segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Ministra vai à ONU e já terá debate sobre aborto

A nova ministra da Secretaria de Política para as Mulheres, Eleonora Menicucci, vai estrear a “posição de governo” sobre o aborto na ONU, em Genebra. Ela participa nesta semana de reunião do Comitê da ONU para a Eliminação da Discriminação contra as Mulheres. Em documento preparatório para o encontro, enviado semana passada pela antecessora, Iriny Lopes, o governo admite ser contra projetos como o Estatuto do Nascituro, que quer proibir o aborto inclusive nas situações atualmente permitidas pela lei. Empossada na sexta-feira, Eleonora Menicucci estará à frente de uma delegação formada por senadoras, deputadas e ativistas femininas que irá à Suiça passar por uma espécie de sabatina sobre a situação da mulher no Brasil e as políticas do governo para combater a discriminação de gênero. Na posse, a presidente Dilma Rousseff afirmou que a ministra seguirá as diretrizes de governo. Eleonora é defensora histórica do direito ao aborto. No documento já enviado à ONU, a Secretaria de Políticas para as Mulheres diz acompanhar com atenção propostas em debate no Congresso que querem restringir o direito ao aborto no País. Além do Estatuto do Nascituro, são citados outros três projetos de lei análogos. Hoje, a interrupção da gravidez é permitida pela lei em casos de estupro e nos quais a mãe corre risco de morrer. Em casos de anencefalia, é preciso pedir autorização judicial para realizar o aborto de forma legal. O governo diz à ONU, em resposta a um questionamento feito pelo comitê em setembro, que monitora o trâmite do Estatuto do Nascituro e trabalha para que o projeto não chegue ao plenário da Câmara. “É fundamental que o projeto seja rejeitado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania”, diz o documento. O projeto também quer barrar pesquisas com células-tronco e, por isso, o governo espera contar com ajuda da comunidade científica no debate. A secretaria afirma no documento que barrar a aprovação do Estatuto do Nascituro é um “desafio”, dada a tendência “mais conservadora” da atual formação do Congresso. O texto cita que o tema do aborto teve “ampla repercussão” nas eleições presidenciais de 2010. A ONU é atualmente uma organização esquerdopatae aborteira.

Nova ministra da Mulher confessa que já treinou abortos por sucção mesmo não sendo médica

Do jornalista Reinaldo Azeveo: "No dia 14 de outubro de 2004, a então apenas professora Eleonora Menicucci, que tomou posse como ministra das Mulheres na semana passada, concedeu uma entrevista a uma interlocutora chamada Joana Maria. O texto está nos arquivos da Universidade Federal de Santa Catarinaaqui). Já fiz uma cópia de segurança porque essas coisas costumam desaparecer quando ganham publicidade. Está certamente entre as coisas mais estarrecedoras que já li. De sorte que encerro assim este primeiro parágrafo: se um torturador vier me dar a mão, eu a recuso, cheio de asco. Se a ministra Eleonora vier me dar a mão, eu me comportarei da mesma maneira, com o estômago igualmente convulso. Antes que entre propriamente no mérito, algumas considerações. Aqui e ali, tenta-se caracterizar a ministra como uma espécie de defensora apenas intelectual do aborto, apegada à causa no universo conceitual, retórico, de sorte que a sua nomeação não representaria um engajamento da presidente Dilma Rousseff e de governo na causa do aborto. Falso! Falso e na contramão dos fatos. Alguns parlamentares, notadamente da bancada evangélica, fizeram duros discursos contra a ministra e foram caracterizados pela imprensa como uns primitivos ideológicos. Então vamos ver se a ministra está com a civilização… Abaixo, transcrevo alguns trechos daquela sua entrevista, concedida quando ela já estava com 60 anos. Não se pode dizer que o diabo da imaturidade andava soprando em seus ouvidos. Não! Eleonora confessa na entrevista que não é apenas “abortista” — termo a que os ditos progressistas reagem porque o consideram uma pecha, uma mácula. Ela também é aborteira. Viajou pela sua ONG à Colômbia para aprender a fazer aborto por sucção, o método conhecido como AMIU (Aspiração Manual Intra-Uterina). Deixa claro que o objetivo de seu trabalho é fazer com que as pessoas se “autocapacitem” para o aborto, de sorte que ele possa ser feito por não-médicos. É o caso dela! Atenção! DILMA ROUSSEFF NOMEOU PARA O MINISTÉRIO DAS MULHERES uma senhora que defende que o aborto seja uma prática quase doméstica, sem o concurso dos médicos. Por isso ela própria, uma leiga, foi fazer um “treinamento”. Não! Jamais apertaria a mão de torturadores. E jamais apertaria a mão de dona Eleonora por isto aqui. Eis a entrevista. “ESTIVE TAMBÉM FAZENDO UM TREINAMENTO DE ABORTO NA COLÔMBIA, POR ASPIRAÇÃO” Eleonora - Dois anos Aí, em São Paulo, eu integrei um grupo do Coletivo Feminista Sexualidade e Saúde. ( ). E, nesse período, estive também pelo Coletivo fazendo um treinamento de aborto na Colômbia. Joana - Certo. Eleonora - O Coletivo nós críamos em 95. Joana - Como é que era esse curso de aborto? Eleonora - Era nas Clínicas de Aborto. A gente aprendia a fazer aborto. Joana - Aprendia a fazer aborto? Eleonora - Com aspiração AMIU. Joana - Com aquele… Eleonora - Com a sucção. Joana - Com a sucção. Imagino. Eleonora - Que eu chamo de AMIU. Porque a nossa perspectiva no Coletivo, a nossa base… Joana - é que as pessoas se auto auto-fizessem! Eleonora - Autocapacitassem! E que pessoas não médicas podiam… Joana - Claro! Eleonora - Lidar com o aborto. Joana - Claro!. Eleonora - Então vieram duas feministas que eram clientes, usuárias do Coletivo, as quais fizeram o primeiro auto-exame comigo. Então é uma coisa muito linda. Joana - Hum. Eleonora - Muito bonita! Descobrirem o colo do útero e… Joana - Hum. Eleonora - Ter uma pessoa que segura na mão. Joana - Certo. “NÓS DECIDIMOS, EU E O PARTIDO, QUE EU DEVERIA FAZER UM ABORTO” Em um outro outro trecho, Eleonora conta como ela e o seu partido, o POC (Partido Operário Comunista - o mesmo partido do clone de chanceler Marco Aurélio "Top Top" Garcia; do ex-presidente a Caixa Econômica Federal, Jorge Matoso, do deputado estadual gaúcho Raul Pont; do petista gaúcho Flavio Koutzii), tomaram uma decisão: ela deveria fazer um aborto. Tratava-se apenas de uma questão… política! Eleonora - Porque a minha avaliação era que eu tinha que fazer Joana - a luta armada aqui. Eleonora - a luta armada aqui. E um detalhe importante nessa trajetória é que, seis meses depois de essa minha filha ter nascido, eu fiquei grávida outra vez. Ai junto com a organização nós decidimos, a organização, nós, que eu deveria fazer aborto porque não era possível Joana - Certo. Eleonora - Na situação ter mais de uma criança, né? E eu não segurava também. Aí foi o segundo aborto que eu fiz. “EU TIVE MINHA PRIMEIRA RELAÇÃO COM MULHER. E TRANSAVA COM HOMEM; ESTAVA COM MEU MARIDO” Falastrona e ególatra, como já apontei aqui, ela faz questão de contar na entrevista que teve a sua primeira relação homossexual quando ainda estava casada. Era o seu mergulho no que ela entende por feminismo. Eleonora - Aí já nessa época eu radicalizei meu feminismo. Eu comecei a militar. Joana - Onde? Eleonora - Em Belo Horizonte, eu comecei a militar neste grupo. Joana - Neste mesmo grupo? Eleonora - É Joana - O que se fazia além de discutir? Eleonora - Nós discutíamos o corpo. Joana - Certo. Eleonora - Discutíamos a sexualidade. Eu tive a minha primeira relação com mulher também. Joana - Hum. Eleonora - Quer dizer que foi bastante precoce pra essa E transava com homem. Joana - Certo. Eleonora - Pra minha trajetória Joana - Mesmo porque tu também estavas com o teu marido eu acho, não estavas? Eleonora - Sim, sim. Joana - Estavas. Ah Eleonora - Mas nós nunca tivemos esse E ele era um cara muito libertário. Nós nunca tivemos essa questão de relação Joana: Certo. “SOU MUITO AMIGA DO FREI BETTO. ELE ME PÔS NO CENTRO DE DIREITOS HUMANOS DA DIOCESE DE JOÃO PESSOA” Ora, qual é o lugar ideal para uma humanista desse quilate trabalhar? Frei Betto — sim, aquele… — deu um jeito de arrumar para ela um emprego na Arquidiocese de João Pessoa: Eleonora - E aí, no início de 78, eu já tinha me separado do meu ex-marido e resolvo sair de Belo Horizonte. Aí quando eu saio de Belo Horizonte eu busco um lugar bem longe porque eu não queria mais ser referência para a esquerda. ( ) Eleonora - E eu não podia. Então eu procurei isso. Sou muito amiga, por incrível que pareça, a vida inteira, do Frei Betto e pedi a ele pra me encontrar um lugar o mais longe possível de Belo Horizonte. Aí ele falou “Eu tenho dois lugares onde a Diocese é muito aberta: em Vitória, com Dom Luís, ou em João Pessoa, com Dom José Maria Pires. Eu falei: “Eu quero João Pessoa”, quanto mais longe melhor. ( ) Eleonora - É. Mas, assim, eu cheguei, eu. Eu tive que construir minha vida. Joana - Hum. Foste trabalhar? Eleonora - No Centro de Direitos Humanos da Arquidiocese da Paraíba. Joana - Tá legal. Eleonora - E aí eu comecei a trabalhar com as mulheres rurais de Alagamar, que era o que eu queria ( ) Logo depois, retomei um grupo, a minha atividade de grupo de reflexão feminista com algumas mulheres em João Pessoa. A maioria de fora de João Pessoa e duas de dentro. Então nós criamos o primeiro grupo feminista lá em João Pessoa. Chamado Maria Mulher. ( ) Eleonora - É. “Quem ama não mata” e “O silêncio é cúmplice da violência”, e aí começamos a nos articular dentro do Nordeste. Joana - Tá. Eleonora - Era o SOS Mulher. O SOS Corpo e um grupo de reflexão que tinha em Natal. Joana: Hum. Eleonora - De auto-reflexão. E no Maria Mulher, o que é que nós fazíamos? Nós fazíamos auto-exame de colo de útero, auto-exame de mama. ( ) Eleonora - Depois, em 84, eu venho pra São Paulo fazer doutorado em Ciência Política, já articuladíssima… Joana- Imagino… Eleonora - ..com o feminismo e com linhas de pesquisa bem definidas do ponto de vista feminista. Joana - Quem é que te orientou em São Paulo? Eleonora - Em São Paulo, foi a Maria Lúcia Montes, uma antropóloga. Embora, na época, ela fosse da Ciência Política. E, em 84, eu entro para o doutorado com uma tese que era sobre Direitos Reprodutivos e Direitos Sexuais a partir... É a construção da cidadania a partir do conhecimento sobre o próprio corpo. Joana - Isso por conta do teu trabalho com as mulheres? Eleonora - Por conta do meu trabalho com as mulheres em uma favela chamada Favela Beira-Rio. Joana - Certo. Eleonora - Lá em João Pessoa. Joana - Hum. Eleonora - Que hoje é um bairro. Então nesta época eu fiquei quatro anos em São Paulo fazendo a tese e voltando a João Pessoa. ( ) E aí fui coordenadora do grupo de Mulher e Política da ANPOCS, do GT. Joana: Hum. “EU TINHA ATITUDES MASCULINAS ( ) ERA DECIDIDA, DETERMINADA, FORTE, SABIA ATIRAR” Neste trecho, ela revela como enxergava — enxergará ainda? — os papéis masculino e feminino. Ah, sim: ela sabia “atirar”. Afinal, não se tenta impor uma ditadura comunista no País só com bons sentimentos, não é? Joana - Já. E com relação às organizações das quais tu participavas? Eleonora - Ah, primeiro que as mulheres dificilmente chegavam a um cargo de poder Joana - Mas tu eras a chefe? Eleonora - Eu era. Fui uma das poucas. Por quê? Eu me travesti de masculino Joana - É? Como era? Eleonora - Eu tinha atitudes masculinas ( ) Era decidida, determinada, forte, sabia atirar Joana - Huuunnnn. Eleonora - Entendeu? Joana - Entendi. Eleonora - Sendo que muitas mulheres sabiam isso tudo. Joana - Certo. Eleonora - Transava com vários homens. Joana - Certo. Eleonora - Essa questão do desejo e do prazer sempre foi uma coisa muito libertária pra mim, e por isso eu fui muito questionada dentro da esquerda. Joana - É? Eleonora - É. Joana - Dentro do mesmo grupo do qual tu eras a líder? Eleonora - Sim. Porque o próprio... Por questões de segurança, eu só poderia ter relação sexual com os companheiros da minha organização. Joana - Certo. Eleonora - Em um determinado momento, sim, mas na história do movimento estudantil, também já existia isso. “EU TIVE MUITAS REFLEXÕES COM MINHAS AMIGAS NA CADEIA; UMA DELAS, A DILMA” Neste outro trecho, a gente fica sabendo que Dilma Rousseff foi sua companheira também nas reflexões sobre o feminismo. Eleonora - E, depois, imediatamente eu quis ter outro filho Joana - Hum. Eleonora - E muito no sentido de.. pra provar para os torturadores, mesmo que fosse simbolicamente, que o que eles tinham feito comigo não tinha me tirado a possibilidade de reproduzir e de ter uma escolha sobre meu próprio corpo Joana - Hum. Eleonora - Então eu tive mais um filho e logo que ele nasceu também de cesária eu me laqueei. Joana - Certo. Eleonora - Então... Eu tinha... Eu fui presa com 24 para 25 mais ou menos. Joana - Nossa Senhora!. Eleonora -.E sai com 30. Joana - Certo. Eleonora - Assim, da história toda e com 30 para 31, tive o meu segundo filho e fiz a laqueadura de trompas ( ) Joana - E então, tu saíste da cadeia em 74. Eleonora - Certo. Joana - Tu tiveste algum contato com o feminismo dentro da cadeia, com leituras feministas. Eleonora - Não. Joana - Ou depois? Eleonora - Não, não. Ao longo da cadeia eu tive Durante a cadeia? Eu tive muitas reflexões com as minhas companheiras de cadeia Joana - Tá. Eleonora - Uma delas é a Dilma Roussef. ( ) Joana - Fizeram uma espécie de grupo de consciência? Eleonora - Grupo de reflexão lá dentro. Joana - Grupo de reflexão. ( ) Eleonora - Porque eu já saí... É... Eu já saí em 74, eu saí em outubro. Joana - Certo. Eleonora - No dia 12, Dia da Criança, eu saí já... bem... claro que eu era feminista. Joana - Certo. Eleonora - E, logo que eu saí da cadeia, eu em Belo Horizonte, fui procurar um grupo de mulheres. Joana - Esses grupos de consciência? Eleonora - É, só que era um grupo de lésbicas. Joana - Certo. Eleonora - E eu não sabia. Era um grupo de pessoas amigas minhas. ( ) Eleonora - Porque eu voltei a estudar! Joana - Ah, legal! Eleonora - Eu parei de estudar em 68. Joana - Huuummm. Eleonora - Eu parei no quarto ano de Medicina e no quarto de Ciências Sociais. Joana - Foste concluir? Eleonora - Fui, aí eu voltei pra concluir. Joana - Certo. Eleonora - Na UFMG, e optei por acabar Sociologia. “SOU AVÓ DE UMA CRIANÇA NASCIDA POR INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL NA MÃE LÉSBICA; E TAMBÉM SOU AVÓ DO ABORTO” Finalmente, destaco outro momento de grande indignidade na fala desta senhora. Ao se dizer avó de um neto gerado por inseminação em um filha lésbica e também “avó do aborto”, não só expõe a sua vida privada e a de seus familiares como, é inescapável constatar, demonstra não saber a exata diferença entre a vida e a morte. Leiam. Volto para encerrar. Eleonora - E eu digo que a questão feminista é tão dentro de mim, e a questão dos Direitos Reprodutivos também, que eu sou avó de uma criança que foi gerada por inseminação artificial na mãe lésbica. Joana - Hum, hum. Eleonora - Então eu digo que sou avó da inseminação artificial. Joana: (risos) Eleonora - Alta tecnologia reprodutiva. E aí eu queria colocar a importância dessa discussão que o feminismo coloca no sentido do acesso às tecnologias reprodutivas. Joana - Certo. Eleonora - Entendeu? E eu diria: “Eu fiz dois abortos e também digo que sou avó do aborto também porque por mim já passou. Joana - Sim. Eleonora - Também já passou nesse sentido. E diria que eu sou uma mulher muito feliz e muito realizada. E eu pauto em duas questões: na minha militância política e no feminismo. É isso aí. Ao nomeá-la ministra, Dilma escolheu sua trajetória, suas idéias, suas práticas. Uma aborteira informal e confessa não pode ter lugar na Esplanada dos Ministérios. A sua entrevista como um todo evidencia um pensamento torto. É inconcebível que esta senhora seja considerada uma articuladora de políticas públicas depois da confissão que fez. Até porque, se estivesse no Brasil, não na Colômbia, seu lugar seria a cadeia — em pleno regime democrático, sim, senhores! É o fundo do poço.

A lenda da Vovozinha Vermelha que engoliu o lobo

Do jornalista Reinaldo Azevedo: "É claro que há mulheres que fizeram aborto e sofreram muito com isso. Não se trata aqui de demonizar pessoas, mas de escolher políticas públicas. Estou acostumado a enfrentar o debate com pessoas que defendem a descriminação, deixando sempre claro que o aborto é, sim, uma dor para as mulheres. A entrevista de dona Eleonora Menecucci é de outra ordem. E eu não vou me conformar com ela tão cedo. De todos os horrores que disse, talvez o trecho mais chocante seja este: Eleonora - E eu digo que a questão feminista é tão dentro de mim, e a questão dos Direitos Reprodutivos também, que eu sou avó de uma criança que foi gerada por inseminação artificial na mãe lésbica. Joana - Hum, hum. Eleonora - Então eu digo que sou avó da inseminação artificial. Joana: (risos) Eleonora - Alta tecnologia reprodutiva. E aí eu queria colocar a importância dessa discussão que o feminismo coloca no sentido do acesso às tecnologias reprodutivas. Joana - Certo. Eleonora - Entendeu? E eu diria: “Eu fiz dois abortos e também digo que sou avó do aborto também porque por mim já passou. Não, ela não precisava ser uma avó como foram ou são as minhas ou as suas; ela não precisava ser uma avó como devem ser muitas leitoras deste blog; ela não precisava ser uma avó como devem ser muitas de nossas mães. Bastava, pra mim, que amasse o neto, pouco importando a sua condição. Mas a gente nota que ela aprecia “na criança” a causa. É isso: ela é avó de um “neto-causa”. Por isso não vê problema em ser também “avó do aborto”, outra causa à qual se dedicou com fúria, a ponto de ir cometer ilegalidades num país estrangeiro. Vocês já conheciam a lenda do Chapeuzinho Vermelho. Agora vocês conhecem a da Vovozinha Vermelha que engoliu o lobo para tomar o seu lugar. (esta senhora, ex-militante do POC - era uma trotskista, como esta organização revolucionária, vinculada à 4ª Internacional Comunista, fundada por Leon Trotski, e que teve como seus dirigentes, em Paris, Marco Aurélio "Top Top" Garcia e o gardelão argentino Felipe Belisario Wermus, vulto Luis Favre, ex-marido da socialite petista Marta Suplicy.

Ministra das Mulheres confessa ter cometido crime na Colômbia segundo também as leis daquele país. É um escracho!

Do jornalista Reinaldo Azevedo: "Um bando de bobocas resolveu invadir o blog para tentar defender Eleonora Menecucci, afirmando, ora vejam!, que estou tentando “massacrar” a nova ministra das Mulheres. Eu não entendo nada de “massacres”. Se a palavra é essa, a pessoa indicada para falar sobre o assunto é outra, não? De resto, combinemos: vamos nos fixar no jogo democrático. Eu fico, nem que seja sozinho, de um lado criticando o fato de esta senhora ter ido a clínicas de aborto da Colômbia para receber “aulas” sobre o procedimento — que coisa nojenta! —, e quem quiser que a defenda, que a transforme em uma grande humanista. Só não vale ser covarde! Só não vale ignorar parte de sua biografia, justamente aquela que a liga diretamente à questão feminina. Reitero: tivesse praticado aqueles atos no Brasil, o lugar de Eleonora seria a cadeia — basta olhar o Código Penal —, não o ministério. “Ah, mas foi na Colômbia”. Pois é… Não terá ela cometido crimes na Colômbia também? A entrevista de Eleonora Menecucci foi concedida em 2004. A lei colombiana que descrimina parcialmente o aborto — em caso de estupro, risco de morte da mãe e má-formação do feto ou embrião — é de maio de 2006. Antes disso, todas as intervenções que resultassem em interrupção da gravidez eram consideradas criminosas, como evidencia a imprensa colombiana. Dilma nomeou uma ministra que confessa ter cometido, em país estrangeiro, atos considerados crimes aqui e lá. A Colômbia deveria considerar Eleonora persona non grata. De modo deliberado, consciente, entrou naquele país para se dedicar a uma prática considerada criminosa. Não adianta a patrulha tentar torrar a minha paciência. Não dou a mínima. A confissão de Eleonora Menecucci é coisa que interessa, sim, ao Congresso. Se os parlamentares brasileiros tiverem o mínimo de vergonha na cara, independentemente do que pensem sobre o aborto, deixam claro ao governo Dilma que esta senhora não tem condições de ser ministra. Ela se prepara agora para representar o Brasil no Comitê da ONU para a Eliminação da Discriminação contra as Mulheres. Vai liderar um grupo de senadoras, deputadas etc (ver post dessa madrugada). Quem é ela? Aquela senhora que, de forma deliberada, entra num país para violar as suas leis? Esta senhora militou no "feminismo" junto com outra trotskista originária do POC gaúcho, Elisabeth Souza Lobo (já falecida), que foi casada com Marco Aurélio "Top Top" Garcia.

A presença de Eleonora Menecucci no ministério ofende a dignidade humana

Do jornalista Reinaldo Azevedo: "O governo petista já teve ministros favoráveis ao aborto. Um deles era José Gomes Temporão, da Saúde, que teve a delicadeza de fazer proselitismo em favor da prática quando o Papa estava no Brasil. Também já teve Nilcéia Freire, na própria pasta das Mulheres. Ambos são médicos. Já entrevistei os dois e fiz a pergunta óbvia: como profissionais da saúde praticaram ou praticariam aborto? A resposta “não” e “não”. A Temporão, no programa Roda Viva, propus o paradoxo moral dos filhotes de tartaruga, devidamente protegidos por leis severíssimas. Ele não tinha resposta porque ninguém tem. Não é só isso, não! Em 2010, uma página da Secretaria das Mulheres, ainda sob o comando de Nilcéia Freire, exaltava os deputados da bancada petista que mantiveram firme a sua posição em favor da descriminação do aborto. Reproduzo trecho: “Reunido ontem (10/7), em Brasília, o Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM) deliberou, na segunda reunião ordinária do novo pleno, sobre moção de aplauso e reconhecimento à posição favorável dos deputados federais José Genoíno (PT/SP), José Eduardo Cardoso (PT/SP), Eduardo Valverde (PT/RO), Regis de Oliveira (PSC-SP) e Paulo Rubens (PDT/PE) à retirada do Artigo 124 do Código Penal que criminaliza o aborto, durante a sessão da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados ocorrida na quarta-feira (9/7). Aqui”. Viram ali o nome que vai em destaque? É o atual ministro da Justiça. Muito bem! Haver ministros no governo favoráveis à descriminação do aborto é uma coisa — já detestável, segundo os meus valores. Haver, no entanto, uma senhora que se deslocou até a Colômbia para, SEM SER NEM MESMO MÉDICA, aprender a fazer aborto “por aspiração”, aí já estamos no terreno da abjeção. Mais: Eleonora Menicucci pertencia a uma ONG que defende o “faça você mesmo” nessa matéria. Sua entidade quer transformar o aborto numa prática quase doméstica, feita por não-médicos. O post que publiquei nesta madrugada evidencia que o seu proselitismo agressivo em favor da causa não é recente. Dilma Rousseff não nomeou apenas uma abortista; nomeou também uma aborteira confessa, que se orgulha, como diz, de ser “avó do aborto”. Essas suas palavras asquerosas mereciam ser confrontadas com o produto de seus atos, para que a sua carniçaria moral pudesse ser devidamente retratada por sua carniçaria de fato. A imprensa “progressista” há de ignorar os aspectos escabrosos da biografia desta mártir. E não faltará ainda quem a considere uma mulher muito corajosa. Eu considero que sua presença no ministério ofende a dignidade humana. E só para encerrar: não me surpreende que uma de suas referências intelectuais, morais e existenciais seja Frei Betto, que teve o desplante, no passado, de lhe arrumar uma vaguinha justamente na Comissão de Direitos Humanos da Arquidiocese de João Pessoa. Anos depois ela saiu de lá para empunhar uma seringa e se especializar na aspiração de fetos.

Capriles vence prévias e enfrentará o ditador Chávez na Venezuela

O governador do Estado de Miranda, Henrique Capriles Radonski, foi eleito no domingo o candidato único da oposição para enfrentar o ditador Hugo Chávez, no poder há 13 anos na Venezuela, na eleição presidencial de 7 de outubro. Capriles, de 39 anos, declara inspirar-se na esquerda moderada do PT brasileiro, e fez um discurso de reconciliação, em um país profundamente polarizado entre pró e antichavistas. Cinco pré-candidatos a presidente disputaram as eleições primárias, nas quais foram escolhidos também 17 candidatos a governador e 250 a prefeito, que se lançarão a eleições estaduais e municipais em novembro. A frente oposicionista Mesa de Unidade Democrática (MUD),promete manter-se unida para enfrentar os chavistas. A deputada María Corina Machado, a única mulher dos cinco pré-candidatos, reconheceu a vitória de Capriles logo depois que o Conselho Nacional Eleitoral entregou o resultado da contagem de 95% dos votos à Comissão Eleitoral de Primárias da Mesa de Unidade Democrática. Ela prometeu apoiá-lo. “A luta amanhã se intensifica”, disse a deputada, a mais votada da Venezuela: “Todos reunidos ao redor de um só comando". Em segundo lugar nas pesquisas ficou Pablo Pérez, de 42 anos, governador do Estado de Zulia, também definido como de centro-esquerda.

Haddad transportou família em jato oficial

O pré-candidato a prefeito de São Paulo pelo PT, Fernando Haddad, usou jatinhos da FAB para transportar mulher e filha de Brasília para São Paulo, enquanto ocupava o cargo de ministro da Educação. Foram 129 deslocamentos em aeronaves oficiais, entre janeiro de 2010 e dezembro de 2011. Pelo menos uma viagem de ida e volta por semana. Em 97 vôos, estavam juntos o então ministro, a mulher, Ana Estela, e a filha menor, além de outras autoridades e servidores públicos. Caso optassem por aviões de carreira nas viagens, a mulher e a filha de Haddad teriam gasto cerca de R$ 50 mil em passagens aéreas. Foram 46 vôos exclusivos, sem outros ministros, de Haddad para São Paulo. Em 15, estavam só ele, a mulher e a filha. Em 33, assessores também. Em alguns, a mãe e o filho do ministro. Em fevereiro do ano passado, por exemplo, uma aeronave Embraer de 45 lugares partiu de São Paulo para Brasília, em um domingo, só com Haddad e a filha. Em 26 de dezembro de 2010, o ministro decolou de São Paulo em um Learjet de cinco lugares com a mulher, os dois filhos e a mãe. O uso de jatinhos da FAB é regulamentado por decreto federal (4.244/2002). O texto prevê o transporte de ministros, além de outras autoridades, para agendas oficiais ou no deslocamento para casa. Não há nada no texto sobre a extensão desse benefício a parentes ou conhecidos das autoridades. Para evitar desperdícios, os presidentes Lula e Dilma Rousseff orientaram suas equipes a atenderem as exigências do decreto e a fazerem vôos compartilhados, com mais de um ministro. Em dezenas de viagens de fim de semana, porém, o ex-ministro descumpriu a orientação dada. As viagens de Haddad entre Brasília e São Paulo se deram apesar de o petista ter fixado residência na capital federal quando assumiu o ministério, em 2005. Recebia mensalmente auxílio-moradia de R$ 3.800,00.

Oposição quer ouvir Gilberto Carvalho sobre máfia do Distrito Federal

A bancada do PPS na Câmara quer convocar o secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, para cobrar explicações a respeito de seu envolvimento com a advogada Christiane Araújo de Oliviera. Em sua reportagem de capa desta semana, a revista VEJA revela as ligações íntimas de Christiane com políticos e figuras-chave da República - e traz importantes revelações da advogada, que informou à Polícia Federal que o governo federal usou de sua proximidade com a quadrilha de Durval Barbosa no Distrito Federal para conseguir material contra adversários políticos. Em depoimento à Polícia Federal, Christiane contou que o ministro tentou obter material do operador e delator do mensalão do DEM em Brasília para atingir adversários do PT. O elo entre os dois grupos seria a própria advogada. “Se o Gilberto Carvalho sabia da existência dos vídeos gravados por Durval Barbosa, deveria denunciá-lo à Justiça e não tirar proveito da situação. Esse não é um procedimento republicano porque como membro do governo ele deveria ter agido em defesa do interesse público e da transparência”, diz o líder da bancada do PPS, deputado federal Rubens Bueno (PR). Ele diz que o ministro deve explicações ao Congresso. Na avaliação do deputado, se as declarações feitas por Christiane à Polícia Federal forem verdadeiras, o ministro Gilberto Carvalho também precisa ser investigado.

Petista Tarso Genro envia projeto que poderá aparelhar ao PT o oficialato da Brigada Militar

Na calada da noite e da virada do ano, sem discussão prévia e sem aviso, o governador do Tarso Genro mandou projeto para a Assembleia, estabelecendo critérios difusos para a promoção de oficiais da Brigada Militar, abrindo caminho para nomeações de gente ligada unicamente ao PT. Os deputados ainda não se deram conta da manobra esperta. O aviso é do blog Polícia & Política, ligado a oficiais da reserva da Brigada Militar. Em ofício encaminhado ao Comandante Geral, o Presidente da AsOf manifesta a desconformidade com um projeto de lei (448/2011), o qual misteriosamente foi apresentado pelo governo do PT no apagar das luzes do ano passado. Tal projeto "põe por terra todos os avanços conquistados à duras penas no que se refere aos critérios de promoções de oficiais da carreira de nível superior. Se aprovado tal projeto tornaremos às pouco agradáveis promoções de oficiais ligados à siglas partidárias, afiliados políticos e poucos afeitos à nossa atividade fim". O envio de projeto de lei por parte do governador petista Tarso Genro, visando aparelhar partidariamente a Brigada Militar, já resultou em protesto oficial da Associação dos Oficiais, a AssOfBM. O vice da entidade, tenente-coronel Marcelo Gomes Frota, acrescenta outros dados ao caso. Leia o que diz texto que o coronel Frota enviou ao comandante Geral da Brigada Militar: "O loteamento político da nossa Brigada Militar, o enfraquecimento que dai decorre, o ataque a hierarquia, a disciplina, a competência na gestão, o afastamento dos profissionais e, principalmente, o fato de que é uma forma de "corrupção", que corrompe e corrói os princípios administrativos consagrados na Carta de 88 - Probidade, moralidade, eficiência e por ai vai... Esse é o PL 448/2011 esse o alcance deste projeto de lei que, última análise é nefasto aos interesses da sociedade no que diz com a sua segurança. Terá o Governador Tarso bem avaliado todos estes desdobramentos?! Compensa promover a "militância" frente a todas essas conseqüências?! E ai Comandante Geral, o senhor deixará de assessorar o governo de acordo com esse pensamento?! Fossem só minhas essas ideias e o senhor poderia superá-las, desconsiderá-las com facilidade; o problema, Comandante Sérgio R. de Abreu, é que tais idéias correspondem ao que pensam os Oficiais de Nível Superior que não possuem qualquer ligação com o partido que está no governo!!! Ou seja, a esmagadora maioria, que trabalha por um ideal e pela vocação de servir ao povo do Riogrande!!! O Sr. está com a palavra e sob seus ombros a responsabilidade por preservar a quase bicentenária instituição que assumiu há alguns dias lá no Est. Gen Cipryano e que, por mais longa que seja sua permanência em comando, chegará o dia em que precisará prestar contas do que fez com a delegação recebida e mais, na reserva - destino de todos nós - precisará encarar os seus pares com a verticalidade que se espera de todos aqueles que cruzaram os Umbrais da Academia. Faça, portanto, o que deve ser feito"! Marcelo Gomes Frota - Tenente Coronel Vice-Pres ASOFBM

Limitações federais à compra de terras por estrangeiros põe em risco investimento de R$ 2 bilhões da CMPC

A Celulose Riograndense (CMPC) anunciou nesta segunda-feira que seu programa de investimentos de R$ 2 bilhões no Rio Grande do Sul corre risco, porque o grupo chileno não consegue comprar os 25 mil hectares que precisa para plantar mais eucaliptos. A empresa já tem 215 mil hectares. A legislação federal em vigor limita a propriedade de apenas 1,5 mil hectares por empreendedor estrangeiro, caso da CMPC. A revelação do grupo chileno foi revelada pelo próprio governo estadual nesta segunda-feira, depois de reunião entre seu CEO, Walter Lídio, e o governador petista Tarso Genro. Lídio foi pedir apoio de Tarso Genro para mudar a lei. Ele não se comprometeu em fazer isto, mas prometeu analisar tudo com sua área técnica e depois tirar uma posição de governo. A expansão da fábrica de Guaíba está em andamento. Ela aumentará a produção atual de 450 mil toneladas/ano de celulose para 1,7 milhão de toneladas.

Vendas de imóveis novos despencaram 27,25% em 2011

Foram desastrosas as vendas de imóveis novos em Porto Alegre no ano passado. O Sinduscon revelou nesta segunda-feira que, em 2011, as vendas despencaram 27,25% (4.133 casas e apartamentos). Os lançamentos também caíram ( -17,54%), chegando a 5.017 unidades. A boa notícia é que em dezembro (sobre novembro) as vendas de imóveis cresceram 8,69%. Mas, se comparadas com o mesmo mês do ano anterior, a taxa foi muito baixa. Em dezembro de 2010, as vendas avançaram 19,18%. As vendas de imóveis no ano passado foram prejudicadas por greves brancas na Smov, Smam e secretaria do Planejamento, todas da prefeitura de Porto Alegre.

Juventude do PMDB quer que Fortunati apóie candidatura do partido em 2014

Reunida em Tramandaí, a Juventude do PMDB no Rio Grande do Sul tirou a seguinte posição sobre as eleições municipais em Caxias do Sul: o PMDB até poderá apoiar o deputado estadual Barbosa Velho (PDT) para a prefeitura em Caxias, e o prefeito José Fortunati em Porto Alegre, mas eles devem jurar que apoiará o candidato do partido à sucessão do petista Tarso Genro, ao governo do Estado, em 2014. Barbosa Velho já jurou que apóia, mas com um condicionante: só se o candidato do PMDB ao governo do Estado for o atual prefeito de Caxias do Sul, o peemedebista José Ivo Sartori. Ou seja, a promessa dele não vale um ovo. Já o prefeito da capital, José Fortunatti, faz de conta que não ouviu nada. Mas, até os postes o Chuí sabem que ele já se entendeu com o PT para apoiar Tarso Genro em 2014. E a Juventude do PMDB faz o que é seu papel, ela sempre é usada pelos dirigentes do partido para "plantar" bodes na sala de estar de adversários renitentes.

Pesquisa do Banco Central indica que PIB poderá ser ainda menor em 2013

A pesquisa semanal Focus, divulgada nesta segunda pelo Banco Central, mostra que a mediana das expectativas de crescimento da economia brasileira em 2013 de 4,2% para 4,1%. A produção industrial baixa desacelera a economia. Já a estimativa para 2012 foi mantida em 3,3%. As expectativas para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) do setor industrial em 2012 caiu pela segunda semana, de 2,79% para 2,70%. Há quatro semanas estava em 3,31%. Para 2013, a expectativa de avanço do setor industrial manteve-se em 4% pela décima semana consecutiva.

Lula continua internado em São Paulo, mas médicos dizem que não há por que temer pelo pior

O ex-presidente Lula continuou internado na segunda-feira. Os médicos, os parentes, amigos e companheiros de Lula acham que não há por que temer pelo pior. Mas, por via das dúvidas, os médicos resolveram mantê-lo internado até o encerramento do período de radioterapia.

OI TV confirma entrada do “Fox Sports” em sua programação

A Oi TV amplia seu pacote básico Oi TV Mais (R$ 49,90), o mais completo do mercado em canais pagos, e inicia nesta terça-feira a transmissão do Fox Sports. A iniciativa faz parte da estratégia da companhia de investimento em programação esportiva para ampliar sua base de assinantes. O canal traz programação esportiva, 24 horas por dia, como os jogos dos times brasileiros na Copa Santander Libertadores da América 2012, com exclusividade, entre as TVs por assinatura. Além disso, a Fox Sports tem garantido o direito dos jogos da Copa Bridgestone Sul-Americana, da Serie A da Liga Italiana, da Barclays Premier League, entre outros.

No primeiro ano do governo Dilma, investimento das estatais cai 7,5%

O primeiro ano do governo Dilma Rousseff marcou a quebra de uma série histórica de dez anos seguidos de crescimento dos investimentos realizados por empresas estatais federais. Pela primeira vez desde 2000, o volume investido caiu em comparação com o ano anterior. O consolidado de R$ 82,4 bilhões executados em 2011 pelas estatais, segundo dados do Ministério do Planejamento, representa um recuo de R$ 6,7 bilhões na comparação com 2010, em valores já corrigidos pelo IGP-DI.

Diretor da Campus Party diz que São Paulo será "Vale do Silício" da América do Sul

"São Paulo vai ser o Vale do Silício da América do Sul", afirmou o diretor-geral da Campus Party, Mario Teza, sobre o legado do evento de tecnologia que terminou no domingo em São Paulo. A quinta edição brasileira, que ocorreu pela primeira vez no pavilhão de exposições do Anhembi, recebeu R$ 18 milhões em investimentos e 7.500 participantes, sendo -5.500 deles acampados. Teza exaltou a presença de investidores e disse que os campuseiros tiveram a oportunidade de tomar lições de empreendimento para transformar idéias em negócios. Neste ano, os convidados não foram tão conhecidos como os de edições anteriores. Na avaliação de Teza, o sucesso não depende de grandes nomes, pois os ingressos se esgotaram antes mesmo do anúncio da programação: "Nós aumentaremos a intensidade da elaboração da agenda pelos visitantes, isso é que é o barato. Eles não vêm aqui somente pelas estrelas".

Nova direção quer mudar nome do banco PanAmericano

A nova administração do banco PanAmericano, encabeçada pelo BTG Pactual, estuda mudar o nome da antiga instituição financeira de Silvio Santos, que frequenta o noticiário policial após um rombo de R$ 4,3 bilhões. Com os ex-executivos do banco banidos do sistema financeiro e correndo risco de serem presos, a nova equipe chegou à conclusão de que é inviável utilizar o nome PanAmericano, especialmente para empréstimos imobiliários destinados à classe média alta, público-alvo da Brazilian Mortgages, financeira adquirida no final de 2011. O novo nome só será definido após estudos de "recall" de marca, que serão feitos nos próximos meses.

Resultado da autópsia de Whitney Houston terá "barreira de segurança"

Legistas completaram no domingo a autópsia do corpo da cantora Whitney Houston e confirmaram que ela foi encontrada na banheira em seu quarto de hotel em Beverly Hills, mas disseram que a causa da morte não seria determinada até que mais testes de laboratório fossem realizados. O subchefe dos legistas do Condado de Los Angeles, Ed Winter, revelou pouco sobre a autópsia em uma coletiva de imprensa, mas disse que os médicos não encontraram nenhum sinal visível de trauma ou de um ato criminoso. Ele se recusou a comentar sobre os vários relatos na imprensa de que Whitney havia se afogado na banheira do hotel, possivelmente após sucumbir às drogas ou álcool. Ele afirmou: "Eu não vou comentar sobre qualquer medicação ou prescrições que foram obtidas. Ele disse que exames toxicológicos, que levam entre seis a oito semanas para serem concluídos, seriam necessários para determinar que influência, se houve alguma, drogas ou álcool poderiam ter tido na morte da cantora. Ed Winter disse que o caso estava sendo protegido por uma "barreira de segurança", como em outras investigações de grande atenção midiática, para impedir que mais detalhes fossem divulgados.

Itália capta 12 bilhões de euros com juros menores

O Tesouro italiano vendeu nesta segunda-feira 12 bilhões de euros (cerca de US$ 15,6 bilhões) em bônus de um ano e 127 dias, a taxas de juros inferiores às registradas em operações anteriores com os mesmos vencimentos. Em relação aos títulos de dívida de um ano, foram colocados no mercado 8,5 bilhões de euros, com rendimento de 2,23% ao ano, abaixo dos 2,735% de um leilão anterior. Para os títulos de vencimento em 21 de junho de 2012, foram emitidos 3,5 bilhões em bônus com juros de 1,546% ao ano, ante 1,644% registrado em uma operação antecedente. Os analistas avaliaram o leilão como uma demonstração do aumento da confiança nos mercados italianos, já que a redução dos juros nos bônus de um ano é ainda mais significativa se comparada com a taxa média de 5,95% registrada em uma emissão desse tipo de papel feita em novembro do ano passado.

Após estrear com empate, Paulo Roberto Falcão dará repouso ao Bahia no Carnaval

Paulo Roberto Falcão estreou no domingo no comando do Bahia, quando empatou o clássico contra o Vitória, no estádio de Pituaçu, em Salvador, por 0 a 0. Apesar do resultado, ele elogiou o time. Mas lamentou o pouco tempo trabalho. "Até tentei arrumar a parte tática nos treinamentos, mas em 48 horas é difícil fazer alguma coisa. O Vitória ainda teve 10 dias a mais de preparação que a gente", disse o ex-comentarista da Globo, referindo-se à pré-temporada do rival. Falcão, porém, já deixou sua marca ao escalar um time mais ofensivo que o seu antecessor, Joel Santana. Ele trocou um volante por um atacante na escalação.

Procurador defende rejeição de queixa-crime contra Eliana Calmon

O Procurador-geral da República, Roberto Gurgel, requereu ao Supremo Tribunal Federal a rejeição de queixa-crime ajuizada contra a ministra Eliana Calmon pelo juiz federal Moacir Ferreira Ramos, ex-presidente da Ajufer (Associação dos Juízes Federais da 1ª Região). O magistrado alegou ter sido vítima de difamação e injúria numa entrevista concedida pela corregedora à Folha, em março de 2011. O jornal revelara no final de 2010 que Ramos era um dos investigados por empréstimos fictícios tomados pela Ajufer junto à Fundação Habitacional do Exército. Foram usados nomes de fantasmas e de juízes associados que desconheciam a fraude. Na entrevista, Eliana Calmon confirmou que Ramos havia admitido sua responsabilidade na fraude, e afirmou estar preocupada, porque "o caso caminhava para a impunidade": "Em 32 anos de magistratura nunca vi uma coisa tão séria", disse a ministra. Em junho de 2011, o relator do inquérito, ministro Celso de Mello, determinou a quebra de sigilo do processo e a publicação do nome da ministra por extenso na capa dos autos. O episódio marcou um dos primeiros enfrentamentos públicos entre a corregedora e o presidente do Conselho Nacional de Justiça, ministro Cezar Peluso. Temendo que Ramos destruísse provas, e diante da pressão dos juízes lesados, Eliana Calmon determinara, em novembro de 2010, o afastamento de Ramos do cargo de juiz. Na semana seguinte, a decisão da corregedora foi referendada, por maioria, pelo CNJ. Mas, durante a sessão, Peluso criticou a corregedora por se ter antecipado ao colegiado. No mês seguinte, o ministro Marco Aurélio, do STF, concedeu liminar suspendendo o afastamento de Ramos. Em julho de 2011, o juiz foi afastado do cargo até a conclusão do processo disciplinar aberto pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região contra quatro ex-presidentes da Ajufer. Na queixa-crime, Ramos alegou que a ministra empregou "palavras sensacionalistas e de duplo sentido" na entrevista à Folha, "condenando-o publicamente com visível desprezo ao princípio da não-culpabilidade". Em sua defesa, a corregedora anexou correspondência de Ramos na rede dos juízes federais, na internet, em que o ex-presidente da Ajufer admitia a gravidade de seus atos. Na mensagem, Ramos afirmou: "Como pude fazer isto, envolvendo amigos, colegas, pessoas que acreditaram, apoiaram e confiaram em mim?" Ramos não contestou a resposta de Eliana Calmon. Por isso, Gurgel requereu que fosse reconhecida a decadência [perda de prazo para o exercício de um direito] ou rejeitada a queixa-crime, com o arquivamento do inquérito.

Camex reduz tarifa de importação para produtos de informática

A Camex (Comissão de Comércio Exterior) reduziu de 16% para 2%, até 30 de junho de 2013, o Imposto de Importação de alguns produtos de informática e de telecomunicação. A tarifa reduzida vale para módulos montados como demonstrador de cristal líquido de driver; máquinas para produção de ozônio; aparelhos para diagnósticos de funcionamento de freios ABS, motor ou air bag de veículos e equipamentos inteligentes para testes funcionais de motores. Segundo a Camex, a alteração de tarifa é feita na condição de "ex-tarifário" dos produtos em questão. O mecanismo de ex-tarifário reduz temporariamente as alíquotas de itens sem produção nacional, vinculados a investimentos produtivos no País.

Lucro da TAM cai 36% no quarto trimestre e empresa planeja reduzir frota

A companhia aérea TAM encerrou o quarto trimestre com lucro líquido de R$ 95,5 milhões, uma queda de 36,4% na comparação anual, mas reversão de prejuízo sofrido no trimestre imediatamente anterior. O resultado ficou abaixo da média das expectativas de seis analistas consultados pela Reuters, que estimava lucro de R$ 203 milhões no período, após lucro um ano antes de R$ 150 milhões e prejuízo de R$ 619,7 milhões no terceiro trimestre. A empresa, que está em processo de fusão com a chilena LAN estimou no balanço um crescimento da demanda no mercado doméstico este ano entre 8% e 11%. Apesar disso, a expectativa para o crescimento da oferta no Brasil é de alta de zero a 2%, numa estratégia de contenção de assentos no mercado doméstico semelhante à adotada pela Gol, que reduziu no início deste mês sua expectativa de aumento de capacidade de zero a 4% para entre zero e 2%. Em 2011, a TAM aumentou sua oferta no Brasil em 9,5%, ante estimativa de incremento de 10% a 14%, em meio a uma redução no ritmo de expansão do mercado aéreo brasileiro no final do ano. Com isso, a expectativa da empresa para frota em 2012 foi reduzida de manutenção em relação às 127 aeronaves de 2011 para 124 jatos.

Francisco Franco é nomeado presidente da Casa da Moeda

O Diário Oficial da União publicou em sua edição desta segunda-feira a nomeação de Francisco de Assis Leme Franco para a presidência da Casa da Moeda. O ministro Guido Mantega (Fazenda) indicou o nome de Franco para o cargo no último dia 8. O então presidente do órgão, Luiz Felipe Denucci, foi demitido no último dia 28, após o governo descobrir que a Folha preparava reportagem sobre "offshores" que Denucci e integrantes de sua família mantinham no Exterior. Ligado a Mantega, Franco é servidor público de carreira e foi secretário-executivo adjunto do Ministério da Fazenda de 2007 a 2010. Desde o início do governo Dilma Rousseff, ocupava o cargo de diretor na secretaria-executiva do Ministério do Planejamento. Natural de Cafelândia (SP), tem 55 anos, é mestre em Políticas Públicas e Governo pela FGV (Fundação Getúlio Vargas).

Objetivo imediato de Kassab é conseguir tempo na TV para PSD

O objetivo imediato de Gilberto Kassab ao fazer gestos vistosos como a aparição na festa de aniversário do PT é reunir todo o apoio possível para ganhar a batalha no Tribunal Superior Eleitoral pelo tempo de televisão de seu novo partido, o PSD. O julgamento deve ocorrer no segundo trimestre. Até lá, o prefeito paulistano espera dispor, além de ótimos advogados e de suas próprias conexões, da boa vontade de petistas ilustres - a começar pelo próprio Lula - aos quais se atribui grande influência sobre ministros do tribunal.

Justiça espanhola arquiva caso contra juiz Garzón

Um magistrado do Supremo Tribunal espanhol arquivou nesta segunda-feira a causa aberta contra o juiz Baltasar Garzón pelo patrocínio que obteve de cinco empresas do país por cursos concedidos na Universidade de Nova York entre 2005 e 2006. Esta foi a terceira das causas judiciais abertas contra o célebre juiz espanhol: já foi condenado e inabilitado (a exercer a profissão) pelo caso das escutas de uma rede de corrupção, e ainda está sob julgamento por conta de supostos abusos na investigação dos crimes do franquismo. O magistrado Manuel Marchena avaliou que o delito de pagamento impróprio que se imputava a Garzón está prescrito.

Israel diz que embaixadas na Índia e Geórgia foram atacadas

O ministério das Relações Exteriores de Israel confirmou nesta segunda-feira dois atentados contra funcionários de suas embaixadas na Índia e na Geórgia, e informou que pelo menos duas pessoas ficaram feridas em Nova Déli. "Aconteceram incidentes nos quais funcionários da embaixada foram atacados em Nova Délhi e Tiblisi", declarou Yigal Palmor, porta-voz do ministério. A polícia indiana informou que duas pessoas ficaram feridas na explosão de um automóvel da embaixada israelense em Nova Déli. O veículo, que estava estacionado na rua, diante da embaixada, em um bairro residencial da capital indiana, ficou completamente destruído. As causas da explosão são desconhecidas. Em Tiblisi, agentes da polícia desativaram uma bomba instalada debaixo do carro de um funcionário da embaixada de Israel.

Fazendeiros brasileiros "ilegais" no Paraguai poderão perder terras, diz ministro

Em meio a uma nova disputa por terras na região de fronteira com o Brasil, o ministro do Interior do Paraguai, Carlos Filizzola, disse que os fazendeiros brasileiros que tiverem títulos "ilegais" poderão perder suas propriedades no país. "Aqueles que não tiverem como comprovar sua legalidade, devem estar preocupados. Os que têm títulos legais podem ficar tranquilos", disse ele. "Os que receberam terra de forma ilegal podem se preocupar. Sejam paraguaios, brasileiros ou de outra nacionalidade", completou. O ministro afirmou que as terras deverão ser restituídas ao Estado, mas disse que caberá à Justiça a definição sobre a veracidade e a legalidade dos documentos, dizendo que Poder Judiciário do país "é muito lento, mas deve ser respeitado". Suas declarações foram feitas no momento em que grupos de sem-terras ocupam propriedades nos municípios na região do Alto Paraná, no leste do país. Advogados dos fazendeiros dizem que as invasões começaram em abril de 2011, mas que teriam se intensificado este ano, principalmente no município de Ñacunday, onde estão as terras do brasileiro naturalizado paraguaio Tranquilo Favero, chamado pela imprensa local de "rei da soja" do Paraguai. "Setores do governo não atendem às determinações judiciais de que a polícia deve desocupar os terrenos", disse o advogado Guillermo Duarte, defensor de Favero: "Ele tem terras produtivas há mais de quarenta anos e deve ser respeitado pelos investimentos que fez e faz no país".

Lula passa por nova sessão de radioterapia em São Paulo

O ex-presidente Lula retomou nesta segunda-feira o tratamento radioterápico para tratar um câncer de laringe, diagnosticado em outubro. Segundo último boletim divulgado pelo Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, Lula está clinicamente bem e realizando "tratamento fonoaudiológico, fisioterápico, hidratação endovenosa e assistência nutricional, alimentando-se por via oral". A equipe médica que trata o ex-presidente o aconselhou a permanecer internado até o fim do tratamento, já que os efeitos colaterais tendem a ser mais severos nesse período. A última sessão está prevista para o dia 17. Lula foi levado no sábado ao hospital com queixa de perda de apetite e fadiga. "Após avaliação, foi constatada apenas presença de inflamação de mucosa da laringe e esôfago, decorrentes da radioterapia", informou o boletim.

Procurador quer fim de isenção de ICMS a tablets em São Paulo

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, concluiu que a isenção de ICMS para tablets em São Paulo pode gerar guerra fiscal e, portanto, deve ser suspensa. Ele enviou um parecer ao Supremo Tribunal Federal para suspender o benefício fiscal. No parecer, Gurgel pede a concessão de medida cautelar na ação direta de inconstitucionalidade proposta pelo governo do Amazonas contra o Estado de São Paulo. Na ação, o governo amazonense afirma que o benefício de São Paulo está causando impactos prejudiciais aos demais Estados e ao Distrito Federal. De acordo com o processo, os tablets produzidos em São Paulo tiveram alíquota reduzida a zero, enquanto o mesmo produto fabricado na zona franca de Manaus estaria sendo taxado em 12% ao entrar em São Paulo. "Não é possível a edição de atos normativos que concedam benefícios fiscais relativos ao ICMS sem a prévia celebração de convênio no âmbito do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz)", afirmou Gurgel. Para ele, apesar de o ICMS ser um imposto estadual, as isenções só poderiam ser aprovadas por lei complementar aprovada no Congresso Nacional.

Foguete europeu parte com nove satélites científicos

A ESA (Agência Espacial Europeia) comemorou a partida de um novo foguete, o Vega, nesta segunda-feira, cuja missão é colocar nove satélites científicos em órbita. O lançamento ocorreu às 8 horas (horário de Brasília), no Centro Espacial Europeu de Kuru, na Guiana francesa. O lançador é o menor da ESA, com 30 metros de altura, 137 toneladas de peso e US$ 942 milhões de investimentos. Apesar de insistir em qualificar o vôo inaugural como experimental, os cientistas temiam que o Vega repetisse o desastre de 5 de junho de 1996, quando o Ariane 5 explodiu um minuto após abandonar a plataforma de lançamento. O êxito da missão transpareceu nos aplausos, abraços e polegares levantados. Com o sucesso de sua primeira missão, o lançador passa a ser uma opção viável para mais de 30 satélites que anualmente são postos em órbita a um preço de US$ 42 milhões por decolagem. O projeto italiano contou com o apoio da França, Bélgica, Espanha, Holanda, Suécia e Suíça.

Israel acusa Irã e Hezbollah por atentados na Índia e Geórgia

O primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, acusou o Irã e o movimento xiita libanês Hezbollah do atentado desta segunda-feira contra alvos diplomáticos de seu país em Nova Délhi e da tentativa de ataque em Tbilisi, assim como de outras tentativas perpetradas nos últimos meses. "Nos últimos meses, fomos testemunhas de várias tentativas de atentado contra cidadãos israelenses e contra judeus em uma série de países: Azerbaijão, Tailândia e outros, que conseguimos frustrar com ajuda de organismos locais", declarou Netanyahu no Parlamento. "Em todos os casos, os que estavam por trás dos atentados são Irã e seu protegido Hezbollah", acrescentou. O ataque em Nova Déli deixou quatro pessoas feridas, três indianos e uma israelense, esposa do adido militar de Israel, enquanto em Tibilisi não foram registradas vítimas, segundo a rádio pública israelense. Fontes do Ministério do Interior georgiano indicaram que efetivos policiais desativaram uma granada que havia sido colocada embaixo do automóvel particular do motorista do embaixador israelense na Geórgia, Itzhak Herber. Netanyahu advertiu de que Israel atuará de forma "decisiva e meticulosa contra o terrorismo internacional que provém do Irã".

Relatora petista da ONU acusa Israel de violar direito à moradia dos palestinos

A relatora petista da ONU, a paulista Raquel Rolink (professora petista da USP), acusou as autoridades israelenses de violarem o direito à moradia nos territórios ocupados, enquanto "promovem um desenvolvimento territorial que exclui, discrimina e desloca as minorias, em particular as comunidades palestinas". Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, a relatora especial sobre o direito à moradia digna, Raquel Rolink, criticou a recente privatização, desregulamentação e comercialização dos bens públicos do país, que resulta em políticas urbanas e de moradia "cada vez menos acessíveis para as famílias de baixa renda". Segundo a relatora petista da ONU, as minorias palestinas e os palestinos que vivem sob a ocupação militar são os mais afetados por esta situação, que supõe uma grande barreira contra o direito à moradia. O PT dá amplo apoio às organizações terroristas islâmicas Hamas e Hizbollah, ambas financiadas pelo regime nazista islâmico o Irã.

Banco Schahin muda de nome e passa a se chamar BCV

O Banco Schahin deixou de usar o nome atual e passou a adotar o nome comercial de BCV (Banco de Crédito e Varejo S.A.) a partir desta segunda-feira. Os produtos atualmente oferecidos pelo Schahin serão adaptados à nova marca, diz comunicado emitido pelo banco nesta segunda-feira. Para os clientes, nada muda. "O banco continuará a oferecer a mesma linha de produtos, sendo que seus clientes atuais não sofrerão quaisquer alterações nas operações financeiras já contratadas", diz o comunicado. O Schahin foi adquirido em 2011 pelo Banco BMG, que também é dono do Banco Cifra e da Financeira Cifra. Em dezembro do ano passado, a agência de classificação de risco Fitch Ratings colocou uma série de ratings do Banco BMG em observação negativa, indicando a possibilidade de rebaixamento. Entre as causas, estaria o impacto da incorporação do Schahin na base de capital do banco. Entre as notas que receberam a observação negativa estavam as de longo prazo em moeda estrangeira e local, hoje classificados em "BB-".

Capturado no Peru, líder do Sendero Luminoso tem saúde estável

O chefe de uma das facções remanescentes da guerrilha maoísta Sendero Luminoso, Florindo Flores, conhecido como "camarada Artemio", capturado no domingo na selva do Peru, encontra-se com o estado de saúde estável e será levado a uma prisão de Lima, informou nesta segunda-feira a polícia. "Seu estado de saúde é estável, seus ferimentos não comprometeram órgãos vitais", disse um porta-voz da Direção de Informação da Polícia. "Ele está tranquilo, fala muito pouco e, assim que controlarem a infecção e a inflamação de seus ferimentos nas mãos e no tórax, será levado a uma prisão em Lima", indicou a fonte policial após informar que "Artemio" está internado no hospital da polícia em Lima, sob fortes medidas de segurança. O chefete terrorista senderista será interrogado na Direção Contra o Terrorismo (Dicorte) e depois preso nas instalações da base Naval do porto El Callao, a oeste de Lima, onde o chefe terrorista máximo senderista Abimael Guzmán, de 75 anos, encontra-se preso desde 1992. Segundo informações da promotoria, "Artemio" seria autor de pelo menos 500 ações subversivas e mais de 50 mortes nos últimos cinco anos. "Artemio" tinha sido ferido na quinta-feira em confronto em Puerto Pizana (nordeste), entre uma coluna da guerrilha e forças combinadas da polícia e do Exército. Atualmente, o Sendero Luminoso tem remanescentes das duas principais zonas produtoras de coca do país, o Alto Huallaga e o Vale dos rios Apurímac e Ene, com um total de 300 homens, segundo analistas. O governo acusa a organização guerrilheira de colaborar na vigilância dos cultivos ilícitos de coca.

Internautas iranianos recuperam acesso a e-mail e outros sites

Os internautas do Irã recuperaram nesta segunda-feira o acesso aos serviços de e-mail gratuitos de provedores estrangeiros, como Google, Hotmail e Yahoo!, assim como a outros sites relacionados. Desde 9 de fevereiro essas páginas estavam bloqueadas no Irã, onde, segundo a imprensa local, cerca de 30 milhões de usuários ficaram mais de três dias afetados pelo corte. O bloqueio ocorreu enquanto era celebrado o 33º aniversário da Revolução Islâmica, liderada pelo aiatolá nazista Ruhollah Khomeini, que derrubou o xá de Pérsia, Mohamad Reza Pahlevi, e que é comemorada em 11 de fevereiro. Um grande número de sites está bloqueado pelas autoridades iranianas, entre eles os de muitos meios de comunicação estrangeiros e também os de grupos sociais e políticos, tanto iranianos como de outros países, considerados hostis pelo governo de Teerã.

Corpo de Whitney Houston será entregue à família até quarta

O corpo da artista pop Whitney Houston será entregue à sua família nos próximos dois dias, informou nesta segunda-feira um funcionário do Instituto Médico Legal de Los Angeles, depois da repentina e misteriosa morte da cantora, no sábado. A autópsia foi finalizada no domingo, disse Ed Winter, explicando que ainda está sendo realizado o exame toxicológico, para determinar a causa da morte. A informação sobre a autópsia é confidencial por "questões de segurança" e devido ao perfil do caso, mas isto "não impede que a família receba o corpo", acrescentou. Houston, que ganhou inumeráveis prêmios e vendeu mais de 170 milhões de álbuns, singles e vídeos em todo o mundo, morreu sábado, aos 48 anos. O corpo foi encontrado na banheira de um quarto do hotel Beverly Hilton de Los Angeles enquanto se realizavam os preparativos para a cerimônia de entrega dos prêmios Grammy de domingo, a grande festa anual da indústria musical. Houston lutava há tempos contra o vício de drogas, que afetou negativamente sua saúde e carreira.

Lula e Gushiken estão internados no mesmo andar de hospital

O ex-presidente Lula e o ex-ministro Luiz Gushiken estão internados no 11º andar do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo e estiveram juntos ontem para conversar. Na manhã desta seguna-feira, Lula recebeu a visita da filha Lurian. Mas a recomendação médica é de que ele evite visitas para não forçar a voz. Na avaliação dos médicos, embora Lula esteja reagindo bem ao tratamento e apresente regressão do tumor, a exposição neste momento é "expressamente proibida". Uma tomografia feita no sábado revelou que não há mais sinais de tumor na laringe do ex-presidente. Segundo o oncologista Artur Katz, que integra a equipe médica que cuida de Lula, o exame foi feito para avaliar possível infecção pulmonar (que foi descartada), e não para investigar o câncer.

Avião da Gol se choca com aeronave após pousar em Buenos Aires

Uma aeronave da Gol colidiu com outro avião durante taxiamento no aeroporto de Internacional Jorge Newbery, em Buenos Aires, informou a companhia aérea nesta segunda-feira. De acordo com o jornal argentino "Clarín", a outra aeronave seria da chilena LAN e iria para Iguazú, também na Argentina. Segundo a Gol, o avião vinha do aeroporto de Guarulhos (SP) e nenhum dos 175 passageiros se feriu. A assessoria de imprensa da companhia aérea brasileira informou que o taxiamento foi autorizado pela autoridade aeroportuária argentina, e que o movimento de "pushback" -- procedimento em que o o avião é rebocado-- do segundo avião foi autorizado logo em seguida. "A aeronave está passando por uma inspeção. As causas da ocorrência ainda estão sendo investigadas", informou a Gol.

Graça Foster assume Petrobras e promete continuidade

A nova presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, foi empossada nesta segunda-feira. Graça Foster, como gosta de ser chamada, sucederá José Sergio Gabrielli, que esteve à frente da empresa por seis anos. Ela disse estar preparada para o desafio e garantiu que sua gestão é de continuidade. Graça Foster destacou que irá trabalhar para cumprir as metas e prazos e dedicará atenção especial à exploração do pré-sal, à ampliação do parque de refino, à construção de plantas de fertilizantes e ao aumento da participação da empresa no setor de etanol. "É o maior desafio que já tive em minha vida. Devo esse momento a vocês", disse dirigindo-se aos técnicos e diretores da companhia. A cerimônia contou com a presença da presidente da República, Dilma Rousseff, do ministro da Fazenda, Guido Mantega, do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, do presidente da Câmara, Marco Maia (PT), e do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral.

Fitch rebaixa nota do Santander e de outros 3 bancos da Espanha

A agência de qualificação de crédito Fitch rebaixou nesta segunda-feira a qualificação de quatro bancos espanhóis, entre eles o maior do país, o Santander. O Santander reduziu sua nota de crédito em dois pontos, passando de AA- para A, igualando-o ao Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA), que desceu um degrau (de AA- para A). Ambos operam em diversos países latino-americanos, incluindo o Brasil. As outras duas instituições rebaixadas foram o Caixa Bank e La Caixa, que ficaram com A-. O único banco avaliado que segue estável é o Bankia, com nota BBB+. A redução é consequência da queda em dois pontos da qualificação da dívida pública da Espanha, que aconteceu em 27 de janeiro.

Líder envia email a deputados pedindo presença em Brasília

O líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), enviou email para o gabinete dos deputados da base aliada pedindo a presença de todos em Brasília nesta semana para a realização de "votações importantes". O temor de Vaccarezza é que os deputados fiquem nos seus Estados por causa do Carnaval, na semana que vem. O esforço do governo é para votar, ainda esta semana, o projeto de lei que cria o fundo de previdência complementar do servidor público. A idéia era iniciar a votação da proposta na semana passada, mas, por uma insurgência do presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), a sessão do plenário foi cancelada. A discussão sobre o fundo de previdência dos servidores deve durar mais de um dia, pois não há concordância em torno de todos os pontos. Há a possibilidade de a votação ser terminada apenas depois do Carnaval.

Irã arma e financia terrorismo, diz presidente de Israel

O presidente de Israel, Shimon Peres, acusou nesta segunda-feira o Irã de "armar e financiar" o terrorismo global. A declaração ocorre no mesmo dia do ataque a embaixada israelense em Nova Déli, na Índia, e a tentativa na de Tbilisi, na Geórgia. "Israel não se assusta ante atos terroristas e seguirá atuando para proteger seus cidadãos em qualquer lugar do mundo", afirmou em telefonema com os embaixadores do país na Índia, Alon Ushpiz, e na Geórgia, Yitzak Gerberg, como informado em comunicado feito pelo gabinete presidencial. Peres também desejou "pronta recuperação" a Tal Yehoshua Koren, mulher do adido militar na Índia, que ficou ferida no ataque à representação de Nova Déli. O presidente também pediu aos embaixadores que agradeçam aos governos locais e às forças de seguranças pela "completa cooperação" no socorro às vítimas e nas investigações das ações terroristas. Mais cedo, o premiê de Israel, Binyamin Netanyahu, acusou o Irã e o movimento xiita libanês Hezbollah de ter participação nos ataques, assim como de outras tentativas perpetradas nos últimos meses.

Twitter noticiou morte de Whitney Houston antes de agências

O primeiro tuíte sobre a morte da cantora Whitney Houston, no último sábado, aconteceu 42 minutos antes de a primeira agência de notícias publicar a informação, segundo o site Mashable. Por volta das 16h15 do horário local (21h15 no horário de Brasília), a usuária @AjaDiorNavy tuitou: "Minha tia Tiffany, que trabalha para a Whitney Houston, acabou de encontrá-la morta na banheira". A Associated Press foi a primeira agência de notícias a confirmar a informação - publicou a notícia às 16h57, citando o agente da cantora. De acordo com a polícia, a cantora foi declarada morta às 15h55 do horário local. Ainda não há uma versão oficial para a causa da morte. Entre os músicos que comentaram a morte de Whitney Houston no Twitter, o rapper Lil Wayne foi o que teve mais repercussão, com 29 mil retuítes. O seguiram Justin Bieber (15 mil), Nicki Minaj (9.000), Katy Perry (8.000) e Mariah Carey (6.000).

Dólar cai 0,63% e faz nova mínima para o ano

Depois do ajuste de alta nas últimas quinta e sexta-feiras, o dólar abriu a semana perdendo para o real e faz nova mínima para o ano. Dados preliminares apontam que o dólar comercial fechou com baixa de 0,63%, negociado a R$ 1,715 na venda. Essa é a menor cotação desde 30 de outubro de 2011, quando a moeda fechou a R$ 1,704. Na sexta-feira, a divisa subiu 0,29%, a R$ 1,726. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar para março mostrava desvalorização de 0,49%, a R$ 1,7215, antes do ajuste final. O Dollar Index, que mede o desempenho da divisa americana ante uma cesta de moedas, caía 0,14%, a 78,90 pontos. Enquanto o euro operava estável a US$ 1,32.

Irã denuncia Israel a tribunais internacionais por morte de cientistas

O Irã anunciou nesta segunda-feira que denunciou Israel em tribunais internacionais pela acusação de envolvimento nas mortes de cinco cientistas que trabalham no programa nuclear do país, afirmou o procurador-geral do país, Gholan Hussein Mohseni Ejei. O documento revela que o país acusa publicamente o serviço secreto de Israel, o Mossad, e a Agência Central de Inteligência (CIA), dos Estados Unidos, de participar dos homicídios, de acordo com a agência de notícias local Mehr. No domingo, o Ministério de Relações Exteriores convocou o embaixador do Azerbaijão em Teerã para pedir que o país detenha as supostas operações no seu território de redes de espionagem do Mossad israelense contra o Irã. Os iranianos protestaram contra facilidades oferecidas a supostos terrorisras relacionados com Israel que teriam participado das mortes dos cientistas. Em 11 de janeiro, a explosão de uma bomba magnética provocou a morte do cientista nuclear iraniano Mostafa Ahmadi-Roshan, de 32 anos, em Teerã, no quinto ataque do tipo em três anos.

França põe quatro palacetes à venda para arrecadar US$ 329 milhões

O Estado francês vai leiloar em março quatro palacetes de um distrito de Paris para arrecadar os US$ 329 milhões necessários para restaurar o complexo imobiliário que vai acolher os novos escritórios ministeriais a partir de 2016, informou o jornal "Le Figaro" nesta segunda-feira. Entre os quatro tesouros escolhidos está o palacete de Clermont, declarado monumento histórico em 1980 e que em seus 4,2 mil metros quadrados e seu grande jardim, que datam do começo do século 18, abriga o Ministério das Relações com o Parlamento. Menor, mas igualmente imponente é o palacete de Vogue, do final do século 19, com 3,3 mil metros quadrados que servem de sede do Centro de Análise Estratégica. Já o palacete de Broglie, de 7,1 mil metros quadrados, abriga atualmente a secretaria de Estado encarregada do Desenvolvimento da Economia Digital. O último desses monumentos destinados a pertencer ao dono de uma grande fortuna é o palácio de Mailly-Nesle, sede da Documentação francesa e que, assim como os outros, está localizado no 7º distrito da capital francesa. Para se tornar um proprietário destes imóveis, o licitante precisa ser generoso o suficiente pra que os cofres públicos recebam os US$ 329 milhões esperados, disse o presidente do Conselho Imobiliário do Estado, Yves Deniaud. Com a quantia almejada o Estado pretende reformar um grande complexo imobiliário de 56 mil metros quadrados que, a partir de 2016, irá receber a maior parte dos serviços do primeiro-ministro, além de dois gabinetes ministeriais e escritórios de autoridades independentes. Os quatro palacetes estão entre os cerca de 1,7 mil bens que o Estado anunciou em 2010 que iria vender, apesar da oposição dos defensores do patrimônio histórico, e a dificuldade de achar compradores capazes de custear o elevado custo de manutenção desse tipo de imóvel.

Catedral de Notre Dame instala novos sinos para comemorar 850º aniversário

A histórica catedral de Notre Dame, um dos monumentos mais célebres de Paris, completa neste ano seu 850º aniversário e, para comemorar a data, seu campanário será renovado, em uma operação que poderá custar cerca de US$ 3,3 milhões. O projeto consistirá em instalar oito novos sinos na torre norte da catedral e construir outra que acompanhe o maior sino da torre sul, explicou o site do monumento. A obra da Notre Dame foi concluída em 1345 e, em 1769, chegou a contar com 20 sinos, o que para os responsáveis pela conservação da catedral representava uma "verdadeira paisagem sonora no céu de Paris". No entanto, devido às necessidades da Revolução Francesa (1789-1799), seu metal foi considerado apto para construir canhões e todos, exceto o sino maior - batizado de Emmanuel -, foram fundidos com fins militares entre 1791 e 1792. Os quatro sinos instalados em seu lugar 60 anos depois estragaram o efeito do conjunto, não apenas pela "medíocre" qualidade de seu material e por seu inadequado tamanho, mas também, segundo os responsáveis, por estarem desafinados entre si e em relação a Emmanuel, obra-prima de 13 toneladas e que conta atualmente com mais de 330 anos de existência. Somente agora, após uma iniciativa sem sucesso em 2000, o responsável da catedral, o monsenhor Patrick Jacquin, conseguiu que o projeto fosse aprovado pelo ministério de Cultura francês. No final de fevereiro, será divulgado o nome da empresa escolhida para renovar o campanário, que deverá ser inaugurado no Domingo de Ramos de 2013. Esse é um dos maiores trabalhos previstos para comemorar o aniversário da Notre Dame, entre os quais também estão a melhora da iluminação interior e a reparação de seus principais órgãos, além de uma série de eventos, como congressos científicos, espetáculos e exposições. A catedral atrai a cada ano 13 milhões de pessoas, entre fiéis, peregrinos e turistas, o que segundo seus próprios números, a faz ser o monumento mais visitado da França, superando inclusive a Torre Eiffel.

Prévias não se inserem na cultura do PSDB, diz ex-presidente da sigla

O ex-presidente do diretório municipal do PSDB de São Paulo José Henrique Reis Lobo voltou a atacar nesta segunda-feira a realização de prévias pela legenda e disse que a sua opinião encontra respaldo em setores do partido. Na semana passada, ele causou polêmica no partido ao criticar a consulta interna para escolher o candidato a prefeito da capital paulista. Quatro tucanos devem disputar as prévias, marcadas para 4 de março. "É sintomático que a opinião que defendo venha encontrando tanto apoio de simpatizantes e eleitores do partido. Os que não concordam invariavelmente são "militantes", que, sem ter como derrubar a tese, querem desconstruí-la com agressões ao autor", escreveu o tucano, que postou 28 mensagens seguidas sobre o tema em sua página no Twitter. Lobo diz que os militantes deveriam respeitar a história do PSDB, que tradicionalmente define os candidatos a cargos majoritários por escolha da cúpula do partido, sem consultar os filiados. "Repito o que sempre disse: prévias não se inserem na cultura e na história do PSDB. Prévias não promovem a unidade do partido. Dividem-no", opinou o tucano, que citou casos em que um dirigente da sigla definiu um candidato mesmo com a pressão de disputas internas.

Irã restringe acesso a população à Internet e e-mails são bloqueados

O Irã impôs novas restrições para o acesso à internet e bloqueou os serviços de mensagem nos últimos dias, uma iniciativa que poderá "custar caro ao regime", segundo disse um importante deputado conservador neste domingo. Milhões de iranianos não puderam acessar suas contas no Gmail, Yahoo! ou Hotmail desde quinta-feira, sem nenhuma explicação por parte das autoridades, informou o jornal Arman. Mas a agência de imprensa Mehr informou que as restrições não afetavam apenas os serviços de e-mail. O controle do fluxo de informações na internet é uma preocupação maior para o Irã. O acesso a muitos sites populares como Facebook, Twitter e Youtube está bloqueado no Irã. O país bloqueia também a maioria dos sites estrangeiros, ao acusar a imprensa ocidental de participar de um complô contra a República Islâmica que seria liderado por Estados Unidos, Israel e Europa.

Último chefete terrorista do Sendero Luminoso é capturado no Peru

O presidente do Peru, Ollanta Humala, expressou neste domingo a "certeza" de que o corpo encontrado pelas forças combinadas da polícia e do exército na selva do país é do chefete terrorista do Sendero Luminoso, conhecido como "camarada Artemio". "Tenho a certeza de que se trata do terrorista 'Artemio'", disse o presidente, ao anunciar que viajava para a região de Alto Huallaga (nordeste,) suspendendo sua agenda habitual. Artemio, de 47 anos, cujo nome de batismo era Florindo Flores, liderava um remanescente da guerrilha do Sendero Luminoso na selva norte do Peru, e estava ferido gravemente após um enfrentamento com a polícia, na quinta-feira. A polícia anti-droga peruana tentava há anos prender Artemio, que era, segundo analistas, o último integrante em liberdade do Comitê Histórico do Sendero Luminoso, pelo qual o governo peruano oferecia uma recompensa de um milhão de sóis (US$ 350 mil) e o americano, de US$ 5 milhões. "Patrulhas do exército e da polícia encontraram o corpo de uma pessoa com as características do camarada Artemio", acrescentou o presidente Humala, um ex-tenente-coronel do exército que lutou contra os terroristas na década de 1990. "Estou indo para a área das operações para confirmar no terreno e dar a boa notícia ao país", acrescentou Humala, um nacionalista que assumiu o poder em julho de 2011, após ganhar as eleições presidenciais daquele ano. Artemio tinha sido ferido na quinta-feira, em confronto em Puerto Pizana (nordeste), entre uma coluna da guerrilha e forças combinadas da polícia e do exército. "Com isto realmente começa a pacificação do Alto Huallaga", afirmou o presidente peruano. Atualmente, o Sendero Luminoso tem remanescentes nas duas principais zonas produtoras de coca do país, o Alto Huallaga e o Vale dos rios Apurímac e Ene, com um total de 300 homens, segundo analistas. O governo acusa a organização guerrilheira de colaborar na vigilância dos cultivos ilícitos de coca. O Sendero Luminoso foi desarticulado em meados dos anos 1990 e seus principais líderes cumprem prisão perpétua, após um conflito interno que deixou 70 mil mortos, segundo a Comissão de Verdade e Reconciliação.