quinta-feira, 18 de abril de 2013

Banco Central agiu tarde para conter inflação, diz “The Economist”


O Banco Central agiu tarde para controlar a inflação, de acordo com uma reportagem publicada na nova edição da revista britânica The Economist desta quinta-feira. Com o título “Atrás da curva”, a reportagem diz que o Banco Central “age tardiamente para trazer os preços de volta ao controle”. “Um banco central sabe que perdeu o controle das expectativas de inflação quando o aumento de preços vira motivo de piada. No Brasil, as piadas foram com o tomate, que ficou muito caro após inundações, secas e o aumento nos custos do frete”, diz o texto. “Mas os números publicados em 10 de abril (IPCA) mostram que o problema da inflação vai muito além da salada”, de acordo com a publicação. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) encerrou março com alta de 6,59% em 12 meses, acima da meta do governo, de 6,5%, e mais de dois terços dos preços consultados para o cálculo da inflação subiram em março. Uma das razões para o Banco Central ter mantido o juro estável por tanto tempo, de acordo com a reportagem, era a leitura de que a inflação era alimentada por pressões transitórias, como a moeda mais fraca e o pico da comida. Diante do cenário, a The Economist diz que o aumento do juro anunciado nesta quarta-feira foi “tardio” e no momento em que a economia não dá sinais de força: “Menos empregos estão sendo criados. A produção industrial e o Índice de Atividade Econômica caíram em fevereiro. O núcleo das vendas no varejo caiu pela primeira vez em quase uma década, um sinal particularmente preocupante, dado que apenas o consumo doméstico manteve o Brasil fora da recessão em 2012". De acordo com a revista, ainda que atrasado, o aumento do juro “sugere que o Banco Central reconhece que precisa recuperar alguma credibilidade perdida": “Sua independência operacional tem sido questionada desde agosto de 2011, quando cortou as taxas mesmo com a inflação em 7,1%, e manteve os cortes mesmo com a inflação acima da meta. A presidente Dilma Rousseff tem alardeado, desde então, que as taxas de juros mais baixas são uma conquista do governo". A reportagem diz ainda que a inflação alta tem atingido, especialmente, as famílias de menor renda, o que pode prejudicar Dilma nas eleições de 2014.

Após Tribunal de Contas suspender licitação, DMLU deverá realizar mudanças para lançar processo


Divulgada nesta quinta-feira pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS), a suspensão do processo licitatório para a prestação do serviço de capina em vias públicas na Capital acarretará em mudanças no edital por parte do órgão responsável na prefeitura. Dois itens apontados na medida cautelar serão acatados pelo Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU). Conforme o diretor-geral do DMLU, André Carús, o processo foi bastante discutido com o TCE e as alterações no edital foram recebidas sem preocupação pela prefeitura. Na decisão do relator do processo, conselheiro Marco Peixoto, o órgão deve justificar ou excluir o item do edital que restringe a participação de consórcios na concorrência e retirar o item que prevê a inclusão indevida de imposto na planilha de custos. Como o atual serviço de capina é realizado por uma empresa em contrato emergencial que vence em maio, o departamento tem pressa para lançar a licitação. As alterações no edital devem retornar para avaliação do Tribunal de Contas do Estado já na próxima semana. No entanto, Carús afirma que o órgão adotará uma medida preventiva. "Nossa intenção é abrir o processo regular de licitação, a partir das modificações que o Tribunal recomenda, mas, para que não tenhamos problema de paralisar o serviço, vamos abrir um contrato emergencial. Uma cláusula irá prever, que se o processo da licitação for concluído antes do final do contrato emergencial, o emergencial será encerrado". Então tá, acredite quem quiser.

Governo do peremptório petista Tarso Genro vai continuar escondendo os nomes e salários dos funcionários públicos


Um dia depois do Tribunal de Justiça anunciar que divulgará os nomes e salários de seus servidores, o governo do peremptório petista Tarso Genro decidiu que seguirá sonegando da sociedade gaúcha as informações sobre os salários dos funcionários públicos. O chefe da Casa Civil, o petista Carlos Pestana, afirmou que o governo irá "aguardar" os desdobramentos e que não deverá rever a posição tão cedo. Ou seja, transparência em governo do PT..... não mesmo.

PPS e PMN se fundem e dão origem à Mobilização Democrática


O PPS e o PMN, que vinham negociação uma fusão, oficializaram a união dos dois partidos dando origem a uma nova agremiação partidária chamada Mobilização Democrática (MD). A nova sigla vai manter o número 33, que era utilizado no registro do PMN. A Mobilização Democrática tem 13 deputados federais, 58 estaduais, 147 prefeitos e 2.527 vereadores. A decisão sobre a fusão das duas legendas foi tomada em congressos extraordinários em Brasília. O deputado federal Roberto Freire (SP), que presidia o PPS, foi eleito por unanimidade presidente da Mobilização Democrática. O líder da nova legenda na Câmara será o deputado Rubens Bueno (PR), que ocupava a liderança do PPS. O Diretório Nacional e a Executiva partidária será compartilhada entre os dirigentes dos dois partidos que se fundiram. A documentação da nova sigla já foi encaminhada ao cartório para registro e para publicação no Diário Oficial da União. O deputado federal Roberto Freire disse que a MD irá ampliar a capilaridade do PPS e do PMN. Segundo ele, o novo partido preocupa o governo e seus aliados, uma vez que a fusão "abrirá uma janela para abrigar descontentes de partidos da oposição e até da base aliada".

Pesquisa nacional mostra que agronegócio é muito importante para 81,3% de entrevistados


Uma pesquisa encomendada pela Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), em parceria com a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), mostra que a atividade do setor agropecuário é considerada muito importante por 81,3% dos 600 entrevistados. A pesquisa foi realizada no início deste ano, com pessoas de todas as classes sociais e diferentes níveis de escolaridade. De acordo com a pesquisa, a percepção de que a atividade rural é muito importante é maior no Centro-Oeste (quase 100% dos entrevistados) e no Sul (90,1%). O índice cai no Norte (81,8%), Nordeste (75%) e Sudeste (73,3%). Em âmbito nacional, 11% dos entrevistados mostraram interesse pelo setor, sobretudo nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro. A pesquisa foi realizada em 11 capitais (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza, Manaus, Belém, Goiânia, Curitiba e Porto Alegre) e no Distrito Federal. Segundo o levantamento, a profissão de agricultor é mais valorizada no Nordeste, com 98,2% dos entrevistados. No Centro-Oeste, o desinteresse pelo agronegócio é de apenas 22%, considerando que a região está mais próxima das atividades agrícolas. Entre os jovens, com 16 a 24 anos, 25% dos entrevistados consideraram a profissão pouco ou nada importante e 48,7% disseram nem sequer conhecer a atividade, enquanto outros 27,9% relacionaram o agronegócio apenas à agricultura. O levantamento revelou, ainda, que os entrevistadas das classes A e B apresentaram maior conhecimento sobre o agronegócio, sendo que 87% dos entrevistados consideraram a atividade muito importante.

Brasil tem três computadores para cada cinco habitantes, diz pesquisa da FGV


A quantidade de computadores em uso no Brasil, somados os corporativos e os domésticos, chega a 118 milhões, aponta pesquisa do Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da Escola de Administração de Empresas de São Paulo, da Fundação Getulio Vargas (FGV), divulgada nesta quinta-feira. Isso significa que existem no País três computadores para cada cinco habitantes. O estudo mostrou também que o número de computadores dobrou no período de quatro anos. Para este ano, a FGV estima que serão comercializados 22,6 milhões de unidades, o que equivale a uma unidade por segundo. A projeção para daqui três anos é que o País tenha um computador por habitante, com 200 milhões de unidades. Esse crescimento será puxado, explica o professor Fernando Meirelles, coordenador da pesquisa, pelo aumento previsto nas vendas de tablets, também classificado como computador pela pesquisa. O levantamento, que é feito há 24 anos e divulgado anualmente, consultou 5 mil grandes e médias empresas com 2,2 mil respostas válidas.

CCJ do Senado aprova projeto que cria quase 7 mil cargos no governo federal


A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado aprovou nesta quinta-feira uma proposta para a criação de 6.818 novos cargos públicos de provimento efetivo para o governo federal. Todos os cargos serão preenchidos por concurso público. Serão contratados analistas em tecnologia da informação, administradores, contadores, economistas e engenheiros civis, entre outros. A matéria — o PLC 126/2012 — foi enviada pelo governo federal e já foi aprovada pela Câmara dos Deputados, onde iniciou a tramitação. Se a decisão da Constituição e Justiça for ratificada no plenário do Senado, seguirá à sanção presidencial. O maior número de vagas, 3.594, é reservado para a área de ciência e tecnologia e inclui pesquisadores, técnicos e assistentes, disse o relator, senador Gim Argello (PTB-DF), em seu parecer. O relator argumentou ainda que o preenchimento será feito por concurso público e que o projeto de lei prevê que os cargos serão criados de forma gradual. Segundo o relatório, a contratação de novos servidores também estará condicionada à previsão em anexo da Lei Orçamentária. Para a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o projeto prevê a criação de 143 novos cargos no quadro de pessoal. Do total de quase 7 mil vagas no plano de cargos do Executivo, 755 servidores serão contratados para o Ministério da Saúde, entre analistas de sistema, arquitetos, contadores, engenheiros, estatísticos, geólogos e auxiliares de saneamento. O projeto de lei prevê ainda que passarão a integrar o plano de carreiras para a área de ciência e tecnologia os seguintes órgãos: Agência Espacial Brasileira (AEB); Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac); Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet); e secretarias de Atenção à Saúde; de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos; e de Vigilância em Saúde, todas vinculadas ao Ministério da Saúde.

Governo Dilma publica normas para novos leilões de hidrelétricas


O Ministério de Minas e Energia publicou nesta quinta-feira, no Diário Oficial da União, as normas para licitação das concessões de usinas hidrelétricas cujos contratos não foram prorrogados em janeiro. Os contratos deixaram de ser prolongados porque as empresas concessionárias rejeitaram as regras para a redução das tarifas determinadas pela Lei 12.783. Será declarada vencedora a empresa que oferecer o menor valor para operação da hidrelétrica, limitado ao preço teto do leilão, que será definido pela Agência Nacional de Energia Elétrica. As concessões serão dadas pelo prazo de 30 anos. A agência irá elaborar os editais para licitação das concessões, os contratos de concessão, os contratos de cotas de garantia física de energia e de potência. Os leilões serão feitos à medida em que os contratos forem vencendo. Em janeiro deste ano, o governo decidiu antecipar a prorrogação das concessões de hidrelétricas que venceriam a partir de 2015. Para manter as concessões as empresas teriam que atender regras destinadas a reduzir as tarifas para os consumidores. Algumas concessionárias recusaram o novo regulamento, por isso terão seus empreendimentos licitados novamente. Entre os empreendimentos que não aceitaram as regras está a Hidrelétrica Três Irmãos, no Rio Tietê (SP), operada pela Companhia Energética de São Paulo (Cesp). A expectativa do governo é leiloar a usina em até dois meses. Rejeitaram também a prorrogação dos contratos a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e a Companhia Paranaense de Energia (Copel).

Ministro petista Paulo Bernardo quer garantir ponto de tráfego da internet mundial para o Brasil


O Brasil gasta, por ano, pelo menos US$ 500 milhões para usar os pontos estrangeiros de tráfego da internet. O tamanho do custo, pago pelas empresas brasileiras e repassado aos consumidores, levou o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, a defender nesta quinta-feira a construção de novas vias de conexão internacional para a grande rede. No entanto, para isso ser possível, segundo Paulo Bernardo, é necessário convencer a autoridade responsável pela coordenação global da internet, a Icann (Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números, entidade ligada ao Departamento de Comércio dos Estados Unidos). "Pelo menos 40% das conexões feitas a partir daqui estão centradas nos Estados Unidos e resultam em um gasto de pelo menos US$ 500 milhões por ano. Nossas empresas pagam isso para fazer as conexões internacionais", disse o ministro, durante o Congresso Brasileiro de Internet, em Brasília. Segundo ele, isso coloca o Brasil "em uma desvantagem enorme", e justifica a posição do País em defender a criação de mais pontos de tráfego. "Precisamos ter novos cabos submarinos e mais pontos de troca de tráfego. Atualmente, há 15 pontos. Onze deles estão nos Estados Unidos, e os demais na Europa e no Japão. Isso é muito importante, porque o ponto de tráfego faz as informações irem ao seu destino de forma mais eficiente", argumentou o ministro.

Dólar atinge maior valor em três semanas


Contrariando a tendência no Exterior, onde recuou levemente frente ao euro, que fechou no nível de US$ 1,30, a moeda norte-americana se valorizou 1% no mercado à vista da BM&F Bovespa, no qual atingiu R$ 2,0215. Há duas semanas não fechava acima de R$ 2,00. Também é a maior cotação desde 3 de abril deste ano. No Banco Central, a Ptax atingiu R$ 2,0152. Esse comportamento refletiu o pequeno aumento da taxa básica, que foi alterada de 7,25% para 7,50% ao ano na noite de quarta-feira pela Comitê de Política Monetária (Copom). O valor do dólar havia recuado com força nas sessões anteriores diante da expectativa de uma elevação maior, o que poderia atrair mais recursos estrangeiros. Como não ocorreu, os agentes voltaram a adquirir moeda, o que pressionou a cotação para cima. Ou seja, houve uma correção técnica. Também na direção inversa de Wall Street, que registrou baixa de 0,56%, a Bolsa de São Paulo (Bovespa) consolidou ganho de 0,54% na jornada.

Pais de vítimas do incêndio da boate assassina Kiss se reúnem com promotores nesta sexta-feira


Um grupo de pais de vítimas do incêndio da boate assassina Kiss vai se reunir com os promotores que atuam no caso nesta sexta-feira. O encontro será no auditório do Ministério Público, às 14 horas. Alguns pais procuraram a diretoria da Associação dos Familiares das Vítimas e Sobreviventes da Tragédia em Santa Maria, que intermediou o agendamento da reunião. Os pais questionam o número reduzido de denunciados. A Polícia Civil indiciou 16 pessoas e o Ministério Público denunciou oito. Outro questionamento ao Ministério Público é até que ponto os responsáveis sairão impunes. A reunião será fechada entre os familiares e o advogado da associação, Jonas Stecca, e os promotores Joel Dutra e Maurício Trevisan.

José Serra faz novo encontro secreto com Eduardo Campos, ele vai rachar o PSDB, migrar para o PPS e apoiar Campos


José Serra, que teve suas duas campanhas presidenciais traídas pela alta nomenklatura de seu próprio partido, será o encarregado agora de dar um fim ao PSDB. Ele está a caminho de sua mudança, junto com seu grupo, para o novo partido, a Mobilização Democrática, escorraçado pelo PSDB, que fechou todas as portas e lhe tirou todo espaço político. Vai levar junto no mínimo meio PSDB de São Paulo. Serra encontrou-se secretamente, por uma segunda vez, com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, na quarta-feira, em Brasília, quando ambos, ao lado do deputado federal Roberto Freire, presidente do PPS, acertaram detalhes da entrada do tucano no novo partido em formação, o MD - Mobilização Democrática. A legenda será resultado da fusão do PPS com o PMN, fortalecida por políticos saidos do PDT e até do PSOL. Serra obteve garantias de que poderá ser candidato a governador de São Paulo, em 2014, pelo novo partido. A missão nacional é a de coligar-se, para efeito de palanques e acréscimo de tempo de televisão, à candidatura presidencial de Eduardo Campos, presidente do PSB. Além de todo o PPS, do PMN completo e dos dissidentes do PSDB que Serra poderá aglutinar, o MD deverá ter suas primeiras fichas de fundação assinadas por senadores como Cristóvam Buarque (PDT-DF), Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Pedro Taques (PDT-MT). Buarque, que não sabe se seu atual partido irá para a oposição à presidente Dilma Rousseff, entrará para o MD com a intenção de ser candidato a vice de Campos. Também poderão engrossar este partido as políticas Marina Silva e Heloisa Helena, assim como o senador gaúcho Pedro Simon. O governador Eduardo Campos deixou o jantar em Brasília mais do que satisfeito com os resultados das articulações que lhe foram apresentados pelo conterrâneo deputado federal Roberto Freire. O baralho da sucessão presidencial acaba de ganhar uma nova carta e jogadores poderosos.

Pobreza da agenda revela governo petista esvaziado no Rio Grande do Sul


O governador do Rio Grande do Sul, o peremptório Tarso Genro viajou duas vezes para o Interior nesta semana e talvez por isto sua agenda seja tão pobre. Ele esteve em Ijuí na quarta-feira e na quinta foi a Três Passos. Quem recebe a agenda do governador está impressionado com a má qualidade do que ele faz. São quatro compromissos por dia, no máximo. Eis as agendas mais relevantes, por dia, esta semana: - Segunda-feira – Projeto do filme “Legalidade”; terça-feira – Reunião na Sala de Gestão;  quarta-feira – Anúncio de obras na Escola Rui Barbosa, Ijuí; quinta-feira  - Reunião com representantes do Movimento da Agricultura Camponesa. É um caso consumado de governicho absoluto, sem solução. Os gaúchos são useiros e vezeiros em eleger nulidades desse tamanho. Antes já tinham escolhido o Exterminador do Futuro.

Na Escolinha do Professor Mercadante – Ladeira abaixo: Lei tira exigência de pós-graduação para novos professores de federais


O PT já realizou alguns prodígios no ensino universitário, embora os áulicos tentem esconder. Na gestão de Fernando Haddad, o Supercoxinha, o número de analfabetos no terceiro grau dobrou: de 2% para 4%. O de universitários precariamente alfabetizados saltou de 24% para 38%. Conquistas legítimas do petismo. O partido resolveu inovar mais uma vez. Uma lei de iniciativa do governo federal simplesmente proíbe as universidades federais de exigir dos candidatos a professor títulos de mestrado e doutorado. Basta terminar a graduação e pimba! O sujeito está apto a ensinar e já pode concorrer a uma vaga de professor em concurso. Faz sentido… O agora ministro Aloizio Mercadante chegou a anunciar na TV, em 2006, um doutorado que não tinha. Foi obrigado a se desdizer depois que o peguei no pulo. Em dezembro de 2010, apresentou uma conversa mole sobre a economia no governo Lula como e obteve o título de doutor da Unicamp. Entendo. Se é para ter doutorado como o de Mercadante, melhor não ter nenhum. Diz matéria do jornal Folha de S. Paulo: "Uma lei de iniciativa do governo federal que entrou em vigor no mês passado determinou que as universidades federais não podem mais exigir nos concursos para professor os títulos de mestre ou doutor dos candidatos. Na prática, quem só tiver diploma de graduação pode agora disputar todas as vagas abertas nas universidades. Até então, esses candidatos eram aceitos como exceção. Após ser procurado pela Folha, o governo afirmou ontem que pretende alterar novamente a regra, para que as instituições possam voltar a exigir diploma de pós-graduação, como condição primordial para a inscrição. O governo ainda não sabe, porém, se mandará um projeto de lei ao Congresso ou se editará medida provisória. Dirigentes de universidades disseram à Folha que o Executivo não tinha a intenção de proibir a exigência de mestrado ou doutorado. Houve um erro no projeto, segundo eles, só percebido quando as universidades consultaram suas áreas jurídicas para abrir os concursos. A mudança, porém, já trouxe resultados práticos. A Federal de Santa Catarina, por exemplo, está selecionando 200 professores com diploma de graduação (inicialmente, exigia doutorado). Na Federal de Pernambuco, os departamentos de física e de química decidiram suspender os processos por discordar da nova regra.

Escândalos do PT – Depois do Zé Linguiça, chegou a vez do Zé Formiga


O escândalo do Mensalão do PT trouxe à luz a figura do “Zé Linguiça”, um assessor do então deputado petista Luizinho. A defesa alegou que foi o dito-cujo que acabou fazendo o saque de R$ 20 mil da conta de Marcos Valério. Luizinho acabou inocentado. Agora chegou a vez do Zé Formiga. Diz a Folha de S. Paulo: "O líder do governo DIlma Rousseff na Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), é apontado por um lobista apanhado em operação da Polícia Federal como responsável por direcionar verbas para empresas que financiavam candidatos do PT. Além disso, um ex-chefe de gabinete de Chinaglia, identificado como Eli, é citado como intermediário de uma reunião na qual a empreiteira Leão & Leão buscaria recursos do BNDES. Em troca da verba, a empreiteira apoiaria a campanha de um assessor de Chinaglia, o Toninho do PT, em Ilha Solteira (SP).  Chinaglia aparece em escutas da Operação Fratelli, do Ministério Público Federal e do Estadual em São Paulo. Os alvos da operação são fraudes em licitações que somam R$ 1 bilhão em dinheiro federal. As verbas, oriundas de emendas parlamentares, eram dos ministérios das Cidades e do Turismo. Nas escutas telefônicas há menções a três deputados do PT na operação: além de Chinaglia, Cândido Vacarezza e José Mentor. Os petistas são autores das emendas sob suspeita. O procurador Thiago Lacerda Nobre vai encaminhar os trechos da investigação sobre Chinaglia ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel. Também serão enviadas as menções a Vacarezza e Mentor. O suspeito que cita Chinaglia é Gilberto Silva, também conhecido como Zé Formiga, acusado pela polícia de ser “lobista do PT”. Ele ficou uma semana preso, foi monitorado pela polícia e, de acordo com o relatório das investigações, acompanhou Chinaglia em “campanhas eleitorais, principalmente na captação de dinheiro junto a empresários que pudessem se beneficiar de seus candidatos apadrinhados”.

AJURIS ingressa no Supremo contra decisão do CNJ que obriga Tribunal de Justiça gaúcho a publicar salários dos juízes


A AJURIS (Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul impetrou Mandado de Segurança (MS 32020) no Supremo Tribunal Federal, nesta quinta-feira contra o ato administrativo praticado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), quando da apreciação do Pedido de Providências n° 0004258-63.2012.2.00.0000. Apesar das manifestações do Tribunal de Justiça gaúcho e da AJURIS, o Conselho Nacional de Justiça decidiu, na sessão de terça-feira, que devem ser publicados os nomes e vencimentos de magistrados e servidores do Judiciário gaúcho. Para a Associação, com esta decisão o CNJ viola o princípio federativo, ao negar a aplicação da Lei Estadual nº 13.507/2010, que veda a divulgação de nomes.

Câmara dos Deputados aprova restrição ao acesso de novas siglas ao Fundo Partidário


Por 230 votos a 30, o projeto que impede a transferência do tempo de propaganda eleitoral no rádio e na televisão e dos recursos do Fundo Partidário relativos aos deputados que mudam de partido durante a legislatura foi aprovado na noite desta quarta-feira. Houve ainda três abstenções. Ficaram pendentes ainda definições sobre os destaques ao texto e as emendas. A ex-ministra e ex-senadora Marina Silva, que disputou a Presidência pelo PV em 2010 e agora tenta fundar o partido Rede Sustentabilidade, para concorrer novamente em 2014, é uma das principais críticas da proposta, vista como uma tentativa dos partidos de maior expressão de evitar o surgimento de novas siglas.

Procuradores fazem lista tríplice para vaga de chefe da Procuradoria Geral da República


A Associação Nacional dos Procuradores da República divulgou no início da noite desta quarta-feira uma lista tríplice com os nomes mais votados pela categoria para a vaga de procurador-geral da República. A lista é formada pelos subprocuradores-gerais Rodrigo Janot, que teve 511 votos, Ela Wiecko, com 457, e Deborah Duprat, com 445 votos. Foi eliminada da disputa a subprocuradora Sandra Cureau, que recebeu 271 votos. O cargo de procurador ficará vago em julho, com a saída de Roberto Gurgel. A escolha é de livre nomeação da Presidência da República, mas desde o governo Lula adotou-se a lista tríplice com os mais votados pelos profissionais da categoria. A lista é respeitada desde então. Rodrigo Janot, de 56 anos, é mineiro e ingressou no Ministério Público Federal em 1984, chegando ao cargo de subprocurador em 2003. Foi presidente da associação dos procuradores entre 1995 e 1997, cargo ocupado por Roberto Gurgel entre 1987 e 1989. Integrou a última lista tríplice, de 2011. A paranaense Ela Wiecko tem 64 anos e está no Ministério Público Federa desde 1975. Foi promovida a subprocuradora em 1992, e tem forte atuação na área de direitos humanos. Também integrou a última lista tríplice. A carioca Deborah Duprat, 53 anos, atua no Ministério Público Federal desde 1987 e chegou ao cargo de subprocuradora em 2003. É vice-procuradora-geral desde 2009, substituindo Roberto Gurgel nas sessões do Supremo Tribunal Federal. É conhecida por seu trabalho na área de direito indígena.

Gilmar Mendes entra com ação contra José de Abreu após insulto no Twitter


O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, processa o ator de elenco de apoio de novelas da Rede Globo, o petista alucinado José de Abreu, por crimes de injúria e difamação. Em sua página no Twitter, o ator de elenco de apoio José Abreu acusou o ministro de ter relação com o bicheiro Carlinhos Cachoeira. Agora, ao receber o processo de queixa-crime, o ator declarou que está sendo “perseguido” pelo ministro e que seu advogado já estuda o caso. "Um tweet com 140 toques resultou num inquérito que, até agora, com a inicial, ja tem 601 páginas. Ainda não conversei com o advogado, está estudando a inicial que tem 601 páginas", reclamou o petista José de Abreu, também no twitter. Ele vai aprender o custo de ser bocudo.

Protesto exige deputados federais petistas mensaleiros fora da Comissão de Constituição e Justiça


Um grupo de evangélicos protestou nesta quinta-feira contra a permanência dos deputados federais petistas José Genoíno (corrupto e quadrilheiro) e João Paulo Cunha (peculatário e lavador de dinheiro),  na Comissão de Constituição e Justiça. Os dois foram condenados pelo Supremo Tribunal Federal no processo do Mensalão do PT, o maior crime já cometido no Brasil, no esquema montado pela direção do partido para pagar propina em troca de apoio de parlamentares e partidos ao governo Lula no Congre3sso Nacional. Os evangélicos carregaram cartazes com o pedido de "Fora Genoino" e "Sim à Família", em referência ao deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) que está à frente da Comissão de Direitos Humanos e tem sido alvo de patrulha ideológica promovida por grupelhos petralhas e ativistas gayzistas, em franca discriminação.

Petrobras e americana farão maior fazenda de captação solar do Brasil


A empresa americana MEMC e a Petrobras estão finalizando os detalhes para a construção da maior fazenda de captação solar do Brasil. O parque vai contar com 3672 painéis solares e será construído no Rio Grande do Norte, próximo à Usina Termelétrica do Vale do Açu. A fazenda terá capacidade de 1.1 megawatt e a Petrobras espera que a produção de energia comece ainda este ano.

Aumento da Selic não é suficiente para conter a inflação, avalia economista da FGV


A elevação da taxa básica de juros da economia (Selic), em 0,25% aumentando a taxa para 7,5% ao ano, definida nesta quarta-feira pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), não será suficiente para conter a inflação, que já superou o teto da meta e atingiu 6,59% nos 12 meses findos em março, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A avaliação é do economista Fernando de Holanda Barbosa Filho, pesquisador da área de Economia Aplicada do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV). Ele lembrou que a alta da taxa Selic era esperada pelo mercado e que a tendência de expansão foi reforçada esta semana pelo presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, durante evento, no Rio de Janeiro. O economista destacou, contudo, que a elevação ficou aquém do esperado pelo mercado, “mostrando que o governo está tendo bastante cuidado com o aumento da Selic, no momento em que a inflação já saiu do topo da meta”. Ele acredita que virão outros aumentos mais adiante. “A dúvida é a dosagem do aumento, se o ritmo vai continuar em 0,25 ponto percentual ou se vai aumentar o ritmo. Mas, 0,25 ponto percentual é muito pouco para segurar a inflação”, disse ele.

STF defende Fux e diz que ministro julgou caso de amigo por causa de "falha operacional"


O Supremo Tribunal Federal emitiu nesta quarta-feira nota à imprensa em defesa do ministro Luiz Fux. Segundo matéria no jornal O Estado de S.Paulo, o ministro atuou em casos de interesse do advogado Sérgio Bermudes, seu amigo de longa data. “O Supremo Tribunal Federal manifesta a sua total confiança na lisura dos julgados levados a efeito pelo ministro Luiz Fux”, diz o texto publicado na página do Supremo na internet. Fux atuou em pelo menos seis processos do escritório de Bermudes, três deles na condição de relator. A nota registra que, em abril de 2011, Fux encaminhou comunicado à Secretaria Judiciária do Supremo informando seu impedimento para julgar os processos do escritório de Bermudes. A única filha de Fux, Marianna, também trabalha no escritório. Segundo a nota do Supremo, a responsabilidade de identificar o escritório de procedência dos processos é da Secretaria do Supremo, do gabinete e da assessoria de Fux, mas houve uma falha no sistema de verificação que impediu esse filtro. “Trata-se de falha operacional que será prontamente solucionada com a adoção de novos mecanismos de controle”, conclui o texto. Então tá....

Reajuste dos juros básicos prejudicará recuperação da indústria, avalia CNI


O aumento dos juros básicos da economia (Selic) para controlar a inflação provocará danos à indústria, prejudicando a recuperação de um setor que começou o ano com desempenho inferior ao esperado, avalia a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em comunicado, a entidade informou acreditar que a combinação de elevação da taxa Selic e do aumento de gastos públicos contribuirá para deteriorar as perspectivas para a economia, de baixo crescimento com inflação alta. “A CNI reconhece a importância do controle da inflação. Mesmo assim, lamenta que ao elevar a taxa Selic em 0,25%, atingindo 7,5% ao ano, o Copom tenha optado pelo caminho de combate à alta inflacionária com maiores danos à atividade produtiva. A indústria mostra desempenho abaixo do esperado no início do ano, dando continuidade à situação negativa do fim de 2012”, destacou a nota. Para a entidade, o novo ciclo de alta dos juros básicos afetará a confiança do empresário e comprometerá os investimentos essenciais para reativar a economia. Na avaliação da CNI, as pressões sobre a inflação estão concentradas nos preços dos alimentos, que são influenciados por fatores externos e não dependem da taxa de juros, e dos serviços, que estão subindo por causa do aumento do emprego e da renda da população. A elevação da taxa Selic, comentou a CNI, terá outro efeito negativo sobre a indústria, ao contribuir para que o dólar caia, estimulando as importações e comprometendo a competitividade dos produtos brasileiros no Exterior.

Capriles pede impugnação de eleições na Venezuela


O candidato da oposição venezuelana, Henrique Capriles, informou que apresentou nesta quarta-feira um pedido de impugnação do resultado da eleição presidencial do último domingo, que deu a vitória ao usurpador chavista Nicolás Maduro. A informação foi repassada por meio de sua conta no Twitter. Segundo Capriles, sua equipe de campanha reuniu-se com o Conselho Nacional Eleitoral para apresentar o pedido de recontagem manual dos votos. O líder oposicionista alega que existiram várias irregularidades que afetam mais de 1 milhão de votos.  Ele exige uma nova contagem dos boletins emitidos pelas urnas eletrônicas. De acordo com o CNE, Nicolás Maduro venceu as eleições de domingo com 7.575.506 votos (50,78%), contra 7.302.641 votos (48,95%) de Capriles, uma diferença de cerca de 200 mil votos. As eleições foram evidentemente fraudadas.

Para Firjan, aumento da Selic poderia ter sido evitado com política fiscal


O aumento da taxa básica de juros (Selic) era previsível, segundo avaliou a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). Em nota, a entidade sinaliza que a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de elevar em 0,25% a taxa Selic, que ficou em 7,50% ao ano, poderia ter sido evitada se o governo tivesse adotado “uma política fiscal que aliviasse a pressão sobre os preços”. Na nota, a Firjan reconhece, entretanto, que a contribuição da política fiscal, embora necessária, não é suficiente para conter a inflação.

Aumentos generalizados de preços contribuíram para que Copom reajustasse Selic


Os sinais de que os aumentos de preços estejam se generalizando foi o principal fator que fez o Banco Central reajustar os juros básicos da economia (Selic) pela primeira vez desde julho de 2011, informou o Comitê de Política Monetária (Copom). No entanto, as incertezas em relação à recuperação da economia fizeram a autoridade monetária optar por um ciclo gradual de elevações. Em comunicado divulgado logo após a reunião, o Copom destacou que a disseminação dos aumentos de preços por diversos setores da economia exige ação do Banco Central. “O comitê avalia que o nível elevado da inflação e a dispersão de aumentos de preços, entre outros fatores, contribuem para que a inflação mostre resistência e ensejam uma resposta da política monetária”, ressaltou o comunicado. Na mesma nota, o Copom deu a entender que optou por uma elevação de 0,25% por causa das dúvidas em relação à economia doméstica e internacional, que contribuiriam para segurar os preços.

Conselho de Ética da Câmara abre processo disciplinar contra Leréia


O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara instaurou nesta quarta-feira processo disciplinar por quebra de decoro parlamentar contra o deputado federal Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO). O processo foi aberto porque já havia processo administrativo aprovado pela Mesa da Câmara contra ele. O tucano é acusado de ter relações com o contraventor Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira, incompatíveis com o decoro parlamentar. O presidente do Conselho de Ética, deputado Ricardo Izar (PSD-SP), escolheu as listas tríplices dos prováveis relatores dos processos contra os deputados Leréia, Devanir Ribeiro (PT-SP) e Eudes Xavier (PT-CE). À exceção das investigações contra Leréia, para os demais casos serão necessários parecer preliminar sugerindo ou não a instauração de processo de quebra de decoro parlamentar. O relator do processo contra Leréia será escolhido por Ricardo Izar entre os deputados Ronaldo Benedet (PMDB-SC), Missionário José Olimpio (PP-SP) e Júlio Delgado (PSB-MG). No caso das investigações contra o deputado Devanir Ribeiro, que é acusado de ter ofendido o deputado Ônix Lorenzoni (DEM-RS), em plenário. O presidente do conselho escolheu os deputados Cesar Colnago (PSDB-ES), Marcos Rogério (PDT-RO) e Izalci (PSDB-DF). A relatoria ficará com um dos três deputados e será definida pelo presidente do conselho nos próximos dias. Em relação às investigações contra o deputado Eudes Xavier, que está sendo processado a pedido do PSB por acusação de que o governador do Ceará, Cid Gomes, teria contratado uma empresa internacional para espionar seus adversários. Caberá ao deputado Ricardo Izar escolher um dos três deputados José Carlos Araújo (PSD-BA), Missionário José Olimpio (PP-SP) ou Marcos Rogério (PDT-RO) para relatar o processo contra o petista.

Senado norte-americano rejeita lei mais restritiva de venda de armas


O Senado norte-americano rejeitou nesta quarta-feira lei elaborada por membros dos partidos Democrata e Republicano que iria aumentar a verificação de antecedentes criminais na venda de armas. A medida precisava de 60 votos para ser aprovada, mas foi derrotada por 54 contra e 46 votos a favor. Entre os votos contrários estavam o de vários democratas que enfrentam campanhas eleitorais no próximo ano. O voto negativo do Senado representa um entrave às intenções da Casa Branca no que diz respeito à aprovação de uma legislação mais restritiva de venda de armas, lançada por Barack Obama após o massacre de Newtown, em dezembro, quando 20 crianças foram mortas em uma escola.

Dilma participa de reunião da Unasul sobre Venezuela e vai à posse de Maduro


A presidenta Dilma Rousseff viaja nesta quinta-feira para Lima, no Peru, onde participa de reunião extraordinária da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). A reunião deve discutir a crise na Venezuela. O chefe da missão observadora da Unasul, Carlos Alvares, pediu na noite de terça-feira respeito aos resultados eleitorais no país. Após a acirrada disputa, Nicolás Maduro foi proclamado presidente eleito pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE) na tarde de segunda-feira.  No entanto, o candidato derrotado e da oposição, Henrique Capriles, tem pressionado para que os votos sejam recontados, porque Maduro venceu com pequena margem de diferença – menos de 234 mil votos.

Comissão da Verdade do Rio de Janeiro vai investigar mortes de Anísio Teixeira, Stuart Angel e Rubens Paiva


A Comissão Estadual da Verdade fez nesta quarta-feira sua primeira reunião em que definiu a sua linha de trabalho. De acordo com o presidente da comissão fluminense, Wadih Damous, quatro temas serão abordados: mortos e desaparecidos, mecanismos de repressão, casas clandestinas de tortura e casos emblemáticos. “Primeiramente, o item mortos e desaparecidos, que aliás é a razão de ser de qualquer comissão da verdade, no sentido de dar satisfação à sociedade, aos parentes, sobre o que aconteceu com essas pessoas. Se foram mortas, onde foram enterradas? Se foram torturadas, quem as torturou? Se foram assassinadas, quem as assassinou?” Entre os principais casos a serem tratados estão o da Casa da Morte, aparelho clandestino de tortura em Petrópolis, e as mortes do engenheiro e político Rubens Paiva, do militante Stuart Angel, filho da estilista Zuzu Angel, e do educador Anísio Teixeira. O secretário de Educação, Ciência e Tecnologia de Niterói, Waldeck Carneiro, protocolou no início da reunião um pedido para que se priorize a investigação da morte de Anísio Teixeira, ocorrida em 1971 e ainda sem explicação. Outro caso a ser investigado pela CEV é o da carta-bomba enviada à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em 1980, que matou a secretária do presidente da entidade na época, dona Lyda Monteiro. Ex-presidente da OAB-RJ, Wadih Damous, informou que a comissão vai ser instalada na sede da entidade e seu gabinete vai funcionar na mesma sala onde ocorreu a explosão.

Projetos sociais e ambientais vão receber mais de R$ 200 milhões da Petrobras


Um projeto de capacitação de educadores do Amapá para lidar com a diversidade humana, especificamente com crianças que têm autismo; uma iniciativa que garante segurança alimentar e incrementa a produção em território indígena no Acre; a outra é uma ação voltada à geração de emprego e renda para agricultoras familiares que vivem na região amazônica. Esses são alguns dos 176 projetos sociais e ambientais contemplados por meio de seleção pública e que receberão recursos para ampliar sua estrutura. O anúncio dos selecionados nos programas Petrobras Desenvolvimento & Cidadania e Petrobras Ambiental foi feito nesta quarta-feira em três cidades simultaneamente. Em Brasília, foram apresentados os contemplados das regiões Centro-Oeste e Norte e de Minas Gerais. Ao todo, serão destinados, nos próximos dois anos, R$ 247 milhões, sendo R$ 145 milhões a 130 projetos sociais e R$ 102 milhões a 46 projetos ambientais, de todas as regiões do País. O número de inscritos na edição deste ano chegou a 4.177, a maior parte do Nordeste e Sudeste (sociais e ambientais).

Relator de Medida Provisória propõe funcionamento de portos 24 horas


O funcionamento dos portos 24 horas, um dos assuntos discutidos durante as audiências públicas feitas pela comissão mista que analisa a Medida Provisória 595, a MP dos Portos, foi tratado no relatório do senador Eduardo Braga (PMDB-AM), relator da matéria.
Braga modificou o texto original para determinar que os serviços públicos necessários à importação e exportação sejam prestados em horário corrido e coincidente com a operação de cada porto, inclusive aos domingos e feriados. “A medida certamente trará redução do tempo de desembaraço de cargas, aumentando a competitividade dos portos organizados e reduzindo custos de importação e exportação”, explicou o relator. O senador também propôs a reformulação dos critérios de licitação, para privilegiar a maior eficiência com a menor tarifa, e não a maior movimentação de cargas, como estava previsto na Medida Provisória. Outro dispositivo proíbe a participação em licitações de empresas com mais de 5% de participação societária em empresas de navegação (armadores). “Com a proibição, que também ocorre em outros setores regulados, busca-se coibir o domínio da operação portuária e o consequente direcionamento da carga dos armadores a seus próprios portos”, diz o relator.

Julgamento do Massacre do Carandiru será retomado nesta quinta-feira


O julgamento de 26 policiais militares acusados pela morte de 15 detentos no Massacre do Carandiru será retomado nesta quinta-feira, a partir das 9 horas, informou o juiz José Augusto Nardy Marzagão. O julgamento foi suspenso nesta quarta-feira após um dos sete jurados ter passado mal. “Antes do início dos trabalhos hoje percebi que um jurado não estava se sentindo bem. Diante disso, como já havia ocorrido em outra sessão, por precaução, solicitei a equipe médica, que compareceu imediatamente e que recomendou que o jurado fosse até o ambulatório”, disse o juiz. Marzagão disse que foi informado pelos médicos que o jurado “teve um mal-estar” - de origem e sintomas não informados - e que precisaria de repouso. Por isso, o juiz decidiu suspender os trabalhos até que o jurado possa voltar a participar do julgamento. Se o problema fosse mais grave e o jurado tivesse que se ausentar do julgamento, explicou o juiz, todo o trabalho feito até agora teria que ser cancelado e o julgamento teria que ser remarcado para uma nova etapa, com novo sorteio de jurados e a necessidade de repetição dos depoimentos já tomados.

Justiça da Venezuela diz que recontagem manual de votos é impossível


De acordo com o Tribunal Superior de Justiça da Venezuela, não existe a possibilidade de que os votos registrados nas eleições de domingo sejam recontados manualmente, como vem pedindo a oposição liderada pelo candidato Henrique Capriles. A presidente do TSJ, Luisa Estella Morales, disse que o sistema é totalmente eletrônico, o que impossibilita a recontagem. "O sistema eleitoral venezuelano é totalmente sistematizado e por isso a contagem manual não existe", explicou. No sistema utilizado no país, o voto dos eleitores é realizado por urnas eletrônicas, mas os votos são impressos com o nome do candidato escolhido e depositado em caixas para auditoria, em um processo denominado verificação cidadã.

Indígenas e parlamentares cobram fim do julgamento sobre Raposa Serra do Sol


O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, recebeu nesta quarta-feira lideranças indígenas e parlamentares para tratar do julgamento definitivo do processo de demarcação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima. Na véspera, Joaquim Barbosa tinha recebido políticos da bancada de apoio aos produtores rurais para tratar do assunto. A análise dos recursos pendentes está sendo cobrada por ambos os lados, pois a indefinição está criando um quadro de instabilidade. O Supremo julgou o processo de demarcação em 2009 e criou 19 diretrizes que deveriam ser seguidas em todos os casos envolvendo demarcação, mas as regras foram questionadas por meio de recursos. As diretrizes motivaram a emissão de uma portaria pela Advocacia-Geral da União, mas ela foi suspensa para aguardar a palavra final da Suprema Corte.

Petista Tião Viana diz que é preciso "frear" entrada de imigrantes ilegais no Brasil


O governador do Acre, o petista Tião Viana, disse nesta quarta-feira, na Câmara dos Deputados, que o governo brasileiro precisa encontrar uma forma de “frear” a entrada de imigrantes haitianos e da África em cidades acreanas. Depois de audiência pública na Comissão de Relações Exteriores na Câmara dos Deputados, Viana ponderou que o Brasil vai manter sua tradição “humanitária” e “gentil” nas relações exteriores, mas apelou para uma solução. De acordo com o governador, já são mais de 5,5 mil imigrantes ilegais que entraram no País pelo Acre nos últimos meses e o Estado não estava preparado para isso.

Brasil cria 112,4 mil empregos em março


A geração de postos de trabalho formais em março teve leve queda em relação ao mês anterior, saldo de 112,4 mil vagas, ante 123,4 mil vagas criadas em fevereiro. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quarta-feira. O saldo foi o melhor para março nos últimos três anos. O resultado é o cálculo da diferença entre mais de 1,8 milhão de trabalhadores admitidos e 1,7 milhão demitidos. Janeiro foi o mês até agora com o pior desempenho, com a criação de 28,9 mil postos - resultado mais baixo desde 2009, ano da crise financeira internacional. De acordo com o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, a expectativa do governo é a de que o ano termine com a geração de cerca de 1,7 milhão de novos postos de trabalho com carteira assinada. O saldo verificado em março seguiu igual dinâmica do mesmo mês em 2012, quando foram criados cerca de 111,7 mil postos de trabalho.

Assinado primeiro contrato de privatização de estrada do governo Dilma


Depois de brigas judiciais que atrasaram o processo por quase um ano, foi assinado nesta quarta-feira o primeiro contrato de privatização de estrada no governo da presidente Dilma Rousseff, que abrange um trecho de 475,9 quilômetros da BR-101, da divisa entre o Rio de Janeiro e Espírito Santo até o entroncamento com a Rodovia BA-689, onde fica o acesso a Mucuri (BA). O governo federal pretende licitar para mais trechos da rodovia para privatização. “Vamos ampliar as concessões para o norte”, disse o ministro dos Transportes, César Borges, momentos após participar da cerimônia de assinatura do contrato entre a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e o consórcio vencedor do leilão, Rodovia da Vitória – que passa agora a ser a concessionária Eco 101, sob administração do grupo Ecorodovias. O contrato deveria ter sido assinado em julho do ano passado, mas devido a algumas manobras jurídicas feitas pelo consórcio que perdeu a disputa, só pôde ser assinado hoje, após decisão proferida na terça-feira pelo Superior Tribunal de Justiça.

CITI PREVÊ QUE AÇÃO DA OGX VALERÁ R$ 0,34, QUANDO JÁ CUSTOU R$ 19,00


Eike Batista terá de colocar a mão no bolso; e bem fundo; para tirar dele nada menos que US$ 1 bilhão, conforme contrato que pode levar sua própria petroleira, a OGX, a obrigá-lo a comprar esse valor em ações; pagará, também como consta na obrigação assumida, R$ 6,30 por cada unidade acionária; mesmo assim, não conseguirá impedir o esfarelamento da empresa na bolsa; hoje, o Citibank estimou que, com ou sem o movimento de Eike Batista, os papéis da companhia, que já valeram R$ 19,00 cada, irão oscilar entre irrisórios R$ 0,34 e R$ 0,90. A expressão derretimento, para apontar uma ação que perde valor acentuada e rapidamente, tende a ficar vencida. O que se verifica com os papéis da petroleira OGX, do bilionário Eike Batista, na bolsa de valores, é mais que isso. É um verdadeiro esfarelamento, uma trituração em curso, praticamente um desaparecimento. Analistas do setor de pesquisas do Citibank, o Citi Research, informaram ao mercado que cada unidade acionária da companhia valerá apenas R$ 0,34 caso o próprio Eike Batista não injete, do próprio bolso, US$ 1 bilhão na sua petroleira. Uma garantia, que está registrada em contrato, feita para que os investidores acreditassem no seu bom desempenho. Essa subscrição de novas ações tem de ser concluída pelo empresário até o dia 30 de abril. Caso contrário, na prática a petroleira que fez, em 2008, a maior abertura de capital até então registrada na bolsa brasileira, quando captou R$ 6,7 bilhões do público, vai virar pó de mico. É direito da OGX exigir o US$ 1 bilhão de Eike Batista, e a pergunta que não quer calar é: ele vai enfiar a mão no bolso, ou, ao menos, contar com seus parceiros de assessoria financeira do BTG Pactual para fazer valer o que está escrito no contrato? Agora nem é mais tempo de pagar para ver, resta, a quem tem papéis da OGX, esperar. Mesmo que injete todo esse capital, ainda assim, para os analistas do Citi, o papel da petroleira só valerá R$ 0,90. Esse mesmo papel já foi negciado a R$ 19,00. Ao mesmo tempo, endividado em mais de R$ 9 bilhões no BNDES, o grupo EBX, holding que controla o império que está se implodindo em escombros em praça pública, igualmente se esvai. Todas as companhias X registram perdas pesadas, valendo menos da metade do que valiam há três meses. A presidente Dilma Rousseff, naturalmente preocupada com a debacle do grupo, já avisou que interessa ao governo que não haja uma quebra das companhias. Mas igualmente deixou claro a interlocutores que não haverá um só movimento para salvar a pessoa física Eike Batista.

FBI identifica suspeito de enviar cartas com ricina


A polícia federal norte-americana (FBI) identificou Paul Kevin Curtis, de 45 anos, como o suspeito detido nesta quarta-feira sob suspeita de ter enviado cartas contendo ricina ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a um senador. Os investigadores aguardavam ainda testes definitivos nas cartas enviadas a Obama e ao senador Roger Wicker, do Mississippi, em um momento de agitação nos Estados Unidos por causa do atentado de segunda-feira em Boston, no qual três pessoas morreram. Curtis vive no Estado norte-americano do Mississippi e, depois de detido, foi indiciado como suspeito do crime. De acordo com um boletim do FBI, as duas cartas foram postadas em Memphis, no Tennessee, em 8 de abril. O FBI informou ainda que considera não haver indício de relação entre as cartas o atentado em Boston.

Fernando Henrique Cardoso admite cansaço do eleitor com PSDB


O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou na quinta-feira que a polarização entre PSDB e PT em São Paulo "levou a uma fadiga de material" no cenário político paulista. A isso se soma "um pouco de cansaço do eleitorado com a predominância do PSDB por longo tempo" no poder. Os tucanos estão no governo do Estado há 18 anos. Na Prefeitura, em parceria com Gilberto Kassab (PSD), há oito. Ele não faz uma relação direta entre esse "cansaço eleitoral" e a recente queda do candidato tucano José Serra nas pesquisas . O que se percebe, diz ele, "é que o Russomanno subiu. Os outros estão praticamente no mesmo lugar". E quanto a Serra? "Ele já tinha caído antes, mas parou, se estabilizou em outro patamar". Fernando Henrique Cardoso sempre foi mais um algoz de José Serra. A avaliação, feita em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, ocorre no momento em que tanto Fernando Henrique Cardoso, quanto a presidente Dilma Rousseff (PT), entram na campanha gravando mensagens para os respectivos candidatos , Serra e Fernando Haddad. E o fazem nesse cenário de que fala o ex-presidente, marcado por surpresas para os dois partidos – pois, na contramão do que ambos esperavam, seus candidatos estão bem atrás do líder de todas as pesquisas de intenção de voto,  Fernando Henrique afirmou ainda que o eleitorado do PT também está menor, e isso não acontece apenas em São Paulo. "Nas capitais, pelo País afora, o PSDB está melhor que o PT", afirmou o ex-presidente tucano. Ele ressaltou que "isso (a ‘fadiga de material’ do eleitorado) não assegura nada sobre o que vai acontecer até o dia das eleições".

General Elito diz que Abin não monitora ninguém


O ministro general José Elito Siqueira, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, afirmou nesta quarta-feira, em depoimento no Senado, que a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) não monitora nem grampeia ninguém, mas deixou no ar que outros órgãos envolvidos com a segurança, como a Polícia Federal, a Aeronáutica, o Exército e a Marinha, vigiam e fazem interceptações telefônicas e de comunicações. Elito compareceu a uma sessão conjunta das Comissões Mista de Inteligência e de Fiscalização e Controle e do Trabalho da Câmara para explicar evidências de que trabalhadores do Porto de Suape, em Pernambuco, além de outros portos, ligados à Força Sindical, teriam sido monitorados pela Abin. "A Abin determinou a infiltração de agentes em assembleias de trabalhadores?", indagou o deputado Carlos Zarattini (PT-SP). Elito respondeu: "A existência do sistema de inteligência (Abin) não altera as competências de outros órgãos. O que a Polícia Federal, Marinha, Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), Exército, Aeronáutica e outros fazem não é feito pela estrutura de inteligência. O que a Polícia Federal faz, ela continua fazendo. O que o Exército faz, ele continua fazendo". Segundo Elito, a Abin atua apenas na inteligência de prevenção, com centros de trabalho em todos os Estados e no Distrito Federal. Disse ainda que de seu sistema participam 15 ministérios, todos com assentos nas salas da Abin, entre eles os Ministérios da Justiça, Fazenda, Agricultura e Saúde. Para o deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (PDT-SP), no depoimento aos senadores e deputados o general mostrou que o governo teve de recuar na vigilância aos trabalhadores portuários.

Mineradoras obtêm 52 liminares contra congelamento de licenças


O congelamento de licenças exploratórias pelo governo no setor de mineração já provoca uma guerra judicial com 52 liminares a favor das empresas, afirmam representantes de uma entidade que representa companhias do setor. Dezenas de milhares de projetos de pesquisa encontram-se engavetados porque o governo decidiu interromper, no final de 2011, a concessão de alvarás, com o objetivo de aguardar o novo marco de mineração e evitar especulação com títulos minerários. A Associação Brasileira das Empresas de Pesquisa Mineral (ABPM) contabiliza 68 ações das empresas contra a interrupção de alvarás de pesquisa. A maioria das liminares concede às empresas o direito de receber explicações do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) sobre o motivo da interrupção dos alvarás requeridos, mostrou o levantamento realizado com base em dados de tribunais de Justiça de todo o País. Quatro decisões obrigam o DNPM a conceder licenciamento para pesquisa e 15 determinam que o órgão estude novamente os pedidos. Outras sete ações tiveram pedidos indeferidos e cinco ainda não foram julgadas, segundo o levantamento. Nomes de empresas não foram revelados pela entidade. O DNPM, responsável por conceder as licenças de pesquisa, não comentou as informações ao ser procurado pela Reuters. Mas o Ministério de Minas e Energia, ao qual está ligado, informou por meio de sua assessoria de imprensa que o órgão vai recorrer. Pelo menos 120 projetos de mineração prontos e licenciados por órgãos ambientais aguardam apenas outorga do governo para entrar em operação.

Cerca de 200 mil jovens católicos já se inscreveram para a Jornada Mundial da Juventude


Cerca de 200 mil jovens católicos já se inscreveram para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que acontecerá no Rio de Janeiro de 23 a 28 de julho e, conforme estimativa da organização do evento, esse número deverá subir para 600 mil até o fim de junho. Do total de inscritos, 59% são brasileiros e 23% virão de países latino-americanos. As mulheres são até agora mais numerosas, com 67 mil inscrições, contra 54 mil homens. O Comitê Organizador Local (COL) dispõe de 250 vagas para hospedar os participantes vindos de fora, de outras cidades do Brasil e de 165 países dos cinco continentes. O arcebispo do Rio, d. Orani João Tempesta, informou nesta quarta-feira, ao plenário da 51ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Aparecida (SP), que o número de inscrições deverá disparar nos próximos dois meses porque a maioria dos interessados só confirma presença na última hora. Pelas estimativas do COL, os participantes chegarão a 2,5 milhões, contando-se aqueles que não se inscreverão como peregrinos mas assistirão às principais celebrações da JMJ. O papa Francisco participará da reunião de 25 a 28 de julho, em quatro atos religiosos - a cerimônia de acolhida no dia 25 e a Via-Sacra no dia 27, em Copacabana e, na noite de 27, a Vigília no Campus Fidei (Campo da Fé), em Guaratiba, onde no dia 28 será celebrada a Missa do Envio, na qual os jovens serão convidados a evangelizar o mundo, de volta às suas cidades.

TAM é notificada pelo DPDC sobre preços diferenciados


A TAM foi notificada nesta quarta-feira pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça para prestar esclarecimentos sobre denúncias de diferenciação de preço na oferta de passagens aéreas destinadas aos consumidores brasileiros e aos consumidores residentes em outros países. Segundo nota divulgada pelo Ministério da Justiça, a companhia aérea tem prazo de dez dias, a partir do recebimento da notificação, para responder aos questionamentos do DPDC. Segundo o departamento, "os direitos e garantias previstos no Código de Defesa do Consumidor protegem o consumidor contra práticas discriminatórias". Se for constatada a infração, a TAM poderá ser multada em mais de R$ 6 milhões.

Prefeitos se unem para barrar partilha dos royalties

Prefeitos de municípios filiados à Associação Brasileira de Municípios com Terminais Marítimos, Fluviais, Terrestre de Embarque e Desembarque de Petróleo e Gás Natural (Abramt) se reuniram nesta quarta-feira em Brasília para discutir medidas que visem barrar a nova partilha de royalties, aprovada pelo Congresso. Uma delas será a solicitação da inclusão da associação nas ações diretas de inconstitucionalidade como terceira interessada no processo que os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo impetraram alegando a inconstitucionalidade da nova lei. A Abramt quer mostrar as peculiaridades dos municípios diretamente afetados com a nova partilha. O presidente da associação, Ernane Primazzi, (PSC), diz ser importante que os municípios que serão atingidos se unam para conseguir manter a atual distribuição dos royalties, já esses municípios são os mais suscetíveis a sofrerem problemas, como foi o caso de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, que teve 11 praias poluídas devido a um vazamento de óleo causado pela Transpetro/Petrobras, no último dia 5, afetando diretamente o ecossistema da região do litoral norte, o setor pesqueiro e interferindo no turismo da região.

Candidatura da filha de Luiz Fux ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro constrange a OAB


A candidatura da filha do ministro Luiz Fux, Marianna, de 32 anos, a uma vaga no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, ainda não foi formalizada, mas já é motivo de constrangimento entre conselheiros da OAB e desembargadores. Se mantiver a decisão de entrar na disputa, Marianna será candidata a uma das vagas garantidas a representantes da OAB, no quinto constitucional, no lugar do desembargador Adilson Macabu, que se aposenta em julho. Alguns advogados contam terem recebido telefonemas de Fux, já que o primeiro passo é incluir Marianna entre os seis nomes que serão encaminhados pela OAB ao Tribunal de Justiça. A preocupação dos conselheiros que votarão a lista sêxtupla é não criar atrito com um ministro da mais alta corte do País. Como o voto é aberto, é possível descobrir com facilidade quais foram os escolhidos de cada conselheiro. No Tribunal de Justiça, o convite distribuído aos 180 desembargadores para a festa de 60 anos de Fux, na casa do advogado Sergio Bermudes, foi motivo de desconforto. A festa acabou cancelada, para alívio de muitos magistrados. Fux tem um bom trânsito no tribunal e, na avaliação de alguns desembargadores, a inclusão de Marianna na lista tríplice a ser encaminhada ao governador Sérgio Cabral seria garantida.

Lançamentos de imóveis no País devem subir até 7% em 2013


Os lançamentos de imóveis no Brasil podem aumentar cerca de 7% neste ano, retomando o patamar visto em 2011 e se recuperando da queda de 2012, mostrou pesquisa divulgada nesta quarta-feira pela empresa de consultoria imobiliária Lopes. !Os lançamentos em 2013 devem oscilar no mesmo patamar de 2011 e 2012, entre 80 bilhões e 86 bilhões de reais", disse o gerente de Inteligência de Mercado da Lopes, Caio Augusto: "As empresas estão evitando fornecer estimativas para 2013, mas os lançamentos devem ser maiores ou pelo menos ficar estáveis". Os lançamentos de imóveis no País somaram 80 bilhões de reais no ano passado, queda de 7% em relação a 2011.

Câmara aprova aposentadoria especial para pessoas com deficiência

Com a presença de cadeirantes no plenário da Câmara, deputados aprovaram o projeto de lei que garante aposentadoria especial a pessoas com deficiência. Como foi aprovado também pelo Senado, a proposta segue agora para sanção da presidenta Dilma Rousseff. Terá direito à aposentadoria especial, pelo Regime Geral da Previdência Social, o segurado que contribuir por 30 anos, se homem, e 25 anos, no caso das mulheres, se a deficiência for considerada leve. Daqueles com deficiência moderada serão exigidos 27 anos de contribuição para os homens e 22 anos para as mulheres. Os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que possuam deficiência grave poderão se aposentar após 25 anos de contribuição no caso dos homens e 20 anos no caso das mulheres. Terá direito também a aposentadoria especial a pessoa com deficiência que tenha 60 anos, no caso dos homens, e 55 anos, se for mulher, e tempo de contribuição para a Previdência pelo período mínimo de 15 anos. A deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), que é tetraplégica, comemorou a aprovação do projeto.

Ministro da Justiça vai à Bolívia debater situação dos 12 corintianos detidos


O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, viajou à Bolívia para discutir a situação dos 12 torcedores corintianos que estão presos em Oruro há quase dois meses. Nesta quarta-feira, o representante do governo brasileiro se reuniu com autoridades bolivianas na cidade de La Paz. Os encontros foram realizados para discutir, além da situação dos presos, propostas para intensificar a fiscalização nas regiões fronteiriças. A visita do ministro da Justiça não é a primeira de um representante do governo brasileiro. Há cerca de 10 dias, seis deputados federais foram à Bolívia para se reunir com autoridades locais e pressionar por agilidade no processo que investiga a morte de Kevin Espada, atingido por um sinalizador no último dia 20 de fevereiro.

STF dobra de cinco para 10 dias o prazo para recursos de advogados no Mensalão do PT


Em votação na tarde desta quarta-feira, o Supremo Tribunal Federal resolveu aumentar o prazo para a interposição de possíveis recursos por parte dos advogados dos condenados no processo do Mensalão do PT. Pelo regimento interno do Supremo, eles teriam cinco dias para protocolar os recursos após a publicação da decisão. Iniciado em agosto e concluído em dezembro, o julgamento do Mensalão do PT resultou na condenação de 25 réus por envolvimento com o esquema de compra de votos no Congresso durante o governo do ex-presidente Lula. O Supremo está dividido sobre se o plenário deve analisar um recurso no qual os advogados pediram acesso antecipado aos votos escritos. Parte dos ministros defende que o presidente do Supremo e relator do processo do Mensalão do PT, ministro Joaquim Barbosa, submeta o caso também à análise do plenário.

STJ nega recurso ao governo do peremptório petista Tarso Genro e mantém pedágios em Carazinho até dezembro de 2013


A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça negou provimento, na noite desta quarta-feira, ao recurso do governo do peremptório petista Tarso Genro, que pedia a suspensão da liminar em favor da concessionária Coviplan, do polo de Carazinho. A decisão mantém o vínculo contratual da empresa de pedágios com o Rio Grande do Sul para conservação de estradas e cobrança de tarifas em quatro praças de pedágios, todas em estradas federais, até 28 de dezembro de 2013. No pedido de suspensão, o Estado e o DAER queriam encerrar a concessão sob a alegação de que o contrato havia acabado no dia 6 de março de 2013. O peremptório petista Tarso Genro, que não ganha uma na Justiça (perdeu todas até agora) chegou a essa conclusão ao interpretar que a concessão seria extinta 15 anos após a data de assinatura dos contratos. No entanto, a Justiça tem acatado a tese das empresas de que as concessões terminam 15 anos após a emissão da ordem de início de operações, o que ocorreu depois de um período de seis meses apenas de obras nas rodovias, sem a cobrança de pedágios. Esse entendimento joga o término dos contratos para dezembro de 2013. As sete concessionárias do programa estadual de pedágios obtiveram vitórias judiciais para se manter nos pólos até dezembro.

Para controlar ameaça síria, Estados Unidos mandarão tropas para a Jordânia


Em uma indicação do crescente envolvimento dos Estados Unidos na guerra civil da Síria, o secretário de Defesa americano, Chuck Hagel, pediu o deslocamento de mais de 200 militares para a Jordânia, de acordo com oficiais do departamento. Os grupos militares incluem especialistas em comunicação e inteligência que ajudarão os jordanianos a se "aprontarem para a ação militar" caso o presidente Barack Obama assim ordenasse, disse um oficial. O anúncio vem em meio à revisão das opções de ação militar na Síria por parte do Pentágono. Já há algumas dezenas de tropas americanas na Jordânia, mas a chegada dos reforços tornaria a presença militar dos Estados Unidos no país mais oficial. Os rebeldes na Síria lutam contra as forças leais ao presidente Bashar al-Assad. Mais de 450 mil sírios estão registrados como refugiados na Jordânia. A insurgência na Síria é controlada pela organização terrorista Al Qaeda.

Banco Mundial diz que Brasil deve crescer 3% em 2013


A região da América Latina e do Caribe deverá crescer 3,5% neste ano, ante alta de 3% no ano passado, mas a expansão ainda ficará abaixo da média de 5% observada antes da crise de 2008 e 2009, ou de 6% em 2010, prevê o Banco Mundial, em relatório semestral publicado nesta quarta-feira. O banco projeta que o Brasil e a Argentina deverão ter crescimento abaixo da média regional em 2013, em torno de 3%, superando, porém, a taxa de crescimento de 2%, em 2012. Segundo o relatório, estão diminuindo os ventos globais favoráveis que facilitaram o crescimento econômico robusto e a inclusão social na América Latina e Caribe na última década. O banco destaca ainda que o novo contexto global, de excesso de liquidez, crescimento mais lento na China, atividade econômica fraca e dívida pública elevada no mundo desenvolvido, aponta para a necessidade de a América Latina fazer mais por conta própria, a fim de voltar às taxas de crescimento semelhantes às taxas registradas na última década. O Banco Mundial prevê também no relatório que a Venezuela crescerá 0,1% e a Jamaica terá expansão de 1% neste ano. A economia do Peru deverá ter alta de 6%, a do Panamá, de 9%, e a do Paraguai, de 11%. Já a expansão econômica da Bolívia, Chile e Colômbia deverá ser de entre 4% e 5% neste ano.

Rio Grande do Sul cria 28.104 empregos formais em março


O saldo líquido de empregos formais gerados em março no Rio Grande do Sul foi de 28.104 vagas, segundo dados divulgados nesta quarta-feira, pelo Ministério do Trabalho. A criação de empregos no mês passado foi 66,54% maior do que em março de 2012, pela série sem ajuste. O número é o melhor para o mês de março desde 2010 e é resultado de 154.763 admissões e 126.659 demissões. Houve elevação no nível de emprego em sete dos oito setores acompanhados pelo ministério, com destaque para a indústria de transformação e serviços. O setor da agropecuária foi o úncio que apresentou variação negativa no saldo de empregos.

Brigada Militar quer ouvir sobreviventes do incêndio na boate assassina Kiss


A Brigada Militar está chamando os sobreviventes do incêndio na boate assassina Kiss, que ainda não prestaram depoimento à corporação, para que colaborem com o Inquérito Policial Militar (IPM). As informações dadas pelas pessoas que estavam na casa noturna na madrugada da tragédia podem ajudar na investigação que apura possíveis irregularidades na fiscalização e na concessão de alvarás pelo Corpo de Bombeiros. Além disso, o IPM aberto pela corporação em 27 de janeiro também vai averiguar se as atitudes adotadas pelos profissionais e policiais militares durante o resgate às vítimas da tragédia colocou em risco a vida de civis que ajudaram no salvamento.

Demanda doméstica de vôos cresce 1,14% em março


A demanda pelo transporte aéreo doméstico de passageiros (passageiros-quilômetros pagos transportados - RPK) aumentou 1,14% em março, ante igual mês do ano passado, informou nesta quarta-feira a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Segundo a agência, esse foi o maior nível de demanda doméstica para o período desde o início da série histórica. Apesar do aumento no mês passado, no acumulado do primeiro trimestre a demanda teve queda de 1,19% em relação ao mesmo período de 2012. A oferta doméstica (assentos-quilômetros oferecidos - ASK) foi reduzida em 5,97% em março, ante igual período de 2012, seguindo a tendência verificada desde setembro. No acumulado de janeiro a março a queda na oferta é de 7,78%. Avianca e Azul mais uma vez se destacaram com as maiores taxas de crescimento da demanda em março, com índices de 30,37% e 29%, respectivamente. A Gol também registrou crescimento, de 6,34%, e o Grupo TAM, que reúne as operações das empresas TAM Linhas Aéreas e Pantanal Linhas Aéreas, apresentou alta de 3,76% no mesmo período, se comparado com o ano anterior. Em relação à participação, TAM segue na liderança do mercado doméstico, com participação (em RPK) de 39,26%. A rival Gol ficou com 36,19%. Os dados acumulados do primeiro trimestre de 2013 mostram que a participação das duas empresas alcançou 76,07%: 41,26% para TAM e 34,81% para a Gol. Com o aumento da demanda e a redução da oferta, a taxa de aproveitamento das aeronaves em vôos domésticos de passageiros alcançou 71,33% em março, acima dos 66,32% verificados em março de 2012.

Maracanã poderá receber jogo oficial antes da Copa das Confederações


O Maracanã pode receber uma partida oficial antes da Copa das Confederações. O secretário de governo Wilson Carlos passou esta informação ao grupo de deputados que fez uma visita no estádio, na tarde desta quarta-feira, para verificar a parte final das obras. O jogo seria no segundo evento-teste, marcado para o dia 15 de maio. A ideia é utilizar a data para uma partida da segunda fase da Copa do Brasil ou das quartas de final da Libertadores, caso o Fluminense siga na disputa. A previsão é de utilização de 50% da capacidade do estádio. O deputado estadual Bebeto, que esteve na visita, não escondeu a alegria e adiantou que formará a dupla de ataque com Romário na reabertura do Maracanã, no dia 27 de abril, em um jogo contra um time que será formado pelos amigos de Ronaldo Nazário. Neste primeiro evento-teste, será utilizada 30% da capacidade. Lotação completa (78.639 lugares), só no dia 2 de junho para o amistoso entre Brasil e Inglaterra.

Déficit está em US$ 2,9 bilhões este mês


O saldo do ingresso e saída de dólares do País continua negativo, segundo dados divulgados nesta quarta-feira pelo Banco Central. Na segunda semana do mês, as saídas superaram as entradas em US$ 2,941 bilhões. No mês, até o dia 12, o saldo negativo soma US$ 3,002 bilhões, diante de resultado positivo de US$ 180 milhões nos dez primeiros dias úteis de abril de 2012. Neste mês até o dia 12 (dez dias úteis), a maior parte do resultado negativo veio do fluxo financeiro (investimentos em títulos, remessas de lucros e dividendos ao Exterior e investimentos estrangeiros diretos, entre outras operações), com déficit de US$ 2,049 bilhões, enquanto o comercial (operações de câmbio relacionadas a exportações e importações) registrou US$ 954 milhões. De janeiro até 12 de abril, o fluxo cambial ficou negativo em US$ 5,102 bilhões. O fluxo financeiro registrou saldo negativo de US$ 2,101 bilhões e o comercial, de US$ 3,001 bilhões.

Autoridades acreditam ter identificado suspeito do atentado de Boston


Autoridades acreditam que tenham identificado um suspeito dos ataques de Boston, por meio de imagens de vídeo de uma loja de departamento e da televisão, indicou a CNN nesta quarta-feira. Já o jornal Boston Globe indicou que as autoridades têm uma imagem do suspeito carregando uma bolsa negra no local da explosão da segunda bomba. Três explosões ocorridas na segunda-feira na capital de Massachusetts (duas na linha de chegada da Maratona de Boston e uma terceira nas imediações da Biblioteca John F. Kennedy, distante cerca de cinco quilômetros do primeiro local) deixaram três mortos e 176 feridos. Em razão do atentado, qualificado pelo presidente Barack Obama como "ato de terror", a segurança de prédios públicos e de diversas cidades do país foi reforçada. Mais de mil agentes de diferentes órgãos de investigação do governo americano têm trabalhado em Boston, de acordo com o chefe local do FBI, Rick Deslauriers.

Carta suspeita enviada a Obama tinha toxina de mamona


Uma carta suspeita dirigida ao presidente Barack Obama continha rícino, uma toxina letal presente na semente de mamona. Conforme informações do FBI, a carta não possui conexão com o atentado de Boston. A carta foi entregue na véspera, no centro de distribuição de correios da Casa Branca, que fica fora do complexo presidencial. O documento foi colocado em quarentena pelos agentes do serviço secreto, depois das primeiras análises realizadas nesta quarta-feira, que apontaram resultado positivo para rícino.

Marina Silva sobre projeto que restringe novas siglas: "Eles querem o monopólio da política"


A ex-ministra e ex-senadora Marina Silva, que disputou a Presidência pelo PV em 2010 e agora tenta fundar o partido Rede Sustentabilidade, para concorrer novamente em 2014, criticou nesta quarta-feira o projeto de restrição a novas siglas que tramita no Congresso. A amkbientaleira Marina Silva expressou seu descontentamento com o apoio do governo Dilma à matéria, que veda o acesso de novas legendas aos recursos do Fundo Partidário e ao tempo de TV na legislatura em que forem criados. Marina Silva atacou particularmente a postura dos correligionários do ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, que fundou o PSD em 2011: "Estão utilizando dois pesos e duas medidas. A lei durou até agora e foi válida inclusive para o prefeito Kassab. Após ususfruir dos direitos legais que fizeram com que o seu partido pudesse ter direito ao tempo de televisão, ele se juntou com o PMDB e com a base do governo para apresentar um projeto de lei proibindo que as outras iniciativas possam ter direito aos benefícios que a lei assegurou a eles. E isso é mudar as regras do jogo durante o jogo".

Médicos suspendem atendimento a planos de saúde no próximo dia 25


Médicos em todo o País vão suspender o atendimento a pacientes com plano de saúde no próximo dia 25, quando será organizado o Dia Nacional de Alerta aos Planos de Saúde. A mobilização ocorre pelo terceiro ano consecutivo e conta com o apoio do Conselho Federal de Medicina (CFM), da Associação Médica Brasileira (AMB) e da Federação Nacional dos Médicos (Fenm). Na data, estão previstos protestos em diversos Estados contra o que a categoria chama de abusos praticados pelas operadoras na relação com médicos e com pacientes. O formato dos atos públicos (caminhadas, concentrações etc.) será definido em assembleias organizadas pelas comissões estaduais de honorários médicos, compostas pelas associações médicas, conselhos regionais de medicina, sindicatos médicos e sociedades estaduais de especialidades. Entre os itens reivindicados pela categoria estão o reajuste de consultas e de procedimentos e o apoio ao Projeto de Lei 6.964/10, que trata da contratualização e da periodicidade de reajuste dos honorários pagos aos médicos. A classe cobra ainda uma resposta da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) sobre as propostas de cláusulas obrigatórias a serem inseridas nos contratos entre médicos e planos de saúde, apresentadas pelos médicos em abril do ano passado.