sexta-feira, 23 de julho de 2010

Estados Unidos apóiam inspeções no território venezuelano para checar acampamentos de terroristas

Os Estados Unidos anunciaram nesta sexta-feira Estados Unidos que apóiam a criação de uma missão internacional que verifique se a organização terrorista e traficante de cocaína (Farc - Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) tem acampamentos no território venezuelano, como solicitou a Colômbia na véspera em reunião da OEA. “Apoiamos o que a Colômbia propôe na reunião da OEA sobre a criação de uma comissão internacional de verificação que visite e examine os acampamentos identificados, durante os próximos 30 días”, disse o porta-voz do Departamento de Estado, Phillip Crowley. “Deve haver uma investigação. Cremos que a Venezuela tem a responsabilidade de dar resposta com celeridade à importante informação apresentada pela Colômbia", acrescentou ele. E ainda comentou: “Cremos que sería útil a participação internacional nessa investigação, que pode ser feita de variadas maneiras". O embaixador colombiano Luis Alfonso Hoyos exigiu na quinta-feira, que a Venezuela tome medidas para evitar que se refugiem em seu territorio 1.500 terroristas e pediu a criação de uma comissão internacional que inspecione esses acampamentos nos próximos 30 anos (veja na foto a localização dos acampamentos). O embaixador Luis Alfonso Hoyos mostrou fotos, mapas e videos de un acampamento que demostram a existencia de um acampamento das Farc em territorio venezuelano, a 23 quilômetros da fronteira binacional.

Vox Populi aponta Dilma com 8 pontos a frente de Serra

Pesquisa Vox Populi divulgada nesta sexta-feira mostra a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, com 41% das intenções de votos, oito pontos à frente do candidato do PSDB, José Serra, com 33%. Segundo a sondagem, encomendada pela TV Bandeirantes e pelo portal filopetista IG, Marina Silva (PV) está com 8% e José Maria Eymael (PSDC) tem 1%. Os outros cinco candidatos não pontuaram. Os votos brancos e nulos somam 4% e 13% dos entrevistados estão indecisos. Na pesquisa Vox Populi anterior, divulgada no dia 29 de junho, Dilma Rousseff aparecia com 40% contra 35% de Serra e 8% de Marina. Os brancos e nulos eram 5% e os indecisos 11%. Ainda segundo a pesquisa divulgada nesta sexta-feira, Dilma Rousseff venceria José Serra no segundo turno por 46% a 38%. Na pesquisa espontânea, na qual os eleitores dizem em quem pretendem votar sem ver o nome dos candidatos, Dilma Rousseff tem 28%; José Serra tem 21% e Marina Silva registra 4%. No Nordeste, Dilma tem 54% contra 24% de Serra e 5% de Marina. Já Serra conta com 39% na região Sul contra 35% da petista. No Sudeste, ele tem 36% contra 34% de Dilma. O instituto afirma que Dilma tem 43% das intenções do eleitorado masculino contra 34% de Serra e 7% de Marina. No eleitorado feminino, Dilma tem 38%, Serra 32% e Marina 9%.

Jornalista de Mato Grosso diz que é perseguida e registra boletim de ocorrência

A jornalista Vânia Costa, de Mato Grosso, registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil e procurou o Ministério Público Federal para denunciar as perseguições que, segundo ela, está sofrendo desde que tentou investigar um caso de desvio de verbas federais em Sinop (cidade localizada a 500 quilômetros de Cuiabá, uma espécie de faroeste brasileiro). A repórter Vânia Costa, de 28 anos, diz que, desde o início de julho, sofreu três abordagens por parte de pessoas que se identificaram como policiais civis e exigiram ter acesso a documentos e informações apuradas durante uma viagem ao município no mês anterior. "Eles sabiam onde eu morava e perguntavam o que eu havia conseguido. Queriam acesso a documentos que teria obtido em Sinop. Todas as vezes, disse que não tinha nada. Com medo, mudei até de endereço", disse ela. Há uma semana, segundo a jornalista, três homens seguiram o seu carro em duas motos. Um deles sacou uma arma para obrigá-la a parar. Assustada, Vânia Costa perdeu o controle e acabou batendo o carro. Vânia Costa trabalha para o jornal "O Mato Grosso", de Várzea Grande (cidade vizinha a Cuiabá).

Mais de 70% das escolas públicas urbanas já estão ligadas à banda larga

O Ministério das Comunicações informou nesta sexta-feira que 72,75% das escolas públicas urbanas do País já têm acesso à internet de alta velocidade. No total, são 47.204 estabelecimentos municipais, estaduais e federais localizados em áreas urbanas do País. A meta do programa Banda Larga nas Escolas, lançado em 2008, é conectar todas as 64.879 escolas urbanas até o fim deste ano. O levantamento de dados, feito pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), mostra que no primeiro semestre deste ano foram incluídas 4.206 escolas no programa. São Paulo, Minas Gerais, Maranhão e Bahia foram os estados que receberam o maior número de conexões e os Estados da região Norte foram os menos beneficiados. Segundo a Anatel, isso ocorre por causa das dificuldades de acesso das operadoras à região.

Lula diz que Serra "não passa sinceridade nos olhos" ao ligar o PT às Farc

O presidente Lula criticou nesta sexta-feira o candidato tucano à sucessão, José Serra, por tentar ligar o PT e sua adversária, Dilma Rousseff, as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, organização terrorista e traficante de cocaína). Lula disse que as declarações de Serra são uma "bobagem" e que "lamenta" a atitude do ex-governador. Segundo Lula, o tucano sabe que suas afirmações não são verdadeiras. "Toda vez que uma pessoa fala o que não acredita, não passa sinceridade nos olhos. As pessoas precisam aprender que a gente fala não pelos lábios, mas pelos olhos. E quem tiver mentindo vai aparecer", disse ele em entrevista depois de evento do MEC em sua cidade natal, Caetés, momentos antes de ir para ato de campanha com Dilma em Garanhuns. O presidente disse que ninguém é obrigado a gostar do PT, mas que isso não pode servir de justificativa para inventar coisas a respeito do partido. "Achar que o PT teria ligação com as Farc é não conhecer sequer a história do Foro de São Paulo que coordenamos por mais de dez anos. Lamento que um homem que tem o passado que Serra tem e que muitas vezes foi vítima de mentiras e leviandades esteja utilizando instrumentos dos quais foi vítima para atacar o PT", disse Lula.

Lucro da Embratel tem queda de 27% no trimestre e soma R$ 291 milhões

A Embratel Participações, holding que controla a operadora homônima, informou nesta sexta-feira que teve lucro líquido de R$ 291,7 milhões no segundo trimestre do ano, queda de 27,7% em relação ao mesmo período do ano passado. No semestre, o resultado ficou em R$ 562,8 milhões, representando diminuição de 9,2% na comparação anual. A receita líquida teve alta de 7,2% no trimestre, alcançando R$ 2,7 bilhões. Já no semestre foi de R$ 5,48 bilhões, representando um crescimento anual de 6,7%.

Pai de playboy que matou filho de Cissa Guimarães diz que PMs pediram R$ 10 mil de propina

O pai de Rafael Bussamra, que confessou ter atropelado e matado na madrugada de terça-feira Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães, afirmou em depoimento na 15ª DP (Gávea) do Rio de Janeiro que os policiais militares que liberaram o Siena de seu filho após o episódio pediram R$ 10 mil de propina. Na tarde desta sexta-feira, Roberto Bussamra disse que os PMs Marcelo de Souza Bigom e Marcelo Leal de Souza Martins, lotados no 23º Batalhão (Leblon), combinaram com Rafael Bussamra de pegar a quantia combinada depois, na praça Mauá, no centro do Rio de Janeiro. O pai acompanhou o filho no momento do pagamento, já pela manhã. O empresário Roberto Bussamra, porém, recebeu uma ligação da mulher, informando que a vítima era filho da atriz e estava morto. Segundo o depoimento, ele passou mal com a notícia e os policiais deixaram o local com apenas R$ 1.000,00. Roberto Bussamra disse ainda que foi orientado pelos policiais a não procurar a 15ª DP para prestar depoimento. O pai e o irmão de Rafael, Guilherme Bussamra, deixaram a delegacia após quase seis horas e não falaram com a imprensa. Na quinta-feira, o funileiro Paulo Sérgio Gentile Muglia afirmou que o empresário levou o carro até sua oficina e solicitou que o conserto do veículo fosse feito "o mais rápido possível". O funileiro disse também que a embreagem do veículo estava alterada para permitir um arranque mais potente do motor.

Lula diz "estranhar" atitude de presidente da Colômbia de denunciar Venezuela

O presidente Lula disse nesta sexta-feira que estranhou a atitude do presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, de denunciar a Venezuela na OEA. Ele disse que pretende se reunir com Uribe e com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, para tratar do impasse. Lula irá a Caracas dia 6 de agosto para reunião de trabalho com Chávez e, no dia seguinte, participará, na Colômbia, de posse do presidente eleito Juan Manoel Santos. "O que estranhei é que faltam poucos dias para o companheiro Uribe deixar a presidência. O presidente que vai tomar posse tem dado sinais que tem disposição a um alinhamento com a Venezuela. Estava tudo andando bem até que Uribe resolve fazer a denúncia", disse Lula em entrevista a jornalistas, após participar de evento do governo em Caetés. Mas e questão é a seguinte: o que Lula tem a ver com a conveniência dos assuntos externos da Colômbia? O que ele faz é evidente intervenção na soberania colombiana.

Após tentativa frustrada com Muricy, CBF convida Mano Menezes

Depois de fazer uma tentativa frustrada com o técnico Muricy Ramalho, a CBF fez um comunicado em sua página na internet dizendo que fez um convite para o técnico do Corinthians, Mano Menezes, assumir o comando da seleção para o lugar de Dunga. A informação oficial saiu minutos após a entidade que dirige o futebol nacional confirmar a negativa de Muricy. No início da manhã, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, teve um encontro com o treinador do Fluminense, e foi justamente o clube carioca que não permitiu que seu técnico saísse da equipe. "Mano Menezes fazia parte de uma relação de três treinadores, elaborada ainda na África do Sul, e teve seu nome confirmado depois da conversa com Ricardo Teixeira, quando se mostrou afinado com o projeto de renovação traçado pela CBF para a Copa do Mundo de 2014", diz a nota. Se aceitar o convite, Mano Menezes deve fazer a sua primeira convocação na segunda-feira. O Brasil faz um amistoso com os Estados Unidos em 10 de agosto, em Nova Jersey. "Na conversa que teve com Mano Menezes, Ricardo Teixeira assegurou que o técnico terá o apoio irrestrito para exercer sua tarefa, como sempre aconteceu com todos os profissionais que trabalharam na Seleção Brasileira na sua administração", afirma nota. Dunga foi demitido do cargo de técnico do Brasil após a equipe ser eliminada nas quartas de final da Copa do Mundo da África do Sul, após perder por 2 a 1 de virada para a Holanda.

Justiça tira PRB da coligação de Antonio Anastasia e permite aliança com Hélio Costa

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais aceitou o pedido PRB do vice-presidente José Alencar para sair da coligação do governador Antonio Anastasia (PSDB). A Justiça também permitiu ao partido que faça parte da aliança de Hélio Costa no disputa ao governo do Estado. No dia 27 de junho, o diretório mineiro do PRB havia feito uma convenção na qual votou pela aliança com Anastasia. No entanto, a Executiva Nacional do partido fez uma intervenção anulando a conversão e determinando a coligação com o peemedebista. O racha causou a saída do presidente do diretório, Rogério Colombini. Para o juiz Ricardo Rabelo, relator da questão, foi provado a vontade do PRB em fechar aliança com Hélio Costa. "O desejo de integrar coligação com o PMDB, PT e PCdoB restou evidenciado pelos órgãos nacional e regional do partido", afirmou o juiz. O PSDB de Minas Gerais deve recorrer da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral.

Blog é impedido de publicar acusação contra juiz do Maranhão

A Justiça do Maranhão determinou liminarmente que um jornalista retirasse de seu blog uma matéria com acusações contra um magistrado. Em 12 de julho, o jornalista Itevaldo Júnior publicou que o juiz Nemias Nunes Carvalho, de São Luís, tinha comprado, em 2005, por R$ 5.000,00, uma fazenda no interior do Estado de uma foragida cuja prisão ele revogara. Júnior ainda divulgou documentos dos autos e da negociação imobiliária. Na liminar, concedida no último dia 16, o juiz Alexandre Lopes de Abreu alegou que "a liberdade de manifestação é garantia constitucional que só encontra limites quando passa a violar bem maior, como, no caso, a dignidade da pessoa atacada pelo veículo de comunicação". Ele também determinou multa diária de R$ 500,00 caso haja descumprimento da decisão. O juiz Alexandre Lopes de Abreu disse que proibiu a matéria porque "a parte denunciada não teve a oportunidade de se manifestar". Para ele, não houve ato de censura: "Os juízes devem ser fiscalizados".

TSE dá direito de resposta a PT em site do PSDB sobre declarações de Indio da Costa

O Tribunal Superior Eleitoral decidiu que o PT deve ter direito de resposta às declarações de Indio da Costa (DEM), vice do presidenciável José Serra (PSDB), sobre uma suposta ligação do partido às Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, organização terrorista e traficante de cocaína). Pela decisão do ministro Henrique Neves, o PT terá direito a publicar por dez dias uma resposta às afirmações de Indio da Costa. A mensagem será veiculada no site Mobiliza PSDB, que publicou originalmente a entrevista do vice de Serra. Na entrevista ao site do PSDB, Indio da Costa disse que "todo mundo sabe que o PT é ligado às Farc, ligado ao narcotráfico, ligado ao que há de pior". Para o ministro do TSE, "o tom ofensivo é evidente". "Tenho que a afirmação de ser o Partido dos Trabalhadores ligado ao narcotráfico e ao que há de pior é, por si, suficiente para a caracterização da ofensa e o deferimento do direito de resposta", escreveu Henrique Neves na decisão. O direito de resposta dado ao PT por dez dias é o dobro do mínimo previsto na lei, que varia conforme o tempo de veiculação da entrevista contestada. Para o ministro, a pena ao PSDB foi dada porque o partido repetiu o mesmo "expediente" de 2002, quando o TSE também entendeu que os tucanos ofenderam o PT. Cabe recurso da decisão.

Dilma é multada por propaganda irregular por causa de outdoor

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, foi multada em R$ 2.000,00 pela Justiça Eleitoral por propaganda irregular. É a primeira multa desse tipo entre os presidenciáveis. A petista já foi multada seis vezes por propaganda antecipada. A dívida dela agora é de R$ 33 mil. A penalidade foi dada pelo ministro Joelson Dias, do Tribunal Superior Eleitoral, por causa de um painel maior do que o permitido por lei, que é de 4m2. Também foram multados a coligação de Dilma e o seu vice, Michel Temer (PMDB). O pedido contra a petista foi feito pelo Ministério Público Eleitoral.

Ex-carcereiro de Ingrid Betancourt pega 27 anos de prisão por tráfico nos Estados Unidos

O ex-terrorista colombiano Gerardo Ramírez, conhecido como "César", foi condenado nesta quinta-feira por um tribunal americano a 27 anos de prisão acusado de ajudar no transporte de toneladas de cocaína aos Estados Unidos. Ramírez foi um dos "carcereiros" de Ingrid Betancourt, ex-candidata presidencial da Colômbia, que passou anos como refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc, organização terrorista e traficante de cocaína). No entanto, o ex-terrorista foi condenado apenas pela acusação de tráfico de drogas. A advogada de defesa, Carmen Hernández, pediu a pena mínima de 12 anos argumentando que outros membros das Farc receberam penas menores e que Ramírez, ao se declarar culpado, 'economizou muito tempo, energia e dinheiro à corte e aos Estados Unidos. Em resposta, o advogado da promotoria, Pablo Quiñonez, argumentou que Ramírez comandou 'centenas de pessoas' e que as Farc são 'uma organização perigosa que está envolvida no tráfico de drogas em grande escala'. O juiz considerou que Ramírez era um dos líderes terroristas e supervisionou a produção e o tráfico de 'toneladas e toneladas de cocaína' durante muitos anos.

Evo Morales chama Colômbia e Israel de "lacaios do imperialismo"

O ditador da Bolívia, o índio cocaleiro trotskista Evo Morales, defendeu nesta quinta-feira a Venezuela, que rompeu relações com a Colômbia, ao afirmar que o presidente colombiano, Alvaro Uribe, assim como Israel, é um "lacaio do imperialismo" americano. "Quero dizer aqui ao imperialismo americano e aos lacaios deste imperialismo, políticos ou presidentes, os povos da América Latina jamais se renderão ao imperialismo americano ou aos lacaios do capitalismo". O indio cocaleiro trotskista Evo Morales afirmou que os Estados Unidos usam alguns países da região, "como a Colômbia, mas não o povo colombiano", para seus objetivos.

Cuba impede blogueira Yoani Sánchez de viajar ao Brasil

A jornalista e blogueira cubana Yoani Sánchez contou em seu perfil no Twitter que não conseguiu permissão das autoridades cubanas para viajar ao Brasil e assistir à estréia de um documentário que denuncia a censura em Cuba. Yoani Sánchez devia viajar à cidade de Jequié, a 360 quilômetros de Salvador, onde nesta sexta-feira estreará o documentário "Conexão Cuba Honduras", do ativista brasileiro Dado Galvão, que retrata a história de vários blogueiros cubanos e hondurenhos perseguidos pela censura em seus países. "Tenho poucas esperanças de que possa chegar a tempo ao festival de documentários filmes na Bahia", reconheceu Sánchez no Twitter, onde nas últimas semanas relatou o processo para conseguir sua permissão de viagem. Após receber uma carta de convite das autoridades baianas para assistir à exibição do documentário, a jornalista iniciou os trâmites burocráticos necessários para deixar a ilha. "Uma estratégia para evitar que os inconformados viajem é demorar ad infinitum pela carta de convite feita nos consulados cubanos", escreveu. A jornalista assinalou que, apesar de dispor de uma carta de convite das autoridades brasileiras, de ter seu passaporte em dia e de não ter antecedentes criminais, o Departamento de Imigração e de Estrangeiros não aceitou sua solicitação.

Dono de empresa usada por Marcos Valério é condenado por envio ilegal de dinheiro

O empresário Bruno Correa Lopes foi condenado a quatro anos de prisão pela Justiça Federal de Minas Gerais. Ele foi acusado de enviar mais de US$ 7,8 milhões ao Exterior de forma ilegal. O dinheiro, segundo a acusação, era proveniente de diversas empresas e saiu do Brasil por meio da Infotrading Brasil. De propriedade de Lopes, a importadora tinha capital social de apenas R$ 20 mil. Segundo a denúncia, os valores foram movimentados no banco JP Morgan Chase de Nova York. Em outra ação penal que corre na Justiça Federal de Minas Gerais, o publicitário Marcos Valério de Souza é réu por enviar R$ 220 mil ao Exterior por meio da Infotrading. Marcos Valério era sócio da DNA Propaganda, uma das agências utilizadas no esquema do Mensalão do PT. Os nomes das empresas que tinham relação com a Infotrading foram descobertas por meio de quebra de sigilo bancário.

Membros do Hizbollah serão acusados pela morte de ex-primeiro-ministro do Líbano

O líder do Hizbollah libanês, o terrorista Hasan Nasrallah, afirmou nesta quinta-feira ter sido informado pessoalmente pelo primeiro-ministro libanês que membros da organização terrorista islâmica serão acusados pelo Tribunal Especial para o Líbano pelo assassinato do ex-primeiro-ministro Rafic Hariri. "Antes de sua viagem a Washington, Saad Hariri (primeiro-ministro libanês e filho do premier morto) me visitou e me disse que membros indisciplinados do Hizbollah serão citados na ata de acusação" do Tribunal Especial para o Líbano, disse Hasan Nasrallah. Em março passado, a promotoria do tribunal interrogou membros do Hezbollah. Rafic Hariri, ex-primeiro-ministro libanês que se opôs à hegemonia da Síria sobre o Líbano, morreu com outras 22 pessoas em um atentado com carro-bomba, em 14 de fevereiro de 2005, em Beirute. Criado em 2007 por uma resolução do Conselho de Segurança da ONU, o Tribunal Especial para o Líbano deve julgar os supostos autores dos ataques terroristas neste país, entre os autores do assassinato de Hariri.

Irmão do ex-governador Leonel Brizola morre em Passo Fundo

Morreu na manhã desta quinta-feira, em Passo Fundo, Paraguassú de Moura Brizola, de 95 anos, irmão de Leonel Brizola. Ele era o único dos cinco irmãos do ex-governador gaúcho que ainda estava vivo. O corpo de Paraguassú Brizola foi sepultado no início da noite no Cemitério Memorial da Paz, em Passo Fundo. Paraguassú foi perseguido político nos anos 60. O ex-governador do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro, Leonel de Moura Brizola, faleceu em 2004, aos 82 anos.

Governador do Mato Grosso do Sul dá tapa no rosto de eleitor

O governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), candidato a reeleição, deu um tapa de mão aberta no rosto do eleitor Rodrigo de Campo Roque, de 23 anos, montador de acessórios para automóveis. A agressão aconteceu no bairro Aerorancho II, na periferia de Campo Grande, onde Puccinelli e comitiva estavam realizando passeata. Rodeado por moradores do local, começou a conversar com as pessoas, falando sobre as obras públicas realizadas em seu governo. Ao dirigir a palavra para o rapaz, perguntou-lhe; “Você lê jornais? Você notou quanto que esse governador já fez por Campo Grande e pode fazer muito mais?” A resposta foi fulminante: “Li também que o senhor é ladrão”. Daí veio o tapa, assistido por pelo menos 50 pessoas. Rodrigo foi imediatamente dominado pelos seguranças do governador e colocado em uma viatura policial. O governador está fazendo campanha política protegido por um forte contingente policial porque não deixou o cargo. Durante seus mandatos o governador Puccinelli teve um fantástico aumento de poder aquisitivo.

Na OEA, Colômbia diz que guerrilha está consolidada e ativa na Venezuela

A Colômbia denunciou nesta quinta-feira diante da OEA que os terroristas e narcotraficantes colombianos estão consolidados e ativos no território venezuelano, em sessão extraordinária na qual o país prometeu apresentar provas das acusações. O embaixador colombiano no órgão, Luis Alfonso Hoyos, deve apresentar dez vídeos, 12 testemunhos, mais de 20 fotografias e várias coordenadas de acampamentos utilizados pelos terroristas na Venezuela. Com as provas, o governo colombiano estuda ainda pedir a organismos internacionais que verifiquem os locais onde ficariam os acampamentos. As provas mostrariam que o ditador venezuelano, Hugo Chávez, tem conhecimento e permite a presença de integrantes das organizações terroristas e narcotraficantes Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e Exército de Libertação Nacional (ELN) na Venezuela. Entre os terroristas estariam o líder das Farc, Iván Márquez, o chamado chanceler Rodrigo Granda, e o líder do ELN, Carlos Marín Guarín, conhecido como Pablito. A Colômbia já levou anteriormente à OEA suas queixas sobre a infiltração de terroristas na Venezuela, mas é a primeira vez que Bogotá convocou uma reunião extraordinária do Conselho Permanente para discutir o tema.

Venezuela dá 72 horas para diplomatas colombianos deixarem o país

O governo da Venezuela deu 72 horas para os diplomatas colombianos deixarem o país. O ditador Hugo Chávez anunciou o rompimento das relações bilaterais diante das acusações da Colômbia, em sessão da OEA, de que há acampamentos de terroristas e traficantes de cocaína no país. Segundo o ministro de Relações Exteriores da Colômbia, Nicolás Maduro, disse que o país enviou uma nota diplomática ao encarregado de negócios da Colômbia em Caracas. "Em 72 horas devem fechar a embaixada e se retirar do país", disse. Nesta quinta-feira, em sessão extraordinária da Organização dos Estados Americanos, a Colômbia exibiu fotos, vídeos e testemunhos provando a presença de ao menos 87 acampamentos e 1.500 guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e do Exército de Libertação Nacional (ELN) protegidos em solo venezuelano. O embaixador da Colômbia no órgão, Luis Alfonso Hoyos, afirmou que os acampamentos não são novos "e continuam se consolidando". "Não são apenas casas. São ao menos 87 estruturas completamente armadas em território venezuelano", disse ele. Em resposta às acusações, o ditador Chávez afirmou que o presidente colombiano, Álvaro Uribe, é "mentiroso" e "mafioso". "Se presta a qualquer jogada, é capaz de qualquer coisa e instalou um governo de máfias, triste e lamentavelmente para este povo querido e irmão e para seus vizinhos que somos nós", disse o macarrônico imitador de Mussolini. Ele afirmou ainda que colocou as fronteiras em "alerta máximo", "diante do risco de que o Uribe, movido por seu ódio contra a Venezuela, opte por uma ação militar contra Caracas".

Venezuela rompe relações com Colômbia por acusações de apoio à guerrilha

O ditador da Venezuela, Hugo Chávez, rompeu as relações com a Colômbia diante das acusações de que o país abriga acampamentos de terroristas colombianos. "Nós não temos outra escolha se não, por dignidade, romper nossas relações com nossa nação irmã da Colômbia", disse Chávez, em aparição ao vivo na televisão. A Venezuela já "congelara" no ano passado todas as relações diplomáticas e comerciais com a Colômbia, em protesto contra um acordo militar entre Bogotá e Washington, que Chávez vê como uma ameaça à sua soberania. As relações ficaram ainda mais estremecidas com a denúncia do presidente colombiano, Alvaro Uribe, que está nas últimas semanas de mandato, de que Chávez abriga terroristas das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, organização terrorista e traficante de cocaína) e Exército de Libertação Nacional (ELN) na Venezuela. Entre os terroristas estariam o chefe das Farc, Iván Márquez, o chamado chanceler Rodrigo Granda, e o líder do ELN, Carlos Marín Guarín, conhecido como Pablito.

Secretário-geral da OEA pede calma a Venezuela e Colômbia

O secretário-geral da OEA, o esquerdóide chileno José Miguel Insulza, pediu nesta quinta-feira que Colômbia e Venezuela "acalmem os ânimos", logo após Caracas anunciar o rompimento de relações com o país vizinho. "Faço, então, um chamado a acalmar os ânimos e buscar um caminho", disse Insulza, após uma seção extraordinária da OEA, na qual a Colômbia reiterou suas denúncias de que terroristas colombianos operam em território venezuelano. Insulza disse torcer para que os dois países possam "superar também" esta crise e "entender-se nos próximos dias". Ele afirmou que a OEA "estará sempre disposta" a cooperar, mas alertou que "os passos devem ser dados pelos governos" de Caracas e Bogotá.

Embaixador colombiano critica rompimento de relações da Venezuela

O embaixador da Colômbia na OEA, Luis Hoyos, classificou de errônea a decisão do ditador venezuelano, Hugo Chávez, de romper relações com o país. Horas antes, Hoyos exibiu, em sessão extraordinária do órgão, provas de que haveria 87 acampamentos de guerrilheiros colombianos em território venezuelano. Hoyos lamentou, em nome do governo da Colômbia, "a decisão errônea que toma a Venezuela". "A Venezuela não tem problemas com a Colômbia e deveria romper relações com os grupos criminosos", disse ele. Hoyos criticou ainda a decisão de Chávez, que, diante das acusações, "preferiu insultar e romper relações".

Colômbia diz haver 87 acampamentos guerrilheiros na Venezuela

A Colômbia denunciou nesta quinta-feira, diante da OEA (Organização dos Estados Americanos), que há ao menos 87 acampamentos em pleno território venezuelano. O embaixador da Colômbia no órgão, Luis Alfonso Hoyos, apresenta em uma sessão extraordinária vídeos, fotos e testemunhos que provariam que o presidente venezuelano, Hugo Chávez, tem conhecimento e permite a presença de integrantes das guerrilhas colombianas Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e Exército de Libertação Nacional (ELN) na Venezuela. Entre os guerrilheiros, estariam o líder das Farc, Iván Márquez, o chamado chanceler Rodrigo Granda, e o líder do ELN Carlos Marín Guarín, conhecido como Pablito. "Os acampamentos não são novos e continuam se consolidando", denunciou o diplomata colombiano, em sua exposição durante a sessão extraordinária do Conselho Permanente da OEA, em Washington, iniciada às 10h37 (11h37 no horário de Brasília) e que está em andamento. "Não são [apenas] casas. São ao menos 87 estruturas completamente armadas em território venezuelano". Em seu discurso, que também contou com fotos e imagens aéreas, Hoyos se concentrou nas informações sobre quatro localidades, que abrigariam os acampamentos nomeados Ernesto, Berta, Bolivariano e Jesus Santrich, situados 23 quilômetros para dentro do território venezuelano. A denúncia de Uribe, que está nas últimas semanas de mandato, voltou a complicar as relações bilaterais, a ponto de Chávez retirar seu embaixador de Bogotá e ameaçar romper relações. A Colômbia também convocou sua embaixadora em Caracas, por causa de "todos os antecedentes e denúncias que a Colômbia vem fazendo", disse um porta-voz do governo. A Venezuela "congelou" no ano passado todas as relações diplomáticas e comerciais com a Colômbia, em protesto contra um acordo militar entre Bogotá e Washington, que Chávez vê como uma ameaça à sua soberania. Chávez disse que espera retomar as conversações com o país vizinho depois da posse de Juan Manuel Santos como presidente da Colômbia, em 7 de agosto. Apesar de ser sucessor do popular Uribe, Santos adotou um discurso de reaproximação com Chávez. O venezuelano disse, contudo, que não irá à posse do novo colega por motivos de segurança. "Estamos mostrando porque estamos cansados de nos insultarem e que nos digam que são uma montagem", desafiou Hoyos. "Caso a Venezuela diga que essas fotos são montadas e essas informações não são verdadeiras, é fácil de verificá-las. É só visitar esses lugares, ver os caminhos, os acampamentos e, principalmente, conversar com os desmobilizados". O diplomata afirmou ainda que todos os documentos serão disponibilizados ao secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza. "Não permitam que, ao se esconder nesses acampamentos, eles nos tirem o sonho de viver com tranquilidade", indicou o diplomata em referência à Venezuela. A Colômbia já levou anteriormente à OEA suas queixas sobre a suposta infiltração de guerrilheiros na Venezuela, mas é a primeira vez que Bogotá convoca uma reunião extraordinária do Conselho Permanente para discutir o tema. A reunião será na manhã desta quinta-feira, na sede da OEA em Washington. Hoyos ressaltou mais cedo que a organização regional é um foro político e não um organismo judicial ou um tribunal de justiça. "O objetivo não é um pronunciamento enérgico, mas que os fatos sejam conhecidos, que se conheça a posição da Colômbia e que a verdade seja posta sobre a mesa", enfatizou.

Serra promete manter proibida prática do aborto no Brasil

O candidato José Serra (PSDB) prometeu, se for eleito, manter proibida a prática do aborto no Brasil. Serra disse que não pretende mudar a lei atual que, apesar de vedar o aborto, determina que a rede pública de saúde dê assistência a mulheres que têm complicações provocadas pela interrupção da gravidez. "No que depender de iniciativa do Executivo, porque deputado e senador pode tomar, eu não procurarei mudança na lei atual. Ficará como está", disse ele. Na quarta-feira, o bispo dom Luiz Gonzaga Bergonzini (Guarulhos) pregou boicote à candidatura de Dilma Rousseff (PT) à Presidência da República por considerar o PT favorável ao aborto. Apesar do artigo não transmitir a posição oficial da CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil, uma entidade francamente filopetista), o texto foi publicado no site da entidade. Serra também disse que não pretende legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo se assumir a Presidência. Na opinião do tucano, as relações homoafetivas não são de responsabilidade do Estado. "É um assunto que Estado não entra, é problema das pessoas. Cada crença tem a sua orientação. Se uma igreja não quer casar, mesmo reconhecendo união civil, a igreja não pode ser obrigada a isso. Se duas pessoas querem viver juntas, ter herança, é problema delas, não é do Estado", afirmou ele. O candidato fez as declarações durante gravação do programa "3 em 1", série da TV Brasil que vai entrevistar os três candidatos à Presidência líderes nas pesquisas.

Ministério Público pede multa de até R$ 106 mil contra Dilma por uso da máquina pública

O Ministério Público Eleitoral ajuizou nesta quinta-feira representação contra a presidenciável Dilma Rousseff (PT) por uso da máquina pública no discurso do primeiro dia de campanha, feito no Rio Grande do Sul. A procuradoria pede multa de R$ 5 mil a R$ 106 mil por propaganda eleitoral na cerimônia de entrega da Medalha do Mérito Farroupilha, realizada na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul e veiculada pela TV Assembléia do dia 6 de julho. O Ministério Público afirma que a TV Assembléia infringiu a Lei das Eleições, que proíbe os agentes públicos de cederem, em benefício de candidato, bens pertencentes à administração pública. De acordo com a representação, Dilma Rousseff fez uso da palavra para realizar "nítida" propaganda eleitoral em seu favor, enaltecendo os programas sociais do governo Lula e que as declarações teriam sido repercutidas na imprensa. "Não há como deixar de reconhecer a responsabilidade da TV Assembléia do Rio Grande do Sul pela prática da conduta tendente a afetar a igualdade de oportunidade entre os candidatos ao pleito eleitoral, visto que houve cessão de parte de sua programação para veicular propaganda eleitoral", diz a ação. A procuradoria pede a aplicação das sanções tanto para a candidata quanto à TV Assembléia gaúcha. Esta televisão da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul é dirigida por Celina Canabarro, filha de Neusa Canabarro, mulher do ex-governador gaúcho Alceu Collares, do PDT, que está apoiando a campanha do peremptório petista Tarso Genro. E o setor de comunicações da Assembléia Legislativa gaúcha é chefiado por Carlos Bastos, jornalista também do PDT, que tem vinculações familiares com a família de João Goulart e Leonel Brizola. Ou seja, trabalhistas que dominam a área de comunicação da Assembléia Legislativa puseram este setor a serviço da campanha da petista Dilma Rousseff.

Serra diz que Dilma venceria "disparado" um torneio de más companhias

O candidato José Serra (PSDB) disse em entrevista à TV Brasil que sua adversária Dilma Rousseff (PT) venceria "disparado" um torneio de "más companhias". Apesar de subir em palanques de candidatos que correm o risco de impugnação, Serra disse que Dilma tem um pior histórico em termos de apoio político. "Todo mundo que vem comigo, sabe como eu me comporto. Eu não faço segredo. Agora, é um pouco difícil a gente fica comparando quem tem o quê. Num torneio, a candidata do governo perde disparado em matéria de más companhias", afirmou. José Serra afirmou que sua prioridade, se for eleito, será acabar com o loteamento político na administração federal. Serra disse que a quebra de sigilo fiscal do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, foi consequência de uma indicação política na Receita Federal. "Eu não faria o loteamento, não ficaria entregando o Estado a aparelhos. Você viu o que aconteceu na Receita, que cometeu crime contra a Constituição. Isso é partidarismo. Quebrou o sigilo para usar em campanha eleitoral", afirmou.

Carro que matou filho da atriz Cissa Guimarães era alterado para correr mais, afirma mecânico

O pai de Rafael Bussamra, de 25 anos, que confessou ter atropelado e matados Rafael Mascarenhas, de 18 anos, filho da atriz Cissa Guimarães, levou o Siena do filho para uma oficina mecânica para tentar encobrir marcas do carro, informou nesta quinta-feira um funileiro, após prestar depoimento na 15ª DP (Gávea), no Rio de Janeiro. O funileiro Paulo Sérgio Gentile Muglia, de 48 anos, ficou cerca de duas horas na delegacia, e disse que Roberto Martins Bussamra levou o carro no mesmo dia do atropelamento à oficina Grande Amigos, em Quintino, zona norte do Rio de Janeiro. De acordo com Muglia, o pai e um irmão mais novo de Bussamra deixaram o carro em frente à oficina por volta das 5 horas de terça-feira. Ele disse que, quando abriu o estabelecimento, por volta das 8 horas, o carro já estava em frente. "Eles levaram o carro lá, e não falaram nada sobre o atropelamento. Falaram 'quanto mais rápido fizer o serviço, melhor, pois o carro é de trabalho e precisamos dele o quanto antes'. Inclusive falei que o mais rápido mesmo era trocar as peças, e ele disse que já iria providenciar, e fui executando o serviço", disse. O funileiro disse também que a embreagem do veículo estava alterada para permitir um arranque mais potente do motor. A polícia investiga se Bussamra estava tirando um "pega" no túnel no momento do atropelamento.

Sindicato quer saber da Receita por que nome de servidora vazou para a imprensa

O Sindireceita (sindicato que representa os analistas tributários do País) protocolou um pedido de esclarecimento ao secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, e ao corregedor-geral do fisco, Antônio Carlos Costa d'Ávila Carvalho, para saber por que o nome da servidora Antonia Aparecida Rodrigues dos Santos Neves Silva foi "vazado" para a imprensa. A sindicalista Antonia Aparecida Rodrigues dos Santos Neves Silva é investigada como suspeita de ter acessado de forma "imotivada" a declaração de Imposto de Renda de Eduardo Jorge, vice-presidente do PSDB. A acusação consta em processo administrativo disciplinar aberto pela Corregedoria em julho deste ano. Por meio do sindicato ao qual é filiada, a analista tributária disse "desconhecer" a acusação de que teria acessado de forma "imotivada" os dados fiscais de Eduardo orge, dirigente tucano. Ela inacreditável como ela também percorre o roteiro clássico petista, de declarar que nada sabe, nada ouviu, nada viu.

Lula diz que Serra não poderia fazer insanidade de apontar ligação de PT e Farc

O presidente Lula afirmou que o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, não poderia ter feito a "insanidade" de apontar uma ligação do PT com as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, organização terrorista e traficante de cocaína). "Eu fico triste quando eu vejo um homem da história do Serra dizer que o PT é ligado às Farc, eu fico triste. Porque o mínimo que eu esperava do Serra é que ele respeitasse o PT. Porque o Serra sabe que a gente tem afinidade histórica, a gente pode ter divergência político-ideológica agora, mas ele jamais poderia dizer uma insanidade dessa contra o PT, jamais", afirmou o presidente. Na segunda-feira, Serra endossou as críticas de seu vice, deputado Indio da Costa (DEM). "A ligação do PT é com as Forças Armadas Revolucionárias Colombianas. Mas isso todo mundo sabe, tem muitas reportagens, tem muita coisa. Apenas isso. Agora, as Farc são uma força ligada ao narcotráfico, isso não significa que o PT faça o narcotráfico", afirmou Serra em visita a Belo Horizonte.

"Temer é mercadoria", diz Serra sobre vice de Dilma

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, alfinetou o candidato à vice-presidente na chapa da petista Dilma Rousseff, o deputado federal Michel Temer (PMDB-SP). "Temer é mercadoria", disse Serra em entrevista na tarde desta quinta-feira à Rádio Guaíba, em Porto Alegre. O candidato tucano afirmou que seu vice, o deputado federal Indio da Costa (DEM-RJ), foi escolhido por "ideologia e afinidade", e não em "troca-troca" de cargos. Serra propôs que seja feito um debate entre os três principais candidatos à vice-presidente. "Indio é o melhor dos três", disse ele. Em entrevista a jornalistas, o candidato tucano, voltou a ligar o PT com as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, organização terrorista e traficante de cocaína) e cobrou de sua adversária Dilma Rousseff, candidata do PT, uma "explicação" sobre essa ligação. O tema foi trazido à campanha por Indio da Costa, que foi mais longe: ligou o PT ao narcotráfico e insinuou aproximação do partido com o Comando Vermelho, facção criminosa do Rio de Janeiro. "É banalidade ligar o PT com o narcotráfico. Mas temos evidências abundantes da ligação do PT com as Farc, que são sequestradores, cortam cabeça de gente, são terroristas", disse Serra: "Dilma está devendo essa explicação". Serra atribuiu à Dilma, ex-ministra da Casa Civil, a nomeação da mulher de Olivério Medina (ex-padre e ex-porta-voz das Farc no Brasil) para o Ministério da Pesca.

Assessor de Lula ironiza vice de Serra e diz que ele é "perturbado"

O assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência, Marco Aurélio "Top Top" Garcia, ironizou nesta quinta-feira as declarações do deputado federal Indio da Costa (DEM-RJ), vice na chapa de José Serra (PSDB), que ligou o PT aos guerrilheiros colombianos das Farc (organização terrorista e traficante de cocaína), ao narcotráfico, e à facção criminosa carioca Comando Vermelho. "Qualquer dia nós vamos estar ligados também com os Cavaleiros do Apocalipse", disse o clone de chanceler Marco Aurélio "Top Top" Garcia, no Itamaraty, em Brasília. "Esse sujeito é um pouco perturbado. Ele vai despontar para o anonimato depois da campanha eleitoral. Aí, ele que tente de novo ser vereador no Rio de Janeiro, porque não tem vôo para mais asas do que isso", completou o trotskista ex-dirigente da 4ª Internacional, que chamou o vice de Serra de "personagem insignificante".

Consumo de energia cresce 10% no semestre puxado pela indústria

O consumo total de energia elétrica no País cresceu 9,9% no primeiro semestre deste ano, em relação a igual período do ano passado, segundo relatório da EPE (Empresa de Pesquisa Energética). Entre os setores, a indústria foi que registrou maior aumento de consumo no período, com 13,8%. O segmento residencial cresceu 8,1% e o comercial 7,7%, na mesma comparação. No caso do segmento residencial, a EPE informou que o número de novas ligações em 12 meses atingiu a marca de 2 milhões de consumidores (média mensal de 166 mil). Assim como o verificado nos últimos meses, os destaques dessa classe de consumo são as regiões Norte e Nordeste, que cresceram, respectivamente, 20,8% e 19,5% frente a igual mês do ano anterior. No semestre, a expansão dessas regiões (15% e 14,6%, respectivamente) ficou acima da média nacional.

Licitação de coleta de lixo da Ceagesp é suspensa pelo Tribunal de Contas da União

Indícios de irregularidades levaram o Tribunal de Contas da União a suspender a licitação para coleta de lixo da Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo). Orçada em R$ 58,5 milhões, a concorrência tem indícios de direcionamento e estava formulada sem projeto. A decisão é uma liminar dada pelo ministro Raimundo Carreiro a um pedido de uma das concorrentes que se sentiu prejudicada. A Ceagesp já havia suspenso o certame administrativamente para analisar dos recursos de concorrentes. De acordo com o Tribunal de Contas da União, não há informação suficiente no edital para que os concorrentes possam apresentar um preço correto para os serviços. Uma obra que teria que ser feita pela vencedora não tem sequer um preprojeto para se avaliar os custos. Na decisão, o ministro determina que em 15 dias o diretor do órgão apresente explicações.

PSDB estuda representação contra Paulo Bernardo por vídeo em site do governo

O PSDB estuda ingressar com representação contra o ministro Paulo Bernardo (Planejamento) por desrespeito à lei eleitoral. O site da pasta exibiu um vídeo em que o ministro chama de "idiota" o deputado federal Indio da Costa (DEM-RJ), vice na chapa do tucano José Serra à Presidência. O advogado do PSDB, Eduardo Alckmin, disse que pretende ingressar com a representação depois de analisar o conteúdo do vídeo. "Estamos reunindo documentos e avaliando o que fazer. Seria uma manifestação que o ministro fez sobre um assunto eleitoral, divulgada em um site público. O site não existe para isso, mas para exibir ações do governo", afirmou. A frase do ministro foi reproduzida em reportagem do "Jornal da Noite", da Rede Bandeirantes, que foi ao ar na segunda-feira, sobre as declarações do deputado de que o PT é ligado às Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, organização terrorista e traficante de cocaína) e ao narcotráfico. O vídeo foi colocado em local de destaque na página inicial do site, no canal "MP no Youtube", anteontem, mas foi retirado do ar por volta de 11 horas de ontem.

Bolívia estuda ceder novos blocos para Petrobras explorar gás

O governo da Bolívia estuda conceder à Petrobras novas áreas para a exploração e exportação de hidrocarbonetos, principalmente de gás natural destinado ao gigantesco mercado brasileiro. O anúncio foi feito pelo ministro de Hidrocarbonetos, Fernando Vincenti, um dia após o embaixador brasileiro na Bolívia, Frederico Cézar de Araujo, confirmar o interesse do Brasil em ampliar os investimentos e aquisições de gás boliviano. "Estamos trabalhando para definir uns 17 novos blocos para projetos de risco com a Petrobras", disse Vincenti a jornalistas, sem especificar o valor dos possíveis novos empreendimentos da companhia brasileira, uma das maiores investidoras estrangeiras na Bolívia nos últimos 15 anos. O ministro acrescentou que as conversações com a Petrobras "apontam para projetos de médio e longo prazo", confirmando que a Bolívia não está em condições de aumentar de imediato sua produção para atender a forte demanda do Brasil e Argentina, os dois mercados externos do país. A imprensa local informou que no último mês o bombeamento de gás para para ambos os países subiu para os níveis máximos estabelecidos no contrato: quase 32 milhões de metros cúbicos diários (mmcd) para o Brasil e 6 mmcd para a Argentina, deixando um saldo de 5 mmcd que não supre a demanda interna. Os projetos já em execução de um consórcio liderado pela espanhola Repsol-YPF, de cerca de US$ 1,5 bilhão, fornecerão em torno de 8 mmcd a oferta boliviana a partir de 2012, com destino ao mercado argentino.

Dilma espera conclusão rápida sobre caso EJ e diz que acusações são infundadas

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, afirmou nesta quinta-feira esperar que seja concluída "o mais rápido possível" a investigação sobre o envolvimento da servidora da Receita Federal, Antonia Silva, no arrombamento do sigilo do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge. Dilma disse, durante sabatina do portal R7, que as acusações de que o PT teria ligações com o caso são acusações infundadas para prejudicá-la no debate eleitoral. "É muito estranho atribuir um vazamento na Receita à minha campanha. Se tivesse isso claro, não estavam investigando. Não há provação, há ilações, acusações infundadas. Recentemente a diretoria da Petrobras teve seus dados fiscais vazados e nem por isso dissemos que foi a oposição", afirmou.

TCU manda suspender licitação de anel viário de Belo Horizonte, obra do PAC

A licitação para a obra do Anel Rodoviário de Belo Horizonte, que ligará as BR-040, 262 e 331, em Minas Gerais, foi suspensa pelo Tribunal de Contas da União. A decisão é um liminar do ministro Raimundo Carreiro, que encontrou indícios de sobrepreço no projeto, orçado em R$ 837,5 milhões. De acordo com análise técnica, foram encontrados indícios de sobrepreço que somados ultrapassam os R$ 300 milhões, mais de um terço do valor da obra. Só um item, o despejo de material da obra, que segundo os técnicos é desnecessário, acarretaria num acréscimo de R$ 121,8 milhões ao preço do projeto. A licitação foi feita pelo Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) em maio deste ano. De acordo com o Tribunal de Contas da União, o sobrepreço ocorre porque a obra foi licitada apenas com um projeto básico, feito pela Fiemg (Federação das Industrias do Estado de Minas Gerais). Não houve estudos topográficos suficientes para basear sequer o projeto básico.

GM compra financiadora de carros AmeriCredit por US$ 3,5 bilhões

A General Motors (GM) anunciou neste quinta-feira que comprará a companhia de financiamento de automóveis AmeriCredit por US$ 3,5 bilhões em uma operação que busca aumentar o crédito disponível para a aquisição de veículos. A compra, que depende da aprovação dos acionistas da AmeriCredit, permitirá a GM ter sua própria empresa de financiamento automobilístico. Em 2006, a companhia vendeu seu braço de financiamento, a GMAC. Os concessionários da GM se queixaram que o menor acesso ao crédito os levou a perder oportunidades de vendas. A operação eliminará também uma incerteza para GM, que prevê realizar uma OPV (Operação Pública de Venda) de ações para reduzir a participação de quase 61% que o governo adquiriu na empresa para ajudá-la a sair da crise. "Esta aquisição respalda nossos esforços de projetar, construir e vender os melhores veículos do mundo ao expandir as opções de financiamento que podemos oferecer a nossos clientes que querem comprar veículos GM", disse o presidente da GM, Ed Whitacre, em comunicado.

Dilma diz que terá autonomia em seu governo e não será "teleguiada"

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, afirmou nesta quinta-feira que é a mais preparada para comandar o País porque nenhum de seus adversários conhece o governo federal como ela. Dilma disse ainda que o ritmo de trabalho como chefe da Casa Civil era mais pesado do que a dedicação à campanha. Ao ser questionada sobre as críticas da oposição de que falta experiência eleitoral, Dilma disse que tem credenciais necessárias para disputar a Presidência. "Eu tenho uma grande experiência de governo. Nenhum dos meus adversários conhece o governo federal como eu conheço. Primeiro, nenhum deles coordenou o governo. Nenhum foi chefe da Casa Civil, que é o segundo cargo na hierarquia do governo, e nenhum deles também governou junto com o presidente Lula diretamente, intimamente", disse a petista em entrevista à rádio "Marano FM" de Garanhuns (PE). A petista disse que a oposição demonstra contradições em seus ataques e afirmou que terá autonomia em seu governo e não será "teleguiada": "O presidente Lula vai ser meu companheiro, amigo e sempre que for necessário meu conselheiro. A oposição tem que escolher porque tem dias que falam que eu era a pessoa forte do governo que mandava em todos os ministros, no outro dia, mudam e vestem outra roupa e dizem que ela vai ser teleguiada". A candidata afirmou ainda que conhece a rotina não só do governo, mas dos municípios e Estados, onde ocupou cargos de secretária de Minas e Energia no Rio Grande do Sul.

Dívida pública tem alta de 115 bilhões de reais no semestre

Influenciada pelo empréstimo de 80 bilhões de reais ao BNDES, a Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) registrou aumento de 118 bilhões de reais no primeiro semestre. Dados divulgados nesta quinta-feira pelo Tesouro Nacional mostram que a dívida interna saltou de 1,398 trilhão de reais, no fim de dezembro de 2009, para R$ 1,516 trilhão de reais, no último mês. De maio para junho, o estoque de endividamento sofreu pequena redução de 0,20%, passando de 1,519 trilhão para 1,516 trilhão de reais. Essa queda de 3 bilhões de reais em junho deve-se ao resgate líquido de 16,91 bilhões de reais em títulos ao longo do mês. Isso ocorre quando o Tesouro vende (emite) menos papéis do que o volume de títulos que estão vencendo. O resgate compensou em parte o impacto dos juros, de 13,85 bilhões de reais, no estoque da dívida. De acordo com o Tesouro, a Dívida Pública Federal externa (DPFe) registrou crescimento de 1,11% em junho em relação a maio, encerrando a primeira metade do ano em 95,90 bilhões de reais. Já o total (soma do endividamento público interno e externo, em reais) fechou o primeiro semestre em 1,612 trilhão de reais, o que representa um aumento de 115 bilhões de reais de janeiro a junho.