quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Americanos influentes orientaram regime de Gaddafi, diz Al Jazeera

O produtor do canal Al Jazeera, Jamal Elshayyal, teve acesso ao prédio onde funcionava a sede da Inteligência líbia em Trípoli, que foi destruído pelos bombardeios da Otan. Lá era o escritório do chefe da Inteligência, Abdullah Alsinnousi, um dos homens mais fortes e temidos do governo. Em meio à confusão causada pela destruição, Elshayyal encontrou papéis que indicam ser minutas de um encontro entre funcionários do regime líbio, Abubakr Alzleitny e Mohammed Ahmed Ismail, com David Welch, ex-assistente do secretário de Estado da administração George W. Bush. Welch foi quem, em 2008, intermediou as negociações para reestabelecer relações diplomáticas entre a Líbia e os Estados Unidos. Nos documentos, está registrado um encontro no dia 2 de agosto de 2011, no hotel Four Season no Cairo (Egito), entre Welch e os funcionários de Gaddafi. Welch teria dado conselhos de como vencer a guerra de propaganda. Os documentos indicam também que uma personalidade política americana aconselhava os líbios em como vencer a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) e os Estados Unidos. Além disso, há conselhos de como enfraquecer o movimento rebelde com ajuda da Inteligência estrangeira. Segundo a Al Jazeera, no documento pode-se ler: "Qualquer informação relacionada à Al Qaeda ou outra organização extremistas devem ser encontradas e passadas para a administração americana, mas via agência de Inteligência de Israel, Egito, Marrocos ou Jordânia. Os Estados Unidos irão ouvi-los". Também havia, de acordo com o produtor, envelopes endereçados ao filho de Gaddafi, Saif Al-Islam, em que constava um resumo de uma conversa entre o parlamentar americano Denis Kucinich, que se opôs à política dos Estados Unidos na Líbia, e um intermediário do filho de Gaddafi. O parlamentar queria, entre outras coisas, informações que ligassem os rebeldes à Al Qaeda ou mostrasse corrupção no CNT (Conselho Nacional de Transição).

Heloísa Helena deixa hospital após dois dias internada

A ex-senadora Heloisa Helena, vereadora de Maceió (PSOL-AL), teve alta hospitalar no início da tarde desta quinta-feira. Ela estava internada no Hospital Geral do Estado, na capital alagoana, desde terça-feira. Heloísa Helena deu entrada no hospital com tonturas e mal-estar. Segundo assessores dela, a vereadora estava com uma crise aguda de asma, agravada por um quadro de hipertensão. De acordo com boletim médico divulgado no início da tarde desta quinta-feira pela Secretaria de Estado da Saúde, a equipe médica que atendeu a ex-senadora "não constatou nada que viesse a prejudicar a saúde da paciente". Heloísa Helena foi submetida durante a manhã a uma nova tomografia na cabeça e a exames de sangue, e foi avaliada pela equipe de neurocirurgia do hospital. A vereadora passou a primeira noite na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para evitar o assédio dos funcionários do hospital, segundo o hospital.

Mercado de trabalho perde ritmo atrelado à economia, aponta Ipea

O mercado de trabalho está acompanhando o ritmo menos acelerado da economia, segundo estudo divulgado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) nesta quinta-feira. A análise está no "Boletim de Mercado de Trabalho", elaborado a partir de dados levantados na Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE do primeiro semestre de 2010 e deste ano. Segundo a análise, é importante contextualizar, comparando o cenário econômico brasileiro de 2010 e 2011, para entender que a economia neste ano continua crescendo, mas em ritmo menor do que o verificado em 2010. Esse cenário causa impacto significativo no mercado de trabalho e no rendimento real dos ocupados, enquanto a inflação toma parte dos ganhos e da capacidade de compra dos salários. "Em linhas gerais, no decorrer do primeiro semestre de 2011 é possível visualizar o bom desempenho da economia na geração de novos postos de trabalho e na melhoria das condições de emprego. A única exceção talvez seja o rendimento real médio dos trabalhadores", aponta. A taxa de desemprego médio para o primeiro semestre de 2011 ficou em 6,3%, apresentando uma variação de 1 ponto percentual abaixo da taxa registrada para o mesmo período de 2010. Já a taxa de informalidade média ficou em 35,6%, bem abaixo das verificadas nos anos anteriores e apresentando em junho o menor valor já registrado desde 2003, 35,3%.

Ministério importa 10 milhões de doses de vacina contra raiva

O Ministério da Saúde importou 10 milhões de doses para vacinar cães e gatos contra raiva. A compra emergencial foi feita para não atrasar a imunização dos animais nos Estados em que há risco de a doença se disseminar. De acordo com o ministério, a pasta requisitou novos testes da vacina produzida pelo Tecpar (Instituto de Tecnologia do Paraná), responsável por fornecer 32 milhões de doses. As análises foram solicitadas para evitar mortes e reações adversas nos animais como em 2010, quando foram notificados 637 casos. Do total, 41,6% foram mortes ou alergias graves, principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro. Na época, a vacina era fabricada pelo laboratório Bio-Vet, proibida de ser usada na campanha deste ano. Com os novos testes, o Tecpar atrasou o fornecimento das doses, que deveriam ter sido entregues às secretarias estaduais de Saúde a partir de maio.

Secretário-geral da ONU propõe envio de missão do órgão à Líbia

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, propôs nesta quinta-feira que se envie rapidamente uma missão para trabalhar no período de transição na Líbia, durante conferência internacional em Paris que reúne 60 países e organizações tratando do assunto. "Tenho intenções de trabalhar estreitamente com o Conselho de Segurança para impulsionar uma missão da ONU que deverá começar suas tarefas o mais cedo possível", disse ele. Líderes do CNT (Conselho Nacional de Transição, órgão político dos rebeldes) também participam do encontro. Os rebeldes devem ressaltar as necessidades humanitárias pelas quais passa o país após seis meses de confrontos e as mudanças políticas que devem ocorrer durante período de transição. Diplomatas esperam sejam propostas diretrizes para a elaboração de uma Constituição líbia e eleições democráticas. Apesar de a agenda de três horas ter como foco a reconstrução política e econômica do país africano, negociações nos bastidores devem refletir as disputas por contratos lucrativos em petróleo, serviços públicos, infraestrutura e outras áreas. A África do Sul, descontente com a intervenção militar da Otan na Líbia, não participará da conferência de Paris, conforme anunciou o presidente Jacob Zuma.

Transporte de ciganos separando pais de filhos gera polêmica na França

Cerca de cem ciganos retirados do acampamento que ocupavam, ao norte de Paris, foram transportados em um comboio semelhante ao utilizado durante a ocupação nazista na França, denunciou a imprensa francesa. O método de escolta policial consiste em separar pais de filhos durante o trajeto. A situação foi denunciada por políticos e sindicatos ligados à RATP, empresa que administra o transporte de Paris. Conforme a denúncia, a RATP colocou um trem à disposição da polícia para desmantelar o acampamento de Saint-Dennis, localidade vizinha a Paris. Os sindicatos consideram que os funcionários da empresa não poderiam fazer papel de auxiliares da polícia e participar de um transporte "desumano e brutal". Menos ainda em uma linha que interliga Saint-Denis a Bobigny, por onde passaram milhares de judeus franceses com destino a campos de concentração nazistas na década de 1940. Para os porta-vozes da RATP, a decisão de transportar os ciganos foi tomada por um único executivo da empresa com muita pressa e na hora do rush, para evitar atrasos aos demais viajantes.

Safra de laranja de SP deve chegar a 377,1 milhões de caixas

A safra de laranja do Estado de São Paulo deverá alcançar 377,1 milhões de caixas (40,8 quilos cada uma) em 2011/12, ante produção de 322,1 milhões de caixas na temporada passada, informou a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) nesta quinta-feira. O volume estimado representa um aumento de 17% sobre o ciclo anterior. Na estimativa de maio, a Conab apontava uma safra de 355 milhões de caixas. Segundo a entidade, a produtividade média cresceu para 1,92 caixa de 40,8 kg por pé, contra 1,7 caixa por pé da temporada anterior, por conta do clima favorável registrado desde o ano passado. "O período de estio favoreceu o florescimento do laranjal e, posteriormente, as chuvas frequentes e bem distribuídas que aconteceram no início deste ano contribuíram para a formação de frutos bem desenvolvidos e com diâmetro maior", apontou a Conab em seu terceiro levantamento.

Governo adia implantação do novo ponto eletrônico pela terceira vez

O Ministério do Trabalho e Emprego alterou nesta quinta-feira, pela terceira vez, o prazo para a implantação do novo ponto eletrônico. A medida passaria a valer nesta quinta-feira. Em nota, o ministério diz que a implantação foi prorrogada "a fim de aperfeiçoar" o sistema. A nova data para a adoção do equipamento é 3 de outubro. O novo sistema começaria a valer em agosto do ano passado. No entanto, o governo decidiu prorrogar o prazo para 1º de março deste ano diante dos pedidos das empresas. Pelos mesmos motivos, o prazo passou para 1º de setembro. De acordo com o Ministério, a mudança da data ocorreu devido ao "recebimento de recursos por parte de confederações patronais, no âmbito do governo Federal". O novo ponto eletrônico permitirá a impressão de comprovante de entrada e saída dos funcionários. Além disso, ele impede alteração nos horários dos trabalhadores. Empresas que têm sistema de ponto mecânico não precisam se adaptar à regra.

Governo estuda fórmula para acabar com fator previdenciário

O governo está estudando fórmulas para acabar com o fator previdenciário. A informação foi dada nesta quinta-feira pelo secretário de Política Previdenciária do Ministério da Previdência Social, Leonardo Rolim, em audiência pública na Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal. A fórmula do fator previdenciário foi criado em 1998 para calcular o valor das aposentadorias pagas pelo INSS e tem como objetivo evitar a aposentadoria precoce. Para o secretário, essa fórmula é "perversa" e "complicada" para o trabalhador e desde sua criação não evitou que as pessoas se aposentassem jovens. "O Ministério da Previdência Social também não concorda com ele. Ele não cumpre o papel dele. Na lógica, ele funciona de forma perversa, de evitar que o trabalhador se aposente muito jovem", declarou Rolim. De acordo com ele, a Previdência Social está estudando uma nova fórmula em substituição ao fator previdenciário. "Precisamos desenvolver um modelo onde o trabalhador receba uma aposentadoria mínima, mas passe mais tempo trabalhando", afirmou. Uma das propostas do governo para substituição do fator previdenciário é a adoção da fórmula 85/95. Esse modelo estabelece a concessão do benefício quando a soma da idade e do tempo de contribuição do segurado der 85, para a mulher, e 95, para o homem. Outro projeto em estudo pela Previdência Social é a inclusão de uma idade mínima para aposentadoria, ainda sem definição no governo. Atualmente é exigido apenas tempo mínimo de contribuição (35 anos para os homens e 30 para as mulheres).

Diretor da Dassault defende revisão da proposta de venda dos caças

O diretor da Dassault Internacional do Brasil, Jean-Marc Merialdo, defendeu nesta quinta-feira a revisão da proposta entregue pela empresa francesa para participar da disputa para a venda de 36 aviões-caças ao Brasil. Em audiência na Comissão de Relações Exteriores do Senado, Merialdo afirmou que a atual condição econômica do Brasil é diferente de quando a proposta foi apresentada, em 2009. Na avaliação do diretor, essa medida vai permitir, por exemplo, rediscutir as taxas de juros do financiamento. "O Brasil melhorou, o que vai gerar possibilidade de melhores taxas de juros. E completou: "Não é recomeçar do zero. A proposta permanece vigente, mas a partir do momento que o governo anunciar que vai entrar em negociações com um dos concorrentes, ele vai delinear no primeiro momento a parte técnica e na sequência o momento de tratar de financiamento". Na reunião, o representante da Dassault, responsável pelo caça Rafale, não respondeu aos questionamentos dos senadores sobre o preço do pacote que o Brasil está negociando. Merialdo disse que ainda não conversou com o ministro Celso Amorim, que assumiu no mês passado a Defesa.

Governo não garante alternativas para saúde até votação de emenda

O líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), admitiu que a apresentação de uma proposta viável de financiamento para a saúde pode não ser feita até o dia 28, data marcada para a votação da Emenda 29 na Câmara. Já a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) afirmou que uma nova negociação com os envolvidos no assunto deve acontecer no dia 14. Na opinião de ambos, a simples aprovação da Emenda 29. Vaccarezza reafirmou que a presidente Dilma Rousseff aceitaria a criação de um novo imposto, nos moldes da extinta CPMF, para financiar a saúde. O líder voltou a defender também a legalização dos jogos de azar para o financiamento do setor. Mas a ministra Ideli disse que a proposta não conta com o apoio do governo. Outras alternativas que estão sendo estudadas são a taxação de remessas para o Exterior, aumento do Dpvat (seguro obrigatório do carro) e aumento dos impostos de álcool e bebidas. "Não tenho nenhum compromisso em enviar a solução até o dia 28", disse Vaccarezza. A ministra também não deu garantias: "Espero termos o encaminhamento mais adequado".

IBM compra canadense Algorithmics por US$ 387 milhões

A IBM anunciou nesta quinta-feira a compra da empresa canadense de software de risco analítico Algorithmics por US$ 387 milhões em dinheiro para aprimorar sua atuação em serviços financeiros. A companhia afirmou que o negócio, que deve ser concluído antes do final de outubro, amplia a atuação da empresa em operações analíticas, ajudando clientes a gerenciar riscos financeiros. O software de análise de risco, o conteúdo e os serviços de consultoria da Algorithmics são utilizados por bancos, empresas de investimentos e de seguros. Na quarta-feira, a IBM já havia anunciado a compra da empresa de software de análise de dados de segurança i2, sem revelar o valor do negócio, mantendo política de aquisição de companhias que ajudam usuários a obter informações úteis a partir de montanhas de dados. Em cinco anos, a IBM desembolsou mais de US$ 14 bilhões em 25 aquisições com foco em análise. Cerca de 900 funcionários da Algorithmics serão integrados à empresa norte-americana após a conclusão do negócio.

Dilma afirma que é preciso arrecadar mais verbas para saúde

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quinta-feira que, para melhorar o sistema de saúde, será preciso conseguir mais verbas para o setor. "Você vai necessitar cada vez mais recursos para colocar na saúde, para ela ficar cada vez mais de qualidade", disse a presidente, em entrevista para rádios de Minas Gerais. E completou: "Quem falar que se resolve isso sem dinheiro é demagogo". Ela, no entanto, afirmou que não defende a volta da CPMF: "Por que o povo brasileiro tem essa bronca da CPMF? Por que não foi para saúde". Para Dilma, uma das formas que o governo pensa em financiar a saúde é utilizando recursos do fundo social do pré-sal. A presidente disse que a Emenda 29, que trata da destinação de recursos para a saúde, não irá resolver o problema. De acordo com ela, o governo já cumpre o que está determinando no projeto.

Governo nega interferência no Banco Central sobre decisão de corte dos juros

A ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) e o líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), negaram, nesta quinta-feira, qualquer interferência na decisão do Banco Central de reduzir a taxa de juros em 0,5 ponto percentual. Ambos dizem que a queda aconteceu por causa da crise internacional e das medidas adotadas pelo governo brasileiro. "O Banco Central tem total autonomia e está acompanhando a crise internacional. Os elementos da crise internacional deram condições, junto com as medidas do governo, para que se pudesse ter essa redução. O Banco Central tomou uma medida adequada às condições da economia internacional", disse a ministra. Para Cândido Vaccarezza, a suspeita levantada sobre a não autonomia do Banco Central só interessa aos especuladores. "Falar em falta de independência do Banco Central é ridículo. O Banco Central deu uma demonstração que incomodou quem quer viver de especulação", afirmou. A presidente Dilma teve reuniões nas últimas semanas com o ministro Guido Mantega (Fazenda) e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, para discutir a conjuntura econômica e a necessidade de dar uma resposta ao risco de uma desaceleração acentuada da economia.

Príncipe Harry continuará sua formação de piloto de helicóptero nos Estados Unidos

O príncipe Harry, terceiro na linha de sucessão da Coroa Britânica, irá para os Estados Unidos para continuar com sua formação de piloto de helicópteros Apache, anunciou nesta quinta-feira o Ministério da Defesa britânico. O filho mais novo do príncipe Charles concluirá o curso que atualmente faz no Reino Unido com um treinamento específico nas bases americanas de Gila Bend, no Arizona, e em El Centro, na Califórnia. O príncipe poderá então unir-se a um dos esquadrões da RAF (Força Aérea Real, na sigla em inglês) britânica. Em junho o príncipe tinha conseguido o consentimento de sua avó, a rainha Elizabeth 2ª, e de altos comandos militares para um futura missão no Afeganistão, mas a decisão final só será tomada no final de 2012. O príncipe expressou em várias ocasiões seu desejo de voltar a servir no Afeganistão depois de uma primeira experiência de dez semanas como controlador de caça-bombardeiros em 2007/08, que teve de ser interrompida quando a imprensa divulgou sua presença, por temor de que virasse um alvo dos talebans.

Espanha desmantela rede de pedofilia que usava imagens de crianças brasileiras

A polícia espanhola prendeu, nesta quinta-feira, membros de uma rede de pedofilia que distribuía imagens de crianças brasileiras na internet. De acordo com autoridades, o grupo compartilhava centenas de milhares de fotos de alta definição de menores do Brasil, da Colômbia, do México e de Trinidad e Tobago. Três homens espanhóis foram presos e apenas em um computador de um dos acusados foram achados 120 gigabytes de arquivos pornográficos com mais de 120 mil fotos de crianças. A rede de pedofilia foi descoberta em uma operação policial internacional contra a pornografia infantil, que já fez 19 detenções em nove países. O esquema de organização da rede surpreendeu os investigadores. Os membros da rede se comunicavam pelas redes sociais. Eles compartilhavam arquivos usando um software gratuito que só era acessado através de um convite pessoal lançado dentro dos perfis "apenas entre as pessoas de confiança", diz um comunicado da polícia. O método dificultou o rastreamento dos serviços de inteligência internacionais e ainda driblava o controle dos servidores das redes sociais. De acordo com a polícia, programa usado pelos acusados de pedofilia era o P2P, "habitual entre os usuários que traficam com pornografia infantil devido às medidas de segurança que proporciona". A operação foi coordenada pela Brigada de Investigação Tecnológica da Polícia Nacional da Espanha; pelo grupo policial contra a exploração infantil da Nova Zelândia, Online Child Exploitation Across New Zealand (OCEANZ) e pela divisão de combate à pornografia infantil do FBI, Innocent Images Task Force (IITF). Também participaram setores de inteligência de mais seis países, incluindo a Polícia Federal do Brasil.

Fraude com importados em aeroporto causa prejuízo de R$ 148 milhões

A Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Receita Federal do Brasil descobriram um esquema que causou um prejuízo de R$ 148 milhões em mercadorias que entraram no País sem pagamento de tributos. A operação Vôo Livre cumpriu 39 mandados de busca e apreensão em empresas e residências no Rio de Janeiro. Ao todo são 22 indiciados, sendo 12 servidores da Receita Federal, três policiais federais e sete pessoas, entre funcionários de empresas que prestam serviço no Aeroporto Galeão e empresários. Todos beneficiaram empresas e pessoas trazendo mercadorias dos Estados Unidos ao Brasil, sem o pagamento de impostos. Os policiais também davam um atendimento VIP a empresários que chegavam ao País sem que fossem fiscalizados pela Alfândega.

Centenas de africanos estão presos em um porto perto de Trípoli

Centenas de africanos subsaarianos estão acampados, sem condições de deixar a Líbia, em um acampamento imundo na periferia de Tripoli. Eles chegaram à capital há dois meses e alguns dias atrás partiram sem nada para fugir da guerra e da caça aos africanos subsaarianos acusados de combaterem pelo ditador Muammar Gaddafi. Mil africanos vindos de Nigéria, Gana, Mali, Somália, Sudão e Gâmbia trabalharam durante muitos anos como pedreiros na Líbia para depois embarcarem ilegalmente para a Europa. Agora se acotovelam no pequeno porto de Sidi Bilal, em uma base militar abandonada, dentro de barcos ou em cobertores pendurados nos cascos das embarcações. Estão desesperados. "Precisamos de ajuda para sair daqui", pede desesperado Abdullah Kassim, 17 anos. Aqui as condições são insuportáveis, afirma Simon Burroughs, da organização MSF (Médicos sem Fronteiras) em Trípoli. Eles dormem em lençóis cheios de terra, se alimentam quando os rebeldes ou os vizinhos líbios trazem alguma coisa, bebem água suja de um poço, tomam banho no mar, onde também defecam. Não existe meio de serem tratados adequadamente, só recebem cuidados básicos administrados pelo MSF. Todos têm medo de sair do acampamento. "Se a gente sair, eles nos capturam e não sabemos se voltamos. Nós somos negros e eles pensam que somos mercenários", explica Abdullah Kassim. A Anistia Internacional, que denunciou maus tratos por parte dos rebeldes contra os africanos subsaarianos, confirmou que eles estão efetivamente em situação de alto risco.

Conjuntura global determinará trajetória dos juros, diz Dilma

Um dia após o Banco Central cortar inesperadamente em 0,5 ponto percentual a taxa Selic, a presidente Dilma Rousseff disse que o futuro dos juros no Brasil dependerá do cenário externo. A declaração foi feita a rádios regionais de Minas Gerais, em Belo Horizonte. "Dependendo da conjuntura da economia internacional, nós teremos aumento ou diminuição da taxa de juros". Na quarta-feira, o Banco Central baixou em 0,5 ponto percentual a taxa básica de juros da economia, a Selic. A taxa baixo de 12,5% para 12% após uma sequência de cinco altas. O mercado financeiro apostava na manutenção da taxa. Na ocasião, Dilma defendeu a redução dos juros, orientação seguida por outros ministros, como Fernando Pimentel (Desenvolvimento) e Guido Mantega (Fazenda). "Esses R$ 10 bilhões preferimos utilizar para abrir um novo caminho, além do caminho de aumentar o investimento, é um caminho que achamos que é muito importante: queremos que a partir deste momento comecemos a ter no horizonte a possibilidade de redução de juros no Brasil", disse a presidente, em entrevista a rádios de Pernambuco, na terça-feira. A presidente tem concentrado suas entrevistas a rádios regionais para suas falas chapa-branca.

Rebeldes dizem que a Líbia está imune à Al Qaeda

Os rebeldes líbios, agora líderes de Trípoli, afirmam pertencerem a um islã moderado e descartam a possibilidade de haver grupos jihadistas ligados à Al Qaeda infiltrados. "Eu não descarto a presença em meio aos combatentes de alguns elementos extremistas, mas não podemos afirmar que existam grupos do tipo da Al Qaeda como os que operam no Afeganistão e no Iêmen", declarou nesta semana o chefe do Estado da rebelião, o general Slimane Mahmud. "Não existe na Líbia, com sua sociedade moderada e solidária, o risco da emergência de grupos extremistas. E em todo caso, o veredicto das urnas definirá o futuro", afirmou ele. Entretanto, um dos líderes rebeldes, Abdelhakim Belhadj, que liderou os homens que invadiram no dia 23 de agosto a fortaleza de Bab al-Aziziya, o quartel general de Gaddafi, faz um alerta. Apresentado pela televisão Al-Jazeera sob o título de "xeque", ele falou por muito tempo e reivindicou a paternidade da operação que expulsou de Trípoli o "tirano Gaddafi". Abdelhakim Belhaj foi o fundador do Grupo Islâmico Combatente líbio, ligado à Al Qaeda. Ele foi preso pela CIA antes de ser entregue ao regime do coronel Muamar Gaddafi, em 2004. A França também rejeitou a ligação de Abdelhakim com islamitas ligados à Al Qaeda. Na sua prece durante a celebração do Eid el-Fitr na quarta-feira, em Trípoli, o imã insistiu muito na moderação dos líbios: "Nós rejeitamos a idéia de Gaddafi sobre uma ameaça da Al Qaeda. Somos uma nação muçulmana, sunita e corânica".Funcionários do governo argelino se dizem preocupados com o fato de que militantes islâmicos tenham se infiltrado no CNT e que o braço norte-africano da Al Qaeda explore o caos na Líbia para adquirir armas e explosivos. "Não se trata de um medo ou de um sentimento, é uma certeza", afirmou o ministro das Relações Exteriores argelino, Mourad Medelci, nesta quinta-feira.

Exportações e importações batem recorde e superávit comercial é de US$ 20 bilhões

A expansão das exportações de agosto garantiu números recordes para a balança comercial, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. As vendas do Brasil em agosto atingiram US$ 26,1 bilhões, e as compras de outros países chegaram a US$ 22,2 bilhões no mesmo período, gerando um superávit comercial de US$ 3,8 bilhões. No acumulado de 2011, as exportações brasileiras alcançaram US$ 166,7 bilhões, e as importações US$ 146,7 bilhões, um resultado positivo em US$ 19,9 bilhões. Esse saldo acumulado representa aumento de 70,8% na comparação com o acumulado entre janeiro e agosto do ano passado. O bom desempenho reforça as previsões de que a corrente de comércio brasileira (total das exportações e importações) em 2011 chegue perto de meio trilhão de dólares. Entre setembro do ano passado e agosto deste ano, o montante já alcança US$ 456,5 bilhões. Entre janeiro e agosto deste ano, esse valor é de US$ 313,4 bilhões.

Fiocruz suspende compra sem licitação

A Fiocruz suspendeu a compra por quase R$ 365 milhões, sem licitação, de um sistema de gestão de dados da empresa portuguesa Alert para o Ministério da Saúde. O software pretende integrar dados da rede pública e criar prontuários eletrônicos para os pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde). O negócio milionário chamou atenção porque pelo menos outras duas empresas nacionais, a MV Sistemas e a Totvs, oferecem serviços semelhantes à portuguesa Alert. O Datasus, empresa de dados do SUS, também fornece serviços de gestão de dados. O próprio SUS tem um sistema público e gratuito, desenvolvido pelo Datasus, com funções semelhantes. Com a suspensão, o contrato será enviado para auditoria na Fiocruz e para análise do Tribunal de Contas da União. Caso a auditoria da Fiocruz ou o TCU vetem o acordo, a Fiocruz fará uma licitação para definir o vencedor.

Indignado, Rui Falcão diz que PT pode fazer desagravo a José Dirceu

O presidente do PT, Rui Falcão, afirmou nesta quinta-feira que, se apresentada, o PT aprovará, por aclamação, uma moção de desagravo ao ex-ministro José Dirceu no 4º Congresso do partido, neste fim de semana. Rui Falcão disse estar "indignado" com a reportagem da revista "Veja" que acusou o petista mensaleiro José Dirceu de "conspirar" em um hotel de Brasília contra o governo Dilma Rousseff. O ex-ministro acusa um repórter da revista de tentar invadir seu quarto de hotel quando não estava presente. "Tem sido quase uma constante dessa publicação, produzindo esse tipo de matéria", comentou o dirigente em entrevista coletiva. Segundo Falcão, o documento final do congresso condenará o jornalismo que se pratica no país, "partidário e parcial" que, segundo ele, não se restringe à "Veja", embora seja "o exemplo mais acabado disso". O petista contou, ainda, que o texto final do evento fará um apoio à reforma política como forma de combater a corrupção.
Sobre a política de alianças para as eleições muncipais de 2012, afirmou que a posição oficial do partido será de encarar como adversários PSDB, DEM e PPS. Não incluiu, porém, o PSD nesse grupo. Criado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, com quem o PT sempre antagonizou, o PSD vem flertando com o governo federal.

Representante líbio nega que tenha prometido 35% do petróleo à França

O representante do CNT (Conselho Nacional de Transição) líbio em Paris negou nesta quinta-feira que tenha firmado com a França um acordo que promete 35% do petróleo do seu país. Horas antes da Conferência de Amigos da Líbia, destinada a abordar a reconstrução democrática da Líbia, o jornal francês "Libération" publicou uma carta fechada de 3 de abril na qual o CNT diz ter firmado um "acordo que atribui 35% do petróleo aos franceses em troca de seu apoio total e permanente ao conselho". O jornal ainda publicou uma fotografia da carta em que leva como destinatário a "Frente Popular para a Liberação da Líbia" e está dirigida ao governante do Qatar. "Nunca ouvi falar dessa Frente", respondeu enviado do CNT a Paris, Mansur Sayf al Nasr: "Todos os documentos, todos os tratados válidos são assinados pelo CNT". O ministro francês das Relações Exteriores, Alain Juppé, disse que "desconhece uma carta" desse feitio, mas considerou "lógico" que os países que apoiaram os rebeldes sejam privilegiados na hora da reconstrução. O presidente da companhia francesa de petróleo Total, Christophe de Margerie, também afirmou nesta quinta-feira que não conhece acordo semelhante.

Polícia prende nove em operação contra milicianos no Rio de Janeiro

Nove mandados de prisão foram cumpridos na manhã desta quinta-feira durante a operação Pandora, desencadeada na zona oeste do Rio de Janeiro, contra uma quadrilha de milicianos conhecida como Liga da Justiça. Ao todo, foram expedidos 18 mandados de prisão, além de 33 mandados de busca e apreensão. Além das prisões, foram apreendidos ainda uma EcoSport, uma pistola calibre 380 e R$ 45 mil em dinheiro e em cheques. Também foram arrecadados documentos relativos a máquinas caça-níqueis e de segurança clandestina, além de uma máquina de contar cédulas. De acordo com a polícia, o grupo explora os moradores com o controle do serviço de transporte alternativo de vans e mototáxis, exploração de caça-níqueis, monopólio da venda de botijões de gás e água, cobrança de taxa de segurança e transmissão de sinais de televisão e internet. A polícia aponta ainda o envolvimento dos suspeitos em homicídios qualificados, extorsões, ameaças, posse e porte ilegal de armas de fogo. Entre a área dominada pelo grupo estão Campo Grande, Cosmos, Inhoaíba, Santíssimo, Paciência, Sepetiba e adjacências. Participaram da operação cerca de 150 policiais da DRACO/IE (Delegacia de Repressão às Ações do Crime Organizado e Inquéritos Especiais), da Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança, da CGU (Corregedoria Geral Unificada) e de diversas delegacias distritais e especializadas da Polícia Civil. O grupo conhecido como Liga da Justiça é, segundo a polícia, uma das mais perigosas milícias da cidade do Rio de Janeiro. Os ex-parlamentares Natalino Guimarães e Jerônimo Guimarães, o Jerominho, são apontados como criadores do grupo.

INSS inicia pagamento da revisão pelo teto

O INSS iniciou nesta quinta-feira o pagamento da revisão pelo teto. Ao todo, 107.352 aposentados e pensionistas, com benefício concedido entre 5 de abril de 1991 e 31 de dezembro de 2003, passaram a receber os benefícios corrigidos entre esta quinta-feira e o dia 8. Outros 11 mil benefícios ainda estão em análise e devem ter os valores incluídos no próximo mês, segundo o INSS. O reajuste médio no País será de R$ 175,00 por benefício. Antes, a Previdência havia divulgado que seria de R$ 240,00. O INSS também fará o pagamento dos valores atrasados, o que ocorrerá em quatro datas. Para os que têm direito a receber até R$ 6.000,00 a liberação será no dia 31 de outubro. Quem é credor de valores entre R$ 6.000,01 e R$ 15 mil recebe o depósito no dia 31 de maio do próximo ano. Para os valores de R$ 15.000,01 a R$ 19 mil, o acerto sai em 30 de novembro de 2012. Por último, créditos superiores a R$ 19.000,01 serão depositados em 31 de janeiro de 2013. Os segurados que ganham acima do mínimo recebem também neste mês a diferença de 0,06 ponto percentual, retroativa a janeiro, creditada na folha de agosto.

Ditador Hugo Chávez afirma que oposição venezuelana é "louca"

O ditador da Venezuela, Hugo Chávez, questionou a postura da oposição que convocou a população a não responder o questionário do 14ª Censo Nacional da População, que começou a ser aplicado nesta quinta-feira em todo o país. "Os esquálidos são loucos. Agora andam dizendo que não respondam o censo. E digo loucos porque não têm razão. Isto é estranho, mas assim anda a oposição venezuelana, sem razão", declarou o ditador à emissora estatal Venezolana de Televisión. O ditador afirmou que "o programa da direita venezuelana é um atentado contra os jovens e as crianças, é a violência, o ódio". Chávez, que permanece em repouso depois de ter se submetido, ao longo dessa semana, à terceira etapa da quimioterapia, garantiu que "cada dia está mais convencido de que a revolução é dos jovens". Segundo ele, "de cada cem venezuelanos, mais de 90 devem aprovar a revolução".

Construtora prevê 14 mil em comício com Lula no Itaquerão

Responsável pela construção do estádio, a Odebrecht prevê a presença de 14 mil pessoas na cerimônia de celebração dos 101 anos do Corinthians, neste sábado, no Itaquerão, quando haverá a presença do ex-presidente Lula. Porém quem está a par do evento diz que esse número está abaixo do real e teme problemas de segurança. Será um comício de Lula patrocinado pela iniciativa privada. Ou seja, Lula está entregando as atividades políticas para empreiteiras. O anúncio da participação de Lula aconteceu no último dia 25, pelo diretor administrativo do Corinthians, André Luiz Oliveira, em sua conta no Facebook. "Bom dia galera do Face. Comunicado importante. Dia 3 de setembro o Ex- Presidente Lula visitará as obras do novo estádio do Corinthians em Itaquera, convido todos os moradores da zona leste e a Nação Corintiana para receber seu mais ilustre torcedor a parti das 10hs00, contamos com a lealdade da Fiel", escreveu o dirigente conhecido como André Negão. O anúncio da ida de Lula ao Itaquerão ocorreu um dia depois de o ex-presidente ter jantado com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, o diretor de comunicação da entidade, Rodrigo Paiva, e o técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, em um restaurante em São Paulo. Segundo a assessoria da entidade, o assunto foi futebol. As obras no Itaquerão, como está sendo chamado o futuro estádio do Corinthians, tiveram início em 30 de maio deste ano. A previsão é que a arena seja entregue em 2014. O local é candidato a receber a abertura da Copa-2014. Oficialmente, o clube diz que o estádio custará cerca de R$ 820 milhões, mas com o investimento das três esferas de governo no estádio corintiano o valor já alcança os R$ 935 milhões.

União Européia insiste em retomada de diálogo entre palestinos e israelenses

A chefe de diplomacia da União Européia, Catherine Ashton, informou nesta quinta-feira que sua prioridade no Oriente Médio continua sendo alcançar a negociação de palestinos e israelenses e não quis se pronunciar sobre eventual declaração de independência palestina na ONU. "Não temos nenhuma resolução sobre como vamos nos posicionar", afirmou Ashton depois que vários países se posicionaram a favor do reconhecimento de um Estado palestino. Ashton, que viajou ao Oriente Médio na semana passada para se reunir com líderes das duas partes e é a encarregada de encontrar uma postura comum na Europa, garantiu nesta quinta-feira que o consenso comunitário seria "muito importante". O assunto estará na pauta da reunião informal de ministros de Relações Exteriores europeus que acontecerá na sexta-feira e no sábado em Sopot, na Polônia. "Precisamos encontrar uma via para criar uma solução de dois Estados: um Israel seguro e estável ao lado de uma Palestina segura e estável", indicou Ashton, que garantiu que a Europa "fará sua parte a fim de conseguir" esse objetivo.

Rebeldes líbios estendem prazo para rendição da cidade de Sirte

O CNT (Conselho Nacional de Transição) estendeu em uma semana o prazo de rendição da cidade de Sirte, o último bastião de apoio ao ditador Muammar Gaddafi, afirmou o porta-voz do CNT nesta quinta-feira. O prazo anterior era sábado, dia 3 de setembro. Os rebeldes afirmam que irão atacar a cidade se os gaddafistas não se renderem. Sirte, terra natal do ditado, está entre as últimas cidades resistentes aos rebeldes. A cidade recebe ataques aéreos da Otan, aliança militar do Ocidente. Jalil havia pedido à Otan que não abandonasse a campanha militar em prol dos rebeldes, já que, segundo ele, Gaddafi continua sendo uma ameaça. Em entrevista à rede catarina Al Jazeera, Jalil admitiu que os rebeldes não têm nem idéia do paradeiro de Gaddafi: "Se soubéssemos onde Gaddafi está agora, nossos revolucionários estariam a caminho para capturá-lo. Não temos informação de que Muammar Gaddafi esteja na Líbia ou em qualquer outro lugar". Os rebeldes já ofereceram US$ 1,7 milhão e anistia para quem capturar Gaddafi, vivo ou morto. As forças rebeldes seguem os avanços em direção a Sirte e combates também são registrados em Zawara, chave para o controle do principal posto fronteiriço com a Tunísia. Ao mesmo tempo, o CNT afirmou que iniciou um plano para desarmar a população líbia e colocar todas as milícias abaixo de um único comando em um Conselho Militar de Trípoli.

Prisão indiscriminada de subsaarianos na Líbia alerta para crise humanitária

Os rebeldes líbios empreenderam uma "caça às bruxas" entre os homens de origem subsaariana, que são acusados de terem sido mercenários do regime de Muammar Gaddafi, apesar de muitos deles serem imigrantes na Líbia em busca de condições de uma vida melhor. Para Isaha, o fim do jejum do Ramadã não é hoje motivo de festa. Com um lenço colorido, gritava e chorava sem consolo frente a um pequeno poliesportivo transformado em centro de detenção e situado a poucos metros do impressionante arco romano de Marco Aurélio, na medina histórica de Trípoli. Segundo seu relato, há dois dias, vários homens armados se apresentaram na porta de sua casa e levaram seu marido, algemado e com uma pistola apontada para ele. "Somos do Chade. Moramos em Trípoli, no mesmo lugar, há 10 anos. Meu marido é uma boa pessoa, um trabalhador e nunca teve arma alguma", relatou ela. "Tenho medo. Quero saber onde está, quero que volte. Me diga onde ele está", grita enquanto tenta descobrir o rosto de seu marido entre dezenas de prisioneiros que, rodeados por jovens rebeldes armados com um fuzil, são transferidos do edifício a um caminhão policial. O sol do meio-dia cai como uma bomba sobre a medina e o nervosismo entre os revolucionários e as famílias dispara ao tempo que o caminhão fecha as portas com mais de uma centena de homens entre 20 e 40 anos, de raça negra e olhar afligido. A possibilidade que as detenções escondam, na realidade, uma sistemática "caça às bruxas" para expulsar os subsaarianos alertam as organizações humanitárias e de defesa dos direitos humanos como Anistia Internacional, Médicos sem Fronteiras e Human Rights Watch. "Temos consciência da detenção de milhares de subsaarianos em Trípoli e em outras cidades do país, apesar de ainda não termos acesso aos locais onde são retidos", explica Peter N. Bouckaert, representante da Human Rights Watch em Trípoli. "Muitos foram inclusive atacados pelo simples fato de serem negros. Estamos muito, muito preocupados com sua segurança", acrescenta antes de pedir ao CNT (Conselho Nacional de Transição) que ponha fim às detenções.

Infraero libera operação do maior avião de passageiros do mundo

A Emirates negocia com a Infraero para começar a operar com o superjumbo A-380 no aeroporto de Guarulhos a partir de dezembro. A companhia dos Emirados Árabes já recebeu o sinal verde da Infraero para iniciar a operação. Com capacidade para até 853 passageiros, dependendo da configuração, o Airbus A-380 é o maior avião de passageiros do mundo. Com dois andares e 478 metros quadrados de área de cabine, o avião tem lounge, bar e camas privativas na primeira classe. Da ponta de uma asa até a outra, são 60 metros, o que exige adaptações em alguns aeroportos. No caso de Guarulhos, falta apenas acertar o horário do vôo. Segundo o superintendente de gestão operacional da Infraero, Marçal Goular, Guarulhos "suporta o desembarque dos passageiros do A-380 desde que seja fora do horário do pico".

Polícia Federal apura uso de fundos de investimento em esquema de sonegação

A Polícia Federal apura se fundos de investimento criados pelo presidente do grupo Sasil, Paulo Sérgio Cavalcanti, abrigaram "créditos-fantasmas" para disfarçar o fluxo de dinheiro resultante da suposta fraude de R$ 1 bilhão em sonegação de impostos. Segundo os autos da Operação Alquimia, empresas de factoring e fundos de investimento foram usados como um "refinamento" da fraude, que começou com operações simuladas de compra e venda entre Sasil e empresas de fachada. A investigação aponta duas empresas fundadas pelo presidente da Sasil como suspeitas de lavagem de dinheiro. Uma delas, a SST Consultoria e Administração de Recursos Ltda, foi criada em 2002 e geriu dois fundos de investimento: Credimax (já extinto) e Trademax, operado a partir de 2007. Segundo a Polícia Federal, o Trademax negociou créditos tributários da Sasil, o carro-chefe da suposta fraude, e também da Braskem S.A, gigante do setor petroquímico. Em dezembro de 2008, um dos cotistas do Trademax era a ex-mulher de Paulo Sérgio Cavalcanti. A Braskem afirmou que já cedeu créditos ao Credimax e que figura como cotista do Trademax. Em 2010, a Braskem vendeu a empresa Varient, também do ramo de distribuição de produtos químicos e termoplásticos, para a Sasil.

Governo estuda mudança na punição de crime contra o patrimônio

O Ministério da Justiça estuda sugerir mudanças na lei que permitam que pessoas que cometam crimes contra o patrimônio, mas que restituam os bens que surrupiaram às vítimas, não sejam punidas. Pela proposta em estudo, só crimes sem violência ou grave ameaça, como furto ou estelionato, poderiam ser "perdoados". O primeiro é punido hoje com até quatro anos de prisão e multa. O estelionato, com até cinco anos e multa. A discussão do Ministério da Justiça leva em conta o fato de o próprio Estado "perdoar" crimes como sonegação fiscal quando envolve valores considerados pequenos, de até R$ 10 mil.

Igreja Universal do Reino de Deus se expande em ritmo de multinacional

A Igreja Universal do Reino de Deus é considerada um dos melhores exemplos de uma religião com mentalidade empresarial. A igreja diz estar estabelecida em 110 países, alcance não conseguido por nenhuma empresa multinacional brasileira. Mas, apesar de as práticas empresariais estarem disseminadas na Universal, muitos fiéis temem que os negócios estejam tomando o lugar de questões mais importantes e reclamam que são vistos cada vez mais apenas como consumidores. Para a construção de seu megatemplo em São Paulo, orçado em mais de R$ 350 milhões, a Igreja está pedindo doações aos seus fiéis, em troca da inscrição de seus nomes em uma das 640 colunas do templo. Apesar da estrutura empresarial, ninguém sabe quanto fatura a Universal, já que a Igreja é isenta de impostos e não tem que abrir suas contas.

Chineses compram parte de brasileira CBMM por US$ 1,95 bilhão

Três empresas chinesas pagarão US$ 1,95 bilhão por 15% das ações da CBMM (Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração), o maior produtor mundial de nióbio, um metal altamente valorizado. O Taiyuan Iron and Steel Group, o conglomerado financeiro do CITIC Group e Baosteel Group, chegaram a um acordo para a operação, informou a agência oficial Xinhua. A CBMM extrai, processa, fabrica e comercializa produtos à base de nióbio, metal fundamental para a produção de aços inoxidáveis especiais, caracterizado pela extraordinária estabilidade ante a ação dos agentes químicos. É utilizado em ligas de alta temperatura e em ligas supercondutoras. Pode ser utilizado na fabricação de automóveis, reatores nucleares, jatos e mísseis. A China está em busca de reservas estratégicas de recursos chave em todo o mundo para suprir a alta demanda de sua indústria. O acordo é similar a outro obtido por um consórcio de empresas japonesas e sul-coreanas em março para a compra de uma participação na CBMM, também por 1,95 bilhão de dólares. O consórcio é integrado pelas japonesas Nippon Steel, JFE Steel, Sojitz e a estatais Japan Oil, Gas and Metals National Corp, assim como as sul-coreanas Posco e National Pension Service (NPS).

PR ameaça aderir a CPI caso governo não limpe sua imagem

O PR fez, nesta quarta-feira, uma ameaça ao Palácio do Planalto: aderir à CPI da Corrupção caso o governo não conclua investigação sobre supostas irregularidades no Ministério dos Transportes até outubro. Segundo integrantes do PR, o partido espera que o governo atue para limpar sua imagem, arranhada após explosão de denúncias no setor. E cobra da presidente Dilma Rousseff um "atestado de idoneidade" para quem for inocentado na investigação conduzida pelos órgãos de controle do governo. Falando em nome do partido, o presidente nacional do PR e ex-ministro dos Transportes, senador Alfredo Nascimento, informou ao secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, que o partido só pretende voltar à base governista depois de concluída a investigação. "Não nos interessa conversar com o governo sobre participação na estrutura se continuarmos com a biografia suja. O governo precisa dizer quem do partido é laranja podre", disse Nascimento, após encontro com o petista Gilberto Carvalho. Além do ministro, Nascimento se reuniu na véspera com Ideli Salvatti (Relações Institucionais). Foi a primeira vez que pisou no Palácio do Planalto desde que entregou o cargo, no dia 6 de julho. Segundo relato feito ao PR, Ideli e Carvalho afirmaram que Dilma conta com a reintegração do partido à base governista. Nascimento disse, no entanto, que só seria possível depois da conclusão das investigações. A fixação de outubro como prazo é para que a sigla tenha um ano para se recuperar do desgaste até as eleições municipais.