quarta-feira, 6 de março de 2013

Parlamentares do PDT fazem manifesto para impedir reeleição de Lupi


Em meio à briga interna pelo comando do PDT, parlamentares "independentes" do partido divulgaram um manifesto nesta quarta-feira em que pedem mudanças que impediriam o atual presidente, Carlos Lupi, de ser reeleito. As principais reivindicações do grupo são a realização de eleições diretas para a escolha do presidente do partido e seus dirigentes, assim como o limite a uma reeleição para quem for eleito para o comando da sigla. Lupi é presidente do PDT há nove anos. O pedetista vem sendo reconduzido sucessivamente ao cargo pela maioria dos membros do partido. O manifesto é assinado pelos senadores Pedro Taques (PDT-MT), Cristovam Buarque (PDT-DF) e pelo deputado José Antônio Reguffe (PDT-DF). O documento foi encaminhado à cúpula do PDT. O manifesto também pede a substituição dos diretórios nomeados por diretórios eleitos. O documento ainda sugere "absoluta transparência" na gestão dos recursos do partido e a criação de um conselho político para acompanhar as ações da direção.

"Macarrão ajudou a matar Eliza", afirma Bruno em depoimento


O goleiro Bruno Fernandes de Souza culpou seu ex-assessor Luiz Henrique Romão, o Macarrão, pela morte de sua ex-amante Eliza Samudio. Essa é a primeira vez que o jogador confirma a morte dela, que desapareceu em junho de 2010. Ele é acusado de envolvimento no crime e depõe desde o início da tarde neste terceiro dia de julgamento, no Fórum de Contagem (MG). Aos prantos, Bruno disse que, no dia 10, Macarrão e Jorge Jorge Luiz Rosa, primo do jogador, saíram do sítio em que estavam para levar Eliza para pegar táxi com R$ 30 mil, para ir a São Paulo resolver problemas. "Acreditava que seria aquilo", disse. Afirmou que, horas depois, ambos voltaram com a criança no colo, filho de Eliza com o atleta: "Estranhei que a criança estava na mão deles, chorando". Jorge demonstrava estar assustado. Ele então teria questionado: "Poxa, cadê Eliza? Pela amor de Deus o que vocês fizeram com ela?" Foi quando seu ex-assessor teria dito. "Resolvi o problema que tanto te atormentava". Bruno disse que ouviu de Jorge a versão contada pelo então menor à polícia. "Macarrão ajudou a matar Eliza", teria dito o Jorge. Que Eliza foi levada para Vespasiano e foi entregue a uma pessoa chamada Zezé. Ele teria sufocado a ex-amante de Bruno e Macarrão teria chutado a mulher já caída. "A pessoa tinha esquartejado e teria jogado o corpo aos cachorros", disse. O goleiro disse, então, que tentou tirar satisfação com Macarrão, mas ele negava o que Jorge contou. Disse que o ex-assessor repetia que Jorge estava louco. "O que você fez, Macarrão? Você acabou com minha vida", disse Burno. Bruno disse ter ficado desesperado. A juíza perguntou quanto tempo durou seu choro e desespero. "Uma hora e meia desesperado." Apesar do desesperado ao saber da morte de Eliza, ele contou que no outro dia foi para uma festa na casa do também jogador Vagner Love. Logo no início do depoimento, a juíza Marixa Rogrigues perguntou a Bruno se a denúncia contra ele era verdadeira. "Como mandante dos fatos eu nego, mas de certa forma eu me sinto culpado", afirmou. Chorando, Bruno pediu para contar a sua história sobre o caso. Ele começou a relatar, então, o período em que conheceu Eliza. Disse que tiveram uma única relação sexual, que resultou na gravidez da ex-amante. Bruno disse que ele e Eliza brigavam muito e que ela sempre exigia dinheiro. Em novembro do ano passado, Macarrão confessou o crime e jogou a responsabilidade para o seu ex-patrão, acusando-o de ser o mandante.

Portuários ameaçam parar por 24 horas em todo o país no dia 19


Uma greve pode parar por 24 horas todos os portos do país no dia 19 deste mês se o governo não recuar em pontos chave da medida provisória que reforma o sistema portuário. O anúncio da "greve preventiva" foi feita nesta quarta-feira no Senado pelo deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho, presidente da Força Sindical, após encontrar o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), durante uma marcha empreendida por centrais sindicais em Brasília. Segundo Paulinho, a decisão da greve foi tomada na terça-feira, após reunião das principais entidades representativas dos portuários. "Eles perceberam que o governo está enrolando", afirmou, sobre as tentativas de negociação. Paulinho disse que todas as funções dos portos podem parar a partir das 7 horas. Não há ainda uma ideia do prejuízo que a paralização nos 36 portos privados e públicos poderia causar. Segundo os sindicalistas, apenas o porto de Santos (o maior do País) teve um prejuízo de aproximadamente R$ 60 milhões ao parar por 10 horas em fevereiro.

Após confusão, eleição de pastor para presidência de comissão é adiada


Indicado pelo seu partido para presidir a Comissão de Direitos Humanos da Câmara, o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) não conseguiu ter o nome ratificado no cargo nesta quarta-feira. A sessão convocada para eleger o presidente da comissão foi adiada para eta quinta-feira. Em clima tenso, provocado sobretudo pela manutenção da indicação de Feliciano pelo PSC para o comando do colegiado, os deputados decidiram interromper a reunião para analisar se é viável manter a candidatura do pastor. Alvo de denúncias de ativistas gayzistas por declarações consideradas homofóbicas e racistas (por esses ativistas), Feliciano, que é pastor evangélico, foi oficialmente indicado na terça-feira pelo PSC para assumir a presidência da comissão. Numa manobra orquestrada pela bancada evangélica, os deputados do PSC conseguiram forçar a indicação, ainda que, dentro da própria sigla, houvesse resistência ao seu nome. Candidato único, Feliciano precisaria de ao menos 10 votos, de um total de 18 deputados do colegiado, para ter sua indicação oficializada. O presidente da comissão, deputado Domingos Dutra (PT-MA), não conseguiu sequer iniciar a votação. Uma série de questões de ordem propostas sobretudo pelas bancadas do PSOL e do PT questionaram a qualificação do candidato para o cargo. A deputada Érika Kokay (PT-DF) questionou, com base no regimento da Câmara, a "afinidade" do deputado com os temas tratados na comissão. "Não são desconhecidas as posições e as posturas do pastor. Ele afirmou que Aids é câncer gay, que os africanos foram amaldiçoados. A candidatura apresenta pelo PSC fere o regimemto interno", disse a deputada. Dutra encaminhará até a noite desta quarta-feira, ofício à Presidência da Câmara para que haja, em reunião de líderes, definição sobre o que deverá ser feito até a eleição. Não há consenso entre os partidos se o PSC deverá indicar outro nome ou se o colegiado aceitará candidaturas avulsas, de outros partidos. "Vou procurar o presidente da Casa e o líder do PT para colocar a questão. Não tenho condições de fazer a eleição com a comissão nesta situação", disse Dutra.

Senado aprova projeto para validar receitas médicas em todo o Brasil


O Senado aprovou nesta quarta-feira um projeto que torna as receitas médicas e odontológicas válidas em todo o território nacional. Pela legislação em vigor, o documento tem validade apenas nas localidades onde forem prescritos pelos profissionais de saúde, o que impede o paciente de utilizar a receita para a compra de um medicamento em outro Estado ou município. O projeto diz que as receitas serão válidas em todo o País independentemente do local de sua emissão", desde que sejam prescritas por "profissionais devidamente habilitados". A proposta diz, ainda, que as receitas devem seguir as "normas estabelecidas pela autoridade sanitária federal".

REBELDES SÍRIOS CAPTURAM 20 SOLDADOS DA ONU EM GOLÃ


Vinte soldados da força de paz da ONU foram capturados por rebeldes sírios, na fronteira entre Síria e Israel.  O comboio em que os capacetes azuis viajavam, nas Colinas de Golã, foi interceptado por cerca de 30 homens armados. Em vídeo, publicado na internet, rebeldes do grupo "Mártires do Yarmouk" assumem a autoria do sequestro. Os insurgentes dizem que só vão libertar os soldados da ONU quando as tropas do ditador sírio Bashar Al-Assad se retirarem da cidade de Jamla. Em Nova York, o porta-voz da ONU, Eduardo del Buey, disse que pacificadores estavam em uma missão de apoio quando foram capturados. Ele não confirmou os rumores de que os capacetes azuis eram de nacionalidade filipina. Os soldados pertencem à Força das Nações Unidas de Observação de Separação, criada em 1974, para garantir a paz nas Colinas de Golã. O território é disputado por Israel e Síria desde a Guerra dos Seis Dias, de 1967.

Poupança tem captação recorde de R$ 4,62 bilhões Este é o melhor desempenho para meses de fevereiro da série histórica do Banco Central


Os depósitos superaram os saques na caderneta de poupança em R$ 2,32 bilhões em fevereiro, informou nesta quarta-feira o Banco Central. Este é o melhor desempenho para meses de fevereiro da série histórica do Banco Central, com início em 1995. O antigo recorde de meses de fevereiro tinha sido registrado em 2008 (R$ 1,388 bilhão). O resultado de mês passado, entretanto, supera ligeiramente a captação de janeiro (R$ 2,3 bilhões) deste ano. Em fevereiro de 2012, a captação líquida da poupança foi negativa em R$412,520 milhões. No acumulado do primeiro bimestre deste ano, a captação líquida está positiva em R$ 4,620 bilhões, recorde histórico.

OAB critica indicação de pastor para Comissão de Direitos Humanos


A OAB criticou nesta quarta-feira a indicação do pastor Marco Feliciano (PSC-SP) à presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara. "É difícil entender a nomeação de alguém que despreza e hostiliza os principais temas relativos a uma política de direitos humanos, que se queira efetivada com um mínimo de seriedade", afirmou o presidente da Comissão Nacional dos Direitos Humanos da OAB, Wadih Damous, em nota. A OAB tem se mostrado cada vez mais um braço ativo do PT.

Cid Gomes nega sabotagem a Eduardo Campos e diz estar com PSB


O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), negou que pretende sabotar a candidatura à Presidência do seu correligionário e governador de Pernambuco, Eduardo Campos. "Quem achar que eu sou quinta coluna, que eu estou querendo sabotar o meu partido, querendo sabotar o presidente do meu partido, está redondamente enganado, vai quebrar a cara. Eu estarei com o meu partido", declarou o pessebista em entrevista coletiva. As declarações vieram após a cerimônia do anúncio de novos investimentos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Saneamento, Mobilidade e Pavimentação, em Brasília (DF), que também contou com a presença de Eduardo Campos. "Eu já disse a ela (Dilma) e ao Lula, eu não sou quinta coluna", garantiu Cid Gomes. O fato é que o governador cearense defende Eduardo Campos na vice da presidente Dilma Rousseff (PT) nas eleições do próximo ano, uma possibilidade descartada pelos interlocutores do pernambucano. De acordo com Cid, é "estrategicamente melhor para o meu partido se fortalecer no âmbito regional, e nos prepararmos para no projeto nacional lutarmos pela vice". As especulações de que tanto Cid como o seu irmão, Ciro Gomes, ex-governador do Ceará, estariam sabotando a candidatura de Eduardo Campos se deve pelo fato de que Ciro não foi candidato a presidente em 2010, como queria. O seu partido, o PSB, terminou apoiando a presidente Dilma. Ciro, responsável pelos discursos mais contundentes contra Campos, disse que o governador pernambucano não está preparado para assumir a Presidência porque precisaria de "visão de país" e mais "estrada".

ONU diz que número de refugiados sírios chega a 1 milhão


O êxodo de sírios que fogem há dois anos de seu país em função da violência fez o número de refugiados nos países vizinhos passar de 1 milhão nesta quarta-feira, disse a Agência de Refugiados da ONU, advertindo que os recursos de ajuda são escassos. Segundo a ONU, o número total de sírios que imigram para países vizinhos deve ser muito maior. Mas só neste ano o número de pessoas que se registraram como refugiadas ou como assistentes cresceu cerca de 420 mil. Diariamente, cerca de 7 mil a 8 mil sírios deixam o país, sendo mais da metade crianças com menos de 11 anos. "São mais de 1 milhão de pessoas fora do país, mais milhões desabrigados e milhares de pessoas que continuam a cruzar as fronteiras todos os dias. A Síria está se movendo em direção ao desastre total", disse em um comunicado o comissário superior para refugiados da ONU, Antônio Guterres. De acordo com a organização, cerca de 330 mil sírios se abrigaram no Líbano e 320 mil na Jordânia. Além disso, mais de 185 mil estão refugiados na Turquia, 105 mil no Iraque, 43.500 no Egito e cerca de 8 mil no norte da África. Outros fugiram para a Europa.

O esquerdóide chefe da OEA diz que Hugo Chávez foi caudilho, mas não ditador


O secretário-geral da OEA (Organização dos Estados Americanos), o esquerdóide José Miguel Insulza, disse nesta quarta-feira que o ditador da Venezuela, Hugo Chávez, foi um caudilho, mas não um ditador. Durante seu governo, o venezuelano ameaçou sair da entidade. Em entrevista, o esquerdóide Insulza considerou que alguns aspectos do governo venezuelano "deixam a desejar do ponto de vista da democracia". Como ele é bonzinho..... "Chávez foi um caudilho na medida em que ele era seu movimento. A força política de Chávez dependia dele. Agora, vamos ver até que ponto ele deixa um legado político", disse o esquerdóide Insulza.

BG e Petrobras recebem grandes áreas de hidrocarbonetos na Bolívia


A petroleira estatal boliviana YPFB disse nesta quarta-feira que a BG e a Petrobras receberam a concessão de áreas de exploração de mais de 500 mil hectares, onde farão investimentos de risco em busca de petróleo e gás natural. As novas áreas, localizadas na região suboriental do Chaco, têm um "importante potencial de hidrocarbonetos" e sua concessão busca "repor reservas e contribuir para honrar com os compromissos atuais de exportação e industrialização dos hidrocarbonetos", disse a YPFB em um comunicado. A britânica BG, que já opera no país em sociedade com a espanhola Repsol, recebeu a área de Huacareta de 453 mil hectares, onde estudos preliminares estabeleceram uma grande probabilidade de conter gás natural, a maior riqueza do país. A brasileira Petrobras, que opera cerca de metade da produção boliviana de gás natural, ficou com a área de 100 mil hectares de Cedro, na região oriental de Santa Cruz, próxima a grandes jazidas de gás em operação.

Presença da mulher no mercado de trabalho aumentou em 2012


A presença das mulheres no mercado de trabalho, na região metropolitana de São Paulo, aumentou em 2012 para 56,1%, resultado um pouco acima dos 55,4% registrados em 2011. A taxa de desemprego feminina ficou estável em 2012 (12,5%), enquanto a masculina aumentou de 8,6% para 9,4%, entre 2011 e 2012. Os dados constam da pesquisa O Trabalho das Mulheres, Mudanças e Permanências, divulgada nesta quarta-feira pela Fundação Seade, centro de análises econômicas e pesquisas do governo de São Paulo. De acordo com a Fundação Seade, a queda da taxa de desemprego feminino é decorrente do crescimento econômico e do aumento do nível de ocupação. Também reflete as transformações das relações familiares, nas quais o homem não é necessariamente o provedor da família. “As mulheres foram as grandes favorecidas com o crescimento econômico que vem desde 2003, com mais postos de trabalho e mais empregos formais, ao mesmo tempo que seu rendimento não cresceu tanto”, disse a analista da Fundação Seade, Marcia Halben Guerra. Os dados mostram ainda que a criação de postos de trabalho entre as mulheres foi 1,8% enquanto entre os homens foi 0,6%. Entre os setores, os que mais empregam mulheres são o de serviços, que passou de 68,3% para 69,8%; comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas (de 16,7% para 15,9%); indústria de transformação (de 13,5% para 12,9%) e serviços domésticos estável em 14,7%).

Morte de Chávez aumenta o teor democrático do continente


Do jornalista Reinaldo Azevedo - Lideranças como Hugo Chávez, Evo Morales e Rafael Correa podem até chegar ao poder sem o apoio das chamadas “elites”, contra as quais vituperam em palanque, diga-se, mas só se mantêm no topo se conseguem conquistar apoios expressivos das camadas que antes hostilizavam. Ainda que com outra retórica e com um projeto de poder distinto, mas não necessariamente virtuoso, foi o que os petistas fizeram no Brasil. A suposição de que esses “esquerdistas” governam sem o apoio do que antes chamavam “direita” é uma tolice. O ditador se vai, e sua herança já começa a ser avaliada. Em que resultou o “modelo alternativo” de Chávez, no qual se ancoram, por exemplo, Bolívia e Equador? O que ele deixou de virtuoso? Uma economia organizada? Não! Instituições democráticas? Não! Paz social? Menos ainda. Pegue-se um exemplo dramático: Caracas é hoje uma das cidades mais violentas do mundo, com mais de 100 homicídios por 100 mil habitantes. O estado em que Chávez deixa a Venezuela ilustra e antecipa o que acontecerá, mais dia, menos dia, com o Equador e com a Bolívia, com o agravante de que são países ainda mais pobres. Está demonstrado, mais um vez, que não existe alternativa viável ao pluralismo democrático. A Argentina, como se sabe, caminha igualmente para o caos. Ollanta Humala, agora presidente do Peru, que se lançou na política no rastro da retórica chavista, parece — vamos ver — ter operado uma guinada no discurso. Talvez não queira se confundir com a turma do hospício. A morte de Chávez, como a de qualquer ser humano, não tem de ser comemorada. E muita gente sabe como isso pra mim é caro. Para a democracia e para os povos da América Latina, a sua saída de cena é positiva, sim! A sua obra é a prova mais evidente de que estava errado e de que não representa uma alternativa aceitável à democracia representativa. Deixa muitas viúvas, inclusive no Brasil. Não são poucos, por aqui, os que queriam que Lula e Dilma o tivessem como inspiração. Felizmente, o PT herdou instituições democráticas sólidas — não quer dizer que não possam ser abaladas — e teve de se comportar dentro das regras do jogo que o elegeu. O partido está permanentemente mobilizado para mudá-las, tentando adaptá-las às suas necessidades e à sua vocação para partido único. Até agora não logrou seu intento.

Secretaria gaúcha da Fazenda do Rio Grande do Sul confirma os belos números da receita do ICMS de fevereiro


Finalmente a secretaria gaúcha da Fazenda disponibilizou os números da arrecadação do ICMS de fevereiro. Foram R$ 1,8 bilhão. Sobre fevereiro do ano passado, compare: Fevereiro 2013 - sobre fevereiro de 2012 -  Ajustado pelo IPCA – 19,7%; Crescimento nominal – 27%. A previsão orçamentária era de crescimento real de 9,2%. Ainda não é possível saber o que aconteceu, muito embora a base anterior (fevereiro de 2012) tenha sido muito baixa (1,7% menos, nominais, sobre 2011). Ao contrário dos secretários da Fazenda de Yeda (Aod Cunha e Ricardo Englert) que mensalmente recebiam os jornalistas para abrir todos os dados, o secretário do peremptório governador petista Tarso Genro, Odir Tonnollier, não fala nem sob tortura. O que acontece na secretaria da Fazenda está numa enorme caixa preta. Números corretos sobre saques no caixa único e sobre o déficit crescente são tratados como segredo de Estado no governo atual. Além disso, também há questões funcionais graves na Secretaria da Fazenda que não são resolvidas. Entre elas está a questão do concurso para contratação de novos técnicos de apoio fazendário. Essa carreira é a mais importante da Secretaria da Fazenda, que executa a maior quantidade de funções. E também falta fazer o reexame da retirada de funções que eram exercidas pelos técnicos nos postos fiscais.

Secretaria gaúcha da Fazenda do Rio Grande do Sul confirma os belos números da receita do ICMS de fevereiro


Finalmente a secretaria gaúcha da Fazenda disponibilizou os números da arrecadação do ICMS de fevereiro. Foram R$ 1,8 bilhão. Sobre fevereiro do ano passado, compare: Fevereiro 2013 - sobre fevereiro de 2012 -  Ajustado pelo IPCA – 19,7%; Crescimento nominal – 27%. A previsão orçamentária era de crescimento real de 9,2%. Ainda não é possível saber o que aconteceu, muito embora a base anterior (fevereiro de 2012) tenha sido muito baixa (1,7% menos, nominais, sobre 2011). Ao contrário dos secretários da Fazenda de Yeda (Aod Cunha e Ricardo Englert) que mensalmente recebiam os jornalistas para abrir todos os dados, o secretário do peremptório governador petista Tarso Genro, Odir Tonnollier, não fala nem sob tortura. O que acontece na secretaria da Fazenda está numa enorme caixa preta. Números corretos sobre saques no caixa único e sobre o déficit crescente são tratados como segredo de Estado no governo atual. Além disso, também há questões funcionais graves na Secretaria da Fazenda que não são resolvidas. Entre elas está a questão do concurso para contratação de novos técnicos de apoio fazendário. Essa carreira é a mais importante da Secretaria da Fazenda, que executa a maior quantidade de funções. E também falta fazer o reexame da retirada de funções que eram exercidas pelos técnicos nos postos fiscais.

Preços dos hotéis de Porto Alegre subiram escorchantes 23% em 2012



Às vésperas da Copa 2014, Porto Alegre contabilizou a abertura de quatro novos hotéis no ano passado e elevou sua taxa de ocupação em 7,6%. Não são números escandalosamente altos. Mas foi escandaloso o aumento dos preços das diárias, que na média subiram 23%. Nem Gramado atreveu-se tanto, embora tenha comemorado preços 17% maiores em 2012. Gramado, com 36 mil habitantes, tem mais hotéis do que Porto Alegre, com 1,2 milhão de habitantes. Os números são de pesquisas do Instituto de Pesquisas e Análise Conceitual em Turismo.

EBX e BTG Pactual fazem acordo de cooperação estratégica1

O grupo EBX e o BTG Pactual anunciaram nesta quarta-feira que fizeram uma parceria de cooperação estratégica, envolvendo assessoria financeira, linhas de crédito e futuros investimentos de capital de longo prazo para projetos do grupo liderado por Eike Batista. Segundo o comunicado, a parceria contará com um comitê de gestão estratégica e financeira composto por executivos do BTG, do banqueiro André Esteves, e da EBX. O comitê, liderado por ambos os empresários, se reunirá semanalmente. Pelo acordo, a remuneração do BTG dependerá do desempenho das empresas do grupo EBX, as quais atuam em setores como petróleo e energia, mineração e logística. "Isso permitirá total alinhamento de interesses, inclusive com os acionistas minoritários destas empresas (do grupo EBX)", afirmou Eike Batista em um comunicado conjunto. "Esta parceria exemplifica, uma vez mais, nossa disposição de apoiar projetos únicos do setor real da economia e o empreendedorismo nacional", afirmou o CEO do BTG Pactual, André Esteves. O acordo não implica exclusividade do BTG Pactual na prestação de serviços financeiros para a EBX, de acordo com a nota.

Fusão entre Azul e Trip é aprovada pelo Cade


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira a fusão entre as empresas aéreas Azul e Trip. A operação foi considerada pró-competitiva, pois, juntas, Azul e Trip têm melhores condições de concorrer com as líderes do mercado nacional de aviação civil, TAM e Gol. De acordo com o Cade, a operação cria a terceira maior companhia aérea brasileira e acirra a concorrência no setor. No entanto, o Cade pôs condições para a aprovação da fusão, como o fim do acordo de compartilhamento de voos que a Trip tem com a TAM, necessário para que as duas empresas se tornem, de fato, concorrentes. O fim do compartilhamento de voos entre TAM e Trip será feito de forma gradativa até o final 2014. As empresas também tiveram que se comprometer em usar com intensidade de pelo menos 85% seus horários de pousos e decolagens no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, porque o terminal não tem infraestrutura disponível atualmente para comportar a entrada de mais uma companhia aérea. A exigência começa a valer dentro de 30 dias e será medida trimestralmente. Caso seja descumprida, um par de slots — autorizações de horário para pouso e decolagem em determinado aeroporto — das empresas será devolvido à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para redistribuição.

Criticado pelo presidente do PDT, Carlos Araújo volta para "conciliar o partido"


Envolto em brigas e polêmicas que racharam o partido em âmbito nacional e estadual, o PDT teve nesta quarta-feira o retorno de um filiado de longa data e que havia deixado a sigla há 12 anos: o ex-deputado estadual Carlos Araújo. Embora afirme que a sua volta à política tenha como um dos objetivos "a pacificação do partido", o ex-marido da presidente Dilma Rousseff recebeu críticas internas antes mesmo de assinar a ficha de filiação à legenda. Em carta enviada na terça-feira, o presidente municipal da silga em Porto Alegre, Vieira da Cunha, afirmou que o retorno de Araújo "não seria construtivo para o partido". Ao lado do presidente nacional Carlos Lupi e seus aliados, Vieira nutre divergências com os irmãos Brizola. Como pano de fundo da crise, além da eleição para o diretório nacional, está a disputa por espaço na Esplanada dos Ministérios — Lupi quer indicar Vieira para ocupar a pasta do Trabalho, hoje comandada por Brizola Neto (PDT-RJ). No documento assinado por Vieira, o presidente municipal escreve que "já temos inimigos na trincheira de sobra", em referência aos irmãos Brizola, e acusa Araújo de ter abandonado a militância trabalhista. Eu acho que ele até pode ter razão na crítica, porque eu não deveria ter saído do PDT. Circunstâncias me levaram, naquele momento, a me afastar, e eu não entrei em partido nenhum. "Retorno ao lugar de onde nunca deveria ter saído", admitiu nesta quarta-feira o ex-deputado. O ato simbólico de assinatura da ficha de filiado ocorreu na casa de Araújo, na zona sul de Porto Alegre, e foi acompanhado pelo ex-governador Alceu Collares, pelo secretário estadual do Gabinete de Prefeitos, Afonso Motta, e pela deputada Juliana Brizola, entre outros integrantes da sigla.

Governo gaúcho receberá R$ 1 bilhão para investimentos em saneamento


O governo do Rio Grande do Sul receberá R$ 1 bilhão para o tratamento de esgoto no Estado em quatro anos. Em solenidade do Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2), no Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff, anunciou, nesta quarta-feira, a liberação de mais R$ 30 bilhões para Estados e prefeituras, entre os quais está o valor para o Rio Graqnde do Sul. O novo montante soma-se aos cerca de R$ 3 bilhões que já estão sendo executados pela Secretária Estadual de Habitação e Saneamento, por meio da Corsan. O recurso deve beneficiar as cidades de Santa Maria, Canoas, Gravataí, Guaíba, Alvorada, Viamão, Cachoeirinha, Taquara, Nova Hartz, Santo Antônio da Patrulha, Portão, Sapiranga, Nova Santa Rita, Estância Velha, Campo Bom e Parobé.

TCE aprova revisão do cálculo das passagens de ônibus de Porto Alegre


Os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado aprovaram, no início da tarde desta quarta-feira, a medida cautelar que pede a revisão do cálculo da tarifa dos ônibus de Porto Alegre. Enquanto isso, a prefeitura de Porto Alegre não poderá definir o valor da tarifa pela antiga metodologia, que incluía a frota reserva de veículos. Esta decisão implica na possível queda no valor da tarifa técnica em cerca de 10%. Isso é uma medida paliativa. Na verdade, o que o Tribunal de Contas deveria fazer é determinar que a prefeitura realize nova concorrência para as concessões das linhas de ônibus de Porto Alegre.

Inflação do carro sobe 1,89% no ano


A inflação do carro, composta pelas despesas com uso e manutenção do veículo, subiu 0,57% em fevereiro, apurou a Agência AutoInforme. No ano, a alta acumulada é de 1,89%. Os combustíveis tiveram o maior peso no índice no mês passado. De acordo com a AutoInforme, a gasolina subiu 2,42% e acumula 4,31% em 2013, enquanto o etanol avançou 0,25% em fevereiro e 5,15% nos dois primeiros meses do ano. — O aumento foi menor em fevereiro, o que pode indicar uma acomodação para os próximos meses — disse a nota da agência. A segunda maior alta de fevereiro foi a de lona de freio, que ficou 1,31% mais cara. Na sequência vem correia dentada (0,99%).

IPI, oferta de crédito e juros baixos favoreceram vendas de carros no primeiro bimestre


O retorno das alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) - que estão sendo recompostas gradualmente desde janeiro – juros baixos e a disponibilidade para compra de carros novos foram os principais fatores que estimularam as vendas de veículos leves (carros de passeio e utilitários, como vans) no primeiro bimestre de 2013 – o melhor resultado já obtido pela indústria automobilística nacional. A análise é do presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Cledorvino Belini. “As vendas foram boas em função do IPI ter retornado somente uma pequena fatia, vai ter mais uma parte a partir de abril, e retorna totalmente no mês de julho. Por isso, que o mercado reagiu bem além dos juros baixos e da disponibilidade de crédito, que foram fatores decisivos para o aumento das vendas”, disse o presidente da Anfavea. As vendas de veículos leves (como carro de passeio) em janeiro e fevereiro totalizaram 428,7 mil unidades, 10,3% superior ao atingido no mesmo período de 2012. O resultado foi o maior já alcançado para os dois primeiros meses do ano pela indústria automobilística nacional. A produção de veículos leves no primeiro bimestre chegou a 508,6 mil unidades, 18,4% a mais em comparação a igual período do ano passado. O presidente da Anfavea, no entanto, espera que mesmo com o aumento do IPI nos próximos meses, as vendas de veículos continuem em alta.

Multidão acompanha cortejo de Chávez até o local do velório, na Academia Militar


Acompanhada por uma multidão de simpatizantes e seguidores, a urna com o corpo do ditador da Venezuela, Hugo Chávez, deixou o Hospital Militar, em Caracas, ao meio-dia, e iniciou o cortejo rumo ao Forte Tiuna, na Academia Militar, onde passou a ser velado. Antes do traslado, houve uma breve cerimônia religiosa no hospital, na presença da mãe de Chávez, Elena Frías. Foi na Academia Militar que Hugo Chávez formou-se oficial do Exército venezuelano. O caixão com o corpo do ditador foi coberto com a bandeira da Venezuela e cercado por militares que usavam boinas vermelhas. Um padre rezou o Padre Nosso e a Ave Maria e benzeu a urna, depois que foi cantado o Hino Nacional. Nos arredores, uma multidão vestida de vermelho, na qual apareciam muitos com casacos tricolores, esperava a passagem do caixão. À frente estavam o vice-presidente usurpador Nicolás Maduro e sua mulher, a procuradora Cilia Flores.

Dilma anuncia R$ 33 bilhões para saneamento, mobilidade urbana e pavimentação


A presidenta Dilma Rousseff anunciou a liberação de R$ 33 bilhões para projetos de pavimentação, mobilidade urbana e saneamento básico. Dos R$ 70 bilhões previstos pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para cidades de médio porte, R$ 33 bilhões começam a ser liberados a partir desta quarta-feira. Do montante, R$ 16,8 bilhões vão para saneamento, R$ 7,9 bilhões para mobilidade urbana e R$ 8,2 bilhões para pavimentação. “O Brasil precisa de saneamento para atender o brasileiro que está saindo da miséria e que precisará de serviços públicos no País. Essa é uma questão republicana. De todas essas áreas [cujas obras foram anunciadas], a que mais me mobiliza a colocamos maior volume de recursos é saneamento. Todos sabem que este é um fator que envolve também saúde pública e meio ambiente”, disse a presidenta Dilma Rousseff, em reunião com prefeitos e governadores, no Palácio do Planalto.

Bruno descreve como Eliza foi assassinada


O goleiro Bruno Fernandes descreveu, no terceiro dia de julgamento da morte de sua ex-amante Eliza Samudio, como ela foi assassinada. A versão teria sido contada por seu primo Jorge Rosa, adolescente na época. "Eu não mandei, mas eu aceitei", disse Bruno sobre a autoria do crime de Eliza Samudio. "O Jorge falou comigo que o Macarrão (Luiz Henrique Ferreira Romão) foi até o Mineirão, e conversou com uma pessoa no orelhão, e naquele momento começou a seguir um cara de moto até uma casa na região de Vespasiano e lá entregou Eliza para um rapaz chamado Neném", afirmou Bruno. E que lá um rapaz perguntou para Eliza se ela era usuária de drogas, segurou a mão dela e pediu para que Macarrão amarrasse as mãos dela para frente, e deu uma gravata nela. E o Macarrão ainda chutou as pernas de Eliza. "Foi o que o Jorge me falou. E que ainda tinha esquartejado o corpo dela, tinha jogado o corpo dela para os cachorros comerem", contou. Bruno disse ainda que, segundo relato de Jorge, o rapaz foi até um porão e pegou um saco preto e perguntou se eles queriam ver o resto. "Aí os meninos falaram que não queriam ver nada, e foram embora com o Bruninho". Perguntado se sabia que Eliza seria executada, Bruno disse: "Eu não mandei, mas eu aceitei". Afirmou que, posteriormente, Macarrão revelou que havia contratado Marcos Aparecido, Bola, para que ele matasse Eliza. Apelido que ele só ficou sabendo pela imprensa. "Pelo Macarrão e Jorge fiquei sabendo dele apenas como Neném", afirmou. O goleiro Bruno Fernandes, chorando, admitiu nesta quarta-feira, em Contagem (MG), que sabia que Eliza Samudio foi morta no dia 10 de junho de 2010.

Conselho Superior do Ministério Público rejeita por unanimidade recurso de Gabriel Chalita e mantém investigação


O Conselho Superior do Ministério Público de São Paulo negou por unanimidade os recursos do deputado federal e ex-secretário da Educação Gabriel Chalita (PMDB-SP) para que fossem arquivados dois inquéritos abertos contra ele pela Promotoria do Patrimônio Público e Social. Uma das investigações trata da suposta entrega de presentes a Chalita pelo COC (grupo do setor educacional). Segundo a acusação do analista de sistemas Roberto Grobman, que afirma ter sido assessor do ex-secretário de Estado, Chalita ganhou uma TV de plasma, sete computadores, dois smartphones e outros equipamentos eletrônicos da empresa. A outra apuração analisada pelo conselho visa verificar se Chalita teve envolvimento em irregularidades no contrato para a compra de antenas parabólicas pela FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação), órgão do governo estadual. A Promotoria instaurou 11 inquéritos para investigar Chalita a partir de depoimentos de Grobman (outros nove estão suspensos aguardando decisão). O advogado de Chalita, Alexandre de Moraes, argumentou que já houve prescrição em relação aos atos de improbidade administrativa pelos quais o ex-secretário é acusado. O prazo de prescrição nessas situações é de cinco anos. Chalita deixou a pasta em março de 2006. No entanto, a procuradora Dora Bussab, relatora dos recursos, disse que as apurações estão em fase inicial e que ainda não é possível esgotar a análise das acusações para definir como o prazo da prescrição deve ser contado. Além disso, mesmo que no futuro seja reconhecida a prescrição, ainda assim as investigações devem continuar porque os casos podem envolver prejuízo aos cofres públicos, segundo a relatora. Ela disse que a prescrição não atinge ações para ressarcimentos dos danos causados à administração pública.

CEEE impõe linha dura e oferece reajuste zero para os eletricitários



O governo do peremptório petista Tarso Genro bateu de frente com o poderoso Sindicato dos Eletricitários do Rio Grande do Sul, porque na primeira reunião deste mês para discutir o acordo coletivo de trabalho que definirá o aumento para os trabalhadores da CEEE, a proposta de reajuste foi a seguinte: zero. O Sinergisul tirou imediatamente uma nota com esta chamada: "No governo do PT e seus aliados, os trabalhadores da CEEE valem zero". A CEEE também avisou que pagará a PPR que deve aos trabalhadores no mês que vem, mas que não pagará mais nada até 2017. A linha dura deve-se à rendição do governo do peremptório petista Tarso Genro ao aventureirismo do governo Dilma Rousseff, que antecipou o vencimento dos contratos de concessão na área, exigindo reduções de tarifas muito altas, o que já começou a cortar um terço das receitas da CEEE.

PSB dos irmãos Gomes critica Lula


O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), criticou nesta quarta-feira o ex-presidente Lula pela antecipação do debate eleitoral para o pleito de 2014. "Lula agiu errado", disse Cid Gomes depois de solenidade no Palácio do Planalto com a presidente Dilma Rousseff e outros governadores. Cid Gomes se referiu ao lançamento, por Lula, à candidatura da presidente à reeleição em 2014. "Dilma não precisa disso. Ela já é conhecida. E já é mais conhecida do que Lula", provocou o cearense. De acordo com o governador, a atitude de Lula prejudica o próprio governo com a instalação de um ambiente negativo no Congresso Nacional. Para Cid Gomes, Lula também inverteu a lógica do processo eleitoral. "Quem precipita a disputa é sempre a oposição", disse Cid Gomes.

Serra está indo para o PPS?


José Serra (PSDB-SP) estaria de malas prontas rumo ao PPS. Roberto Freire, presidente eterno da legenda, já comenta em altos brados por toda Brasília que a negociação está fechada: José Serra será candidato à presidência, pelo seu partido. Serra seria dono de 44 milhões de votos ou qualquer outro candidato de oposição captaria este eleitorado? O fato é que ninguém pode assegurar que peso teria Serra em 2014, caso saia candidato a presidente por uma legenda nanica. Se teria fôlego financeiro para bancar a campanha e prestígio para angariar apoios de outros partidos para compor um razoável tempo de TV. Sem ter nada a perder, um Serra recolhido não revela seus planos. Convenhamos, esta é a melhor forma de prejudicar a inevitável candidatura de Aécio Neves, apoiada por 90% do partido.

Lula joga pesado contra Dilma


Não foi por acaso que Lula antecipou a campanha eleitoral. Só fazendo isso ele poderia voltar a ter importância no processo político do País. Tomou esta atitude sem dó e nem piedade, acabando com o mandato de Dilma, dois anos antes do prazo, em plena crise econômica, que ele torce para que se aprofunde. Não esqueçam que Lula disse que só voltaria em caso de grave crise econômica ou política. Decidiu criá-la. Um governo que já era ruim, tende a ficar ainda pior. O que vemos, nos últimos dias, é uma presidente completamente perdida, tornando-se refém dos partidos políticos, dos sindicatos e de lobbies empresariais. Tudo planejado por Lula. Tudo organizado por Lula. Esta campanha antecipada, baseada na compra de apoios, vai mergulhar o País num poço sem fundo. Os apoios ficarão caríssimos e o fisiologismo correrá solto. Lula destruiu o governo de Dilma. Agora organiza rachas na base aliada. Lula aposta no caos. É no caos que ele pretende voltar, como o salvador da pátria. Observem bem o que está acontecendo. Lula está jogando pesado contra Dilma. Resta saber o quanto de apetite a presidente poste terá para reagir e manter a sua reeleição. Ou se vai abrir mão para Lula. O que seria pior para o Brasil?

PSDB aciona governo com Lei de Acesso à Informação


O embate entre o PSDB e o PT sobre a paternidade dos programas sociais do País, que já dura semanas, teve novo desdobramento na terça-feira. A direção nacional do partido tucano encaminhou ao Ministério do Desenvolvimento Social um documento solicitando informações oficiais, com base na Lei de Acesso à Informação, sobre a origem e a estruturação dos programas sociais e também do Cadastro Único - principal ferramenta de organização desses programas. Ao justificar o requerimento, o presidente do PSDB, deputado Sérgio Guerra, disse que o objetivo é "rebater mentiras com informações oficiais". Referia-se especificamente ao pronunciamento feito pela presidente Dilma Rousseff, no dia 27, em reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, quando disse que o PT não herdou nada dos governos que o antecederam. "Dilma negou que o PT tenha recebido do governo Fernando Henrique Cardoso o Cadastro Único", diz a nota. O requerimento de Guerra, com oito perguntas, é uma extensão do discurso feito no dia anterior, em Goiás, pelo pré-candidato de seu partido à Presidência da República, Aécio Neves. O ex-governador mineiro disse que o cadastro, que possibilitou a unificação de ações de transferência de renda, foi criado em 2001, no mandato de Fernando Henrique Cardoso. "É herança do PSDB", reivindicou.No texto do documento enviado ao governo, o PSDB lista, uma a uma, as leis do governo Fernando Henrique sobre o assunto. Lembra que o cadastro foi instituído pelo Decreto n.º 3.877, de 24 de julho de 2001. O ministério, que até a tarde de terça-feira não havia recebido o documento, não quis se pronunciar sobre o assunto - que deve continuar rendendo polêmicas, alimentadas sobretudo pelo clima de pré-eleição.É uma situação bem diferente da que se verificava em setembro de 2003, quando o então presidente Lula realizou uma cerimônia em Brasília especialmente para anunciar que estava unificando cinco programas de transferência de renda herdados do governo anterior. A palavra-chave da época era "evolução". Na época, o governo se debatia com a implantação do Cadastro Único, que, apesar de criado por lei, não estava estruturado. Por causa disso, certas famílias de miseráveis não recebiam nada, enquanto outras ganhavam três ou quatro bolsas.

Portuários marcam greve para dia 19


Os sindicalistas informaram nesta quarta-feira que vão paralisar suas atividades no próximo dia 19. Segundo eles, as negociações para a chamada MP dos Portos estão muito lentas. Além disso, os sindicalistas dizem que o texto traz riscos de privatização, redução dos postos de trabalho, achatamento salarial e perda de direitos. Em reunião nesta quarta-feira com o presidente do Senado, Renan Calheiros, os trabalhadores cobraram mudanças na proposta.  “Estamos em um processo de negociação com o governo e com o Congresso Nacional sobre a MP dos Portos, mas os portuários fizeram uma plenária e decidiram fazer uma greve de 24 horas no próximo dia 19. Então, no dia 19 os portos ficarão paralisados por 24 horas, um pouco para forçar a negociação. Essa negociação está muito devagar”, explicaram durante audiência pública na Casa.

Vaticano dá prazo para cardeais chegarem para reuniões pré-conclave


O Vaticano informou nesta quarta-feira que  todos os 115 cardeais eleitores devem chegar ao país até esta quinta-feira. Segundo o porta-voz, padre Federico Lombardi, as reuniões preparatórias do conclave para a escolha do sucessor de Bento XVI deverão voltar a acontecer todas as manhãs e tardes, mas as falas dos cardeais serão limitadas a cinco minutos. Ainda não há data definida para o início do conclave, que acontecerá na Capela Sistina, pois a Igreja Católica acredita que as reuniões que o precedem são uma espécie de preparação.

Cid Gomes diz que Lula "errou" ao antecipar debate eleitoral


O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), afirmou nesta quarta-feira que o ex-presidente Lula "errou" ao promover a antecipação do debate eleitoral de 2014 e disse que ex-presidentes devem ficar em casa "estudando" ou correndo o mundo para divulgar o Brasil. Ele atribuiu ao ex-presidente o debate sobre a possível candidatura do governador de Pernambuco e presidente do PSB, Eduardo Campos, e ataques ao PSDB e disse que a antecipação de 2014 atrapalha o governo da presidente Dilma Rousseff. "Acho errado no momento em que Lula antecipa o debate eleitoral em um tema que é de governo, para um grupo que é de governo", disse Cid Gomes, após evento no Palácio do Planalto. "Quem está na oposição deve tomar a iniciativa do debate eleitoral. O governo precisa governar", disse Cid Gomes, que mais uma vez se manifestou pela continuidade do apoio de seu partido à reeleição de Dilma e contrário a uma candidatura própria de Campos. Desde que o Planalto começou a trabalhar com a possibilidade de Eduardo Campos deixar a base aliada para concorrer ao Planalto em 2014, Dilma se aproximou de Cid Gomes. No evento desta quarta-feira, em discurso, ela elogiou programas do governo do Ceará e disse que o seu governo "copia" iniciativas de sucesso do Estado.

Ministra confirma mais R$ 10 bilhões em desonerações


A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, confirmou na tarde desta quarta-feira ter solicitado ao relator do orçamento no Congresso, senador Romero Jucá (PMDB-RR), a inclusão de um adendo à proposta de orçamento deste ano, para permitir mais R$ 10 bilhões em desonerações. A ministra comentou que "quanto mais cedo for aprovado o orçamento, melhor". Os setores a serem beneficiados ainda serão discutidos, segundo a ministra. "Nós solicitamos ao relator que incorpore essa renúncia de receita de R$ 10 bilhões durante a votação do orçamento", afirmou, em entrevista no Palácio do Planalto. Segundo a ministra, esses R$ 10 bilhões de renúncia de receita vão se somar aos R$ 20 bilhões que já haviam sido solicitados ao relator no mês passado, somando R$ 30 bilhões.

Presidente Dilma volta a rebater críticas de Aécio Neves


Em uma nova resposta ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), que acusou o governo federal de querer acabar com a pobreza extrema por "decreto", a presidente Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira que a sua administração não faz política social "na canetada". O discurso foi feito para prefeitos e governadores durante reunião para tratar de investimentos em saneamento básico, esgotamento sanitário e mobilidade urbana previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "Todo mundo acha que o Bolsa Família a gente faz na canetada. O Bolsa Família precisou de arte e engenho", discursou Dilma, sendo interrompida por aplausos: "Precisou de vontade política". Dilma destacou que, ao longo dos últimos dez anos, todos os 36 milhões de brasileiros cadastrados no Bolsa Família estão acima da linha da miséria. "Isso não é milagre, não é malabarismo", enfatizou a presidente. Na terça-feira, durante o 11º Congresso Nacional de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, em Brasília, a presidente havia dito que "a superação da pobreza extrema não é nenhum milagre, nenhum acaso, é fruto de trabalho sistemático, da vontade política, da decisão política de não aceitar conviver com a pobreza". Na segunda-feira, o senador Aécio Neves acusou o governo federal de levar "à bancarrota patrimônios públicos como a Petrobras".

Competitividade passa pelo investimento, afirma Dilma


Durante a reunião, nesta quarta-feira, no Palácio do Planalto, com governadores e prefeitos, a presidente Dilma Rousseff disse que o País precisa dar um salto de competitividade. "Precisamos perceber que temos de dar um salto de competitividade". "Esse salto passa também pelo investimento dos Estados, pela capacidade e empoderamento dos Estados brasileiros para investir". Dilma afirmou que o governo federal "tem feito um grande esforço para recompor a capacidade de investimentos dos Estados brasileiros". Dilma destacou ainda que a inflação brasileira está "sob controle". "O Brasil tem também uma característica que eu acho fundamental: é um País com estabilidade, que respeita integralmente contratos realizados, e o Brasil tem uma característica: é uma democracia", afirmou. Ela ressaltou ainda que o País tem uma das menores relações entre a dívida líquida e o Produto Interno Bruto (PIB). A presidente lembrou que, no Exterior, a situação não é tão confortável. "Quando olhamos países da Europa sabemos o que é uma crise do sistema de províncias", afirmou. Ela aproveitou para lembrar que as taxas de juros no País foram reduzidas de "forma robusta e cautelosa".

Ações da Petrobras disparam após reajuste do diesel


As ações ordinárias da Petrobras disparavam cerca de 12% na Bovespa nesta quarta-feira e as preferenciais tiveram alta superior a 6%, após a estatal ter surpreendido o mercado ao anunciar novo reajuste de preço do óleo diesel nas refinarias. A petrolífera comunicou na noite de terça-feira um aumento de 5% do preço do diesel nas refinarias a partir desta quarta-feira, numa medida que visa aproximar os valores aos praticados no mercado internacional e busca reduzir os prejuízos da sua divisão de Abastecimento. "Vemos este aumento como uma vitória para a diretoria da Petrobras, que continua a brigar por uma abordagem mais racional para os preços de diesel e gasolina no País", avaliaram analistas do Itaú BBA em relatório. O reajuste, o segundo para o diesel neste ano, surpreendeu o mercado, que considerava improvável que o governo federal autorizasse novo aumento de combustíveis num momento de crescentes preocupações com o avanço da inflação. "O mercado praticamente tinha descartado novos ajustes e aumentos de combustíveis para 2013, até pelas próprias declarações do governo", disse o analista João Pedro Brugger, da Leme Investimentos, em Florianópolis, citando que a notícia é positiva para a Petrobras. Às 14h10, as ações ordinárias da Petrobras saltavam 12,07% e as preferenciais subiam 6,40%.

Conclave pode ser adiado e Vaticano pede silêncio a cardeais


Autoridades do Vaticano disseram nesta quarta-feira aos cardeais reunidos para a eleição do próximo papa para não falarem mais com a mídia, depois de mais indicações de que o Conclave não iria começar na próxima semana, como era esperado. Cardeais norte-americanos que tinham agendado uma terceira coletiva de imprensa em três dias cancelaram o evento menos de uma hora antes do previsto no Colégio Norte-Americano, em Roma, onde eles estão hospedados. Uma porta-voz dos cardeais norte-americanos disse que a "preocupação" foi expressa na reunião desta quarta-feira a portas fechadas "sobre vazamentos de procedimentos sigilosos reportados em jornais italianos". Mais de 150 cardeais participaram do terceiro dia das reuniões preliminares para esboçar um perfil para o próximo papa após a surpreendente renúncia de Bento XVI no mês passado.

Dilma promete R$ 33 bilhões para saneamento, pavimentação e mobilidade urbana


A presidente Dilma Rousseff prometeu nesta quarta-feira 33 bilhões de reais para obras de saneamento, mobilidade urbana e pavimentação e voltou a fazer um apelo para que os futuros recursos dos royalties de petróleo sejam destinados à educação. "Os 33 bilhões de reais de hoje tem um sentido que é que a gente acelere alguns serviços essenciais", disse Dilma durante encontro com governadores e prefeitos, no Palácio do Planalto. "Esses R$ 33 bilhões são componente desses quase R$ 70 bilhões que temos colocado nos últimos dois anos", disse a presidente durante reunião com governadores e prefeitos, no Palácio do Planalto. Dilma disse que os recursos são para acelerar alguns serviços essenciais e enumerou o saneamento como o primeiro a ter de ser enfrentado. "É inadmissível que queiramos dobrar a renda per capita se uma parte desse investimento não for destinado ao saneamento", disse ela.

Dilma reforça necessidade de desenvolver o País


"Tenho certeza que nós prosseguimos nessa caminhada ampliando o horizonte de investimentos", afirmou nesta quarta-feira a presidente Dilma Rousseff, durante reunião com governadores e prefeitos no Palácio do Planalto, em Brasília. A afirmação foi feita após a presidente falar das atribuições dos diferentes Poderes: "As funções de cada um de nós são diferenciadas. Saneamento é de Estados e municípios. Pavimentação é de prefeitura. Mobilidade urbana não é típica do governo federal. Ou não era típico. Eu acho que nós mudamos essa questão", disse. "Temos consciência que nós (União, Estados e municípios) temos uma função em comum, que é o desenvolvimento do País e a garantia de condições de vidas melhores para os brasileiros e de mais oportunidades para eles", disse a presidente. "Tem que ter visão de médio prazo. Se olharmos em um horizonte de 10 anos, qual é a projeção que fazemos do nosso caminho? Queremos chegar a um momento em que o País se transforme em uma nação verdadeiramente desenvolvida. E isso nós vamos conquistar, não só quando superarmos a pobreza extrema, mas sobretudo quando nós tivermos a capacidade de ter duplicado a nossa renda per capita", disse, defendendo que o Brasil precisa ter uma visão de médio prazo. A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, falou do papel dos governadores e prefeitos. "Cada governador, cada prefeito, tem de ter uma equipe junto do seu gabinete para acompanhar a execução das obras do PAC", defendeu. Na real, ela entrou em campanha eleitoral, e não hesitou em transformar o Palácio do Planalto em uma grande prefeitura. Além disso, como esse dinheiro não é do orçamento, por consequência, a fundo perdido, ela promove mais endividamento de Estados e prefeituras.

Desempenho dos alunos do ensino médio ficou abaixo do nível adequado, revela pesquisa


Os alunos do ensino médio são os que apresentam maior defasagem no aprendizado. Menos de um terço, 29,2%, dos estudantes conhecem a língua portuguesa da forma adequada ao período de estudo e apenas 10,3% sabem matemática proporcionalmente ao ano de ensino. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira no relatório "De Olho nas Metas", do movimento Todos pela Educação (TPE). O estudo é divulgado anualmente pela entidade. Nele, o TPE monitora o cumprimento de cinco metas consideras fundamentais: o atendimento escolar à população de 4 a 17 anos, a alfabetização na idade correta, o desempenho dos alunos nos ensinos fundamental e médio, a conclusão dos estudos e o financiamento da educação. Este ano, o desempenho dos estudantes do ensino médio chamou a atenção por se distanciar da meta considerada adequada pela entidade. Com base em dados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e da Prova Brasil de 2011, o TPE constatou a maior defasagem em matemática. No relatório divulgado em 2011, com dados de 2009, a porcentagem de estudantes com conhecimento adequado ao 3º ano do ensino médio era 11%, inferior à meta de 14,3%. Neste ano, no entanto, além da redução da porcentagem (10,3%), a diferença para a meta do período (2011) aumentou: é de quase 10 pontos percentuais (19,6%). Em português, a meta foi cumprida no último relatório, 28,9% dos estudantes tinham o conhecimento adequado e a meta era de 26,3%. Nesse ano, também houve piora. A porcentagem de estudantes teve um leve aumento, 29,2%, mas não foi suficiente para cumprir a meta para o período, que era de 31,5%. “No ensino médio observamos um descolamento enorme. Para melhorar essa fase do ensino, é preciso melhorar todo o sistema de educação. A defasagem vem desde a educação infantil e vai se acentuando”, explica a diretora executiva do Todos pela Educação, Priscila Cruz.

Caixão do ditador Hugo Chávez é levado às ruas e multidão chora sua morte


O caixão com o corpo do ditador venezuelano, Hugo Chávez, foi levado do hospital militar às ruas de Caracas, nesta quarta-feira, e uma multidão se aglomerou no entorno para homenagear o líder socialista. Soldados colocaram o caixão coberto com uma bandeira da Venezuela em um carro, de onde partiu para um cortejo fúnebre até a Academia Militar de Caracas, onde será velado. "Chávez ao panteão!", gritavam seus partidários, referindo-se ao mausoléu que ele construiu para abrigar os restos do herói da independência Simón Bolívar. Muitas pessoas choravam e aplaudiam, segurando fotos de Chávez.

Para Petrobras, é prematuro projetar potencial de gás de xisto


Em um tom menos otimista que a maioria dos autoridades brasileiras e agentes de mercado, a gerente executiva de Logística em Participações de Gás da Petrobras, Luciana Rachid, afirmou nesta quarta-feira ser prematuro projetar no momento o potencial para produção no Brasil de gás não-convencional, também chamado de xisto. Sem entrar em detalhes sobre a sua posição, a gerente executiva levantou dúvidas, com base nas informações técnicas à disposição no momento, sobre o futuro do mercado gás de xisto no País. O primeiro leilão de áreas para exploração de gás não-convencional da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) está previsto para outubro, disse recentemente o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. "Em termos de produção de gás, os resultados desse leilão da ANP surgirão em alguns anos e, apesar das expectativas de êxito, seria prematuro afirmar que o Brasil disporá de expressivos volumes de gás não-convencional a preços equivalente ao que se observa hoje com o gás de xisto dos Estados Unidos", avaliou Rachid, em um fórum de gás no Rio de Janeiro. Com novas tecnologias, a exploração de gás não-convencional avançou significativamente nos últimos anos, principalmente nos Estados Unidos, que possuiu reservas expressivas. Os preços do gás baixaram com as descobertas e o combustível se tornou uma importante alternativa ao setor produtivo.

ALL vai repassar parte do reajuste do diesel de imediato


A América Latina Logística (ALL) deve repassar de imediato parte do reajuste no preço do diesel anunciado pela Petrobras na véspera, afirmou o diretor de relações com investidores da empresa, Rodrigo Campos, nesta quarta-feira. "A gente repassa o aumento do diesel, 40% do aumento, para contratos imediatamente, da mesma forma quando cai. Se tem 10% de aumento, repassamos 4%", afirmou o executivo em teleconferência com analistas. O reajuste anunciado na noite da véspera pela estatal , de 5% nas refinarias, é o segundo para o combustível do ano. Em 30 de janeiro, a Petrobras elevou os preços da gasolina e do diesel, em 6,6 e em 5,4%, respectivamente.

'Não mandei, mas aceitei', diz o goleiro Bruno sobre assassinato de Eliza Samudio


O goleiro Bruno Fernandes Souza afirmou na tarde desta quarta-feira que apenas depois do crime soube, por seu ex-assessor Luiz Henrique Romão, o Macarrão, que Marcos Aparecido, conhecido pelo apelido de Neném, havia sido contratado para matar sua ex-amante Eliza Samudio, e que então, ele aceitou. O jogador é acusado de envolvimento na morte de Eliza, em junho de 2010. Ainda em depoimento, ele afirmou mais cedo, pela primeira vez, que ela está morta e que Macarrão participou do crime. Segundo Bruno, ele só soube do assassinato quando Macarrão e seu primo Jorge Luiz Rosa, então menor de idade, retornaram ao sítio do jogador sem Eliza e com o filho dela no colo. Bruno disse que ouviu de Jorge a versão contada pelo então menor à polícia. "Macarrão ajudou a matar Eliza", teria dito o Jorge. Ele teria contado ainda que Eliza foi levada para Vespasiano e foi entregue a uma pessoa chamada Zezé. Ele teria sufocado a ex-amante de Bruno e Macarrão teria chutado a mulher já caída. "A pessoa tinha esquartejado e teria jogado o corpo aos cachorros", disse. O goleiro disse, então, que tentou tirar satisfação com Macarrão, mas ele negava o que Jorge contou. Disse que o ex-assessor repetia que Jorge estava louco. "O que você fez, Macarrão? Você acabou com minha vida", disse Burno, que afirmou ter ficado desesperado. Em novembro do ano passado, Macarrão confessou envolvimento no assassinato de Eliza e jogou a responsabilidade para o seu ex-patrão, acusando-o de ser o mandante.

Frente emite nota de solidariedade a juízes


Associações da magistratura e do Ministério Público da União divulgaram nesta quarta-feira nota pública a título de solidariedade aos magistrados, após declarações do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa. A nota pública, que não cita o presidente do Supremo, foi redigida em reunião realizada na sede da Anamatra (Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho). O presidente da entidade, Renato Henry Sant’Anna, recebeu os integrantes da Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público da União (Frentas), os dirigentes da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp). Segundo informa a Anamatra, “os integrantes da Frente produziram nota pública em que manifestam solidariedade aos magistrados em relação às declarações do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) afirmando que os juízes brasileiros têm mentalidade ‘mais conservadora, pró status quo, pró impunidade’”. As entidades defendem um “diálogo institucional democrático, amplo e transparente” com o Supremo. Eis a íntegra da Nota Pública: A Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público da União (Frentas), a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp) vêm a público: 1. manifestar irrestrita solidariedade aos Magistrados brasileiros e reafirmar o compromisso da Magistratura e do Ministério Público com a prestação jurisdicional célere e de qualidade, pautada na liberdade e independência funcional; 2. defender um sistema isonômico de direitos, vantagens e prerrogativas para os respectivos Membros, pugnando pelo diálogo institucional democrático, amplo e transparente com o Supremo Tribunal Federal".

Petrobras dispara 15% e Ibovespa tem maior variação diária em 7 meses

O Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa brasileira, fechou esta quarta-feira em alta de 3,56%, aos 57.940 pontos, impulsionado pelo ânimo dos investidores nos mercados internacionais e pela forte valorização das ações da Petrobras, que possuem grande representatividade no índice. Esta é a maior pontuação de fechamento do Ibovespa desde 14 de fevereiro, quando ficou em 58.077 pontos. A alta do índice desta quarta-feira representa seu maior avanço diário desde 27 de julho de 2012, quando subiu 4,72%.

Vítimas de pedofilia na Igreja divulgam lista negra de "papáveis"


Uma associação americana de vítimas de abusos sexuais por padres pedófilos publicou nesta quarta-feira uma lista negra de doze possíveis candidatos "papáveis" e exortou à Igreja Católica a levar a sério a proteção das crianças, a ajuda às vítimas e as denúncias de corrupção. "Queremos dizer aos prelados católicos que deixem de fingir que o pior já passou" sobre o escândalo de pedofilia dentro da Igreja, declarou David Clohessy, diretor da Rede de Sobreviventes de Abusados por Padres (Snap). "Tragicamente, o pior com certeza ainda estar por vir", acrescentou. A organização citou uma dúzia de cardeais da Argentina, Austrália, Canadá, Estados Unidos, Gana, Honduras, Itália, México e República Tcheca, acusados de proteger os padres pedófilos ou por terem feito declarações defendendo os padres ou minimizando a situação. Todos eles são considerados candidatos para suceder o papa Bento XVI, muito criticado pela forma como conduziu os escândalos. A Snap também se opõe à eleição de qualquer membro da Cúria romana para administrar a Santa Sé. "Acreditamos que ninguém de dentro do Vaticano tem verdadeira vontade de 'limpar a casa' no Vaticano e em outras partes", indicou Clohessy em um comunicado. "Promover um membro da Cúria desencorajaria as vítimas, as testemunhas, os denunciantes e seus defensores a relatar más condutas". A lista negra inclui os seguintes cardeais: Leonardo Sandri, da Argentina; George Pell, da Austrália; Marc Ouellet, do Canadá; Timothy Dolan (Nova York), Sean O'Malley (Boston) e Donald Wuerl (Washington) dos Estados Unidos; Peter Turkson, de Gana; Oscar Rodríguez Maradiaga, de Honduras; Tarsicio Bertone e Angelo Scola da Itália; Norberto Rivera Carrear, do México; e Dominik Duka, da República Tcheca.

Contribuintes podem doar até 3% do IR a projetos sociais voltados a crianças


Os contribuintes têm de declarar o Imposto de Renda podem optar por doar até 3% do valor que seria destinado ao Governo, a projetos sociais voltados a crianças e adolescentes. As pessoas físicas interessadas em colaborar devem escolher entre as entidades credenciadas no Fumcad (Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) até a data de entrega da declaração. O cálculo pode ser feito no próprio no site da Receita Federal, que disponibiliza um simulador tanto para pessoa física como jurídica.

Henrique Alves promete debater fim do fator previdenciário, dizem sindicalistas


Sindicalistas que se reuniram na tarde desta quarta-feira com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), disseram que o pemedebista prometeu retomar as discussões sobre o fim do fator previdenciário. "Ele disse que pedirá aos líderes que um representante de cada partido indique um deputado para uma comissão que vai até o Ministério da Fazenda negociar com o governo", disse o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho, presidente da Força Sindical, após a reunião. Fator previdenciário muda para melhor pela primeira vez na história Centrais sindicais pressionam para aprovar fim do fator previdenciário. Segundo Paulinho, Alves fez questão de retomar o tema, tendo em vista que um acordo entre governistas e sindicalistas em março de 2012 estabelecia que a Fazenda iria propor uma saída para o fim do fator. A medida foi aprovada pelo Congresso e vetada pela presidente Dilma Rousseff.

Estoque de veículos sobe em fevereiro, mas não preocupa, diz Anfavea


O setor automotivo encerrou fevereiro com 310.312 unidades em estoque nas concessionárias e montadoras, o suficiente para abastecer o mercado por 39 dias, considerado o ritmo de vendas atual. O volume representa uma elevação ante janeiro, quando o estoque era suficiente para 29 dias. No entanto, segundo a Anfavea (associação do setor), o indicador ainda não é motivo de preocupação. De acordo com Cledorvino Belini, presidente da entidade, a alta ocorreu porque o número de dias úteis de vendas caiu de 22, em janeiro, para 18 no mês passado, em função dos feriados de Carnaval. Entre abril e maio do ano passado, quando a indústria pediu socorro ao governo em meio à baixa nas vendas de veículos, o estoque estava em 43 dias. No entanto, segundo Belini, as situações são distintas. "No ano passado, vínhamos de uma tendência de queda nas vendas e expectativa de continuidade de queda. Agora, a tendência é de alta", afirmou, durante coletiva de imprensa em São Paulo. O setor está otimista com as perspectivas de vendas em março, uma vez que em abril haverá novo repasse de parte do IPI. "A expectativa é que na segunda quinzena de março comecem as campanhas e promoções para estimular a compra, diante de novo repasse de parte do IPI", disse o executivo. Ele também destacou que o setor automotivo apresentou "vigor" no primeiro bimestre deste ano, com vendas recordes para o período.

Goleiro confirma que pertences de Eliza foram queimados em seu sítio


O goleiro Bruno Fernandes Souza confirmou em seu depoimento que os pertences de sua ex-amante, Eliza Samudio, foram queimados na noite em que ela foi morta em seu sítio. Os objetos estavam dentro de uma mala rosa, quase vermelha, segundo ele. O jogador contou que foram Luiz Henrique Romão, o Macarrão, e seu primo Jorge Luiz Rosa, então menor de idade, que fizeram a queima dos objetos. Bruno explicou à juíza Marixa Rogrigues as tratativas que tinha com Eliza sobre pensão e a promessa de uma apartamento. E afirmou que tinha todo interesse de reconhecer seu filho que tinha com ela, também chamado Bruno. "Eu sempre quis fazer o exame de DNA de Bruninho, mas me faltava tempo." Durante o depoimento, que começou no início da tarde desta quarta-feira, terceiro dia de julgamento, Bruno disse que não foi mandante do crime, mas que se sentia culpado pela morte de Eliza. Ele ressaltou que só soube do assassinato quando Macarrão e Jorge retornaram ao sítio sem Eliza e com o filho dela no colo. veja fotos Bruno disse que ouviu de Jorge a versão contada pelo então menor à polícia. "Macarrão ajudou a matar Eliza", teria dito o Jorge. Que Eliza foi levada para Vespasiano e foi entregue a uma pessoa chamada Zezé. Ele teria sufocado a ex-amante de Bruno e Macarrão teria chutado a mulher já caída. "A pessoa tinha esquartejado e teria jogado o corpo aos cachorros", disse. O goleiro disse, então, que tentou tirar satisfação com Macarrão, mas ele negava o que Jorge contou. Disse que o ex-assessor repetia que Jorge estava louco. "O que você fez, Macarrão? Você acabou com minha vida", disse Burno. Bruno disse ter ficado desesperado. A juíza perguntou quanto tempo durou seu choro e desespero. "Uma hora e meia desesperado." Apesar do desesperado ao saber da morte de Eliza, ele contou que no outro dia foi para uma festa na casa do também jogador Vagner Love.