segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Cristina Kirchner perde poder de legislar por decreto

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, perderá influência sobre a política econômica nesta terça-feira, quando caducam os chamados poderes delegados, que dão ao Executivo o poder de legislar por decreto a respeito de vários assuntos. O mais importante é o de estabelecer impostos sobre as exportações. Desde 2002, a programação econômica do governo argentino tem se baseado, em grande parte, nos bilhões de dólares arrecadados anualmente com os impostos sobre a exportação de produtos como soja, carne bovina e milho. Membros do Congresso disseram que Cristina Kirchner já não poderá fazer qualquer mudança nesses impostos, mas que os que já estão em vigor continuarão a valer.

Governo considera restrições à compra de terras por estrangeiros

O governo brasileiro informou nesta segunda-feira que deseja impor novos limites mais rígidos ao tamanho das propriedades rurais que podem ser adquiridas por estrangeiros. "O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o advogado-geral da União, ministro Luís Inácio Lucena Adams, aprovaram parecer da Consultoria-Geral da União que limita a venda de terras brasileiras a estrangeiros ou empresas brasileiras controladas por estrangeiros", segundo nota divulgada no site da Advocacia Geral da União. Até agora, as empresas brasileiras, mesmo que de capital estrangeiro, não enfrentavam restrições. Pela nova interpretação de uma lei de 1971, compras de terras por estrangeiros devem ser registradas em cartório e informadas ao Ministério do Desenvolvimento Agrário, segundo a Adovocacia Geral da União. Tais transações ficarão também limitadas a 50 módulos fundiários, o que significa propriedades entre 20 e mais de 100 hectares, dependendo parcialmente da densidade populacional. O parecer prevê também que as terras controladas por estrangeiros não podem somar mais de 25 por cento do território de um município.

Juízes afastados por nepotismo e corrupção voltam à ativa no Mato Grosso

Condenado pelo Conselho Nacional de Justiça por nepotismo, o desembargador José Jurandir de Lima voltou às atividades no Tribunal de Justiça de Mato Grosso nesta segunda-feira, quando completaria cinco meses do seu afastamento. O retorno de Lima foi determinado pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, que concedeu liminar, na última quinta-feira, em ação impetrada pelos advogados do desembargador. Com a decisão de Toffoli, Lima se juntará a outros dez magistrados também do Tribunal de Justiça do Mato Grosso que nas últimas semanas retornaram ao tribunal após afastamento de quase seis meses. Por desvio de verba pública, haviam sido condenados pelo Conselho Nacional de Justiça à pena máxima (aposentadoria compulsória). O retorno dos dez magistrados ocorreu entre os dias 4 e 11 deste mês, após decisão do ministro Celso de Mello anunciada no último dia 2. Todos os magistrados foram acusados de montagem de um esquema de desvio de recursos do Tribunal de Justiça. O rombo nos cofres do Tribunal é estimado em R$ 1,4 milhão. Além Horácio, também foi afastado do cargo o então presidente da Tribunal, desembargador Mariano Travassos. Além dos dois, Celso de Mello também concedeu liminar a José Ferreira Leite (ex-presidente); Graciema Ribeiro das Caravellas; Juanita Cruz da Silva Clait Duarte; Irênio Fernandes; José Tadeu Cury; Marcelo Souza Barros; Marco Aurélio Ferreira e Maria Cristina Oliveira Simões. Em sua decisão, Celso de Mello alegou que o ex-corregedor impediu que a investigação do escândalo fosse feita pelo Tribunal de Justiça do Mato Grosso ao encaminhá-las diretamente ao Conselho Nacional de Justiça. Assim é a Justiça no Rio Grande do Sul.

Metade da Ilha do Bananal é atingida por fogo

Os incêndios florestais que atingem a Ilha do Bananal (TO) obrigaram o Exército a participar das ações de combate às chamas. O Ibama estima que metade da ilha, a maior fluvial do mundo, tenha sido afetada. Tocantins é o primeiro Estado a contar com militares nos trabalhos. Trinta homens foram solicitados, segundo o Exército, mas o número pode aumentar. Segundo o diretor de proteção ambiental do Ibama, Luciano Evaristo, serão, no total, 96 homens tentando controlar o fogo no local. No Parque Nacional do Araguaia, que fica na região, a última avaliação prévia aponta danos em mais de 250 mil hectares (um hectare tem 10 mil metros quadrados). Segundo o chefe do parque, Fernando Tizianel, o ano passado foi atípico, com muitas chuvas. Isso favoreceu o crescimento da vegetação e aumentou o 'combustível' para 2010. O superintendente do Ibama do Tocantins, Joaquim Henrique Montelo Moura, diz que os focos na Ilha do Bananal serão extintos até o fim da semana.

PMDB gaúcho veta almoço de Temer com prefeitos

As principais lideranças do PMDB do Rio Grande do Sul se juntaram para convencer o deputado federal Michel Temer, presidente nacional do partido e candidato a vice na chapa da petista Dilma Rousseff, a não viajar ao Rio Grande do Sul para um almoço com prefeitos peemedebistas de apoio à candidata do PT. Para os dirigentes peemedebistas gaúchos, a viagem de Temer, marcada para a quarta-feira, seria vista como um apoio indireto ao candidato do PT ao governo gaúcho, o peremptório Tarso Genro. Os chefes peemedebistas gaúchos se reuniram na noite de domingo para adotar esta posição.

Presos que invadiram hotel no Rio de Janeiro serão transferidos para Mossoró

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro confirmou, nesta segunda-feira, que nove presos acusados de invadir o Hotel Intercontinental, no sábado, em São Conrado, na Zona Sul da cidade, serão transferidos para um presídio de segurança máxima em Mossoró (RN). O pedido de transferência foi feito nesta segunda-feira pelo governador Sérgio Cabral ao presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, desembargador Luiz Zveiter. Na manhã de sábado, os criminosos invadiram o Hotel Intercontinental e trocaram tiros com policiais militares. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública, cerca de 50 homens estavam na ação, além dos nove homens presos, um menor foi detido. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, a ação começou quando criminosos teriam deixado um baile funk na favela do Vidigal, e se depararam com equipes da Polícia Militar na Avenida Aquarela do Brasil. Alguns criminosos conseguiram fugir e outros entraram no Hotel Intercontinental. Cinco das 35 pessoas feitas reféns eram hóspedes estrangeiros. Os homens se renderam após cerca de três horas de negociação com policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

The New York Times afirma que Venezuela tem mais mortes violentas que Iraque e México

A Venezuela registrou em 2009 a morte violenta de mais de 16 mil civis, um número que supera as registradas em países como Iraque e México, e faz com que Caracas seja a capital com o índice de assassinatos mais alto do continente americano, segundo o jornal The New York Times. O estado de insegurança em que vive a Venezuela está acima do que impera em países castigados pelo terrorismo ou a violência derivada do tráfico de drogas. Segundo o artigo, já são 118.541 homicídios no país durante a ditadura de Hugo Chávez. As mais de 16 mil mortes por violência registradas na Venezuela em 2009 quase quadruplicam as ocorridas no Iraque no mesmo ano, quando foram assassinados 4.644 civis. Desde 2007, a Venezuela registrou 43.792 homicídios, frente aos 28 mil contados no México desde 2006. Caracas registra atualmente uma média de 200 assassinatos para cada cem mil habitantes, segundo dados do Observatório Venezuelano de Violência. Em sua análise das "complexas e variadas" causas da violência na Venezuela, o artigo assinala a contração da economia, a acentuação da brecha entre pobres e ricos, os baixos salários da polícia e diz que o país vive "entre milhões de armas ilegais". Outro fator é "o próprio governo Chávez", que permitiu, de acordo com o jornal americano, que o sistema judiciário crescesse "cada vez mais politizado, com menos juízes independentes e mais alinhados com o movimento político de Chávez". Exemplo disso, segundo o Observatório Venezuelano de Violência, é que 90% dos crimes não se resolvem nunca, enquanto crescem "as causas abertas contra os críticos de Chávez, como juízes, dissidentes e executivos de meios de comunicação".

Construção da Ferrovia Oeste-Leste é disputada por 12 consórcios

Os sete lotes de obras do primeiro trecho da Ferrovia Oeste-Leste, que vai de Ilhéus a Barreiras, na Bahia, será disputado por 12 consórcios e empreiteiras. Os grupos entregaram suas propostas nesta segunda-feira à Valec, empresa pública responsável pela obra. O objetivo da estrada de ferro é ligar o litoral baiano à Ferrovia Norte-Sul, que deve ter seu trecho entre o Maranhão até Goiás finalizado nos próximos anos. Este primeiro trecho da Oeste-Leste, de cerca de mil quilômetros, está orçado em R$ 4,4 bilhões. A Valec ainda terá que licitar, em separado, uma ponte sobre o Rio São Francisco. Os consórcios que apresentaram propostas são: Estrutural/Acciona; Pavotec/Ourivio/Tejofran; Spa/Delta/Convap; Andrade Gutierrez/Barbosa Mello/Serveng; Bahia Fer (Queiroz Galvão-Camargo Correa); Galvão/OAS; Ferrovias do Brasil (Paulista- Somangue- Embratec- Top - Paviservice); Torc/Ivai/Cavan; Mendes Junior/Sanches Tripolin/Fidens; Constran/Egesa/Pedrasul/Estacon/CMT; Oeste-Leste Barreiras (Tiisa/Cowan/Almeida Costa/Tries/Pelicano);e Technit Engenharia.

Inpe registra mais de 12 mil focos de queimadas no País

Levantamento feito nesta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostra que em todo o País existem mais de 12 mil focos de queimadas, principalmente em Mato Grosso, Estado com o maior número de focos de incêndio. De acordo com o boletim, o País registra 12.551 focos de incêndio. Só em Mato Grosso foram notificados 4.126 casos, seguido por Pará, com 3.458 registros de queimadas. Em toda a América do Sul, o Brasil aparece em primeiro lugar na lista elaborada pelo Inpe, seguido pela Bolívia, que registra 4.315 focos. O terceiro país a registrar maior número de queimadas é a Argentina, com 859 casos. O céu no Rio Grande do Sul está quase completamente tomado por um nevoeiro carregado de cinzas das queimadas no Matro Grosso.

PMDB nega que queira lotear eventual governo Dilma

Em nota oficial assinada pelo presidente nacional do PMDB, deputado federal Michel Temer (SP), candidato a vice-presidente na chapa de Dilma Rousseff (PT), a direção do partido nega que queira lotear o governo da petista e alega que "em nenhum momento na aliança com o PT e demais partidos para as eleições presidenciais houve qualquer negociação a propósito da participação no governo". Temer diz na nota que os únicos compromissos firmados por escrito com o PT foram os de que o PMDB teria a vice-presidência da República e participaria da formulação do programa de governo. "E é isso, apenas isso, que foi estabelecido e vem sendo rigorosamente cumprido", argumenta o parlamentar.

Consumo de energia nas indústrias bateu recorde em julho

O consumo industrial de energia elétrica no Brasil bateu recorde no mês de julho, alcançando 15.915 gigawatts-hora (GWh). Isso equivale a uma demanda 13,7% superior a igual período em 2009. De acordo com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o recorde anterior foi de 15.823 GWh , registrado em agosto de 2008. Dados da Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica relativa ao mês de julho de 2010 divulgados nesta segunda-feira pela EPE indicam que o total de energia consumida no País foi de 34.382 GWh no mês passado, representando uma alta de 8,4% frente ao mesmo período, em 2009. Na verdade, os números comprovam que a atividade na economia mal voltou aos níveis de julho de 2008.

Pesquisa Start aponta liderança de Garibaldi Alves e Agripino Maia

Pesquisa Start/ Correio da Tarde divulgada na tarde desta segunda-feira mostra o senador Garibaldi Alves Filho (PMDB), candidato à reeleição, com 41,1% das intenções de voto para o Senado Federal no Rio Grande do Norte. O senador José Agripino (DEM), também candidato à reeleição, está com 39,8% na disputa.

Maluf tem candidatura barrada pelo Tribunal Regional Eleitoral paulista

Por quatro votos a dois, os juízes do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo decidiram enquadrar o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) na Lei da Ficha Limpa e vetar sua candidatura à reeleição. Maluf ainda pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral. Os magistrados consideraram que a condenação no Tribunal de Justiça de São Paulo pelo envolvimento em uma compra de frangos superfaturada pela prefeitura da capital paulista à época em que Maluf era prefeito serve como argumento para barrá-lo. Maluf responde a quatro procedimentos criminais no Supremo Tribunal Federal, um inquérito e três ações penais. O mais antigo deles, a ação penal 458, começou na Justiça de São Paulo, em 2001. Refere-se à acusação do Ministério Público de São Paulo de que Maluf, à frente da prefeitura paulistana (1993-1996), fraudou o orçamento para gastar mais no seu último de governo, deixando para o seu sucessor um rombo de R$ 1,2 bilhão. Os outros casos tiveram origem em investigações do Ministério Público que apontaram desvios de recursos públicos da construção do túnel Ayrton Senna e da avenida Roberto Marinho.

Marina Silva defende uso de imagem do presidente Lula em propaganda eleitoral

A presidenciável Marina Silva (PV) defendeu nesta segunda-feira o direito de usar a imagem do presidente Lula em sua propaganda eleitoral na TV. Ela exibirá cenas de arquivo em que aparece ao lado de Lula quando comandava o Ministério do Meio Ambiente, entre 2003 e 2008. "Não posso negar que fui ministra do presidente Lula", disse a candidata: "Isso só aconteceu na pior ditadura do dito socialismo real. Ninguém exija de mim que eu reescreva a história. Isso eu não vou fazer, porque não é democrático". Ela disse que não pretende fazer "uso oportunista" da imagem dele. Naturalmente, por leitura ao contrário, ela chamou o uso da imagem de Lula no programa eleitoral de José Serra de "oportunista". A campanha dela também estuda comparar as biografias de Marina e Lula para defender a idéia de que ela teria mais em comum com o presidente do que a adversária Dilma Rousseff (PT), que ele apóia.

Aécio Neves começa a festejar possível vitória de Antonio Anastasia em Minas Gerais

O ex-governador de Minas Gerais e candidato do PSDB ao Senado, Aécio Neves, comemorou o resultado da pesquisa Ibope sobre a corrida ao governo do Estado divulgada nesta segunda-feira. De acordo com a pesquisa, a diferença a favor de Hélio Costa (PMDB), principal rival de Antonio Anastasia (PSDB), caiu de 18 para 11 pontos percentuais. Hélio Costa aparece com 38% das intenções de voto, um ponto a menos do que na pesquisa anterior, divulgada em 30 de julho. Anastasia cresceu seis pontos percentuais, passando para 27%. Aécio Neves disse que a campanha tucana já previa a subida de Anastasia nas pesquisas e afirmou esperar que a vitória do atual governador se dê em primeiro turno. "Hoje, nós estamos tendo uma notícia que, na verdade, confirma aquilo que nós já prevíamos, quanto mais conhecido o governador Anastasia se torna, maior a intenção de voto em relação a ele. Anastasia é o único candidato que cresce, cresce de forma consistente, enquanto o outro candidato cai. Tenho muita confiança de que o melhor vai ocorrer para Minas Gerais, que é a vitória de Anastasia em primeiro turno".

Hélio Bicudo recebe alta após 12 dias internado

O advogado Hélio Bicudo, de 88 anos, ex-vice-prefeito de São Paulo, melhorou e recebeu alta na manhã desta segunda-feira. Ele estava internado desde o dia 11 no hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo, após sofrer acidente vascular cerebral isquêmico. De acordo com o boletim médico, Bicudo teve "melhora neurológica satisfatória". Fundador do PT, Bicudo deixou o partido em 2005, no auge da crise do Mensalão e, em julho passado, declarou apoio à candidatura de Marina Silva (PV) à Presidência. Atualmente, preside a Fundação Interamericana de Defesa dos Direitos Humanos, que fundou em 2003, e milita no Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral.

Usina de Santo Antônio antecipa geração de energia em um ano

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) autorizou nesta segunda-feira a antecipação do início da geração de energia da hidrelétrica de Santo Antônio, no rio Madeira, para dezembro de 2011. É a segunda vez que se antecipa o início da operação comercial da hidrelétrica, inicialmente previsto para dezembro de 2012. A primeira turbina da usina entrará em funcionamento, portanto, um ano antes do previsto, graças a um investimento adicional de R$ 150 milhões, afirmou Eduardo de Melo Pinto, presidente da Santo Antônio Energia. O suprimento extra de energia a ser gerado nesse um ano será da ordem de 10,5 mil GWh (gigawatts-hora), o suficiente para abastecer dois terços do Distrito Federal em um ano, energia a ser vendida para o mercado livre. O restante da obra da usina prossegue normalmente. Eduardo de Melo Pinto informou que na próxima semana encaminhará à agência um estudo para aumentar o número de turbinas da usina, o que deve aumentar a capacidade instalada de Santo Antônio de 3.150 MW (megawatts) para 3.450 MW.

Vannuchi defende que TCU reveja apenas as indenizações exageradas pagas a perseguidos da ditadura

O ministro da Secretaria de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, defendeu nesta segunda-feira que o Tribunal de Contas da União reveja apenas as indenizações “exageradas” pagas a perseguidos da ditadura militar, e não todas as 9.000 indenizações pagas até hoje. Segundo Vannuchi, esses casos considerados “exagerados” pela imprensa não chegam a cem. No dia 11 de agosto, o Tribunal de Contas da União determinou que sejam revistos todos os casos de indenizações pagas com prestações continuadas, a partir de um pedido do Ministério Público Federal.

PT tem o dobro de doações de toda a coligação de Serra

Além de liderar com folga a corrida presidencial, segundo o último Datafolha, a candidata Dilma Rousseff (PT) conta com um fluxo recorde de doações para o seu partido, em contraste com a campanha do adversário José Serra (PSDB). As doações recebidas este ano pelo Diretório Nacional do PT já representam o dobro dos recursos arrecadados por todos os seis partidos da coligação do tucano. A falta de recursos, inclusive, tem sido motivo de reclamação de aliados de Serra nos Estados. De janeiro até 31 de julho, o Diretório Nacional do PT recebeu R$ 43,7 milhões em doações, quase a totalidade de empresas. No total, PSDB, DEM, PPS, PTB, PMN e PTdoB arrecadaram R$ 19,4 milhões no mesmo período.

Dilma já discute distribuição de ministérios com Lula

Diante da possibilidade de ganhar já no primeiro turno, a candidata do PT, Dilma Rousseff, sabe que será alvo de pressões de PT e PMDB por espaço no seu governo, mas vai insistir numa frase que gosta de repetir: "Discutir isso agora dá azar". Dilma não quer repetir, segundo ela, o episódio em que Fernando Henrique Cardoso se sentou na cadeira de prefeito paulista na eleição de 1985 antes da hora. Perdeu a eleição para Jânio Quadros. Nos próximos dias, a petista irá dizer aos aliados que formação de governo é assunto "proibido" na campanha para evitar transmitir sinais de "arrogância" e criar um clima de "já ganhou". Apesar do recado, Dilma já discute o assunto reservadamente com uma pessoa, o presidente Lula, e seguirá a linha de seu criador de colocar em postos-chaves nomes de sua total confiança. Ela sabe que terá de enfrentar o apetite do PMDB e contemplar o partido em eventual governo, mas vai esperar a definição da eleição para discutir o tema com os aliados. O presidente é defensor da ida de Antonio Palocci Filho, ex-ministro da Fazenda e coordenador de sua campanha, para a Casa Civil. Lá, coordenaria as ações de governo e faria uma dobradinha com o eventual vice-presidente, Michel Temer, para tratar da articulação política do governo. Palocci também é visto como bom nome para a Saúde, obtendo assim visibilidade para disputar o governo paulista em 2014, caso Aloizio Mercadante perca a eleição. Outro petista é apontado como certo na equipe: o presidente do PT, José Eduardo Dutra, também coordenador de sua campanha e que desistiu de disputar a eleição a pedido da candidata. O ex-prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, também é tido como nome de uma futura equipe. Dilma também vai dar mais espaço no governo para mulheres. Nesse grupo, dois nomes são fortes e contam com a confiança da candidata. A atual ministra Erenice Guerra (Casa Civil), que substituiu Dilma no posto, e Maria das Graças Foster, diretora da Petrobras.

PT pedirá que TSE julgue caso de prestação de contas da gaúcha Maria do Rosário

Após a negativa do Tribunal Regional Eleitoral de seguimento de recurso especial no processo de prestação de contas da candidata à deputada federal Maria do Rosário, advogados do PT entrarão com um pedido de agravo de instrumento no Tribunal Superior Eleitoral. No entendimento do partido, cabe ao TSE julgar o caso. Nesta segunda-feira, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul publicou a decisão do desembargador Marco Aurélio Caminha, presidente em exercício do tribunal, que nega o seguimento de recurso especial junto ao Tribunal Superior Eleitoral referente à rejeição da prestação de contas da então candidata à prefeitura de Porto Alegre em 2008. Para o desembargador, não há violação dos dispositivos legais ou constitucionais e, tampouco, divergência de jurisprudência de outros tribunais. Maria do Rosário tem um prazo de três dias, a contar de hoje, para entrar com agravo de instrumento no Tribunal Superior Eleitoral. A rejeição das contas da petista de sua campanha à prefeitura de Porto Alegre foi o principal motivo para o indeferimento de seu registro de candidatura nas Eleições 2010.

Brasileiros já gastaram US$ 1 bilhão no Exterior em agosto

O déficit da conta de viagens internacionais do balanço do pagamentos, que somou US$ 1,098 bilhão em julho, é o maior saldo negativo para todos os meses desde o início da série histórica do Banco Central. De acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira pela instituição, essa foi a primeira vez que o rombo gerado pelos turistas brasileiros no Exterior superou US$ 1 bilhão em um único mês. O recorde anterior era o de junho deste ano, quando o déficit foi de US$ 908 milhões. Já a dívida externa total do País atingiu US$ 235,346 bilhões em julho. Em junho, o Banco Central estimava a dívida externa em US$ 225,172 bilhões. Em março deste ano, a dívida externa estava em US$ 211,532 bilhões. Nos dados de julho, a dívida de médio e longo prazos somou US$ 185,716 bilhões, ante os US$ 183,002 bilhões de junho e os US$ 175,908 bilhões de março. Já a dívida de curto prazo no mês passado ficou em US$ 49,629 bilhões, ante os US$ 42,170 bilhões de junho e os US$ 35,624 bilhões de março.

PSDB faz reunião para discutir finanças da campanha

O resultado da última pesquisa de intenção de voto, que mostrou ampliação da vantagem da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, em relação ao tucano José Serra, acendeu o sinal vermelho no comitê do PSDB. Os tucanos resolveram realizar uma reunião de emergência na noite de domingo. Na pauta estava a discussão sobre a estratégia de comunicação, a infraestrutura e coordenação política nos Estados e, principalmente, a aplicação dos recursos da campanha. O encontro ocorreu no Hotel Hyatt, em São Paulo. Participaram os principais nomes da coordenação da campanha de Serra. A convocação da reunião foi feita após a divulgação de pesquisa Datafolha no sábado, que mostrou a candidata do PT com vantagem de 17 pontos porcentuais em relação ao tucano. De acordo com o levantamento, Dilma venceria Serra no primeiro turno. Como resposta imediata aos números negativos, os tucanos resolveram calibrar o discurso, a agenda e a estratégia para fazer frente ao crescimento da adversária. Outra discussão foi sobre o uso dos recursos: embora neguem problemas de arrecadação, membros da coordenação afirmam que o dinheiro não está sendo liberado pelo diretório nacional nem pela tesouraria da campanha para arcar com despesas do dia a dia. Para tratar desse ponto, foi chamado o vice-presidente executivo do partido, Eduardo Jorge.

Entrada de dólares no País supera saída em US$ 988 milhões até dia 19

A entrada de dólares no País superou a saída em US$ 988 milhões segundo dados parciais do Banco Central até o dia 19 de agosto.O fluxo de dólares para o País está sendo puxado pelas operações financeiras, o que inclui investimentos estrangeiros diretos em empresas, na Bolsa de Valores e títulos públicos, além de remessas de lucros e dividendos para o Exterior. Foram US$ 2,64 bilhões nesse período. No comércio exterior, por outro lado, o resultado está negativo em agosto, em US$ 1,65 bilhão. No acumulado do mês, as intervenções do Banco Central no câmbio somaram US$ 2,69 bilhões.

STJ decide na quarta-feira sobre planos econômicos

O Superior Tribunal de Justiça confirmou que, na quarta-feira, os ministros da 2ª Seção da Corte vão decidir se os bancos devem ser responsabilizados pelo pagamento da correção dos planos econômicos Bresser, Verão, Collor 1 e Collor 2. No julgamento, os ministros vão resolver se essa responsabilidade cabe aos bancos ou ao Banco Central. Eles também deverão definir quais os índices que deveriam ser usados para corrigir cada um dos planos. A decisão deverá servir de base para outros milhares de processos que discutem a correção dos planos e as responsabilidades pelos pagamentos das correções.

Facebook compra empresa de geolocalização

O Facebook comprou a empresa de geolocalização Hot Potato. A empresa é responsável por desenvolver um aplicativo móvel que reúne serviços de localização com agregador de notícias. Especula-se que o Facebook deseje, com o investimento, aperfeiçoar o serviço de localização “Places”, que foi lançado na última quinta-feira. A Hot Potato oferece um serviço em que internautas compartilham o que estão fazendo com outros amigos e se conectam com pessoas que estão realizando a mesma atividade. Os internautas, primeiro, devem indicar ao site o que eles estão fazendo naquele momento. Após essa etapa, o site reúne os usuários que escolheram respostas parecidas. Em seguida a divulgação da compra, a Hot Potato confirmou que não receberá o cadastro de novos usuários. A empresa projeta, nas próximas semanas, apagar as informações de todos os participantes já inscritos, dando a opção para esses internautas de baixarem todo o conteúdo postado.

Lula defende empréstimos do BNDES e diz que críticas são "descabidas"

O presidente Lula voltou a defender os financiamentos liberados pelo BNDES e afirmou que críticas de crédito a grandes empresas é descabida. Em encontro na Abdib, o presidente afirmou que as críticas omitem "deliberadamente o benefício econômico que esses investimentos dão ao País", como aumento de emprego e arrecadação de impostos. Lula disse ainda que o menosprezo entre a politica publica de incentivo e o setor privado levou o Brasil, por exemplo, ao apagão no início dos anos 2000.

Serra entra com 22 ações contra Dilma por invasão de horário eleitoral

A campanha de José Serra (PT) protocolou mais 22 representações contra a candidatura de Dilma Rousseff (PSDB). Segundo o tucano, a petista invadiu o horário eleitoral de outros candidatos para promover sua campanha. Com 17 ações, o horário eleitoral de Santa Catarina foi onde mais aconteceram essas invasões, segundo o PSDB. Outras duas são para o Paraná, e uma para São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal.Em todos os casos, Serra alega afronta ao artigo 53-A da legislação eleitoral. A norma proíbe a participação de candidatos a cargos majoritários (Presidência, governos estaduais e Senado) no horário eleitoral dos proporcionais (deputados estaduais e federais). O contrário também é vetado.Os candidatos, porém, podem mostrar a logomarca ou fotos dos coligados. As ações, que estão no Tribunal Superior Eleitoral, pedem o desconto do tempo equivalente ao da invasão de Dilma.