quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Talvane é condenado a 103 anos de prisão

O ex-deputado alagoano Talvane Albuquerque Neto foi condenado, na manhã desta quinta-feira, a 103 anos e quatro meses de prisão como mandante do assassinato da deputada federal Ceci Cunha e de três de seus familiares, o marido, Juvenal Cunha da Silva, a sogra, Ítala Neyde Maranhão Pureza e o cunhado, Iran Carlos Maranhão Pureza. O crime, cometido em 16 de dezembro de 1998, ficou conhecido como Chacina da Gruta. Os quatro assessores e seguranças de Talvane acusados de serem os executores da chacina (Alécio César Alves Vasco, Jadielson Barbosa da Silva, José Alexandre dos Santos e Mendonça Medeiros da Silva) também foram condenados pelo crime. Somadas, as penas chegam a 476 anos. Faz parte da hipocrisia da legislação brasileira dizer que as penas são de 400 anos. Na verdade, Talvane não poderá cumprir mais do que 30 anos. Essa é a pena máxima de prisão admitida pela Constituição brasileira. Assim, com um sexto de pena cumprida, ele poderia sair da cadeia em cinco anos. O júri, formado por sete homens, acolheu a tese da acusação, de que Talvane, suplente de Ceci na Câmara dos Deputados, planejou o crime para herdar o cargo. A deputada, que havia sido eleita pelo PSDB, foi morta logo após sua diplomação como parlamentar, durante uma comemoração em família na casa de sua sogra. Para o júri, as outras vítimas foram executadas para que não houvesse testemunhas do crime. O ex-deputado e seus assessores foram considerados culpados por homicídio duplamente qualificado (por motivo torpe e sem possibilidade de defesa para a vítima), no caso de Ceci, e triplamente qualificado (além dos anteriores, assegurar a impossibilidade de reconhecimento) nos demais. Jadielson e José Alexandre receberam as maiores penas, de 105 anos de prisão cada, por terem atirado nas vítimas. Alécio, condenado a 87 anos e três meses, e Mendonça, sentenciado a 75 anos e sete meses, receberam penas menores porque os jurados entenderam que eles tiveram participação "de menor importância" no crime. O juiz federal André Luís Maia Tobias Granja, que presidiu o julgamento, também determinou que os condenados pagassem R$ 100 mil por danos materiais e 500 salários mínimos por danos morais aos descendentes de cada uma das vítimas.

Telebrasil diz que acesso à internet banda larga cresceu cerca de 70% no País

A Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil) divulgou nesta quinta-feira um estudo revelando um aumento de aproximadamente 70% no número de acessos à internet banda larga em 2011. No ano passado foram registrados 23,3 milhões de novos usuários. Desta forma, o total de pontos de conexão no País passou para 58 milhões. Do total, 16,7 milhões de acessos são de banda larga fixa, com crescimento de 20,6% em 2011, correspondentes a 2,8 milhões de novos pontos. Já os 41,1 milhões de acessos restantes são na modalidade móvel, cuja expansão chegou a 99,3% em 2011, com 20,5 milhões de ativações. Dentro da internet rápida móvel, 33,2 milhões de acessos são via celulares de terceira geração e 7,9 milhões por meio de modems 3G.

Cientistas usam alga e bactéria para produzir etanol

Um estudo recente aposta no uso da alga marrom como fonte para a produção de etanol. Segundo os pesquisadores que desenvolveram a técnica, o biocombustível marinho seria mais vantajoso se comparado ao método mais comum que utiliza a cana-de-açúcar. Um dos primeiros pontos a favor é o local onde vivem. Por estarem nos oceanos, as algas dispensariam lotes de terra para seu "cultivo", não concorrendo com áreas reservadas ao plantio de alimentos. Outro aspecto positivo, defendem os cientistas, é o tipo de açúcar altamente concentrado, revelando ser uma rica biomassa. Os autores do estudo, que será publicado na edição da revista "Science" desta sexta-feira, pertencem à empresa BAL (Laboratório de Bioarquitetura), com sede em Berkeley, na Califórnia. O grupo trabalhou com quatro tanques de algas mantidos em Puerto Montt, no Chile, e a bactéria Escherichia coli. Geneticamente alterada, a E coli pôde não só extrair o principal componente dos açúcares das algas (o alginato), mas também fermentá-lo para originar o etanol. Antes, a bactéria não era capaz de realizar esse feito. No ínicio de 2011, cientistas da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) fecharam um contrato de cooperação tecnológica com a empresa Algae Biotecnologia para a produção de outro biodiesel que utiliza também algas marinhas. Elas seriam responsáveis pela "limpeza" da vinhaça (líquido que sobra após a produção do álcool), que serviria de base para a criação de um novo biodiesel.

Servidores do Executivo voltam a ameaçar governo com greves

Representantes de carreiras do topo do funcionalismo público do Executivo se reuniram nesta quinta-feira, em Brasília, para definir o calendário e a pauta de negociações salariais com o governo. A greve está entre os planos das categorias. Estiveram presentes na reunião porta-vozes dos delegados da Polícia Federal, dos auditores fiscais da Receita e do Trabalho e dos funcionários da Controladoria Geral da União e da Advocacia Geral da União. O governo terá até abril para negociar com os trabalhadores, que pretendem intensificar o rigor das fiscalizações e fazer greve, em última instância. "O governo acaba incomodado com a fiscalização, porque a população começa a reclamar de demora nos atendimentos, de aumento no número de empresas auditadas, por exemplo. É uma forma de criar pressão", informou o delegado Marcos Leôncio, diretor da ADPF (Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal). As principais reivindicações dos funcionários são reposição inflacionária dos salários, política salarial fixa e equivalência de tratamento entre o funcionalismo dos três poderes.

BNDES poderá financiar até 80% dos investimentos em aeroportos privatizados

A diretoria do BNDES aprovou as condições básicas para dar apoio financeiro à concessão de serviços públicos de ampliação, manutenção e exploração dos aeroportos internacionais de Brasília, Campinas e Guarulhos. O apoio do banco será limitado a 80% do investimento total e 90% dos itens financiáveis, de acordo com suas políticas operacionais, sendo 70% em taxa de juros de longo prazo (TJLP, atualmente em 6% ao ano) e 20% em outras moedas, como Selic, IPCA e cesta de moedas, acrescidos de demais taxas. A remuneração básica do BNDES será de 0,9% ao ano, acrescida da taxa de risco da operação, que pode variar de 0,46% ao ano a 3,57% ao ano. O banco de fomento realizou projeções financeiras para os três aeroportos, com base nos investimentos e custos apontados pelo estudo elaborado pela EBP (Estruturadora Brasileira de Projetos) e coordenado pela Accenture, de forma a compatibilizar as condições de apoio do BNDES. Em nota, o banco explicou que sua participação poderá ocorrer por meio de apoio corporativo (diretamente para as empresas), ou sob a forma de "project finance", por meio da criação de uma Sociedade de Propósito Específico. O BNDES exigirá a demonstração da capacidade técnica e econômico-financeira dos empreendedores para a execução do projeto. Entre as exigências para participação acionária por meio de Fundos de Investimentos está a identificação dos cotistas, do gestor e do administrador. O BNDES poderá compartilhar as garantias dos projetos com outros financiadores de longo prazo. Os projetos têm prazos de concessão distintos, que são de 20 anos para Guarulhos, de 25 anos para Brasília e de 30 anos para Viracopos. Está prevista a concessão de empréstimo-ponte, que terá como custo a remuneração básica do BNDES, de 0,9% ao ano, acrescido de TJLP mais 1% ao ano e de taxa de risco de crédito. O prazo de utilização dos recursos é de 84 meses, com seis meses de carência. O financiamento será estruturado em parcelas ("tranches") com base nas características dos investimentos e os juros serão pagos trimestralmente durante a carência. Para os aeroportos de Guarulhos e Brasília, o prazo total do financiamento, incluindo o empréstimo-ponte, será de até 180 meses, enquanto para o aeroporto de Viracopos, em Campinas, será de até 240 meses.

Mais de 100 usuários foram internados em ação na cracolândia em São Paulo

O balanço divulgado nesta quinta-feira pela Secretaria Municipal da Saúde aponta que 106 usuários de drogas foram internados desde o início da ação da Polícia Militar na cracolândia, região central de São Paulo, no dia 3. Até esta quinta-feira, foram realizadas 2.367 abordagens e 436 encaminhamentos a unidades de saúde. A secretaria afirma que possui 1.200 leitos psiquiátricos em hospitais gerais, comunidades terapêuticas ou em sua clínica própria, o Said (Serviço de Atenção Integral ao Dependente). O número de internações supera a média nos meses anteriores à ação: de julho de 2009 até antes do início da operação, foram 2.888 internações de usuários no centro de São Paulo, média de 96 registros por mês. A Polícia Militar realiza desde o dia 3 uma operação na região da cracolândia para combater o tráfico de drogas e evitar aglomerações de dependentes na região. A operação deve persistir na região por tempo indeterminado. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou que a operação da Polícia Militar de combate ao tráfico e ao consumo de drogas na cracolândia não tem prazo para acabar. No mesmo dia em que o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou R$ 6,4 milhões para o tratamento de usuários, Alckmin disse que irá dobrar, de 400 para 800, as vagas para o atendimento de viciados. Só para conferir: o governo federal nunca fez nada pelo combate às drogas em São Paulo, está agora fazendo movimento para beneficiar a campanha eleitoral do petista Fernando Haddad.

Delegados protestam contra exoneração de colega que prendeu juiz

Sete entidades ligadas aos delegados de polícia Civil e Federal promoveram nesta quinta-feira, a partir das 18 horas, um protesto contra a exoneração Frederico Costa Miguel, de 31 anos, que era da Polícia Civil de São Paulo e ficou conhecido em outubro de 2011, quando deu ordem de prisão para um juiz do Tribunal de Justiça paulista. Frederico Costa Miguel foi exonerado da Polícia Civil no último dia 27, em ato do governador Geraldo Alckmin (PSDB) publicado no Diário Oficial. Em outubro, Frederico Miguel acusou Francisco Orlando de Souza, magistrado do Tribunal de Justiça, de dirigir sem habilitação, embriaguez ao volante, desacato, desobediência, ameaça, difamação e injúria. Souza discutiu no trânsito com um motorista e ambos pararam em frente à 1ª DP de São Bernardo do Campo (ABC Paulista) para brigar, mas foram impedidos pelo então delegado. Apesar da repercussão, o caso não foi investigado pela Corregedoria da Polícia Civil. Dez dias após o incidente, o juiz foi promovido a desembargador pelo Tribunal de Justiça. E o delegado, que estava em estágio probatório, foi demitido. Êta Brasil.....

Obama anuncia medidas para facilitar visto dos Estados Unidos a brasileiros

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou nesta quinta-feira uma ordem executiva que pretende agilizar em 40% a capacidade de tramitar vistos em seus consulados no Brasil e na China em 2012, entre outras medidas para potencializar o turismo. A ordem inicia um extenso plano focado em impulsionar a criação de empregos nos Estados Unidos através da facilitação das viagens turísticas de cidadãos de países emergentes, segundo informou a Casa Branca em comunicado. As solicitações de vistos para os Estados Unidos tramitadas no Brasil aumentaram 42% em 2011 e o governo de Obama calcula que para 2016 as viagens dos brasileiros ao país terão aumentado 274% em relação a 2010. Para fazer frente a essa demanda, o Departamento de Estado quer se certificar que 80% dos solicitantes de vistos de turista no Brasil e na China possam ser submetidos à entrevista nas três semanas seguintes ao recebimento do pedido. Outra iniciativa importante é o aumento dos esforços para expandir o Visa Waiver Program, um programa de isenção de visto que permite viagens de turismo e negócios de até 90 dias nos Estados Unidos sem a necessidade do documento. Obama anunciou que o Departamento de Estado do país acaba de nomear Taiwan para fazer parte do programa, que já abrange 36 países. A expectativa é que o Brasil também seja incluído em breve. Tanto no Brasil como na China será iniciado um programa piloto para processar as solicitações de visto, que inclui a possibilidade de prescindir de entrevistas para os viajantes considerados "de baixo risco", como os que estejam tentando renovar seu visto de não imigrante. No caso do Brasil, é previsto que também possam viajar sem entrevista prévia "os jovens ou aqueles que solicitem o visto pela primeira vez", segundo o comunicado.

Twitter da Presidência deprecia José Serra

Sucesso na internet, a adolescente Luiza serviu de motivo para uma postagem depreciativa na conta oficial no Twitter da Secretaria de Imprensa do Planalto contra o tucano José Serra. Na tarde desta quinta-feira, o perfil @imprensaPR retuitou notícia sobre o fenôneno na web com o comentário "Com a volta da Luiza, quem tá indo para o Canadá é o Serra...". O comentário foi retirado logo do ar. Mais tarde, o Twitter da secretaria informou: "Pedimos desculpas a todos pela publicação não autorizada, hoje, neste perfil, do retuíte indevido de um site humorístico". O autor da "brincadeira", segundo assessores da Presidência, será exonerado. Ele teria confundido o Twitter oficial com o seu próprio. Isso dá uma mostra da qualidade do pessoal empregado pelo PT na Presidência da República. Ao menos um desqualificado existe no meio. A notícia retuitada fazia uma "paródia" do episódio, contando que após decidir não concorrer à prefeitura de São Paulo, o tucano José Serra decidiu viajar para o Canadá.

Bebida alcoólica é parte da Copa e não negociamos, diz Fifa

Além de falar sobre o risco de Natal ser excluída entre as 12 cidades da Copa do Mundo de 2014, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, garantiu na tarde desta quarta-feira que haverá venda de cerveja nos estádios do torneio, embora o assunto ainda não tenha sido definido pelo governo. A polêmica começou no ano passado em função de o Estatuto do Torcedor proibir a comercialização de bebida alcoólica dentro das arenas em competições nacionais, desde 2003, além de existir vedação local em vários Estados do País. O assunto, aliás, é um dos mais que tem adiado a aprovação da Lei Geral da Copa. Apesar disso, Valcke bateu o pé em entrevista à imprensa estrangeira no Rio de Janeiro. "A bebida alcoólica é parte da Copa do Mundo da Fifa, então vai ter. Me desculpe, eu posso parecer um pouco arrogante, mas isso é algo que a gente não negocia. Tem que ser parte da lei o fato de que nós temos o direito de vender cerveja", afirmou ele. Para a Fifa, a venda da cerveja nos estádios é uma questão comercial. A federação internacional tem acordo de patrocínio há mais de 25 anos (desde a Copa de 1986, no México) com a marca norte-americana Budweiser, que atualmente faz parte do maior grupo de cerveja do mundo, o Anheuser-Busch InBev. "A nossa parceira, inclusive, é uma empresa brasileira", disse Valcke, lembrando que a cervejaria brasileira AmBev integra a AB InBev. Em seguida, o dirigente resolveu salientar: "Não estamos falamos de bebidas alcoólicas. Estamos falando de cerveja, nada mais". Valcke também anunciou que a mascote e o slogan oficias da Copa-2014 serão definidos até março envolvendo comitê local, governo federal e "o povo brasileiro". Sem explicar os critérios, acrescentou que já existem empresas brasileiras trabalhando nisso. "É algo que pertence ao Brasil. É o que o Brasil vai mostrar ao mundo. Naturalmente, não é decisão da Fifa. Hoje, estamos com uma espécie de pré-acordo e, em março, ambos serão lançados em evento com os presidentes Dilma e Blatter", disse.

Petrobras fecha contrato para construção de terminal oceânico

A Petrobras assinou nesta quinta-feira contrato com a empresa Tanker Pacific Offshore Terminals para a construção de uma unidade para armazenamento e transferência de petróleo. A unidade será o primeiro terminal oceânico da empresa. O terminal, do tipo FSO (flutuação, armazenamento e transferência), será construído a partir do casco de um navio-tanque já existente, com capacidade de armazenamento de 339 milhões de litros (339 mil metros cúbicos). Em nota, a Petrobras frisou que a contratação do FSO é uma das etapas mais importantes do projeto de implantação da Uote (Unidade Offshore de Transferência e Exportação). "A Uote é uma solução de logística inovadora para suporte ao desenvolvimento do pré-sal, na medida em que facilita o escoamento da produção de petróleo para exportação e para as refinarias que estão sendo construídas no Nordeste sem a necessidade de transbordo em terminais terrestres", diz a nota divulgada pela estatal, acrescentando que a unidade terá capacidade de armazenar 2 milhões de barris de petróleo. A estrutura, instalada a 80 quilômetros de Macaé, no Norte Fluminense, contará com o FSO, conectado a um sistema submarino e duas monobóias, permitindo operar simultaneamente com um conjunto de até três navios vindos de plataformas de produção ou recebendo petróleo para exportar. O trabalho de conversão do navio em FSO deverá durar 18 meses. O prazo contratual é de 25 anos.

Alckmin sinaliza ainda esperar uma decisão de Serra

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou nesta quinta-feira que respeita a decisão de José Serra de não se candidatar à prefeitura de São Paulo, mas deu sinais de que ainda não descartou essa possibilidade. Em entrevista após o anúncio do novo salário mínimo regional, Alckmin disse que "ainda há tempo", até março, quando deverão ocorrer as prévias do PSDB, que escolherá o candidato tucano à prefeitura. "Vamos aguardar", disse: "A decisão é só em março, tem tempo". No domingo, o ex-governador e ex-prefeito de São Paulo, José Serra, voltou a recusar sua candidatura.

Impostômetro aponta que brasileiro já pagou quase R$ 100 bilhões de impostos em 2012

O Impostômetro vai atingir nesta sexta-feira a marca de R$ 100 bilhões em 2012, segundo a Associação Comercial de São Paulo. A medição foi criada pela associação para apontar a cobrança excessiva de impostos por parte do governo. Os números representam o resultado da arrecadação de impostos federais, estaduais e municipais. Em 2011, o valor foi de R$ 1,51 trilhão. A arrecadação tributária cresceu cerca de 10% do dia 1º até 20 de janeiro deste ano, na comparação com o mesmo período de 2011, que atingiu o valor apenas no dia 26. Quando foi criado, em 2005, o Impostômetro registrou R$ 773 bilhões em arrecadação.

Kassab diz que aliança com PT não seria "incoerente"

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), afirmou nesta quinta-feira que não vê como "incoerente" uma aliança de seu partido com o PT na disputa eleitoral deste ano. Segundo ele, o PSD é de centro e tem "interlocução fácil com partidos mais à esquerda". "Se temos uma boa relação no plano estadual e no plano nacional com o PT, não tem porque não ser examinada uma aliança. Não seria nenhuma incoerência que seja examinada uma aliança para o futuro", afirmou o prefeito, que elogiou a escolha petista do nome do ministro Fernando Haddad (Educação) para disputar a sua sucessão. A proposta de Kassab por uma aliança com o PT foi feita ao ex-presidente Lula, incentivador da candidatura de Haddad. A idéia é que o PSD de Kassab possa indicar o vice na chapa encabeçada pelo ministro. A aproximação de Kassab com o PT causa constrangimento à bancada do partido na Câmara dos Vereadores.

Brasil aplica "capitalismo de Estado", diz "The Economist"

A reportagem de capa da última edição da revista britânica "The Economist", lançada nesta quinta-feira, comenta sobre a ação do governo brasileiro em empresas e o crescimento das corporações nas chamadas economias de "capitalismo de Estado". A revista, cuja manchete é "O crescimento do capitalismo de Estado", informa que o País, que passou por uma "abrangente privatização nos anos 1990", agora está interferindo em decisões da Vale e da Petrobras e "convencendo empresas menores a formar grupos campeões nacionais". A publicação revela que a África do Sul "flerta" com o modelo brasileiro. De acordo com a matéria, os países do BRICS "não estão promovendo apenas mudanças duras de infraestrutura, mas também na infraestrutura de corporações nacionais". "The Economist" ressalta que os sustentadores do "capitalismo de Estado" argumentam que é possível prover estabilidade e crescimento ao mesmo tempo e que o sistema só pode ser dirigido por um Estado competente. A reportagem revela que a relação com a cultura mandarim ajuda os países asiáticos a desenvolver a boa administração do Estado, mas não é vista no Brasil e na África do Sul, que também estão incluídos no grupo dos emergentes. O texto ressalta que os países que aplicam esse modelo, especialmente a China, "não vêem problemas em manter a mistura entre o Estado e as empresas" e questiona o sucesso do modelo e as perspectivas para os mercados emergentes.

Amorim diz esperar decisão sobre caças ainda no primeiro semestre

O ministro da Defesa, o petista Celso Amorim, diz esperar para o primeiro semestre deste ano uma decisão do governo sobre a compra de 36 novos caças para a FAB, uma aquisição de cerca de 10 bilhões de reais que visa modernizar a frota e substituir as aeronaves usadas atualmente. A opção de adiar a escolha foi tomada no início do ano passado pela presidente Dilma Rousseff, que priorizou o corte de gastos em seu primeiro ano de governo. "A presidenta está consciente da importância, e eu espero que isso possa ser encaminhado em breve, eu não quero fixar prazo. Você pergunta a minha expectativa, eu gostaria que fosse tomada no primeiro semestre, porque leva um tempo, depois de tomar a decisão, para concretizar, para chegar o primeiro avião", disse ele. O ministro avaliou que a manutenção dos Mirage 2000, atualmente usados pela FAB, ficará excessivamente cara a partir de 2013, o que aumenta a importância da escolha do modelo que os substituirá. O processo de escolha do novo caça para a FAB, conhecido como FX-2, se arrasta desde o governo do ex-presidente Lula. Estão no páreo os caças Rafale, da francesa Dassault; o F-18 Super Hornet, da norte-americana Boeing; e o Gripen NG, da sueca Saab.

Suécia investiga destino de herói detido durante o Holocausto

A Suécia decidiu abrir uma nova investigação sobre o destino de Raoul Wallenberg, considerado um herói por salvar dezenas de milhares de judeus húngaros dos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial e que desapareceu após ser detido por tropas soviéticas em 1945. O inquérito, no ano do centenário do diplomata sueco, será conduzido por Hans Magnusson, diplomata que comandou uma comissão russo-sueca que se debruçou sobre o assunto na década de 1990, disse uma porta-voz da chancelaria em Estocolmo. O objetivo da investigação, segundo a porta-voz, será "examinar se há alguma nova informação disponível que possa ser encontrada a respeito do que aconteceu com Raoul Wallenberg". O diplomata salvava judeus em Budapeste principalmente por meio da emissão de passaportes suecos, ou dando abrigo a perseguidos em imóveis que ele adquiriu e declarou serem território diplomático do seu país. A Rússia diz que Wallenberg foi achado morto na sua cela, em Moscou, em 17 de julho de 1947, mas nenhuma prova disso jamais foi divulgada. Pesquisadores afirmar haver evidências de que ele estava vivo dias depois, mas que a Rússia nega acesso a arquivos que poderiam elucidar o mistério. Eles dizem também que a Suécia não exerceu suficiente pressão sobre Moscou. O chanceler sueco, Carl Bildt, reforçou que pouco se fez para salvar o herói quando isso seria possível. "A falta de envolvimento do governo sueco depois que Raoul Wallenberg foi capturado e levado para a infame prisão de Lubyanka, em Moscou, é ao mesmo tempo embaraçosa e dolorosa", disse ele em Budapeste, por ocasião da abertura de uma exposição sobre os feitos de Wallenberg. Um grupo de sobreviventes do Holocausto elogiou a reabertura das investigações do diplomata, apontado como um "raro herói". "Desvendar o mistério de Wallenberg é uma obrigação moral para com esse humanitarista abnegado, e é uma desgraça que as respostas ao seu trágico fim continuem sem resposta", disse em nota Elan Steinberg, vice-presidente da Reunião Americana de Sobreviventes do Holocausto e Seus Descendentes: "A humanidade tem com sua memória uma dívida que nunca poderá ser paga. Descobrir a verdade é o mínimo que podemos fazer".

Fifa confirma sorteio da Copa das Confederações em São Paulo

São Paulo será a sede do sorteio da Copa das Confederações. A decisão foi oficializada pela Fifa nesta quinta-feira. O local do sorteio ainda não foi definido. O evento será realizado em dezembro. A Copa das Confederações é um torneio organizado pela Fifa que servirá para testar o País um ano antes do Mundial. Inicialmente, a competição será disputada em quatro cidades: Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Fortaleza. Mas, Salvador e Recife ainda poderão ser incluídas no evento, que começa em 15 de junho de 2013. Com a possibilidade de a seleção não jogar no Maracanã durante a Copa-14, a Fifa pretende agradar aos torcedores cariocas na Copa das Confederações. A seleção brasileira pode jogar até duas partidas no Rio de Janeiro no torneio-teste para o Mundial.

Azul lança vôo semanal entre Campinas e Congonhas

A companhia aérea Azul anunciou nesta quarta-feira um novo vôo semanal, aos sábados, entre os aeroportos de Congonhas (São Paulo) e Viracopos (Campinas). A primeira viagem será feita em 4 de fevereiro. O vôo de ida sai de Viracopos às 14 horas e chega às 14h32 em Congonhas; em seguida, o avião deixa o aeroporto paulistano às 14h58 e retorna às 15h24 para Viracopos. A distância entre as duas cidades é de aproximadamente 93 quilômetros. O vôo Campinas-São Paulo levará 32 minutos e a volta, 26 minutos. O avião será um turbohélice ATR 72-600 com 70 lugares. Apesar do tempo curto de viagem, o passageiro terá de chegar com uma hora de antecedência no aeroporto de origem. Com isso, o tempo da viagem será parecido com o feito por carros entre as duas cidades, cerca de uma hora e meia. O trecho entre São Paulo e Campinas sai por R$ 50,56 e o de volta, a R$ 46,13, incluindo as taxas. Em comparação, uma viagem de ônibus entre as duas cidades, com as taxas também incluídas, custa R$ 22,80. O novo vôo é uma mudança de uso no único slot (reserva de horário) que a Azul tem em Congonhas. O espaço era usado para ligar Congonhas a Porto Seguro (BA). O passageiro ainda poderá viajar à cidade, porém agora com uma escala em Campinas.

Rick Perry se retira de disputa republicana e anuncia apoio a Gingrich

O governador do Texas, Rick Perry, anunciou nesta quinta-feira que decidiu abandonar a corrida republicana para ser nomeado candidato do partido para disputar a presidência nas eleições de novembro contra o democrata e atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Perry afirmou que agora vai voltar ao Texas e se preparar para a próxima disputa, apoiando o pré-candidato e ex-titular da Câmara de Representantes, Newt Gingrich. O anúncio vem dois dias antes das primárias do Estado da Carolina do Sul, que estão programadas para este sábado. "É preciso saber quando chega a hora de fazer uma retirada estratégica. Não há um caminho viável para mim nessa campanha de 2012", disse em pronunciamento realizado na Carolina do Sul: "Por isso estou suspendendo minha campanha e apoiando Newt Gingrich". O governador do Texas defendeu a necessidade de que um líder conservador republicano vença as eleições gerais em novembro deste ano contra Obama para que os Estados Unidos tenham um presidente "que traga uma mudança real" no país. Sobre Gingrich, Perry afirmou não ter dúvidas de que o ex-titular da Câmara de Representantes tem o necessário para liderar a Casa Branca e satisfazer o movimento conservador dos Estados Unidos, afastando-se das decisões tomadas pelo atual presidente democrata. Com a saída de Rick Perry, restam apenas quatro republicanos disputando a nomeação como candidato pelo partido: o apontado como favorito, Mitt Romney; o ex-senador Rick Santorum; o representante do Texas, Ron Paul; e o ex-titular da Câmara de Representantes, Newt Gingrich, agora apoiado por Perry.

Jovem é presa no aeroporto de Guarulhos com dez quilos de ecstasy

A Polícia Federal apreendeu na manhã de quarta-feira, no aeroporto de Guarulhos, cerca de 10,3 kg de ecstasy escondidos na mala de uma passageira de 18 anos vinda da Europa e presa em flagrante. Segundo a Polícia Federal, a jovem estava fazendo conexão para Florianópolis, vinda de Lisboa, quando foi abordada por policiais federais, que teriam desconfiado dela. A polícia encontrou 51,5 mil comprimidos de ecstasy dentro do forro de uma mala que havia sido despachada com os pertences pessoais da mulher. A garota foi presa em flagrante e responderá por tráfico internacional de drogas, podendo pegar de cinco anos e dez meses a 25 anos de prisão.

ThyssenKrupp pode vender usina no Rio de Janeiro

A ThyssenKrupp está considerando a venda das usinas da empresa no Rio de Janeiro e no Estado norte-americano do Alabama, publicou nesta quinta-feira a revista alemã "Manager". A Vale, que já tem participação de cerca de 25% na CSA (Companhia Siderúrgica do Atlântico), pode ser uma possível compradora, publicou a revista em sua edição online. A notícia foi publicada um dia antes do encontro anual da ThyssenKrupp, no qual a maior produtora de aço da Alemanha deve enfrentar questionamentos de acionistas sobre a CSA e a usina no Alabama. A ThyssenKrupp teve prejuízo líquido de 1,8 bilhão de euros (US$ 2,4 bilhões) no ano fiscal de 2010/2011 e culpou o resultado aos altos custos da fábrica no Brasil, operada por sua unidade Steel Americas, o fortalecimento da moeda brasileira e os fracos mercados de aço nos Estados Unidos e na Europa. As usinas da ThyssenKrupp no Brasil e no Alabama são interligadas, com a CSA produzindo placas de aço para serem acabadas nos Estados Unidos. A usina no Rio de Janeiro, que tem capacidade para 5 milhões de toneladas de placas por ano, começou a operar em setembro de 2010, após investimento de 5 bilhões de euros e cinco anos de construção. A CSA, projetada em 2005, quando o mercado de aço mundial não atravessava uma crise de sobreoferta e forte alta nos custos de insumos como carvão e minério de ferro, sofreu uma série de problemas ambientais que atrasaram seu cronograma.

Ministério da Saúde libera R$ 1,3 milhões para haitianos no Acre

O Ministério da Saúde determinou que a partir desta quinta-feira será liberado R$ 1,3 milhão para o Estado do Acre, segundo portaria publicada no Diário Oficial da União. De acordo com o texto, os recursos serão usados nos serviços de saúde destinados aos haitianos que se instalaram na região. Agora é asssim, o sujeito entra clandestino no Brasil e recebe plano de saúde. E o brasileiro comum morre na fila do SUS, esperando um atendimento que não chega. O Acre é a principal porta de entrada dos haitianos que pedem refúgio ao Brasil na condição de desalojados por desastres naturais. O número de pedidos aumentou nos últimos meses em consequência do agravamento da situação no país por causa do terremoto ocorrido em 12 de janeiro de 2010.

Proposta de petista reserva vagas para deputados negros

Uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do deputado federal Luiz Alberto (PT-BA) prevê a reserva de vagas na Câmara, nas assembléias legislativas e na Câmara Legislativa do Distrito Federal para parlamentares negros. Segundo a proposta, o número de vagas seria definido com base no percentual de pessoas que tenham se declarado negras ou pardas no último censo do IBGE. Esse número não poderá ser menor que um quinto do total das vagas no Parlamento ou maior que a metade das vagas. A proposta prevê ainda a prorrogação da reserva por mais cinco legislaturas, por intermédio de uma lei complementar. "Para ter uma idéia do impacto disso, hoje nós temos cerca de 30 deputados negros na Casa. Com essa proposta, iriam para 150. Evidentemente que os partidos teriam interesse em disputar essas vagas. Não tenho nenhuma ilusão de que é fácil aprovar essa proposta, mas queremos fazer o debate público, com os movimentos sociais, com a sociedade, para que isso repercuta no Parlamento e possamos aprovar essa PEC", disse o deputado petista. A Comissão de Constituição e Justiça da Casa vai analisar a admissibilidade da PEC. Caso aprovada, uma comissão especial será criada para avaliar a proposta. Depois, o texto precisará ser votado em dois turnos no plenário da Câmara.

Anatel aprova proposta de edital de leilão para tecnologia 4G

O Conselho Diretor da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) aprovou nesta quinta-feira a minuta de edital do leilão da faixa de 2,5 gigahertz, que será destinada à tecnologia 4G. Os vencedores do leilão, marcado para abril, terão de cumprir um cronograma de atendimento. Até o início da Copa do Mundo no Brasil, em 2014, todas as capitais e cidades com mais de 500 mil habitantes terão serviços de telefonia e internet móvel 4G. O cronograma da minuta define outras datas, entre elas a de oferecer o 4G em cidades com até 100 mil habitantes até o final de 2015 e até dezembro de 2017 nos municípios entre 30 mil e 100 mil habitantes. A Anatel também estabeleceu que todas as cidades do País deverão ter acesso à tecnologia 3G, pelo menos, até 31 de dezembro de 2019. A minuta do edital vai agora para consulta pública. A Anatel espera atrair cinco empresas para participar do leilão, que também ofertará sobras de faixas de frequência da tecnologia 3G e também uma faixa de frequência específica para atendimento de áreas rurais. Haverá ainda cronograma para o uso de conteúdo nacional nos investimentos feitos para tecnologia 4G no Brasil. Até 2014, 60% dos investimentos deverão ser feitos com conteúdo nacional. Esse índice passa a ser de 65% entre 2015 e 2016 e de 70% a partir de 2017.

Chico Anysio tem complicação renal

O humorista Chico Anysio teve uma complicação renal, informa o boletim médico divulgado nesta quinta-feira. Segundo o hospital, Chico Anysio foi acompanhado durante a tarde desta quinta-feira por um nefrologista para avaliar a necessidade da realização de diálise. O humorista permanece internado no CTI do Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Segundo boletim assinado pelo médico Luiz Alfredo Lamy, clínico-geral, o estado de saúde de Chico Anysio é grave e inspira cuidados. Anysio, de 80 anos, respira com ajuda de aparelhos e não há previsão para reduzir o medicamento que controla sua pressão arterial. Não há também previsão de alta. Chico Anysio está internado desde o dia 22 de dezembro. No último sábado, o humorista foi submetido a uma cirurgia de emergência no abdômen. No procedimento, um segmento do intestino delgado foi retirado.

Recontagem dos votos de Iowa mostra Santorum à frente de Romney

O pré-candidato republicano Rick Santorum, ex-senador da Pensilvânia, ficou à frente do concorrente Mitt Romney no caucus do Estado de Iowa por 34 votos, mas não pode ser declarado vencedor, segundo resultados revisados publicados nesta quinta-feira. Há duas semanas, Mitt Romney havia sido declarado vencedor da prévia eleitoral de Iowa, que abriu a disputa pela Casa Branca, por apenas oito votos em mais de 122 mil. A recontagem dos votos referentes ao caucus republicano (assembléia onde os votantes decidem o candidato de seu partido) realizado no dia 3 de janeiro apontou que Mitt Romney ficou em segundo lugar na votação, e não foi vencedor. Apesar da ligeira vantagem de Santorum, um verdadeiro vencedor não pode ser apontado, uma vez que os resultados de oito dos 1.774 distritos não puderam ser localizados para a revisão. Considerando os votos revistos, porém, Santorum ficaria à frente de Romney. Os votos contabilizados mostram o ex-senador da Pensilvânia com 29.839 votos, contra 29.805 votos obtidos pelo ex-governador de Massachusetts Mitt Romney.

Diretora editorial Luciana Villas-Boas deixa editora Record

A diretora editorial do Grupo Record, Luciana Villas-Boas, vai deixar o cargo. O Grupo Editorial Record, o maior do País no setor de obras gerais (exclui didáticos, técnicos e religiosos), soltou uma nota para comunicar a saída. Em um e-mail a amigos e colaboradores, Luciana informou que sai para abrir uma agência literária, a Villas-Boas & Moss Agência e Consultoria Literária. Ela afirma na mensagem que continuará na editora até 31 de março e que sai por por "motivação estritamente pessoal". Há 16 anos no cargo, Luciana Villas-Boas tem sido no período uma figura poderosa no universo do livro no Brasil. A perda para a Companhia das Letras dos direitos de Assim como Jorge Amado, autor que a Record já perdera para a Companhia em 2007, Drummond tem potencial de vendas tanto para o setor educacional quanto para o comércio tradicional. Questionada sobre o episódio, a vice-presidente do Grupo Record, Sônia Machado Jardim, disse: "Ela se sentiu culpada no momento em que perdemos o Drummond, como se pudesse ter feito alguma coisa para evitar. Ela ficou muito aborrecida, e nós também, mas não houve nada concreto". Outros fatores contribuem para a instabilidade da diretora. Um deles é a discrepância entre os poucos títulos do grupo nas listas de best-sellers e os vários livros de editoras menores e novatas. No fim de 2012, a editora Record, carro-chefe do grupo, faz 70 anos. O conglomerado reúne casas como José Olympio, Civilização Brasileira, Bertrand e Best Seller. Sergio Machado acumulará as funções de Publisher e Diretor Editorial até se decidir a nova estrutura do departamento.

Jogador do Santos pede jornalista da Globo em casamento durante entrevista coletiva

Ainda se recuperando de uma cirurgia no tornozelo direito sofrida em novembro, o volante Adriano, do Santos, resolveu pedir em casamento a jornalista Fernanda Tavares, da TV Tribuna de Santos, que é filiada da TV Globo, durante entrevista coletiva na sala de imprensa do CT Rei Pelé. "Vim para falar de uma situação totalmente diferente do futebol. Há um ano, encontrei uma pessoa que está me fazendo muito feliz. Nos piores momentos da minha vida ela esteve comigo. Quero muito ficar noivo dela e futuramente me casar. Eu tenho certeza que escolhi a pessoa certa", disse Adriano. Logo após a declaração de Adriano, Fernanda Tavares se dirigiu ao local onde os jogadores concedem entrevistas e recebeu uma aliança e aceitou o pedido. O casal namora há um ano e, segundo a repórter, o pedido foi uma surpresa: "Ainda estou assimilando. Não esperava esse pedido de casamento. Achei que Adriano ia falar sobre o tratamento ou sobre a renovação do contrato. Não esperava me envolver com nenhum boleiro".

União Européia considera que Falklands é "assunto bilateral"

A União Européia anunciou nesta quinta-feira que considera "um assunto bilateral" o conflito entre Argentina e Reino Unido pelo controle das ilhas Falklands. O declaração foi feita após reportagem do "The Times" revelar que o primeiro-ministro britânico, David Cameron, planeja o envio de tropas para o território no Atlântico Sul. Apesar de não querer se envolver na questão, o porta-voz da secretaria geral da União Européia afirmou que o arquipélago aparece como dependente a um "estado membro" nos tratados europeus. Mais cedo, o "The Times" revelou que Cameron aprovou um plano de contingência que aumenta o efetivo militar na região após discussões sobre a agressividade da retórica do governo de Cristina Kirchner. Na quarta-feira, o primeiro-ministro acusou a Argentina de "colonialismo" por reivindicar a soberania sobre as ilhas. Em resposta, o ministro do Interior argentino, Florencio Randazzo, afirmou que as declarações foram "ofensivas, especialmente em se tratando de Reino Unido": "A história mostra claramente qual foi sua atitude frente ao mundo". A soberania sobre as ilhas é disputada desde 1833 entre os dois países. Em 1982, a junta militar que governava a Argentina decidiu ocupar o arquipélago e procou uma guerra, que foi ganha pelo Reino Unido e provocou centenas de mortes e graves consequências econômicas para os argentinos. A ordem de invasão foi dada pelo general Leopoldo Galtieri, o último da sequência ditatorial, como último meio de sustentar a ditadura que se esgotava. E os argentinos aderiram em peso a esta loucura. Agora, a peronista populista Cristina Kirchner, com seu país mergulhado em crise, inflação altíssima, assume o papel do farsesco general Galtieri. Os britânicos planejam enviar em breve novo efetivo à ilha da Ascensão, no oceano Atlântico, para garantir a segurança nas Falklands. O Reino Unido tem quatro aviões de combate na base de Mount Pleasant e alguns navios de patrulha. Em fevereiro, o príncipe William, segundo na sucessão ao trono britânico, viajará às Falklands para participar de treinamentos militares de resgate.

Ibope diz que brasileiro vai gastar em média R$ 670,00 com roupas em 2012

Cada brasileiro deverá gastar, em média, R$ 670,00 com roupas em 2012, segundo estudo divulgado nesta quinta-feira pelo Ibope Inteligência, desenvolvido com a ferramenta Pyxis Consumo. O valor é 15% maior do que o estimado no ano anterior, de R$ 583,00. A região Sul é a que possui maior expectativa per capita, com R$ 791,00 seguida da região Centro-Oeste, com R$ 740,00, e da região Sudeste, com R$ 729,00. De acordo com o Ibope, o varejo de vestuário deve movimentar R$ 109 bilhões no ano.

Salário mínimo de São Paulo sobe para R$ 690,00

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou nesta quinta-feira reajuste de 15% para o piso do salário pago no Estado de São Paulo. Assim, a primeira faixa de pagamentos, atualmente em R$ 600,00 será corrigida para R$ 690,00. As faixas superiores (de R$ 610,00 e R$ 620,00) terão correção um pouco menor e vão subir para R$ 700,00 e R$ 710,00 respectivamente. A medida beneficia os trabalhadores da iniciativa privada que não possuem piso salarial definido por lei federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho. As três faixas salariais são estabelecidas de acordo com grupos de ocupação de trabalhadores. Entre as categorias incluídas na primeira faixa estão trabalhadores domésticos, serventes, trabalhadores agropecuários e florestais, pescadores, "motoboys", entre outros. Na segunda faixa estão incluídos, entre outros, barbeiros, cabeleireiros, manicures e garçons. A terceira faixa, que passa a ter como piso o salário de R$ 710,00 estão incluídos os chefes de serviços de transportes e de comunicações, supervisores de compras e de vendas, agentes técnicos em vendas e representantes comerciais. De acordo com o governo, a estimativa é que o piso beneficie mais de 7,8 milhões de trabalhadores do Estado.

Salário mínimo de São Paulo sobe para R$ 690,00

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou nesta quinta-feira reajuste de 15% para o piso do salário pago no Estado de São Paulo. Assim, a primeira faixa de pagamentos, atualmente em R$ 600,00 será corrigida para R$ 690,00. As faixas superiores (de R$ 610,00 e R$ 620,00) terão correção um pouco menor e vão subir para R$ 700,00 e R$ 710,00 respectivamente. A medida beneficia os trabalhadores da iniciativa privada que não possuem piso salarial definido por lei federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho. As três faixas salariais são estabelecidas de acordo com grupos de ocupação de trabalhadores. Entre as categorias incluídas na primeira faixa estão trabalhadores domésticos, serventes, trabalhadores agropecuários e florestais, pescadores, "motoboys", entre outros. Na segunda faixa estão incluídos, entre outros, barbeiros, cabeleireiros, manicures e garçons. A terceira faixa, que passa a ter como piso o salário de R$ 710,00 estão incluídos os chefes de serviços de transportes e de comunicações, supervisores de compras e de vendas, agentes técnicos em vendas e representantes comerciais. De acordo com o governo, a estimativa é que o piso beneficie mais de 7,8 milhões de trabalhadores do Estado.

Morre secretário de Recursos Humanos do governo Dilma

Morreu na madrugada desta quinta-feira, de infarto do miocárdio, o secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira. No cargo desde 2007, responsável por boa parte das negociações que garantiram os maiores reajustes ao funcionalismo no segundo mandato do governo Lula, Duvanier foi da CUT, é amigo pessoal e participou da equipe de governo da atual senadora Marta Suplicy (PT), na prefeitura paulistana. Com 56 anos, estava para ser promovido na equipe da ministra Miriam Belchior, para o recém-criado cargo de secretário de Relações de Trabalho, específico para negociar acordos salariais com o funcionalismo. Em entrevista ao jornal "Valor", na semana passada, Duvanier disse que neste ano haverá "uma pressão grande" por reajuste salarial por parte do funcionalismo, mas assegurava que "não haverá concessão por ser ano eleitoral".

Cantora Sinead O'Connor internada para tratar depressão

A cantora irlandesa Sinead O'Connor deu entrada em um hospital esta semana para tratar um quadro de depressão. Em seu perfil no Twitter, a cantora afirmou que espera passar duas semanas sob tratamento. "Não quero que ninguém se preocupe. Só é motivo para preocupação uma pessoa deprimida que não vai para o hospital. Tudo ficará bem", escreveu no microblog. Na semana passada, Sinead O'Connor, de 45 anos, revelou ao jornal "The Sun" que tinha tentando se matar dias antes e usou o Twitter para pedir ajuda aos fãs para encontrar um bom psiquiatra: "Eu não quero abandonar meus filhos. Ou destruir meu trabalho. Me desculpem por preocupá-los". A cantora voltou à midia em dezembro ao se casar com Barry Herridge e, poucos dias depois, anunciar que estava se divorciando. Após poucas semanas, ela revelou pelo Twitter que estava "namorando" Herridge novamente para, em questão de dias, se separar mais uma vez. Sinead O'Connor começou a carreira nos anos 1980 e fez sucesso na década seguinte com uma versão para a balada "Nothing Compares 2 U", de Prince.

Irã nunca tentou fechar estreito de Hormuz, diz ministro

O ministro de Relações Exteriores do Irã, Ali Akbar Salehi, disse nesta quinta-feira que seu país nunca tentou bloquear o estreito de Hormuz, mas advertiu as nações árabes de que não deveriam se colocar em uma "posição perigosa" ao tomar partido dos Estados Unidos na disputa sobre seu programa nuclear. "Jamais o Irã tentou impedir ou colocar obstáculos a esta rota marítima importante", afirmou durante uma entrevista à rede de televisão turca NTV: "Nós queremos a paz e a estabilidade na região, mas os americanos, que estão a 12 mil milhas daqui, querem dirigir certos países". Hitler também disse insistentemente que queria a paz, enganou franceses e ingleses até a última hora, então invadiu a França e atacou a Inglaterra. "Peço a todos os países da região que, por favor, não se deixem arrastar para uma posição perigosa", disse Salehi, que está em visita à Turquia. Salehi aparentemente estava se referindo à ligação dos vizinhos árabes com os EUA, que mantêm uma enorme frota no Golfo Pérsico.

Haddad diz que processos judiciais contra Enem dificultam duas edições em 2012

O ministro Fernando Haddad (Educação) afirmou nesta quinta-feira que a decisão judicial que determinou o acesso de todos os candidatos à redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) dificulta ainda mais a possibilidade da realização de dois exames neste ano, como estava inicialmente previsto. O próprio Haddad já havia dito na semana passada que a nova edição do exame no primeiro semestre, nos dias 28 e 29 de abril, não estava garantida. Agora, no entanto, o ministro transmite parte da responsabilidade pela possível não realização dos dois exames aos pedidos recentes do Ministério Público Federal do Ceará, que foram aceitos pela Justiça. Na terça-feira, a Justiça Federal acatou o pedido da Procuradoria e concedeu liminar obrigando o ministério e o Inep, órgão responsável pelo Enem, a fornecerem acesso à prova de redação e ao espelho de correção para todos os 4 milhões de candidatos do último exame. O governo informou que vai recorrer. O ministro, que vai deixar o cargo na próxima terça-feira para concorrer à prefeitura de São Paulo, reforçou que não há condições técnicas atualmente para oferecer os critérios da avaliação da redação para todos os candidatos. Haddad criticou o fato de que as exigências que estão sendo feitas ao Enem não se repetirem em nenhum outro vestibular. "Por que um vestibular que tem 30 anos ainda não se preparou para isso e o Enem que tem três precisa se preparar no dia da divulgação do resultado?", questionou o ministro, que chegou a levantar a hipótese de que as ações contra o exame sejam políticas. "Dá quase a impressão de que é uma questão ideológica que está por trás e não uma questão técnica séria. Será que é isso?". Ele também considerou que a decisão da Justiça Federal do Ceará "desconsiderou" outra de um juiz de Brasília que homologou um termo entre o ministério e o Ministério Público do Distrito Federal. Segundo esse acordo, o MEC seria obrigado a exibir as vistas da prova pela internet a partir do exame deste ano, mas não especificou se isso aconteceria na prova de abril, se ela acontecesse.

Capitão do Costa Concordia levou uma mulher para cruzeiro

Francesco Schettino, o capitão do navio de cruzeiro Costa Concordia, que naufragou na Itália na última sexta-feira, teria levado uma mulher da Moldávia de 25 anos para o navio. A informação é dos jornais italianos "Corriere della Sera" e "La Stampa". Uma foto, feita por um turista inglês, revela que Schettino e Domenica Cemortan estavam jantando no restaurante uma hora antes do acidente. Segundo alguns passageiros, eles tomaram vinho e depois foram juntos para a cabine de comando. Ela não constava na lista de pessoas a bordo por ser de uma cota reservada de convidados do comandante, uma prática comum em cruzeiros. As empresas autorizam um número não definido de pessoas que o capitão e os oficiais da embarcação podem levar a bordo, sem necessariamente serem identificadas. A prática teria dificultado a montagem da lista de desaparecidos. Domenica Cemortan afirmou que é funcionária da Costa Cruzeiros e estava de férias quando foi convidada pelo comandante. Ela disse que tem um filho e afirmou que pensou nele no momento do acidente. A mulher foi resgatada sem ferimentos. Na quarta-feira, o Ministério Público italiano rejeitou a denúncia a três oficiais do navio, que assessoram o capitão, por serem co-autores da manobra que provocou o naufrágio. A procuradoria também afirmou que recorrerá da decisão da juíza Valeria Montesarchio de manter Schettino em prisão domiciliar.

Pesquisa mostra Romney sob ameaça na primária da Carolina do Sul

O pré-candidato republicano Mitt Romney tenta reagir ao avanço dos seus rivais no Estado da Carolina do Sul e enfrenta crescente pressão para divulgar dados sobre seu vasto patrimônio. Uma nova pesquisa da CNN divulgada na quarta-feira, três dias antes da eleição primária na Carolina do Sul, mostra que a vantagem de Romney sobre o segundo colocado no Estado, Newt Gingrich, caiu para 10 pontos percentuais, depois de chegar a 19 pontos há duas semanas. Esses resultados, e a clara sensação de urgência na campanha de Romney, sugerem que a pressão de Gingrich, cobrando a declaração do seu patrimônio e tentando taxá-lo de elitista alienado, pode ter ecoado junto ao eleitorado da Carolina do Sul, onde o desemprego está próximo de 10%. Curtis Loftis, coordenador da campanha de Romney na Carolina do Sul, fez um apelo ao eleitorado para que compareça às urnas. "Temos de levar todos às urnas, do contrário não conseguiremos mandar Barack Obama para casa", disse ele. Romney venceu as duas primeiras etapas da disputa interna do Partido Republicano pela indicação à presidência e lidera as pesquisas em nível nacional. Ele é visto como moderado demais por conservadores do partido, mas é apontado nas pesquisas como o candidato mais viável para derrotar Obama, candidato democrata à reeleição em novembro. Gingrich, ex-presidente da Câmara dos Deputados, parece ter encontrado uma linha de ataque eficaz nos últimos dias, sendo aplaudido nos discursos em que enfatiza a necessidade de criar empregos. Ao mesmo tempo, o ex-deputado tem recuado da estratégia de criticar Romney por empregos perdidos em companhias que ele adquiriu na época em que comandava a firma de investimentos Bain Capital. Ainda assim, o ex-governador de Massachusetts continua enfrentando problemas por conta da sua passagem pela iniciativa privada. Dono de uma fortuna estimada em US$ 270 milhões, ele admitiu nesta semana que só paga cerca de 15% de imposto de renda, bem menos que a alíquota da maioria dos assalariados americanos. Isso acontece porque a legislação taxa mais os salários do que os lucros financeiros. Gingrich entrou de bom grado na discussão sobre a justiça desse sistema, e declarou na quarta-feira que sua alíquota de imposto é de 31%.

Além de Gravataí, outras prefeituras terão que romper contratos com o Banrisul

O caso de Gravataí, município do Rio Grande do Sul obrigado pela Secretaria do Tesouro Nacional a romper o contrato que fez com o Banrisul para pagar dívidas com a CEEE, é emblemático para os outros municípios gaúchos que fizeram a mesma coisa durante o governo Olívio Dutra, do PT. O empréstimo foi altamente ilegal, porque este tipo de contrato é proibido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. A Procuradoria Geral da Fazenda Nacional tem parecer proibindo “acordo de parlamento celebrado entre o município de Gravataí e o Banrisul, relativo ao débito contraído com a CEEE”, porque agride o artigo 35 da Lei de Responsabilidade Fiscal. Esse contrato foi a peça principal das 11 acusações que resultaram na cassação da prefeita Rita Sanco, do PT. A Secretaria do Tesouro Nacional advertiu que empréstimos do gênero exigem: 1) autorização da própria Secretaria do Tesouro Nacional e do Senado Federal; 2) desvinculação completa da exigência de retenção do ICMS, caso não seja pago. A carta da Secretaria do Tesouro Nacional contendo a determinação para a prefeitura de Gravataí é do dia 28 de dezembro e foi assinada pelo subsecretário Leandro Giacomazzo, um petista gaúcho. O prefeito Acimar Silva já adiantou que, nesta sexta-feira, protocolará notícia crime no Ministério Público. A prefeitura já decidiu não pagar mais nada ao Banrisul. A dívida, segundo cálculos da prefeitura, está hoje em R$ 120 milhões, mas o prefeito Acimar Silva considera que não deve mais do que R$ 9 milhões. A Secretaria da Tesouro Nacional avisou que enquanto o contrato não for cancelado, Gravataí não receberá mais um tostão e nem poderá contrair novos empréstimos. Na mesma carta, a Secretaria do Tesouro Nacional também determinou cancelamento de empréstimos destinados a obter dinheiro para pagar dívidas com a Corsan e a RGE. O chefe de gabinete da prefeita petista cassada, Rita Sanco, era o atual presidente do Banrisul, Tulio Zamin. Durante o governo Olívio Dutra, do PT, as prefeituras petistas que deviam dinheiro para a CEEE e a Corsan foram “aconselhadas” a contrair empréstimos junto ao Banrisul para pagar a dívida. O dinheiro que essas estatais recebiam era depositado no Caixa Único do Estado. Então Olívio Dutra sacava a descoberto para pagar folha de pagamento. Era a típica operação triangular. O governo do PT estava desesperado, mergulhado em desordem administrativa e financeira. O engraçado é que o secretário da Fazenda, que montou esse esquema, era o atual dirigente da Secretaria do Tesouro Nacional, Arno Augustin. Nas últimas horas do seu desastroso governo, Olívio Dutra chegou a ser socorrido pelo governo Fernando Henrique Cardoso, que mandou dinheiro para ajudá-lo a pagar o 13º. Em troca, o governador recebeu 2 mil quilômetros de estradas federais para administrar e fazer manutenção, e renunciou a créditos que teria a receber do governo federal por gastos justamente com as estradas federais. Olívio Dutra é conhecido como "Exterminador do Futuro", porque mandou embora a fábrica da Ford.

Atriz iraniana é banida do país porque posou nua

Golshifteh Farahani é a atriz iraniana que ficou nua como forma de protesto contra a ditadura do facínora Mahmoud Ahmadinejad e a tara e fúria da república nazista islâmica dos aiatolás xiitas. Veja a foto. Por causa dessa foto ela foi banida de seu país.

Leilão dos três principais aeroportos do País pode ser adiado

O governo Dilma corre o risco de adiar o leilão de privatização dos aeroportos de Guarulhos, Brasília e Viracopos (Campinas), marcado para o dia 6 de fevereiro, em São Paulo, e esperado com grande expectativa pelo setor privado. A mudança no prazo pode ocorrer porque o Tribunal de Contas da União viu “várias inconsistências” no edital que poderiam prejudicar a formulação das propostas e restringir a concorrência. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) terá que fazer as correções determinadas pelo Tribunal e publicar um novo edital, o que resultará na reabertura do prazo. Pela lei de licitações, o leilão só pode ser realizado 45 dias após sua publicação. Também pesam inúmeras dúvidas do setor privado sobre os editais. A Anac recebeu em torno de 1.100 questionamentos e ainda não conseguiu publicar a ata com as perguntas e as respostas. Terminou no último dia 13 o prazo para pedir esclarecimentos ao órgão regulador. Oficialmente, o TCU evita comentar os problemas do documento, alegando se tratar de um tema polêmico. Há ainda a preocupação do Tribunal de não ser responsabilizado pelo adiamento do leilão, diante da necessidade urgente de ampliar a infraestrutura aeroportuária, tendo em vista os eventos da Copa do Mundo em 2014 e das Olimpíadas, em 2016.

Governo vai remover 155 aviões sucateados dos aeroportos brasileiros

Para se livrar de 155 aviões velhos que viraram sucatas e garantir mais espaço nos aeroportos, o governo precisa abrir mão de cerca de R$ 23 milhões em dívidas de tarifas para permanência em solo e outras taxas que os proprietários têm com a Infraero. Terá de gastar ainda algo em torno de R$ 2 milhões para desmonte somente das 65 aeronaves de grande porte que pertencem, na maioria, a empresas falidas como Vasp, Varig e Transbrasil. A dívida total dessas companhias com a Infraero é bem maior. Mas, para avançar com o programa Espaço Livre, coordenado pelo Conselho Nacional de Justiça com o objetivo de liberar os aeroportos, será preciso que o governo assuma como prejuízo uma parte dos débitos, o que permitirá a remoção dos aviões. "Esse foi o acordo para a remoção das aeronaves em Congonhas e deverá ser seguido pelos demais. A Infraero recuperará os valores gastos entre três e seis meses, ao explorar comercialmente os espaços ocupados", diz Marlos Augusto Melek, juiz auxiliar da corregedoria do CNJ. A estatal está passando um pente-fino nos débitos de todas aeronaves para atualizar os valores e checar se há alguma restrição legal para abrir mão do pagamento. Segundo levantamento do governo, dos 66 aeroportos administrados pela Infraero, 34 estão com áreas nobres entulhadas por aviões que não têm mais condições de vôo, envolvidos em pendência judiciais. Todas as cidades-sede da Copa, com exceção do de Natal (RN), enfrentam esse problema. A maior parte das aeronaves, 90 no total, são pequenas e foram apreendidas de traficantes, penhoradas para pagar dívidas trabalhistas ou com o próprio governo ou foram simplesmente abandonadas pelos donos. Alguns aviões estão parados nos aeroportos Pinto Martins, em Fortaleza (CE), e Santos Dumont, no Rio de Janeiro, desde 1992. As duas aeronaves mais antigas registradas no levantamento estão em Congonhas: uma desde 1972, e a outra, 1981. Os aeroportos de Brasília e Congonhas e um de Belém concentram a maior quantidade dessas aeronaves: 44. No fim do ano passado, o programa Espaço Livre conseguiu remover e desmontar sete aviões grandes que pertenciam à Vasp. Quatro deles deles estavam em Congonhas (SP) e três no Galeão (RJ). O cronograma está atrasado. O CNJ previa resolver a situação das aeronaves de grande porte até março. "A responsabilidade pela Infraero migrou do Ministério da Defesa para a Secretaria de Aviação Civil e isso atrasou o processo", afirma Melek.

Indígenas cercam usina de extração de gás na Bolívia

Indígenas guaranis paralisam há três dias as obras de uma usina de extração de gás liquefeito no leste da Bolívia exigindo compensações para permitir a construção no que consideram ser seu território. "Neste momento, a usina (localizada na região de Río Grande, a cerca de 1.100 quilômetros a sudeste de La Paz) está sitiada, os trabalhadores não podem entrar, interrompemos o trabalho", informou Carlos Villegas, presidente da estatal petroleira boliviana YPFB. Em troca da construção da usina, a Assembléia do Povo Guarani Takovo Mora pede um ressarcimento de US$ 37 milhões, solicitação que "praticamente inviabiliza um projeto que é de interesse nacional", disse Villegas. O projeto custa US$ 157 milhões. Um porta-voz da APG, Higinio Coca, explicou: "Foi paralisado o trabalho da usina de Río Grande porque nós somos claros, pedimos a consulta ao povo guarani para este tema e não o fizeram". Segundo Villegas, os indígenas não têm direito de propriedade sobre essas terras depois de uma decisão de um Tribunal Agrário Nacional, no último 5 de dezembro, e a licença ambiental entregue posteriormente pelo Ministério do Meio Ambiente. "Estamos em uma situação na qual a APG sitiou a Usina de Río Grande desconhecendo a resolução do Tribunal Agrácio Nacional, esta resolução nos exime de fazer a consulta", explicou Villegas.