quinta-feira, 25 de julho de 2013

DEM APONTA QUE A QUEDA DE DILMA NA PESQUISA SE DEVE AO FOCO NA REELEIÇÃO

Em nota divulgada na noite desta quinta-feira, o presidente nacional do DEM, senador José Agripino (RN), atribuiu a queda na popularidade da presidente Dilma Rousseff à percepção da população de que há inchaço na máquina pública e de que a soberana bolivariana petista estaria mais focada em sua reeleição do que em governar. "A presidente Dilma se comporta claramente como pré-candidata e não como uma estadista, preocupada com o peso da máquina pública. Por que ela não diminuiu, por exemplo, o número de ministérios? Porque conta com o apoio dos aliados políticos e prefere manter o Estado inchado com 39 pastas, mantidas pelo contribuinte", diz o texto. Segundo a pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quinta, a aprovação ao governo federal caiu de 55% para 31%. Para o líder do DEM, há "sinais claros" de desgaste, principalmente na área econômica. "É hora de tornar o Brasil uma economia competitiva, de baixar os índices de inflação, de estancar os gastos públicos de má qualidade. O governo Dilma é um governo emparedado", criticou. Sobre a reforma política, o senador acusou o partido da presidente, o PT, de ter impedido a votação dos projetos relacionados ao tema no Congresso e disse que agora a Câmara "terá a obrigação moral de votar". Para o líder do partido de oposição, a partir dos protestos, a população passará a exigir o cumprimento de suas reivindicações. "É preciso votar os reclames da sociedade, como o aumento de verba para a saúde, fim do voto secreto, eleição do presidente do Senado pelo voto aberto. Tudo isso precisa ser entendido como o imperativo da sociedade e Executivo, Legislativo e Judiciário têm que se adequar a isso, começando pelos casos de corrupção que precisam ser exemplarmente resolvidos e punidos", defendeu.

PESQUISA APONTA QUE CONGRESSO NACIONAL TEM APROVAÇÃO POPULAR DE APENAS 7%

Apesar de terem lançado uma agenda positiva com um ritmo frenético de votações de projetos antes do recesso parlamentar, a Câmara dos Deputados e o Senado Federal foram as instituições mais mal avaliadas na tentativa de reagir aos protestos das ruas. A pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quinta-feira apontou que pelo menos 37% dos entrevistados desaprovaram totalmente a resposta dada pelo Parlamento às demandas das ruas. Em relação à Câmara, a desaprovação total foi de 39% dos entrevistados. No caso do Senado, este índice alcançou 37%. Mesmo apresentando um novo pacto, que foi bombardeado por aliados do Congresso, a presidente Dilma Rousseff teve o menor porcentual de desaprovação total, com 31%.Ao mesmo tempo, a aprovação total às decisões tomadas pela presidente foi a maior entre os gestores de instituições públicas citadas, com 14% do total. Câmara e Senado, cada um, registraram aprovação total de apenas 7%, novamente a pior.

PAPA FRANCISCO ABENÇOA OSCAR E RECEBE CAMISA DO FLAMENGO DE ZICO

Oscar Schmidt viveu um dia especial. Na luta contra um câncer no cérebro, o maior nome do basquete brasileiro se ajoelhou, tirou a boina, e pediu a bênção do Papa Francisco. E a mão santa do pontífice parou na cabeça do Mão Santa das quadras. O momento foi breve, mas emocionou todos que estavam em volta. Fabi, bicampeã olímpica do vôlei, foi às lágrimas. O encontro aconteceu durante uma cerimônia sob chuva no jardim do Palácio da Cidade, em Botafogo, no Rio de Janeiro, quando o Papa Francisco conheceu personalidades do esporte nacional e abençoou as bandeiras olímpica e paralímpica. De quebra, o pontífice ainda ganhou uma camisa do Flamengo das mãos de Zico.
Diante do Papa, Oscar não conteve a emoção. Disse aos que estavam no recinto que aquele tinha sido o momento mais especial de sua vida: "Se não me curar agora, não me curo mais".

ENCONTRO DO PAPA FRANCISCO COM MENORES INFRATORES SERÁ NESTA SEXTA-FEIRA

Um dos momentos mais esperados da Jornada Mundial da Juventude acontecerá na manhã desta sexta-feira, 26, quando o papa Francisco vai encontrar nove menores infratores para ouvir sua confissão. Para Vera Lúcia Alves, coordenadora da Pastoral Carcerária da Região Sudeste, essa ação, além de trazer esperança para os jovens que se envolveram com crimes, poderá derrubar barreiras para a atuação da Pastoral nas unidades prisionais e de recuperação de menores no Brasil. "Essa vinda do papa trouxe um alento muito grande. E acredito que vamos conseguir mudar muitas coisas e algumas barreiras vão ser colocadas no chão. Eu tenho certeza disso", disse Vera Lúcia. Segundo ela, a principal reivindicação da entidade é derrubar o atual limite de seis agentes voluntários da Pastoral em cada uma das cerca de 50 unidades prisionais do Estado do Rio. "Isso é muito pouco, e dificulta nosso trabalho", afirmou. Ela explicou que o ideal seria se cada uma das paróquias da Arquidiocese do Rio de Janeiro e das dioceses vizinhas pudesse manter seis agentes em cada unidade prisional. "É o que estamos pedindo para o governo estadual. O papa vem falando que temos que ter misericórdia. São argumentos que poderemos usar para tentar convencer as autoridades", disse a coordenadora. A situação prisional brasileira é criticada por organismos internacionais e entidades de direitos humanos. Segundo dados do Ministério da Justiça, o País tinha 548 mil presos em dezembro de 2012, mas apenas 310 mil vagas no sistema prisional, somando todos os Estados. "Somos o quarto país no mundo no tamanho da população carcerária. As cadeias estão superlotadas, e as barreiras de atuação nesses locais ainda são muitas", reclamou Vera Lúcia. A atuação da Pastoral Carcerária é voltada tanto a proteger os direitos dos presos - levando doações quando necessários ou denunciando a má qualidade dos presídios, por exemplo - quanto de estimular a prática da religião católica entre os detentos. "Nós focamos a relação do preso com a família e com a religião. Quem tem esses dois pilares fortes, a certeza de uma recuperação após a saída da prisão é alta", afirmou.

DESAPROVAÇÃO À GESTÃO DILMA SUPERA APROVAÇÃO, APONTA PESQUISA CNI/IBOPE

A proporção de pessoas que consideram o governo da presidente Dilma Rousseff ruim ou péssimo subiu de 13% em maio para 31% em julho, revelou o levantamento. A parcela de brasileiros que classificam o governo como ótimo ou bom caiu de 55% para 31% no período. Aqueles que avaliaram o governo como regular passou de 32% para 37% em julho. Outro 1% não respondeu. A CNI informou que a pesquisa foi feita entre 9 e 12 de julho, com 7.686 pessoas com mais de 16 anos de idade, em 434 municípios. A margem de erro é de dois pontos porcentuais. Há mais eleitores que não confiam na presidente Dilma Rousseff do que eleitores que confiam, de acordo com a pesquisa CNI/Ibope. A confiança dos eleitores na presidente caiu de 67% em junho para 45% em julho. Já a proporção de pessoas que disseram não ter confiança subiu de 28% para 50%.

PAPA FRANCISCO ESCANCARA A VERGONHA BRASILEIRA DAS FAVELAS

O discurso do papa Francisco ao visitar favela de Manguinhos, no Rio, marca a viagem ao Brasil com forte posição contra a desigualdade social. “…povo brasileiro, sobretudo as pessoas mais simples, pode dar para o mundo uma grande lição de solidariedade, que é uma palavra frequentemente esquecida ou silenciada, porque é incômoda. Quase parece um palavrão: solidariedade“, diz trecho do discurso feita pela manhã aos moradores de Varginha. Em outro trecho: “Queria dizer-lhes também que a Igreja, «advogada da justiça e defensora dos pobres diante das intoleráveis desigualdades sociais e econômicas, que clamam ao céu» (Documento de Aparecida, 395), deseja oferecer a sua colaboração em todas as iniciativas que signifiquem um autêntico desenvolvimento do homem todo e de todo o homem. Queridos amigos, certamente é necessário dar o pão a quem tem fome; é um ato de justiça". A trajetória de vida religiosa de Francisco já o levou muitas vezes a ambientes de abandono como aquele que ele viu no Rio dfe Janeiro. Ao visitar aquela família em casa pobre de Varginha, nesta sua primeira viagem internacional, Francisco quer mostrar aos moradores que a Igreja se importa com eles. Mas mostra também outra coisa: lembra aos governantes brasileiros que um outro papa, João Paulo 2º, fez a mesma coisa. Em julho de 1980, ele foi a uma favela, a do Vidigal. Pois, 33 anos depois, desgraçadamente, nem com a vinda de um papa o quadro mudou. Milhões de brasileiros continuam favelados.

FELIPE MASSA NÃO DESCARTA DEIXAR A FÓRMULA 1 CASO NÃO CONSIGA UMA EQUIPE FORTE PARA 2014

Mais uma vez sob pressão na Ferrari após uma série de batidas nas últimas corridas, Felipe Massa minimizou as incertezas sobre seu futuro na escuderia. Às vésperas do GP da Hungria deste fim de semana, o brasileiro, que tem contrato válido com a Ferrari até o fim desta temporada, disse que não se incomodar com as incertezas e não descartou estar em uma outra equipe em 2014. Ou seja, agora parece que acabou mesmo a sua história desastrada na Ferrari. "Vamos esperar para ver. No momento, minha preocupação principal é conquistar resultados e o resto não está me incomodando tanto. Bons resultados não só me ajudarão aqui na Ferrari, como também em outros times, caso não haja nada mais por aqui", comentou Felipe Massa.

BRASIL REPATRIOU R$ 40 MILHÕES EM ATIVOS ILEGAIS DESDE 2008

O Brasil conseguiu recuperar, desde 2008, cerca de R$ 40 milhões em ativos ilegais que estavam no exterior, em paraísos fiscais. A maior parte desse montante provém de desvios de recursos públicos e de lavagem de dinheiro. O balanço foi apresentado nesta quinta-feira, 25, pelo Secretário Nacional de Justiça do Ministério da Justiça, Paulo Abrão, durante a cerimônia de lançamento do livro "Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro: 10 Anos de Organização do Estado Brasileiro Contra o Crime Organizado, no Ministério da Justiça. De acordo com Abrão, há ainda outros R$ 300 milhões bloqueados no exterior aguardando os trâmites legais para serem repatriados. Os recursos se concentram, sobretudo, na Suíça, mas também estão nos Estados Unidos, Ilhas Jersey e América Central, segundo Abrão.

LUCRO DA EMBRATEL SOBE 11% E SOMA R$ 131,3 MILHÕES NO SEGUNDO TRIMESTRE

A Embratel Participações encerrou o segundo trimestre com lucro de R$ 131,3 milhões, alta de 11% em relação a um ano antes, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (25). A companhia, controlada pela mexicana América Móvil, atua no segmento de telefonia e é controladora indireta da Net, de TV por assinatura. A receita líquida avançou 10,3% em relação ao segundo trimestre de 2012, para R$ 5,2 bilhões. Os custos e despesas operacionais subiram em menor proporção, 9,7%, para R$ 3,83 bilhões, levando o lucro antes de juros, impostos, a uma alta de 12,1%, para R$ 1,37 bilhão. O resultado financeiro também contribuiu para a última linha do balanço. Os gastos com pagamento de juros e variação cambial totalizaram R$ 295,5 milhões, queda de 12,3% em relação a um ano antes.

BLOOMBERG DIZ QUE EIKE BATISTA NÃO É MAIS BILIONÁRIO, NA VERDADE É UM RELES MILIONÁRIO DE US$ 200 MILHÕES

O empresário Eike Batista , que foi o oitavo mais rico do mundo no ano passado, não é mais bilionário, segundo o ranking de bilionários da Bloomberg. Pelas contas da Bloomberg, ele já havia acumulado pelo menos R $ 2 bilhões em dívidas pessoais, o que significa que o empresário agora tem um patrimônio líquido de cerca de US$ 200 milhões, de acordo com o Index. A Bloomberg estima que ele deve US$ 1,5 bilhão ao fundo Mubadala, de Abu Dhabi, segundo fontes familiarizadas com o assunto. Após alcançar uma fortuna de US$ 34,5 bilhões, em março do ano passado, o dinheiro virtua de Eike Batista começou a se evaporar à medida que o desempenho das suas empresas ficaram repetidamente aquém de suas promessas, afundando seu plano para criar um produto integrado e império logística. Ele começou a vender ativos este ano, à medida que credores pressionaram para levantar dinheiro e pagar a dívida à medida que os prejuízo se acumulavam.

PAPA FRANCISCO DIZ AOS JOVENS QUE DINHEIRO E PODER NÃO GARANTEM FELICIDADE

O papa Francisco pediu nesta quinta-feira aos jovens católicos que "ponham Cristo em suas vidas" e que tenham atenção perante a tentação de acreditar que podem construir sozinhos suas vidas. "Mas não é assim. O dinheiro e o poder podem oferecer um momento de embriaguez, a ilusão de ser felizes, mas, no final, nos dominam e nos levam a querer ter cada vez mais, a não estar nunca satisfeitos. Ponham Cristo em sua vida", disse Francisco perante centenas de milhares de jovens de 190 países que lhe deram as boas-vindas oficial à 28ª Jornada Mundial da Juventude.

PREFEITURA DE FOZ DE IGUAÇU ABRE ENVELOPES PARA CONCESSÃO DE COLETA DE LIXO

A prefeitura de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, abriu, nesta quinta-feira (25), os envelopes com a documentação e propostas das empresas interessadas em fazer a limpeza pública e coleta de lixo da cidade. Duas empresas participaram da licitação. que ainda será analisada. O edital de licitação foi aberto após a Justiça da comarca de Foz do Iguaçu suspender o contrato de serviço público com a empresa responsável pelo serviço de coleta de lixo e limpeza pública da cidade. Segundo a decisão, o contrato com a empresa foi prorrogado e isso contraria a legislação e configura ato de improbidade administrativa. Segundo a prefeitura, o edital lançado foi adequado à legislação e teve várias mudanças em relação aos anteriores. O tempo de duração da prestação do serviço, por exemplo, que antes era de cinco anos, agora é de 15 anos. A forma de prestação de serviço também será ampliada com a implantação da coleta seletiva. Com a mudança, a empresa vencedora terá que fazer a instalação de quatro mil lixeiras na cidade e revitalizar o centro de reciclagem. O executivo também informou que o valor de contrato poderá sofrer adequações, de acordo com as necessidades. Por exemplo, quando o mato cresce menos e diminuem as roçadas, poderão ser promovidas outras ações, segundo a prefeitura. O valor previsto no edital é de cerca de R$ 405 milhões pelos 15 anos. Em Foz do Iguaçu são recolhidas por mês cerca de cinco mil toneladas de lixo.

APROVAÇÃO DO GOVERNO DA SOBERANA BOLIVARIANA PETISTA DILMA ROUSSEFF CAI DE 55% PARA 31%

A aprovação do governo da presidenta Dilma Rousseff caiu de junho para julho, segundo pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), apresentada nesta quinta-feira. O percentual de entrevistados que avaliam o governo como ótimo ou bom caiu de 55% em junho, para 31% em julho. O grupo de pessoas que responderam ruim ou péssimo subiu de 13% para 31%, e os que consideram regular passou de 32% para 37%. O levantamento, de julho, foi feito no período em que se intensificaram os protestos no país. Em relação à avaliação pessoal da presidenta, o número de entrevistados que aprovam diminuiu de 71% em junho, para 45% em julho. Os que desaprovam subiram de 25% em junho, para 49% este mês. Foram feitas 7.686 entrevistas em 434 municípios, sendo que 2 mil entrevistas foram com amostragem nacional e as demais feitas em 11 Estados. A margem de erro é 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

SAÚDE, EDUCAÇÃO E SEGURANÇA SÃO PRIORIDADES DA POPULAÇÃO, DIZ PESQUISA CNI/IBOPE

A saúde é o principal problema do Brasil na avaliação da população, segundo pesquisa CNI-Ibope apresentada nesta quinta-feira em Brasília. Os entrevistados pela pesquisa deveriam apontar os três problemas que consideravam principais entre uma lista com 25 opções. A saúde foi assinalada por 77% deles. A educação é a segunda maior preocupação e foi apontada por 39% dos entrevistados na pesquisa, seguida por segurança pública e violência com 38% das respostas. O uso de drogas e a corrupção completam o quadro dos cinco principais problemas que preocupam o brasileiro com 29% e 27%, respectivamente. “Desde o início do governo as questões de saúde, segurança pública e educação aparecem como prioridade da sociedade, tanto nas avaliações de que são o pior desempenho do governo, como que são as mais importantes”, analisou o gerente executivo da pesquisa da CNI, Renato da Fonseca.

FUNDADOR DO CARTEL DE MEDELLIN MORRE DE INFARTO NA COLÔMBIA

A morte de Juan David Ochoa, um dos fundadores do Cartel de Medellín, foi confirmada por seus irmãos, Marta Nieves e Jorge Luis Ochoa. Aos 65 anos, Ochoa morreu aos por volta das 5 horas desta quinta-feira, vítima de infarto. Mais velho de três irmãos, Ochoa criou, no começo dos anos 80 do século passado, ao lado de Pablo Escobar, um dos maiores cartéis de cocaína do mundo, baseado em Medellín, na Colômbia. Em 1991, Ochoa entregou-se às autoridades do país e cumpriu pena de cinco anos. Escobar morreu em 1993, em confronto com policiais. Segundo a imprensa colombiana, Juan David Ocha dedicava-se atualmente à criação de cavalos e chegou a fundar um colégio bilíngue perto de Medellín. O irmão de Juan David, Fabio Ochoa, cumpre pena em um presídio nos Estados Unidos, por tráfico de drogas. A irmã de Juan David, Marta Nieves, disse que passou mal em casa e chegou com vida ao hospital, mas não havia mais o que fazer para reverter o quadro de infarto. Marta foi sequestrada em 1981, e o incidente originou a criação de um dos mais temíveis grupos paramilitares que existiram na Colômbia, o Morte a Sequestradores (MAS). Juan não tinha dívidas com a Justiça da Colômbia, porque, em 1991, entregou seus bens às autoridades do país.

EMBRAPA UTILIZA BACTÉRIAS, VÍRUS E FUNGOS PARA DESENVOLVER MEDICAMENTOS E COSMÉTICOS

As armas biológicas, com seus efeitos devastadores e desconhecidos pela maioria dos pesquisadores e cientistas, podem ser consideradas as mais temidas existentes. Ao serem transformados geneticamente em laboratórios, vírus e bactérias tornam-se mais resistentes aos tratamentos médicos. Ao mesmo tempo, esses micro-organismos podem matar ou incapacitar pessoas, animais e plantas. A história mostra que o uso desse tipo de arma não é recente. Na Antiguidade, exércitos usavam cadáveres em estado de putrefação para contaminar o abastecimento de água de uma cidade ou jogavam por cima das muralhas inimigas cadáveres de vítimas de varíola ou de peste bubônica. O aspecto mais sombrio e negativo de micro-organismos foi mostrado no filme "Anthrax – A Arma Terrorista". A bactéria antrax é roubada de um laboratório de pesquisas agrícolas deixando uma comunidade aterrorizada, já que uma pequena dose do bacillus anthracis é suficiente para devastar a população de uma cidade inteira. Em Jaguariúna (SP), ao contrário do roteiro do filme, vírus e bactérias tem a capacidade de tornar-se produtos benéficos para o ser humano. Corantes, cosméticos para clarear a pele, herbicidas, antibióticos para combater bactérias resistentes e remédios para tratamento de câncer são alguns dos produtos que podem ser desenvolvidos a partir de fungos, bactérias, vírus e leveduras, itens da primeira coleção de microorganismos implementada pela Embrapa Meio Ambiente. “É um tesouro, matéria-prima para descoberta de novos materiais bioativos, fármacos, produtos para a agricultura, para a medicina, para os cosméticos. Esses micro-organismos tem demostrado seu potencial e são avaliados aqui no laboratório”, explica o curador da coleção, o pesquisador Itamar Melo. O banco de recursos genéticos reúne micro-organismos de ecossistemas como Amazônia, Caatinga, Mata Atlântica e a Antártida. Os materiais são preservados em refrigeradores e cilindros com nitrogênio líquido em temperaturas de até 180 graus negativos. Nessas condições, a coleção pode ser mantida por até 100 anos. Segundo o pesquisador, os micro-organismos são retirados de plantas, algas e pedaços do solo e aproveitados para estudos em diversas áreas. A coleção também preserva o material genético de plantas em extinção e identifica fungos e bactérias desconhecidos. A pesquisa com bactérias e fungos retirados de áreas da Antártida mostrou que esses materiais são resistentes aos raios ultravioleta e podem produzir filtros solares mais resistentes. As áreas são escolhidas a partir de seu potencial, como a resistência à falta de água nos solos da Caatinga. “Nós temos trabalhado há mais de dez anos com a Mata Atlântica, atualmente [trabalhamos] com a Caatinga, onde temos interesse em buscar micro-organismos tolerantes à seca. Pesquisamos as cactáceas que sobreviveram a esta última seca, uma das mais intensas dos últimos 50 anos”, diz Melo. O próximo passo da pesquisa é identificar micro-organismos de outros biomas brasileiros, como o Cerrado e o Pantanal. Para que os produtos cheguem ao consumidor, indústrias devem manifestar interesse em desenvolver a tecnologia pesquisada. Atualmente, um herbicida com ação menos tóxica ao meio ambiente já é produzido a partir de bactérias da coleção de micro-organismos preservados pela Embrapa.

BANCO CENTRAL FAZ MAIS UM LEILÃO PARA CONTER A ALTA DO DÓLAR

O Banco Central fez nesta quinta-feira mais um leilão para conter a alta do dólar e anunciou outra operação para esta sexta-feira. No leilão de swap cambial tradicional, equivalente à venda de dólares no mercado futuro, de hoje, foram negociados 20 mil contratos, no total de US$ 993 milhões. O vencimento será em 2 de janeiro de 2014. Na operação marcada para amanhã, as condições são iguais às de hoje, ou seja, 20 mil contratos, com vencimento no dia 2 de janeiro do próximo ano. As vendas de dólares ajudam a suavizar a alta da moeda estrangeira.

DILMA VETA FIM DA MULTA DE 10% SOBRE SALDO DO FGTS PARA DEMISSÕES SEM JUSTA CAUSA

A presidente Dilma Rousseff vetou o Projeto de Lei Complementar nº 200 de 2012 que extinguia a multa de 10% sobre o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de trabalhadores, em casos de demissão sem justa causa. A decisão está na edição desta quinta-feira do Diário Oficial da União. O texto foi aprovado no dia 3 pela Câmara dos Deputados. De acordo com as explicações publicadas ao Congresso Nacional, os ministérios do Trabalho e Emprego, do Planejamento, Orçamento e Gestão e da Fazenda manifestaram-se a favor do veto. Um dos motivos é que a extinção da cobrança geraria impacto superior a R$ 3 bilhões ao FGTS. Além disso, a soberana bolivariana petista destaca que a proposta, aprovada pelo Congresso Nacional, não está acompanhada das estimativas de impacto orçamentário-financeiro e da indicação das devidas medidas compensatórias, o que contaria a Lei de Responsabilidade Fiscal. “A sanção do texto levaria à redução de investimentos em importantes programas sociais e em ações estratégicas de infraestrutura, notadamente naquelas realizadas por meio do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço”, argumenta. Segundo a soberana bolivariana petista, a medida, se posta em vigor, impactaria “o desenvolvimento o Programa Minha Casa, Minha Vida, cujos beneficiários são majoritariamente os próprios correntistas do FGTS”, acrescentou. A contribuição de 10% foi incorporada em 2001 à multa de 40% do FGTS e é paga pelas empresas ao governo, e não ao empregado, para tentar equilibrar a correção dos saldos das contas individuais do FGTS, decorrente dos planos Verão e Collor, e o patrimônio do fundo.

BORIS CASOY ISENTO DE PAGAR INDENIZAÇÃO A GARIS

A 4ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo revogou decisão em primeira instância que obrigava o jornalista Boris Casoy e a TV Bandeirantes a pagar indenização de 3,5 milhões de reais por danos morais à classe dos garis, em processo movido pelo Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação, Limpeza Urbana e Ambiental, Áreas Verdes e Similares de Ribeirão Preto e Região. A ação tinha por alvo um comentário feito por Casoy no intervalo do Jornal da Band, em dezembro de 2009. Na ocasião, após as imagens de uma vinheta de fim de ano irem ao ar na emissora, com dois garis fazendo votos de um bom ano novo aos espectadores, Casoy, sem saber que seu áudio estava aberto, fez uma observação considerada ofensiva pelos garis. "Que 'm...': dois lixeiros desejando felicidades do alto das suas vassouras. O (profissional) mais baixo da escala do trabalho", disse. Na época, o comentário teve bastante repercussão. O jornalista pediu desculpas no dia seguinte ao episódio, mas não conseguiu evitar de ser processado. Dezenas de garis e até a federação de sindicatos da categoria processaram Casoy, em diferentes Estados do País, como a Paraíba e o Rio de Janeiro. Só na Justiça da Paraíba tramitam vinte processos contra o jornalista. Um deles foi julgado em abril de 2011, com decisão favorável a Casoy. Em novembro de 2012, como efeito de uma ação movida pelos próprios garis que apareciam na vinheta da Band, o jornalista e a emissora foram condenados a pagar indenização de 21.000 reais por danos morais a cada um deles. Esse processo  foi, inclusive, citado na decisão do desembargador Teixeira Leite, que rejeitou a indenização de 3,5 milhões de reais ao Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação, Limpeza Urbana e Ambiental, Áreas Verdes e Similares de Ribeirão Preto e Região. Em seu texto, Teixeira Leite disse que o comentário de Boris vazado na Band era quase inaudível e que só lesionava os garis que apareciam no vídeo em questão. E que eles já haviam sido compensados com a decisão que determina o pagamento de 21. 000 reais a cada um.

METADE DOS ENTREVISTADOS FOI CONTRATADA POR INDICAÇÃO

Cultivar uma boa rede de contatos (networking) é a estratégia mais eficiente para obter emprego. É o que prova a Pesquisa dos Profissionais Brasileiros — Um Panorama sobre a Contratação, Demissão e Carreira dos Profissionais, realizada pelo site de empregos Catho. O levantamento, que ouviu 53.622 pessoas de 1.677 municípios brasileiros, aponta que 52,4% dos entrevistados chegaram ao atual posto de trabalho por meio da indicação de amigos ou conhecidos. Em segundo lugar, destacam-se os sites de vagas (17,3%), seguidos pela tradicional apresentação de currículo diretamente para o eventual empregador (6%). Depois, aparecem as agências de emprego (5,8%). Outra pesquisa publicada nesta semana jogou luz sobre outro ponto importante da área de carreiras: a insatisfação profissional. Quase 60% dos profissionais ouvidos no estudo afirmaram que já pensaram em "largar tudo" para iniciar uma carreira nova. Do total, 26% disseram que a ideia de recomeçar profissionalmente já havia sido cogitada "muitas vezes".  O levantamento — que ouviu 1.006 pessoas de 22 estados — mostrou ainda que 65% dos entrevistados gostariam de atuar em áreas mais afinadas com sua personalidade.

EBX CONFIRMA NEGOCIAÇÕES PARA VENDA DE FATIA DA MMX

O empresário Eike Batista está mais perto de vender uma participação na MMX Mineração. Os banqueiros responsáveis por gerir a reestruturação dos ativos de Eike Batista aprofundaram as conversações com possíveis compradores, entre eles, a mineradora suíça Glencore Xstrata e a trader de commodities alemã Trafigura Group. O fundo soberano de Abu Dhabi, Mubadala também pode estar interessado na mineradora e em outros ativos controlados por Eike Batista. A empresa brasileira de logística MRS Logística também poderia fazer ofertas pela MMX. A Glencore e a Trafigura fizeram ofertas pelo empresa de Eike Batista. A MRS nega qualquer interesse na mineradora. A Glencore e a MMX não fizeram comentários e o porta-voz da Trafigura não estava disponível para comentar o assunto.

BNDES TEM R$ 1,2 BILHÃO A RECEBER DE EIKE BATISTA EM 2013

Um porta-voz da Mubadala afirmou, por e-mail, que o fundo tem interesse em ações da MMX e que permanece em discussões próximas com o grupo EBX. "Acreditamos que os ativos da EBX têm um valor potencial significativo", disse o porta-voz. No entanto, recentemente, a Mubadala reduziu sua exposição no grupo EBX de 2 bilhões de dólares para 1,5 bilhão de dólares. No final de março de 2012, o grupo comandado por Eike Batista afirmou que a Mubadala estava investindo 2 bilhões de dólares em troca de uma participação acionária preferencial de 5,63% na Centennial Asset Brazil Equity Fund e em outras holdings offshore de Eike Batista no Exterior. O império de Eike Batista está mergulhado em turbulências, à medida que a OGX Petróleo não conseguiu cumprir as metas de produção e está reduzindo seus investimentos e operações. Os investidores avaliam que a MMX está entre as empresas mais viáveis de Eike Batista. A companhia praticamente concluiu a construção do Porto do Sudeste, no Rio de Janeiro, que terá capacidade para transportar até 50 milhões de toneladas de minério de ferro por ano e deve começar a operar no fim deste ano.

GOVERNO DA SOBERNA BOLIVARIANA PETISTA DILMA ROUSSEFF TAMBÉM PODE VOLTAR ATRÁS NAS MUDANÇAS DO CURSO DE MEDICINA

Pouco mais de duas semanas após anunciar programa Mais Médicos, o governo da soberana bolivariana petista Dilma Rousseff começa a mostrar indecisão sobre a proposta, dando indícios de que pode voltar atrás em um dos principais pilares da medida: o de estender em dois anos o curso de medicina, tempo em que o aluno seria obrigado a prestar serviços na rede pública. Nesta quarta-feira, ao saírem da primeira reunião com a Câmara de Ensino Superior do Conselho Nacional de Educação (CNE), os ministros petistas da Educação e da Saúde, o aloprado Aloizio Mercadante e Alexandre Padilha, assumiram a possibilidade de que esse tempo adicional não faça mais parte da graduação, mas seja incorporado na residência médica de qualquer área. "Achamos que essa proposta (de residência) precisa de detalhamento, mas é um bom debate", disse Padilha, acrescentando que esses dois anos seriam "mais amplos, concentrando-se em atenção básica, e urgência e emergência". O projeto inicial apresentado pelo governo federal em 8 de julho previa que os dois anos adicionais completassem a formação do médico, que seria estendida de seis para oito anos. Nos anos finais, os recém-formados receberiam uma bolsa para trabalhar no Sistema Único de Saúde (SUS) nas áreas de saúde básica e atendimento de urgência. As críticas dos médicos ao programa vieram de todos os lados. Entidades que representam a categoria e acadêmicos alegaram que o governo não apenas ia atrasar ainda mais a formação como arrumaria mão de obra barata para trabalhar no SUS. A transformação desses dois anos em parte da residência médica está prevista na medida provisória que criou o programa Mais Médicos. No entanto, a comissão montada pelo MEC propõe, inicialmente, que os dois anos sejam transformados em residência regular, em todas as áreas, tornando-a obrigatória e abrindo vagas para todos os formandos. Hoje apenas metade dos médicos formados consegue uma residência. O ministro aloprado Mercadante defende que essa proposta não apenas une as áreas de educação médica, como ajuda a formar especialistas que o País precisa. No entanto, a idéia retira o que Padilha apontou como um dos pontos centrais do projeto: dar uma formação mais humanista e integral aos médicos brasileiros. "É, Padilha falou que na graduação haveria concentração na atenção básica, e urgência e emergência. Mas, desde o início, a medida provisória do Mais Médicos aventava a possibilidade da residência. Se for residência médica, será urgência e emergência e atenção básica, mas já será focada na área específica da formação em que o profissional se desenvolverá", disse Mercadante ao sair da reunião do CNE. O petista Padilha admitiu que os dois anos extras de formação podem desaparecer da proposta, mas insistiu que o novo currículo terá de dar mais tempo para os alunos terem contato direto com os doentes, acompanhá-los por períodos maiores do que é feito hoje. "A ideia é ampliar o período que o médico em formação fica no ambiente fora do hospital, dentro do SUS e acompanhando o mesmo paciente por um período prolongado", afirmou. Como isso será feito, disse, caberá ao CNE definir.

APÓS BERNANKE, O FED TAMBÉM PODE SER COMANDADO POR UMA MULHER

A disputa pelo posto de próximo presidente do Federal Reserve parece cada vez mais concentrada entre dois economistas: Lawrence Summers e Janet Yellen - a primeira mulher a ser cotada para a vaga. Summers é integrante do governo do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, desde a crise financeira de 2009 e mantém contato próximo com o presidente e com seus principais consultores econômicos. Como ele é conhecido dentro da Casa Branca, Obama pode se sentir confortável para escolhê-lo. Janet, por sua vez, é membro do Fed e vem trabalhando junto com o atual líder do banco central norte-americano, Ben Bernanke, na formulação das políticas de relaxamento monetário durante os últimos três anos. Essa familiaridade com o Fed pode contar a seu favor. Há alguns meses os observadores enxergam Janet como a favorita para suceder Bernanke quando o mandato dele terminar, em janeiro. Mas nas últimas semanas tem se tornando claro, com base nos comentários de atuais e ex-autoridades do governo de Obama, que na Casa Branca Summers é visto como um concorrente sério. Tanto Janet quanto Summers são da geração chamada de "baby boomer" - de americanos nascidos logo após a Segunda Guerra Mundial. Summers é graduado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts, o MIT, e Janet se formou na Universidade de Yale, com tendências políticas liberais. Ambos trabalharam no governo de Bill Clinton, quando a economia norte-americana estava com força total e os EUA estavam em ascendência. Ambos também são conhecidos por opiniões firmes, que não têm vergonha de defender, e provavelmente dariam mais força aos esforços para reduzir a alta taxa de desemprego em um ambiente de inflação baixa. Além disso, os dois candidatos possuem pontos em seus históricos que podem gerar questionamentos nas audiências de confirmação para o cargo. Summers foi defensor da desregulamentação financeira antes da crise de 2008-2009 e foi retirado do cargo de presidente de Harvard em 2006 após fazer comentários controversos sobre mulheres. Já Yellen é uma forte defensora das políticas de relaxamento monetário do Fed, o que levanta dúvidas em Washington e nos mercados financeiros sobre sua disposição de combater a inflação quando o momento chegar.
É possível que outro candidato ao cargo de Bernanke entre para a lista de Obama. Entre os nomes mencionados estão o ex-secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner.

PAPA FRANCISCO DEFENDE JUSTIÇA SOCIAL PARA FORTALECER PACIFICAÇÃO DE FAVELAS

Os esforços de pacificação de comunidades carentes só serão permanentes se houver integração e justiça sociais, afirmou o Papa Francisco em visita à favela da Varginha, no complexo de Manguinhos, zona norte do Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira. "Nenhum esforço de 'pacificação' será duradouro, não haverá harmonia e felicidade para uma sociedade que ignora, que deixa à margem, que abandona na periferia parte de si mesma", ressaltou o Papa, em visita à comunidade da Varginha, controlada durante anos pelo tráfico de drogas e pacificada há sete meses. Durante seu discurso, o pontífice também pediu que os jovens não se deixem abater pela corrupção após as recentes manifestações que se espalharam em todo o Brasil exigindo punição aos políticos corruptos, melhorias nos meios de transporte, educação e saúde de qualidade. "Vocês, queridos jovens, possuem uma sensibilidade especial frente às injustiças, mas muitas vezes se desiludem com notícias que falam da corrupção, com pessoas que, em vez de buscar o bem comum, procuram o seu próprio benefício", disse o pontífice diante de milhares de fiéis que acompanhavam seu discurso: "A todos vocês repito: nunca se desanimem, não percam a confiança, não deixem que a esperança se apague".

PAPA FRANCISCO DIZ PARA OS JOVENS EM COPACABANA: "DESDE O CORCOVADO, O CRISTO REDENTOR NOS ABRAÇA"

O Papa Francisco antecipou a sua fala e se dirigiu ao povo antes do previsto no programa da Cerimônia de Acolhida, na noite desta quinta-feira, na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. O papa estava bem-humorado e comentou que embora tenham lhe dito que os cariocas não gostam do frio e da chuva, as pessoas presentes estavam mostrando que sua fé era mais forte do que o frio e a chuva. "Boa tarde, primeiramente eu gostaria de agradecer pelo testemunho de fé que vocês estão dando. Sempre ouvi dizer que os cariocas não gostam do frio e da chuva, mas vocês estão msotrando que a fé de vocês é mais forte que o frio e que a chuva. Parabéns! Vocês são verdadeiros guerreiros", declarou o papa. Aos gritos de "Brasil" vindos do público, o Papa Francisco seguiu seu discurso: "Nesta semana, o Rio se converte no centro da Igreja. Desde o Corcovado, o Cristo Redentor nos abraça", falou o Papa Francisco para a multidão. O papa destacou a generosidade e o entusiasmo dos jovens e homenageou dois fiéis da Guiana Francesa que viriam ao Brasil para a Jornada Mundial da Juventude, mas morreram em um acidente de carro. Pediu um minuto de silêncio à multidão. Antes da sua fala, o papa acompanhou a Cerimônia das Bandeiras com representantes de todos os países que participam da JMJ.

APÓS CIRURGIA, O PETISTA JOSÉ GENOÍNO SEGUE INTERNADO NA UTI

O deputado federal petista José Genoino (PT-SP), 67 anos, passou por uma cirurgia de correção de um rompimento da artéria aorta, na madrugada desta quinta-feira. O procedimento, feito em caráter de emergência no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, começou por volta da meia-noite e só terminou às 5 horas. A cirurgia foi bem-sucedida e seu estado de saúde é considerado estável. Genoino segue internado na unidade de terapia intensiva (UTI) e deverá ficar em observação por 24 horas. Na quarta-feira, o deputado, que estava em Ubatuba (litoral norte de São Paulo), sentiu forte dor no peito e precisou ser internado, logo pela manhã, na Santa Casa da cidade. Depois de ficar em observação e fazer diversos exames, seguiu de ambulância para a capital, onde deu entrada no Sírio-Libanês às 21 horas. No ano passado, José Genoino passou por exame de cateterismo para o desentupimento de uma artéria. O deputado já foi presidente do PT e líder do partido na Câmara dos Deputados. Atualmente, está no sétimo mandato como deputado federal. Ele é um dos membros da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. Também é réu condenado no processo do Mensalão do PT, por corrupção e formação de quadrilha.

PESQUISA CNI/IBOPE CONFIRMA QUEDA DE POPULARIDADE DA SOBERANA BOLIVARIANA PETISTA DILMA ROUSSEFF

O percentual de eleitores que considera o governo da soberana bolivariana petista Dilma Rousseff bom ou ótimo é 31%, apontou a pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Ibope divulgada na tarde desta quinta-feira. O levantamento, feito entre 9 e 12 de junho, apontou uma queda de 24 pontos percentuais em relação aos números de junho, e confirmou a queda de popularidade de Dilma indicada pela pesquisa CNT/MDA divulgada em 17 de junho e baseada no mesmo período. Segundo as entidades que realizaram o último levantamento, a queda em relação à sondagem de junho reflete o descontentamento com o aumento de preços ao consumidor e as recentes manifestações que tomaram as ruas do País. A queda de 24 pontos porcentuais coincidiu com o aumento de quem considera o governo Dilma ruim ou péssimo, categoria que subiu de 13% para 31%. Ao todo, 37% dos entrevistados consideram o governo da presidente regular. A perda de popularidade da soberana bolivariana petista Dilma Rousseff também apareceu na comparação com o governo anterior, do ex-presidente Lula. Pela primeira vez no atual governo, o porcentual de pessoas que considera a gestão Dilma pior do que a de Lula foi a mais escolhida entre as opções apresentadas. Entre os entrevistados, 46% afirmaram de consideram a gestão Dilma pior do que a de Lula, ante 25% em junho. A avaliação do governo Dilma por área de atuação mostrou que a saúde é tem o pior desempenho, de acordo com o levantamento. A área foi assinalada por 71% dos entrevistados. Segurança pública aparece em segundo lugar, com 40%, seguida por educação, com 37%. O combate às drogas aparece na quarta colocação, seguido por combate à corrupção. Habitação é a área em que o governo federal apresenta melhor desempenho, com 28%. A segunda área é fome e miséria, com 23%, seguida por capacitação profissional, com 22% das respostas.

VEJA AS AVALIAÇÕES DE 11 GOVERNOS ESTADUAIS CONFORME O IBOPE

Pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta quinta-feira pela entidade avaliou os desempenhos de 11 governos estaduais (Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina). O levantamento foi realizado entre 9 e 12 de julho. A CNI informou somente os percentuais de "ótimo/bom" e não os de "regular" e de "ruim/péssimo" de cada um dos 11 governos estaduais. De acordo com o gerente-executivo de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca, a opção por informar somente os percentuais de "ótimo/bom" foi motivada pelo excesso de dados da pesquisa. Segundo ele, essas informações devem estar disponíveis até segunda-feira. É a primeira vez que a CNI encomenda ao Ibope pesquisa de avaliação do desempenho de governos estaduais (as anteriores avaliavam exclusivamente o governo federal). Por isso, não há base de comparação com os índices divulgados nesta quinta-feira. Nos casos de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, o Ibope ouviu 812 eleitores em cada estado. Nesses casos, a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos (isso quer dizer que um governo aprovado por 20%, por exemplo, pode ter índice de aprovação entre 17% e 23%). Nos demais Estados, o Ibope ouviu 602 eleitores em cada um, com margem de erro de quatro pontos percentuais. O governo com melhor avaliação entre os 11 é o de Pernambuco (58%). O que tem a taxa de aprovação mais baixa é o do Rio de Janeiro (12%). A mesma pesquisa também fez a avaliação do desempenho do governo da presidente Dilma Rousseff. No total, o Ibope ouviu 7.686  eleitores com mais de 16 anos em 434 municípios. Veja a seguir a taxa de aprovação em cada um dos 11 Estados pesquisados: Bahia - Ótimo/bom: 28%; Ceará - Ótimo/bom: 40%; Espírito Santo - Ótimo/bom: 29%; Goiás - Ótimo/bom: 21%; Minas Gerais - Ótimo/bom: 36%; Paraná - Ótimo/bom: 41%; Pernambuco
- Ótimo/bom: 58%; Rio de Janeiro - Ótimo/bom: 12%; São Paulo - Ótimo/bom: 26%; Rio Grande do Sul - Ótimo/bom: 25%; Santa Catarina
- Ótimo/bom: 30%. O Ibope também perguntou aos eleitores se aprovam a maneira de governar do governador. Os resultados foram os seguintes: Rio de Janeiro - 29%; Goiás - 34%; São Paulo - 40%; Bahia - 45%; Rio Grande do Sul - 46%; Espírito Santo - 47%; Santa Catarina - 49%; Minas Gerais - 50%; Paraná - 52%; Ceará - 54%; Pernambuco - 76%. O percentual de eleitores que manifestaram ao Ibope confiança no governador é o seguinte: Rio de Janeiro - 25%; Goiás - 29%; São Paulo - 34%; Bahia - 41%; Paraná - 44%; Santa Catarina - 45%; Espírito Santo - 46%; Rio Grande do Sul - 46%; Minas Gerais - 49%; Ceará - 53%; Pernambuco - 68%. Nos 11 Estados nos quais o Ibope avaliou a aprovação dos governadores, a maioria dos eleitores acredita que governador e secretários utilizam "mal ou muito mal" os recursos públicos: Pernambuco - 57%; Ceará - 58%; Bahia - 66%; Santa Catarina - 70%; Minas Gerais - 71%; Paraná - 73%; Espírito Santo - 76%; Rio Grande do Sul - 78%; Goiás - 79%; São Paulo - 81%; Rio de Janeiro - 87%.

DEPUTADO FEDERAL DIZ QUE FALA DO PAPA FRANCISCO VAI AJUDAR NO COMBATE ÀS DROGAS

O deputado Federal Osmar Terra (PMDB-RS) afirmou que o pronunciamento do Papa Francisco reforça seu projeto de endurecimento da política pública brasileira sobre drogas. Ele afirmou: "Vai ajudar, e muito. O projeto está no Senado, para votação em agosto. Na Câmara, o novo Sistema Nacional de Políticas Sobre Drogas foi aprovado em todas as instâncias por ampla maioria. O projeto propõe endurecimento, maior rigor no combate às drogas". Para Osmar Terra, partidos como PT e PSOL, que votaram a favor da liberalização das drogas, agora terão um inimigo forte. Diz Osmar Terra: "O Papa disse bem, quando afirmou que o traficante é o mercador da morte. Nosso projeto endurece as penas para o tráfico, mas age duro com os consumidores, inclusive com internações involuntárias".

MATÉRIAS-PRIMAS COMANDAM REAÇÃO DAS EXPORTAÇÕES DO RIO GRANDE DO SUL

As exportações do Rio Grande do Sul cresceram 30,9% nos primeiros seis meses de 2013, somando US$ 11,2 bilhões. O número ficou acima da média do País, de -2,4%, e a maior entre os 10 maiores Estados exportadores. Os dados são da  Fundação de Economia e Estatística (FEE) e foram divulgados nesta quinta-feira. O desempenho colocou o Estado em terceiro lugar no ranking nacional, representando uma fatia de 9,74% das exportações brasileiras, abaixo de São Paulo, com 23,3%, e de Minas Gerais, com 14,12%. Desde 2007 que o Rio Grande do Sul não ocupava a posição. No ano passado, o Estado foi o quinto colocado. Puxaram a pauta de exportações gaúcha a soja e o milho, com alta de 97,6% juntos. Os itens que tiveram o pior desempenho foram arroz e óleo de soja, que somados tiveram queda de -44% em relação ao semestre anterior. A condição de exportador de matérias-primas salva o Rio Grande do Sul, mas mantém a economia no atraso, porque há 250 anos o Estado só vende para o Exterior o que sai da agropecuária. Os principais destinos das mercadorias gaúchas foram o Panamá, com crescimento de US$ 1,6 bilhão devido à venda (contábil, só no papel) de uma plataforma de petróleo, a P-63, para a subsidiária da Petrobras naquele país, e de US$ 714,3 milhões, para a China, em razão da soja.

SINDICALISTAS DENUNCIAM QUE GOVERNO DO PEREMPTÓRIO PETISTA TARSO GENRO SUCATEIA O PORTO DE PORTO ALEGRE

Eduardo Rech, coordenador da Intersindical Portuária e diretor da  Confederação Nacional dos Marítimos para Assuntos do Mercosul, e Geraldo Luiz de Almeida, presidente da Praticagem do Rio Grande do Sul, denunciam que o governo do peremptório petista Tarso "Nero" Genro está sucateando totalmente o porto da capital gaúcha. Eles dizem que os navios carregam e descarregam usando apenas guindastes próprios, porque os do porto não funcionam. Os dirigentes sindicais informaram que no porto de Paranaguá há inúmeras embarcações fundeadas e sem perspectivas de pronto atendimento, tendo os responsáveis por 12 delas mostrado interesse em operar nos portos de Rio Grande e Porto Alegre, mas a falta de guindastes os desmotivou. Eles dizem que 50% da área do porto da capital gaúcha foram entregues a grupos estrangeiros a preços de doação, de maneira desastrada e criminosa para implementar o projeto Cais Mauá, e que nos outros 50% que sobraram, o Cais Navegantes, não possuem um único guindaste para carga e descarga funcionando. Além disso, os R$ 18 milhões prometidos pelo governo federal  não foram usados por falta de aprovação do projeto elaborado pelo governo estadual e que deveria contemplar a sinalização náutica dos canais de acesso ao porto. Também denunciam que havia verba do PAC, com R$ 100 milhões para obras de desassoreamento dos canais de acesso ao porto da capital, mas por falta de projetos adequados esta verba foi perdida.

EMPRESÁRIOS REPUDIAM VETO À EXTINÇÃO DE MULTA EXTRA DO FGTS

O veto da presidente Dilma Rousseff ao projeto de lei aprovado pelo Congresso Nacional, no último dia 3, que extinguia a multa extra de 10% sobre o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para demissões sem justa causa foi repudiado por várias entidades empresariais e sindicais. O veto foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira. A contribuição adicional de 10% foi incorporada à multa de 40% do FGTS para funcionários demitidos sem justa causa em 2001, devendo ser paga pelo empregador ao governo e não ao empregado. A contribuição extra foi criada para ajudar a corrigir o desequilíbrio existente entre a correção dos saldos das contas individuais do FGTS, resultante dos Planos Verão e Collor I, e o patrimônio do fundo. A lei, entretanto, não estabeleceu prazo para o fim da cobrança dos 10%, nem o vinculou à solução do desequilíbrio do fundo. Em nota conjunta, os sindicatos das Empresas de Asseio e Conservação do Distrito Federal e das Empresas de Segurança Privada, Sistemas de Segurança Eletrônica, Cursos de Formação e Transporte de Valores no Distrito Federal asseguraram que “não é justo que o empresariado brasileiro seja onerado ainda mais do que com as contribuições já previstas em lei”. As duas entidades lembraram que as contas do FGTS foram reequilibradas em julho de 2012, de acordo com cálculos da Confederação Nacional da Indústria (CNI), e que as parcelas recolhidas de forma indevida desde então ultrapassam R$ 2,7 bilhões. “Diante disso, fazemos um apelo ao Congresso Nacional que haja com justiça e derrube o veto da presidente, permitindo a manutenção de milhões de empregos”, diz a nota. Para a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), a manutenção da multa extra de 10% do FGTS “está na contramão do compromisso do governo federal de incentivar a competitividade e reduzir a carga tributária do Brasil. Hoje, a carga consome 37% das riquezas aqui produzidas”. Na avaliação da entidade, o veto da presidenta Dilma acaba oficializando uma cobrança que foi instituída em caráter provisório há 12 anos, “com finalidade específica que já foi atingida. Oficializa também uma despesa extra para as empresas brasileiras de aproximadamente R$ 4 bilhões por ano”. A Firjan disse entender a necessidade de as contas públicas se equilibrarem, mas defende que isso ocorra por meio do corte de despesas correntes, “e não pelo aumento de impostos”. Classificou de “incoerência” a decisão do governo federal de manter a contribuição extra e que espera que “a decisão acertada do Legislativo seja a que prevaleça, ao final”.

CONSÓRCIOS TÊM MAIS OITO MESES PARA SE ADAPTAR A CADASTRO POSITIVO

Os consórcios terão mais oito meses para começar a repassar informações sobre bons pagadores. O Conselho Monetário Nacional adiou para 1º de junho do próximo ano a implementação do cadastro positivo pelo setor. Para as demais instituições financeiras, como bancos e seguradoras, o prazo para o início do funcionamento do banco de dados permanece em 1º de agosto. De acordo com o chefe do Departamento de Regulação do Sistema Financeiro do Banco Central, Sérgio Odilon dos Anjos, o adiamento foi necessário porque os consórcios lidam com conceitos diferentes em relação a outros integrantes do sistema financeiro. “O consórcio é um grupo de pessoas que se reúne para poupar e não se rege pelos mesmos conceitos das demais operações de crédito. No consórcio, não faz sentido falar em adimplente e inadimplente, mas em consistente, contemplado e sorteado". Sérgio dos Anjos explicou que os consórcios abrangem apenas uma pequena parcela das operações do sistema financeiro, sem informar o percentual de participação, e ressaltou que a formação do cadastro positivo não sofrerá grande impacto. “Não há prejuízo à formação do banco de dados nesse período. O mais importante é que as informações do banco de dados sejam seguras, corretas e transparentes”, argumentou. Criado por lei em junho de 2011, o cadastro positivo consiste na divulgação de informações sobre bons pagadores. De posse desses dados, o comércio e as instituições financeiras podem conceder juros menores aos clientes com bom histórico de crédito. A própria lei estabelece que os dados só podem ser repassados com autorização do cliente. Estabelecimentos comerciais alimentam o cadastro positivo desde a autorização do sistema, com informações sobre os pagamentos de boletos e de operações de crediário. No entanto, em dezembro do ano passado, o CMN autorizou que as instituições financeiras só começassem a operar o cadastro positivo em agosto deste ano alegando que elas precisavam adaptar os sistemas e garantir a segurança dos bancos de dados.

JOSÉ SERRA É SUBMETIDO A CATETERISMO NO HOSPITAL SÍRIO-LIBANÊS

O ex-governador de São Paulo, José Serra, de 71 anos, foi submetido na quarta-feira a um cateterismo cardíaco no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Segundo o boletim médico, uma avaliação pré-operatória feita por Serra para uma futura cirurgia futura (prostatectomia, retirada cirúrgica de parte ou de toda a próstata) detectou um problema cardíaco. Com isso, os médicos indicaram a colocação de um stent, uma espécie de tubo artificial usado para expandir a artéria e regularizar o fluxo de sangue. De acordo com o hospital, o procedimento “transcorreu com sucesso e sem intercorrências” e Serra já está apto a retomar suas atividades de rotina. O Sírio-Libanês informou que a prostatectomia, a qual Serra terá de se submeter, poderá ser feita conforme já estava programado, “num futuro próximo imediato”. O hospital não confirmou a data já marcada. O economista José Serra foi presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), deputado federal, senador, prefeito de São Paulo, ministro do Planejamento e da Saúde e duas vezes candidato do PSDB à Presidência da República.

NÚMERO DE PRESIDIÁRIAS MAIS QUE DUPLICOU EM 2012

A população carcerária feminina aumentou 256% em 2012, informou nesta quinta-feira o diretor do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Augusto Rossini, órgão vinculado ao Ministério da Justiça. O aumento no caso dos homens foi quase a metade no mesmo período, 130%. Atualmente, 7% de todos os presos no Brasil são mulheres, o que corresponde a algo em torno de 36 mil detentas. Há mais de 550 mil pessoas em presídios no País e um déficit de 240 mil vagas, das quais 14 mil são para mulheres. De acordo com Rossini, dois fatores importantes para o aumento da população carcerária feminina são o crescimento da participação da mulher em diversas atividades, inclusive na criminalidade, e o repasse de atividades criminosas à mulher, por cônjuges, namorados ou irmãos, quando eles mesmos são presos. A maioria das detenções estão relacionadas com o tráfico de drogas, sem registros de criminalidade associado à violência. Dados do Ministério da Justiça mostram que o perfil das mulheres presas no Brasil é formado por jovens, dois terços do total têm entre 18 e 34 anos; 45% são pretas ou pardas. Esse perfil reforça a ideia que as presidiárias são marginalizadas e que, quando retornam à sociedade depois de cumprida a pena, têm dificuldade de se inserir no mercado de trabalho, o que intensifica a reincidência no crime.

PETROLEIROS DA BACIA DE CAMPOS ENTRAM EM GREVE POR SUSPENSÃO DO PAGAMENTO DE HORA EXTRA

Funcionários da Petrobras que trabalham embarcados na Bacia de Campos, no norte fluminense, aderiram à greve de 24 horas, em protesto contra a suspensão do pagamento de repouso semanal remunerado e de horas extras. Trinta e sete plataformas tiveram suas operações paralisadas parcialmente e duas totalmente. No início da greve, as plataformas P-07, P-15 e P-35 aderiram à greve. No início da tarde, a P-15 retomou as atividades e, durante o tempo em que ficou parada, mais de 2 mil barris de petróleo deixaram de ser produzidos. No total, 39 plataformas estão participando da greve e nove unidades permanecem fora do movimento. De acordo com o coordenador do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense, José Maria Rangel, “a adesão é grande, em torno de 90%. Todos os trabalhadores estão paralisados e o sindicato orientou que os únicos trabalhos a serem desenvolvidos fossem os de segurança e de habitabilidade”, explicou. A Petrobras informou, em nota, que “tem como prática nesse tipo de mobilização tomar todas as medidas necessárias para garantir a normalidade das operações da companhia, de modo a não haver qualquer prejuízo às atividades da empresa e ao abastecimento do mercado, sendo mantidas as condições de segurança dos trabalhadores e das instalações da companhia.”

PESQUISA CNI/IBOPE APONTA QUE 91% DOS ENTREVISTADOS CONSIDERAM IMPOSTOS ALTOS

A pesquisa de opinião encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) ao Ibope aponta que 91% das pessoas entrevistadas consideram a carga tributária brasileira alta demais. Outro dado apresentado nesta quinta-feira pela CNI, mostra que 53% dos entrevistados acreditam que maior parte dos recursos arrecadados vão para o governo federal. Além disso, as pessoas ouvidas têm a percepção que a maior parte dos tributos vão para o governo federal. A pesquisa CNI/Ibope mostra, também, que 51% dos entrevistados acreditam que os Estados e municípios não têm recursos para proverem os serviços públicos principais. No entanto, as pessoas ouvidas apontaram que em dois estados há recursos suficientes para investimentos públicos. Segundo os dados consolidados, o Rio de Janeiro foi apontado por 60% dos entrevistados e Goiás, por 51%. Os dados mostram que esses foram os dois Estados com a menor taxa de avaliação dos governos como bom ou ótimo, com 12% e 21%, respectivamente. Rio de Janeiro e Goiás também foram avaliados com os piores índices de confiança nos governadores, 25% dos fluminenses dizendo que confiam e 29% dos goianos com a mesma opinião. Na avaliação das prefeituras, 62% dos entrevistados responderam que acreditam que seus governos municipais precisam de ajuda do governo federal para realizarem os serviços públicos, enquanto 31% disseram que a prefeitura tem recursos suficientes. Na interpretação do gerente de pesquisa da CNI, Renato da Fonseca, é um erro considerar que a população não entende de questões tributárias e sobre como isso interfere na vida das pessoas. “A minha interpretação é que, no todo, as pessoas entendem que o governo já tem os recursos suficientes, mas não distribui bem esses recursos do governo federal para os governos estaduais e municipais”, disse. A utilização dos recursos é mal avaliada pela população. Na média do país, 74% acreditam que os recursos são mal utilizados pela presidenta Dilma Rousseff e seus ministros como, também, pelos governadores e secretários. As prefeituras são mal avaliadas, com 70% das pessoas apontando a má utilização dos recursos pelo prefeito e secretários municipais. O Estado mais mal avaliado é o Rio de Janeiro, onde 87% dos entrevistados acreditam que os recursos estão sendo mal empregados. Em seguida, aparecem São Paulo e Goiás com 81% e 79% de pessoas reconhecendo a má utilização dos recursos públicos, respectivamente. A pesquisa constatou, ainda, que 42% dos entrevistados acreditam que o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do seu estado é maior que os demais. Entre os paulistas, 61% dos entrevistados têm a percepção que o ICMS é maior que o praticado por outros estados. Entre os cariocas e gaúchos essa percepção foi constatada por 50% dos entrevistados.

RIO BRANCO DECRETA ESTADO DE EMERGÊNCIA AMBIENTAL

A prefeitura de Rio Branco (AC) decretou nesta quinta-feira estado de emergência ambiental em decorrência da "ameaça iminente de queimadas urbanas". De acordo com a secretária de Meio Ambiente, Sílvia Brilhante, é uma medida de prevenção, para tornar mais simples a contratação de agentes ambientais temporários, caso haja necessidade. A secretária conta que o município sofre com o hábito de muitos moradores de queimar lixo e entulho. "Muitas pessoas varrem a porta da casa, o quintal, juntam as folhas e queimam. Isso é prejudicial à saúde pública, causa prejuízos urbanos e, além disso, é considerado crime ambiental", explica. De acordo com Sílvia Brilhante, depois do período do inverno amazônico, que dura seis meses, começa o período crítico, geralmente entre julho e agosto, porém há queimadas o ano todo. Desde 2010 a prefeitura lança anualmente uma campanha de combate às queimadas urbanas, com foco educativo e reforço da fiscalização, que pode acarretar em multas de até R$ 300 por queimadas de pequeno porte.

MOROSIDADE DA JUSTIÇA ATRAPALHA REPATRIAÇÃO DE DINHEIRO DESVIADO POR CRIMINOSOS

O principal obstáculo para o Brasil recuperar mais rapidamente o dinheiro desviado por corrupção ou lavagem de dinheiro é a morosidade do sistema judicial. A afirmação foi feita nestaa quinta-feira pelo secretário Nacional de Justiça, Paulo Abrão, durante a comemoração dos dez anos de criação da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro. Segundo Abrão, para a efetiva repatriação dos recursos é preciso ter o trânsito em julgado da ação dentro do território brasileiro, combinado com o trânsito em julgado da mesma ação no país onde os recursos estão depositados. Daí a dificuldade das autoridades. Desde que adotou uma estratégia nacional de combate à corrupção e à lavagem de dinheiro – há dez anos – o Brasil conseguiu recuperar R$ 40 milhões. Trezentos milhões, identificados como fruto de corrupção ou lavagem de dinheiro, estão bloqueados pela Justiça em contas fora do Brasil. Para chegar a essa cifra, no entanto, a rede nacional de laboratórios contra a lavagem de dinheiro apurou algo em torno de R$ 11 bilhões em movimentações financeiras suspeitas. Segundo o Ministério da Justiça, a repatriação de recursos não se dá apenas em espécie, mas também em outros patrimônios. O Banco Santos, por exemplo, foi obrigado a devolver obras de arte levadas para outros países e que, hoje, estão em exposição no Museu de Arte Moderna de São Paulo. Existem também ações de bloqueio de 450 quilos de esmeraldas que são alvo de investigações. Ainda segundo Paulo Abrão, o Brasil precisa adotar de uma vez por todas os padrões internacionais no que se refere à lavagem de dinheiro e à corrupção, já que esses são crimes transnacionais. “Esses recursos circulam em paraísos fiscais que acabam por obstaculizar a capacidade do estado de identificar os autores dos depósitos”, ressaltou. Recentemente o Congresso aprovou a Lei de Combate ao Crime Organizado, que criou técnicas de investigação e simplificou determinados procedimentos. Segundo o secretário Nacional de Justiça, antes disso, havia uma lacuna jurídica e as investigações acabavam anuladas por falta de respaldo jurídico às ações de investigação da polícia e do Ministério Público. Foi aprovada também a Lei de Combate à Lavagem de Dinheiro. Agora, a expectativa das autoridades é que deputados e senadores aprovem a tipificação criminal dentro do financiamento ao terrorismo. No âmbito do Executivo, outra medida necessária, na avaliação de especialistas, é a ampliação dos acordos de cooperação internacional, especialmente com os países conhecidos como paraísos fiscais. “O problema é que os países são os mesmos que se recusam a fazer negociações de apoio para permitir intercomunicação de informações e troca de experiência”, admitiu Paulo Abrão. Entre as estratégias de combate à corrupção e à lavagem de dinheiro para 2013 está a melhoria do sistema de proteção à testemunhas. “Nós temos que criar um protocolo de abordagem para tratamento da testemunha, para que haja facilitações e padronização de procedimentos de todos os órgãos públicos. Se eu coloco um cidadão sob regime de proteção, é preciso que a Receita Federal tenha um sistema próprio que altere as suas identificações. É preciso que o Ministério do Trabalho nos ajude na recolação profissional para a reconstituição da vida dele, fora as questões de segurança”, explicou Paulo Abrão.

MISSA DE ENCERRAMENTO DA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE MUDA DE LOCAL E SERÁ REALIZADA EM COPACABANA

O prefeito Eduardo Paes confirmou que a missa de encerramento da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no domingo, foi transferida de Guaratiba, na zona oeste, para Copacabana, zona sul. Por causa da chuva, o terreno está encharcado, impedindo a realização do evento. A missa terá a presença do papa Francisco, que também deve anunciar a sede do próximo encontro mundial de jovens católicos. A vigília de sábado, que também estava prevista para Guaratiba, será realizada em Copacabana. No entanto, os organizadores da JMJ pedem que os fiéis não durmam no local. De acordo com Eduardo Paes, a decisão de transferir o evento foi tomada após vistoria de técnicos da prefeitura ao local. Depois de vários dias de chuva no Rio de Janeiro, o terreno de Guaratiba, chamado Campo da Fé (Campus Fidei) está encharcado e se tornou um lamaçal, o que tornou inviáveis os eventos programados para o local.

PAPA FRANCISCO PEDE AOS JOVENS QUE SAIAM ÀS RUAS PARA LEVAR ENSINAMENTOS DA IGREJA

O Papa Francisco ficou animado em seu encontro com jovens argentinos, nesta quinta-feira, na Catedral de São Sebastião, no centro. Logo na chegada, ao ver que havia muita gente do lado de fora, ele fez questão de se dirigir a muitos dos que não conseguiram entrar na igreja. Em seguida, acompanhado do arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta, e do presidente da Conferência Episcopal da Argentina e arcebispo de Santa Fé, monsenhor José María Arancedo, o pontífice entrou na catedral, que estava lotada, e foi saudado pelos jovens presentes. “Esta é a juventude do papa”, diziam os jovens que, na sequência, gritavam o nome do país deles: “Argentina, Argentina, Argentina”. No caminho até o altar, Papa Francisco cumprimentou muitos jovens. No início da mensagem, o Papa Francisco fez um agradecimento aos organizadores da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), por terem encontrado um lugar em que pudesse estar com os jovens argentinos, conforme tinha pedido. Em seguida, reforçou o conceito de evangelização: “Quero dizer o que espero como consequência da jornada. Quero que saiam fora. Quero que a Igreja saia às ruas”. Papa Francisco pediu que os jovens não se esqueçam dos mais velhos: “Penso que, neste momento em que a civilização mundial está voltada para o culto ao dinheiro e presenciamos uma filosofia de exclusão dos grupos de idosos. Não cuidam dos anciães, não os deixam falar". Para ele, os jovens precisam respeitar a sabedoria dos mais velhos. “Deixem-nos falar. Neste momento, os jovens e os anciães estão condenados ao mesmo destino. Não se deixem excluir", recomendou o pontífice. Em seguida, perguntou aos fiéis se estavam claras as recomendações e foi protamente respondido, de forma afirmativa, pelos jovens argentinos que lotavam a catedral. Mais uma vez, o Papa Francisco destacou as dificuldades de emprego que os jovens enfrentam, em uma civilização que, segundo ele, não cuida deles, nem dos idosos. “Há exclusão dos jovens. O percentual de jovens sem trabalho e sem emprego é muito alto. É uma geração que não tem experiência da dignidade vinda do trabalho", afirmou o papa. "A civilização nos está levando a excluir as duas pontas que são são o nosso futuro. Os jovens têm que sair e se fazer valer. Os jovens têm que sair a lutar pelos seus valores. E os anciães precisam abrir a boca e nos ensinar e nos transmitir a sabedoria do povo”, completou. Ao encerrar a mensagem a seus compatriotas, Francisco pediu, como vem fazendo em todos os encontros da jornada, que rezem por ele: “Necessito das orações de vocês, necessito muito". No fim do encontro, ele benzeu a cruz e a imagem de Nossa Senhora, que passará por todas as paróquias da Argentina e repetiu: “Não se esqueçam. Cuidem dos dois extremos de nossa vida e da história dos povos, que são os anciães e os jovens. E não se afastem da fé". Depois de rezar a Ave Maria, o Papa Francisco fez uma oração e pediu que Jesus ensine os jovens a saírem às ruas para levar a palavra da Igreja.

LEWANDOWSKI SUSPENDE PROCESSO DE CASSAÇÃO DE AFIF DO CARGO DE VICE-GOVERNADOR DE SÃO PAULO

O presidente em exercício do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, suspendeu o processo de cassação do vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos. Ele estava sendo processado pela Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo pela dupla vinculação pública, uma vez que assumiu o posto de ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa do Executivo Federal em maio deste ano. Lewandowski atendeu à reclamação apresentada nesta semana por Afif, na qual o político alegava irregularidades no processo de sua cassação. O ministro concedeu a liminar por entender que a assembleia paulista está desrespeitando decisão anterior do Supremo que anulou regras da Constituição local relativas a processos envolvendo autoridades suspeitas de crimes de responsabilidade. No julgamento usado como referência, o Supremo definiu que as regras sobre o assunto só poderiam ser definidas pela União, e não pelos Estados e municípios. "Na espécie, os atos impugnados parecem não apenas ter restaurado, como ido além das normas constitucionais paulistas, já fulminadas pelo Supremo Tribunal Federal", destaca o ministro. Lewandowski concedeu a liminar na condição de plantonista. Nesta semana, ele é responsável por analisar as questões urgentes que chegam à Corte. O relator do caso é o ministro Luiz Fux, que receberá o processo a partir de agosto.

TST DETERMINA QUE PELO MENOS 75% DOS TRABALHADORES DA ELETROBRAS ESTEJAM EM ATIVIDADE

O Tribunal Superior do Trabalho determinou que os trabalhadores do setor elétrico mantenham em atividade pelo menos 75% dos empregados em cada uma das unidades e nos respectivos setores de geração, transmissão e distribuição de energia. A decisão liminar é do presidente do TST, ministro Carlos Alberto Reis de Paula, em favor da Eletrobras. Os trabalhadores estão em greve desde o dia 15 de julho. Uma nova audiência de conciliação, entre os empregados e a empresa, foi marcada para a próxima segunda-feira, às 14 horas, no TST. O ministro não considerou que a greve é abusiva, mas determinou que os eletricitários assegurem a troca dos trabalhadores nas respectivas escalas e determinou que os eletricitários não pratiquem qualquer ato que impeça a garantia da manutenção mínima de 75% de trabalho nas condições impostas pela liminar. A multa pelo descumprimento das obrigações estabelecidas é de R$ 50 mil por dia para qualquer uma das entidades suscitadas na ação. O presidente da Federação dos Trabalhadores em Energia, Água e Meio e Ambiente (Fenatema), Eduardo Annunciato, disse que a entidade ainda está analisando a decisão do TST e deverá pedir esclarecimentos ao Tribunal. Segundo ele, mesmo sem greve, a empresa não trabalha com 75% do pessoal, porque muitos funcionários atuam em esquema de rodízio, ou estão em férias ou de licença médica, por exemplo.

GRIPADA, A SOBERANA BOLIVARIANA PETISTA DILMA ROUSSEFF CANCELA AGENDA E PASSA O DIA NO PALÁCIO DA ALVORADA

Em decorrência de uma gripe, a soberana bolivariana petista Dilma Rousseff decidiu cancelar a agenda de compromissos e passar o dia em repouso no Palácio da Alvorada, residência oficial. Ele deveria receber pela tarde senadores da bancada do PT, no Palácio do Planalto. O encontro foi cancelado e a agenda alterada por volta das 13 horas. No domingo, a soberana bolivariana petista Dilma Rousseff viajará para o Rio de Janeiro onde participara da Missa de Envio da Jornada Mundial da Juventude, que marcará o encerramento do evento e a despedida do papa Francisco do Brasil.

GOVERNADOR DE PERNAMBUCO É O MAIS BEM AVALIADO EM PESQUISA CNI

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), é o mais bem avaliado entre os chefes do Executivo de 11 Estados analisados pela pesquisa CNI-Ibope, divulgada nesta quinta-feira em Brasília. Campos e seu governo são considerados bons ou ótimos por 58% da população pernambucana. O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), assim como seu governo, ficou em segundo lugar entre os mais bem avaliados pela população do Estado, com 41% dos entrevistados considerando seu desempenho ótimo ou bom. Em terceiro lugar ficou o cearense Cid Gomes (PSB), que teve 40% de aprovação com ótimo ou bom. Os governadores mais mal avaliados são o do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), que teve 12% da população considerando seu governo ótimo ou bom; o de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), com 21%; e o do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), que teve 25%  de avaliação ótima ou boa para ele e seu governo. A média nacional de avaliação positiva dos governos estaduais ficou em 42%.

JOVENS APROVAM MANUAL DE BIOÉTICA DA IGREJA CATÓLICA

Distribuído nos kits para 355 mil peregrinos inscritos na Jornada Mundial da Juventude (JMJ), um manual de bioética reafirma a posição da Igreja Católica contra o aborto, a adoção de crianças por casais do mesmo sexo e a reprodução assistida. O guia recebeu apoio de quase todos os jovens que participam da jornada. O manual publicado em quatro idiomas condena o aborto sob qualquer circunstância e também o uso da pílula de contracepção que, segundo o documento, pode levar ao aborto indesejado de embriões, o que não é permitido. “Por que o direito da mulher de eliminar um filho prevaleceria sobre o direito de viver desse filho?”, pergunta o manual. Sobre a reprodução assistida, o guia propõe a adoção de crianças por casais com dificuldade de engravidar. “As técnicas são desgastantes psicologicamente devido à intromissão do médico na sua intimidade, com interrogatórios sobre a vida íntima, fundação do ovócito, ou seja a transferência e inseminação da mulher pelo médico em lugar do cônjuge”, justifica a igreja. Em relação à adoção de crianças por casais do mesmo sexo, o guia explica que não se constitui em atitude homofóbica, pois “a procriação necessita de pai e mãe para se desenvolver”. “Embora o fato de alguém não poder ter filhos seja fonte de sofrimento, essa reivindicação dos lobbies homossexuais não é legítima. É preciso homem e mulher para gerar um filho”, afirma. Outros temas tratados no manual são a eutanásia, a doação de órgãos “que só deve ser permitida por um acordo consciente e livre do doador ou da família” e a teoria de gênero. Esta linha de pensamento é questionada por acreditar que a “identidade sexual do ser humano depende do ambiente sociocultural e não do sexo” em contraposição “à natureza”- homem ou mulher. O documento foi elaborado pela fundação francesa Jérôme Lejeune e aprovado pela Comissão Nacional da Pastoral Familiar da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Nas ruas da cidade do Rio de Janeiro, nove dos dez peregrinos defendem os preceitos do manual. Os demais, como a estudante Evielle Beatriz, de 15 anos, do Rio Grande do Norte, defende a castidade pregada pela Igreja e a relação sexual apenas para fins de reprodução. “Deus fez o sexo para o casal, homem e mulher, ter seus filhos. Isso é uma grande dádiva. Por isso, acho inaceitável qualquer método, mesmo camisinha”, disse.

QUADRILHEIRO E CORRUPTO PETISTA JOSÉ GENOÍNO OPERADO DE URGÊNCIA NO SÍRIO-LIBANÊS

O deputado federal José Genoino (PT), quadrilheiro e corrupto condenado no processo do Mensalão do PT, foi submetido a uma cirurgia de urgência, informou o Hospital Sírio Libanês nesta quarta-feira. Segundo o hospital, ele foi internado após dor precordial, sendo diagnosticada a dissecção da aorta (é o rompimento da aorta abdominal). José Genoino foi transferido para o Hospital Sirio Libanês, em São Paulo, após ter sido internado ao sentir-se mal em Ubatuba, no litoral norte paulista. Ele deu entrada na Santa Casa da cidade por volta das 6 horas desta quarta-feira e seguiu para a capital às 15h30. O corrupto e quadrilheiro José Genoino é ex-presidente do PT e comandava o partido quando foi descoberto o esquema do Mensalão do PT. De acordo com o hospital, a liberação em Ubatuba ocorreu assim que o petista teve o quadro de saúde estabilizado e os exames do primeiro atendimento concluídos. Ainda segundo a unidade, os exames não constataram problemas no coração. No período em que esteve na Santa Casa de Ubatuba, José Genoino ficou em observação. O quadrilheiro e corrupto José Genoino não foi reeleito nas eleições de 2010 após cinco mandatos como deputado federal. Em 2012, atuou como assessor especial do Ministério da Defesa e pediu demissão do cargo em outubro, após o julgamento do Mensalão do PT, para assumir uma cadeira como deputado federal. Ele era suplente do petista que foi eleito prefeito de São José dos Campos, Carlinhos Almeida.

PREFEITO JOSÉ FORTUNATI ENFIM ADMITE QUE PRECISARÁ CORTAR ORÇAMENTO E PARAR OBRAS QUE ELE DIZIA SEREM DA COPA

O inevitável aconteceu. O prefeito José Fortunati (PDT) levou as contas da prefeitura de Porto Alegre para o absoluto vermelho. Com o tesouro municipal endividado, e sem capacidade de investimentos, Fortunati determinou nesta quarta-feira um estudo das finanças para adoção de medidas de cortes. E já se sabe que os cortes serão profundos, várias obras que estavam no famigerado caderno da Copa serão paralisadas, como os corredores de ônibus (BRT), viadutos e outras. A "avaliação" será realizada pelas secretarias de Planejamento Estratégico e Orçamento, Fazenda, Gestão e Governança. O certo é o seguinte, os cortes já estão decididos. Porto Alegre vai virar uma grande esculhambação, com obras paradas por todo lado, infernizando a vida dos cidadãos.