terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Resolução do PT afirma que PSDB é "nau sem rumo"

A executiva nacional do PT aprovou nesta terça-feira resolução em que cita o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e afirma que o PSDB se tornou uma "nau sem rumo". O texto foi apresentado pelo presidente do partido, Rui Falcão, e é semelhante ao que foi rejeitado pela cúpula petista há dez dias, em Belo Horizonte. "Ao reconhecer que 'é mais fácil falar do futuro do euro do que do PSDB', o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso reconheceu a profunda crise programática do neoliberalismo brasileiro. Descreveu a nau sem rumo em que se converteu o principal partido da oposição conservadora do País", diz a resolução. O texto elogia a presidente Dilma Rousseff e afirma que o País teria "milhões de desempregados" caso ainda fosse governado pelos tucanos: "Se o Brasil ainda estivesse sob o jugo dos tucanos, estaria arremetido no turbilhão da crise internacional, com milhões de desempregados, e se veria face a novas privatizações e ameaças à soberania nacional".

Governo prepara redução de IPI para carros nacionais

O governo Dilma prepara redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) de carros nacionais dentro da reformulação do regime automotivo brasileiro. A medida visa reaquecer as vendas no mercado automobilístico, em queda nos últimos meses, e aumentar o índice de nacionalização dos carros fabricados no País. A redução do IPI, em estudo pelos ministérios da Fazenda e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, será concedida às montadoras que cumprirem diversas etapas de produção no Brasil na montagem de seus veículos. Entre essas etapas estão, por exemplo, a realização da pintura do automóvel, soldagem e estamparia. Além disso, as montadoras terão de elevar seus investimentos em pesquisa e desenvolvimento e se comprometer a comprar autopeças produzidas no Brasil. Ainda não há data fechada para o anúncio da medida, já que ela não está finalizada pela equipe técnica do governo e ainda depende do aval da presidente Dilma. A medida é similar à adotada durante a crise econômica de 2008/2009, quando o governo Lula, para estimular o consumo e evitar demissões no setor, cortou o IPI dos carros. Na época, o imposto de carros populares caiu de 7% para zero. O de carros médios, de até 2.000 cilindradas a gasolina, foi reduzido de 13% para 6,5%.

Governo reduz imposto de 298 produtos importados

O imposto de importação de 298 bens de capital e bens de informática que não são produzidos no Brasil caiu para 2% até 31 de dezembro do próximo ano, informou nesta terça-feira a Camex (Câmara de Comércio Exterior), do Ministério do Desenvolvimento. Os investimentos relacionados à importação desses bens são de aproximadamente US$ 4,6 bilhões. A importação de equipamentos está avaliada em US$ 570 milhões. Os setores mais beneficiados serão mineração, siderúrgico e autopeças. Entre os projetos que usarão esses bens estão investimentos em uma indústria de pelotização de minério de ferro e um novo mineroduto, elevando a capacidade de produção para 30,5 milhões de toneladas de pelotas de minério por ano. Será instalada também uma nova fábrica de motores, com capacidade para 120 mil unidades ao ano, e a implantação de um monotrilho para melhorar a infraestrutura de transporte urbano, além da expansão da rede ferroviária de transporte de passageiros por metrô, em São Paulo. Além disso, estão previstos investimentos para implantação de uma nova fábrica de biocombustíveis, com capacidade para produzir 90 milhões de litros por ano; a expansão de um parque fabril para produzir freios ABS, sistemas de direção e de suspensão para veículos; o aumento da capacidade de produção de aços longos destinados à construção civil; a modernização de uma fábrica para produção de lentes oftálmicas; e o aumento da produção, em 4,7 mil toneladas por ano, de cabos metálicos para pneus de engenharia civil. Os produtos serão importados principalmente da Alemanha (26%), da Itália (16%), dos Estados Unidos (13%) e do Japão (11%).

Aeronaves serão removidas do aeroporto de Brasília até março

Seis aeronaves fora de operação que hoje ocupam espaço no Aeroporto Internacional Presidente Juscelino Kubitschek, em Brasília, deverão ser desmontadas e removidas do local até março de 2012. Essa é a previsão do coordenador do programa Espaço Livre – Aeroportos, o juiz auxiliar Marlos Melek,da Corregedoria Nacional de Justiça. “Com isso, teremos livrado o aeroporto de Brasília, um dos mais movimentados do País, destas sucatas, abrindo espaço para outras aeronaves em operação”, afirma o magistrado. Atualmente estão parados no aeroporto internacional de Brasília três Boeings 767-200 da Transbrasil e outros três do mesmo modelo pertencentes à Vasp. Após o desmonte das aeronaves, a sucata deverá ser vendida em leilão e os recursos serão revertidos para o pagamento dos credores das empresas falidas, especialmente trabalhadores. A retirada destas aeronaves só tornou-se possível a partir da adesão da 1ª Vara de Falências de São Paulo e da 19ª Vara Cível de São Paulo ao programa Espaço Livre, em outubro desse ano. As duas respondem, respectivamente, pelo processo de recuperação judicial da Vasp e pela falência da Transbrasil. Segundo o coordenador do programa, após a retirada dos Boeings restarão no aeroporto de Brasília apenas quatro aeronaves de pequeno porte sob custódia da justiça. Lançado em fevereiro deste ano, o programa Espaço Livre busca, por meio da articulação de ações entre os vários órgãos envolvidos, remover dos aeroportos toda a sucata de aviões pertencentes a empresas aéreas que faliram nos últimos anos e ainda ocupam espaços nos terminais. Quatro aeronaves da Vasp que ocupavam áreas no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, já foram desmontadas. A sucata resultante do desmonte foi vendida em leilão e a renda revertida à massa falida da empresa.

Blogueiro mais polêmico de Santa Catarina foi encontrato enforcado em casa, na Grande Florianópolis

O blogueiro mais polêmico de Santa Catarina foi encontrado morto enforcado em casa, nesta terça-feira, na Grande Florianópolis. Amilton Alexandre, o popular Mosquito, do blog Tijoladas (http://www.tijoladas.info/) notabilizou-se pela ferocidade com que atacava e denunciava qualquer pessoa, personalidade e instituição, mas ganhou projeção nacional depois que revelou detalhes de sério incidente protagonizado por um dos herdeiros da família Sirotsky, que em Santa Catarina comanda a mídia, como ocorre no Rio Grande do Sul. O caso só foi desvendado depois da denúncia. Amilton Alexandre deixou uma última mensagem: "Quem tem acessado o blog nas últimas semanas notou um vem e vai de informações, postagens deletadas e até comentários sobre a coragem do blogueiro nas suas manifestações.O blog foi construído com o objetivo de denunciar corrupção, tratar de assuntos ligados a cidadania e versar sobre os mais diversos temas da blogosfera.Durante todo esse tempo, minha atividade foi manter o blog com informações e denúncias.O blogueiro, apesar de muitas vezes advertido, carregou nas tintas contra os políticos. Passou dos limites em alguns casos. Claro, colheu processos e condenações, aos quais recorre.Mas contribuiu para tentar sanear a política catarinense. Não foram poucos os assuntos tratados aqui transformados em inquéritos no Ministério Público e ações civis públicas.Quem achou que havia financiamento de grupos interessados em obter vantagens com o que era publicado aqui, se enganou.Tanta dedicação ao blog levou-me a um isolamento familiar, com oposição a minha atividade, problemas de saúde e outras dificuldades. Nas últimas semanas acusei o nocaute. Não tenho mais como enfrentar as ameaças e retaliações pelo que publico. É sensato dar um tempo.Como diz um amigo meu: O que vc ganhou com o blog? O ganho não foi pessoal, mas coletivo. Talvez um dia eu tenha a resposta para a minha parte.Agora vou tentar me reestruturar numa atividade menos tensa. Preciso dar mais atenção a quem precisa: eu mesmo. Passando pelo Cangablog vejo que o arsenal de maldades dos políticos não para. Vou deixar o Canga linkado aqui permanentemente. Devo dar alguns pitacos lá. Aos meus leitores desejo bom Natal e um Ano Novo com saúde e paz".

Dilma anuncia construção de segunda ponte do Guaíba com recursos federais

Anunciada pela presidente Dilma Rousseff nesta terça-feira, a segunda ponte sobre o Guaíba deve ser concluída em 2016. O edital para o projeto executivo da obra está previsto para o fim de janeiro e o trabalho deve durar até um ano e meio. A previsão é que a construção dure outros três anos, conforme a própria Dilma. Com 1,9 quilômetro, a ponte tem custo estimado em R$ 900 milhões e vai integrar um complexo viário de oito quilômetros. O traçado completo só vai ser definido com a conclusão do projeto executivo, mas a presidente adiantou que o acesso vai ser pela Rua Dona Teodora, que fica no limite dos bairros Farrapos e Navegantes. A ponte deve seguir em linha reta sobre a Ilha Grande dos Marinheiros até encontrar a BR-116.

Delegados gaúchos formalizam pedido de dispensa de operações

Os delegados entregaram nesta terça-feira à chefia da Polícia Civil um documento que confirma o pedido de dispensa das operações Verão, Serra e Fronteira. A carta foi assinada por 400 integrantes da associação da categoria, que também se negam a dar aulas na Academia de Polícia. Os delegados adotaram a medida como forma de pressão ao governo para o realinhamento salarial com a carreira jurídica do Estado. Se não houver avanços nas negociações, novos boicotes poderão ocorrer. O governo promete retomar as tratativas com os delegados ainda nesta semana. Segundo cálculos do governo, a equiparação entre delegados e procuradores do Estado teria um impacto anual de R$ 100 milhões aos cofres públicos.

Réu Lair Ferst confirma versão do MPF de que teria havido desvio do Detran

O empresário Lair Ferst, um dos 32 réus da Operação Rodin, que fez delação premiada, falou nesta terça-feira durante seis horas à Justiça Federal de Santa Maria e fez várias acusações. Originário do PP, onde foi destacado assessor do falecido deputado federal Nelson Marchezan, em seu interrogatório, ele afirmou que teria havido a contratação de empresas terceirizadas só para facilitar o desvio de dinheiro do Detran gaúcho, por meio do superfaturamento desses contratos. Essas terceirizadas prestavam serviços à Fatec, fundação de Santa Maria que fazia os exames de carteira de motorista no Estado para o Detran. A suspeita é que tenham sido desviados R$ 44 milhões do órgão estadual, segundo a denúncia do Ministério Público Federal. Em seu depoimento, o "delator premiado" Lair Ferst confirmou a tese do Ministério Público de que teria havido desvio de dinheiro do Detran. Ele disse ainda que teria ocorrido o pagamento de propina para diversas pessoas e partidos. "Em uma conversa com Flávio Vaz Netto (ex-presidente do Detran, procurador do Estado do Rio Grande do Sul, outra cria do PP gaúcho, que também responde criminalmente nesta mesma ação), ele me disse que o pessoal (os envolvidos no suposto esquema) é muito ganancioso. Vaz Netto disse também que nem ele estava tendo espaço para ganhar "um" (dinheiro), e a governadora (Yeda Crusius) também não estava tendo espaço para receber o dela", disse Lair Ferst. Em seus depoimentos, os demais réus já haviam negado todas as acusações e se declarado inocentes. Apenas o "delator premiado" Lair Ferst confirmou agora as denúncias.

Deputado pede que PGR encaminhe ao STJ pedido de prisão do petista Agnelo Queiroz

O deputado federal Fernando Francischini (PSDB-PR) protocolou nesta terça-feira um pedido de prisão do governador do Distrito Federal, o petista Agnelo Queiroz, e do irmão dele, Ailton Carvalho de Queiroz, na Procuradoria-Geral da República. O documento, que também foi encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça, lista uma série de denúncias contra o governador petista do Distrito Federal, como o suposto enriquecimento ilícito de irmãos de Agnelo. O pedido será analisado pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, que vai decidir se encaminha a denúncia para o Superior Tribunal de Justiça. De acordo com o deputado federal, a suposta tentativa de suborno do policial João Dias na semana passada justifica a prisão cautelar de Agnelo Queiroz. Dias foi o autor das denúncias que levaram à saída de Orlando Silva do Ministério do Esporte. A prisão do irmão de Agnelo seria justificada pela suposta ameaça a um jornalista. “A ameaça desferida ao repórter Claudio Dantas Sequeira evidencia que Ailton Carvalho de Queiroz demonstra ser pessoa perigosa, cuja prática sugere tendência em obstar a instrução criminal, a aplicação da lei penal e possivelmente praticar crime de coação no curso do processo”, diz o deputado no documento.

PSDB e DEM pedem punição de petista por “Lista de Furnas”

PSDB e DEM pediram nesta terça-feira à Procuradoria-Geral da República que investigue o deputado estadual Rogério Correia (PT-MG). A edição desta semana de VEJA mosta como o parlamentar, em conluio com o colega Agostinho Valente (hoje sem mandato), encomendou a "Lista de Furnas", um documento forjado em 2006 para ligar oposicionistas a um inexistente esquema de desvios na estatal no governo Fernando Henrique. O objetivo era fragilizar parlamentares oposicionistas durante a crise decorrente do escândalo do Mensalão do PT e influenciar o trabalho da CPI dos Correios. “Quem tem maioria não pode tudo, não. A minoria tem direitos, vai exercê-los e fatos ilegais serão coibidos por nós à altura”, diz o presidente do DEM, José Agripino Maia. O partido também deve entregar uma representação por quebra de decoro contra o deputado na Assembéia Legislativa de Minas Gerais. VEJA teve acesso a conversas gravadas pela Polícia Federal com autorização judicial, no primeiro semestre de 2006. Elas evidenciam que o estelionatário Nilton Monteiro, preso em outubro deste ano por forjar notas promissórias, agiu sob os auspícios dos deputados Rogério Correia e Agostinho Valente (hoje no PDT) com o objetivo de fabricar a lista. Há diálogos seguidos entre Monteiro e Simeão de Oliveira, braço direito de Rogério Correia. Os dois discutem os padrões das assinaturas de figuras importantes da oposição naquele momento, como o líder da minoria na Câmara, José Carlos Aleluia, do DEM, e o então líder do PSDB, Antônio Carlos Pannunzio. Em troca das falsificações, Monteiro, além de receber pagamento diretos, exigia a liberação de recursos em bancos públicos. É o que demonstram as gravações.

BNDES aprova financiamento de R$ 1,8 bilhão para parques eólicos

O BNDES aprovou financiamentos para a construção de 26 parques eólicos, todos no Rio Grande do Norte, no valor total de R$ 1,8 bilhão. Os recursos serão destinados a quatro projetos distintos que somarão potência instalada de 628,8 megawatts e demandarão investimentos totais de R$ 2,6 bilhões. Com os novos financiamentos, o total de recursos aprovados este ano para parques eólicos pelo banco de fomento totaliza R$ 3,3 bilhões, o maior valor já aprovado pelo banco e 275% superior às aprovações do ano passado, de R$ 1,2 bilhão. Os municípios de Pedra Grande e São Miguel receberão os dez parques eólicos que compõem o empreendimento União dos Ventos e terão potência instalada de 169,6 MW e sistema de transmissão associado. O financiamento do BNDES, de R$ 557,1 milhões, equivale a 73,8% do valor total dos investimentos, de R$ 754,6 milhões. Os recursos serão destinados às dez sociedades de propósito específico (SPEs) criadas pelas empresas Ventos Potiguares e Serveng Energias Renováveis, controladas pelo Grupo Soares Penido, para gerir cada um dos parques eólicos. O Grupo Galvão receberá financiamento do BNDES no valor de R$ 282 milhões para construção de quatro parques eólicos, denominados Projeto São Bento, que fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Instalados em São Bento do Norte, região do semiárido nordestino, os parques terão potência instalada de 94 MW e serão conectados diretamente ao Sistema Interligado Nacional. O apoio do banco corresponde a 70,27% do valor dos investimentos, de R$ 401,4 milhões. O Complexo Eólico Asa Branca, da Contour Global do Brasil, instalará cinco parques com apoio de R$ 453,1 milhões do banco. Os parques terão potência instalada conjunta de 160 MW. Os parques serão construídos nos municípios de João Câmara, Jandaíra e Parazinho, que integram o semiárido do Rio Grande do Norte. A Contour investirá R$ 600 milhões em todo o projeto, que vai criar 800 empregos entre diretos e indiretos. O grupo Desa Eólicas S/A teve financiamento aprovado pelo banco no valor de R$ 555 milhões para a construção de sete parques eólicos. Os parques terão potência instalada de 205,2 MW. O valor total do investimento será de R$ 818 milhões, recursos que possibilitarão a criação de 1.190 empregos, diretos e indiretos, durante as obras. Os empreendimentos serão instalados nos municípios de João Câmara e Parazinho.

Leilão de energia terá quatro hidrelétricas

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) anunciou que o leilão de energia nova marcado para 20 de dezembro contará com a presença de quatro das oito hidrelétricas inscritas. As usinas de São Manoel, Sinop, Ribeiro Gonçalves e Cachoeira Caldeirão ficaram de fora do certame por falta de licença prévia do Ibama. O leilão, chamado de A-5, contratará energia para daqui a cinco anos. Participarão do leilão as usinas que formam o Complexo Baixo Paranaíba (Estreito, Cachoeira e Castelhano) e São Roque.

João Gilberto cancela turnê e deixa shows para o próximo ano

João Gilberto não cantará mais este ano. Pela quarta vez, a estréia da temporada de 80 anos do criador da bossa nova é adiada. O primeiro show aconteceria no domingo, em São Paulo. Mas, segundo Claudia Faissol, mãe da filha caçula do cantor, seus médicos não liberaram a viagem. "Ele continua muito gripado e não pode pegar avião", ela diz. Faissol diz que toda a temporada vai acontecer entre janeiro e junho de 2012, quando João faz aniversário. "João quer cantar, ele vive disse e adora o público dele", afirma.

Senado aprova indicação de Rosa Weber para vaga no Supremo

Em meio a constrangimento, o Senado aprovou nesta terça-feira a indicação de Rosa Maria Weber para ocupar a 11ª cadeira do Supremo Tribunal Federal. Ela recebeu 57 votos favoráveis, 14 contrários e uma abstenção. A votação foi marcada pelas declarações dos senadores Pedro Taques (PDT-MT) e Demóstenes Torres (GO), líder do DEM, sustentando que a nova ministra não demonstrou ter notório saber jurídico, um dos requisitos constitucionais exigidos para o cargo. Uma cena rara para análise de escolha para ministro do Supremo no plenário do Senado. No início do mês, a ministra passou por seis horas de sabatina na Comissão de Constituição e Justiça. Durante a votação desta terça-feira, Taques disse que não via Rosa Weber preparada para ocupar o Supremo. Segundo ele, que é ex-procurador, durante a sabatina, ela deixou várias perguntas sem respostas. O líder do DEM, também integrante do Ministério Público, reforçou o discurso: "Me preocupa o fato de ela não ter mostrado que tem notário saber jurídico. A rejeição não é pelo fato de ser amiga da presidente Dilma Rousseff, de alguma forma tem que ter proximidade, mas ela não deu conta de ser sabatinada na Comissão de Constituição e Justiça".

Governo amplia restrição a sódio em alimentos

O ministro Alexandre Padilha (Saúde) assinou nesta terça-feira, em São Paulo, uma ampliação para mais sete alimentos do acordo com indústrias visando à redução do sódio. Pão francês, batatas frita e palha, salgadinhos de milho, bolos prontos, mistura para bolos, biscoitos doces ou salgados e maionese deverão reduzir níveis variáveis de sódio até 2014 ou 2016, a depender do produto. A menor meta é diminuir 2,5%, e a maior é diminuir 19,5% da substância ao ano. As maiores reduções proporcionais serão feitas nos biscoitos doces recheados, em parte dos bolos prontos e nas misturas cremosas para bolo. O teor de sódio nesses produtos deverá cair para 44% do que é hoje. Segundo o Ministério da Saúde, caberá à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) monitorar a redução progressiva acordada voluntariamente pela indústria. A negociação foi firmada entre o ministério e as associações brasileiras das Indústrias de Alimentação, das Indústrias de Massas Alimentícias, da Indústria do Trigo e da Indústria de Panificação e Confeitaria.

Servidores federais protestam em Porto Alegre na visita de Dilma Rousseff

Servidores do Judiciário Federal no Rio Grande do Sul realizaram na tarde desta terça-feira um protesto contra a presidente Dilma Rousseff durante sua visita a Porto Alegre. Isto sindicato é controlado pelo PCdoB. Centenas de manifestantes chegaram a bloquear ruas do centro da cidade e permaneceram reunidos fazendo barulho com apitos e buzinas nas proximidades do local onde a presidente estaria. Policiais do Batalhão de Operações Especiais da Brigada Militar foram chamados e acompanharam os protestos. Os manifestantes reivindicavam reajustes salariais e reclamavam das condições de trabalho do Judiciário. Placas e faixas levadas pelos servidores também citaram o presidente do Supremo Tribunal Federal, Cezar Peluso. Não há novidade alguma nisso, há no mínimo dez anos o PCdoB comanda protestos e greves na Justiça Federal, especialmente na Justiça do Trabalho.

Garibaldi descarta fusão das pastas da Previdência e do Trabalho

O ministro da Previdência, Garibaldi Alves, afirmou nesta terça-feira que uma possível fusão com o Ministério do Trabalho não está sendo discutida em sua pasta. "Por ora, não tivemos nenhum pedido de discussão nesse sentido", destacou o ministro ao participar de encontro em São Paulo. Segundo ele, "há ministérios mais fáceis de serem fundidos", acrescentou, comentando que as pastas do Trabalho e da Previdência são grandes. "Mas a decisão é da presidente", afirmou. Questionado se teria força para assumir um ministério fruto dessa unificação, Garibaldi comentou que "não seria fácil, mas pode ser". O ministro ainda negou ter dito que o Ministério do Trabalho seria um "abacaxi". "Me disseram que eu iria assumir um abacaxi, o Ministério da Previdência. Hoje eu digo que não é bem assim. É melhor", comentou Garibaldi.

Brasil está na 11ª posição com melhor estabilidade financeira

O Brasil aparece na 11ª posição com melhor estabilidade financeira entre 60 países no Índice de Desenvolvimento Financeiro, à frente de todos os países da zona do euro, dos Estados Unidos e do Japão. O índice, divulgado nesta terça-feira pelo Fórum Mundial de Economia, leva em conta a estabilidade da moeda, do sistema bancário e o risco de crise da dívida soberana. A Arábia Saudita lidera nesse item, seguida da Suíça e, de maneira surpreendente, a Tanzânia, em terceiro lugar. No índice global, levando em conta 120 diferentes dados, Hong Kong pela primeira vez lidera o ranking, superando os Estados Unidos e o Reino Unido.

Negromonte diz que não fica de joelho por cargos

Após reunião tumultada do PP, o ministro das Cidades, Mario Negromonte, disse nesta terça-feira que não é apegado à pasta e tem mais prazer em exercer o mandato de deputado federal. Negromonte se licenciou da Câmara para assumir o ministério no começo do ano. "Cargo não me comove. Eu dou valor ao meu mandato. Gosto muito do Parlamento. Não tenho apego e não fico de joelho para ninguém por causa de cargo. Quando falo 'ninguém' é todo mundo", afirmou. Perguntado se a declaração incluiria a presidente Dilma Rousseff, ele respondeu: "Isso é você que está falando. Sou parceiro, aliado e fiel". Negromonte minimizou as críticas internas dentro do PP sobre a sua gestão no Ministério das Cidades. Ele é alvo há meses de denúncias de irregularidades no ministério. "Esse ministério é muito cobiçado. Tem gente de outro partido querendo, tem fogo amigo dentro do ministério. Se você for identificar é muita coisa. Mas não dou bola para isso", reiterou.

Dilma comemora aniversário de 64 anos nesta quarta-feira em Porto Alegre

A presidente Dilma Rousseff viajou no início da tarde desta terça-feira para Porto Alegre, onde vai passar seu aniversário, nesta quarta-feira, na companhia de familiares: a filha, Paula, e o neto, Gabriel, moram na capital gaúcha. Dilma fará 64 anos. A presidente planeja ainda tirar alguns dias de descanso entre o final deste ano e o início de janeiro. No ano passado, Dilma também passou o aniversário em Porto Alegre. Poucos dias depois, ela seria diplomada no cargo de presidente pela Justiça Eleitoral. Segundo assessores, a presidente deve tirar ainda alguns dias de descanso após o Natal. As férias podem se estender por até duas semanas. A expectativa é de que ela viaje para uma praia da Bahia.

Explosão em ministério no Uruguai deixa ao menos oito feridos

Ao menos oito pessoas ficaram feridas nesta terça-feira após uma explosão ocorrida na sede do Ministério do Trabalho do Uruguai. De acordo com o ministro, Eduardo Brenta, apesar da magnitude da explosão, nenhuma das vítimas sofreu ferimentos graves e não corre risco de morte. Conforme fontes dos bombeiros, o incidente foi causado por um vazamento de gás. Brenta afirmou que as autoridades estão esperando as conclusões do Corpo de Bombeiros para avaliarem melhor os danos materiais e o que gerou a explosão. "A explosão foi aparentemente em um estúdio. Há oito pessoas que ficaram feridas e que foram transferidas a hospitais para receber atendimento médico", disse José Escalada, chefe de Relações Públicas dos Bombeiros.

Renault quer elevar participação de mercado para 6,5% em 2012

A Renault quer aumentar sua participação no mercado automotivo brasileiro dos atuais 5,6% para 6,5% em 2012. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira pelo atual presidente da marca no país, Jean-Michel Jalinier. Até novembro deste ano, a Renault vendeu 172.728 veículos no Brasil, crescimento de 21,6% em relação ao mesmo período do ano passado. As vendas totais do setor somaram 3.096.479 unidades no ano. Neste ano também, a marca atualizou seu plano de investimentos até 2015 para R$ 1,5 bilhão. O valor será destinado à ampliação da fábrica em São José dos Pinhais (PR), que produzirá mais 100 mil veículos por ano.

Governo lança edital para bolsas de estudo no Exterior

A presidente Dilma Rousseff lançou na manhã desta terça-feira os editais para a distribuição de 12,5 mil bolsas de estudo no Exterior para estudantes de ensino superior. Esse é o segundo processo para a concessão desses benefícios pelo programa Ciência Sem Fronteiras. O programa total prevê a distribuição de cerca de 100 mil bolsas de estudo, entre aquelas de iniciativa privada e do governo federal. O edital anunciado agora prevê vagas em instituições de ensino superior de seis países: Estados Unidos, Reino Unido, Itália, Alemanha, França e Canadá. As inscrições das bolsas anunciadas nesta terça-feira vão até 15 de janeiro do próximo ano e a previsão é que os estudantes selecionados estejam nos países em março. A seleção é feita pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). O primeiro edital para o programa já havia selecionado 1,5 mil estudantes que vão estudar em instituições dos Estados Unidos, que foram anunciados nesta terça-feira. Pouco mais da metade deles vai embarcar para o país em janeiro e os demais em julho.

Figueirense contrata ex-lateral Branco como técnico para 2012

O Figueirense anunciou no início da tarde desta terça-feira a contratação do ex-lateral Branco como novo técnico da equipe para a temporada 2012. Branco chega para substituir Jorginho, que deixou o clube após o término do Campeonato Brasileiro. Na competição, a equipe de Santa Catarina terminou na sétima colocação. O novo treinador do Figueirense foi companheiro de Jorginho na seleção brasileira que conquistou o tetracampeonato nos Estados Unidos. "Venho me preparando para isso e agora vou poder colocar tudo o que aprendi em prática e montar uma equipe forte para a próxima temporada. Estou muito feliz e quero fazer a torcida do Figueira feliz também", disse o novo técnico do Figueirense. Branco atuou como coordenador de futebol do Fluminense entre os anos de 2007 e 2009, mas esta é a primeira vez que assume o cargo de treinador de um clube da primeira divisão do Brasileiro.

Aeronave teleguiada americana cai em aeroporto de Seychelles

Um drone americano, um avião teleguiado, caiu no aeroporto internacional de Seychelles nesta terça-feira, segundo um comunicado da embaixada dos Estados Unidos nas ilhas Maurício. De acordo com a nota, a aeronave controlada remotamente MQ-9 caiu no aeroporto localizado na cidade de Mahe, e não há relatos de feridos. "O MQ-9 não estava armado e não causou nenhuma vítima", indicou a embaixada americana, que também abrange as ilhas Seychelles. A Autoridade de Aviação Civil de Seychelles confirmou o acidente e disse que o avião americano estava em uma patrulha de rotina quando caiu por conta de uma falha mecânica. A embaixada americana não comentou a missão da nave e disse que a causa da queda ainda era desconhecida.

Gorbatchov diz que autoridades russas devem renunciar após fraude eleitoral

O último presidente da URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas), Mikhail Gorbatchov, opinou nesta terça-feira que as autoridades russas devem renunciar após as inúmeras denúncias de fraude nas eleições parlamentares de 4 de dezembro. "O melhor passo que poderia ser adotado pelas autoridades seria que apresentassem sua renúncia", afirmou Gorbatchov em declarações à emissora de rádio Eco de Moscou. Gorbatchov criticou a reação das autoridades diante das reivindicações (novas eleições, anulação dos resultados fraudados, libertação dos presos políticos e investigação de todas as irregularidades) apresentadas pela oposição no protesto de 10 de dezembro em Moscou. "Vejo como as autoridades reagiram. Eles querem desacelerar o processo e dilatá-lo. Agora há eleições, depois festas natalinas, eles pensam que talvez não aconteça nada", apontou. "Não podemos permitir que não aconteça nada. Defendo e defenderei, e o mais importante, digo na frente de todos, que devemos anular as eleições", acrescentou.

Gol firma acordo para compartilhar canal de venda com a Webjet

A companhia aérea Gol, por meio da subsidiária VGR Linhas Aéreas, firmou um acordo com a Webjet chamado de interline. Ele permite aos passageiros comprar trechos operados conjuntamente pelas duas companhias ou somente pela Webjet por meio dos canais de venda da Gol. "Uma das grandes vantagens deste acordo é que os clientes provenientes de vôos operados pela Gol em conexão para os vôos da Webjet poderão realizar o check-in apenas uma vez e despachar sua bagagem até o destino final. O mesmo se aplica aos passageiros da Webjet em conexão nos vôos da Gol", afirma em comunicado ao mercado Marcelo Bento, diretor de alianças e rentabilidade da Gol.

Economia holandesa entrou em recessão

A economia holandesa entrou em recessão, informou nesta terça-feira o escritório central de planejamento econômico do país, de acordo com seus dados mais recentes. Segundo o órgão, encarregado de apresentar recomendações econômicas ao governo, depois da queda de 0,3% do PIB no terceiro trimestre de 2011, espera-se que haja contração também neste último trimestre. A economia de um país entra oficialmente em recessão quando se registra queda do PIB em dois trimestres consecutivos. As previsões a médio e longo prazo não são otimistas. Segundo seus cálculos, o PIB também irá cair nos dois primeiros trimestres de 2012. A partir da segunda metade de 2012, a economia holandesa deve começar a se recuperar, mas para o total do ano o PIB deve registrar queda de 0,5%. O deficit fiscal em 2011 irá se situar em 4,6% do PIB, em comparação aos 4,1% registrados em 2010. Previsões realizadas em setembro indicavam um possível deficit de 2,9% em 2012. O escritório também calculou que o desemprego irá crescer 4,5% em 2011 e 5,2% em 2012, o que representa 475 mil pessoas sem trabalho, 90 mil a mais do que em 2011.

Polícia pressiona denunciante a não acusar governador petista Agnelo Queiroz

O policial militar João Dias Ferreira, preso na semana passada pela corregedoria da corporação, foi pressionado por um major e desistiu de acusar o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), investigado por irregularidades quando era ministro do Esporte. João Dias Ferreira é dono de duas ONGs acusadas de desviar dinheiro do Esporte. O policial foi preso e solto na semana passada, após ingressar na sede do governo do Distrito Federal e jogar R$ 159 mil na mesa de funcionários, além de agredir duas pessoas. Após ser preso pela corregedoria da PM, Ferreira foi pressionado por um colega de corporação a não falar sobre a origem do dinheiro, que seria um "cala-boca" de integrantes do governo para não delatar o petista Agnelo Queiroz. Foi gravado um diálogo de 25 minutos entre Ferreira e integrantes da corregedoria da Polícia Militar de Brasília. A conversa se deu após o advogado do PM, André Cardoso, deixá-lo sozinho. A Polícia Militar já investiga o caso, que ocorreu por volta das 7 horas de quinta-feira. Ferreira foi preso por volta das 16 horas de quarta-feira. Segundo o corregedor da PM, coronel Jahir Lobo, a conversa é com o major Márcio Barbosa, enquanto os advogados de Ferreira dizem que foi com o major Elisnei Dias. O coronel diz que Elisnei não estava presente durante a conversa. No diálogo, o major tentou frear Ferreira quando ele começou a falar de irregularidades cometidas por pessoas ligados ao governador. O major disse que o delator seria 'réu confesso' caso falasse de Agnelo Queiroz. "Você está ingressando no campo da política onde os administradores não são eternos. Dá um tempo, pensa o que você vai fazer, para decidir se é réu confesso e cometeu corrupção passiva. Isso aqui não vai para a imprensa, o sistema aqui é diferente. Você está trazendo um esquema de corrupção, que é principalmente sua", disse. Na conversa, o major deixou a entender que Ferreira poderia ter tratamento diferenciado: "Nossa corporação, lamentavelmente, tem dois tratamentos. Não sei se você está entendendo, uma turma é tratada de uma forma e outra tratada de outra forma". O major disse ainda que Ferreira deveria se concentrar apenas no caso de lesão corporal. "O ideal, do ponto de vista jurídico, é lesão corporal leve. No Código Militar, de repente, você não fica nem hoje lá dentro", disse o major. "Estou te dando subsídios para seu advogado te tirar", completou. A conversa foi interrompida uma vez, quando o major atendeu o telefone. "Estou tentando, estou tentando", disse. O advogado André Cardoso afirmou que a gravação "confirma que houve uma tentativa de abafar, por parte da autoridade constituída". "Isso não é correto. Não posso dizer se foi algo político ou corporativo. Meu cliente está sendo pressionado", disse o advogado. Na mesma manhã, segundo o corregedor, o major Márcio Barbosa afirmou que Ferreira desistiu de delatar Agnelo e apresentar mais detalhes do caso que havia contado horas antes, quando foi prestado depoimento sobre lesão corporal.

Presidente do PT-SP fala em vitória no primeiro turno

O presidente estadual do PT, Edinho Silva, afirmou que o pré-candidato do partido a prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, vive "inegável quadro de favoritismo" para a eleição de 2012. Em texto publicado em seu blog, ele ainda sugeriu que a influência recorde do ex-presidente Lula sobre 48% do eleitorado pode levar o petista a uma vitória no primeiro turno. Pesquisa Datafolha divulgada no último domingo mostra que Haddad oscila entre 3% e 4% das intenções de voto. "A pesquisa publicada pelo Datafolha no último domingo traz o inegável quadro de favoritismo do candidato do PT", escreveu Edinho no blog. "A capacidade de Lula influir no voto hoje é muito próxima dos 50% mais 1, ou seja, do necessário para a construção de uma vitória no primeiro turno de um candidato identificado com Lula", afirmou. O presidente nacional do PT, Rui Falcão, comemorou a rejeição de 35% do eleitorado a José Serra (PSDB), que classificou como o concorrente "com mais chances" no partido rival.

Lula passa bem após terceira sessão de quimioterapia

O ex-presidente Lula passou bem a noite após a terceira e última sessão de quimioterapia na segunda-feira. Lula recebeu a notícia de que seu tumor na laringe regrediu 75% graças à quimioterapia a que ele está se submetendo há quase dois meses. Segundo os médicos, não será preciso fazer uma cirurgia. No entanto, em janeiro ele iniciará a radioterapia, que será feita de seis a sete semanas todos os dias. A expectativa é de que o tratamento seja concluído em março. Em entrevista coletiva na tarde de segunda-feira, o médico Roberto Kalil Filho afirmou que o ex-presidente estava apreensivo e a notícia foi recebida com "alívio". "Após a notícia foi um alívio, tanto para ele como para a equipe", disse. "A melhora acima do esperado até surpreendeu a equipe médica", disse Artur Katz, que também compõe a equipe médica que cuida da saúde de Lula. Diagnosticado com um tumor de laringe de agressividade média, no dia 29 de outubro, Lula tem permanecido em casa após as duas sessões de quimioterapia, a primeira iniciada dois dias depois da descoberta da doença, em 31 de outubro, e a segunda, no dia 21 de novembro.

Irã fará manobras para mostrar controle sobre estreito de Ormuz

O Irã planeja fechar o estreito de Ormuz, entrada do Golfo Pérsico e ponto de saída de boa parte do petróleo mundial, durante as próximas manobras navais que seus navios de combate vão realizar em águas internacionais, informou nesta terça-feira a agência iraniana de notícias Isna. "Faremos manobras para fechar o estreito de Ormuz em pouco tempo. Se o mundo quer tornar esta região insegura, nós tornaremos o mundo inseguro", disse Parviz Soruri, deputado membro da Comissão de Segurança Nacional e Política Externa do Parlamento e um dos mais radicais da Câmara. Recentemente, a Marinha iraniana anunciou a realização de amplas manobras, denominadas "Velayat 90", em águas internacionais, entre o Golfo Pérsico e o Mar de Omã, para testar suas unidades de superfície e submarinos mais modernos, além dos mísseis e outras armas e equipamentos militares. Cerca de um terço do petróleo do mundo passa em navios pelo estreito de Ormuz, um dos pontos estratégicos de maior importância no planeta.

Petrobras aponta redução do consumo de combustível no País

O consumo de combustíveis no Brasil reduziu o ritmo no terceiro trimestre, crescendo por volta de 5% ante o mesmo período do ano passado, disse José Lima Neto, presidente da BR Distribuidora, o braço de distribuição da Petrobras, nesta terça-feira. Segundo o executivo, a desaceleração reflete a queda no ritmo da economia, com a estagnação do PIB no terceiro trimestre, mas também é fruto da transferência do consumo de álcool para a gasolina pela população. "O percentual reflete o volume total consumido, incluindo aí álcool e gasolina, além do diesel. Mas quando o consumidor passa a comprar gasolina em vez de álcool para abastecer seu carro o volume total cai porque cada litro de etanol equivale a 0,7 litro de gasolina", explicou o executivo. A gasolina é o combustível com maior crescimento do consumo em 2011, com cerca de 18% de aumento. Em seguida aparece o querosene de aviação, com percentual semelhante ao da gasolina. Já com relação ao consumo de álcool houve uma retração média de 20% no consumo, segundo dados do Sindicom (Sindicato Nacional das Distribuidoras de Combustíveis), por conta da quebra da safra de cana que provocou alta dos preços. No ano passado, o consumo de combustíveis no Brasil havia crescido 9% ante 2009.

Cientistas acham pistas fortes da "partícula de Deus" no LHC

Uma equipe internacional de cientistas diz ter achado sinais do bóson de Higgs, partícula elementar considerada uma das peças fundamentais da formação do Universo após o Big Bang. No entanto, os cientistas do Cern (Organização Europeia de Pesquisa Nuclear), perto de Genebra, disseram que ainda não há provas conclusivas da existência da partícula que, de acordo com as teorias em vigor hoje, confere massa a todas as demais partículas. "Se a observação do Higgs for confirmada, essa realmente será uma das descobertas do século", disse Themis Bowcock, professor de física de partículas da Universidade de Liverpool (Reino Unido): "Os físicos terão descoberto uma pedra angular da composição do Universo, cuja influência sentimos e vemos todos os dias das nossas vidas". Os líderes de dois experimentos, o Atlas e o CMS, revelaram suas descobertas em um seminário lotado no Cern, onde estão tentando localizar traços do arredio bóson ao criar colisões de partículas em altíssima velocidade, no acelerador LHC (Grande Colisor de Hádrons). "Ambos os experimentos produziram sinais essencialmente na mesma direção", declarou Oliver Buchmueller, físíco-sênior do CMS. "Parece que tanto nós quanto o Atlas achamos sinais no mesmo nível de massa das partículas, o que é muito importante" porque eles parecem corroborar um ao outro. Trata-se de uma energia em torno de 126 GeV (gigaelétron-volts). De acordo com o chamado Modelo Padrão da física de partículas, o bóson de Higgs, batizado em homenagem ao físico britânico Peter Higgs, interage com as demais partículas, em uma espécie de campo que permeia todo o Universo, conferindo massa a algumas, enquanto outras não possuem massa. Embora sua descoberta possa solidificar o conhecimento atual sobre partículas como elétrons e fótons, os resultados do trabalho no LHC também poderiam provar que ele não existe. Esse último resultado exigiria que os cientistas repensassem as bases da física atual. Os pesquisadores dizem que só terão certeza sobre os resultados envolvendo o Higgs no próximo ano.

Produção inicial da OGX deve ter novo adiamento

O início da produção de petróleo da OGX, projetado para meados deste mês, poderá ser novamente adiado em meio a adversidades climáticas que dificultam a preparação da plataforma de produção, disse Eike Batista, controlador da petroleira que faz parte de seu conglomerado, o Grupo EBX. A projeção inicial para o primeiro óleo da petroleira, no campo de Waimea, na bacia de Campos, estava marcado para o período entre setembro e outubro, sendo posteriormente remarcada para dezembro. Construída em Cingapura, a plataforma OSX 1 atracou no porto do Rio de Janeiro em outubro com previsão de seguir para a bacia de Campos entre novembro e dezembro, para iniciar um teste de longa duração (TLD) no campo de Waimea. A estimativa da empresa é de uma produção inicial média de 15 mil a 20 mil barris por dia. Nesta terça-feira, a plataforma ainda podia ser vista atracada no porto do Rio de Janeiro. Mas o empresário não acredita que esses atrasos prejudiquem a estratégia da companhia. Eike Batista lembrou que o petróleo que será produzido a partir do seu primeiro projeto já tem venda fechada com a Shell, independentemente da data em que a produção for iniciada. A OGX fechou com a petroleira anglo-holandesa a venda de 1,2 milhão de barris de petróleo, quantidade que será dividida em dois carregamentos de 600 mil barris. O preço fechado entre as duas companhias representa um desconto médio de US$ 5,50 em relação ao Brent. A valores desta terça-feira, o contrato significaria receita de aproximadamente US$ 123 milhões para 24 dias de produção quando o TLD de Waimea estiver operando em sua segunda fase, com volume de 50 mil barris/dia.

Polícia Federal apreende R$ 350 mil do tráfico que, segundo escuta, era para polícia

A Polícia Federal apreendeu R$ 350 mil que, segundo apontam escutas telefônica autorizadas pela Justiça, serviriam para pagar propina a policiais civis de São Paulo. A conversa flagrada ocorreu em 30 de setembro de 2010. "Meu Deus do céu, eu estava contando com esse dinheiro. Tenho que dar 300 mil para a polícia essa semana", afirma João Alves de Oliveira, o Batista, em conversa com o comparsa Euder de Sousa Bonethe. Batista é apontado como o chefe de uma quadrilha internacional de traficantes de drogas que pagava policiais paulistas para evitar que seus integrantes fossem presos. Relatório da Polícia Federal revelado na sexta-feira diz que a quadrilha pagou R$ 3 milhões a ao menos 12 policiais civis do Deic (departamento de investigações criminais) e do Denarc (departamento de narcóticos). Oficialmente, eles ainda não foram identificados. Os achaques ocorreram, segundo a investigação federal, em pelo menos três ocasiões entre os meses de agosto de 2010 e março deste ano.

Base aliada cumpre ordens de Dilma e impede que petista Fernando Pimentel dê explicações no Senado

A tropa de choque do governo Dilma cumpriu as ordens do Palácio do Planalto e blindou, mais uma vez, o ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento e Indústria), derrubando um convite para que ele falasse ao Senado sobre as suspeitas de possível tráfico de influência relacionado às atividades de sua empresa de consultoria. Por 8 votos a 5, o convite foi derrubado na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle. Os aliados sustentam que as denúncias não envolvem questões de governo. Entre 2009 e 2010, a P-21 Consultoria e Projetos, empresa da qual o ministro foi sócio, recebeu R$ 2 milhões. Um dos ministros mais próximos, a presidente Dilma Rousseff pediu empenho da base aliada para evitar a convocação dele. Na semana passada, os governistas já tinham derrubaram convite semelhante na Câmara para ouvir o petista Fernando Pimentel. O líder do PT, Humberto Costa (PE), minimizou as denúncias e afirmou que não há relação com o governo federal. "No máximo, caberia à Câmara de Vereadores convidar ou convocar o ministro por empresas terem relações de prestação de serviços com a prefeitura. Acredito que não tem sentido essa convocação", disse. Autor do requerimento, o líder do PSDB, Alvaro Dias (PR), disse que a base desrespeitava acordo de líderes da Casa para pedir esclarecimentos de ministros envolvidos em denúncias. Ele disse que o PT adota postura diferentes abandonando ministros aliados também suspeitos de irregularidades. "Os ministros do PT são blindados e os demais podem ser jogados ao mar. Eles que se expliquem, se justifiquem. Não há nenhuma razão para rompimento de acordo que existia a convite de ministros denunciados", afirmou. Para o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), os esclarecimentos apresentados por Pimentel não são suficientes: "Não queremos colocar no ministro Pimentel pecha de corrupto. Queremos esclarecimento. Ele precisa esclarecer se as suas atividades de consultoria têm ou não a ver com suas atividades públicas".

STJ concede liberdade a Marcos Valério

O ministro Sebastião Alves dos Reis Júnior, do Superior Tribunal de Justiça, concedeu nesta terça-feira liberdade ao publicitário mineiro Marcos Valério Fernandes de Souza, operador do esquema corruptor do Mensalão do PT, preso sob suspeita de participar de esquema de grilagem de terras na Bahia. Marcos Valério poderá aguardar em liberdade o julgamento de um habeas corpus pela Corte. Reis Júnior concedeu liminar também a favor de Francisco Castilho, sócio de Marcos Valério. Na segunda-feira o ministro havia determinado a soltura de uma das sócias do publicitário, Margareth Maria de Queiroz Freitas. "O Marcos Valério confia no poder Judiciário e, como os fatos ocorreram há nove anos, não havia nenhum motivo legal para a prisão", disse o advogado Marcelo Leonardo, que defende o acusado. O publicitário mineiro foi preso no último dia 2 em Belo Horizonte durante uma operação deflagrada pela Polícia Civil da Bahia contra suspeitos de grilagem de terras no oeste do Estado da Bahia. Ao todo, 15 pessoas foram presas na Bahia, em São Paulo e em Minas Gerais. Marcos Valério começou a ser investigado pela polícia baiana em 2010 após a Procuradoria da Fazenda Nacional de Minas Gerais requisitar informações sobre cinco fazendas apresentadas por ele em garantia em um recurso contra a execução de uma dívida de R$ 158 mil com o fisco. As fazendas Cristal 1, 2, 3, 4, 5 somavam 17.100 hectares, mas na verdade elas não existiam, segundo o delegado. "Era só no papel. A matrícula que originou o registro das cinco fazendas que o Marcos Valério apresentou como garantia era um terreno de 360 metros quadrados", contou o delegado. O esquema funcionava desde 2000 no tabelionato de notas de Barreiras e no cartório de registro de imóveis de São Desidério. Segundo a polícia, funcionários dos cartórios emitiam escrituras falsas. Os papéis serviam tanto para legalizar terras griladas na região quanto para empresários usarem os "imóveis" inexistentes como garantias em financiamentos ou processos judiciais. Uma das presas na operação, segundo o delegado, foi Ana Elisabete Vieira dos Santos, mãe do piloto de testes da Lótus de Fórmula 1, Luiz Razia. Ela era titular do cartório de registro de imóveis de São Desidério e foi demitida a bem do serviço público, em junho deste ano, após processo administrativo disciplinar do Tribunal da Justiça da Bahia.

Militares iranianos são punidos pelos Estados Unidos por violar direitos humanos

O governo dos Estados Unidos anunciou sanções nesta terça-feira contra Hassan Firouzabadi, chefe do Estado-Maior Conjunto do Irã, e Abdollah Araqi, subcomandante das tropas terrestres da mílicia nazista Guarda Revolucionária Iraniana, pelo envolvimento em "graves abusos" dos direitos humanos. Como resultado da decisão desta terça-feira, os americanos estão proibidos de realizar transações com Firouzabadi e Araqi e as autoridades podem congelar os bens que os dois iranianos possuam em qualquer lugar sob jurisdição dos Estados Unidos. Firouzabadi e Araqi também estão sujeitos a sanções de vistos por parte do Departamento de Estado. O objetivo das sanções anunciadas nesta terça-feira é obrigar o governo iraniano a assumir responsabilidade em relação à proteção dos direitos humanos, tal como estipulam suas leis e as convenções internacionais, explicou Michael Posner, subsecretário de Estado para a Democracia e Direitos Humanos. "O povo iraniano sofreu extremamente nas mãos de funcionários que, em vez de proteger seus direitos básicos, ordenaram e orquestraram graves abusos com o objetivo de silenciar as críticas e castigar a dissensão", disse Adam J. Szubin, diretor do Escritório para Controle de Bens Estrangeiros do Departamento do Tesouro em comunicado.

Ministro petista Fernando Pimentel fez "escritório político" na sede da sua empresa de consultoria

O escritório da P-21 Consultoria e Projetos, empresa do ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), foi usado como quartel-general da campanha do petista ao Senado em 2010. A sede da empresa, em um luxuoso prédio do bairro de Lourdes, área nobre na região centro-sul da capital mineira, abrigou encontros com aliados e reuniões com o núcleo de sua candidatura. O local não era o comitê oficial da campanha, que funcionava na Avenida Afonso Pena, também na região centro-sul de Belo Horizonte. Era neste endereço que Pimentel recebia prefeitos do interior interessados em aderir a sua campanha ao Senado. Também era onde adeptos da candidatura petista faziam reuniões para definir as estratégias oficiais para a disputa. Era na sede da P-21, no entanto, que Pimentel se reunia com alguns dos principais articuladores da candidatura. Entre os frequentadores "assíduos" estava, por exemplo, o jornalista e consultor Luiz Lanzetta, proprietário da Lanza Comunicação e amigo do atual ministro. Lanzetta ganhou notoriedade nacional quando foi obrigado a deixar a campanha presidencial de Dilma Rousseff devido a denúncias de que ele se encontrava com arapongas ligados a serviços secretos do governo federal encarregados de produzir dossiês contra tucanos. O mesmo caso também levou Pimentel a se afastar temporariamente da campanha presidencial. Um funcionário que trabalhava no edifício onde funciona a sede da P-21 no período da campanha confirmou que aliados políticos de Pimentel frequentavam o escritório, depois de identificá-los em fotografias. Além de Lanzetta, ele afirmou ter visto no prédio o deputado federal Virgílio Guimarães e o secretário de Obras e Infraestrutura da Prefeitura de Belo Horizonte, Murilo Valadares (que está no cargo desde a gestão de Pimentel no Executivo municipal). Hoje, o escritório está praticamente parado. "Na época da eleição, recebiam muitos políticos", afirmou o funcionário. "Também participamos de conversas lá", contou um dos interlocutores do ministro. Ele fez questão de dizer, porém, que quando tiveram início as reuniões políticas no local Pimentel "suspendeu as atividades empresariais". Questionado sobre a consultoria, Pimentel informou que a última nota fiscal da P-21 foi emitida em agosto de 2010, "quando a campanha pegou fogo".

Crise global afeta crédito, e governo pode socorrer empresas brasileiras

A crise internacional chegou de vez ao Brasil e pelo mesmo caminho que em 2008: a restrição ao crédito para as empresas. Dados do Banco Central mostram que já em outubro o financiamento de matrizes estrangeiras para filiais brasileiras desacelerou fortemente, para US$ 1,2 bilhão, queda de 60% sobre setembro e metade da média mensal de ingresso de 2011. É o pior número desde maio de 2010. Os exportadores reclamam ainda que os bancos pequenos e médios pararam de conceder financiamento, pois preferem ficar com o dinheiro em caixa a assumir riscos em meio às turbulências. Quando emprestam, estão cobrando mais caro. A redução do financiamento externo foi uma das explicações dos analistas para queda de 0,2% no investimento captado pelas Contas Nacionais, divulgadas semana passada. Por isso, o governo estuda repetir medida tomada há três anos: usar dinheiro das reservas para suprir o crédito estrangeiro e financiar as vendas de produtos daqui lá fora. Há expectativa também de que o BNDES abra novas linhas para suprir a demanda dos exportadores que recorreram à equipe econômica para se queixar da dificuldade. Dados do Banco Central mostram que o crédito externo caiu 2,1% em outubro, com estoque de R$ 62 bilhões. É uma reversão de uma sequência de altas seguidas desde julho.

Licitação do lixo de Porto Alegre continua gerando dúvidas sobre o destino do lixo

Algo de absolutamente estranho - para variar - aconteceu nesta segunda-feira envolvendo a "licitação" do lixo da prefeitura de Porto Alegre para a contratação emergencial de uma empresa encarregada de realizar a coleta do lixo domiciliar da capital gaúcha a partir desta quarta-feira (dia 14-12-2011). Por volta das 19 horas, trafegavam pela BR 101, em direção ao Rio Grande do Sul, cinco caminhões coletores de lixo da marca Volkswagen, comprados pela Revita (leia-se Vega Ambiental, ou Grupo Solvi), destinados a realizar a coleta de lixo em Porto Alegre, conforme um dos motoristas. Os caminhões foram parados no Posto Fiscal de Torres, da Secretaria da Fazenda do Estado, ao entrarem no Rio Grande do Sul, onde foram conferidas as notas fiscais. As notas fiscais eram emitidas pela empresa Usimeca, localizada em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, que vendeu os conjuntos (chassis e sistema coletor) para a empresa Revita. Pelas notas fiscais foi possível verificar que o sistema coletor saiu por R$ 127.000,00 (cento e vinte e sete mil reais), e o chassis (caminhão) por R$ 225.880,00 (duzentos e vinte e cinco mil e oitocentos e oitenta reais). Assim, verifica-se que o conjunto (caminhão e coletor) saiu por R$ 353.880,00. (trezentos e cinquenta e três mil e oitocentos e oitenta reais). Como o edital da "licitação" da prefeitura de Porto Alegre para contratação emergencial da prefeitura de Porto Alegre, via DMLU (Departamento Municipal de Limpeza Urbana), previa a necessidade de 43 caminhões (zero quilômetros) para a coleta do lixo domiciliar da capital gaúcha, conclui-se que a Revita gastaria, para atender a cidade, a partir desta quarta-feira, se fosse dotar o serviço de equipamentos novos, o montante de R$ 15.173.849,00 (quinze milhões e cento e setenta e três mil e oitocentos e quarenta e nove reais). Mas, o edital da "licitação" da prefeitura de Porto Alegre, disponível nos dias 29 e 30 de novembro de 2011 (a "licitação" teve seus envelopes abertos no dia 1º de dezembro de 2011), na página 3 da "Planilha de Composição Custos Mensais", no subitem 3.1.1, estimou o valor unitário dos caminhões (chassis) em R$ 172.016,00 (cento e setenta e dois mil e dezesseis reais), e dos coletores em R$ 92.650,00 (noventa e dois mil e seiscentos e cinquenta reais). Ocorre que a prefeitura de Porto Alegre não está exigindo "equipamentos novos", ao contrário, ela permite que na contratação emergencial sejam usados equipamentos (caminhão e coletor) com até cinco anos de uso. Se fosse para comprar, o conjunto (caminhão e coletor) custaria R$ 274.666,00 pela planilha do DMLU. Com esse valor unitário de conjunto, qualquer concorrente deveria gastar no máximo R$ 11.810.638,00 (onze milhões e oitocentos e dez mil e seiscentos e trinta e oito reais). Isso significa dizer que, entre os valores considerados na Planilha de Custos da prefeitura de Porto Alegre e as notas fiscais da Revita haveria uma diferença de R$ 3.363.211,00 (três milhões e trezento e sessenta e três mil e duzentos e onze reais). A planilha de custos da prefeitura de Porto Alegre tem mais um detalhe: ela diz que os valores unitários para caminhões e sistema coletor valem para cálculo de "depreciação". Ora, mas que "depreciação", em um contrato emergencial de seis meses de duração? Então, a Revita poderia colocar em uso na capital gaúcha 43 caminhões "já depreciados". E os caminhões comprados da Usimeca, que trafegavam na BR 101 nesta segunda-feira, assim como outros dez que chegaram em dias anteriores, não seriam utilizados em Porto Alegre. Sempre é bom lembrar: a frota da Qualix/Sustentare tinha menos de cinco anos, e seus caminhões estavam totalmente sucateados. Se o preço montado pela prefeitura de Porto Alegre é para remunerar apenas a "depreciação" da frota já usada que será utilizada na cidade nesses seis meses de contratação emergencial, conforme o item 7.4.1 do edital ("a idade máxima dos veículos e equipamentos, durante a execução do contrato, não deverá ser superior a cinco anos"), então os portoalegrenses estarão pagando um preço exorbitante por sucata. Na licitação realizada em Canoas, a prefeitura local assinou os contratos com a Revita (vencedora dos dois lotes) em julho e deu a ela um prazo de seis meses para começar a trabalhar com a frota nova de caminhões. Ou seja, neste mês de dezembro a Revita precisaria colocar em atividade caminhões novos em Canoas. Não seriam esses os caminhões que estão chegando agora? E não viriam para Porto Alegre os caminhões completamente depreciados, pelos quais a Revita já teria se remunerado pelo capital investido, que estariam agora sendo enviados a Porto Alegre, para o cumprimento do contrato emergencial? Esperem e vejam..... E tem mais um detalhe: um dos caminhões enviados pela Revita ao Rio Grande do Sul, conforme comprovam as fotos, é habilitado para a coleta conteinerizada pela traseira do veículo. Por que será? Não esqueça, a tonelada do lixo conetada pela Revita em Porto Alegre custará 75 reais. Já a tonelada de lixo coletada pela Conesul (que é remunerado por metragem cúbica dos conteineres) custa 198 reais. Não é tentador?