sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Aporte do governo aumenta capacidade de crédito da Caixa em R$ 50 bilhões

A Caixa Econômica Federal informou nesta sexta-feira que a capitalização anunciada pelo governo, de R$ 2,5 bilhões, vai expandir a capacidade de crescimento dos negócios em, aproximadamente, R$ 50 bilhões. A capitalização foi publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial da União. Com o aporte, a instituição informou que sua carteira de crédito ganha potencial para dobrar nos próximos anos e alcançar os R$ 300 bilhões. "A medida reflete a continuidade do processo de fortalecimento da estrutura de capital da empresa, iniciado por meio de emissões dos Instrumentos Híbridos de Capital e Dívida em 2007 e 2009, nos valores de R$ 5,2 bilhões e R$ 6 bilhões, respectivamente", afirmou. De acordo com o banco, os recursos permitirão à Caixa Econômica Federal financiar obras de saneamento e infraestrutura urbana, visando eventos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Lula participa de testes de máquinas da Petroquímica Suape em Pernambuco

O presidente Lula participou nesta sexta-feira de testes de máquinas da unidade de fios de poliéster da Petroquímica Suape, no complexo industrial Ipojuca (PE). Mas a fábrica não está concluída, e a produção só deve começar no próximo ano. Situação semelhante ocorre com a refinaria da Petrobras, no mesmo complexo. Pelo cronograma original, a primeira etapa seria inaugurada neste ano. A refinaria, uma parceria da Petrobras com a venezuelana PDVSA, só deve, porém, entrar em operação em 2013.

FAT dará R$ 124 milhões para treinar funcionários da Copa-14

O FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) vai bancar o treinamento de 150 mil funcionários para atuarem na Copa do Mundo de 2014. Segundo o Ministério do Trabalho, serão gastos R$ 124,26 milhões em cursos de turismo e transportes, reunidos no Planseq (Plano Setorial de Qualificação). Os 25 cursos acontecerão nas 12 cidades-sede do Mundial. Haverá aulas para bilheteiros de metrô e de trem, cobradores de ônibus, frentistas, motoristas de ambulância, ônibus e taxi, camareiros, cozinheiros, garçons, guias de turismo, manobristas, mensageiros, telefonistas, recepcionistas, artesãos, vendedores ambulante, baianas de acarajé, empreendedores individuais, diz o ministério.

Marina Silva defende vigência do Código Florestal em todo País e contraria empresários de Santa Catarina

A candidata do PV à Presidência, Marina Silva, contrariou empresários catarinenses nesta sexta-feira, ao defender a vigência do Código Florestal em todo o País. Ela condenou a proposta apresentada pela direção da Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina) de se formular leis ambientais diferentes para cada Estado. "Nós não podemos fazer isso. Hoje vocês estão reclamando da guerra fiscal, dessa confusão dos tributos. Amanhã, vamos reclamar da guerra ambiental", disse ela. Marina Silva criticou a aprovação de regras que facilitam a agricultura em áreas ambientalmente vulneráveis em Santa Catarina, patrocinadas pelo ex-governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB): "Isso é acenar com o chapéu do futuro. Não podemos fazer a competição pelo caminho de baixo".

Serra faz palestra em clube militar que repudia Farc

O candidato a presidente pelo PSDB, José Serra, fez na tarde desta sexta-feira uma palestra para cerca de cem pessoas, entre militares e civis, no Clube de Aeronáutica, no Rio de Janeiro. Serra foi recebido pelo presidente do Clube, tenente brigadeiro- do-ar Carlos de Almeida Baptista. Na página do clube na internet, Baptista assina uma mensagem em que manifesta "repudio à aproximação com os terroristas das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, organização terrorista e traficante de cocaína), que se opõem a um governo legitimamente constituído". O assunto das Farc está presente na campanha de Serra. Ainda na nota, Baptista diz que "desconfia das intenções de quem mostra condescendência com o exagerado número de ONGs que invadiram a Amazônia, ao mesmo tempo em que se impede as Forças Armadas de transitarem livremente por espaços de tamanha importância estratégica".

Premiê israelense propõe reuniões quinzenais com presidente palestino

O primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, propôs a realização de reuniões quinzenais com o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, para melhorar as perspectivas das negociações de paz para o Oriente Médio. Netanyahu, que deve viajar a Washington para conversações diretas, pretende "atuar pessoalmente nas negociações". O negociador-chefe palestino, Saeb Erekat, falou, aludindo ao plano de Netanyahu: "É prematuro falar disso agora". Palestinos não têm o menor interesse em um plano de paz, como nunca tiveram até hoje. A proposta teria sido repassada para Washington, onde os dois líderes devem participar de um jantar com o presidente americano Barack Obama em 1º de setembro. Abbas e Netanyahu iniciarão negociações no dia seguinte, após meses de contatos indiretos. Ainda persiste um ceticismo profundo quanto às chances de fecharem um acordo. Os palestinos sempre colocaram novas exigências inaceitáveis para a segurança de Israel para ser firmado um acordo. Portanto, as novas negociações começam dentro de um clima de completo ceticismo.

PT quer indenização de R$ 100 mil por fala de Serra sobre violação do sigilo de tucanos

O PT protocolou nesta sexta-feira uma ação na Justiça do Distrito Federal pedindo uma indenização de pelo menos R$ 100 mil ao candidato do PSDB à Presidência, José Serra, que responsabilizou o partido pela violação, dentro da Receita Federal, do sigilo fiscal de tucanos. Segundo a ação, Serra "tem afirmado falsamente à população brasileira, que o PT dedica-se à prática de elaboração de espionagem, com prática de jogo sujo e quebras de sigilo". Os advogados do PT questionam a declaração de Serra de que "pessoal do PT faz espionagem" e que sua adversária Dilma Rousseff deveria explicações ao País pelo violação do imposto de renda do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, e outros três tucanos. Para a equipe jurídica petista, a indenização se justifica porque Serra abalou a imagem institucional e a honra do partido. "Serra, de forma intencional e reiterada, dedicou-se ininterruptamente a assacar afirmações falsas à honra objetiva e à imagem do PT com a finalidade de lhe denegrir a reputação frente a sociedade brasileira, razão pela qual deve lhe ser imposta condenação à indenização por danos morais", afirma o texto. O PT também deve entrar com uma ação contra Serra por injúria e difamação.

Jornal USA Today vai demitir 9% dos funcionários

O segundo jornal de maior circulação nos Estados Unidos, o USA Today, vai demitir 9% de seu quadro de funcionários, o equivalente a 130 pessoas, para enfrentar a redução da receita de publicidade e concentrar-se nas plataformas móveis, informaram nesta sexta-feira vários veículos de imprensa americanos. Essa atitude do jornal, que tem 1,5 mil funcionários, constitui a maior operação de reorganização de sua redação nos 28 anos de história da publicação, propriedade do grupo editorial Gannett. Na quinta-feira, o representante do editorial, Dave Hunke, explicou que as mudanças são "bastante radicais" e prepararão o jornal "para o próximo quarto de século", segundo "The San Francisco Chronicle".

Datafolha aponta que Cid Gomes pode vencer no primeiro turno no Ceará

O governador Cid Gomes (PSB), candidato à reeleição no Ceará, abriu 34 pontos de vantagem em relação ao segundo colocado na disputa e pode vencer no primeiro turno. Segundo pesquisa Datafolha, Cid Gomes tem 53% das intenções de voto, Lúcio Alcântara (PR), 19%, e Marcos Cals (PSDB), 9%. Na pesquisa espontânea, Cid Gomes passou de 18% para 34%, Alcântara, de 8% para 9% e Cals, de 3% para 6%.

Temporão diz que dados sobre obesidade acendem alerta vermelho

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, ao comentar os resultados da Pesquisa de Orçamentos Familiares com dados sobre o estado nutricional da população brasileira, comemorou a queda da desnutrição infantil, mas disse que os dados acendem um alerta vermelho para crescimento da obesidade no País. De acordo com o ministro, as mudanças são fruto da melhoria na renda da população brasileira, mas também de uma tendência de comer mais fora de casa, o que reduz o consumo de legumes, verduras e carnes e aumenta o consumo de produtos industrializados. Segundo Temporão, se a tendência atual de crescimento da obesidade continuar, o Brasil chegará em dez anos ao nível de obesidade dos Estados Unidos, o que é péssimo para a qualidade de vida. A obesidade e a inatividade física estão associadas ao risco maior de doenças cardiovasculares.

Tribunal de Contas da União bloqueia repasses para metrô no Rio de Janeiro

O Tribunal de Contas da União determinou na última quarta-feira o bloqueio de repasses do governo federal para a obra da Linha 3 do Metrô do Rio (São Gonçalo-Niterói). De acordo com o relator da matéria, ministro José Jorge, foram encontradas diversas irregularidades no contrato, entre elas a falta de um projeto para a obra e a previsão de pagamento de CPMF no contrato. A licitação para a Linha 3 foi realizada no ano de 2002 e seria feita com recursos do governo estadual. Mas, a partir de 2007, o Estado conseguiu fazer com que a obra entrasse no orçamento da União. No ano passado, chegou a ser anunciado que a obra começaria. Em maio deste ano, o governo estadual começou a limpeza do terreno por onde passarão os trens. O projeto é orçado em R$ 2 bilhões e transportaria cerca de 350 mil pessoas ao dia.

Após queda de patente, Pfizer faz acordo para fabricar Lípitor genérico no Brasil

Dez dias depois de a versão genérica do Lípitor chegar às farmácias por força de liminar obtida pelo laboratório EMS, a multinacional Pfizer, fabricante da droga, anunciou uma parceria com a Eurofarma para lançar outro genérico do medicamento. O Lipitor é o redutor de colesterol mais vendido em todo o mundo. A patente de Lípitor expirou na última quinta-feira por decisão judicial. Isso vai abrir caminho para que outras empresas nacionais fabriquem genéricos e similares do Lípitor. A versão genérica é, no mínimo, 35% mais barata do que o remédio de marca. De acordo com Freddy Guarin, diretor da unidade de negócios de cuidados primários da Pfizer, a empresa produzirá e fornecerá o genérico da atorvastatina para a Eurofarma. A farmacêutica brasileira, por sua vez, vai promover, distribuir e comercializar o medicamento em território nacional. Ele afirma que as companhias aguardam a aprovação do genérico pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), mas a previsão é que o produto chegue ao mercado em setembro.

Mercadante diz que vai subir mais nas pesquisas

Os petistas comemoraram o crescimento do senador Aloizio Mercadante (PT), candidato ao governo de São Paulo, na última pesquisa Datafolha. Segundo levantamento divulgado nesta sexta-feira, ele saiu de 16% para 20% das intenções de votos no Estado. Para os aliados, o resultado revela uma "tendência de crescimento" do candidato do PT ao Palácio dos Bandeirantes. "Nós nunca chegamos a esse patamar, na casa dos 20%, ainda em agosto, nas eleições em São Paulo. Nós vamos crescer mais", disse Mercadante. O crescimento de Mercadante ainda não é suficiente para abalar a estabilidade de Geraldo Alckmin (PSDB), que lidera a corrida com 54% das intenções de voto, e hoje se elegeria já no primeiro turno.

Venda de PCs no Brasil cresce 29% no segundo trimestre

As vendas de computadores pessoais no Brasil cresceram 29% no segundo trimestre de 2010 contra um ano antes, chegando a 3,4 milhões de unidades, segundo dados da consultoria IDC. De acordo com os números divulgados nesta sexta-feira, do total vendido, 54% foram computadores de mesa, e o restante de notebooks. Na primeira metade do ano, as vendas totais somaram 6,4 milhões de unidades, 32% acima do visto entre janeiro e junho de 2009. Para 2010, o IDC elevou sua perspectiva de crescimento das vendas de PCs no Brasil contra 2009 para acima de 20 por cento, com vendas de cerca de 13,7 milhões de computadores, ante estimativa anterior de 13,2 milhões de unidades.

Lula se diz feliz por ver nordestinos 'trocando jumentos por motos'

O presidente Lula disse nesta sexta-feira, em Caruaru (a 136 quilômetros de Recife) que "políticos de duas caras" tentaram mas não conseguiram realizar obras importantes para o Nordeste, como a transposição das águas do rio São Francisco, iniciada no seu governo. "Tinha presidente que dizia que ia fazer, mas a Bahia era contra. Então ele chegava e dizia que era contra. O Ceará era favorável, e no Ceará ele dizia que era favorável. Ou seja, tinha um monte de políticos de duas caras que nunca conseguiu fazer", declarou ele. Em discurso para estudantes em uma escola técnica federal, Lula afirmou ainda que, apesar de não ter diploma universitário, entrará para a história como o presidente que mais fez universidades no Brasil. No seu Estado natal, e na região onde conquistou maior apoio político no País, Lula defendeu a valorização do nordestino, falou do seu passado de retirante e ainda fez piadas de si mesmo. "Nós não queremos ser tratados mais como a parte inferior deste País", afirmou. "Nordestino não é menos do que ninguém", declarou, afirmando depois não considerar "justo que alguns tenham água gelada na geladeira e outros tenham que buscar" em açudes. "Talvez um dia a ciência vá provar que o fato de eu não ter pescoço é por carregar pote d'água na cabeça com dez anos de idade", disse ele. Lula continuou. Disse que, ao sair de Pernambuco, suas pernas "eram da grossura desse dedo e a barriga era assim grande": "Eu pensava que era gordura. Era verme. E, hoje, eu estou aqui, bonitão e presidente da República deste País graças à persistência". Lula disse aos estudantes que "não há nenhuma razão para que o jovem fique desmotivado" a estudar e afirmou que a educação é o caminho da independência, principalmente para a mulher. Para o presidente, uma das consequências mais "fantásticas" do desenvolvimento nordestino é saber que "o povo está trocando o jumentozinho por uma moto".

Ministro do Trabalho prevê que taxa de desemprego ficará no menor patamar histórico em 2010

O ministro do trabalho, Carlos Lupi, afirmou nesta sexta-feira que a geração de empregos formais deve bater sucessivos recordes de agosto a novembro. A previsão dele é que a taxa média de desemprego no ano fique no menor patamar histórico, abaixo de 7%. Segundo os últimos dados do IBGE, a taxa de desemprego média no Brasil, em julho foi de 6,9%, o menor índice para o mês na série histórica do órgão, iniciada em março de 2002. De acordo com o ministro, os dados de agosto do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), que ainda serão divulgados, já apresentarão uma alta importante devido às contratações para o final do ano, principalmente no comércio. Ele também disse acreditar que a indústria, setor mais prejudicado pela crise econômica internacional, manterá a retomada, fechando o ano com nível recorde de geração de emprego. Segundo o ministro, no entanto, é a construção civil que tem apresentado as maiores taxas de expansão das contratações, e o setor de serviços, o que gera o maior número absoluto de vagas. O ministro afirmou ainda que, com o bom desempenho nos próximos meses, o País deve fechar o ano com um saldo de 2,5 milhões de empregos formais gerados, totalizando 15 milhões ao longo dos dois mandatos do presidente Lula. Os número do Ministério do Trabalho apontam que a geração de empregos formais no país atingiu 181.796 vagas em julho, o segundo melhor desempenho para o mês da série histórica. No ano, o saldo acumulado é de 1,66 milhão de postos com carteira assinada, recorde da série histórica, iniciada em 1991.

Alemães protestam contra projeto ferroviário subterrâneo em Stuttgart

Milhares de alemães protestaram contra custos públicos excessivos de controvertido projeto ferroviário. O Stuttgart 21 é um projeto controverso. Ao custo de 4,1 bilhões de euros, visa transformar o terminal ferroviário da cidade em uma estação subterrânea, ligada através de um túnel tanto ao aeroporto quanto à linha de trens expressos para a cidade de Ulm. A modificação da estação central faz parte do grande remanejamento da rede ferroviária da cidade, apresentada por seus mentores como o maior projeto de infraestrutura da Europa. Os defensores do remanejamento alegam que ele reduzirá a duração das viagens de trem, além de criar 4 mil postos de trabalho e atrair investimentos de até 8 bilhões de euros. Como exemplo, eles citam os prédios residenciais e comerciais, em excelente localização no centro de Stuttgart, que serão construídos quando forem retirados os 100 hectares de trilhos. Os opositores do projeto criticam seus custos, que afirmam poder alcançar até 11 bilhões de euros, indo além dos estimados 7 bilhões de euros. Além disso, a companhia ferroviária Deutsche Bahn se nega a apresentar sua previsão de lucros ao Parlamento, alegando defesa de interesses empresariais. Políticos do Partido Verde exigem que sejam suspensas as verbas públicas para o Stuttgart 21, caso a Deutsche Bahn mantenha essa posição. Nas últimas semanas foram realizadas em Stuttgart numerosas manifestações contra o projeto, que se acirraram com o início dos trabalhos de demolição da antiga estação, na última quarta-feira. Milhares de manifestantes reuniram-se no local, impedindo a ação do corpo de bombeiros e de equipes de resgate. Alguns ativistas ocuparam o telhado da ala norte da estação, enquanto 200 outros interromperam o tráfego em pontos importantes do centro da cidade. Na quinta-feira, cerca de 200 manifestantes voltaram a protestar diante da estação. Agravando as controvérsias, a revista Stern publicou na quarta-feira uma entrevista com o arquiteto Frei Otto, que abandonou o gigantesco projeto há cerca de um ano. Ele apontou graves falhas de segurança e perigo de inundações no local, instando as autoridades competentes a "puxarem o freio de mão", por se tratar de uma questão "de vida ou morte". O famoso arquiteto de 85 anos de idade conjecturou que, durante as obras, as camadas de gesso com alto componente de anidrido do solo de Stuttgart poderão se inchar de água, formando cavidades ou crateras incontroláveis. É ainda possível que a estação emerja do solo, "como um submarino do mar". Segundo a Stern, um pouco conhecido relatório geológico de 2003 confirma os temores do arquiteto.

Aporte do governo aumenta capacidade de crédito da Caixa em R$ 50 bilhões

A Caixa Econômica Federal informou nesta sexta-feira que a capitalização anunciada pelo governo, de R$ 2,5 bilhões, vai expandir a capacidade de crescimento dos negócios em, aproximadamente, R$ 50 bilhões. A capitalização foi publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial da União. Com o aporte, a instituição informou que sua carteira de crédito ganha potencial para dobrar nos próximos anos e alcançar os R$ 300 bilhões. "A medida reflete a continuidade do processo de fortalecimento da estrutura de capital da empresa, iniciado por meio de emissões dos Instrumentos Híbridos de Capital e Dívida em 2007 e 2009, nos valores de R$ 5,2 bilhões e R$ 6 bilhões, respectivamente", afirmou. De acordo com o banco, os recursos permitirão à Caixa Econômica Federal financiar obras de saneamento e infraestrutura urbana, visando eventos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Fluxo de estrangeiros cresce nos hospitais

Hospitais de ponta de São Paulo registram aumento de pacientes estrangeiros e estão investindo em equipes profissionais bilíngues para atendê-los não só dentro da unidade, mas também para ajudá-los com a hospedagem, documentos e lazer. Todos eles têm certificações internacionais, que possibilitam o reembolso das despesas médicas pelos seguros-saúde do paciente. O Hospital Israelita Albert Einstein, que atende há uma década pacientes estrangeiros, recebe anualmente 4.800 pessoas de outros países, a maioria vinda da América Latina, dos Estados Unidos e de Angola. O movimento tem aumentado 15% a cada ano, afirma Claudio Lottenberg, presidente da instituição. O Hospital Sírio-Libanês mais do que quintuplicou o atendimento a estrangeiros entre 2006 e 2009 (de 387 para 2.190). Segundo Antonio Carlos Onofre de Lira, diretor técnico do hospital, norte-americanos, franceses e angolanos têm sido os principais clientes. O HCor (Hospital do Coração) recebe mensalmente cem pacientes estrangeiros para cirurgias cardíacas de alta complexidade, ginecologia, cirurgia plástica, ortopedia e check-up. A gerente comercial do hospital, Fernanda Crema, estima que, neste ano, o aumento do fluxo seja 50% maior do que em 2009. Atualmente, os atendimentos internacionais representam 1% do faturamento do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, segundo José Henrique do Prado Fay, superintendente executivo. No ano passado, os atendimentos representavam 0,5% do faturamento, estimado em R$ 384,4 milhões.
No Samaritano, 3% do total de atendimentos são de pacientes estrangeiros, especialmente da América Latina. O turismo médico responde por 18% dos hóspedes dos hotéis paulistanos e a permanência na capital é de três dias em média.

Procuradoria entra com ação de improbidade contra ex-deputado e empresários por máfia dos sanguessugas

O Ministério Público Federal no Distrito Federal ajuizou nova ação de improbidade administrativa contra o ex-deputado federal Jorge Pinheiro e os empresários Luiz Antônio Vedoin e Ronildo Medeiros por envolvimento na máfia dos sanguessugas. Segundo a Procuradoria, eles são suspeitos pelo desvio de mais de R$ 260 mil destinados à aquisição de ambulâncias e equipamentos hospitalares nos municípios goianos de Água Fria de Goiás, Formosa e Padre Bernado. Os três, conforme a denúncia, faziam parte do esquema de fraude a licitações na área de saúde desbaratado em 2006 durante a Operação Sanguessuga. A quadrilha, composta por empresários, agentes públicos e políticos, agia de forma articulada para que empresas ligadas ao grupo Planam, de propriedade de Vedoin e Medeiros, ganhassem licitações superfaturadas, realizadas com recursos liberados por meio de emendas orçamentárias apresentadas por parlamentares cúmplices do esquema.

Continua estado de calamidade no Grupo Hospitalar Conceição

Integrantes da Associação dos Servidores do Grupo Hospitalar Conceição (ASERGHC) e familiares de pacientes realizaram um protesto nesta sexta-feira, em Porto Alegre, contra a superlotação dos hospitais. Mais de 100 pessoas da equipe de enfermagem e das áreas de apoio e manutenção participaram do ato em frente ao Hospital Conceição, na Rua Francisco Trein. A emergência do Hospital Conceição, nesta sexta-feira, abriga mais de 150 pessoas, quando sua capacidade é para 50 pacientes. Conforme a direção da associação dos servidores, as medidas adotadas para tratar a calamidade são apenas "paliativas". O presidente da associação diz que a emergência do Hospital Conceição é "u m campo de concentração, com pessoas amontoadas nas cadeiras por até três dias esperando por uma maca". E acrescenta: "Isso é fruto de uma má administração, que é político-partidária e não é técnica. Há falta de vontade dos gestores. Precisam chamar quem foi aprovado em concurso, usar melhor a área física do hospital e ouvir nossas propostas para desafogar a emergência". A administração do Hospital Conceição é do PT.

Petista Agnelo Queiroz sobe e passa Roriz em Brasília

Pesquisa realizada pelo Instituto Exata, entre os dias 23 e 26 deste mês, mostra pela primeira vez à frente o candidato do PT ao governo do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, que agora soma 38,2% das intenções de voto, na pesquisa estimulada, contra 35,4% conferidos ao principal rival Joaquim Roriz (PSC). A pesquisa é uma das mais completas, em termos de amostragem: ouviu 3 mil eleitores em todo o Distrito Federal e a margem de erro é de 2%, para mais ou para menos. Na referência espontânea de votos, Agnelo Queiroz também supera Roriz: 26,2 a 26,1%. Em relação à pesquisa anterior, fechada em 16 de agosto, Roriz subiu de 23% para 26,1% nas citações espontâneas de intenção de voto, enquanto Agnelo subiu mais: de 18,6% para 26,2%. Na simulação de segundo turno, a vantagem de Agnelo Queiroz se amplia em relação a Roriz: se a votação fosse hoje, o petista somaria 44,4% contra 38,3% do candidato do PSC.

Renato detecta falta de controle no peso dos jogadores do Grêmio e impõe multa por quilo a mais

Renato Portaluppi está fazendo um grande esforço para colocar o Grêmio na linha reta. Ele deu uma entrevista nesta sexta-feira e revelou outro detalhe preocupante sobre o descontrole que a atual diretoria tinha mantido o setor do futebol profissional. Muitos jogadores estão acima do peso. Para este problema, Renato impôs duas medidas: multa diária de 500 reais por quilo a mais no peso ao atleta flagrado pela balança; afastamento do atleta do grupo de jogadores aptos a jogar, até que seja alcançado o peso ideal. Disse Renato: "Tinha jogadores bem acima do peso. Mas, agora, cada quilo vale R$ 500,00 para a caixinha". Renato não falou em nomes, mas sua revelação mostra o descontrole em que a diretoria tinha deixado o clube. Renato diz que já está vendo resultados: "Eles fecharam a boca, treinaram mais e estão no peso. Jogadores acima do peso não vão jogar comigo, vão treinar em separado e pagar caixinha". O problema do peso de alguns jogadores é apenas uma das coisas que Renato Portaluppi tenta corrigir no Grêmio desde a sua chegada. Ele não cansa de dizer que "muita coisa estava errada", e pede calma para que tudo se ajeite. Jogador de futebol é como criança, um alienado total, apesar da fortuna que ganha.

Inpe registra mais de mil focos de incêndio no Brasil nas últimas 24 horas

Da meia-noite de quinta-feira até o fim da manhã desta sexta-feira, foram registrados 1.391 focos de incêndios no País. Mato Grosso foi o estado com maior incidência de queimadas, com 729 focos, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Só neste mês de agosto, já são 22.730 pontos de queimadas registrados no Brasil. Segundo o Ministério do Meio Ambiente, o número de focos pode não refletir a gravidade dos incêndios. O ministério destaca que a situação é preocupante em sete regiões: Tocantins, leste de Mato Grosso, oeste da Bahia, algumas áreas do Piauí e de Minas Gerais, Rondônia e no sul do Pará. Ainda segundo o ministério, cerca de 10 mil pessoas estão envolvidas no trabalho de combate ao fogo, principalmente nas áreas de proteção ambiental. Segundo o Ibama, a multa por queimada irregular é de R$ 1 mil por hectare em área de pasto e de R$ 5 mil em áreas de conservação, reservas legais ou áreas de proteção permanente. A orientação dos órgãos ambientais é para que não sejam feitas queimadas, mesmo controladas, nesta época do ano.

Datafolha indica que Tarso Genro aumenta vantagem sobre Fogaça no Rio Grande do Sul

Tarso Genro (PT) ampliou em quatro pontos a vantagem para José Fogaça (PMDB) na eleição para o governo do Rio Grande do Sul, aponta pesquisa Datafolha. A diferença, que antes do início do horário eleitoral era de 11 pontos percentuais, passou agora para 15 pontos. Genro foi de 38% no levantamento anterior, de 9 a 12 de agosto, para 42%. Fogaça permanece com 27%. A governadora Yeda Crusius (PSDB), que concorre à reeleição, passou de 16% para 14%.

Datafolha mostra Alckmin com 54% em São Paulo

Após o início do horário eleitoral gratuito na TV, o senador Aloizio Mercadante (PT), candidato ao governo de São Paulo, subiu quatro pontos e chegou a 20% das intenções de voto. Geraldo Alckmin (PSDB) mantém os mesmos 54% que tinha na pesquisa anterior e venceria no primeiro turno se as eleições fossem hoje. Segundo a pesquisa Datafolha, Celso Russomanno (PP) perdeu quatro pontos e agora está com 7%. Na simulação de eventual segundo turno, Alckmin teria 62%, e Mercadante, 29%. No levantamento anterior (de 9 a 12 de agosto), o tucano aparecia com 65%, e o petista, com 25%. Os dois candidatos cresceram significativamente nas respostas espontâneas (quando não são apresentados os nomes dos candidatos), o que sugere forte impacto da propaganda eleitoral na TV.

Beto Richa amplia vantagem no Paraná

As pesquisas Datafolha e Ibope de intenção de voto, divulgadas nesta quinta-feira, apresentam mais um distanciamento favorável ao candidato do PSDB ao governo do Paraná, Beto Richa, em relação a seu principal concorrente, Osmar Dias (PDT). No Ibope, a diferença passou de 13 pontos porcentuais da sondagem do dia 5 de agosto para 16, enquanto o Datafolha mostra que a vantagem de Richa é de 13 pontos, um a mais que no levantamento anterior, divulgado em 13 de agosto. Pelo Ibope, Beto Richa tem 50% da preferência dos eleitores paranaenses, enquanto Osmar Dias soma 34%. Levando-se em conta apenas os votos válidos, Richa teria 59% e Osmar ficaria com 40%, o que daria vitória ao tucano no primeiro turno. No Datafolha, Beto Richa passou de 46% para 47%, enquanto Osmar Dias manteve os mesmos 34% da pesquisa anterior.

Datafolha aponta que Jaques Wagner ganharia a eleição na Bahia no primeiro turno com 47%

O governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), candidato à reeleição, mantém a vantagem na disputa pelo governo do Estado e, se as eleições fossem hoje, seria eleito no primeiro turno. Segundo pesquisa Datafolha feita nos dias 23 e 24, Wagner oscilou positivamente dois pontos percentuais e alcançou 47% das intenções de voto ao governo baiano. Seu principal adversário, o ex-governador Paulo Souto (DEM), manteve o patamar da pesquisa anterior, feita antes do início do horário eleitoral na TV: 23%. O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) oscilou um ponto para cima e agora tem 11%.

Em Pernambuco, Eduardo Campos amplia vantagem para quase 50 pontos

Eduardo Campos (PSB), governador de Pernambuco e candidato à reeleição, abriu quase 50 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB). É a maior diferença nos Estados pesquisados pelo Datafolha. Segundo pesquisa Datafolha realizada nos dias 23 e 24, Campos subiu de 62% para 67% das intenções de voto. Jarbas Vasconcelos, que já foi governador duas vezes, caiu de 21% para 19%. Na pergunta espontânea (quando os nomes dos candidatos não são apresentados aos entrevistados), Campos é mencionado por 48%, e Jarbas, por 11%.

Antonio Anastasia cresce 12 pontos e Hélio Costa se mantém estável em Minas Gerais

O candidato do PSDB ao governo de Minas Gerais, Antonio Anastasia, cresceu 12 pontos percentuais desde o início do horário eleitoral, aponta o instituto Datafolha. Hélio Costa (PMDB), no entanto, ainda lidera as intenções de voto no Estado. Na pesquisa realizada entre os dias 9 e 12 de agosto, Anastasia tinha 17% das intenções de voto. No levantamento desta semana ele aparece com 29%. Costa manteve os 43% da pesquisa anterior. Ou seja, Anastasia não roubou votos de Hélio Costa nesse período. Anastasia é o candidato do ex-governador Aécio Neves (PSDB), que tem alto índice de aprovação no Estado.

Oficial da ditadura argentina confessa ter recebido ordem para matar todos os prisioneiros políticos

Antonio Pernías, ex-oficial de Inteligência da Marinha argentina, disse nesta quinta-feira à Justiça que recebeu ordens do alto comando durante a ditadura militar (1976-1983) para matar todos os presos políticos e dissidentes. Pernías, acusado do sequestro, tortura e desaparecimento de duas freiras francesas, além de dezenas de crimes de lesa-Humanidade, revelou que a ordem de extermínio geral veio do vice-almirante e chefe de operações navais, José María Mendía. "Olhe Pernías, recebi ordens para não ficar ninguém vivo", disse o ex-oficial durante uma sessão do julgamento do caso da "Escola de Mecânica da Armada" (Esma), um dos maiores centros de tortura e execução de presos políticos na Argentina. Ao menos 5 mil pessoas passaram pela "Escola de Mecânica" e apenas uma centena sobreviveu. A defesa de Pernías alega que o então oficial de Inteligência era um subordinado que apenas cumpria ordens e nega que ele tenha participado do sequestro das freiras francesas Leonie Duquet e Alice Domon. Pernías revelou ter recebido a ordem de execução geral ao acompanhar o vice-almirante Mendía a um cemitério da província de Buenos Aires onde eram enterrados corpos sem identificação. Em 2005, a Justiça conseguiu identificar os corpos no citado cemitério, entre os quais os de Duquet e de três mulheres do grupo humanitário Mães da Praça de Maio, incluindo sua primeira presidente, Azucena Villaflor. "Foi um erro e um horror" o sequestro das freiras, disse o oficial de Inteligência, que agia com um dos principais acusados no processo da Escola de Mecânica, capitão Alfredo Astiz, também conhecido como "O Anjo Louro da Morte"'. Pernías também reconheceu que houve "transferência" de presos, eufemismo para os chamados "vôos da morte", durante os quais os detidos eram jogados vivos ao mar. A freira Leonie Duquet, Azucena Villaflor e outras duas mulheres foram executadas nestes "vôos da morte", e seus corpos apareceram na costa de um balneário a 300 quilômetros ao sul de Buenos Aires, sendo enterrados sem identificação.