou que agentes da Abin lhe narraram a história. O deputado fez um discurso-denúncia sobre o assunto na tribuna da Câmara e tentou em vão abrir uma CPI. Não conseguiu recolher o número necessário de assinaturas de deputados. Sua denúncia não recebeu muito crédito, mas o deputado Luiz Eduardo Greenhalgh, do PT paulista, procurou-o. Disse que estava incumbido pelo governo de processar Fraga e queria saber se o deputado tinha provas da denúncia que fizera. Fraga blefou: “Eu disse que podia até apresentar testemunhas em juízo". Diante disso, Greenhalgh nunca mais tocou no assunto, segundo Fraga. “Eu só falei para que ele tomasse cuidado com aquela história. Disse que ele poderia acabar sendo processado porque a história não era verdadeira”, desmente Greenhalgh: “Eu não estava falando em nome do governo". Concluindo - Um ou outro ainda poderiam dizer: “Ah, não exagere!…” Claro que não exagero! No computador de Reyes, havia mensagens informando que as Farc estavam recebendo armamento da Venezuela. Em julho do ano passado, a Colômbia encontrou lança-foguetes de fabricação sueca, comprados pelo Exército venezuelano, em poder dos narcoterroristas. A negociação foi feita por dois generais próximos a Chávez, um deles acusado pelos Estados Unidos de envolvimento com o narcotráfico. Chávez, inicialmente, negou. Apresentado às armas, deu uma resposta originalíssima: “Elas foram roubadas”. E ameaçou ir à guerra!!! Celso Amorim, o Megalonanico, não disse uma miserável palavra a respeito. Ou melhor, disse: afirmou não ter certeza de que aquilo houvesse mesmo acontecido, embora o próprio Chávez admitisse que as armas eram suas. O debate sobre o uso das bases colombianas pelos EUA estava no auge. Se Amorim nada disse contra a Venezuela, ele atacou duramente a Colômbia. Entre as Farc e os EUA, os nossos valentes já fizeram sua escolha. Afinal, o Brasil é neutro em relação às Farc, mas não aos EUA… Numa das mensagens de Medina, ele diz que tinha muita esperanças de ficar no Brasil porque apostava bastante em Celso Amorim. Homem sábio! Dado o conjunto da obra, as Farc passaram a considerar o Brasil um país seguro, com um governo amigo. Medina e Mona que o digam, não é mesmo, Dilma?

Dilma diz que estuda criar Ministério do Empreendedorismo

A candidata do PT á Presidência, Dilma Rousseff, afirmou que estuda criar um Ministério do Empreendedorismo, caso seja eleita. "O objetivo é disseminar micro e pequenas empresas pelo Brasil e incentivar o empreendedorismo e dar sustentação creditícia, ou seja, linhas de crédito especial e tributária", disse a petista. A proposta foi citada na manhã de domingo durante entrevista coletiva no Congresso Estadual do PT na Bahia.

Presidente chileno venderá emissora de TV a fundo de investimento

O fundo de investimento chileno Linzor Capital Partners comprará 100% do canal Chilevisión, do presidente Sebastián Piñera, informou neste sábado a Bancard Investimentos, entidade que oficializou a operação. "A venda do Chilevisión, junto com a venda da Clínica Las Condes e da LAN Airlines, todas elas materializadas durante o presente ano, confirmam o cumprimento pleno e íntegro dos compromissos voluntários feitos pelo presidente Piñera em relação a sua desvinculação dos interesses empresariais", informa um comunicado de imprensa emitido pela Bancard Investimentos. O canal Chilevisión, o segundo mais importante do país depois da estatal Televisão Nacional (TVN), está avaliado em US$ 160 milhões (cerca de R$ 283 milhões). A Linzor Capital Partners é um fundo de capital privado fundado em 2006, e prevê adquirir 100% do canal de Piñera em um prazo de 60 dias. Piñera é multimilionário e tem fortuna calculada em US$ 2,2 bilhões (R$ 3,9 bilhões).

TAM registra segundo prejuízo trimestral seguido

A valorização do dólar desde o final do ano passado contribuiu para a TAM registrar um prejuízo líquido de R$ 58,1 milhões no primeiro trimestre. No mesmo período do ano passado, a companhia havia apresentado lucro de R$ 25,7 milhões. Esse é o segundo resultado negativo seguido, já que, no quatro trimestre de 2009, a companhia teve perdas de R$ 334 milhões. As despesas financeiras da companhia atingiram R$ 163 milhões, contra uma despesa de R$ 29 milhões um ano antes. A concorrente Gol também sofreu com as despesas financeiras, mas registrou lucro líquido de R$ 23,9 milhões no trimestre.

Postura brasileira ignora "repressão bruta" no Irã, diz jornal norte-americano

Um editorial publicado na edição de sábado do jornal norte-americano "The Washington Post" criticou a viagem do presidente Lula ao Irã e diz que a postura brasileira ignora a "repressão brutal" no regime iraniano. O texto cita a morte por enforcamento de cinco dissidentes curdos, no último dia 9, e a condenação de um jornalista iraniano-canadense a 74 chibatadas e 13 anos de prisão para afirmar que provavelmente está no início "uma brutal onda de repressão" com o objetivo de impedir protestos pelo aniversário das eleições fraudadas de junho passado.

Justiça manda Polícia Federal investigar compras do governo de Mato Grosso

A Justiça Federal de Mato Grosso determinou na sexta-feira que a Polícia Federal abra inquérito para apurar suspeita de irregularidades na compra de 705 máquinas pesadas pelo governo do Estado em 2009, a um custo total de R$ 256 milhões. A decisão, assinada pelo juiz Julier Sebastião da Silva, suspendeu quaisquer pagamentos relacionados à aquisição e exigiu a realização de uma perícia técnica do maquinário (caminhões, motoniveladoras, escavadeiras hidráulicas e pás carregadeiras, entre outras). Relatórios produzidos pela Auditoria-Geral do Estado apontaram pagamentos indevidos de ao menos R$ 36,5 milhões às cinco empresas vencedoras da concorrência. A compra foi financiada pelo Banco do Brasil, na linha BNDES Finame. "Uma miríade de atos lesivos ao patrimônio e interesses públicos se consumaram", disse o juiz, em trecho da decisão. Entre as supostas irregularidades, está o pagamento desnecessário de juros.

Petista desmente Dilma e diz que ela não foi criadora do Luz para Todos

Os coordenadores da área energética do programa de governo do então candidato à Presidência, Lula, em 2002, rejeitam a versão contada por Lula na noite da última quinta-feira, no programa de TV do PT, sobre o surgimento do Luz para Todos. Lula atribuiu a idéia a Dilma Rousseff, então ministra de Minas e Energia e hoje candidata petista ao Planalto, e deu a entender que ela ocorreu depois de ele estar eleito. "Uma das coisas que me impressionaram foi o dia em que Dilma entrou na minha sala me propondo a idéia do Luz pra Todos", afirmou Lula na TV. Luiz Pinguelli Rosa e Ildo Sauer, coordenadores da área energética do plano de governo petista, afirmam que a idéia já estava nos programas de Lula desde 1989. Em 2002, era chamado de Universalização do Acesso à Energia. Segundo Pinguelli, que coordenou os programas energéticos de Lula entre 1989 e 2002, o plano em 2002 já era o de criar um programa para universalizar o acesso à energia, com o governo pagando os custos da chegada da rede até a casa. Já no governo Lula, Pinguelli lembra de documentos que usavam o nome Escuridão Zero para o programa, em clara referência a outro projeto do governo à época, o Fome Zero. "Não dá para reinventar a história nem mentir", diz Sauer. O Luz para Todos não conta com dinheiro do Orçamento da União. Entre 2003 e 2009, recebeu investimentos de R$ 15,9 bilhões. Desse montante, R$ 11,3 bilhões (71%) saíram de fundos federais abastecidos com percentuais descontados das contas de luz dos consumidores. O restante veio do caixa das empresas (18%) e dos governos estaduais (11%).

Por Araguaia, especialistas dizem que Brasil será condenado em tribunal

Especialistas reunidos na última quarta-feira para debater a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a Lei da Anistia divergiram quanto ao acerto da posição adotada pelo Judiciário, mas concordaram que, por causa dela, o Brasil deverá ser condenado pela Corte Interamericana de Direitos Humanos. O País é réu em ação que será julgada na corte da OEA (Organização dos Estados Americanos) nos próximos dias 20 e 21. O processo foi motivado pela detenção arbitrária, tortura e desaparecimento durante a ditadura militar (1964-1985) de 70 pessoas ligadas à Guerrilha do Araguaia, do PCdoB, aventura iniciativa bem antes da edição do AI5. O Cejil (Centro pela Justiça e Direito Internacional) é uma ONG dedicada à promoção dos direitos humanos e uma das entidades que processaram o Estado brasileiro no caso do Araguaia. As outras duas são o Grupo Tortura Nunca Mais e a Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos de São Paulo.

Ex-dirigente do Itaú vai recolher doações eleitorais para Serra

O pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, escalou um homem do sistema financeiro para atuar como arrecadador de recursos para a campanha presidencial. Amigo de Serra desde 1984, o engenheiro e economista Sérgio Silva de Freitas, de 67 anos, foi vice-presidente do Banco Itaú. Freitas foi secretário de Fazenda da Prefeitura de São Paulo na gestão do banqueiro Olavo Setúbal. Freitas já participa de reuniões com tesoureiros do PSDB e tem sido apresentado a empresários como responsável pela arrecadação da campanha. O comando da campanha ainda não decidiu se ele ocupará um cargo formal no comitê financeiro, a ser presidido pelo ex-ministro José Gregori.

Usinas no Rio Tapajós alagarão áreas protegidas

As cinco hidrelétricas que o governo planeja construir na região do rio Tapajós, no Pará, afetarão diretamente 871 quilômetros quadrados de áreas protegidas de floresta, uma área equivalente a metade da cidade de São Paulo. O cálculo foi feito pela Folha com base em dados do estudo de inventário hidrelétrico dos rios Tapajós e Jamanxim, produzido pela Eletronorte e pela Camargo Corrêa. Segundo o relatório, preliminar, deverão ser alagadas pelos reservatórios das usinas porções de dois parques nacionais e três florestas nacionais. Somados, os reservatórios das cinco hidrelétricas terão 1.979 quilômetros quadrados de área.

Justiça manda governo do Distrito Federal pagar dívida para a Linknet

Apontada pelo Ministério Público como a maior beneficiária de recursos públicos na Codeplan e envolvida no escândalo revelado pela Operação Caixa de Pandora, a empresa de informática Linknet obteve uma vitória na Justiça: o governo do Distrito Federal foi condenado a pagar a ela imediatamente R$ 9,3 milhões, acrescidos de juros e correção, referentes a uma dívida pela prestação de serviços entre julho e outubro de 2009. Em nove processos que tramitam na Vara de Fazenda Pública de Brasília, a Linknet divide o banco dos réus com Durval Barbosa, ex-presidente da Codeplan e autor das denúncias que acabaram com o governo de José Roberto Arruda no fim do ano passado.

Advogado reconhece existência de inquérito contra Romero Jucá no Supremo

Antonio Carlos de Almeida Castro, advogado do senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo no Senado, esclareceu no sábado que seu cliente nem sequer tinha conhecimento do Inquérito 2963, no Supremo Tribunal Federal, que o acusa dos crimes de apropriação indébita previdenciária, falsidade ideológica e contra a ordem tributária.

PTB vai apoiar chapa de Serra

O PTB decidiu apoiar a candidatura de José Serra (PSDB) à sucessão presidencial, disse o presidente do partido, Roberto Jefferson. Ele disse que a convenção de junho vai ratificar a decisão, que dará ao tucano mais 53 segundos de tempo na TV. Mas, para não rachar o partido, Roberto Jefferson decidiu que irá liberar os Estados que quiserem apoiar outra candidatura: "É fundamental construir a aliança sem arrebentar o partido".

Ditador Chávez ordena desapropriação de metalúrgicas

O ditador da Venezuela, Hugo Chávez, ordenou no sábado a desapropriação da metalúrgica Matesi, com participação do grupo ítalo-argentino Techint, e da produtora de bauxita Norpro da Venezuela, de capital francês. O ditador bolivariano também anunciou a nacionalização das empresas de transporte da matéria-prima que operam no estado de Guayana, onde estão as indústrias básicas. Chávez anunciou em 21 de maio de 2009 a nacionalização da Matesi e outras quatro empresas metalúrgicas de capital japonês, mexicano, europeu e australiano que operam na região de Guayana, e negociava o preço a pagar.

Partido Pátria Livre conquista no TRE manutenção de mandato de vereador gaúcho

Na sessão realizada na última quinta-feira, o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul manteve no cargo o vereador do Partido Pátria Livre (PPL), Gustavo Simões Lírio, de Tupanciretã. Eleito em 2008 pelo, Lírio migrou para o PPL, ensejando o pedido de decretação de perda do cargo eletivo por infidelidade parlamentar. A Corte julgou o pedido improcedente com base no inciso II do parágrafo 1º do art. 1º da Resolução TSE nº 22.610/2007 , que regula a fidelidade partidária. De acordo com a resolução, a criação de novo partido, como é o caso do PPL, configura justa causa para desfiliação e manutenção no cargo eletivo. Essa decisão é muito importante para a presidente do partido no rio Grande do Sul, Mari Perusso, porque agora amplia as suas chances de conquista de mais filiados para o partido e melhora as chances nas eleições.

OAB gaúcha cria Cooperativa de Crédito dos Advogados.

A OAB do Rio Grande do Sul decidiu criar sua própria Cooperativa de Crédito dos Advogados. No Estado já existem mais de 70 mil advogados, sendo que mais de 50 está filiados à OAB, na ativa. O estranho nessa história é que uma autarquia federal, encarregada de controlar o exercício da profissão, esteja se tornando uma espécie de cooperativa. Talvez por aí se explique a atual apatia da OAB, que não se manifesta em tantos aspectos importantes da vida gaúcha. Por exemplo: o exame de candidatos ao quinto constitucional no Tribunal de Justiça gaúcho.

PMDB nega palanque a Dilma no Rio Grande do Sul

Rival histórico do PT, o PMDB do Rio Grande do Sul não dará palanque à presidenciável petista, Dilma Rousseff. A decisão, somada à negativa de quatro Estados e a problemas em mais sete regionais, que se aproximam do candidato tucano José Serra, sinaliza que há risco de a aliança nacional patrocinada pelo Planalto se romper.

Ministério Público denuncia envolvidos em tentativa de compra de hospital em Portão

O Ministério Público do Rio Grande do Sul, por meio do promotor Marcelo Tubino, formalizou na semana passada a denúncia de quatro pessoas envolvidas na lavagem de dinheiro oriundo do tráfico de drogas, em Portão, no Vale do Sinos. A ação foi deflagrada na Operação Portão que prendeu Eli Fidelis Correa, o Lica, apontado como o comandante do tráfico na cidade, além do vereador José Roque Arenhart (PDT), ex-leiloeiro, que aparece nas investigações do Ministério Público como o mentor dos negócios feitos com o dinheiro, entre eles, a tentativa de comprar o hospital da cidade, que passa por dificuldades financeiras.

Serra defende política comercial agressiva

O candidato do PSDB à presidência da República, José Serra, disse na sexta-feira que o governo deve fazer uma política comercial agressiva e criticou a falta de empenho para ampliar a produção nacional. "Se eleito, serei o presidente da produção", afirmou Serra, durante almoço na Associação Comercial do Rio de Janeiro. "Só se faz oba-oba na defesa comercial. Produção é o que gera emprego e riqueza", completou ele, em entrevista logo depois da palestra para empresários do Estado. Serra disse que o câmbio sobrevalorizado provoca "desnacionalização em vários setores", pois favorece a entrada de produtos importados.

Obra da Arena esportiva da OAS depende de licenciamentos para começar

Uma bandeira do Grêmio foi hasteada em mastro no terreno da nova Arena na sexta-feira. O evento marca o andamento do projeto, que busca a aprovação de licenciamentos na Prefeitura de Porto Alegre para dar início à obra. O presidente da Grêmio Empreendimentos, Adalberto Preis, assegura que a construção começa em julho. A data de conclusão da nova casa tricolor segue mantida: dezembro de 2012. Após a obtenção das licenças, a construtora OAS encaminhará o pedido de financiamento junto ao BNDES. Segundo o diretor da OAS, Carlos Eduardo Paes Barreto Neto, que será dona do estádio durante 20 anos, a obra custará de R$ 400 a R$ 450 milhões e a empresa espera conseguir o empréstimo para 45% do projeto.

Presidente do PSDB afirma que "Luz para Todos" foi criação do governo Fernando Henrique Cardoso

O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), afirmou em nota que a pré-candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, mentiu na propaganda do PT ao dizer que o programa "Luz para Todos" foi criação sua. Segundo ele, o programa foi criado durante o governo Fernando Henrique Cardoso e tinha o nome de "Luz no Campo". O senador diz que a propaganda do PT não o surpreendeu. "Nós já tínhamos avisado mais de uma vez. O PT e a sua candidata mentem e desrespeitam a lei faz tempo. Não foi a primeira vez nem será a última", afirma. Segundo o presidente tucano, o dano causado pela peça petista é "irreparável", uma vez que o PT já veiculou todas as propagandas a que tinha direito neste ano.

Polícia Federal investiga quadrilha que fraudava concursos públicos no Piauí

A Polícia Federal no Piauí cumpriu na sexta-feira mandados de busca e apreensão para desarticular uma quadrilha que fraudava concursos públicos no Estado. Ninguém foi preso. A assessoria de imprensa da Polícia Federal informou que 17 pessoas participavam do esquema. Parte delas se inscrevia nos concursos e repassava as questões das provas, por ponto auricular, para uma "banca multidisciplinar" que ficava do lado de fora. As questões eram resolvidas e as respostas eram repassadas para os concorrentes pelo mesmo sistema. Segundo a assessoria, a fraude ocorreu em concursos da Receita Federal, Prefeitura de Teresina, Polícia Militar e Conselho Regional de Enfermagem, entre outros. Alguns candidatos, diz a Polícia Federal, chegaram a pagar R$ 20 mil para ter acesso às respostas das provas.

Justiça mantém indisponibilidade de bens de prefeito de Florianópolis

A Justiça de Santa Catarina manteve na semana passada a liminar que indisponibiliza os bens do prefeito de Florianópolis, Dário Berger (PMDB), e de mais sete pessoas por envolvimento na contratação irregular de um show do cantor italiano Andrea Bocelli no fim do ano passado. De acordo com o Tribunal de Justiça de Santa Catarina, o prefeito, em seu recurso, alegou sofrer de "imensuráveis" prejuízos políticos e pessoais com a liminar, que indisponibilizou bens até o valor de R$ 2,5 milhões, que foi total gasto pela prefeitura para a apresentação do show do cantor italiano.

Justiça derruba cassação de mais três vereadores de São Paulo

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo retirou a cassação de três vereadores por suposto recebimento de doações ilegais na campanha de 2008. Foram reformadas as decisões contra Cláudio Roberto Barbosa de Souza (PSDB), Paulo Jesus Frange (PTB) e Paulo Sérgio Abou Anni (PV). Os juízes seguiram entendimento adotado em decisão tomada em março que derrubou a cassação dos vereadores Carlos Apolinário (DEM) e Gilson Barreto (PSDB). Outros 19 vereadores e o prefeito Gilberto Kassab (DEM), a vice-prefeita, Alda Marco Antônio (PMDB), também foram cassados pelos mesmos motivos. Para o Tribunal Regional Eleitoral, as doações feitas pela Associação Imobiliária Brasileira são legais. O juiz Baptista Pereira, relator, afirmou não foi possível estabelecer relação entre a Associação Imobiliária Brasileira e o Secovi-SP (sindicato do setor imobiliário) por falta de provas. Em março, decisão do juiz Aloisio Sérgio Rezende Silveira, da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, considerou ilegal as doações do AIB porque a Lei Eleitoral proíbe candidatos e partidos de receberem dinheiro de sindicatos.

Dilma diz que, se eleita, vai implantar cotas raciais também na pós-graduação

A neopetista Dilma Rousseff afirmou na noite de sexta-feira, na abertura do Encontro Nacional de Negras e Negros do PT, que se eleita ampliará a política de cotas raciais no ensino, “queiram eles ou não”. Faltou ela esclarecer quem são "eles"? E chegou a apoiar manifestação do público defendendo a adoção do sistema para o ingresso em mestrado e doutorado. “O que nos une é o compromisso de que nós vamos fazer políticas afirmativas ou de cotas queiram eles ou não”, discursou Dilma, que acolheu depois manifestação vinda da plateia: “Isso, cota pra mestrado, pra pós-graduação”. O governo, que desde 2004 tenta aprovar no Congresso um modelo de cotas raciais para a graduação das universidades federais, adota atualmente essa política no ProUni, o programa de subsídio nas universidades particulares a estudantes de baixa renda. Na pauta de julgamentos do Supremo Tribunal Federal há uma ação que questiona a constitucionalidade do sistema. No discurso na reuniuão petista Dilma afirmou que “entre os pobres há um contingente enorme da população negra” e também defendeu a presença de negros no Itamaraty. Ela afirmou no encontro que o presidente Lula dará o nome “Zumbi dos Palmares” ao próximo petroleiro brasileiro.

De Reinaldo Azevedo: "SOBRE TERRORISMO E DEMOCRACIA"

Uma das mentiras muito influentes que andam por aí, na qual, diga-se, Dilma Rousseff navega e com a conivência da imprensa, é que as ações terroristas foram a única saída dos que se opunham à ditadura por causa do famigerado AI-5. Ah, eu também teria sido contra o golpe se tivesse idade, em 1964, para dizer um tanto além de “gu-gu-dá-dá…”. E também teria me oposto ao AI-5 se, em 1968, não estivesse ocupado, aprendendo a fazer pipa — e com goma arábica, porque cola do tipo Tenaz ainda era uma certa novidade nas chamadas “classes populares”, que é como Dilma chama o povaréu, no seu marxistês.
Eu, como todo mundo, sou a favor das coisas boas e contra as coisas ruins. Mas é mentira que os atentados terroristas aconteceram no Brasil só depois do AI-5. Mentira das bravas. Houve 19 homicídios praticados por organizações de esquerda antes do fatídico 13 de dezembro de 1968, dois deles praticados pelo Colina — a organização a que Dilma pertencia. A mais ousada das ações do período pré-AI-5 foi o ataque ao Quartel General do II Exército, em São Paulo, que matou o soldado Mario Kozel Filho. Foi comandado pela VPR, que depois se juntou ao Colina, de Dilma, para dar origem à VAR-Palmares. Algumas das pessoas que participaram daquela ação receberiam, mais tarde, indenização!!!
Seguem, abaixo, 19 atentados ocorridos antes da decretação do AI-5
AS VÍTIMAS DAS ESQUERDAS ANTES DO AI-5
1 - 12/11/64 - Paulo Macena, Vigia - RJ
Explosão de bomba deixada por uma organização comunista nunca identificada, em protesto contra a aprovação da Lei Suplicy, que extinguiu a UNE e a UBES. No Cine Bruni, Flamengo, com seis feridos graves e 1 morto
2 - 27/03/65- Carlos Argemiro Camargo, Sargento do Exército - Paraná
Emboscada de um grupo de militantes da Força Armada de Libertação Nacional (FALN), chefiado pelo ex-coronel Jeffersom Cardim de Alencar Osorio. Camargo foi morto a tiros. Sua mulher estava grávida de sete meses.
3 - 25/07/66 - Edson Régis de Carvalho, Jornalista - PE
Explosão de bomba no Aeroporto Internacional de Guararapes, com 17 feridos e 2 mortos.
4 - 25/07/66 - Nelson Gomes Fernandes, almirante - PE
Morto no mesmo atentado no Aeroporto Internacional de Guararapes 3. Além das duas vítimas fatais, ficaram feridas 17 pessoas, entre elas o então coronel do Exército Sylvio Ferreira da Silva. Além de fraturas expostas, teve amputados quatro dedos da mão esquerda. Sebastião Tomaz de Aquino, guarda civil, teve a perna direita amputada.
5 - 28/09/66 - Raimundo de Carvalho Andrade - Cabo da PM, GO
Morto durante uma tentativa de desocupação do Colégio Estadual Campinas, em Goiânia, que havia sido ocupado por estudantes de esquerda. O grupo de soldados convocado para a tarefa era formado por burocratas, cozinheiros etc. Estavam armados com balas de festim. Andrade, que era alfaiate da Polícia Militar, foi morto por uma bala de verdade disparada de dentro da escola.
6 - 24/11/67 - José Gonçalves Conceição (Zé Dico) - fazendeiro - SP
Morto por Edmur Péricles de Camargo, integrante da Ala Marighella, durante a invasão da fazenda Bandeirante, em Presidente Epitácio. Zé Dico foi trancado num quarto, torturado e, finalmente, morto com vários tiros. O filho do fazendeiro que tentara socorrer o pai foi baleado por Edmur com dois tiros nas costas (Edmur era um negro comunista, originário do Partido Comunista Brasileiro; em Porto Alegre, onde exerceu sua militância durante um bom tempo, ele confidenciou para o jornalista Marcos Faerman, então seu companheiro no PCB, que havia racismo dentro do partido, que no Rio de Janeiro os principais dirigentes do "Partidão" davam-lhe como tarefa engraxar os seus sapatos e os de suas mulheres).
7 - 15/12/67 - Osíris Motta Marcondes, bancário - SP
Morto quando tentava impedir um assalto terrorista ao Banco Mercantil, do qual era o gerente.
8 - 10/01/68 - Agostinho Ferreira Lima - Marinha Mercante - Rio Negro/AM
No dia 06/12/67, a lancha da Marinha Mercante “Antônio Alberto” foi atacada por um grupo de nove terroristas, liderados por Ricardo Alberto Aguado Gomes, “Dr. Ramon”, que, posteriormente, ingressou na Ação Libertadora Nacional (ALN). Neste ataque, Agostinho Ferreira Lima foi ferido gravemente, vindo a morrer no dia 10/01/68.
9 - 31/05/68 - Ailton de Oliveira, guarda Penitenciário - RJ
O Movimento Armado Revolucionário (MAR) montou uma ação para libertar nove de seus membros que cumpriam pena na Penitenciária Lemos de Brito (RJ) e que, uma vez libertados, deveriam seguir para a região de Conceição de Jacareí, onde o MAR pretendia estabelecer o “embrião do foco guerrilheiro”. No dia 26/05/68, o estagiário Júlio César entregou à funcionária da penitenciária Natersa Passos, num pacote, três revólveres calibre 38. Às 17h30, teve início a fuga. Os terroristas foram surpreendidos pelos guardas penitenciários Ailton de Oliveira e Jorge Félix Barbosa. Foram feridos, e Ailton morreu no dia 31/05/68. Ainda ficou gravemente ferido o funcionário da Light João Dias Pereira, que se encontrava na calçada da penitenciária. O autor dos disparos que atingiram o guarda Ailton foi o terrorista Avelino Brioni Capitani
10 - 26/06/68- Mário Kozel Filho - Soldado do Exército - SP
No dia 26/06/68, Kozel atua como sentinela do Quartel General do II Exército. Às 4h30, um tiro é disparado por um outro soldado contra uma camioneta que, desgovernada, tenta penetrar no quartel. Seu motorista saltara dela em movimento, após acelerá-la e direcioná-la para o portão do QG. O soldado Rufino, também sentinela, dispara 6 tiros contra o mesmo veículo, que, finalmente, bate na parede externa do quartel. Kozel sai do seu posto e corre em direção ao carro para ver se havia alguém no seu interior. Havia uma carga com 50 quilos de dinamite, que, segundos depois, explode. O corpo de Kozel é dilacerado. Os soldados João Fernandes, Luiz Roberto Julião e Edson Roberto Rufino ficam muito feridos. É mais um ato terrorista da organização chefiada por Lamarca, a VPR. Participaram do crime os terroristas Diógenes José de Carvalho Oliveira, Waldir Carlos Sarapu, Wilson Egídio Fava, Onofre Pinto, Edmundo Coleen Leite, José Araújo Nóbrega, Oswaldo Antônio dos Santos, Dulce de Souza Maia, Renata Ferraz Guerra Andrade e José Ronaldo Tavares de Lima e Silva. Ah, sim: a família de Lamarca recebeu indenização. De Kozel, quase ninguém mais se lembra.
11 - 27/06/68 - Noel de Oliveira Ramos - civil - RJ
Morto com um tiro no coração em conflito na rua. Estudantes distribuíam, no Largo de São Francisco, panfletos a favor do governo e contra as agitações estudantis conduzidas por militantes comunistas. Gessé Barbosa de Souza, eletricista e militante da VPR, conhecido como “Juliano” ou “Julião”, infiltrado no movimento, tentou impedir a manifestação com uma arma. Os estudantes, em grande maioria, não se intimidaram e tentaram segurar Gessé que fugiu atirando, atingindo mortalmente Noel de Oliveira Ramos e ferindo o engraxate Olavo Siqueira.
12- 27/06/68 - Nelson de Barros - Sargento PM - RJ
No dia 21/06/68, conhecida como a “Sexta-Feira Sangrenta”, realizou-se no Rio uma passeata contra o regime militar. Cerca de 10.000 pessoas ergueram barricadas, incendiaram carros, agrediram motoristas, saquearam lojas, atacaram a tiros a embaixada americana e as tropas da Polícia Militar. No fim da noite, pelo menos 10 mortos e centenas de feridos. Entre estes, estava o sargento da PM Nelson de Barros, que morreu no dia 27.
13 - 01/07/68 - Edward Ernest Tito Otto Maximilian Von Westernhagen - major do Exército Alemão - RJ
Morto no Rio, onde fazia o Curso da Escola de Comando e Estado Maior do Exército. Assassinado na rua Engenheiro Duarte, Gávea, por ter sido confundido com o major boliviano Gary Prado, suposto matador de Che Guevara, que também cursava a mesma escola. Autores: Severino Viana Callou, João Lucas Alves e um terceiro não-identificado. Todos pertenciam à organização terrorista COLINA- Comando de Libertação Nacional.
14 - 07/09/68 - Eduardo Custódio de Souza - Soldado PM - SP
Morto com sete tiros por terroristas de uma organização não identificada quando de sentinela no DEOPS, em São Paulo.
15 - 20/09/68 - Antônio Carlos Jeffery - Soldado PM - SP
Morto a tiros quando de sentinela no quartel da então Força Pública de São Paulo (atual PM) no Barro Branco. Organização terrorista que praticou o assassinato: Vanguarda Popular Revolucionária. Assassinos: Pedro Lobo de Oliveira, Onofre Pinto, Diógenes José Carvalho de Oliveira, atualmente conhecido como “Diógenes do PT”, ex-auxiliar de Olívio Dutra no Governo do RS.
16- 12/10/68 - Charles Rodney Chandler - Cap. do Exército dos Estados Unidos - SP
Herói na guerra com o Vietnã, veio ao Brasil para fazer o Curso de Sociologia e Política, na Fundação Álvares Penteado, em São Paulo/SP. No início de outubro de 68, um “Tribunal Revolucionário”, composto pelos dirigentes da VPR (Vanguarda Popular Revolucionária), Onofre Pinto (Augusto, Ribeiro, Ari), João Carlos Kfouri Quartin de Morais (Maneco) e Ladislas Dowbor (Jamil), condenou o capitão Chandler à morte, porque ele “seria um agente da CIA”. Os levantamentos da rotina de vida do capitão foram realizados por Dulce de Souza Maia (Judite). Quando retirava seu carro das garagem para seguir para a Faculdade, Chandler foi assassinado com 14 tiros de metralhadora e vários tiros de revólver, na frente da sua mulher, Joan, e de seus 3 filhos. O grupo de execução era constituído pelos terroristas Pedro Lobo de Oliveira (Getúlio), Diógenes José de Carvalho Oliveira (Luis, Leonardo, Pedro) e Marco Antônio Bráz de Carvalho (Marquito).
17 - 24/10/68 - Luiz Carlos Augusto - civil - RJ
Morto, com 1 tiro, durante uma passeata estudantil.
18 - 25/10/68 - Wenceslau Ramalho Leite - civil - RJ
Morto, com quatro tiros de pistola Luger 9mm durante o roubo de seu carro, na avenida 28 de Setembro, Vila Isabel, RJ. Autores: Murilo Pinto da Silva (Cesar ou Miranda) e Fausto Machado Freire (Ruivo ou Wilson), ambos integrantes da organização terrorista COLINA (Comando de Libertação Nacional).
19 - 07/11/68 - Estanislau Ignácio Correia - Civil - SP
Morto pelos terroristas Ioshitame Fugimore, Oswaldo Antônio dos Santos e Pedro Lobo Oliveira, todos integrantes da Vanguarda Popular Revolucionária(VPR), quando roubavam seu automóvel na esquina das ruas Carlos Norberto Souza Aranha e Jaime Fonseca Rodrigues, em São Paulo.
Abaixo, só para registro histórico, seguem as pessoas mortas pelo Colina, pela VPR e pela VAR-Palmares, que resultaram da fusão das outras duas.
PESSOAS ASSASSINADAS PELA VPR OU COM SUA PARTICIPAÇÃO
- 26/06/68- Mário Kozel Filho - Soldado do Exército - SP
- 27/06/68 - Noel de Oliveira Ramos - civil - RJ
- 12/10/68 - Charles Rodney Chandler - Cap. do Exército dos Estados Unidos - SP
- 07/11/68 - Estanislau Ignácio Correia - Civil - SP
- 09/05/69 - Orlando Pinto da Silva - Guarda Civil - SP
- 10/11/70 - Garibaldo de Queiroz - Soldado PM - SP
- 10/12/70 - Hélio de Carvalho Araújo - Agente da Polícia Federal - RJ
- 27/09/72 - Sílvio Nunes Alves - Bancário - RJ
PESSOAS ASSASSINADAS PELA VAR-PALMARES OU COM SUA PARTICIPAÇÃO
- 11/07/69 - Cidelino Palmeiras do Nascimento - Motorista de táxi - RJ
- 24/07/69 - Aparecido dos Santos Oliveira - Soldado PM - SP
- 22/10/71 - José do Amaral - Sub-oficial da reserva da Marinha - RJ
- 05/02/72 - David A. Cuthberg - Marinheiro inglês - Rio de Janeiro
- 27/09/72 - Sílvio Nunes Alves - Bancário - RJ
PESSOAS ASSASSINADAS PELO COLINA OU COM SUA PARTICIPAÇÃO
- 29/01/69 - José Antunes Ferreira - guarda civil-BH/MG
- 01/07/68 - Edward Ernest Tito Otto Maximilian Von Westernhagen - major do Exército Alemão - RJ
- 25/10/68 - Wenceslau Ramalho Leite - civil - RJ
Se é para falar do passado, vamos nos ater, então, aos fatos, não é mesmo?
Nota da Redação - do jornalista Vitor Vieira - Havia, sim, em 1968, outras alternativas para fazer oposição à ditadura militar, além da aventura militaresca de alguns grupelhos. No Rio Grande do Sul, o POC (Partido Operário Comunista), resultante da fusão da Política Operária (Polop, minúscula no Estado, mais significativa em Minas Gerais, onde Dilma Rousseff a integrou) com a Dissidência do Partido Comunista Brasileiro (de onde se origina o advogado Carlos Araujo, ex-marido da candidata neopetista), dividiu-se nesta discussão se deveria de dedicar à luta armada ou se deveria se preparar para a "luta de massas", organizando o operariado desde as bases (é preciso não esquecer que se tratava de partido revolucionário, destinado a realizar a revolução comunista, implantar a ditadura do proletariado, e não uma democracia nos marcos institucionais). Nem todos os resistentes, naquele período, fizeram parte de organizações revolucionárias comunistas. E estes revolucionários comunistas que resolveram pegar em armas, inspirados no livreto do francês Regis Debray, destruíram não só as tentativas das outras organizações comunistas de organizar um trabalho de massas e de bases, como também criaram gigantescas dificuldades para a retomada da democracia ao MDB (Movimento Democrático Brasileiro), criado em 1966, que passou a atuar nos marcos institucionais pela redemocratização do País, e onde se abrigaram os pedaços restantes dos partidos comunistas que concluíram que a via institucional era o caminho correto para reconstruir o Estado Democrático de Direito no País. Portanto, não queiram Lula, os petistas, e a própria candidata petista, Dilma Rousseff, apresentá-la agora também como a "Mãe da Democracia" no Brasil. Isso é uma gigantesca e criminosa deturpação da história. Nem Stalin seria capaz de tanto... PS - os comunistas que resolveram seguir Regis Debray, francês que atuou junto a Che Guevara na Bolívia, pretendiam, como dizia esse "teórico" do comunismo, fundar "um, dois, mil Vietnãs".

Para TSE, PT extrapola em propaganda em benefício da candidata Dilma Rousseff

Ministros do Tribunal Superior Eleitoral avaliam que passou dos limites aceitáveis a propaganda em benefício da candidatura da ex-ministra Dilma Rousseff. De acordo com eles, o auge do desrespeito às regras ocorreu na noite da última quinta-feira, quando foi transmitido em rede nacional de rádio e de televisão o programa partidário do PT. Devido ao que ministros consideram um comportamento reincidente do partido, ganha força no Tribunal Superior Eleitoral a tese de que poderá ter sucesso no tribunal uma eventual representação da oposição acusando a petista Dilma Rousseff de abuso de poder político e uso dos meios de comunicação em prol da candidatura ao Planalto. Previsto na lei complementar 64, esse tipo de representação pode levar à inelegibilidade do político e de quem o ajudou na prática dos atos irregulares além da cassação do registro do candidato que foi beneficiado pelo abuso de poder.

Petista Bebel e sindicato petista Apeoesp multados em R$ 7 mil

A Apeoesp (sindicato petista de professores da rede oficial de ensino de São Paulo, cujos membros queimam livros), que é dirigido pela petista "Bebel", promoveram arruaças nas ruas de São Paulo contra o candidato José Serra, do PSDB, e agora foram condenados pelo Tribunal Superior Eleitoral. O que esse petezada fez em São Paulo não foi greve, mas campanha eleitoral escancarada em favor do PT, da sua candidata, usando verbas do sindicado, o que é proibido por lei. Pois bem, o PSDB entrou com uma representação na justiça eleitoral, e a Procuradoria Geral da República deu um parecer acompanhando a denúncia do partido. Nesta sexta-feira o Tribunal Superior Eleitoral aplicou uma multa de R$ 7 mil ao sindicato e a Bebel por “propaganda eleitoral negativa” contra o candidato tucano à Presidência, José Serra. A representação contra a entidade foi feita pelo PSDB e DEM. Em sua defesa, o sindicato disse que sua mobilização não tinha caráter eleitoral. Não? Uma das palavras de ordem da questão trabalhista era: “Vamos quebrar a espinha dorsal deste governo”. Ou outra: “Serra não será eleito presidente da República”. Para complementar, as ações de Bebel, filiada ao PT, foram empreendidas com o apoio da cúpula do partido. Um dia antes de ela organizar o “bota-fora de Serra”, participou de outro ato ilegal, em companhia de Dilma, no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. O PSDB também entrou com uma representação contra este evento ilegal.

Advogado do PT diz que Dilma não sabia da propaganda ilegal do programa do PT

O advogado da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, apresentou defesa em cinco representações ajuizadas contra ela no Tribunal Superior Eleitoral. Em todos os casos, ele pede que a Corte julgue improcedente os pedidos, alegando que além de não ter ficado caracterizada a prática de propaganda eleitoral antecipada, “em nenhum momento se comprova que Dilma Rousseff tinha conhecimento prévio de eventuais manifestações a seu favor nos eventos questionados".

Justiça aumenta pena de envolvidos em assassinato de jornalista em São Paulo

O Tribunal de Justiça de São Paulo aumentou na última terça-feira a pena dos acusados de sequestrar e matar o jornalista Ivandel Godinho Júnior em outubro de 2003. Fabiano Pavan do Prado e Wilson de Moraes da Silva já haviam sido condenados a 12 anos de prisão em 2006, mas recorreram da sentença. A 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça reconheceu todos os crimes citados na denúncia do Ministério Público e aplicou pena de 43 anos de prisão a Prado e 36 anos a Silva. Godinho Júnior desapareceu quando foi rendido por homens que o seguiam em duas motos, próximo a um semáforo da avenida Brigadeiro Faria Lima (zona sul de São Paulo). A família chegou a pagar o resgate, mas não recebeu mais notícias do jornalista. Sua ossada foi localizada apenas em 2006, em um terreno no no Capão Redondo, após indicação de um dos presos sob suspeita de envolvimento no crime. Prado, Silva e mais três réus (Sidney Correia, Miguel José dos Santos Júnior e Wellington Ricardo da Silva) responderam pelos crimes de extorsão mediante sequestro, com morte, destruição e ocultação de cadáver, formação de quadrilha e corrupção de menores.

Escritor José Saramago lamenta afastamento de juiz Garzón

O escritor português José Saramago disse na sexta-feira que "as lágrimas do juiz Baltasar Garzón são hoje as minhas lágrimas", ao comentar a decisão da Justiça espanhola de afastar o magistrado indiciado por investigar crimes da época da ditadura franquista. O juiz mais famoso da Espanha e um dos mais prestigiosos de todo o mundo, Garzón construiu sua carreira com base na defesa da justiça universal e na investigação e condenação de crimes como os 114 mil desaparecidos da Guerra Civil (1936-1939) e os primeiros anos da ditadura do general Francisco Franco (1939-1975). O Conselho Geral do Poder Judiciário Espanhol suspendeu o juiz de suas funções na sexta-feira por ter sido indiciado por querer investigar crimes anistiados da guerra civil espanhola e da ditadura franquista. "As lágrimas do juiz Garzón hoje são as minhas lágrimas. Há anos, tomei conhecimento de uma notícia que foi uma das maiores alegrias da minha vida, a acusação a Pinochet. Este meio-dia recebi outra notícia, esta das mais tristes e desesperançadas, que quem se atreveu com os ditadores foi afastado da magistratura pelos seus pares", afirma o escritor, em texto publicado no site da Fundação José Saramago.

Argentina pede a novo premiê britânico que pare exploração nas Malvinas

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, pediu ao novo primeiro-ministro britânico, David Cameron, que pare com a exploração de hidrocarbonetos nas ilhas Malvinas, cuja soberania está em disputa, em carta divulgada na sexta-feira em Buenos Aires. "Recentemente foram iniciadas ações de exploração de hidrocarbonetos de maneira unilateral na área em disputa, o que foi rejeitado por meu governo, e espero que você tenha a possibilidade de deter essas ações em benefício de uma cooperação frutífera com meu país", afirmou a peronista populista Cirstina Kirchner. A exploração petroleira, iniciada no fim de fevereiro nas imediações do arquipélago, agravou o clima de tensão entre Buenos Aires e Londres, em especial depois que a empresa Rockhopper anunciou, no dia 7 de maio, a primeira descoberta na bacia norte das Malvinas.

Bóia da Petrobras afunda com 60 litros de óleo

Uma bóia da Petrobras com 60 litros de óleo no interior afundou a 113 quilômetros do litoral de Macaé, no Estado do Rio de Janeiro, "de forma controlada", diz a empresa. A profundidade de água no local é de 85 metros. A empresa informou, ainda, que deslocou embarcações especiais para contenção e recolhimento de óleo. O equipamento, segundo a Petrobras, é usado para amarrar navios enquanto recebem óleo de outra embarcação. A bóia começou a afundar na última segunda-feira.

Moradores de Perdizes avaliam rede de comunicação entre porteiros para reduzir violência

O Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) de Perdizes, na zona oeste de São Paulo, estuda implantar radiocomunicadores em prédios da rua Apinajés onde, segundo o conselho, há reincidência de crimes. Na sexta-feira, a Polícia Militar intensificou o patrulhamento na região, a pedido de moradores, assustados com casos como o assassinato de um comerciante e uma tentativa de assalto que terminou com uma jovem baleada, ambos os crimes aconteceram na rua Apinajés.O projeto Prédios Antenados funciona há quatro anos em dez prédios na região do Sumaré e interligou os dez prédios por meio de radiocomunicadores. "Cada prédio comprou seu rádio e todos os porteiros se comunicam por meio dele. Qualquer atitude suspeita, um porteiro passa para o outro e, se preciso, eles ligam para o 190 ou direto para o telefone da companhia da PM da área", afirmou o vice-presidente do conselho, Marcos Cândido de Carvalho.

Justiça do Distrito Federal afasta deputada distrital do dinheiro da bolsa

A deputada distrital Eurides Brito da Silva (PMDB), que ficou conhecida como a do dinheiro na bolsa, foi afastada de seu mandato até o fim das investigações contra ela. A decisão é da 2ª Vara de Fazenda Pública do Distrito Federal. O Ministério Público denunciou a deputada por improbidade administrativa por sua participação no Mensalão de Brasília, de 2006 a 2009.O esquema de corrupção no governo do Distrito Federal, investigado na Operação Caixa de Pandora, derrubado o ex-governador José Roberto Arruda (sem partido), que chegou a ficar dois meses preso na Polícia Federal. Em sua decisão, o juiz citou artigo da lei de impropriedade administrativa que permite o afastamento de autoridade quando for necessário para investigação.

Cuba deixa em liberdade dissidente condenada por briga familiar

A Justiça cubana deixou em liberdade na sexta-feira uma dissidente ligada ao grupo Damas de Branco que havia sido condenada a 20 meses de prisão por uma disputa familiar. A oposição considerou a decisão uma vitória. Mas um tribunal de apelações de Havana determinou que Dania García deverá pagar uma multa de quase um salário médio em Cuba por "prática arbitrária de direitos" em uma briga com sua filha. "Foi tudo um teatro. Eles sabiam que haviam cometido um erro", disse a mulher de 41 anos a jornalistas estrangeiros em frente ao tribunal no centro histórico da capital. Dania disse que seu julgamento era uma represália do governo por seu ativismo junto às Damas de Branco, um grupo de mães e esposas de presos políticos.

Presidente do Banco Central alemão elogia atuação do Banco Central brasileiro

O presidente do Deutstche Bundesbank, Axel Weber, externou satisfação em constatar que o Banco Central brasileiro está testando modelos e experiências de outros países, fazendo correlações e, eventualmente, aplicando-os à realidade nacional. Ele considerou que o Brasil está avançando muito nesse aspecto, em função, sobretudo, da adaptação e da aplicação de modelos do mundo inteiro, disse Henrique Meirelles. Weber encerrou nesta sexta-feira o 12º Seminário Anual de Metas de Inflação, promovido pela instituição brasileira.

Serra, Dilma e Marina voltam a debater na quarta-feira

Os três principais candidatos à Presidência - José Serra (PSDB), Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PV) - voltam a se encontrar na próxima quarta-feira em evento organizado pela Confederação Nacional dos Municípios. O debate, que começa às 9 horas, será de três horas e cada um terá cerca de uma hora para responder perguntas feitas por prefeitos.

Reservas descobertas pela ANP serão certificadas em até três meses

As reservas de 4,5 bilhões de barris identificadas no poço Franco, no pré-sal da bacia de Santos, serão certificadas em até três meses, segundo a Petrobras. Uma empresa especializada já está trabalhando junto à ANP (Agência Nacional do Petróleo) para determinar o volume exato e o preço do petróleo que foi encontrado na região. As reservas serão utilizadas no processo de capitalização da companhia, que será iniciado até julho, pelas previsões da estatal. "A certificadora já está trabalhando nesse processo, e tudo deve estar concluído de 45 a 90 dias. As informações já estão sendo transferidas pela ANP", afirmou o diretor financeiro e de relações com investidores da Petrobras, Almir Barbassa. O executivo reafirmou que a capitalização será feita mesmo sem a aprovação do Congresso, mas não apontou quais alternativas estão sendo pensadas.

Disputa entre PT e PMDB pode causar saia justa a Dilma na Bahia

Depois de ser obrigada a redesenhar seu roteiro de viagens pelo País como forma de evitar lugares em que os aliados estão em pé de guerra, Dilma Rousseff esteve neste domingo na Bahia, Estado que abriga um dos maiores rachas entre PT e PMDB. A candidata petista participou do evento de lançamento do petista Jaques Wagner à reeleição. No Estado, Dilma também tem como aliado o palanque do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB). Dilma resolveu atender ao pedido de Wagner, principal governador do partido, já que havia participado do lançamento do senador Alozio Mercadante (PT), em São Paulo.

Governo multa Lacta e Garoto por reduzir peso de ovo de Páscoa

A Secretaria de Direito Econômico, do Ministério da Justiça, multou na sexta-feira a Garoto e a Kraft Foods (controladora da Lacta) por reduzir o peso de ovos de Páscoa sem informar o consumidor. Cada empresa terá que pagar R$ 591.163,00. De acordo com o órgão, a redução ocorreu na páscoa de 2004 e o processo foi aberto no ano seguinte, após denúncia feita pelo Movimento das Donas de Casas de Minas Gerais. A Garoto diminuiu o peso do ovo número 9 de 75 gramas para 50 gramas. Já a Kraft reduziu o do ovo número 21 de 600 gramas para 540 gramas. Nenhuma das empresas informou na embalagem o corte no peso do ovo de Páscoa, como determina a legislação.

Lucros de construtoras disparam no 1º trimestre por fortes vendas

Os números expressivos apresentados pelas construtoras e incorporadoras no Brasil no primeiro trimestre, impulsionados por recordes de venda para o período, atestaram a recuperação do setor imobiliário doméstico, que há cerca de um ano sofria os efeitos da crise de crédito mundial. Embora os três primeiros meses do ano sejam tradicionalmente fracos para venda de imóveis, a retomada da confiança do consumidor e o nível de emprego em patamares elevados mantiveram a demanda aquecida, garantindo às principais representantes do segmento resultados históricos para o período. Se consideradas as companhias integrantes do Ibovespa, o crescimento dos ganhos foi de, no mínimo, 73,4%, caso da Cyrela Brazil Realty, que teve lucro líquido de R$ 174,2 milhões no trimestre encerrado em março, apoiado no recorde de mais de R$ 1 bilhão em vendas contratadas.

Pai e filho neonazistas são condenados no Reino Unido

Dois britânicos, pai e filho, simpatizantes de ideias nazistas, foram condenados à prisão na sexta-feira depois que a polícia descobriu um veneno mortal que poderia ser usado como arma química na casa deles. Condenado a dez anos de prisão, Ian Davison, de 42 anos, fabricou suficiente ricina para matar nove pessoas. Ele foi condenado após admitir que produziu uma arma química, planejar atos de terrorismo e possuir manuais de terrorismo. Seu filho Nicky, de 19 anos, foi condenado a dois anos de cadeia por possuir material útil para praticar atos extremistas. A polícia encontrou o veneno durante uma busca na casa dos dois na cidade de Burnopfield, norte da Inglaterra, em junho do ano passado. O promotor Andrew Edis disse que Ian produziu a ricina em casa entre 2006 e 2007. Aparentemente, o veneno seria usado em uma tentativa de derrubar o governo britânico. Pai e filho, que foram julgados separadamente na cidade de Newcastle, mantinham o site de perfil neonazista ASF (Aryan Strike Force, ou "Força de Ataque Ariana"), cujo slogan é Whatever it Takes (Custe o que Custar). O ASF, também conhecido como alcatéia, tinha como objetivo derrubar governos "sionistas" e se autoproclama um dos mais radicais grupos de direita da Grã-Bretanha. Andrew Edis disse que o site possui cerca de 350 adeptos, porém nem todos ativos. Alguns deles vão a julgamento este ano. O famoso livro de Adolf Hitler, Minha Luta, estava disponível no site, afirmou o promotor.

Henrique Meirelles diz que Brasil está preparado para enfrentar crise européia

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou na sexta-feira que o Brasil está muito bem preparado para o enfrentamento da crise européia. Segundo Meirelles, a conjugação de estabilidade de preços, câmbio flutuante e metas de inflação dão segurança para o País enfrentar a crise. "Crise não é bom para ninguém, custa sempre caro, mas o fato concreto é que é um tanto prematuro dizer como vai se desenvolver a situação na Europa." Questionado sobre os efeitos de uma crise em meio a um ciclo de alta de juros, Meirelles disse que este tem sido um aumento de taxa dos mais pacíficos dos últimos anos. A última vez que o Brasil teve um ciclo de alta de juros, o País foi surpreendido com a queda do banco Lehman Brothers, em setembro de 2008.

Renan Calheiros é acusado de propaganda antecipada em TV de Collor

A Procuradoria Regional Eleitoral em Alagoas entrou na sexta-feira com mais uma representação por propaganda eleitoral antecipada contra o senador Renan Calheiros (PMDB). Esta é a terceira ação contra o senador pelo mesmo motivo. Dessa vez, as irregularidades foram apontadas em duas inserções veiculadas na TV Gazeta, de propriedade do também senador Fernando Collor de Mello (PTB), entre janeiro e abril deste ano. A representação também é direcionada à Executiva estadual do PMDB e cobra a suspensão, dentro de 48 horas, de qualquer peça publicitária semelhante envolvendo o senador. Nas inserções, Calheiros apresenta obras que estão sendo executadas em Alagoas com recursos do governo federal, entre elas o Canal do Sertão, incluído no PAC.

Governador do Ceará critica procurador que quer embargar obra da Copa-2014

O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), disse na sexta-feira que as obras do estádio do Castelão para a Copa-2014 não serão prejudicadas pela ação do Ministério Público de Contas, que quer embargar a licitação por suspeita de restrições "anticompetitivas". "O jovem procurador está no afã de fazer isso agora, mas nós estamos no estudo dessa parceria público-privada há um ano", afirmou o governador. De acordo com Cid Gomes, não há irregularidades na parceria público-privada feita para a Copa-2014. "Tivemos um cuidado absoluto de fazer um orçamento criteriosamente avaliado com uma lupa. Fizemos tudo de forma pública, aberta e escancarada", disse. O valor da construção do estádio já foi previamente acordado pelo governo, e o vencedor da licitação será o autor da melhor oferta para administrar o estádio por oito anos, o que representará apenas 22% do valor global, estimado em R$ 617 milhões.

Policia Federal de Curitiba apreende pornografia infantil acumulada há 10 anos

A Polícia Federal de Curitiba prendeu um homem de 60 anos na manhã de sexta-feira, por posse de material pornográfico infantil. Segundo a Polícia Federal, no computador dele foram encontrados mais de um milhão de fotos e vídeos acumulados há dez anos. O homem foi preso em sua casa, em Rio Branco do Sul, na região metropolitana de Curitiba. Ainda de acordo com a polícia, ele foi localizado por meio de denúncias e de outros computadores apreendidos que tinham o IP (endereço que cada equipamento tem ao entrar na rede) do preso registrado. A Polícia Federal investiga uma rede de pedofilia na região. Essas redes têm se espalhado e alcançam lugares os mais inusitados, como prefeituras de capitais sulinas.

Serra questiona loteamento de cargos na área da Saúde

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, questionou na sexta-feira o que ele chamou de "loteamento" na área da Saúde no governo federal. Durante o discurso de uma hora e meia que fez na Associação Comercial do Rio de janeiro, Serra citou a Agência Nacional de Saúde Suplementar e a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), as duas principais agências reguladoras do setor. "As agências foram pervertidas porque foram loteadas", disse Serra, que afirmou ainda que isso não ocorreu na época em que ele foi ministro: "Não aceitei nenhuma indicação política". Serra disse ainda que a Funasa (Fundação Nacional de Saúde) foi "destruída".

FMI pede que países desenvolvidos reduzam deficit em 8,75% do PIB

O Fundo Monetário Internacional pediu na sexta-feira que os países desenvolvidos reduzam seu déficit em 8,75% de seu PIB na próxima década, para que a dívida caia para 60% do PIB, apesar de a recuperação econômica ter aumentado a arrecadação tributária. Como grupo, as dívidas dos países ricos cairão quatro décimos este ano, mas a redução se deve unicamente à diminuição da ajuda ao setor financeiro nos Estados Unidos, acrescentou o FMI, que publicou dois relatórios sobre a situação fiscal no mundo.

Metalúrgicos da Renault entram em greve no Paraná

Metalúrgicos da Renault, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, decidiram na sexta-feira entrar em greve por tempo indeterminado. Os trabalhadores da unidade já haviam paralisado as atividades por 24 horas na quinta-feira em protesto contra a falta de avanços na negociação sobre o pagamento da Participação nos Lucros e Resultados. A categoria reprovou a proposta feita da montadora, que era pagar R$ 7,5 mil de PLR, caso a empresa atinja as metas de produtividade, ou um mínimo de R$ 6,2 mil, independentemente dos resultados obtidos. Os metalúrgicos reivindicam R$ 9.000,00 de PLR ou o pagamento da primeira parcela maior que a atual proposta da empresa, que é de R$ 4,75 mil.

Universitários vão dar aulas de reforço para alunos de escolas públicas do Rio de Janeiro

Para diminuir os índices de evasão e repetência e melhorar o desempenho de estudantes do ensino médio, universitários da área de licenciatura vão dar aulas de reforço de português e matemática para cerca de 3.000 estudantes do 9º ano de 98 escolas municipais do Rio de Janeiro. A iniciativa resulta de uma parceria firmada na sexta-feira entre o Instituto Unibanco e a Secretaria Municipal de Educação, no prédio da Bolsa de Valores do Rio de Janeiro, no centro da cidade. A secretária de Educação, Cláudia Costin, informou que oito escolas participam do projeto desde o ano passado e os resultados são tão positivos que a secretaria resolveu estender a experiência a 90 unidades da rede.

Após participar de missa, Dilma afirma ser católica

A candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, cumpriu uma série de ritos eclesiásticos durante missa realizada em Brasília, na manhã de sexta-feira. Rezou, ajoelhou-se e cumprimentou bispos, sempre orientada pelo chefe de gabinete de Lula, Gilberto Carvalho, um católico manifesto. Após a cerimônia afirmou ser católica, e que estudou em colégio de freiras. Deu rodeios, no entanto, ao falar sobre o momento em que se converteu para o catolicismo. "No mesmo momento que cada um dos brasileiros. A gente nasce, é batizado, crismado, estuda em colégio de freira e ao longo da vida, você vive as suas experiências", afirmou. A ministra esteve na "missa dos excluídos", parte da programação do 16º Congresso Eucarístico Nacional, promovido pela organização petista CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

Dilma afirma que vai pagar multa de R$ 5.000,00 imposta pelo TSE

A candidata petista Dilma Rousseff afirmou na sexta-feira que vai pagar a multa de R$ 5.000,00 imposta pelo Tribunal Superior Eleitoral, que considerou irregular a propaganda do partido veiculada em dezembro do ano passado. A ex-ministra disse, no entanto, que não acredita que o PT passou dos limites com a Justiça Eleitoral. "Não concordamos com isso de maneira alguma", afirmou. Os ministros do TSE entenderam que o programa do PT veiculada no ano passado promoveu a imagem pessoal de Dilma, além de fazer propaganda negativa quando comparou o governo Lula ao governo Fernando Henrique Cardoso. Segundo o tribunal, a propaganda deveria divulgar apenas o programa partidário e as posições do PT sobre os temas da atualidade.

Banco do Brasil poderá atuar no mercado de capitais nos Estados Unidos

O Banco do Brasil anunciou na sexta-feira que recebeu da Finra (Autoridade Reguladora da Indústria Financeira) autorização para atuar no mercado de capitais nos Estados Unidos como "underwiter". A autorização permite que a instituição, por meio de sua subsidiária Banco do Brasil Securities LLC, tenha atuação plena nas principais atividades relacionadas à distribuição de ofertas de mercado de capitais e à corretagem no país, como participar de ofertas de ações no mercado primário e operar com títulos de dívida. No dia 13 de abril, o Banco do Brasil obteve autorização do Fed (banco central dos Estados Unidos) para operar com residentes nos Estados Unidos. Na prática, o banco poderá abrir agências e até comprar instituições financeiras norte-americanas.

Polícia Federal 14 em operação contra quadrilha de falsificação de moeda

A Polícia Federal prendeu 14 suspeitos de integrar uma quadrilha de falsificação de moeda que atuava em todo o País. Segundo a corporação, o grupo é responsável pela fabricação de cerca de R$ 2,5 milhões de moedas falsificadas. A operação, chamada Ventania, teve início na madrugada de quinta-feira com a prisão de cinco suspeitos na cidade de Fortaleza, no Ceará. As outras nove prisões aconteceram em São Paulo na sexta-feira. As investigações que levaram a identificação dos suspeitos começaram em outubro do ano passado, após diversas denúncias de pessoas que receberam cédulas falsas. Durante todo o período de investigação foram apreendidas 242 mil cédulas de R$ 100,00, de R$ 50,00 e de R$ 20,00. As investigações apontam ainda que em alguns casos as pessoas compravam as cédulas falsas por um terço do valor da moeda. As operações levaram à localização de quatro fábricas de moedas, sendo a maior na região central de São Paulo.

PSDB e DEM estudam ação contra propaganda do PT por dano "irreparável"

O advogado do PSDB, Ricardo Penteado, afirmou na sexta-feira que a infração à legislação eleitoral é clara no programa do PT que foi ao ar na quinta-feira em cadeia de rádio e TV, mas ainda estuda se entrará ou não com uma ação contra PT, o presidente Lula e a candidata petista Dilma Rousseff. O dano, segundo ele, é "irreparável", já que o programa já foi ao ar. O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) acusou Lula e Dilma de cometerem "uma violência" contra a lei e "desdenharem da Justiça Eleitoral" no programa do PT. "Se a maior autoridade desse País não respeita a lei, como se exigir que o cidadão comum venha a respeitá-la nesse momento crucial de definição do futuro do País?", questionou o tucano.

Dilma recorda sua época na ditadutra militar, e Serra também

O pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, recordou em entrevista à rádio "Tupi", no Rio de Janeiro, na sexta-feira, sua militância contra o regime militar. Na quinta-feira, no programa político-eleitoreiro do PT, a candidata petista Dilma Rousseff, e o presidente Lula, destacaram a participação da ex-ministra na luta contra a ditadura. Ela chegou a ser comparada ao líder sul-africano Nelson Mandela, por ter apoiado ações armadas e, depois, atuado na democracia. "No golpe militar, em 1964, quando era presidente da União Nacional dos Estudantes, eu estava aqui no Rio de Janeiro, as pessoas me recebiam, mas com muito medo, eu tinha uma cara muito conhecida e era muito perseguido. Naquela época, a UNE era uma entidade mais forte", disse José Serra. Dizendo-se "um sobrevivente do Estádio Nacional", numa referência ao local da capital chilena, Santiago, onde muitas pessoas morreram após o golpe militar de 1973, comandado por Augusto Pinochet, José Serra também relatou os interrogatórios pelos quais passou no Brasil após voltar do exílio. "Fui interrogado na época da ditadura. Dois ou três dias seguidos, de 12 a 16 horas", afirmou.

Vendas de computadores crescem 23% no primeiro trimestre

As vendas de computadores pessoais no mercado brasileiro entre janeiro e março somaram 2,89 milhões de unidades, um aumento de 23% em relação a igual período do ano anterior, afirma levantamento encomendado pela Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica). De acordo com o estudo realizado pela consultoria IT Data, o aumento foi puxado principalmente pela alta de 17% no segmento corporativo, que apurou vendas 17% maiores, ou 1,154 milhão de computadores. Para o ano, a Abinee prevê vendas de 14 milhões de PCs, uma alta de 17% contra 2009. Já para 2011, a expectativa é de crescimento de 12,85%, para 15,8 milhões de máquinas.

Serra destaca boa relação com Lula e diz ter discurso coerente

O pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, lançou na sexta-feira indireta contra sua adversária, a petista Dilma Rousseff, afirmando que não se deixa pautar por publicitários e que por isso não "escorrega", mantendo um discurso coerente. Em entrevista de uma hora de duração à rádio "Tupi", Serra declarou se dar muito bem com Lula e negou que possa ser levado a atacá-lo durante a campanha eleitoral.

Senador tucano diz que propaganda do PT é "violência eleitoral" e cobra reação do TSE

O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) protestou na sexta-feira, em discurso da tribuna, contra o programa eleitoral gratuito de rádio e TV do PT, transmitido na quinta-feira. Nele, além de destacar a história pessoal e política da pré-candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff, o Lula a comparou com o ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela.

Funcef coloca R$ 260 milhões em negócio de energia renovável

A Funcef (fundo de pensão dos funcionários da Caixa Econômica Federal), está alocando R$ 260 milhões na Cevix, empresa recém-criada para investir em empreendimentos de geração de energia elétrica renovável. A Cevix nasce com patrimônio total de pouco mais de R$ 1 bilhão. A nova empresa já está construindo duas PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas), uma no Rio Grande do Sul e outra em Santa Catarina, e três parques eólicos na Bahia, entre outros. No total, os empreendimentos sendo executados somam 200 MW de energia renovável.

Jornalista da "National Geographic" anuncia demissão após criticar Veja no Twitter

A Editora Abril demitiu na semana passada o jornalista Felipe Milanez, editor da revista National Geographic, uma das publicações da editora. A demissão foi por justa causa, já que Felipe Milanez publicou comentários em sua página no Twitter, criticando pesadamente matérias da revista Veja sobre os absurdos das demarcações de terra indígenas no País, e sobre a atuação criminosa de Ongs internacionais. No mesmo dia o jornalista foi demitido e postou um comentário no Twitter, dizendo que se sentia "destruído". Ele recebeu solidariedade de suas amizades ideológicas, como o MST. O jornalista é gaúcho, filho da jornalista Liana Milanez (conhecida como "Baiana", que foi presidente da TVE gaúcha no governo de Germano Rigotto, do PMDB), e seu próprio perfil no Twitter permite dedução sobre suas efetivas simpatias ideológias e partidárias.