quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Dilma envia seu clone de chanceler a Cuba para monitorar situação de Chávez


A presidente Dilma Rousseff enviou a Cuba o assessor especial da Presidência para Assuntos Internacionais, o clone de chanceler Marco Aurélio "Top Top" Garcia, para acompanhar situação do presidente da Venezuela, Hugo Chávez. Ele é um ex-dirigente da 4ª Internacional comunista trotskista. "Top Top" Garcia é o principal interlocutor de Dilma com o governo de Chávez e já foi diversas vezes procurado por Nicolás Maduro, o vice-presidente do país. Maduro, e o presidente da Assembleia Nacional, Diosdado Cabello, retornaram esta quinta-feira à Venezuela após visitar, em Havana, o ditador Hugo Chávez, que continua em estado vegetativo. "Chegamos de Havana, Cuba, uma equipe de trabalho que foi ver o presidente Hugo Chávez", explicou Maduro à TV oficial. Maduro, que apareceu ao lado de Cabello em uma "inspeção produtiva" de uma usina de produção de café em Caracas, disse que Chávez continua "batalhando" por sua saúde e explicou que em breve será divulgado um novo boletim oficial sobre seu estado de saúde.

Grupo de Direitos Humanos diz que Cuba fez 60% mais presos políticos em 2012


Um grupo de direitos humanos que se opõe ao governo comunista de Cuba divulgou nesta quinta-feira que em 2012 houve mais de 6.000 detenções por motivos políticos, 60% a mais do que em 2011, e o triplo de dois anos atrás, uma tendência que deve "continuar piorando". Os números da Comissão Cubana de Direitos Humanos e Reconciliação Nacional (CCDHRN) foram rejeitados pelo governo, mas são usados como referência por organismos internacionais. O histórico de direitos humanos de Cuba tem sido questionado por outros países e grupos defensores das liberdades, porque a maioria dos encarcerados denuncia estar detida por ser contra o governo. Em seu relatório anual, a CCDHRN disse que na ilha foram realizadas no ano passado 6.602 prisões políticas, um número que supera os 4.123 detidos durante 2011. O mesmo grupo havia relatado em 2010 2.074 prisões temporárias. "A não ser que ocorram imprevistos significativos, a CCDHRN prevê que durante o ano de 2013 a situação dos direitos civis e políticos, e de outros direitos fundamentais, continuará piorando em Cuba", disse Elizardo Sánchez, porta-voz do grupo opositor. Segundo o documento, a média mensal de detenções temporárias é de 550, em comparação com 343 prisões mês a mês em 2011. Cuba, com uma população de 11 milhões, disse em maio passado que tinha 57.337 presos em suas cadeias, número inferior ao divulgado pela CCDHRN, que calcula algo entre 70.000 e 80.000 presos no país.

Governo propõe alteração da LRF para facilitar desoneração fiscal


O governo da petista Dilma Rousseff propôs "flexibilizar" a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para ampliar o escopo de tributos que podem ser desonerados sem a necessidade de apresentar uma contrapartida no Orçamento para compensar a perda de arrecadação. A mudança foi incluída em projeto de lei que altera o indexador da dívida dos Estados, encaminhado ao Congresso nos últimos dias de 2012. O PT sempre foi contra a Lei de Responsabilidade Fiscal, votou contra a lei, e durante essa década de governos petistas tem tratado de liquidar com os alcances da lei, que deu ao País a estabilidade econômica. Caso o projeto de lei complementar enviado ao Congresso seja aprovado, o governo da petista Dilma Rousseff poderá fazer reduções tributárias indiscriminadas tendo por justificativa o "excesso de arrecadação", sem que tenha que comprovar outra fonte para cobrir a renúncia. Em texto de justificativa anexado ao projeto, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, argumenta que a mudança representa apenas um ajuste na atual legislação. Hoje, a Lei de Responsabilidade Fiscal prevê que a compensação para renúncia tributária ocorra apenas com elevação de alíquotas, ampliação de base de cálculo ou criação de um novo tributo para não comprometer o resultado primário do ano. Pela proposta, o excesso de arrecadação e receitas extraordinárias, como dividendos de estatais federais, poderão ser utilizadas para compensar renúncia fiscal. "Receitas extraordinárias" é praticamente um artifício fiscal, um artifício contábil. Em 2012, o governo lançou 45 bilhões de reais em desonerações tributárias para tentar impulsionar a economia. Entre os incentivos dados, foi reduzido o IPI para automóveis, artigos da linha branca, móveis, material de construção, entre outros. Pela Lei de Diretrizes Orçamentárias, o governo poderá descontar este ano da meta de superávit primário 15 bilhões de reais em desoneração tributária e 10 bilhões de reais de investimento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A meta fiscal para o setor público consolidado este ano é de 155,9 bilhões de reais. O projeto de lei propõe ainda que as compensações também sejam efetuadas para desonerações tributárias de caráter geral. A LRF limita a necessidade de compensação às isenções de caráter não geral.

Ex-preso por homicídio toma posse junto com o corrupto e quadrilheiro petista José Genoino


Três minutos antes de o ex-presidente do PT, o corrupto e quadrilheiro José Genoino entrar na sala da Presidência da Câmara dos Deputados, para tomar posse, o delegado da Polícia Civil alagoana Francisco Tenório passou pelo mesmo corredor sem ser notado pelo batalhão de jornalistas e curiosos que esperavam o petista condenado no processo do Mensalão do PT. Chico Tenório, como é conhecido, voltou à Casa após ter passado um ano na prisão e outros sete meses com um tornozeleira eletrônica para monitorar os passos dele, por causa de dois processos em que é acusado de encomendar assassinatos. No caminho e durante a solenidade de posse nenhuma pergunta foi lhe dirigida. Tenório assumiu a cadeira deixada por Célia Rocha (PTB), que se elegeu em outubro prefeita de Arapiraca (AL). Filiado ao minúsculo PMN, agora com três representantes na Câmara, ele terá como colega de bancada Jaqueline Roriz (DF), que escapou no ano passado da cassação em plenário após ter sido flagrada em um vídeo recebendo propina de Durval Barbosa, delator do Mensalão de Brasília. O deputado recém-empossado já havia cumprido mandato de deputado federal na legislatura passada. Assim que deixou a Câmara, em fevereiro de 2011, teve sua prisão preventiva decretada por ordem da Justiça estadual. Segundo a acusação do Ministério Público, ele teria, na "posição de líder de uma organização criminosa atuante em Alagoas", ordenado a ação que resultou na execução de duas pessoas em 2005. Ainda responde ação por ser supostamente autor intelectual do assassinato de um ex-policial militar na década de 90. Tenório passou o Natal de 2011 na cadeia, tendo recebido familiares e ganho até uma ceia de Natal. Em fevereiro do ano passado, a Justiça alagoana revogou a prisão, mas a substituiu por um monitoramento eletrônico: Tenório ganhou uma tornozeleira para evitar que deixasse a capital do Estado e verificar se ele estava cumprindo a ordem de voltar para sua casa antes das 8 da noite. Só conseguiu retirar o equipamento em setembro, por ordem do Tribunal de Justiça do Estado.

Vereadora petista que fraudou seu próprio sequestro em Ponta Grossa sai do hospital e vai direto para a cadeia


A vereadora Ana Maria de Holleben (PT-PR), de Ponta Grossa, acusada de forjar o próprio sequestro, já passou a noite desta quinta-feira na delegacia local. Ela recebeu alta do Hospital Regional, onde estava sob efeito de sedativos e foi levada para a delegacia. Por causa de sua situação instável, o depoimento previsto para acontecer durante a tarde não ocorreu e, ao invés de ficar em uma cela comum, ela permaneceu em uma sala com cama e banheiro. Quatro pessoas ligadas a ela permanecem detidas. A vereadora petista ficou desaparecida durante 24 horas, quando seu assessor Idalécio Valverde contou à polícia que Ana havia sido raptada por quatro pessoas. Na manhã desta quinta-feira, porém, Idalécio, mais o irmão Adalto e a esposa Suzicleia, foram presos e, segundo policiais, contaram a farsa. A vereadora teve a prisão pedida e foi encontrada no Hospital Regional sob efeito de sedativos. Segundo o delegado Danilo Cesto, da 13ª Subdivisão Policial, Ana deverá ser ouvida tão logo tenha melhoras em seu estado de saúde. "Seu estado físico está bom, mas a gente percebe que ela está bem debilitada", disse. Antes de ir para a delegacia, Ana foi ao IML de Ponta Grossa fazer exame de corpo de delito. O pedido de prisão foi feito pelo delegado Luiz Alberto Cartaxo, do Grupo Tigre, especializado em situações de sequestro. Em entrevista coletiva ele chegou a citar a possibilidade de Ana provocar a situação para não participar da eleição da Câmara. Apesar de não ter feito o depoimento, os autos de flagrante foram enviados para a Justiça, que irá avaliar o pedido de prisão feito por Cartaxo. A petista Ana e seus assessores deverão responder pelos crimes de formação de quadrilha, simulação de sequestro e fraude processual.

Ministro mantém condenação de desembargador


O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, negou o pedido de suspensão da condenação penal imposta ao desembargador afastado do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), Paulo Theotonio Costa, pelo crime de corrupção passiva. A condenação foi determinada pelo Superior Tribunal de Justiça, que também decretou a perda do cargo do magistrado. Gilmar Mendes, ao manter decisão anterior do Superior Tribunal de Justiça, entendeu que o condenado "não preenche os requisitos subjetivos para a substituição da pena privativa de liberdade por restritivas de direitos, em razão de sua elevada culpabilidade".

FILHAS DE CHÁVEZ CONVOCARAM O "TIO ADÁN", IRMÃO DO CAUDILHO, PARA DECIDIR SOBRE EVENTUAL DESCONEXÃO DO PACIENTE DOS APARELHOS QUE O MANTÊM VIVO


A repentina viagem de Adán Chávez, o irmão do ditador Hugo Chávez, que se encontra hospitalizado em Cuba, em estado grave há mais de 20 dias, em coma induzido, decorreu de um pedido das filhas do caudilho tendo em vista a tomada de decisão de fazer o desligamento dos aparelhos que mantém o caudilho em vida artificial. A informação é do jornalista Nelson Bocaranda, um dos mais conceituados da Venezuela, em postagem na sua conta do Twitter nesta quinta-feira. Bocaranda foi quem revelou com exclusividade ao mundo, há um ano e meio, que Chávez estava com câncer. Bocaranda diz que a decisão das filhas de Chávez de pedir a presença do "tio Adán", decorreu da incerteza no que respeita ao ato de desconectar o caudilho dos aparelhos que o mantém vivo, porém inerte, na UTI do hospital Cimeq, em Havana. Trata-se de um perído tormentoso para a família do caudilho que o acompanha em Havana, onde há 20 dias foi operado, sucedendo-se uma série de complicações que levaram o paciente a uma situação terminal. O governo cubano não emite qualquer boletim médico e não se sabe ao certo a real condição de Chávez. Em suas últimas declarações o governo chavista disse apenas que o caudilho permanecia "estável", mas que seu estado de saúde é "delicado". A falta de clareza e objetividade nas informações contribuem para ampliar a onda de rumores. Há quem afirme que Chávez já teria morrido, mas que o anúncio de sua morte estaria sendo adiado por razões política ligadas à sucessão. O que é mais plausível é que realmente Chávez esteja profundamente sedado e conectado aos aparelhos que o sustentam em vida vegetativa.

Cameron nega pedido da peronista populista Cristina Kirchner sobre devolução das Ilhas Falklands para a Argentina


O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, recusou nesta quinta-feira o pedido da presidente da Argentina, a peronista populista e muito incompetente Cristina Kirchner, de devolução das Ilhas Falklands. Em carta publicada nos jornais britânicos e argentinos, a peronista populista Cristina Kirchner, imitando o general de fancaria Leopoldo Galtieri, último general da ditadura militar, um cachaceiro que resolveu invadir as ilhas, acusa o Reino Unido de colonialismo, pede a retomada do diálogo e a devolução das ilhas. De acordo com assessores de Cameron, a população das Ilhas Falklands demonstrou "o desejo claro de ser britânica" e o primeiro-ministro fará "o possível para proteger" seus interesses. Em março será realizado um referendo sobre o estatuto político do arquipélago. Cameron pediu à presidente peronista populista Cristina Kirchner que aceite o resultado do referendo. De acordo com assessores, os moradores das Ilhas Falklands são livres para escolher o futuro, tanto na política como na economia, e têm direito à autodeterminação. Em 1982 os ingleses deram um surra militar nas tropas argentinas que invadiram as Ilhas Falklands e tiveram que se render com total desonra.

Prefeito de Duque de Caxias decreta estado de emergência em Xerém


O prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso (PSB), decretou estado de emergência no distrito de Xerém. A região foi atingida por um temporal na madrugada desta quinta-feira, que causou a morte de uma pessoa e deixou centenas de desabrigados. Alexandre Cardoso passou o dia em Xerém coordenando as operações de atendimento à população e de reconstrução do distrito. “Foi uma chuva anormal, que provocou o deslizamento de um morro e fez descer uma quantidade de árvores que fecharam uma ponte. Foram 212 milímetros de chuva, que levou a uma lâmina de água com 4 a 5 metros de altura. A força foi tanta que uma geladeira foi parar em cima do telhado de uma casa”, disse ele. Segundo o prefeito, duas pontes foram atingidas pela enxurrada: uma foi destruída e outra parcialmente. Ele vai aproveitar a visita que o ministro da Integração, Fernando Bezerra, fará à região nesta sexta-feira para solicitar verbas emergenciais, a fim de reparar o quanto antes a infraestrutura atingida. A cidade é particularmente sujeita a desastre desse tipo porque mais de 70 mil toneladas de lixo estão nas ruas. O lixo não é recolhido há mais de três meses na cidade. E não dá para entender como é que o ex-prefeito não foi preso, por jogar a cidade neste estado de calamidade pública.

VASSOURA NOVA NO DMLU, NOVO DIRETOR GERAL ENTRA ESBANJANDO EM ENTREVISTAS, TUDO PARA NÃO DIZER NADA

André Carus, cheio de discurso, sem soluções
André Carus, o novo diretor-geral do DMLU (Departamento Municipal de Limpeza Urbana), representante do PMDB no seu feudo do lixo da capital gaúcha, assumiu o cargo esbanjando vontade de dar entrevistas. Para variar - só para variar - já saiu usando desde o primeiro momento a velha desculpa inventada pelas administrações petistas para a sujeira que infesta Porto Alegre: os culpados são os moradores da cidade, que jogam lixo na rua. Ora, essa é boa.... onde mais deveriam jogar até ele ser coletado pelo serviço contratado sem licitação pelo governo José Fortunati? André Carus saiu dando entrevista e atribuindo aos focos de lixo, mais de 300, que representariam cerca de 30% a 35% dos resíduos coletados na cidade. Ora, para começar, e adquirir credibilidade, ele deveria determinar, já nesta sexta-feira, que sejam disponibilizadas (publicadas), diariamente, no site do DMLU, as planilhas de pesagem de todos os serviços de limpeza. Ocorre que, atualmente, o DMLU e a prefeitura de Porto Alegre, o governo José Fortunati, não tem a menor idéia da quantidade dos respectivos resíduos coletados, porque alguns não são pesados. Por exemplo: a coleta seletiva não é pesada. Os rejeitos dos galpões de recicladores não são pesados. Mais de 50%, com quase toda certeza, da coleta seletiva, é enviada para aterro sanitário como lixo comum. E o lixo coletado pelos mais de 1.000 conteineres do centro da cidade é pesado? Não se sabe, uma vez que esse lixo não é pago por tonelada coletada (peso), mas por metragem cúbica. Ou seja, não interessa se o contêiner estava vazio ou cheio quando foi coletado, ele é pago na integralidade pelo governo José Fortunati. Entenderam? Nada disso o novo diretor-geral fala em suas entrevistas, ele só diz as mesmas abobrinhas que os administradores anteriores. ATENÇÃO SENHORES PROMOTORES ANDRÉ FELIPE DE CAMARGO ALVES, DIOMAR JACINTA RECH, EDUARDO ALBERTO TEDESCO, EDUARDO BERNSTEIN IRIART, LUCIANA MARIA RIBEIRO ALICE, MARTHA WEISS JUNG E NILSON DE OLIVEIRA RODRIGUES FILHO, DA PROMOTORIA DE DEFESA DO PATRIMÔNIO PÚBLICO, QUE TAL OBRIGAR A DIREÇÃO DO DMLU A CUMPRIR A DETERMINAÇÃO TODAS AS PLANILHAS COM DADOS DOS SERVIÇOS QUE EXECUTA? QUE TAL ABRIR UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE ESTES FATOS APONTADOS?

Fim de ano nas estradas federais teve mais de 4 mil feridos e quase 400 mortos


A Polícia Rodoviária Federal registrou número bem menor de acidentes e de feridos nas estradas federais durante a Operação Fim de Ano, que começou em 21 de dezembro de 2012 e foi encerrada na quarta-feira, na comparação com o mesmo período de 2011. Segundo balanço divulgado nesta quinta-feira, os acidentes apresentaram queda de 18%, considerando a proporção em relação à frota de veículos no País. Em números absolutos, os acidentes caíram de 7.946, na Operação Fim de Ano 2011/2012, para 7.040 na operação 2012/2013. O número de feridos passou de 4.841 para 4.171, com redução de 20%, também considerando-se a frota total em circulação no País. Mas, o número de mortes aumentou 3%, nesta mesma comparação, ao passar de 353 para 392. De acordo com o balanço da polícia rodoviária, desde a sanção presidencial da nova Lei Seca até a meia-noite de quarta-feira, foram aplicados 70.855 testes de embriaguez, representando um aumento de 181% em relação à operação anterior. Ao todo, 1.716 motoristas foram multados, 132% a mais do que um ano antes, e 723 foram presos.

Líder do PT diz que não há constrangimento na bancada com posse de Genoino


O novo líder do PT na Câmara dos Deputados, o deputado federal José Guimarães (PT-CE), negou nesta quinta-feira que a posse do corrupto e quadrilheiro petista José Genoino (PT-SP) como deputado federal cause constrangimentos à bancada. Guimarães é irmão de Genoino, que foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal no processo de Mensalão do PT por formação de quadrilha e corrupção ativa. “Não tem nada de constrangedor ou de constrangimento na bancada. A bancada vive o auge do Estado Democrático de Direito. Vamos aguardar o trânsito em julgado. Não vivemos em Estado de exceção, vivemos em Estado de direito”, disse Guimarães no momento em que Genoino assumia o mandato. O líder petista se referiu à necessidade de que se esgotem todas as possibilidades de recursos antes que o processo do Mensalão do PT seja concluído e que ocorra o trânsito em julgado. O trâmite pode levar tanto tempo que é possível que Genoino exerça seu mandato como suplente até o fim, em 2014. Em outro caso, o deputado federal Natan Donadon (PMDB-RO) foi condenado pelo Supremo a 13 anos de prisão por peculato e formação de quadrilha. A condenação ocorreu em outubro de 2010, mas os recursos atrasaram tanto o trânsito em julgado que o deputado, mesmo condenado, atua até hoje na Câmara e ainda não teve o mandato cassado. Além disso, a divergência entre o Legislativo e o Judiciário pode provocar demora na cassação do mandato do corrupto e quadrilheiro José Genoino e de mais três deputados federais condenados no processo do Mensalão do PT, Valdemar Costa Neto (PR-SP), Pedro Henry (PP-MT) e João Paulo Cunha (PT-SP). O presidente da Câmara dos Deputados, o nano deputado federal Marco Maia (PT-RS), entende que a prerrogativa de cassar os mandatos é da Casa, em processo interno no qual os quatro terão direito à defesa.

Venda de carros, caminhões e ônibus bate recorde em 2012


As vendas de carros, veículos comerciais leves (como vans e furgões), caminhões e ônibus bateram recorde histórico em 2012. Segundo balanço divulgado na tarde desta quinta-feira pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Aumotores (Fenabrave), foram comercializadas 3.801.859 unidades no acumulado do ano passado, o que representou aumento de 4,65% em comparação a 2011. Excluindo-se o comércio de caminhões e ônibus, as vendas de veículos (carros e comerciais leves) cresceram 6,11% em 2012 em comparação ao ano anterior. Segundo o presidente da Fenabrave, Flávio Antonio Meneghetti, o recorde foi resultado principalmente da redução da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). “Em maio, estávamos prevendo um número negativo para o ano como um todo. Depois do esforço conjunto entre governo, indústria, bancos e concessionárias conseguimos reverter esse número e terminamos o ano com um aumento de 6,1% quando considerada apenas a venda de automóveis e comerciais leves”, disse. Para ele, o impacto do IPI nas vendas ainda será sentido em 2013. “Certamente o impacto vai acontecer. Por isso negociamos com o governo para que o imposto fosse retirado escalonadamente, ou seja, em seis meses, ele vai voltar ao patamar normal. Acreditamos que o primeiro trimestre vai ser o mais difícil, mas temos ainda um estoque de preços velhos que vai garantir uma certa atividade nos meses de janeiro e fevereiro. E, a partir do segundo trimestre, com a retomada já da economia em seu ritmo normal, acreditamos que o país vá crescer 3% e o mercado voltará a acompanhar esse número”, disse o presidente da Fenabrave. Para 2013, a federação projeta crescimento de 3% nas vendas de automóveis e comerciais leves e de 2,82% nas vendas de veículos como um todo (englobando carros, comerciais leves, caminhões, ônibus e motos). “Estamos imaginando que o PIB vá crescer 3%. Se o PIB crescer 3%, ele terá força para puxar a indústria como um todo e, atrás dele, o mercado consumidor. Então, acreditamos que vamos acompanhar o crescimento do PIB”, disse Meneghetti. Segundo ele, a volta gradual da alíquota do IPI já provocou aumento no preço dos automóveis novos, mas ele acredita que isso não será exagerado. Apesar do crescimento recorde nas vendas de veículos (carros, comerciais leves e caminhões), o setor fechou o ano em queda de 2,25% quando contabilizados também os segmentos de motos e implementos rodoviários. O número negativo decorre principalmente da queda na venda de caminhões (-20,22%) e de motos (-15,62%) ao longo do ano. Segundo Meneghetti, a redução nas vendas de caminhões tem duas explicações. “A primeira delas foi a antecipação de compras muito forte que houve em 2011 por causa da mudança de tecnologia que encareceu os veículos em 2012. Em segundo, a própria queda da atividade econômica”, disse ele, acrescentando que o crescimento menor da economia nacional gerou menor carga transportada. “Já no caso das motocicletas foi basicamente crédito. Com a exigência de pagamento de entrada de 30%, em prazo menor, colocou-se fora do mercado um monte de consumidores que anteriormente compravam a moto em 60 vezes, sem entrada”, ressaltou Meneghetti.

Guarda Costeira da Arábia Saudita prende 21 iranianos


A Arábia Saudita deteve 21 cidadãos iranianos que estavam a bordo de dois barcos perto de uma ilha na costa leste do reino saudita, afirmou a guarda de fronteira nesta quinta-feira. Separados por cerca de 250 quilômetros de águas no Golfo, o xiita Irã e a Arábia Saudita, liderada por sunitas, sempre tiveram relações tensas. A Arábia Saudita, aliada dos Estados Unidos, acusou o Irã de fomentar inquietação entre os xiitas na sua província leste, rica em petróleo. Os iranianos foram detidos perto da ilha al-Harqus, a 78 quilômetros da costa saudita. "Um dos patrulheiros marítimos foi capaz de deter duas embarcações iranianas na quarta-feira dentro de águas sauditas", disse uma declaração da guarda de fronteira: "Uma das embarcações tinha 12 pessoas e a outra, nove pessoas, todas eram iranianas e estão sendo questionadas".

Petrobras é a empresa que mais perdeu valor de mercado no Brasil em 2012


A Petrobras foi a empresa brasileira que mais perdeu valor de mercado em 2012, sendo ultrapassada por Ambev e Vale, segundo levantamento da consultoria Economatica divulgado nesta quinta-feira. A estatal perdeu R$ 36,7 bilhões de valor de mercado em apenas um ano, passando de R$ 291,5 bilhões para R$ 254,8 bilhões. A segunda maior queda foi a da OGX. A petrolífera do grupo EBX, do empresário Eike Batista, viu seu valor de mercado despencar R$ 29,8 bilhões, de R$ 44 bilhões para R$ 14,2 bilhões. Na lista das dez empresas brasileiras de capital aberto que mais perderam valor de mercado, cinco foram do setor de energia elétrica: Eletrobras (R$ 16,9 bilhões), CPFL (R$ 4,4 bilhões), Cesp (R$ 4,2 bilhões), Eletropaulo (R$ 3,8 bilhões) e Ampla Energia (R$ 2,9 bilhões). O segmento foi bastante afetado pela proposta do governo federal de renovar os contratos de concessão que venciam entre 2015 e 2017 por mais 30 anos em troca da redução no preço da conta de luz. Completam o ranking a CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), que perdeu R$ 4,5 bilhões, o banco Santander (R$ 4 bilhões) e a Telefônica (R$ 3,1 bilhões). Entre as brasileiras que mais cresceram, o destaque é a Ambev, que passou da terceira posição em 2011 para a liderança em 2012. Ela cresceu R$ 76,6 bilhões, passando de R$ 187,6 bilhões para R$ 264,2 bilhões, e ultrapassou as gigantes Petrobras e Vale. Com a alta, a Ambev se tornou também a empresa de valor de mercado de América Latina. O segundo maior crescimento foi o do Bradesco (R$ 24,9 bilhões), que passou de R$ 107 bilhões para R$ 131,9 bilhões, e o terceiro, da Vale (R$ 17,2 bilhões), que foi de R$ 197,9 bilhões para R$ 215,1 bilhões e se manteve como a segunda maior empresa do País. Completam o ranking CCR (R$ 12,8 bilhões), Souza Cruz (R$ 12,1 bilhões), Cielo (R$ 11 bilhões), Natura (R$ 9,6 bilhões), Itaú Unibanco (R$ 8,3 bilhões), BM&F Bovespa (R$ 8,1 bilhões) e Sabesp (R$ 7,9 bilhões). O desempenho de Petrobras e OGX fez com que o setor de petróleo e gás fosse o mais atingido no ano passando, com perda de R$ 68,9 bilhões no valor de mercado. Petrobras (R$ 36,7 bilhões) e OGX (R$ 29,8 bilhões) foram responsáveis por 96% da queda. O setor de energia elétrica foi o segundo mais atingido, com perdas de R$ 36 bilhões. Na outra ponta, o desempenho da Ambev fez o setor de alimentos e bebidas ser o de maior crescimento nominal em valor de mercado, passando de R$ 261,6 bilhões em 2011 para R$ 355,4 bilhões em 2012. Da alta de R$ 93,8 bilhões, 82% foram devidos apenas ao crescimento da empresa (R$ 76,6 bilhões). Segundo o levantamento da Economatica, o valor de mercado de 302 empresas de capital aberto brasileiras cresceu R$ 262,9 bilhões entre 2011 e 2012, passando de R$ 2,13 trilhões para R$ 2,39 trilhões. Os setores de petróleo e gás e energia elétrica foram os únicos, entre 21 setores, que perderam valor de mercado no ano passado.

Estádio de Brasília tem mais de 80% de obras prontas


O estádio Mané Garrincha, em Brasília, deve ficar pronto apenas no final do mês de março. Como receberá o jogo de abertura da Copa das Confederações, a Fifa exige que o estádio esteja totalmente pronto até o dia 15 de abril. As obras tinham 87% de conclusão no mês de dezembro de 2012, quando foi feito o içamento dos cabos que darão sustentação à cobertura do local. Em 6,5 km de extensão foram utilizados 48 cabos. Para finalizar esta parte, os trabalhadores montam nestes dias as treliças, que permitirão que a cobertura funcione com sistema de roda de bicicleta invertida. Após concluída esta etapa, a membrana de 90 mil metros quadrados que cobrirá o estádio será colocada. O local terá a capacidade de 71 mil pessoas. Além do jogo de abertura da Copa das Confederações, entre Brasil e Japão, no dia 15 de junho, o Estádio Mané Garrincha receberá também sete jogos na Copa do Mundo, incluindo um jogo de oitavas de final, um de quartas e a decisão do terceiro lugar.

Peru também suspende importação de carne bovina brasileira


O governo do Peru também suspendeu a importação de carne bovina brasileira, por temer contaminação do produto com o mal de vaca louca. A embaixada do país confirmou a informação, nesta quinta-feira, e garantiu que a restrição se aplica ao comércio de animais vivos ou congelados de todo Brasil. Em 7 de dezembro foi confirmada a ocorrência de um caso "não clássico" do mal de vaca louca (encefalopatia espongiforme bovina, conhecida também como EEB) no Paraná. Ontem, a secretária de comércio exterior do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, Tatiana Lacerda Prazeres, disse que o governo não descarta abrir contencioso na OMC (Organização Mundial do Comércio) para questionar as barreiras impostas à venda de carne bovina brasileira. Segundo a secretária, as medidas são protecionistas. "Se não há respaldo nas regras internacionais, que definem parâmetros sanitários para essa comercialização de carne bovina, essas barreiras são injustificáveis, incompatíveis com normas da OMC e o governo avalia que medidas irá tomar", disse ela.

O ESCÁRNIO DO CORRUPTO E QUADRILHEIRO PETISTA JOSÉ GENOÍNO, AO JURAR DEFENDER A CONSTITUIÇÃO


Este é o juramento que faz um deputado federal ao assumir o mandato: "Prometo manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro e sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil". Esse é o juramento que o corrupto e quadrilheiro petista José Genoíno fez na tarde desta quinta-feira ao assumir o mandato em Brasília, na Câmara dos Deputados. Mas, esse é o mesmo sujeito que, como presidente do PT, praticou crime de lesa pátria, violando a Constituição Federal, ao promover a compra de apoios políticos de parlamentares e partidos ao governo Lula. A Constituição é clara ao dizer que todo poder emana do povo, e que será exercido em seu nome por seus representantes, os parlamentares, eleitos pelo voto livre e secreto dos cidadãos. O que José Genoíno fez foi um crime muito maior, foi crime contra o fundamento desta Nação chamada Brasil, ele fraudou o fundamento basilar do voto, da vontade popular. Pois esse criminoso assumiu a cadeira de deputado federal nesta quinta-feira, escarnecendo dos brasileiros e da Justiça do Brasil.

As viagens de Rosemary Noronha, a amante de Lula

Rosemary Novoa Noronha, a amante de Lula

Rosemary Noronha é uma mulher simples, ambiciosa, apanhada em flagrantes malfeitorias, mas companheira de cama do ex-presidente Lula, de onde extraía seu poder.
Veja a lista da viagens de Rosemary Noronha
Dez.2005 Uruguai (Montevidéu) Cúpula do Mercosul
Jul.2006 Argentina (Córdoba) Cúpula do Mercosul
Jun.2007 Portugal (Lisboa) Cimeira União Europeia-Brasil
Jul.2007 Bélgica (Bruxelas) Conferência Internacional de Biocombustíveis
Nov.2007 Chile (Santiago) Cúpula Ibero-americana
Dez.2007 Argentina (Buenos Aires) Posse de Cristina Kirchner
Dez.2007 Venezuela (Caracas) Visita de trabalho
Dez.2007 Bolívia (La Paz) Declaração sobre o Corredor Bioceânico
Dez.2007 Uruguai (Montevidéu) Cúpula do Mercosul
Abr.2008 Gana (Acra) Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento
Mai.2008 Peru (Lima) Cúpula da Alcue (Conferência de Ciência e Tecnologia)
Jul.2008 Portugal (Lisboa) Cimeira da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa
Out.2008 Espanha (Madri) Visita oficial
Out.2008 El Salvador Cúpula Ibero-americana
Out.2008 Cuba (Havana) Visita oficial
Mar.2009 Qatar (Doha) Cúpula América do Sul-Países Árabes
Mar.2009 França (Paris) Encontro bilateral
Abr.2009 Reino Unido (Londres) Cúpula do G20
Mai.2009 El Salvador Posse presidencial
Mai.2009 Guatemala Encontro bilateral
Mai.2009 Costa Rica (San José) Encontro bilateral
Ago.2009 Paraguai (Assunção) Cúpula do Mercosul
Nov.2009 Venezuela (Caracas) Encontro bilateral
Dez.2009 Ucrânia (Kiev) Visita de Estado
Dez.2009 Portugal (Estoril) Cúpula Ibero-americana
Dez.2009 Alemanha (Berlim) Visita de Estado
Dez.2009 Alemanha (Hamburgo) Encontro empresarial
Mar.2010 México (Cancún) Calc (Cúpula da América Latina e Caribe sobre Integração e Desenvolvimento) e Cúpula G-Rio
Mar.2010 Cuba (Havana) Visita oficial
Mar.2010 El Salvador (San Salvador) Visita oficial
Mai.2010 Rússia (Moscou) Visita oficial
Mai.2010 Portugal (Lisboa) Cimeira Brasil-Portugal
Nov.2010 Moçambique (Maputo) Encontro bilateral
Nov.2010 Coreia do Sul (Seul) Cúpula do G20

Corrupto e quadrilheiro petista José Genoino toma posse e afirma ter a "consciência serena dos inocentes"


Condenado no processo do Mensalão do PT, o deputado federal petista José Genoino, corrupto e quadrilheiro, reassumiu nesta quinta-feira uma vaga na Câmara dos Deputados e afirmou ter "a consciência serena dos inocentes". O petista assumiu a vaga aberta com a saída de Carlinhos Almeida (PT-SP), que tomou posse na terça-feira como prefeito de São José dos Campos. José Genoino foi condenado a seis anos e 11 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo Supremo Tribunal Federal e deverá cumprir inicialmente em regime semiaberto. O deputado negou que assumir uma vaga na Câmara após ser condenado no julgamento do Mensalão do PT represente uma afronta ao Supremo. Na entrevista após a posse disse que não sente nenhum desconforto em exercer o cargo depois da condenação: "Tenho consciência serena dos inocentes e espero que mais cedo ou mais tarde a verdade aparecera. Estou cumprindo a Constituição. Sinto-me confortável porque estou cumprindo as regras e as normas do meu País. Fui eleito suplente por 92.326 votos em 2010 em plena pré-campanha condenatória em 2010, cumprindo dever legal, correto, justo de cumprir a Constituição e a lei". Esse senhor corrupto não vacilou em rasgar a Constituição, quando assinou os falsos contratos de financiamento do PT com os bancos BMG e Rural para promover a compra de apoios políticos de parlamentares e partidos ao governo Lula, e assim fraudar a vontade popular. O corrupto e quadrilheiro José Genoíno evitou falar sobre pontos do julgamento ou avaliar a decisão do Supremo. O deputado justificou que sua defesa é quem trata sobre o processo porque ele ainda não foi concluído, já que ainda cabem recursos. Ele disse que se a Justiça determinar que ele deixe o cargo pela condenação, vai cumprir a decisão: "Não darei motivo para crises entre Poderes, respeito os poderes constituídos independente de concordar ou não com a decisão". Ele prometeu ainda ser um parlamentar atuante e disse que não tem previsão de quanto tempo ficará no posto: "Vou ficar cada dia que tiver que ficar, sem faltar, atuando no plenário, participando dos debates, defendendo o PT, os governos Dilma Rousseff e Lula, as bandeiras estratégicas, vou exercer meu mandato conforme sempre exerci". O deputado afirmou que tem "compromisso profundo e radical" com a democracia e que não vive sem fazer política independentemente de estar com mandato ou não. O corrupto José Genoino não quis comentar declarações de integrantes do comando do PT sobre o julgamento. Questionado se há uma campanha contra seu partido e o ex-presidente Lula, disse que os fatos falam por si. "Não sou comentarista", ironizou. O novo deputado disse que a posse durante o recesso parlamentar tem respaldo legal e que o comando da Câmara é que deveria ser questionado sobre a moralidade do ato: "Por mim, poderia ser agora ou em fevereiro".

Argentina perdeu para o Brasil o posto de segundo exportador de milho em 2012

A Argentina perdeu para o Brasil em 2012 o posto de segundo exportador global de milho, em um ano em que a safra do país vizinho registrou queda, apontou relatório da consultoria Informa Economics FNP. Tradicionalmente, o Brasil é o terceiro exportador global de milho, atrás dos Estados Unidos e Argentina, mas devido à menor colheita da safra 2011/12 de milho na Argentina, o País assumiu a segunda colocação em 2012, segundo a FNP. O Brasil colheu uma produção recorde em 2012, exportando a marca histórica de quase 20 milhões de toneladas de milho no ano passado, o dobro das exportações de 2011, contando com boa demanda internacional por conta da quebra de safra norte-americana. "A Argentina ainda não finalizou os dados de embarque de milho do país, mas de posse da programação de line-up (de navios) contabilizada até dezembro, as exportações devem totalizar 16,7 milhões de toneladas, ligeiramente acima do estipulado pelo governo do país em 16,5 milhões de toneladas", afirmou a divisão brasileira do grupo Informa em relatório na noite de quarta-feira. A consultoria destacou que a quebra na produção de milho nos Estados Unidos, maior exportador global, e os baixos estoques na Argentina, criaram uma lacuna no mercado externo, gerando uma corrida por parte dos principais importadores globais pelo grão brasileiro. A FNP também ressaltou que a alta da taxa cambial também colaborou para a competitividade do produto originado no Brasil. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos estima a safra passada da Argentina (2011/12) em 21 milhões de toneladas. Na nova temporada (2012/13), a produção poderá se recuperar para 27,5 milhões de toneladas. Na nova temporada, as exportações do Brasil deverão registrar uma queda anual de cerca de 5 milhões de toneladas, segundo previsão da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), o que colocaria novamente a Argentina à frente do Brasil.

Chile embargou importações de farinha de osso brasileira


O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior esclareceu nesta quinta-feira que o Chile suspendeu preventivamente as importações de farinha de carne bovina e de osso do Brasil, mas mantém as compras de carne bovina. O Chile é um importador relevante de carne bovina do Brasil, figurando entre os dez maiores. O Brasil enfrenta alguns embargos a sua carne bovina depois de registrar um caso "atípico" de Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), também conhecida como mal da vaca louca. A secretária do Comércio Exterior, Tatiana Prazeres, incluiu o Chile na lista dos países com embargos à carne. A informação mais recente do Ministério da Agricultura é de que sete países atualmente impõem restrições à compra de carne bovina brasileira: Arábia Saudita, China, Jordânia, Japão, África do Sul, Coreia do Sul e Taiwan. O embargo da Jordânia é apenas à carne originada no Paraná, Estado onde foi registrado o caso atípico de EEB.

Ministro argentino é criticado por churrasco em antigo centro de tortura

Esma, símbolo da tortura na ditadura militar argentina 

Organizações de defesa dos direitos humanos exigem a renúncia do ministro da Justiça argentino, Julio Alak, por ele ter promovido um churrasco de fim de ano na antiga Esma (Escola de Mecânica da Marinha), o mais célebre centro de detenção, tortura e execução de presos políticos do país durante a ditadura militar (1976-1983). A denúncia do churrasco, ocorrido no último dia 27 de dezembro, ao qual compareceram 2.000 pessoas, foi feita pela entidade Herman@s de Desaparecidos por Verdad y Justicia. "É absolutamente irritante e horripilante o que fizeram na Esma. Chegaram a um ponto em que a falta de respeito é absoluta", afirmou o presidente de uma associação de ex-presos políticos, Carlos Gregorio Lordkipanidse. "O que se festejou foi o fim de ano do Ministério da Justiça, houve obrigatoriedade de comparecimento, puseram microfones nos lugares de trabalho. Mandaram para a churrasqueira quilos de carne, o que, aos que conhecem este lugar, é de mau gosto", denunciou Lordkipanidse, que foi torturado na Esma e viu militares ameaçarem seu filho de 20 meses de idade. Lordkipanidse, que pediu a renúncia imediata do ministro, acrescentou que "os detidos que chegavam mortos à Esma eram cremados em uma churrasqueira" e comparou o gesto de Alak a "fazer pães doces nos fornos de Auschwitz". A Herman@s de Desaparecidos por Verdad y Justicia afirmou em comunicado que "este depreciável churrasco constitui um ultraje à memória" dos mais de 5 mil desaparecidos políticos que passaram pelo edifício durante a ditadura e "uma ignominiosa afronta aos familiares que continuam perguntando sobre o destino de seus entes queridos". O ex-deputado Miguel Bonasso, antigo terrorista de grupo armado de esquerda, e ex-aliado de Cristina Kirchner, também repudiou o ato afirmando: "Este governo está arrasando inclusive com algumas virtudes que haviam originalmente lhe outorgado legitimidade, como a recuperação da memória histórica. Mas, claro, o que se pode fazer com tipos como Alak, capazes de abrir uma discoteca em Auschwitz". Atualmente, no prédio da Esma, funciona o Centro Cultural de la Memoria Haroldo Conti, um museu sobre a ditadura militar. É evidente que tal churrasco demonstra o caráter vil desse peronismo sórdido que ocupa o poder na Argentina.

Governo de São Paulo fará internação compulsória de drogados com crack


O governo de São Paulo passará a fazer internações compulsórias de drogados com crack no Estado, ou seja, sem a necessidade do consentimento do usuário da droga. A ação deve começar em dez dias, com foco na região da cracolândia do centro da capital paulista. Um grupo de juízes, promotores e advogados poderá determinar a internação dos dependentes, a partir da orientação de uma equipe médica, mesmo que os usuários recusem o tratamento. Segundo o governador Geraldo Alckmin (PSDB), o objetivo da medida é proporcionar o tratamento dos casos mais graves de dependência química. Os usuários de crack serão levados por parentes ou agentes de saúde e assistência social do governo para o Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas (Cratod), que fica na região da cracolândia do centro de São Paulo. "É um trabalho de internação involuntária, para casos mais graves, que comprometem a vida e a saúde das pessoas. Já vai ter no Cratod o juiz, o promotor e o advogado. Então acho que estamos avançando no combate ao crack", disse Alckmin, na manhã desta quinta-feira, após a inauguração do Bom Prato da região de Perus, no noroeste da capital paulista. Alckmin é médico. A Justiça paulista, o Ministério Público do Estado e a comissão antidrogas da OAB participarão do programa. O governo estuda se a internação involuntária valerá somente para adultos ou também para menores de idade. Alckmin fez nesta quinta-feira um balanço da operação de combate ao consumo de crack na cracolândia do centro de São Paulo, que completa um ano. O governador disse que as ações do governo e da prefeitura da capital internaram mais de mil pessoas e prenderam traficantes de drogas que atuavam na região.

Fundo de pensão processa Qualcomm para acessar gastos


Um fundo de pensão de US$ 150 bilhões do Estado de Nova York entrou na quarta-feira com processo contra a Qualcomm, pedindo acesso, na condição de acionista, aos gastos da fabricante de chips com atividades políticas. O Fundo de Pensão Comum do Estado de Nova York entrou com processo em uma corte de Delaware após a Qualcomm se negar a detalhar o uso de recursos da companhia destinado a atividades políticas, afirmou o fiscal de controladoria do Estado de Nova York, Thomas DiNapoli, que fiscaliza o fundo. O fundo, terceiro maior plano de pensão dos Estados Unidos, até 31 de dezembro detinha ações da fabricante de chips avaliadas em mais 378 milhões de dólares. Outras companhias aumentaram a transparência dos gastos políticos após uma decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos em 2010, mas a Qualcomm ainda não fez isso, acusou o processo. Uma porta-voz disse que a Qualcomm não iria se pronunciar imediatamente. O fundo de pensão vinha tentando pelo menos desde agosto de 2012 receber essas informações da Qualcomm, mas a companhia se negava a fornecê-las, segundo a queixa. O fundo de pensão está "preocupado por não saber se altos executivos e diretores da Qualcomm estão gastando recursos corporativos para ajudar políticos preferidos" ou em causas que não estão voltadas para aumentar o valor da companhia. Outras fontes mostram que a Qualcomm, em 2012, destinou mais de US$ 4,7 milhões em esforços federais de lobby, segundo o processo.

Condenado no Mensalão do PT, o corrupto e quadrilheiro petista José Genoino assume mandato de deputado federal

José Genoíno

O ex-presidente do PT, o corrupto e quadrilheiro José Genoino, condenado pelo Supremo Tribunal Federal, na ação penal do Mensalão do PT, assumiu nesta quinta-feira o mandato de deputado federal em meio à polêmica em torno da decisão do Supremo de cassar os mandatos de parlamentares condenados no processo. A decisão da Corte provocou um embate com o Congresso, que entende que a Constituição lhe dá a prerrogativa de cassar mandatos de parlamentares. O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), chegou a dizer, antes da decisão do Supremo, que poderia não cumpri-la e, depois classificou-a de "precária". "Como essa decisão aconteceu, a Câmara certamente vai entrar no debate, na discussão sobre suas prerrogativas no STF... Pedi para fazer uma análise jurídica e, a partir dessa análise, vamos decidir qual o caminho", afirmou Maia na ocasião. Genoino e mais 14 suplentes tomaram posse no lugar de deputados que deixaram os cargos para assumir prefeituras. Em dezembro do ano passado, a maioria dos ministros do Supremo decidiu que os parlamentares envolvidos no Mensalão do PT, esquema de compra de apoio político no primeiro mandato do ex-presidente Lula, deveriam perder seus mandatos assim que o processo for encerrado. O julgamento da ação penal foi concluído, mas ainda falta a publicação do acórdão e podem ser apresentados recursos. Entre os condenados, estão o ex-ministro-chefe da Casa Civil, também corrupto e quadrilheiro José Dirceu, e o ex-tesoureiro do PT, igualmente corrupto e quadrilheiro Delúbio Soares. Além de José Genoino, a decisão da Suprema Corte afeta os mandatos dos deputados federais João Paulo Cunha (PT-SP), Valdemar Costa Neto (PR-SP) e Pedro Henry (PP-MT), todos condenados no julgamento do Mensalão do PT. Genoino foi condenado pelo Supremo a 6 anos e 11 meses de prisão pelos crimes de corrupção ativa e formação de quadrilha. Ele poderá cumprir a sentença em regime semiaberto.

Terrorista chefe do Hezbollah diz que Síria está ameaçada de divisão


O terrorista chefe do Hezbollah libanês, Hassan Nasrallah, grande aliado do regime de Damasco, considerou nesta quinta-feira que a Síria está ameaçada de cisão, em um discurso retransmitido ao vivo pelo Al-Manar, o canal de televisão de seu partido. "Nossa posição fundamental é a rejeição a toda forma de cisão ou de todo apelo à divisão ou partição de qualquer país árabe ou muçulmano e pedimos que seja preservada a unidade de cada um destes países. Do Iêmen ao Iraque, até a Síria, mais do que nunca ameaçada", declarou o chefe da organização terrorista Hezbollah.

CHUVAS SUBMERGEM CAXIAS E DESABRIGAM EM ANGRA


A frente fria que chegou com força na madrugada desta quinta-feira ao Rio de Janeiro provocou chuvas intensas na região serrana, no sul do Estado e na Baixada Fluminense. Uma pessoa morreu em Xerém, distrito de Duque de Caxias, onde o Rio Capivari subiu ao nível das pontes e alagou diversos bairros. Em Teresópolis, as sirenes foram acionadas em cinco comunidades com a subida do Rio Paquequer. Cinquenta pessoas ficaram desalojadas nas localidades do Vale da Revolta, de Perpétuo, Rosário, Caxangá e Pimentel. Em Petrópolis, os rios Bingen e Piabanha transbordaram. Houve escorregamento de terra e pedras nos bairros Independência, Siméria e São Sebastião. Em Angra dos Reis, no sul do Estado, oito casas desabaram e há 32 pessoas desalojadas. Na mesma região, em Mangaratiba, houve rolamento de pedras e um muro desabou, causando destruição em uma casa, na localidade de Conceição de Jacareí. Em Mambucaba, há 100 desalojados. Pelo menos 40 pessoas estão desabrigadas em Petrópolis, na região serrana do Estado, por causa da chuva forte que começou na madrugada desta quinta-feira. A Defesa Civil do município informou que os rios Piabanha e Quitandinha transbordaram em diversos pontos, espalhando lixo e alagando ruas, casas e estabelecimentos comerciais. Muitas lojas atrasaram o horário de abertura porque estavam alagadas. Ainda na madrugada, as sirenes instaladas em áreas de risco em Petrópolis e em Teresópolis, município vizinho, foram acionadas e moradores foram encaminhados para abrigos em escolas e igrejas.

Reservatórios de água do Nordeste caem abaixo do nível crítico


Os reservatórios de água do Nordeste terminaram o ano de 2012 abaixo do limite de segurança para o abastecimento do mercado, um mecanismo criado pelo governo federal após o racionamento de 2001 para alertar sobre o nível das represas. De acordo com relatórios do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a capacidade de armazenamento das usinas da região fechou o mês de dezembro em 32,2%. O limite mínimo estabelecido era de 34%. No sistema Sudeste/Centro-Oeste, a situação não é muito diferente. As hidrelétricas encerraram o ano com uma reserva média de água de 28,8%, apenas 0,8% acima da curva de aversão ao risco. O nível de armazenamento é semelhante ao de 2000 (28,52%), antes de o governo federal ser obrigado a decretar o racionamento de 2001.

ACM Neto suspende pagamento de R$ 305 milhões em dívidas da prefeitura de Salvador


O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), determinou na quarta-feira a suspensão temporária do pagamento de R$ 305 milhões em dívidas herdadas da administração do ex-prefeito João Henrique Carneiro (PP), inscritas na rubrica restos a pagar. A medida faz parte do pacote de 39 decretos anunciados pleo prefeito e que serão publicados no Diário Oficial. "Ao meu ver, muitas despesas foram contraídas irresponsavelmente. Mas a responsabilidade de dar solução é minha. Não vou ficar buscando culpados", afirmou ACM Neto. Além dos R$ 305 milhões dos "restos a pagar", também serão suspensas o pagamento de gastos inscritos na rubrica "Despesas de Exercícios Anteriores", cujo valor ainda não foi estimado.

PT quer Dilma viajando pelo País


Com o “Pibinho” de 2012 e com o cenário econômico incerto, petistas estão recomendando à presidente Dilma que coloque o pé na estrada e faça um tour pelo País este ano. Mesmo que sua popularidade esteja nas alturas, o PT avalia que ela precisa se aproximar do seu eleitor. A campanha de 2014 já está na rua, com PSDB, PSB e a ex-ministra Marina Silva se movimentando. No tour pelo País, a presidente Dilma deveria focar no Nordeste. Na primeira metade do mandato, 2011 e 2012, fez 98 viagens. Dessas, 57 foram para Estados do Sudeste. O campeão absoluto de visitas presidenciais foi São Paulo, 14 idas em 2011 e dez em 2012, seguido pelo Rio de Janeiro, que recebeu Dilma 13 vezes no primeiro ano de mandato e nove em 2012. A Estados do Nordeste, a presidente fez 22 viagens. As rotas preferidas foram Bahia, com sete visitas, e Pernambuco, com cinco. Dilma estreou na Presidência com 56 viagens País afora, mas ano passado reduziu consideravelmente os roteiros, passando para 42 compromissos fora do gabinete de Brasília.

Revista Carta Capital é acusada de forjar documento sobre mensalão tucano


A revista filopetista Carta Capital é acusada pelo Ministério Público de Minas Gerais de forjar documento reproduzido em reportagens relacionadas ao chamado “mensalão mineiro”. O caso teria acontecido durante a campanha de tentativa de reeleição do então governador mineiro, Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998. Em nota, a Procuradoria-Geral de Justiça de Minas Gerais informa que, “em 3 de dezembro de 2012, encaminhou à redação da Carta Capital o ofício nº 108/2012-SCI-PGJ, pelo qual esclarece à Chefia de Redação da revista quanto à improcedência da informação veiculada na matéria ‘De volta à origem’, da edição de 14 de novembro”. O texto referido é assinado por Leandro Fortes e aponta que o ex-governador e atual deputado federal, Eduardo Azeredo, teria sacado mais de R$ 100 milhões de estatais mineiras e repassado o montante a políticos e personalidades do Poder Judiciário, ligados principalmente ao PSDB, além de empresas de comunicação. Na lista, estariam o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB). Segundo a matéria, os desvios praticados pelos peessedebistas são piores que os dos petistas no caso do Mensalão do PT. “Para quem assistiu ao julgamento do caso do PT no Supremo Tribunal Federal, ninho de inovadoras teses de domínio de fato e a condenações baseadas em percepções sensoriais, o 'mensalão tucano' será ainda mais surpreendente por ter em abundância aquilo que muita falta fez no caso de agora: provas contundentes". O Coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça Criminais, Joaquim José Miranda Júnior, requisitou instauração de inquérito policial à Delegacia do Departamento de Falsificações e Defraudações de Belo Horizonte, para apurar estelionato jornalístico. Segundo o Ministério Público mineiro, a matéria traria uma assinatura falsificada do promotor de justiça Adriano Estrela, afirmando que o alicerce da notícia é “absolutamente inidôneo” e “forjado”.

Ministro Marco Aurélio Mello diz que Congresso age no "faz de conta"


O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, criticou o Congresso por descumprir o prazo determinado pela Corte para estabelecer novos critérios para a divisão do Fundo de Participação dos Estados (FPE). De acordo com o ministro, o Congresso age no “faz de conta” e a desobediência “só desacredita” o Supremo. Em 2010, o Supremo declarou inconstitucional a maneira de ratear os recursos do fundo, de onde vem a maior quantidade de receitas de quase um terço dos Estados. Na época, o tribunal estabeleceu o dia 31 de dezembro de 2012 como prazo para que o Congresso realizasse as atualizações necessárias, o que não ocorreu. “O Supremo fica dando uma de censor para quê? Para nada. O prazo só estimula o descumprimento de uma lei já declarada inconstitucional”, afirmou ele.