segunda-feira, 1 de abril de 2013

Inflação recrudesceu em março, o IPC-S foi a 0,72%


A inflação do Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) foi de  0,72% em março, informou nesta segunda-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV). O resultado representa uma aceleração de preços na comparação com a última leitura de fevereiro, quando o índice registrou alta de 0,33%. No acumulado de 12 meses até março, o indicador acumula alta de 6,16% e, no ano, de 2,07%. O índice de março ficou dentro do intervalo das previsões apuradas, que iam de 0,65% a 0,87%, mas levemente abaixo da mediana projetada, de 0,73%.

Cervejaria investirá R$ 100 milhões por dez anos e dará nome a Arena Fonte Nova


O estádio que receberá os jogos da Copa do Mundo e das Confederações em Salvador irá se chamar Itaipava Arena Fonte Nova. A marca de cerveja, pertencente ao Grupo Petrópolis, investirá R$ 10 milhões a cada ano, por 10 anos de contrato, um total de R$ 100 milhões. A Arena será inaugurada no próximo domingo, dia 7 de abril, com o clássico entre Bahia e Vitória, pelo Campeonato Baiano. O contrato concede à Itaipava e outras marcas da empresa o direito de comercialização de seus produtos com exclusividade em todos os bares e restaurantes do equipamento. Entre os estádios que sediarão a Copa das Confederações e a Copa do Mundo de 2014, a Itaipava Arena Fonte Nova é a primeira a assinar o contrato de "naming rights".

Incêndio já queimou cerca de 10% de reserva ecológica do Taim no Rio Grande do Sul


O incêndio que devasta a Estação Ecológica do Taim, no sul do Rio Grande do Sul, chegou nesta segunda-feira ao seu sexto dia e já queimou a vegetação de cerca de três mil hectares, quase 10% da área total de 34 mil hectares. A chegada de uma terceira aeronave deslocada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) aumentou a capacidade de combate ao fogo, mas se tornou insuficiente para acabar com as chamas porque uma mudança na direção do vento deu nova velocidade à propagação. A perspectiva de uma ajuda do tempo é pequena. Segundo previsões meteorológicas, há apenas a possibilidade de alguma chuva fraca, insuficiente para apagar o fogo, nesta terça-feira. O incêndio teria sido provocado por um raio na terça-feira passada.

Para o acórdão do Mensalão do PT, só falta Celso de Mello


O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, é o único magistrado que ainda não liberou os votos revisados. A etapa é fundamental para a publicação do acórdão do Mensalão do PT. Só após a publicação é que começará a ser contado prazo para que os mensaleiros condenados apresentem recursos. Oficialmente, o prazo regimental para os ministros encaminharem seus votos venceu nesta segunda-feira, mas os 60 dias contados a partir da proclamação da sentença – e descontados os finais de semana e o recesso de janeiro – não são normalmente cumpridos pela corte. José Antonio Dias Toffoli e Rosa Weber foram os últimos ministros a terminar a revisão de seus votos. Celso de Mello promete terminar a revisão ainda nesta semana ou “o mais breve possível”.

Homem é executado dentro de ônibus em Porto Alegre


Um homem foi morto a tiros dentro de um ônibus lotado na Avenida Delegado Ely Correa Prado, na zona leste de Porto Alegre, nesta segunda-feira, em plena luz do dia. O coletivo, que fazia a linha Passo Dorneles, tinha cerca de 70 pessoas a bordo, entre as quais muitas crianças indo para a escola. Testemunhas disseram que o agressor embarcou como passageiro comum, sem despertar suspeitas, e chegou a dizer algumas palavras à vítima antes de disparar quatro vezes. Houve correria e pânico, mas ninguém ficou ferido. O atirador fugiu do local. A vítima era foragida do sistema penitenciário, onde cumpria pena por roubos. O Rio Grande do Sul vive uma época de total desgoverno na área de segurança pública. O peremptório governador petista Tarso Genro instalou a insegurança geral no Estado.

Delegada é exonerada por demora em investigação sobre estupros no Rio de Janeiro


O grupo que estuprou uma turista estrangeira, agrediu o namorado dela e assaltou o casal dentro de uma van, no Rio de Janeiro, na madrugada do último sábado, é acusado de roubar pelo menos mais cinco pessoas, em outros dias. As vítimas denunciaram os casos nesta segunda-feira na Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (Deat), onde fizeram o reconhecimento dos dois homens que estão presos (Jonathan Foudakis de Souza, de 20 anos, e Wallace Aparecido Souza Silva, de 22 - você chamaria de homens tais bestas?). Um terceiro acusado continua foragido. Até agora o grupo é acusado de estuprar duas mulheres (uma brasileira, no dia 23, e a estrangeira, no dia 30) e roubar oito pessoas (as duas mulheres estupradas, o namorado da estrangeira e as cinco pessoas que foram nesta segunda-feira à Deat). A brasileira estuprada já havia denunciado o caso à Delegacia de Atendimento à Mulher de Niterói (Região Metropolitana do Rio de Janeiro), mas a investigação seguia lentamente. Devido à demora, a titular da Deam, Marta Dominguez, foi exonerada do cargo pela chefe da Polícia do Rio de Janeiro, Martha Rocha. A perita Martha Pereira, diretora do Posto Regional de Polícia Técnico-Científica de São Gonçalo, na mesma região, também foi exonerada, pela demora em atender a vítima do estupro. "Martha Rocha pede desculpas pela prestação de serviços e lamenta que a gestão dos dois órgãos envolvidos estivessem sob a responsabilidade de mulheres, justamente as que deveriam ser mais sensíveis em episódios como este", diz nota da Polícia Civil. Na tarde desta segunda-feira os dois presos foram conduzidos ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro para serem reconhecidos pelo estrangeiro. Ele é francês, tem 23 anos e pretende voltar para a França, por isso foi ao Tribunal de Justiça para prestar depoimento em juízo e reconhecer a dupla. Assim não precisará voltar ao Brasil para audiências do processo. A namorada, uma norte-americana de 21 anos, já voltou para os Estados Unidos. Ela tem uma fratura no nariz ocasionada pela violência das bestas que os atacaram. O casal fazia intercâmbio e estudava em uma faculdade da zona sul do Rio de Janeiro.

Incêndio já queimou cerca de 10% de reserva ecológica do Taim no Rio Grande do Sul


O incêndio que devasta a Estação Ecológica do Taim, no sul do Rio Grande do Sul, chegou nesta segunda-feira ao seu sexto dia e já queimou a vegetação de cerca de três mil hectares, quase 10% da área total de 34 mil hectares. A chegada de uma terceira aeronave deslocada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) aumentou a capacidade de combate ao fogo, mas se tornou insuficiente para acabar com as chamas porque uma mudança na direção do vento deu nova velocidade à propagação. A perspectiva de uma ajuda do tempo é pequena. Segundo previsões meteorológicas, há apenas a possibilidade de alguma chuva fraca, insuficiente para apagar o fogo, nesta terça-feira. O incêndio teria sido provocado por um raio na terça-feira passada.

Estados Unidos acusam Egito de reprimir liberdade de expressão


Os Estados Unidos acusaram nesta segunda-feira o Egito de reprimir a liberdade de expressão, depois de promotores interrogarem o mais conhecido comediante de TV do país por acusações de ter insultado o presidente Mohamed Mursi e o islamismo. Victoria Nuland, porta-voz do Departamento de Estado, sugeriu também que as autoridades egípcias estariam perseguindo seletivamente pessoas acusadas de insultar o governo, ao mesmo tempo em que estariam minimizando ou ignorando ataques contra manifestantes de oposição. Bassem Youssef, que ganhou fama com um programa humorístico pela internet depois da rebelião popular que derrubou o regime de Hosni Mubarak, em 2011, se entregou às autoridades no domingo, depois de ter sua prisão decretada na véspera pelo procurador-geral. Youssef, cujo programa está agora na TV, chegou à sede da procuradoria usando um chapéu de formatura gigante, semelhante ao que Mursi envergou ao receber um título "honoris causa" em março no Paquistão. Ele foi libertado após pagar fiança equivalente a 2.200 dólares. "Temos preocupações de que a liberdade de expressão esteja sendo cerceada", disse Nuland a jornalistas em Washington: "A detenção de Youssef, junto com recentes mandados de prisão emitidos para outros ativistas políticos, é evidência de uma perturbadora tendência de crescentes restrições à liberdade de expressão". "O governo do Egito parece estar investigando esses casos, ao passo que tem sido lento ou inadequado em investigar ataques contra manifestantes fora do palácio presidencial em dezembro de 2012, outros casos de extrema brutalidade policial, e bloqueou ilegalmente a entrada de jornalistas", acrescentou ela: "Não parece haver uma aplicação equilibrada da justiça".

Confirmado César Borges no Ministério dos Transportes


Em nota divulgada nesta segunda-feira, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República confirmou a troca no comando do Ministério dos Transportes: sai Paulo Sérgio Passos, entra César Borges. Desde que o senador Alfredo Nascimento (PR-AM) foi defenestrado do Ministério dos Transportes, em junho de 2011, no rastro de denúncias de corrupção, o PR quer retomar o controle da pasta. Embora Passos seja filiado ao partido, ele era considerado pela cúpula do PR como integrante da "cota pessoal" de Dilma. Para Dilma, o PR tem a oferecer um dote de 1 minuto e 10 segundos na propaganda política do ano que vem. A Secretaria de Comunicação Social não informou a data da posse do novo ministro. A presidente começou a reforma ministerial no mês passado, com a troca de comando nos ministérios da Agricultura e do Trabalho e nas secretarias de Aviação Civil e de Assuntos Estratégicos, num esforço para dar maior peso político ao PMDB e amarrar o PDT ao projeto de reeleição.

STF suspende auxílio-mudança a dois juízes federais


Uma decisão do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu o pagamento de auxílio-mudança a dois juízes federais que foram transferidos de cidade. O pagamento do benefício está previsto na Lei Orgânica da Magistratura (Loman) e pode chegar ao valor equivalente a três salários, dependendo do número de dependentes. Na decisão, divulgada nesta segunda-feira, o ministro lembrou que cabe ao Supremo julgar se as restrições impostas em 2002 pelo Conselho da Justiça Federal ao pagamento do benefício afrontam a Lei Orgânica da Magistratura (Loman), que estabeleceu o auxílio para pagamento de despesas com transporte e mudança dos magistrados. O tema está em discussão no Supremo. O tribunal já havia estabelecido em 2010 que é a instância competente para decidir o assunto. Por isso, duas decisões que concediam o benefício a dois magistrados (uma da Justiça Federal do Pará e outra do Ceará) foram cassadas. Em razão das duas decisões da Justiça Federal, a União argumentou no Supremo que a decisão de 2010 estava sendo descumprida, pois só o Supremo poderia se manifestar sobre o assunto. Teori Zavascki concordou com o argumento. "A questão controvertida diz respeito ao recebimento de ajuda de custo para despesas de transporte e mudança, em decorrência de remoção de magistrado, o que, nos termos do precedente citado, atrai a competência do Supremo para o julgamento da causa", afirmou o ministro Zavascki na decisão. O pagamento de auxílio-mudança gera despesas vultosas ao Judiciário e, por isso, foi alvo de resolução do Conselho da Justiça Federal. O texto determinou que um juiz não poderia receber duas vezes o auxílio no período de 12 meses. A Associação dos Juízes Federais da 1ª Região (Ajufer) contestou as restrições impostas em ação no Supremo. Não há previsão de quando o processo será julgado. Conforme o andamento do tribunal, o processo está no Ministério Público para que seja emitido parecer sobre o caso. No Conselho Nacional de Justiça o pagamento desses benefícios inflou os gastos do órgão. O levantamento nas contas do CNJ mostrou que 36 juízes auxiliares chamados a trabalhar no Conselho ao longo de 2012 receberam benefício para arcar com as despesas de suas mudanças para Brasília. Em 2012, os gastos com o pagamento dessas ajudas para os juízes superaram R$ 900 mil. E para morarem em Brasília, esses juízes recebem também auxílio-moradia. Em 2012, 36 juízes auxiliares receberam quase R$ 700 mil para o pagamento de aluguel. O valor mensal, conforme os dados do Conselho, chegava a R$ 3.384,15 por magistrado no ano passado.

Chuvas impediram embarques de grãos por 310 horas em Paranaguá em março


As chuvas paralisaram os embarques de grãos no porto de Paranaguá, um dos mais importantes do país, por um total de 310 horas ao longo do mês de março, informou a autoridade portuária nesta segunda-feira. Paranaguá responde, junto com o porto de Santos, pela maior parte das exportações brasileiras de grãos. A paralisação, que somou quase 13 dias ao longo de março, colaborou para reduzir o volume de soja embarcada pelo Brasil no último mês. As exportações ficaram 16,5% atrás de março de 2012, apesar de um grande volume de soja chegando aos terminais e de uma grande demanda internacional. "No porto, não só a chuva é responsável por paralisar as operações. A elevada umidade do ar ou a ameaça de chuva já bastam para que os porões sejam fechados e os embarques interrompidos. Ao menor sinal de umidade, grãos como a soja são completamente danificados e a carga é perdida", ressaltou a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa). As chuvas paralisaram operações com grãos em um somatório de 27 dias e 6 horas entre o início de janeiro e 19 de março em Paranaguá. No mesmo período de 2012, as interrupções haviam somado 13 dias e 7 horas. Nesta segunda-feira, 83 navios graneleiros aguardavam na fila para atracar, número semelhante ao verificado nas últimas duas semanas. Algumas embarcações com previsão de atracação para esta semana chegaram ao litoral paranaense no início de fevereiro, o que significa um tempo de espera de cerca de dois meses. Segundo a Appa a maior parte dos navios na fila não têm ainda carga definida: ou os grãos ainda não chegaram do interior ou não foram sequer negociados. "Em Paranaguá, os navios que não tem carga negociada, seja em função da não finalização dos lotes a embarcar, seja por falta de negociação de destino, em algum momento os embarcadores sabem que terão esta condição resolvida e conseguirão a carga", disse em março o superintendente de Paranaguá, Luiz Henrique Dividino.

Embarque de soja do Brasil recua em março ante 2012


Os embarques de soja nos portos brasileiros recuaram 16,5 por cento em março na comparação com um ano atrás, atrapalhadas por gargalos logísticos, mostraram dados divulgados nesta segunda-feira pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex). As exportações da oleaginosa somara 3,536 milhões de toneladas em março, contra 959 mil toneladas embarcadas em fevereiro e ante 4,23 milhões de toneladas do mês de março do ano passado. O volume de março indica a entrada do chamado período de pico das exportações, que geralmente acontece no segundo trimestre. Os embarques do mês passado foram os maiores desde junho de 2012, mês em que foram registradas 4,841 milhões de toneladas. Os embarques caíram na comparação anual apesar do avanço da colheita de soja nas principais regiões produtores do Brasil e de uma safra recorde prevista para esta temporada, acima de 80 milhões de toneladas. A colheita já foi realizada em 73,2% da área plantada, um índice muito semelhante ao mesmo estágio na safra anterior, segundo levantamento da consultoria Clarivi divulgados nesta segunda-feira. No entanto, a área plantada no País cresceu significativamente este ano, o que leva à chegada de um maior volume de grãos aos portos. Apesar da grande demanda por embarques, o volume caiu em março, com dificuldades operacionais nos principais terminais brasileiros, causadas inclusive por chuvas que impedem a abertura dos porões das embarcações para o carregamento. Além disso, o Brasil começou a temporada de colheita com estoques baixos. Há filas de navios em Santos e em Paranaguá, principais portos de escoamento, e menor disponibilidade de caminhões, em função de uma nova lei que prevê um maior período de descanso para os motoristas.

CCS apoia federalização de crimes contra jornalistas


O Conselho de Comunicação Social (CCS) do Congresso Nacional aprovou nesta segunda-feira uma moção de apoio ao projeto de lei em tramitação na Câmara dos Deputados que federaliza as investigações dos crimes cometidos contra jornalistas. Na moção, o conselho, uma espécie de órgão consultivo dos parlamentares, pediu a inclusão na proposta da garantia de que radialistas e blogueiros também tenham uma cobertura federal nesses casos. A moção foi elaborada pelo conselheiro José Catarino do Nascimento, que representa os radialistas. Segundo ele, um levantamento feito pela Federação Nacional dos Radialistas mostrou que, dos assassinatos que vitimaram esses profissionais nos últimos dois anos, pelo menos dez casos podem estar relacionados a vinganças motivadas por denúncias. "Tal iniciativa corresponde a sanar um malefício que hoje grassa no Brasil, o das investigações suspeitas em si mesmas em casos que envolvem jornalistas e/ou pessoas envolvidas em atividades análogas à do jornalismo", afirma o texto da moção. O órgão cobrou ainda pressa na aprovação do projeto de federalização dos crimes contra jornalistas. A proposta, de autoria do deputado Delegado Protógenes Queiroz (PCdoB-SP), está em tramitação na Comissão de Segurança Pública da Câmara. O projeto está nas mãos do deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) para apresentar seu parecer. Se aprovada lá, ainda terá de passar pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara e, se não tiver recurso para ser votada em plenário, seguirá diretamente para o Senado. Essa idéia não é boa. Só o fato de partir de Protógenes Queiroz já denuncia as intenções.

Comitiva internacional está no Brasil para cobrar informações sobre crimes contra ativistas


Uma delegação internacional da Fundação Right Livelihood chegou no domingo ao Brasil para cobrar esclarecimentos sobre o assassinato de "militantes sociais" ligados principalmente à Comissão Pastoral da Terra (CPT) e ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST, é uma organização clandestina e terror4ista). A entidade sueca cita dados da Comissão Pastoral da Terra (CPT) que indicam que o número de ativistas ameaçados ou vítimas da violência cresceu 177,6% de 2010 para 2011, passando de 125 para 347 casos no período. A fundação menciona o assassinato de um dos líderes do MST, Cícero Guedes, em janeiro deste ano, como um dos crescentes ataques contra ativistas brasileiros envolvidos na luta pela reforma agrária. Esses números da Comissão Pastoral da Terra são absolutamente mentirosos. A grande mortandade que está acontecendo agora é de assentado contra assentado, dos que querem vender as terras que conseguiram do governo e daqueles que ficam nos assentamentos (favelas rurais) porque são obrigados pela organização terrorista clandestina MST, que precisa deles para continuar a receber dinheiro do governo federal. A delegação é formada por dois ganhadores do chamado Prêmio Right Livelihood Award, concedido desde 1980 pela entidade, a inglesa Angie Zelter e o biólogo argentino Raúl Montenegro. Também integra a comissão a ex-parlamentar sueca Marianne Andersson, que faz parte do conselho diretivo da fundação. Para variar, o grupo de esquerdóides marcou para esta segunda-feira a visita a três assentamentos do MST, entre eles o 17 de Abril, em Eldorado dos Carajás, no Pará.

Anatel multa Claro em R$ 21,7 milhões


A Superintendência da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) multou nesta segunda-feira a Claro em R$ 21,7 milhões. Conforme o despacho publicado no Diário Oficial da União, a operadora recebeu a punição por violar o regulamento para Arrecadação de Receitas do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) combinados com trechos do Regulamento do Serviço Móvel Pessoal (RSMP) e da Lei Geral de Telecomunicações. A punição foi gerada por dois processos abertos contra a Claro no ano de 2011.

Marco Feliciano diz que comissão era "dominada por Satanás"


Em um culto evangélico em Passos-MG, o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, Pastor Marco Feliciano, afirmou que antes da sua chegada à presidência o órgão "era dominado por Satanás". Falando sobre os protestos contra a sua permanência no cargo, Feliciano se disse enviado por Jesus e elogiou a convicção dos manifestantes. Confira frases marcantes da pregação do pastor: "Eu queria só explicar o porquê de todas essas manifestações. Essa manifestação toda se dá porque, pela primeira vez na história deste Brasil um pastor cheio do Espírito Santo conquistou um espaço que até ontem era dominado por Satanás." "A Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, no ano passado, no mês de outubro, se não me falha a memória, fez um seminário. E o nome do seminário era 'Diversidade sexual na primeira infância'. Quem conhece um pouco de psicologia sabe que primeira infância vai de zero a seis anos. A minha pergunta aos irmãos, às pessoas de bem que aqui estão, é: como é que se fala de sexo com pessoas de zero a seis anos? Eu tive que ouvir autoridades, pessoas constiutídas da autarquias como o Conselho Federal de Psicologia, tive que ouvir pessoas do MEC, e eles falaram assim: 'Se uma criança na creche sentir vontade de tocar o órgão genital da outra, a professora não pode impedir, porque criança não nasce homem e nem mulher; nasce gênero. E se alguém impedir a criança de se descobrir agora, lá no futuro ela vai ter um problema psicossomático'. E a mulher que estava discursando terminou dizendo, com um sorriso nos lábios: 'Deixem as crianças se divertirem'." "Senhoras e senhores, eu morro mas não abandono a minha fé. Eu morro mas não deixo de pregar as verdades que aprendi desde a minha infância. Não vão ganhar no grito, porque, se é para gritar, tem um povo que sabe gritar aqui na Igreja. Nós sabemos qual é o poder da nossa fé." "Eu estou sangrando, confesso a vocês (...) Mas eu sei que Jesus me levantou nesse momento para abrir os olhos da Igreja brasileira. Ao invés de ficar com raiva desse meninos que estão gritando lá fora, eu sou obrigado a aplaudi-los, porque eles estão gritando por aquilo em que eles acreditam. E um homem que luta por aquilo em que acredita merece respeito. O problema não é o grito deles. O problema é o silêncio nosso." "O problema não é eles badernarem, pularem, porque cada um age segundo sua natureza. A natureza deles é essa: gritar, xingar, falar palavras de ordem, dar beijos no meio da rua, tirar a roupa. A natureza deles é isso, que um homem como eu, que sou pai de família, abdico. A nossa natureza não é essa". O pastor falou....

Vendas de veículos recuam 5,5%


As vendas de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus novos no Brasil somaram em março 283,9 mil unidades, uma queda de 5,5% sobre o mesmo mês de 2012, mas com menos dias úteis de emplacamentos. Segundo dados da associação de distribuidores de veículos, Fenabrave, as vendas no primeiro trimestre ficaram em 830,46 mil unidades, significando um crescimento de apenas 1,5%.  Com a Páscoa neste ano acontecendo em março, o mês teve 20 dias úteis de vendas ante 22 dias em 2012, quando a data comemorativa foi em abril. A divulgação dos números ocorreu depois que o governo anunciou no sábado a prorrogação do IPI reduzido para automóveis e caminhões até o final deste ano. O presidente da associação de montadoras, Anfavea, Cledorvino Belini, afirmou nesta segunda-feira que, sem a prorrogação da redução do IPI, seria "difícil para o setor chegar ao crescimento" esperado para este ano, entre 3,5 e 4,5% nas vendas. "Este ano, as vendas vão ser mais estáveis, sem grandes picos como o recorde histórico de agosto de 2012", disse Belini, também presidente do grupo Fiat para América Latina. Em 2012, as vendas de veículos chegaram a cair 4,6% no acumulado até maio, antes que o governo lançasse incentivos como o corte no IPI e estímulo ao crédito. Segundo Belini, a decisão do governo de prorrogar a redução do IPI, que voltaria a patamares normais até o final de junho, "foi uma medida preventiva" para evitar enfraquecimento do setor. Por segmentos, as vendas de automóveis e comerciais leves em março somaram 268,36 mil unidades, numa queda de 5,5% contra março de 2012. No acumulado do trimestre, houve avanço de 1,96%. Já as vendas de caminhões e ônibus somaram 15.575 unidades no mês passado, queda de 5,2% na comparação anual. No trimestre, o segmento teve baixa de 6,35% contra igual período do ano passado.

Brasil deverá montar base para pesquisadores dentro do Continente Antártico no final de 2014


Ao mesmo tempo em que o governo brasileiro concentra esforços na reconstrução da Estação Antártica Comandante Ferraz, na Ilha Rei George, destruída por um incêndio em fevereiro de 2012, cientistas buscam consolidar a presença de pesquisadores do País mais ao Sul, dentro do Continente Antártico. Cientistas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) pretendem montar uma base com capacidade para oito pesquisadores, no local onde já funciona o módulo autônomo Criosfera 1, que opera sem a presença de cientistas, na latitude 85 Sul, a 500 quilômetros do Pólo Sul. A informação foi divulgada pelo pesquisador Heitor Evangelista, da Uerj, coordenador do Criosfera. Segundo ele, um módulo dormitório, com quatro beliches e uma cozinha, deverá ser instalado ao lado do Criosfera a partir do final do ano que vem. Há ainda a possibilidade de ter um minimódulo, que funcionará como banheiro. A estação garantirá a presença brasileira no continente, já que a Comandante Ferraz e os refúgios mantidos pelo Brasil na Antártica ficam todos em ilhas, fora da massa continental. O módulo Criosfera 1 foi instalado em janeiro de 2012, para fazer pesquisas sobre mudanças da atmosfera, do clima e da camada de gelo. O módulo funciona sem a necessidade de pesquisadores, com o auxílio de geradores solares e eólicos e de baterias, além de equipamentos posicionados dentro e fora do contêiner. Os dados coletados são enviados por satélite para o Brasil. Uma missão com pesquisadores brasileiros foi enviada no final do ano passado para avaliar o funcionamento do módulo e fazer coletas de mais materiais. No entanto, o grupo precisou dormir, comer e improvisar banheiros em barracas, que foram posicionadas no entorno do Criosfera 1. Sob essas condições, explica Evangelista, não é possível ficar mais do que um mês no local. A instalação do módulo dormitório permitirá que os pesquisadores permaneçam até três meses no local, durante o verão antártico. Hoje toda a operação logística do Criosfera é feita por uma empresa privada, contratada pelo consórcio universitário que opera o módulo de pesquisa. Os pesquisadores devem conversar com a Força Aérea Brasileira (FAB) para pedir que pilotos brasileiros sejam capacitados e aprendam a pousar seus aviões Hércules (que transportam os equipamentos) no Continente Antártico, em uma pista de pouso existente na latitude 80, próximo à Criosfera 1. Isso, segundo o cientista, baratearia os custos de operação do Criosfera. “Queremos que a FAB faça algo que os chilenos já fazem, que é pousar um Hércules na latitude 80. O pouso é feito no gelo. É um tipo de gelo, formado na base das montanhas, que tem uma densidade bem alta, o gelo azul. Nesse gelo azul, uma aeronave pode pousar com rodas”, disse Evangelista.

Novo Hamburgo confirma o petista "Toco" na presidência da Fenac, ele responde a denúncia por improbidade em Estância Velha

Elivir Desiam, vulgo "Toco"

O ex-prefeito de Estância Velha, o petista Elivir Desiam, conhecido pela alcunha de "Toco", foi confirmado pelo novo prefeito de Novo Hamburgo, Luís Lauermann (PT), na posição de  presidente da Fenac. Elivir Desiam , o "Toco", foi denunciado pelo Ministério Público em Estância Velha, por colocar publicidade  no jornal de seu chefe de gabinete, Jaime Schneider, também processado na ação. Além deles, o Ministério Público denunciou Miriam Gladis Maciel, então advogada do município e irmã de um dos proprietários do jornal. A ação de improbidade administrativa corre no Foro de Estância Velha sob o número 095/1.12.0002743-0 e já tem seis volumes. Se condenados, os réus poderão ser obrigados a devolver até R$ 2 milhões de reais aos cofres públicos. Os réus tentaram manter o processo em segredo de justiça, o que foi negado. Jaime Schneider, que foi chefe de gabinete e depois secretário de Planejamento do então prefeito petista "Toco", contratou um pistoleiro, Alexsandro Ribeiro, para matar o jornalista Mauri Martinelli e o vereador João Waldyr Godoy (PMDB), que mantinham oposição cerrada ao ex-prefeito petista. Também fez parte da trama para contratação do pistoleiro o presidente do PT na época na cidade, o então vereador Luis Carlos Soares, vulgo "Viramato". Martinelli foi alvo de um atentado, o pístoleiro Alexsandro Ribeiro despejou sobre ele as 15 balas do pente de uma pistola austriaca Glock, calibre 380. Sete balas atingiram o corpo de Mauri Martinelli, que se salvou do atentado por muita sorte. Os dois, Jaime Schneider e o petista Viramato, estão denunciados pelo Ministério Público, por meio do promotor Marcelo Tubino, pelo crime de mando de assassinato, formação de quadrilha e outros. Inacreditavelmente, a juíza de Estância Velha, até hoje, ainda não marcou a data do julgamento pelo juri destes dois e outros cúmplices. O que está esperando a juíza Rosali Terezinha Chiamenti Libardi? Leiam aqui a íntegra da denúncia do Ministério Público contra o petista Toco.

Vice de deputado federal pastor Feliciano pretende renunciar


A deputada federal Antônia Lúcia (PSC-AC) afirmou nesta segunda-feira que vai renunciar ao cargo de vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos  da Câmara dos Deputados em razão de uma afirmação feita pelo presidente do colegiado, deputado federal pastor Marco Feliciano (PSC-MG), em um culto evangélico na cidade de Passos, em Minas Gerais. Conforme vídeo publicado no último sábado no YouTube, o deputado afirmou que está ocupando um espaço antes "dominado por Satanás". "Eu queria só explicar o porquê de toda essa manifestação. Essa manifestação toda se dá porque, pela primeira vez na história deste Brasil, um pastor cheio de Espírito Santo ocupa um espaço que até ontem era dominado por Satanás", disse ele. Antônia Lúcia, que é do mesmo partido de Feliciano e também é evangélica, afirmou que se sentiu ofendida, pois faz parte da comissão há três anos. Essa deputada Antonia Lucia conseguiu ficar três anos na Comissão dominada pelos esquerdopatas, sem se sentir incomodada por eles, ou eles por ela. Significa apenas uma coisa: ela é "ampliação" da esquerdopatia petista.

Balança comercial tem superávit de US$ 164 milhões em março


A balança comercial brasileira fechou março com superávit de US$ 164 milhões. O saldo foi consequência de exportações de US$ 19,323 bilhões e importações de US$ 19,159 bilhões. Apesar de superavitário, foi o resultado mais fraco para o mês desde março de 2001, quando houve déficit de US$ 274 milhões. Os números foram divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Tanto as vendas externas quanto as compras cresceram ante março do ano passado. As importações, no entanto, tiveram aumento mais expressivo na comparação anual. Enquanto a média diária das exportações, que ficou em US$ 966,2 milhões,  cresceu 1,6%, a das importações, que alcançou US$ 958 milhões, aumentou 11,6% em relação a março de 2012. Na comparação com fevereiro de 2013, o quadro foi inverso, com elevação de 11,8% das exportações e de 2,5% das importações. De acordo com dados do Ministério, as vendas de semimanufaturados foram as que mais contribuíram para o aumento das exportações, com elevação de 17,2% sobre março do ano passado. Os principais produtos responsáveis foram cobre, açúcar bruto, alumínio bruto, couros e peles, celulose, ferro fundido e ligas de ferro. Os manufaturados registraram elevação mais modesta de 4,1% e a comercialização de básicos teve recuo de 3,7% na comparação com 2013. Os  manufaturados que puxaram a elevação nas vendas externas foram plataforma para extração de petróleo, hidrocarbonetos, suco de laranja congelado, automóveis de passageiros, motores e geradores elétricos e açúcar refinado. Quanto aos produtos básicos, os itens da pauta que puxaram o recuo nas vendas foram trigo em grão, petróleo bruto, algodão bruto, folhas de fumo, minério de cobre, farelo de soja, grão de café, carne suína e minério de ferro. Por outro lado, cresceram no mês as exportações das carnes de frango e bovina, de milho e soja em grão. Com relação aos mercados compradores, tiveram recuo as vendas externas para Estados Unidos (-5,6%), América Latina e Caribe (-16%) e União Europeia (-6,9%). Houve alta nas exportações para Europa Oriental (+26%), África (+12%), Oriente Médio (+10,1%), Mercosul (+7,2%) e Ásia (+1,7%).

Vencido prazo, publicação do acórdão do Mensalão do PT depende do voto de três ministros


Terminou nesta segunda-feira o prazo dado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, para a publicação do acórdão do julgamento do Mensalão do PT. Relator do processo, ele pretendia publicar o acórdão dentro do prazo regimental de 60 dias. O atraso se deve ao fato de que três ministros não liberaram seus votos por escrito. Faltam os votos dos ministros Celso de Mello, Dias Toffoli e Rosa Weber. O acórdão traz um resumo do julgamento e os votos dos ministros, e só após a publicação do documento as partes podem recorrer. Os advogados dos condenados terão 5 dias para apresentar dúvidas sobre o resultado do julgamento. O julgamento do Mensalão do PT terminou em dezembro do ano passado, depois de mais de 50 sessões dedicadas ao assunto. O Supremo condenou 25 dos 37 réus, sendo que 11 deles devem cumprir pena em regime inicialmente fechado. As sentenças serão executadas quando não houver mais possibilidade de recurso.