quinta-feira, 18 de julho de 2013

TERMINA GREVE SELVAGEM DOS MOTORISTAS DA CARRIS E DA NORTRAN

Após quase treze horas de paralisação, os ônibus da Carris e da Nortran voltaram a circular em Porto Alegre ainda nesta quinta-feira. A decisão decorreu de audiência no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região entre o Ministério Público do Trabalho, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e representantes das empresas e rodoviários, que estavam parados desde as 4h30min desta quinta-feira. Durante a audiência ficou decidido que as empresas pagarão o salário referente ao dia 11 de julho, quando o transporte coletivo aderiu à greve geral no País no Dia Nacional de Lutas. Também deve haver uma nova eleição no Sindicato dos Rodoviários. A ação foi ajuizada depois da EPTC registrar ocorrência e procurar o Ministério Público do Trabalho para acionar os envolvidos na greve, que terão o ponto cortado, conforme anunciado pelo presidente da Carris, Sérgio Zimmermmann. Essa greve selvagem, na verdade, reflete a divisão entre os grupos político-partidários de ultra esquerda que se digladiam pelo controle do sindicato da categoria.

PREFEITURA DE SANTA MARIA SUSPENDEU LICENÇA ANTERIOR PARA O CORTE DE 18 MIL ÁRVORES POR EMPRESA DE AREIA

A Secretaria Municipal de Proteção Ambiental da prefeitura de Santa Maria suspendeu a licença que autorizava o corte de mais de 18 mil árvores na localidade de Passo do Arenal. A decisão foi tomada após emissão de parecer técnico da Secretaria de Meio Ambiente do Estado. O documento apontou irregularidades na liberação concedida pela prefeitura. Uma das principais questões, explica a delegada Roberta Bertoldo da Silva, é que a licença emitida pela secretaria municipal não especificava a área onde o corte das árvores seria permitido. E parte do terreno, às margens do Arroio Arenal, é  protegida por lei e deve ser preservada.

BANCO CENTRAL PODE ELEVAR AINDA MAIS A SELIC SE O DÓLAR CONTINUAR EM ALTA

O Banco Central manifestou nesta quinta-feira a preocupação mais explícita com o impacto da valorização do dólar na inflação. A mudança de tom reforça a expectativa de novos aumento nos juros, mas não provocou uma revisão das projeções no sentido de uma elevação maior da taxa do que a prevista anteriormente. Os comentários do Banco Central estão na ata do Copom (Comitê de Política Monetária), documento que traz detalhes sobre a decisão de elevar a taxa básica Selic para 8,5% ao ano na semana passada. No documento, o Banco Central afirma que desvalorização do real "constitui fonte de pressão inflacionária em prazos mais curtos". Ele ressalta, porém, que o impacto desse aumento do dólar em prazos mais longos "podem e devem ser limitados pela adequada condução da política monetária", ou seja, pelo aumento dos juros. Para o economista-sênior do Espírito Santo Investment Bank, Flavio Serrano, esse trecho indica que, se o dólar continuar subindo, o Banco Central vai subir ainda mais os juros. No entanto, sua expectativa é que cotação da moeda americana deve permanecer no atual patamar, entre R$ 2,20 e R$ 2,30. Na ata desta quinta-feira, o Banco Central manifestou também preocupação com o ritmo de crescimento da economia. Apesar de notar que trabalha com "um ritmo de atividade doméstica mais intenso neste e no próximo ano", a autoridade monetária ressalta que a velocidade da retomada pode ser contida caso a queda na confiança de empresários e consumidores não seja revertida. O Banco Central voltou a destacar no documento que a inflação alta é maléfica para o crescimento, ao corroer o poder de compra das famílias e dificultar o planejamento das empresas, sendo um importante fator que a afeta a confiança da população.

LONDRES RECOMENDA DESATIVAR INSTRUMENTO DE EMERGÊNCIA NO BOEING 787

O escritório de investigação britânico sobre acidentes aéreos (AAIB) recomendou nesta quinta-feira a desativação das balizas de emergência nos Boeing 787 fabricadas pela Honeywell até a adoção de medidas apropriadas, após um incêndio a bordo de uma aeronave estacionada no aeroporto de Londres. "Recomenda-se que a Administração Federal de Aviação (FAA, autoridade americana de aviação) tome medidas para desativar o transmissor de localização de emergência Honeywell International RESCU406AFN nos aviões Boeing 787, até que as medidas adequadas para assegurar a aeronavegabilidade sejam finalizadas", indicou o AAIB, em um relatório sobre o incêndio no 787 da Ethiopian Airlines ocorrido sexta-feira no aeroporto de Heathrow. Mas, as autoridades britânicas disseram que a causa do incêndio permanecem incertas. O incidente poderia ter sido causado pela bateria da baliza de emergência ou por algo "externo", como um curto-circuito. Este instrumento, que se destina a localizar a aeronave em caso de acidente, é alimentado por uma bateria de lítio-manganês pequena. De acordo com o AAIB, é a primeira vez que esta baliza, entre os mais de 6.000 exemplares instalados em diferentes aviões, se envolve num incêndio. O escritório britânico também chamou a FAA a proceder, com outras autoridades de aviação, a uma "análise das instalações de transmissores localizadores de emergência de segurança com baterias de lítio" em outros tipos de aeronaves, e a tomar medidas, se necessário. Os 50 Boeing 787 Dreamliners em operação no mundo foram proibidos de voar em meados de janeiro, depois de dois casos de superaquecimento de baterias de lítio-íon. A Boeing modificou a concepção dessas baterias, sem, contudo, encontrar o problema.

GRUPO FRANCÊS CASINO PEDE A SAÍDA DO EMPRESÁRIO ABILIO DINIZ DA VIA VAREJO

O Casino, grupo varejista francês que controla o Pão de Açúcar, enviou nesta quinta-feira um comunicado para Abilio Diniz, presidente do conselho do Pão de Açúcar, pedindo que ele coloque na pauta da próxima assembleia de acionistas sua saída do conselho da Via Varejo. A empresa é resultante da fusão entre Casas Bahia e Ponto Frio, controlada pelo Pão de Açúcar. Ronaldo Iabrudi, representante do Casino no Brasil, é o nome indicado para substituir Abilio Diniz, empresário que serviu de tapete para Lula, Dilma e o PT nas últimas três eleições. Iabrudi também foi indicado para o conselho do Pão de Açúcar em substituição a Jean-Louis Bourgier, que está se aposentando. No Pão de Açúcar, Abilio Diniz continua na presidência do conselho, um direito contratual vitalício após ter vendido o controle do Pão de Açúcar ao Casino. Iabrudi só passará a ocupar os cargos após eleição em assembléia geral nas duas companhias, o que deve ocorrer nas próximas semanas.

A CÂMARA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE JÁ ESTÁ LIVRE DA VAGABUNDAGEM ESQUERDOPATA

Os esquerdopatas que tinham invadido a Câmara Municipal de Porto Alegre na quarta-feira da semana passada, deixaram o local na manhã desta quinta-feira, após terem proporcionado os mais ordinários atos dentro do Parlamento. Os vagabundos alegavam reivindicar psse livre nos ônibus para estudantes e desempregados e a abertura das contas das empresas de transporte público. “É uma vitoria do movimento. Esse era o objetivo principal da ocupação da Câmara de Vereadores desde a quarta-feira passada”, afirmou um manifestante. Sem dúvida, eles tiveram uma grande vitória, porque colocaram a Câmara Municipal de quatro, estuprada, violentada. Os vereadores, que nunca tiveram grande respeitabilidade, por sua quase completa inércia e inutilidade, desta vez mostraram também que são completos inúteis para a defesa das prerrogativas dos parlamentos garantidas na Constituição brasileira, na Constituição estadual e na Constituição municipal, a Lei Orgânica do Município. Os vagabundos, antes de sair da Câmara Municipal, produziram o último ato de supremo desprezo pela vida democrática, pelo Estado Democrático de Direito: pelaram-se e se exibiram diante do painel de ex-presidentes da Câmara, que fica ao lado da porta de entrada do Plenário. E colocaram cartazes, um deles avisando que devem voltar. A vistoria realizada por oficiais de Justiça constatou que 14 itens foram danificados na Câmara de Porto Alegre durante a invasão dos vagabundos esquerdopatas: 1) espelho rachado na porta da obra Caixa de Música, de Kátia Costa, que não está mais tocando (3º piso); 2) parte superior do gradil do elevador de entrada torta (térreo); 3) pia quebrada no banheiro utilizado por deficientes físicos, junto ao Teatro Glênio Peres (2º piso); 4) cadeira com encosto quebrado na portaria superior; 5) pia no banheiro ao lado da sala 221 encontra-se trincada (2º piso); 6) maçaneta da porta da sala 393 solta (3º piso); 7) placas com os nomes dos vereadores na garagem invertidas e com dizeres: "Está na hora de pegar um busão"; 8) vidro da parte inferior da porta no andar térreo trincado; 9) maçaneta de madeira da porta de vidro do plenário descolada; 10) no plenário, oito portas das terminais das mesas de vereadores danificadas; 11) duas cadeiras de vereadores do plenário sem encostos; 12) algumas cadeiras da assistência do plenário desparafusadas; 13) o quadro com a fotografia da vereadora Mônica Leal (PP) sem o vidro (2º piso); 14) no setor de Taquigrafia, gavetas de duas mesas arrombadas. Restaram, do episódio inteiro, algumas constatações lastimáveis. A primeira delas é quanto ao papel desempenhado pelo presidente da Câmara Municipal, o vereador Thiago Duarte (PDT), que demonstrou uma grande pusilânimidade e ingenuidade sem limites. Ele achou que era possível "dialogar" com os vagabundos esquerdopatas. Quando tomou uns pontapés no traseiro dos vagabundos, na sexta-feira, aí entendeu que não havia diálogo, e resolveu ingressar com o pedido de reintegração de posse da Câmara Municipal. A segunda grande lastimável constatação é quanto ao papel desempenha pela Justiça. A juíza da 1ª Vara da Fazenda Pública do Foro Central, Cristina Luíza Marquesan da Silva, cassou a liminar que determinava a reintegração de posse e resolveu marcar uma esdrúxula audiência entre as partes. Foi como se ela dissesse que os vagabundos esquerdopatas também podem invadir o Tribunal de Justiça ou o Foro Central de Porto Alegre. A juíza desconsiderou que o que aconteceu no episódio foi uma violenta agressão contra o Estado Democrático de Direito, e resolveu relativizar tudo por sua própria conta. A terceira deplorável constatação, mas esta previsível, é que o peremptório petista Tarso Genro comprovou a politização da Brigada Militar sob seu comando, negando que tropas fossem enviadas para proteger a Câmara Municipal contra os barbarismos cometidos ali pela escumalha comandada, em parte, por sua filha, Luciana Genro. Entendam de uma vez por todas: o peremptório petista Tarso "Nero" Genro está por trás de todos os episódios. As violências foram executadas por partidecos e supostos "movimentos sociais" que são continuidades do PT, tais como PSOL, PSTU, PCO e similares. O tal Movimento Passe Livre é um mascaramento do PSOL. E outra parte violenta das manifestações foi realizada pela organização terrorista clandestina Levante Nacional da Juventude, braço da Frente Anarquista Internacional no Brasil. Anotem aí: o próximo alvo que será insistentemente perseguido, até ser invadido, depredado e incendiado, é o prédio da RBS na Avenida Ipiranga, esquina com Eirco Verissimo. A Rede Globo, no Rio de Janeiro, já sofreu um primeiro ataque.

JUSTIÇA GAÚCHA MANDA ARQUIVAR INQÚERITO DA POLÍCIA DO PEREMPTÓRIO PETISTA E LIQUIDA PROCESSO CRIMINAL CONTRA O PREFEITO DE SANTA MARIA NO CASO DA BOATE ASSASSINA KISS

O processo criminal contra o prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer, no caso da boate assassina Kiss, produzido sob o comando do peremptório petista Tarso "Nero" Genro, está arquivado. A decisão foi da 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, nesta quinta-feira. O inquérito policial foi enviado ao Tribunal de Justiça porque o prefeito Cezar Schirmer tem foro privilegiado. Com essa decisão, Schirmer não responderá mais criminalmente pela morte de 242 jovens, vítimas do trágico incêndio na boate assassina Kiss. O inquérito policial indiciou 16 pessoas criminalmente e responsabilizou outras 12. Já o Ministério Pùblico denunciou oito pessoas, sendo quatro por homicídio, duas por fraude processual e duas por falso testemunho.

LULA DIZ QUE PARTE DA ELITE BRASILEIRA TINHA COMPLEXO DE VIRA-LATAS ANTES DE SEU GOVERNO

O ex-presidente Lula disse na tarde desta quinta-feira, durante palestra sobre a política externa brasileira, que o Brasil ainda não era um País respeitado internacionalmente quando ele chegou à Presidência no início de 2003. "Nós não éramos respeitados. Uma parte da elite tinha complexo de vira-latas. A elite não queria disputa para ser igual (aos outros países), ela já se achava inferior", afirmou. Uma das primeiras ações levadas a cabo por sua administração, disse, foi levar ao Fórum de Davos a idéia de que era possível vencer a fome. "Fui a Davos no primeiro mês de mandato e disse que era possível acabar com a miséria e a fome. Exatamente o mesmo que disse no Fórum Social Mundial no mesmo ano", afirmou. Lula narrou também um encontro que teve com o ex-presidente norte-americano George W. Bush, no início de seu governo, próximo ao início da Guerra do Iraque (2003-2011). Segundo ele, Bush buscava aliados para o conflito, que rechaçou, dizendo que a guerra que ele iria travar na sua administração era contra a fome.

POLICIAIS ACUSADOS DE TORTURA DE PRESOS SE ENTREGAM NO PARANÁ

A Polícia Civil do Paraná informou na tarde desta quinta-feira que 11 dos 14 mandados de prisão expedidos pela Justiça da comarca de Colombo, na região metropolitana de Curitiba, foram cumpridos. Até o final da tarde, nove policiais civis, um policial militar e um agente da Guarda Municipal já haviam se apresentado. Eles são denunciados por supostas torturas contra quatro jovens em Colombo, para que eles confessassem o estupro e assassinato de Tayná Adriane da Silva, de 14 anos. O delegado Silvan Pereira, que comandava a Delegacia do Alto Maracanã, em Colombo, deve se apresentar até segunda-feira, segundo o advogado de defesa Cláudio Dalledone Júnior. O advogado ainda estuda a melhor forma de pedir a revogação da prisão de seu cliente. O prazo final para as apresentações expira na noite desta quinta-feira e, a partir daí, as pessoas passarão a ser consideradas fugitivas. Um preso da delegacia de Araucária também está entre os envolvidos nas acusações. Além dos 14 mandados de prisão, a Justiça pediu o afastamento de seis policiais supostamente envolvidos. Entre eles estão dois policiais do Centro de Operações Especiais da Polícia (Cope), considerado um grupo de elite da corporação.

ASSOCIAÇÃO DE EMISSORAS REPUDIA ATOS DE DEPREDAÇÃO CONTRA REDE GLOBO

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) divulgou nota nesta quinta-feira em que repudia os atos de vandalismo cometidos contra a sede da Rede Globo no Rio Dde Janeiro, na quarta-feira. "Atos de vandalismo como os ocorridos no Rio de Janeiro devem ser rechaçados por atentar contra a liberdade de imprensa e o direito à informação", cita a nota, assinada pelo presidente da Abert, Daniel Pimentel Slaviero. O texto destaca que as manifestações em frente à casa do governador Sérgio Cabral Filho (PMDB) acabaram em vandalismo na sede da emissora, localizada no bairro do Leblon. Cita ainda que "foram lançadas pedras e coquetéis molotov contra a fachada do prédio, que teve vários vidros quebrados" e que "no mesmo ato, um carro de reportagem do SBT (Sistema Brasileiro de Televisão) foi pichado pelos manifestantes". O governador Sérgio Cabral classificou de "afronta ao Estado Democrático de Direito" a depredação que aconteceu pelas ruas do Leblon e Ipanema, na zona sul da capital fluminense.

DADOS DO IMAZON MOSTRAM DESMATAMENTO DE QUASE 2.000 QUILÔMETROS DE FLORESTAS EM APENAS UM ANO

Dados divulgados pelo instituto de pesquisa Imazon revelam um alarmante aumento de 103% no desmatamento da Amazônia Legal. Entre agosto de 2012 a junho de 2013 foram desmatados 1.838 quilômetros quadrados de floresta. No período de agosto de 2011 a junho de 2012 o número foi de 907 quilômetros quadrados. Somente no último mês de junho, desapareceram 169 quilômetros quadrados de floresta. Em junho de 2012 o número foi de 15 quilômetros quadrados, indicando um aumento de 1078% de degradação florestal. Os Estados que mais desmataram foram: Pará (42%), Amazônia (32%), Mato Grosso (18%) e Rondônia (5%).

BASE ALIADA SE PREPARA PARA DERRUBAR O VETO DA SOBERANA BOLIVIARIANA PETISTA DILMA AO FPE

Pressionados por prefeitos e vivendo uma relação de desgastes com o Palácio do Planalto, parlamentares da base aliada se preparam para derrubar em agosto o veto parcial da presidente Dilma Rousseff à nova lei de redistribuição de recursos do Fundo de Participação dos Estados (FPE). A parte vetada pela presidente obriga a União a arcar sozinha com as desonerações do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), por exemplo, para o setor automobilístico, sem dividir a redução nas arrecadações com os municípios, como tem acontecido. "O veto cai com tranquilidade, de capote", reagiu o líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), o mesmo partido do vice-presidente da República, Michel Temer. "O governo pode desonerar, mas dentro do que couber na receita da União", reforçou o deputado Arthur Lira (AL), líder do PP, outro partido aliado na Casa. "É um veto muito difícil de ser mantido", profetizou o líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM). Para ele, uma das chances de se manter o veto é que seja retomada para valer uma agenda federativa no Parlamento e que o governo federal ofereça compensações aos outros entes federados. "Quando envolve a questão do pacto federativo, nenhum parlamentar vai ficar contra o seu Estado ou município", avaliou o senador. Para derrubar um veto são necessários 257 votos de deputados e 41 de senadores.

CÂMARA DOS DEPUTADOS GASTOU R$ 28,4 MIL COM FESTA DO PMDB

A presidência da Câmara dos Deputados gastou R$ 28,4 mil para bancar despesas de um jantar oferecido pelo deputado Henrique Eduardo Alves ao seus colegas de bancada do PMDB. O vice-presidente da República, Michel Temer, e os ministros Garibaldi Alves (Previdência) e Antonio Andrade (Agricultura) também participaram do evento na residência oficial, que aconteceu na terça-feira. A informação foi revelada pela ONG Contas Abertas. No cardápio, camarão, presunto parma e queijos finos. Segundo a assessoria de Henrique Eduardo Alves, o evento visava debater os trabalhos legislativos, o que justificaria o uso de recursos da Casa. Um orçamento teria sido realizado e a contratação foi feita pelo critério de menor preço. Os recursos foram liberados para que uma servidora fizesse o pagamento antecipado da despesa a uma empresa. Os R$ 28,4 mil referem-se a locação de mesas, cadeiras, decoração e serviço de buffet para aproximadamente 80 pessoas. O valor é equivalente a um custo de R$ 355,00 por pessoa. As bebidas alcoólicas servidas não foram pagas com recursos da Casa, ficando por conta do presidente da Câmara.

JOSÉ SERRA NEGA QUE ESTEJA TROCANDO O PSDB PELO PPS

O ex-governador José Serra (PSDB) afirmou nesta quinta-feira que não pretende deixar o PSDB e se disse "surpreso com as especulações sobre suposta ida para o PPS, do ex-senador Roberto Freire". "Não tenho lido jornais, mas fique surpreso com as notícias que chegaram a mim. Não sei quem falou que estou saindo do PSDB. Não sei de onde vieram essas especulações", declarou Serra, que proferiu palestra sobre "O Desenvolvimento Brasileiro e seus Problemas", na noite desta quinta-feira, na sede do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), em Bauru (SP). José Serra iniciou a coletiva com os jornalistas dizendo que não falaria sobre política partidária, mas no final deixou vazar algumas informações. Entre elas, a de que não conversou com o ex-prefeito Gilberto Kassab sobre uma possível aliança com o PSD. Mas adiante, explicou: "Ainda é cedo para essas especulações, deixa para o ano que vem". Para o ex-governador, o que está havendo é uma antecipação de campanha por parte do PT por causa do momento de convulsão da sociedade, da crise econômica vivida pelo governo e da queda de popularidade da presidente Dilma Rousseff, provável candidata à reeleição. "Acho que a antecipação da campanha eleitoral é um equívoco grave para o Brasil. Ninguém na população está preocupado com eleição. O PT antecipou, a Dilma passou dois anos perplexa com a herança que recebeu do governo do Lula e dois anos agora fazendo campanha. E a oposição também entrou nessa já querendo definir tudo, o que é um equívoco", comentou. José Serra se recusou a responder sobre se seria o maior o beneficiado pela situação. "É por isso que não quero entrar nessa", disse.

LULA DESMENTE QUE ESTEJA COM RECIDIVA DO CÂNCER, OU METÁSTASES, CONFORME CIRCULA NA INTERNET

O ex-presidente Lula (PT) negou nesta quinta-feira, durante palestra na Universidade Federal do ABC (UFABC), os boatos de que o câncer que teve na laringe teria voltado. "Fui visitar o Marcelo Déda, governador de Sergipe, que está com câncer, no hospital Sírio Libanês, onde ele também se tratou. Disseram que vou escondido de madrugada fazer tratamento. Se eu tivesse ido, jamais esconderia", disse. "Tenho que fazer exame de rotina a cada quatro meses. Não é correto que um canalha ou imbecil fique pela internet contando essas mentiras", acrescentou. Segundo Lula, os únicos exames que ele realiza são os rotineiros, a cada quatro meses, devido ao câncer que teve. "Vou fazer um exame em agosto. Se eu tiver câncer, eu serei o primeiro a falar para a imprensa", afirmou. E emendou: "Acho que temos de combater esse tipo de comportamento porque é vandalismo na internet". Lula negou também os boatos de que um de seus filhos teria enriquecido como empresário devido a um suposto favorecimento. "Li na internet que meu filho Fábio comprou um avião e virou sócio da Friboi", contou. E finalizou ainda sobre os boatos do câncer: "Se sair matéria que eu tenho câncer, é mentira. Se eu tiver eu digo para vocês. Eu não tenho", concluiu.

PMDB VAI APRESENTAR PEC PARA REDUZIR MINISTÉRIOS

O líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), anunciou nesta quinta-feira que completou as 171 assinaturas necessárias para apresentar um projeto de emenda constitucional que reduz de 39 para 25 o número de ministérios do governo federal. Ele pretende entregar o projeto no próximo mês, logo que o Congresso voltar das férias. A redução no número de ministérios é uma ação que atinge diretamente o governo da presidente Dilma, que usa as quase quatro dezenas de ministérios para abrigar os partidos aliados, entre eles o próprio PMDB. O ataque dos peemedebistas ao número de ministérios não é exclusividade do líder Eduardo Cunha. O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), afirmou que já levou à presidente Dilma a sugestão para que sejam extintos 14 ministérios, ficando o governo com os 25 sugeridos na proposta de emenda constitucional de Cunha. O partido, que tem Michel Temer na Vice-Presidência, decidiu encampar também a bandeira contrária ao financiamento público de campanhas, uma das principais do PT, propalando a tese de as doações continuarem sendo privadas, mas restritas a partidos políticos. Quando é lembrado de que tem cinco ministérios, o PMDB tem usado de ironia para tentar mostrar seu desprendimento em relação ao rema. "O PMDB tem ministro, não tem ministério", repete Eduardo Cunha, quase como um mantra. A afirmação demonstra um descontentamento pelo fato de o partido não receber os cargos de "porteira fechada". A redução drástica de ministérios tem sido descartada publicamente por integrantes do governo e do PT. A leitura no Executivo é que a medida poderia ter como impacto negativo uma admissão de que ao longo dos dez anos de governo petista houve exagero na criação de pastas.

JUÍZES QUEREM QUE AFASTAR MINISTRO JOAQUIM BARBOSA DA AÇÃO CONTRA OS TRIBUNAIS REGIONAIS FEDERAIS

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, vai enfrentar um pedido para que não participe do julgamento da ação que questiona a criação de quatro tribunais regionais federais no País. Um dia após Joaquim Barbosa ter suspendido a emenda que criou os Tribunais Regionais Federais, a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) decidiu nesta quinta-feira requerer a suspeição de Joaquim Barbosa porque, segundo a assessoria de comunicação da entidade, o presidente do Supremo não teria isenção para julgar o caso. Na avaliação da Ajufe, Joaquim Barbosa deu demonstrações de que não tem imparcialidade para analisar o caso, principalmente quando recebeu representantes de associações de juízes e disse que a aprovação da medida havia ocorrido de forma sorrateira, "ao pé do ouvido"e "no cochicho". Em agosto, o plenário do Supremo, que é integrado por Joaquim Barbosa e mais dez ministros, vai decidir se será ou não mantida a liminar concedida nesta semana pelo presidente do Supremo suspendendo a emenda dos novos TRFs. Na decisão, Joaquim Barbosa afirmou que a novidade enfraquecerá o Poder Judiciário. Principal responsável pela aprovação da emenda, o vice-presidente do Congresso, André Vargas (PT-PR), classificou de "equívoco" a decisão do presidente do Supremo de suspender o efeito da proposta. Vargas promulgou a matéria quando assumiu interinamente a presidência do Congresso na ausência do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), mesmo após manifestações contrárias de Joaquim Barbosa e do próprio Executivo, que teme o excesso de gastos.

BOLÍVIA CONFIRMA: REVISTOU O MINISTRO PETISTA CELSO AMORIM, POR SUSPEITA DE TRÁFICO DE COCAÍNA; ALÉM DE SER FAREJADO POR CÃES E TIRAR OS SAPATOS, MINISTRO DA DEFESA TEVE QUE FICAR DE CUECAS

O governo boliviano admitiu na quarta-feira que a polícia antinarcóticos revistou um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) que levou o ministro da Defesa, o petista bolivariano Celso Amorim a La Paz, em 2011, em uma ação qualificada de infame pelo governo do país andino. "Às vezes os agentes da Força Especial de Luta Contra o Narcotráfico cometem algumas infâmias porque não sabem se é um avião VIP ou não. Houve uma reclamação do Brasil e esclarecemos isto", disse o chefe da diplomacia boliviana, David Choquehuanca. As declarações do chanceler ocorreram um dia após Brasília ter confirmado vistorias em três aviões brasileiros e ter dito que elas representavam "violações da imunidade das aeronaves da FAB".O governo brasileiro destacou que a revista "jamais" foi autorizada por Amorim, que não estava a bordo. A oposição boliviana aproveitou a notícia para criticar o governo do ditador local, o indio cocaleiro Evo Morales, por supostamente ter um peso e duas medidas. Há duas semanas, o índio cocaleiro ficou indignado por ter seu avião impedido de sobrevoar o espaço aéreo de países europeus devido à suspeita de que o ex-analista de inteligência Edward Snowden, procurado pelos Estados Unidos, estivesse a bordo. O Ministério da Defesa já confirmou que o ministro petista bolivariano Celso Amorim estava a bordo do avião. O índio cocalero humilha o Brasil pela segunda vez. A primeira foi quando mandou invadir a refinaria da Petrobras e queimar a bandeira brasileira. Lula, assim como Dilma, fez que não viu. Sobre o título, para comprovar, basta falar com qualquer brasileiro que já passou por revista da FELCN em aeroporto boliviano. Tira sapato e fica de cueca, não é Amorim?

GOVERNO DOS "TRABALHADORES" RASGA CLT E JOGA NO LIXO, "MAIS MÉDICOS" NÃO PAGA 13º SALÁRIO, FGTS, FÉRIAS E HORA EXTRA

A uma semana do término das inscrições do programa "Mais Médicos", bandeira do governo Dilma para levar profissionais da saúde ao interior do País, candidatos estão desistindo dele alegando falta de direitos trabalhistas. O governo argumenta que, por se tratar de bolsa de formação, ela não prevê hora extra, 13º salário e FGTS, mas que, como paga INSS, os médicos terão outros benefícios, como contagem de tempo para a aposentadoria. Os profissionais receberão R$ 10 mil mensais, com jornada de 40 horas semanais, pelo período de três anos. "Não há direito algum. Fica complicado aceitar um trabalho nessas condições", diz o urologista Cesar Camara, de 38 anos, de São Paulo, que fez a inscrição e desistiu de efetivá-la. As regras estão no edital do programa, que diz não haver vínculo empregatício. Mas a Fenam (Federação Nacional dos Médicos) entende que o governo está descumprindo as leis trabalhistas e vai orientar os sindicatos a entrar com com ações na Justiça. "Esse programa é uma arapuca. Fere totalmente a legislação trabalhista", diz Geraldo Ferreira Filho, presidente da Fenam. Ele afirma que a entidade não desestimulou a inscrição porque, para muitos, o trabalho é uma "questão de sobrevivência". Para o advogado Otavio Pinto e Silva, professor da USP, a Justiça pode entender que a relação de trabalho prevista no programa configura emprego (por ser contínuo e com subordinação) e deve ser regida pela CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). Parlamentares estão tentando incluir, na medida provisória que criou o "Mais Médicos", a previsão de um contrato de trabalho e de direitos trabalhistas para médicos que aderirem ao programa. Há propostas do tipo entre as 567 emendas apresentadas por deputados e senadores ao texto original, que está no Congresso há uma semana.

LULA PROÍBE ENTRADA DA IMPRENSA EM PALESTRA NA UNIVERSIDADE DO ABC

Na primeira aparição em evento público do ex-presidente Lula após a onda de protestos iniciada em junho, cerca de 30 jornalistas foram mantidos do lado de fora do auditório da Universidade Federal do ABC, em São Bernardo do Campo, onde ele deu uma palestra na tarde desta quinta-feira. Foi liberada a entrada apenas de cinegrafistas. Jornalistas de outras mídias, impresso, online e rádio, foram credenciados para o evento, mas ao chegarem foram informados de que deveriam acompanhar o evento por meio de um telão aberto ao público em geral, do lado de fora do auditório. De acordo com a assessoria do ex-presidente, a orientação aos jornalistas partiu da organização da "Conferência Nacional 2003 - 2013 - Uma Nova Política externa". No entanto, a assessoria da Universidade do ABC, que organizou a conferência, disse que a orientação de impedir a entrada de jornalistas partiu da equipe de Lula.

DILMA PERDE 50% DOS VOTOS EM NOVA PESQUISA

Pesquisa nacional Ibope feita em parceria com o Estado entre quinta-feira e domingo passados revela um cenário bem mais competitivo da sucessão presidencial de 2014. No cenário com quatro candidatos a presidente, Dilma tem 30% das intenções de voto estimuladas, contra 22% de Marina Silva (sem partido), 13% de Aécio Neves (PSDB) e 5% de Eduardo Campos (PSB). Contra os mesmos adversários, Lula chegaria a 41%, e os adversários ficariam, respectivamente, com 18%, 12% e 3%. Por comparação, a taxa de Lula é 37% maior que a de Dilma. Em um segundo cenário, com cinco candidatos a presidente, Dilma fica com 29% das intenções de voto, contra 21% de Marina e 12% de Aécio Neves. Os três perdem um ponto porcentual com a entrada no páreo do presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa. O magistrado chega a 6%, contra 5% de Eduardo Campos. Nesse segundo cenário, trocando-se Dilma por Lula, o candidato do PT cresce dez pontos e chega a 39%. Marina cai para 17%, Aécio permanece com 12%, Barbosa fica com 6%, e Campos cai a 3%. No único cenário estimulado que é comparável ao da pesquisa Ibope/Estadão de março, Dilma despencou. Na simulação com quatro candidatos a presidente, ele caiu de 58% para 30% de intenção de voto estimulada. Ao mesmo tempo, Marina Silva cresceu 10 pontos: de 12% em março, para 22% em julho. Aécio Neves ganhou 4 pontos: de 9% para 13%. Campos oscilou de 3% para 5%. Também foi notável a expansão do voto nulo e branco. Entre março e domingo passado, a taxa dos que não votariam em nenhum dos candidatos testados dobrou de 9% para 18%, mais um reflexo do descontentamento dos eleitores com os políticos. O crescimento de Marina Silva e a queda de Dilma na pesquisa estimulada se explica, em parte, pela inversão das preferências dos eleitores mais ricos. Entre os que ganham mais de 10 salários mínimos, a presidente caiu de 43% para 19% das intenções de voto, enquanto Marina pulou de 18% para 44%. A primeira pergunta do Ibope sobre a sucessão pediu ao eleitor que dissesse em quem ele votaria se a eleição fosse hoje, mas não apresentou opções. Nessa resposta, dita espontânea, Dilma ficou com 16% das intenções de voto, contra 12% de Lula, 5% de Aécio, 4% de Marina, 3% de Joaquim Barbosa, 3% de José Serra (PSDB), 1% de Eduardo Campos e 1% de Geraldo Alckmin (PSDB).Outros 40% dos brasileiros não souberam dizer espontaneamente o nome de um candidato a presidente, e 13% responderam que votariam em branco ou anulariam. Demais nomes somaram 1%. Em comparação à pesquisa feita pelo Ibope em março, Dilma perdeu mais da metade sua intenção de voto espontânea. Ela tinha 35% de citações na pesquisa anterior, contra 16% agora. A perda de eleitores coincide com a queda abrupta da popularidade da presidente após as manifestações de rua ocorridas desde junho. A pesquisa Ibope/Estado foi feita entre os dias 11 e 14 de julho. Foram entrevistados 2.002 brasileiros de 16 anos ou mais de idade em 140 municípios de todas as regiões do Brasil.

COM DILMA DESPENCANDO, SEGUNDO TURNO PODE FICAR ENTRE AÉCIO NEVES E MARINA SILVA

Aécio Neves (PSDB) não é conhecido por mais de 30% dos eleitores e terá tempo de TV. Com Dilma despencando, segundo turno poderá ser de Aécio Neves contra Marina Silva. Na simulação de segundo turno entre a presidente Dilma Rousseff (PT) e a ex-ministra Marina Silva (sem partido), na pesquisa feita pelo Ibope em parceria com o Estado, as duas aparecem tecnicamente empatadas: Dilma tem 35% contra 34% de Marina Silva. A margem de erro máxima é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos. Outros 19% dizem que, nesse cenário de segundo turno, anulariam ou votariam em branco. E os 13% restantes não souberam ou não quiseram responder. A alta taxa de branco/nulo é mais um indicativo do descontentamento do eleitor com os políticos. Apenas Marina Silva consegue empatar com Dilma nas simulações de segundo turno pesquisadas pelo Ibope. No confronto dois a dois contra Aécio Neves (PSDB), a presidente leva 12 pontos de vantagem: 38% a 26%. A taxa de branco/nulo, porém, sobe de 19% para 24% nesse cenário, mostrando que parte dos eleitores que votariam em Marina preferem anular a votar no tucano. Contra Eduardo Campos (PSB) ou contra o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, Dilma teria uma vantagem mais folgada do que contra Aécio. A presidente bateria o governador de Pernambuco por 39% a 19%, e venceria Barbosa por 40% a 22%, se a eleição fosse hoje. Esses foram os únicos cenários testados pelo Ibope como simulações de segundo turno. A pesquisa Ibope/Estadão foi feita entre quinta-feira e domingo passados, 11 e 14 de julho, em 140 municípios de todos os Estados do Brasil. Foram feitas 2.002 entrevistas face a face.

TAM, A COMPANHIA AÉREA DA ERA PETISTA, LIDERA TRANSPORTE DOMÉSTICO COM 39,75% DO MERCADO

Os dados do setor aéreo brasileiro, divulgados na manhã desta quinta-feira, pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), indicam que a taxa de ocupação nos vôos alcançou a marca de 74,41% no primeiro semestre de 2013. Em 2012, a taxa foi de 70,01% no período. Em relação à participação do mercado, a TAM continua na liderança da participação do mercado, com 39,75%. Em segundo lugar, vem a GOL, com taxa de participação de 36,04%. Já as companhias aéreas Avianca e Azul/Trip tiveram crescimento na fatia do mercado. A Avianca alcançou 6,9% do mercado em junho, representando um crescimento de 38,74% na comparação com junho de 2012. Já a Azul registrou crescimento de 25,25% em relação ao ano passado, chegando à marca de 12,75% de participação no mercado. As duas companhias também foram as que registraram maior crescimento na demanda.

DETROIT DECLARA FALÊNCIA

A cidade de Detroit, berço da indústria automobilística dos Estados Unidos, tornou-se nesta quinta-feira a maior cidade americana a se declarar falida e a pedir ajuda legal diante desta situação, segundo documentos judiciais. A cidade, que chegou a ser a quarta maior do país, perdeu a metade de sua população desde 1950, expulsa pela violência de gangues armadas, e em busca de melhores oportunidades devido à crise na indústria automobilística, que derrubou a economia local.

PORTO ALEGRE TEM MAIS DUAS MORTES POR GRIPE A

Porto Alegre registrou mais duas mortes por gripe A. Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde, uma das vítimas era uma idosa de 77 anos, cardiopata e com doença neurológica. Também morreu um homem de 24 anos, portador de Síndrome de Down, obesidade e imunodepressão. Ambos tinham o vírus H1N1. Com as últimas mortes, o número de óbitos por gripe A no Rio Grande do Sul, neste ano, chegou a 23. Canoas teve seis vítimas fatais, seguido por Porto Alegre, com cinco casos. O ranking segue com três mortes em Santa Cruz do Sul. Em Canoas, todos os óbitos aconteceram decorrentes do vírus H1N1, assim como no Vale do Rio Pardo. É evidente que há uma grande concentração de casos na região metropolitana.

SUPREMO DÁ 10 DIAS PARA QUE GOVERNO DILMA EXPLIQUE O PROGRAMA MAIS MÉDICOS

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, deu prazo de 10 dias para que o governo da soberana bolivariana petista Dilma Rousseff explicar a edição da Medida Provisória 621/2013, que institui o Programa Mais Médicos. Joaquim Barbosa deu despacho em mandado de segurança do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), que foi ajuizado na Corte na quarta-feira. Após a prestação de informações, o presidente do Supremo determinou o encaminhamento do processo ao relator, ministro Marco Aurélio Mello. Joaquim Barbosa despachou no caso porque o Supremo está em recesso até agosto, e os ministros plantonistas ficam responsáveis por decidir questões urgentes. Segundo o deputado federal Jair Bolsonaro, o Supremo deve suspender a medida provisória porque ela não atende aos requisitos legais que exigem caráter de urgência ou emergência. O parlamentar destaca que, devido à importância das questões tratadas, o tema deveria ser apresentado como projeto de lei, ainda que em caráter de urgência. "Um programa de tal complexidade deve ser amplamente discutido com a classe médica e demais profissionais de saúde, o que já poderia ter sido feito pelo atual governo", ressaltou o parlamentar. Ele critica o mérito do programa do governo federal, que prevê contratação de médicos estrangeiros e adiciona dois anos de atuação no Sistema Único de Saúde no currículo de estudantes de Medicina. Jair Bolsonaro aponta "desdobramentos inevitáveis" para a Previdência Social, além de aspectos de "extrema preocupação para a segurança nacional" devido ao aumento de estrangeiros residindo no Brasil.

BANCO DO BRASIL CAPTA 700 MILHÕES DE EUROS NO MERCADO EXTERNO

O Banco do Brasil anunciou nesta quinta-feira que captou 700 milhões de euros no Exterior, valendo-se de uma melhora momentânea nos mercados globais após a autoridade monetária dos Estados Unidos aliviar preocupações do mercado sobre possível redução de liquidez. O maior banco do País ofereceu cupom de 3,75% e rendimento ao investidor (yield) de 3,875% nos bônus de 5 anos. Segundo o diretor de finanças do Banco do Brasil, José Maurício Pereira Coelho, o objetivo inicial era captar 500 milhões de euros, com oferta inicial de 4% de yield, mas as condições mudaram devido à demanda. "A fala do Bernanke acalmou os mercados", disse Coelho. Nesta quinta-feira, Ben Bernanke, presidente do banco central americano, repetiu o que dissera na véspera no Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, que espera começar a reduzir seu forte programa de compras de títulos mais à frente neste ano, mas que está aberta a opção de alterar esse plano se o cenário econômico mudar. Com isso, o interesse dos investidores por papéis considerados de maior risco, como de companhias de países emergentes, ficou adequado para o Banco do Brasil levar a operação adiante. A demanda atingiu 2,18 bilhões de euros, segundo o executivo, distribuídos em mais de 280 ordens. Os recursos serão mantidos no Exterior.

OGX DIZ QUE FILHO DE EIKE BATISTA PAGOU PARA USAR O JATINHO DA EMPRESA

A OGX Petróleo e Gás esclareceu em comunicado divulgado nesta quinta-feira que o filho de seu controlador, Eike Batista, não voava no jatinho da empresa gratuitamente. A companhia foi questionada pela Comissão de Valores Mobiliários sobre o fato de Olin Batista, de 17 anos, se deslocar no jatinho da empresa para dar expediente como DJ em festas pelo Brasil. A empresa afirmou, em nota, que a aeronave Phenom 300 tinha um contrato de gerenciamento com a AVX Táxi Aéreo, que permitia que terceiros a usassem mediante pagamento. O uso somente ocorria, segundo a OGX, quando a aeronave não era requisitada pela companhia ou pela MPX, que também aparece como proprietária do avião. Segundo a OGX, os vôos "foram devidamente faturados e pagos, de modo a não gerar custos de qualquer natureza à proprietária da aeronave, ou às suas sócias OGX e MPX". A companhia afirmou ainda que a utilização do jatinho por pessoas de fora da OGX ou da MPX é financeiramente benéfica, pois reduz seus custos de operação e manutenção. Ela também argumentou que, no caso de a receita ser maior do que os gastos com a operação - ou seja, a aeronave dar lucro, ele "será revertido em benefício da proprietária da aeronave". O Phenom 300 foi comprado por Eike Batista em 2011, por 10 milhões de dólares, para engordar a frota que já contava com um Legacy 600 (23 milhões de dólares), um Gulfstream G550 (63 milhões de dólares), um Citation 7 (12 milhões de dólares) e dois helicópteros. Em maio deste ano, o empresário colocou à venda o Legacy 600 por 14 milhões de dólares. No início de julho, a aeronave foi vendida para o Bank of America que a repassou, via leasing, para o empresário Michael Klein. É impressionante como tem otário no Brasil para ter comprado as ações de empresas do grupo X.

REDES SOCIAIS COMEÇAM A CONVOCAR MANIFESTAÇÕES DE RUA PARA O DIA 7 DE SETEMBRO

As redes sociais começaram a ser invadidas por convocatórias para manifestações de massa contra o governo Dilma e o PT, desta vez para ocorrerem durante a visita do Papa e também por ocasião do 7 de Setembro. Uma parte da convocação é feita pela organização clandestina Anonimous. O manifesto que é lido em um vídeo é o que se poderia chamar de "autêntico samba do crioulo doido", como dizia o jornalista Stanislaw Ponte Preta. O samba do crioulo doido existe, e foi gravado pelo conjunto vocal Demônios da Garoa. Veja a letra e você entenderá o discurso do Anonimous: "Samba do Crioulo Doido
Demônios da Garoa
"Foi em Diamantina
Onde nasceu JK
Que a Princesa Leopoldina
Arresolveu se casá
Mas Chica da Silva
Tinha outros pretendentes
E obrigou a princesa
A se casar com Tiradentes
Lá iá lá iá lá ia
O bode que deu vou te contar
Lá iá lá iá lá iá
O bode que deu vou te contar
Joaquim José
Que também é
Da Silva Xavier
Queria ser dono do mundo
E se elegeu Pedro II
Das estradas de Minas
Seguiu pra São Paulo
E falou com Anchieta
O vigário dos índios
Aliou-se a Dom Pedro
E acabou com a falseta
Da união deles dois
Ficou resolvida a questão
E foi proclamada a escravidão
E foi proclamada a escravidão
Assim se conta essa história
Que é dos dois a maior glória
Da. Leopoldina virou trem
E D. Pedro é uma estação também
O, ô , ô, ô, ô, ô
O trem tá atrasado ou já passou"

A PETISTA IDELI SALVATI DIZ QUE GOVERNO DA SOBERANA BOLIVARIANA DILMA ROUSSEFF SE PREPARA PARA VOTAÇÕES POLÊMICAS NO CONGRESSO A PARTIR DE AGOSTO

Enquanto o Congresso caminha no compasso do recesso branco, sem sessões deliberativas até agosto, o governo já pensa na extensa pauta que terá pela frente na volta dos trabalhos. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) está entre as preocupações, já que no final do mês que vem o governo precisa enviar ao Congresso a proposta orçamentária que é feita com base na LDO. “É uma pena que o Congresso não tenha aprovado a LDO, como a Constituição estabelece, antes de entrar em recesso”, disse a ministra de Relações Institucionais, a petista Ideli Salvatti. Ainda segundo ela, se a LDO não for votada logo, o Orçamento, como já aconteceu em outras ocasiões, vai ser feito com base na LDO do ano passado. Nós teremos uma certa defasagem que até o fim do ano, quando for votado o orçamento, as adequações terão que ser feitas”, explicou ela. A ministra petista insistiu na realização de um plebiscito para ouvir a população sobre a reforma política que está sendo discutida no Congresso. “A proposta do plebiscito continua sendo condizente com a disposição da população, manifestada várias vezes na forma do não me representa. Nó temos realmente uma situação de representatividade que precisa ser analisada, aprimorada, aperfeiçoada na estrutura politico-partidária, eleitoral no Brasil”, avaliou Ideli. Para a volta dos trabalhos, além da Medida Provisória (MP) 621/13, conhecida como MP dos Médicos, estão na lista de prioridades temas como reforma política, marco regulatório da mineração, e a conclusão da votação do projeto que destina os royalties do petróleo para educação e saúde.

EXPORTAÇÕES GAÚCHAS CRESCERAM 30,9% NO PRIMEIRO SEMESTRE, EMPURRADAS PELA SOJA

As exportações do Rio Grande do Sul somaram US$ 11,2 bilhões no primeiro semestre, representando um crescimento de 30,9% na comparação com o mesmo período de 2012. Este resultado está na contramão do total do Brasil, que apresentou uma contração de -2,4%. Um dos motivos desse forte aumento das vendas externas gaúchas foi o incremento de 70,1% nos embarques das commodities agrícolas devido à boa safra de grãos e à base de comparação deprimida, consequência da seca no ano passado. Pelo lado da indústria, os embarques dos primeiros seis meses do ano atingiram US$ 8,24 bilhões, significando uma aceleração de 21,8%. O desempenho foi puxado pela venda de uma plataforma de petróleo e gás em junho, que totalizou US$ 1,627 bilhão. De um total de 25 segmentos industriais, 16 apresentaram elevação no valor exportado. Os expressivos resultados positivos ficaram por conta de Materiais de Transporte (16.430%), que enviou a plataforma de petróleo e gás para uma subsidiária da Petrobrás no Panamá (foi só nominal, porque essa plataforma não saiu do Brasil, ela seguiu para a Bacia de Campos); Veículos Automotores, Reboques e Carrocerias (10,7%), com o aumento nos pedidos da Argentina; enquanto Couro e Calçados cresceu seus embarques em 8,5%, a maioria para Alemanha (partes de calçados) e Hong Kong (couros e peles bovinos). Já as quedas acentuadas vieram de Máquinas e Equipamentos (-24%) e Produtos Alimentícios (-17,1%). A China conquistou a primeira colocação entre os destinos dos produtos gaúchos. O país asiático subiu suas compras em 53,2%, com destaque para soja. O Panamá garantiu a segunda posição (10.967%), enquanto a Argentina ficou na terceira (11,8%).

MANIFESTANTES SERÃO BARRADOS NO CAMPUS FIDEI, EM GUARATIBA, DURANTE A JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

Grupos de manifestantes não poderão entrar no Campus Fidei (Campo da Fé), em Guaratiba, durante os eventos do dia 28, data de encerramento da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). A medida foi anunciada nesta quinta-feira, durante o detalhamento das ações de defesa e segurança pública para os eventos da jornada, que começa na próxima terça-feira. O Campus Fidei, onde o papa Francisco participará da Vigília, no dia 27, e celebrará a Missa de Envio, no dia seguinte, terá uma estrutura completa para receber os peregrinos da JMJ. São esperadas em Guaratiba 1,5 milhão de pessoas. Lá, um decreto de Garantia da Lei e da Ordem, da Presidência da República, permite a atuação de militares com poder de polícia na região. Para os demais eventos na cidade, no entanto, as Forças Armadas só poderão agir de forma preventiva. No último dia da jornada, serão mobilizados para atuar, dentro e fora do Campus Fidei, 7 mil militares. Quatrocentos deles, que ficarão nas proximidades do altar, usarão trajes civis, a pedido do próprio Vaticano. Dentro do Campus Fidei, eles não portarão armas, letais ou não letais. Nos pontos de acesso ao local, entretanto, as armas serão permitidas. Para as atividades religiosas em Copacabana, não foi divulgado o efetivo de segurança. Porém, haverá monitoramento por câmeras de vídeo e segurança feita por agentes civis à paisana. De acordo com o general José Alberto da Costa Abreu, que apresentou o plano de contingência das Forças Armadas para a Jornada Mundial da Juventude, para não atrapalhar o evento, manifestações, mesmo que individuais, podem ser contidas, se forem consideradas "ofensivas ao papa", mas não há uma regra para atuação generalizada e cada caso será avaliado na hora. "Primeiro, faremos linha de controle [nos acessos] para impedir que grupos organizados entrem", informou o general, que admitiu, porém, a possibilidade de eles "se infiltrarem e passarem". Segundo Costa Abreu, se for conveniente agir", no Campus Fidei, serão usados meios "educados e pacíficos para convidar a pessoa a se retirar ou a guardar seu instrumento de manifestação. "Cada caso será analisado com calma para não transformar um pequeno incidente em confronto", completou o general. A entrada de indivíduos mascarados também será reprimida e a revista não está descartada em casos especiais. "Os mascarados serão impedidos de entrar. Guaratiba não é espaço para atitudes agressivas e hostis. Não vamos ver uma pessoa ou grupo de mascarados passando com objetos que possam causar dano à integridade física de alguém e permitir que isso aconteça", afirmou.

MAPA DA VIOLÊNCIA MOSTRA QUE HOMICÍDIO DE JOVENS CRESCEU 326,1% NO BRASIL NA ERA PETISTA

A violência contra os jovens brasileiros aumentou nas últimas três décadas de acordo com o Mapa da Violência 2013: Homicídio e Juventude no Brasil, publicado nesta quinta-feira pelo Centro de Estudos Latino-Americanos (Cebela), com dados do Subsistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde. Entre 1980 e 2011, as mortes não naturais e violentas de jovens (como acidentes, homicídio ou suicídio) cresceram 207,9%. Se forem considerados só os homicídios, o aumento chega a 326,1%. Do total de 46.920 mortes na faixa etária de 14 a 25 anos, em 2011, 63,4% tiveram causas violentas (acidentes de trânsito, homicídio ou suicídio). Na década de 1980, o percentual era 30,2%. “Hoje, com grande pesar, vemos que os motivos ainda existem e subsistem, apesar de reconhecer os avanços realizados em diversas áreas. Contudo, são avanços ainda insuficientes diante da magnitude do problema”, conclui o estudo. O homicídio é a principal causa de mortes não naturais e violentas entre os jovens. A cada 100 mil jovens, 53,4 assassinados, em 2011. Os crimes foram praticados contra pessoas entre 14 e 25 anos. Os acidentes com algum tipo de meio de transporte, como carros ou motos, foram responsáveis por 27,7 mortes no mesmo ano. Segundo o mapa, o aumento da violência entre pessoas dessa faixa etária demonstra a omissão da sociedade e do Poder Público em relação aos jovens, especialmente os que moram nos chamados pólos de concentração de mortes, no interior de Estados mais desenvolvidos; em zonas periféricas, de fronteira e de turismo predatório; em áreas com domínio territorial de quadrilhas, milícias ou de tráfico de drogas; e no arco do desmatamento na Amazônia que envolve os Estados do Acre, Amazonas, de Rondônia, Mato Grosso, do Pará, Tocantins e Maranhão. De acordo com o estudo, a partir “do esquecimento e da omissão passa-se, de forma fácil, à condenação”, o que representa “só um pequeno passo para a repressão e punição”. São Paulo, atualmente, é a capital com a maior queda nos índices de homicídios de jovens nos últimos 15 anos (-86,3%). A Região Sudeste é a que tem o menor percentual de morte de jovens por causas não naturais e violentas (57%). Em contraponto, Natal (RN), considerado um novo pólo de violência, é a capital que registrou o maior crescimento de homicídios de pessoas entre 15 e 24 anos (– 267,3%). A região com os piores índices é a Centro-Oeste, com 69,8% das pessoas nessa faixa etária mortas por homicídio.  São Paulo é a capital com a maior queda nos índices de homicídios de jovens nos últimos 15 anos.

POLÍCIA FEDERAL DESARTICULA ESQUEMA INTERNACIONAL QUE ENVOLVIA COMPRA FICTÍCIA DE MINÉRIO

A Polícia Federal desarticulou nesta quinta-feira um esquema internacional de lavagem de dinheiro envolvendo uma empresa de fachada que simulava a venda de minério para o Exterior, em especial para a Suíça. O esquema era chefiado por um italiano que morava na Paraíba, onde recebia o dinheiro por meio de falsos contratos de câmbio. A Operação Sem Fronteiras contou com a colaboração da Interpol, a polícia internacional. Segundo a Polícia Federal, a empresa, localizada na Suíça, também é comandada por italianos. De lá, eram feitas remessas de grandes quantias em dinheiro ao Brasil, em decorrência da compra fictícia de minério. De acordo com os investigadores, o dinheiro recebido era investido em nome de laranjas em empreendimentos nos Estados da Paraíba, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro, e também no Distrito Federal. Policiais federais foram enviados a esses Estados e ao Distrito Federal para cumprir os mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal. Estimativas da Polícia Federal indicam que já foram aprendidos cerca de R$ 10 milhões em bens móveis e imóveis dos suspeitos.

A SOBERANA BOLIVARIANA PETISTA DILMA ROUSSEFF DIZ QUE EXPLICAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL SOBRE BOATOS DO FIM DO BOLSA FAMÍLIA É INCONCLUSIVA

A soberana bolivariana petista Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira, em Fortaleza, que a explicação da Polícia Federal sobre os boatos do fim do Programa Bolsa Família não é conclusiva e que ninguém sabe o que realmente aconteceu. O mais importante, segundo Dilma, é que as ações do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome continuam sendo cada vez mais aperfeiçoadas para o sucesso do programa. Em maio, boatos sobre o fim do programa provocaram uma corrida às agências da Caixa Econômica Federal em busca do benefício e mais de 900 mil saques foram feitos em um fim de semana. A ministra dos Direitos Humanos, a petista Maria do Rosario, correu para afirmar, em seu Twitter, que a culpa era da oposição. “A avaliação da Polícia Federal é no sentido de que as mudanças no processo levaram a uma situação de corrida à Caixa Econômica Federal. Mas ninguém sabe direito, nem a Polícia Federal conseguiu detectar a causa real. Ela não conseguiu e deixou isso claro na avaliação. O que a investigação acha é que isso poderia ter contribuído, é um dos fatores, mas não é uma explicação conclusiva”, disse a presidente bolivariana petista em Fortaleza. Ou seja, "eles" não páram nunca de querer demonizar a oposição. A soberana bolivariana petista participou da cerimônia de formatura de cerca de 3 mil alunos qualificados pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) Brasil sem Miséria, que oferece cursos a pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, em especial para as beneficiárias do Bolsa Família. Durante o evento, a presidente bolivariana petista reforçou que o Programa Bolsa Família continuará a ser pago enquanto houver pessoas que precisem dele: “Este é o compromisso do meu governo, foi o compromisso do governo do presidente Lula. Somente quem não conhece o Bolsa Família é capaz de criticá-lo”. De acordo com Dilma, o programa atende a uma parcela da população que antes era excluída e que agora não pode ser ignorada por nenhum governo. Após o evento, a presidenta Dilma Rousseff disse também que sancionará a parte que considera justa do projeto de conversão no qual foi transformado a Medida Provisória (MP) 610, que trata de diversas ações de ajuda a pequenos produtores rurais atingidos pela seca no Semiárido.

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA NOTIFICA SETE MAIORES BANCOS DO PAÍS SOBRE PACOTES DE SERVIÇOS

Os sete maiores bancos do País terão de prestar esclarecimentos ao Ministério da Justiça sobre o oferecimento e a padronização de pacotes de produtos e serviços básicos. O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) notificou as instituições financeiras com base na resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) que regulamenta o assunto. Desde o dia 1º, os bancos são obrigados a oferecer quatro pacotes padrão aos correntistas, um pacote mínimo de serviços gratuitos, exigido desde 2010, e três novos pacotes padronizados associados a contas de depósito. O cliente também pode contratar serviços individuais à parte. A medida, informou o Ministério da Justiça, tem como objetivo ampliar a transparência e facilitar a comparação de tarifas entre os serviços bancários. Foram notificados o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal, o Bradesco, o Itaú, o HSBC, o Santander e o Citibank. As instituições têm até dez dias para apresentar os documentos que demonstram o cumprimento da resolução do CMN.

PREFEITURA DE RIO GRANDE FAZ DEPÓSITO HOSPITALAR EM LIXÃO DA CIDADE, SEM QUALQUER TRATAMENTO PRÉVIO

Funcionário da Secretaria Municipal de Controle e Serviços Urbanos, da prefeitura gaúcha de Rio Grande, denunciou que a prefeitura da cidade está depositando lixo hospitalar sem tratamento no “aterro sanitário”, na verdade um lixão comandado pelo prefeito petista Alexandre Lindenmeyer. O lixão, de titularidade do município, está localizado defronte à ilha do Leonídio (na Lagoa dos Patos). O "lixão" está localizado na avenida Roberto Socowski, s/nº, no bairro Carreiros. Um representante da prefeitura disse que o lixão não pode mais receber qualquer tipo de resíduo. A licença ambiental nº 402/2013-DL, expedida em 17 de Janeiro de 2013 pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (FEPAM) do governo do Rio Grande do Sul deixa claro: o "lixão" está licenciado apenas para “promover a operação relativa à atividade de remediação de área degradada por disposição de resíduo urbano”. Mas, se para o lixão está sendo destinado lixo hospitalar é porque a prefeitura de Rio Grande não está cumprindo a Licença nº 402/2013-DL da FEPAM, que por sua parte não está fiscalizando o empreendimento, o qual deveria estar com seus portões lacrados, impedindo assim o recebimento de quaisquer resíduos. A prefeitura de Rio Grande está obrigada a abrir sindicância administrativa para apurar as ocorrências que envolvem esse empreendimento abandonado. A FEPAM deve ser noticiada, assim como o Ministério Público do Rio Grande do Sul. A Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul possui conhecimento da lista completa de todos os hospitais em território gaúcho. A prefeitura de Rio Grande detém conhecimento da lista de todos os estabelecimentos de saúde que foram licenciados na cidade. A FEPAM recebe mensalmente boletins de empresas que operam com resíduos de todas as classes, inclusive os de saúde. Além disso, essa fundação detém informações de pesagens de resíduos que são geradas em cada município do Rio Grande do Sul. As empresas privadas são licenciadas pela fundação e pela prefeitura local, que lhes fornece alvarás. Portanto, é inacreditável sua paralisia. Com tanta informação à disposição da Prefeitura de Rio Grande não é possível que não tenha detalhes do que ocorre na cidade, e que descumpra a licença ambiental, permitindo que esse crime venha ocorrer nas “barbas” do governo municipal. O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul deve analisar profundamente o que acontece nesse lixão municipal, e no transbordo de resíduos de empresa privada que destina os resíduos sólidos urbanos da cidade de Rio Grande no aterro sanitário da Companhia Riograndense de Valorização de Resíduos S/A, conhecida pela sigla CRVR. Na verdade, esta empresa é do Grupo Solvi, que é dono também da empresa Revita. A CRVR é uma associação da Revita Engenharia Ambiental S/A com ex-titulares da SIL Soluções Ambientais Ltda, que criaram o Aterro Sanitário de Minas do Leão, empreendimento que recebe mais de três mil toneladas de lixo por dia, resíduos sólidos oriundos de pelo menos 160 cidades do Rio Grande do Sul, sendo que mais recentemente para lá foi destinado o lixo da cidade de Caçapava do Sul. Em Rio Grande, a coleta de lixo e demais serviços de limpeza urbana são operados pela concessionária Rio Grande Ambiental S/A, pertencente ao grupo Solví Participações S/A, dono das empresas Vega Engenharia Ambiental S/A, Revita Engenharia Ambiental S/A, Companhia Riograndense de Valorização de Resíduos S/A e Relima Ambiental S/A, entre outras unidades. O Grupo Solvi atualmente é o monopolizador do lixo no Rio Grande do Sul, impondo vencedores de licitações e preços a serem cobrados das prefeituras, porque só ele tem aterros. É inacreditável que os Ministérios Públicos ainda não tenham aberto uma profunda investigação a este respeito. Veja a localização do "lixão" de Rio Grande no link a seguinte https://maps.google.com/?ll=-32.072184,-52.187451&spn=0.004528,0.010096&t=h&z=17 As coordenadas no Google Earth são as seguintes: -32.07233321, -52.19136793

CIENTISTAS CONSEGUEM "DESLIGAR" CROMOSSOMO DA SÍNDROME DE DOWN

Cientistas da Universidade de Massachusetts conseguiram "silenciar" o cromossomo extra da trissomia 21, também conhecida como síndrome de Down. Os cientistas fizeram o estudo em células, mas acreditam que a descoberta pode pavimentar o caminho para estabelecer terapias potenciais contra o mal. O estudo foi divulgado na revista Nature. A síndrome de Down é causada pela presença de três cromossomos 21, ao invés de dois, como normalmente ocorre. A anomalia causa problemas cognitivos, desenvolvimento precoce de Alzheimer, grande risco de leucemia na infância, defeitos cardíacos e disfunções dos sistemas endócrino e imunológico. Ao contrário de desordens causadas por genes individuais, corrigir síndromes causadas por um cromossomo inteiro se mostrou um desafio para cientistas. Mas esse tipo de pesquisa teve passos importantes nos últimos anos. "A última década teve grandes avanços nos esforços de corrigir desordens de gene único, começando com células in vitro e, em muitos casos, avançando para tratamentos in vivo e clínicos", diz Jeanne B. Lawrence, líder do estudo: "Em contraste, correção genética de centenas de genes em um cromossomo extra inteiro tem permanecido fora do campo das possibilidades. Nossa esperança para aqueles que vivem com síndrome de Down é que essa prova de um princípio abra muitas animadoras novas avenidas para estudar a desordem agora e trazer para o campo das considerações o conceito da terapia cromossômica no futuro". Para chegar a esse resultado, os pesquisadores usaram um gene do RNA chamado de XIST, que é encontrado em fêmeas de mamíferos e é capaz de silenciar um dos dois cromossomos X, impedindo que ele processe proteínas. Com o uso de células-tronco, eles conseguiram fazer com que esse gene "desligasse" o cromossomo extra da trissomia 21. O próximo passo é avançar dos testes em células para as cobaias. Os cientistas pretendem estudar se essa "terapia cromossômica" é capaz de corrigir patologias em ratos com a síndrome de Down.

GOVERNO DA SOBERANA BOLIVARIANA PETISTA DILMA ROUSSEFF ESTÁ IMPORTANDO COMO NUNCA

No governo da soberana bolivariana petista Dilma Rousseff tudo parece ter desandado. O Brasil, no período entre janeiro e maio deste ano, já gastou 3,3 bilhões de dólares com a importação de gás natural, o que representa 65% a mais do que no mesmo período de 2012. Isso que ela foi ministra das Minas e Energia. Ela e seu padrinho, Lula, haviam anunciado aos quatro cantos da Terra que tinham alcançado a auto-suficiência do Brasil em petróleo e seus derivados. Já se viu....

PEREMPTÓRIO PETISTA TARSO GENRO DEIXA PORTOALEGRENSES SEM ÔNIBUS

O presidente da Carris, Sérgio Zimmermann anunciou na manhã desta quinta-feira que que a empresa cortou o ponto dos funcionários que não se apresentaram para o trabalho e suspendeu os prêmios que a companhia paga durante o ano. Zimmermann afirmou que, mais uma vez, a empresa estatal foi surpreendida por uma greve sem qualquer comunicação prévia, e classificou o ato de ilegal, como é previsto na legislação. Ele solicitou à Procuradoria do município para ir ao Ministério do Trabalho e solicitar a ilegalidade do movimento para normalizar a circulação de ônibus na capital gaúcha. O presidente da estatal relatou que pediu apoio da Brigada Militar (BM) para garantia da saída dos coletivos da garagem da empresa: "Infelizmente, a Brigada está aqui na frente, mas ainda não tomou as medidas que nós pedimos”. Isso é o que efetivamente está acontecendo, o governador do Rio Grande do Sul, o peremptório petista Tarso "Nero" Genro usa o poder militar do Estado, a Brigada, com objetivos políticos. Ou seja, ele nega a atuação da Brigada Militar, porque deseja desmoralizar o governo municipal de José Fortunati e o PDT, na tentativa de enquadrá-los eleitoralmente em seu apoio na eleição do próximo ano. Isso é ostensivo, só não vê quem não quer. Da mesma maneira ele pressionou Fortunati e o PDT no episódio da invasão da Câmara Municipal por satélites do PT, negando a ação da Brigada Militar para promover a desocupação da Casa. O jogo do peremptório é muito claro. E não é de hoje que ele age assim. Quando estava no Ministério da Justiça, utilizou a Polícia Federal, sob seu comando, transformada em polícia política do PT, para desenvolver a famigerada e ilegal Operação Rodin, com a qual promoveu a desmoralização e o amedrontamento de seus adversários. Com isso se elegeu governador sem oposição. Só não vê quem não quer. E tudo isso para fazer um desgoverno, um governo que não faz.

NOVA LEI ENQUADRA PORTAIS, BLOGS E SITES COMO EMPRESAS JORNALÍSTICAS

Aprovado pelo Congresso e encaminhado na segunda-feira para sanção presidencial, o Projeto de Lei de Conversão 17/2013 define o que é uma empresa jornalística e enquadra portais na classificação. O Projeto de Lei considera empresas jornalísticas “aquelas que têm a seu cargo a edição de jornais, revistas, boletins e periódicos, ou a distribuição de noticiário por qualquer plataforma, inclusive em portais de conteúdo de internet”. Ademais, o projeto desonera a folha de pagamento de diversos setores, incluindo o jornalístico. A redução de tributos atinge a contribuição de 20% ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) sobre a folha de pagamento. Veículos da imprensa pagarão, a partir de janeiro de 2014, uma alíquota de 1% do faturamento. Caso a lei seja sancionada pela presidente Dilma Rousseff, portais deverão cumprir os requisitos estabelecidos pela Lei 10.610/02 que dispõe sobre a participação de capital estrangeiro na imprensa brasileira. O documento de 2002 vale apenas para companhias de radiodifusão.

COMERCIANTES DE TODO O RIO GRANDE DO SUL PROTESTARÃO DIANTE DO PALÁCIO PIRATINI CONTRA A DERRAMA FISCAL DO PEREMPTÓRIO PETISTA TARSO GENRO

No dia 23 de julho (terça-feira), às 10 horas, em frente ao Palácio Piratini, na Praça da Matriz, em Porto Alegre, dirigentes de CDLs e Associações Comerciais e Industriais de todo o Estado participarão de ato público pela queda da diferença de alíquota de ICMS nas operações interestaduais do Rio Grande do Sul. O governo do peremptório petista Tarso Genro cobra 17%, quando deveria cobrar apenas 12%, como os demais Estados, e com isto diminui a competitividade das empresas, reduz a geração de renda e compromete milhares de empregos. No último dia 16 de julho,  a Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa, pressionada por empresários de todo o Estado, aprovou a indicação de revogação do Decreto que institui a cobrança do diferencial interestadual de ICMS para empresas optantes pelo SIMPLES.

JOAQUIM BARBOSA SUSPENDE A CRIAÇÃO DE NOVOS TRIBUNAIS REGIONAIS FEDERAIS

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, suspendeu na noite desta quarta-feira os efeitos da proposta de emenda à Constituição (PEC) aprovada pelo Congresso que cria quatro novos Tribunais Regionais Federais. Joaquim Barbosa já havia se manifestado publicamente contrário à criação desses tribunais. Ele concedeu decisão liminar em ação ingressada pela Associação Nacional dos Procuradores Federais. A Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) foi distribuída para o ministro Luiz Fux, mas direcionada para Joaquim Barbosa devido ao recesso do Judiciário, que vai até agosto. A associação dos procuradores alega que a categoria que atuaria em quase 50% dos processos em tramitação teria condições de trabalho afetadas, além de argumentar que há vício de iniciativa na aprovação da proposta e que a emenda prevê espaço muito curto (seis meses) para a instalação dos novos tribunais. A proposta de emenda à Constituição (PEC) aprovada prevê a criação de tribunais em Minas Gerais, Amazonas, Paraná e Bahia. Hoje, há cinco TRFs no País, com sedes no Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco e Rio Grande do Sul. A PEC é essencialmente inconstitucional, porque originada por quem não tem legitimidade para apresentá-la.

TERMINA A INVASÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE

A juíza Cristina Marquesan, da 1ª Vara da Fazenda do Foro Central de Porto Alegre, determinou nesta quarta-feira, ao final de uma longa audiência de conciliação entre representantes do Bloco de Luta pelo Transporte Público e vereadores da capital gaúcha que o prédio da Câmara Municipal seja totalmente desocupado pelos invasores na manhã desta quinta-feira. A juíza determinou que as crianças fossem retiradas do prédio da Câmara Municipal até as 23 horas desta quarta-feira, assim como metade dos invasores. A audiência durou três horas. Um documento começou a ser escrito por volta das 19 horas, no auditório do 10º andar Foro Central. Os invasores conseguiram extrair nesse encontro que dois projetos de lei sejam protocolados na manhã desta quinta-feira pelos vereadores siameses do PT e do PSOL, um da abertura das planilhas das empresas de ônibus e outro do passe livre para estudantes e desempregados. Foi o pior incidente envolvendo a Câmara Municipal de Porto Alegre, um atentado inenarrável contra o Estado Democrático de Direito, que só se realizou devido à complascência dos vereadores, do governo do peremptório petista Tarso Genro e da Justiça. Porta arrombada, casa invadida. Os bandidos anti-democratas experimentaram o caminho, e agora já sabem como fazer.

BOMBEIROS INTERDITAM CENTRO ADMINISTRATIVO DE PELOTAS

Os bombeiros interditaram nesta quarta-feira o Centro Administrativo de Pelotas, devido à falta de Plano de Prevenção e Combate a Incêndio. O prédio tinha passado por vistoria em fevereiro, quando foram solicitadas diversas medidas. Como não foram feitos quaisquer reparos, agora foi fechado. A prefeitura alegou que não faria reformas porque pretende abandonar o local, onde trabalham 200 funcionários. O prédio fica localizado na esquina das ruas Professor Araújo e Padre Felício, e nele funcionavam o Procon, a Procuradoria-Geral e as secretarias de Qualidade Ambiental e e de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana.

COMANDANTE TERRORISTA NAZISTA TALEBAN ESCREVE UMA CARTA INFAME PARA A MENINA MALALA

Um destacado comandante do Taleban paquistanês escreveu uma carta à adolescente Malala Yousafzai, baleada na cabeça no ano passado em um atentado promovido pela organização islâmica nazista e terrorista, e disse lamentar o fato de não a ter avisado antes da tentativa de assassinato que deu repercussão internacional a seu ativismo pelo direito das mulheres à educação. Na carta, escrita durante o fim de semana, o nazista Adnan Rasheed não chegou a pedir desculpas pelo atentado de outubro do ano passado, que deixou Malala gravemente ferida, levando a sua transferência para um hospital na Inglaterra. O comandante islâmico terrorista e nazista, que é próximo dos principais líderes do grupo, disse que a tentativa de assassinato foi "chocante" e desejava que nada daquilo tivesse acontecido. "Ontem, em seu discurso, você disse que a pena é mais poderosa que a espada", escreveu o nazista Rasheed, referindo-se ao discurso proferido por Malala na Organização das Nações Unidas (ONU) na última sexta-feira: "Então eles a atacaram por causa da sua espada, e não por causa dos seus livros ou da escola". Ou seja, o terrorista nazista faz um jogunho de palavras infames para justificar o ato terrorista de seus comandados. Rasheed esclarece que a carta, recebida pela Associated Press na noite de terça-feira, expressa sua opinião pessoal, e não a do grupo. Um outro comandante do Taleban confirmou a autenticidade da carta. Segundo o terrorista nazista Rasheed, a menina Malala não foi atacada por defender a educação feminina, mas pelo fato de ter feito críticas ao grupo em relação ao período em que o Taleban controlou o Vale do Swat, entre 2008 e 2009. A versão coincide com declarações de outros líderes da organização terrorista nazista Taleban paquistanês na época do atentado. Rasheed encerra a carta com um pedido infame para que Malala regresse ao Paquistão e se matricule em uma escola islâmica para mulheres. Por que ela deveria se matricular em uma escola islâmica? Por que não em uma escola secular? O nazista não aceita isso: "Use sua pena pelo Islã e pelo sofrimento da comunidade muçulmana e revele a conspiração de uma pequena elite que quer escravizar a humanidade com uma pauta maligna em nome de uma nova ordem mundial". Assim pensam e agem os nazistas e islâmicos fanáticos.

BOLSONARO VAI AO SUPREMO CONTRA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) pediu ao Supremo Tribunal Federal Que suspenda a medida provisória que criou o programa Mais Médicos. Na ação, protocolada no Supremo Tribunal Federal, o parlamentar faz uma série de críticas à Medida Provisória. Ele diz que a proposta tratou apenas do trabalho dos médicos, desconsiderando que o atendimento a pacientes envolve profissionais de múltiplas áreas. Outro problema, segundo Jair Bolsonaro, é que um programa complexo como esse deveria ter sido amplamente discutido com os profissionais de saúde. Além disso, ele contestou a possibilidade de não exigência da revalidação do diploma para que um estrangeiro exerça a profissão no Brasil.