sábado, 28 de dezembro de 2013

GRUPO INVEPAR ESTUDA BR-040 DESDE 2009 PARA GANHAR O PROCESSO DE PRIVATIZAÇÃO

O presidente do Grupo Investimentos e Participações em Infra Estrutura S/A (Invepar), Gustavo Rocha, disse que a empresa está estudando desde 2009 a BR-040, tendo como principal trecho de interesse o arrematado na sexta-feira, devido ao potencial de crescimento das regiões abrangidas. “É uma rodovia que liga a capital da República à segunda maior cidade do País e à terceira maior cidade. É um grande desafio, com um processo de duplicação de 557 quilômetros ao longo de cinco anos, mas estamos muito tranquilos com nossa proposta e acreditamos no sucesso do projeto”. Ao todo, serão 11 praças de pedágio. Segundo Rocha, o perfil da rodovia é diversificado, sendo rota de passeio, trabalho, carga e carga geral, além de pegar um pouco da rota de escoamento: “Para nós, isso é bom, porque não dependemos de uma única atividade ou de movimento cíclico associado a essa atividade”. O Invepar foi o vencedor do leilão de privatização da BR-040 para os trechos do Distrito Federal, de Goiás e Minas Gerais feito na BM&FBovespa, na capital paulista. O grupo ganhou de outros sete concorrentes com oferta de pedágio de R$ 3,22 por cada 100 quilômetros (km) rodados, o que representou deságio de 61,13%. A tarifa-teto, estipulada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para o leilão da BR-040, foi R$ 9,54 para cada 100 km. A rodovia deverá ser concedida dentro do Programa de Investimento em Logística (PIL), do governo federal, que já licitou, entre outros trechos, a BR-050, entre Goiás e Minas Gerais, e a BR-163 em Mato Grosso. De acordo com a ANTT, a assinatura do contrato de concessão será no dia 6 de março de 2014. O segmento vai de Brasília, do entroncamento com a BR-251, até Juiz de Fora, em Minas Gerais. A previsão é que haja 11 praças de pedágio no trecho, que tem 936,8 quilômetros. O pedágio só pode ser cobrado depois de concluídas as obras de duplicação em 10% da rodovia. A previsão do governo é que sejam investidos R$ 7,92 bilhões ao longo de toda a concessão. Além das obras de duplicação, o vencedor deverá fazer a manutenção da rodovia e investir em melhorias. De acordo com o ministro dos Transportes, César Borges, o governo federal considera que a etapa de 2013 foi concluída com sucesso pela confiança das empresas no processo e a obtenção da modicidade tarifária devido à concorrência do mercado: “É um processo que inova por impor a duplicação em cinco anos, o que é desafiador mas dá confiança ao usuário. Ele sabe que em cinco anos terá a rodovia duplicada. E sabe também que o grupo só poderá cobrar o pedágio depois de 10% de trechos duplicados”. Borges destacou que o governo deve continuar o processo de privatizações rodoviárias para resolver os problemas de gargalos logísticos no País: “O modal rodoviário é o principal e ainda vai continuar sendo durante muito tempo porque não se muda de uma hora para outra. O que precisamos é incentivar o ferroviário para transporte de passageiros e cargas. No rodoviário, precisamos duplicar os grandes eixos”.

"MANDRAKE NEOTROTSKISTA" ARNO AUGUSTIN DIZ QUE META DE SUPERÁVIT PRIMÁRIO SERÁ ATINGIDA EM 2013

O Governo Central (Banco Central, Tesouro Nacional e Previdência Social) deverá cumprir a meta de superávit primário de 2013, anunciou na sexta-feira o secretário do Tesouro Nacional, o "mandra neotrotskista" Arno Augustin. Segundo ele, os dados disponíveis demonstram que a meta será alcançada. A meta ajustada para o Governo Central é economizar este ano R$ 73 bilhões. Isso quer dizer que o governo precisa de mais R$ 10,582 bilhões para cumprir o que estabeleceu. “Em dezembro, a nossa estimativa é que a meta possa ser cumprida. Temos um dia forte de arrecadação, mas todos os números que temos mostram o cumprimento da meta em 2013”, afirmou. Os números apresentados pelo "mandrake neotrotskista" Arno Augustin indicam que, em 12 meses, o superávit primário do Governo Central já está em R$ 90,5 bilhões, o melhor resultado para o período. O otimismo do secretário tem a ver com o resultado recorde de novembro: o superávit primário ficou em R$ 28,8 bilhões. Segundo Augustin, os números refletem melhoria nos fundamentos econômicos do Brasil. Ele disse que a arrecadação está crescendo, independentemente da receita extra do Refis da Crise e do Campo de Libra. É uma completa baboseira, enganação para trouxa. Por exemplo: concorrem para esses números fantasiosos as fantasiosas exportações de plataformas marítimas da Petrobras para o Panamá que saem direto dos estaleiros para a bacia de Campos. “Estimamos em dezembro e em janeiro um resultado fiscal muito positivo. Na medida em que as receitas forem regularizadas, elas tendem a ter um comportamento melhor nos próximo meses também”, ressaltou o "mandrake" secretário do Tesouro.

PESQUISA APONTA QUE MAIS DE 30% DOS JOVENS DE ÁREAS COM UPPs NÃO ESTUDAM NEM TRABALHAM

Cerca de 34% dos jovens de 18 a 29 anos de idade que moram em "comunidades pacificadas" (a piada pronta do governo de Sérgio Cabral) do Rio de Janeiro, não trabalham nem estudam. O dado consta do estudo "Somos os Jovens das UPPs", divulgado na sexta-feira pelo Sistema Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro). Na faixa de 15 a 18 anos, o percentual dos jovens que não estudam nem trabalham cai para 12%. O levantamento foi feito com 1.652 jovens de 15 a 29 anos de sete comunidades com unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) – Jacarezinho, Manguinhos, Mangueira, Prazeres/Escondidinho, São Carlos, Vidigal e Coroa/Fallet/Fogueteiro. São áreas nas quais a Firjan desenvolve o Programa Sesi Cidadania. De acordo com a Firjan, os números apontados no estudo mostram a necessidade de investimento em educação nessas comunidades. Um dos dados revela que 46% dos jovens entre 15 e 17 anos ainda não chegaram ao ensino médio, e dos que têm 18 anos ou mais, 57% não conseguem completar o ensino regular escolar. Outros dados apontados no estudo mostram a precocidade com que os jovens das comunidades pesquisadas assumem responsabilidades de adultos: 17% dos que têm entre 15 e 29 anos tiveram filhos entre os 12 e os 17 anos, e 13% dos que estão na faixa de 15 a 17 anos já ajudam financeiramente suas famílias. Segundo a Firjan, um fator positivo apontado no diagnóstico é o grande avanço dos jovens de hoje em relação à geração anterior. Enquanto 48% dos maiores de 21 anos pesquisados no estudo têm pelo menos o ensino médio completo, entre seus pais e mães a escolaridade é bem menor, de 14% e 16%, respectivamente. Com relação ao ensino superior, apenas 3% dos pais chegaram à universidade, contra 12% de seus filhos maiores de 21 anos. O estudo aponta ainda a importância dada à educação pelos jovens de hoje das comunidades contempladas com UPPs, mesmo entre aqueles que não conseguiram chegar ao ensino médio. Valorizado por 94% dos jovens, o fato de ter um diploma é considerado por 20% deles o aspecto mais importante para o mercado de trabalho.

BENTO XVI E PAPA FRANCISCO ALMOÇAM NA CASA DE SANTA MARTA

O papa emérito Bento XVI e o papa Francisco almoçaram juntos na sexta-feira na Casa de Santa Marta, residência do atual pontífice. Francisco fez o convite a seu antecessor ao visitá-lo, na última segunda-feira, no mosteiro Mater Ecclesiae, onde vive Bento XVI. Naquele dia, os dois religiosos trocaram saudações de Natal, rezaram juntos na capela do mosteiro e tiveram um encontro privado, que durou cerca de meia hora. Além dos secretários de Bento e Francisco, também foram convidados para o almoço de sexta-feira o secretário para as Relações com os Estados, dom Dominique Mamberti, e o assessor para Assuntos Gerais da Secretaria de Estado, monsenhor Bryan Wells. Depois de cerca de oito anos no comando da Igreja Católica, Bento XVI anunciou que renunciaria ao papado no dia 11 de feverereiro deste ano e concretizou o gesto no dia 28. Ele alegou questões de saúde e a idade avançada, 85 anos, na época. Seu sucessor, Jorge Mario Bergoglio, então arcebispo de Buenos Aires, foi eleito no dia 11 de março e adotou o nome Francisco.

GOVERNO PETISTA DE DILMA ROUSSEFF ZERA PIS E COFINS PARA IMPORTAÇÃO DE ÁLCOOL

Pelos próximos três anos, os importadores de todos os tipos de álcool deixarão de pagar Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). Segundo a Medida Provisória 634, publicada na sexta-feira no Diário Oficial da União, os tributos terão a alíquota zerada até 31 de dezembro de 2016. A redução não afeta apenas o etanol usado como combustível, mas todos os tipos de álcool. De acordo com a Receita Federal, a mudança pretende evitar o acúmulo de crédito de empresas importadoras de álcool, que não tinham como aproveitar esses créditos na venda do produto no mercado interno e obter desconto no pagamento dos dois tributos. O aproveitamento dos créditos acumulados pelos importadores até agora foi esclarecido pela medida provisória. De acordo com o texto, o crédito presumido poderá ser usado na revenda do álcool pela importadora, mas somente até o fim de 2016 e apenas se o crédito estiver ligado à produção e à comercialização do produto. A MP também reduziu a zero a alíquota de PIS/Cofins para a importação de neuroestimuladores usados para combater o mal de Parkinson. Em nota, a Receita Federal informou que a desoneração pretende reduzir o custo do tratamento com esse tipo de medicamento, mais moderno que os métodos tradicionais. Em outro artigo, a MP estendeu a desoneração da folha de pagamento a consórcios de empresas de construção de obras de infraestrutura. As empresas do setor vão passar a pagar todo mês à Previdência Social 2% sobre o faturamento, em vez de 20% sobre a folha de pagamento. Segundo a Receita, as empresas de construção são beneficiadas com a desoneração da folha desde novembro, mas existiam dúvidas sobre os consórcios de empreiteiras.

PORTOS TERÃO MAIS UM ANO PARA INSTALAR EQUIPAMENTOS DE INSPEÇÃO ELETRÔNICA DE CONTEINERES

Os portos de baixa movimentação ganharam mais um ano para instalar escâneres e aparelhos de raio X ou gama. A Medida Provisória (MP) 634, publicada na sexta-feira no Diário Oficial da União, prorrogou até 31 de dezembro do próximo ano o prazo para os portos se adaptarem às normas de vigilância e de inspeção eletrônica de cargas e veículos. De acordo com a Lei 12.350, de dezembro de 2010, todos os estabelecimentos aduaneiros do País tinham de se enquadrar nos critérios técnicos e operacionais até dezembro do ano passado. No entanto, de acordo com a Receita Federal, alguns portos pequenos tiveram dificuldade de cumprir o prazo por causa da falta de equipamentos no mercado. Pela medida provisória, os portos que movimentam menos de 100 unidades de carga por dia terão mais um ano para instalar os equipamentos de inspeção não invasiva. Os recintos alfandegários que comprovarem ter comprado ou alugado os equipamentos, mas ainda não os tenham recebido até o fim deste ano, também tiveram o prazo estendido. A Receita Federal, no entanto, esclarece que os casos deverão ser devidamente justificados.

OPERÁRIOS DA GM SÃO DEMITIDOS NA VÉSPERA DO ANO-NOVO

A General Motors demitiu centenas de trabalhadores por telegrama no último fim de semana do ano na fábrica de São José dos Campos (SP). Os demitidos eram da linha de montagem de veículos de passageiros (conhecida como MVA), onde era fabricado o modelo Classic. Os trabalhadores receberam telegramas informando que a partir do dia 31 de dezembro eles estarão demitidos, segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Antonio Ferreira de Barros. Barros disse que o sindicato não foi comunicado das demissões e que vai entrar na Justiça do Trabalho pedindo o cancelamento dos cortes. Segundo ele, a fábrica está promovendo "demissão em massa". O presidente do sindicato não sabe quantos trabalhadores estariam sendo cortados. Mas, de acordo com ele, a linha de produção do Classic empregava 750 pessoas, sendo que 304 já teriam aderido ao programa de demissão voluntária. O restante, segundo o sindicato, estava em licença remunerada. No dia 23 de dezembro, eles foram informados pela empresa que iniciariam um período de férias coletivas entre os dias 2 e 20 de janeiro. "A decisão da companhia nos pegou de surpresa", disse Barros. "Estamos cumprindo o acordo assinado com o sindicato em janeiro deste ano", afirmou o diretor de Assuntos Institucionais da GM, Luiz Moan. Segundo ele, as demissões fazem parte do fim da linha de produção do MVA em São José dos Campos. Moan não soube precisar o número de demitidos. Em nota, a GM informou que, "conforme o acordo de 28 de janeiro de 2013, com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, a GM comunica o encerramento das atividades da linha de montagem de veículos de passageiros ao final de dezembro de 2013". O presidente do sindicato lembrou que a demissão dos trabalhadores ocorre quatro dias após o governo ter decidido voltar com a cobrança, de forma gradual, do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Segundo Barros, a volta da cobrança do imposto em duas etapas - e não imediatamente - estaria vinculada ao compromisso de manutenção de empregos por parte das montadoras. Esse será o argumento do sindicato para contestar judicialmente as demissões. Na sua avaliação, com os cortes na GM esse compromisso teria sido quebrado. No caso do carro popular, a alíquota a partir de janeiro passa de 2% para 3% e, em julho sobe para 7%.

EX-DEPUTADOS MENSALEIROS PEDRO HENRY E PEDRO CORREA JÁ ESTÃO CUMPRINDO PENA EM SEUS ESTADOS

Os ex-deputados federais Pedro Henry (PP-MT) e Pedro Corrêa (PP-PE), condenados no processo do Mensalão do PT, chegaram na tarde de sexta-feira às capitais de seus Estados de origem, Mato Grosso e Pernambuco. Eles estavam cumprindo pena no Presídio da Papuda, no Distrito Federal, e pediram à Justiça para cumprir a pena em presídios localizados em cidades próximas da residência de seus parentes. Segundo o Departamento Penitenciário Nacional (Depen), a transferência foi feita em vôo comercial, "como é praxe no transporte de número reduzidos de presos". Pedro Henry e Pedro Corrêa passaram por exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal de Cuiabá  e do Recife, cidades onde cumprirão pena. De acordo com a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Mato Grosso, Henry ficará preso no anexo da Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, e dividirá a cela com outro detento. Pedro Henry foi condenado a sete anos e dois meses de prisão e Pedro Corrêa, a sete anos e dois meses de prisão.

INCÊNDIO INTERROMPE PRODUÇÃO DE PETRÓLEO POR MAIS DUAS SEMANAS NA PLATAFORMA P-20

A Petrobras informou na sexta-feira que a produção da plataforma P-20, localizada na concessão de Marlim, na Bacia de Campos, permanece interrompida após incêndio ocorrido no final da tarde de quinta-feira. No mês de novembro esta unidade operacional produziu 22 mil barris de petróleo por dia. Imediatamente após o ocorrido, a Petrobras instaurou uma comissão de investigação formada por gerentes, representantes da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) e dos empregados. Esta equipe encontra-se a bordo da unidade com o objetivo de apurar as causas do incidente. Ao mesmo tempo, outra equipe de engenharia foi deslocada para a P-20 para preparar, no menor tempo possível, um cronograma com todas as ações necessárias para o pleno retorno à operação. A Petrobras reitera que os dois trabalhadores, atendidos ontem na enfermaria, passam bem. O trabalhador que sofreu torção no pé encontra-se em Macaé para melhor avaliação médica.Informa também que todos os sistemas e procedimentos de segurança funcionaram conforme previsto durante a emergência e a habitabilidade da unidade de produção está plenamente preservada. A verdade é que esta plataforma não voltará a produzir antes de 10 dias no mínimo, porque a consequência do incêndio foi maior do que quer fazer crer a Petrobras.

PELOTAS CULPA OS CONSTANTES CORTES DE LUZ DA CEEE PELA FALTA DE ÁGUA NA CIDADE

O caso de Pelotas não é isolado no Rio Grande do Sul. Na noite de sexta-feira a prefeitura da cidade denunciou que as frequentes interrupções na energia elétrica, que também atingem a região da Estação de Tratamento (ETA) Sinott, acabam interrompendo a produção de água que alcança 100 milhões de litros diariamente nas três ETAs. O Sanep, serviço local de saneamento, avisou que já entrou em contado com a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), empresa que atende Pelotas, pedindo que livre a região da ETA Sinott dos cortes de energia. Desde setembro a prefeitura vem prevenindo o governo estadual sobre problemas no verão. O governo ignorou os avisos e esta semana tungou R$ 1,2 bilhão dos cofres da CEEE, visando tapar rombos no dilapidado caixa único. O dinheiro seria usado para investimentos que a estatal já tinha programado. Os cortes de energia nas áreas servidas pela CEEE são recorrentes desde terça-feira, sobretudo em Porto Alegre, Pelotas e Rio Grande, atingidos por onda de grande calor. Na quarta-feira (25/12/13) faltou luz durante dez horas na ETA Sinott, e na quinta-feira (26/12/2013) na parte da tarde, ocasionando falta d´água ou diminuição na pressão nas regiões do Areal e Praia do Laranjal. Segundo o diretor-presidente do Sanep, Jacques Reydams, o investimento será a solução para a falta de água no município. Além disso, Reydams explica que o Sanep está buscando soluções alternativas para amenizar os problemas, como a compra de geradores que serão instalados nas ETAs a fim de evitar a falta de energia.

IOF AUMENTA 20 VEZES VALOR PARA USO DE CARTÕES, TRAVELLERS E SAQUES NO EXTERIOR

Por meio de decreto, o governo da petista Dilma Rousseff elevou a cobrança de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) incidente sobre operações com cartões de débito no Exterior, compras de cheques de viagem (traveller checks) e saques de moeda estrangeira no mercado externo. A alíquota sobe de 0,38% para 6,38%. Até então, essa alíquota estava valendo apenas para as compras com cartões de crédito feitas no Exterior. A medida entrou em vigor a partir deste sábado, dia 28 de dezembro. Com isso, o governo espera arrecadar R$ 552 milhões ao ano. A nova tributação foi anunciada por meio de nota do Ministério da Fazenda. Na verdade, o grande objetivo é colocar um freio nas desbragadas viagens ao Exterior e gastos feitos lá fora pelos brasileiros, onde deixaram este ano mais de 10 bilhões de dólares. Essa alucinada corrida às viagens dos brasileiros contribuiram fortemente para o desequilíbrio das contas externas do Brasil.

MINISTRO JOAQUIM BARBOSA DIZ QUE É FORTE A CHANCE DO BANDIDO PETISTA MENSALEIRO JOSÉ GENOÍNO VOLTAR PARA A CADEIA DA PAPUDA

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, afirmou neste sábado que a chance de o ex-presidente nacional do PT e ex-deputado federal bandido mensaleiro José Genoino (SP) voltar para a cadeia da Papuda é "forte". Joaquim Barbosa disse ainda que "o preso não pode escolher" ao livre-arbítrio e conveniência onde cumprirá a pena que lhe foi definitivamente imposta. A conclusão consta da íntegra da decisão divulgada neste sábado, ao negar pedido de José Genoino de ser transferido para São Paulo a fim de cumprir, provisoriamente, pena domiciliar. Na decisão, que foi tomada na sexta-feira, o relator do processo do Mensalão do PT deu prazo de 90 dias, contados desde 21 de novembro, para José Genoino ficar em prisão domiciliar em Brasília. Ele está na casa da filha. Ao fim desse prazo, Joaquim Barbosa decidirá, após reavaliação do estado de saúde, se o ex-presidente do PT voltará a cumprir pena na prisão em regime semiaberto pela condenação por corrupção ativa. A defesa do petista tenta assegurar prisão domiciliar para ele, que passou por cirurgia cardíaca no meio do ano. A transferência dele, ainda que provisória, para São Paulo, tinha por objetivo retornar para a cidade onde está sua moradia e a família. A defesa argumentou que o apartamento da filha em Brasília é "muito modesto e de apenas um cômodo" sem "condições espaciais de abrigá-lo". Os advogados do ex-presidente do PT argumentaram também que, no dia 7, José Genoino tem consulta e exames pré-agendados no Hospital Sírio-Libanês, sob a supervisão do médico Roberto Kalil Filho, na boutique da saúde dos petistas. No despacho, Joaquim Barbosa afirmou que a prisão domiciliar do ex-presidente do PT é meramente provisória e que o quadro de saúde tem apresentado melhoras desde a detenção. "Como indica a própria defesa, seu estado de saúde está evoluindo e, mais do que isso, todas as informações existentes nos autos indicam que sua condição atual é compatível com o cumprimento da pena no regime semiaberto, dentro do sistema carcerário", disse. O relator do Mensalão do PT acrescentou que, no dia 26 de novembro, o próprio José Genoino havia pedido a desistência dos pedidos para ser transferido para um presídio em São Paulo, tendo em vista que o condenado aceitava cumprir a pena no Distrito Federal. Joaquim Barbosa destacou que é "firme" o entendimento do Supremo segundo o qual não existe direito do condenado "à transferência para estabelecimento penal de sua preferência, ainda que com fundamento em alegada proximidade de seus familiares". "Noutras palavras, o preso não pode escolher, ao seu livre-alvedrio e conveniência, onde vai cumprir a pena que lhe foi definitivamente imposta", afirmou. Na decisão, Joaquim Barbosa disse ainda que a transferência "fere o interesse público" porque a prisão domiciliar é provisória e é "forte a probabilidade do seu retorno ao regime semiaberto ao fim do prazo" de 90 dias. O presidente do Supremo frisou que a reavaliação do estado de saúde de José Genoino deverá ser feito em Brasília e não em São Paulo, como quer a defesa. Ele observou que, caso queira trazer o médico da preferência para realizar exames necessários no Distrito Federal, deverá arcar do próprio bolso.

VEJA OS NOMES DOS DEPUTADOS DA DITA OPOSIÇÃO QUE TRAÍRAM O VOTO OPOSICIONISTA E VOTARAM A FAVOR DO GRILO FALANTE TARSO GENRO, PARA ELE TUNGAR 1,3 BILHÃO DA CEEE

Saiba quem foram os deputados da "dita" oposição no Rio Grande do sul que permitiram o saque de R$ 1,3 bi aos cofres da combalida CEEE, dinheiro que deveria estar sendo investido na infraestrutura da companhia, para evitar, por exemplo, os vergonhosos cortes de energia que são aplicados nesta verão. Se esses deputados estaduais da "dita" oposição não tivessem se ausentado do plenário, e até se um deles não tivesse votado com o governo do PT (Álvaro Boseio, PMDB), o governo do peremptório petista "grilo falante" Tarso Genro não teria aprovado o projeto que esfarrapa a CEEE em R$ 1,3 bilhão. Agora esse dinheiro, que era para investimentos, já está no Caixa Único do Estado, para o "grilo falante" Tarso Genro tapar os monumentais rombos que sua administração causou nas contas públicas do Rio Grande do Sul. Aqueles que traíram a oposição real, feita de eleitores concretos, reais, formais, fraudados pela atitude deles, são os seguintes:
PMDB – Maria Helena Sartori (líder da bancada, mulher de José Ivo Sartori, que pretende se apresentar como candidato contra a candidatura da petista Dilma Rousseff), Alexandre Postal e Álvaro Boesio (Boesio votou mais uma vez com o governo)
PP – Mano Changes e Adolfo Brito
PPS – Paulo Odone
Solidariedade – Cassiá Carpes
DEM – Paulo Borges
O PT e seus aliados do PCdoB, PRB e PTB estiveram em peso na Assembléia Legislativa para aprovar o projeto do "grilo falante" Tarso Genro. Na oposição, apenas o PSDB compareceu em massa com seus seis deputados e votou unido, emplacando além disto a emenda que blindou o livre uso dos R$ 1,3 bilhão por parte do "grilo falante" Tarso Genro. O governo venceu a disputa por 25 x 21. Sem as traições de Maria Helena Sartori, Alexandre Postal, Alvaro Boesio, Mano Changes, Adolfo Brito, Paulo Odone, Cassiá Carpes e Paulo Borges, o "grilo falante" não teria como aprovar o seu projeto de tungada miserável nos recursos de investimentos da CEEE. José Ivo Sartori terá que explicar a atitude sua mulher. Já o peemedebista Alexandre Postal não precisa explicar nada: ele pretende ser conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (mas não vai levar, a vaga já está acertada para Cezar Busato; Postal tem sido "prestativo" ao PT e aos petistas desde a CPI do Detran, quando teve uma atitude camaleônica, votando a favor de requerimentos de deputados petistas, para comprometer o governo de Yeda Crusius, do qual ele fazia parte como base aliada; seu compadre e companheiro de veraneios, Luiz Fernando Zachia, estava no exercício da Casa Civil). Os grandes partidos que terão candidatos contra o governador petista "grilo falante" Tarso Genro têm tolerado infidelidade nas suas bancadas, mas seus candidatos a governador começarão a sofrer restrições do eleitorado, quando este perceber que alguns dos seus deputados fazem jogo duplo, prestam-se ao papel de vulgares camaleões políticos. Ana Amélia, Vieira da Cunha e Sartori serão questionados sobre isto e terão poucas explicações a dar, sem contar o fato de que suas bancadas não conseguem emplacar rota de procedimentos compatíveis com o ideário das suas candidaturas. A política no Rio Grande do Sul, lá de cima até embaixo, está totalmente corrompida. É um mundo político mensaleiro.

DELEGADO TUMA JR. AFRONTOU LULA DIANTE DO LEITO DE MORTE DO VELHO SENADOR ROMEU TUMA: "VOCÊ NÃO MERECE VER MEU PAI"

Ao visitar no leito de morte o senador Romeu Tuma, no dia 25 de setembro de 2010, o então presidente Lula deu de cara com Tuma Júnior, o ex-secretário nacional de Justiça do seu governo, a quem pouco antes ajudara a derrubar, fazendo vazar pela Polícia Federal uma série de grampos selecionados. Romeu Tuma Júnior, que antes de ser nomeado secretário nacional da Justiça, já tinha sido deputado estadual e deputado federal, conta no seu livro "Assassinato de Reputações" o tipo de conversa que teve com o então presidente petista na porta da UTI do Hospital Sírio-Libanês, no 2º andar do bloco C, ala 1:
- Oi, Tuminha, tudo bem
- O senhor sabe que ele está aqui porque o senhor não teve na democracia a coragem que ele teve na ditadura
- O que é isso, Tuma?!!!
- É isso, presidente. A sua covardia fez com meu pai exatamente o contrário do que a coragem dele fez com sua mãe há 30 anos. Ele se preocupou em preservar a saúde dela, enquanto senhor ajudou a acabar com a dele (...) Espero que ele fique bom para o que o senhor possa olhar nos olhos dele em pé, porque deitado não vai olhar não.
O velho petista alcaguete da ditadura Lula não respondeu. Virou as costas e foi embora. "Lula saiu no sapatinho, como se estivesse vazando dali da mesma forma que uma prova vaza sob o Enem do seu governo", escreve Romeu Tuma Júnior no seu livro, para completar: "Ele veio ter comigo da forma petista, a facada ardida pelas costas, vazada como a conta-gotas pelas mãos de lugares-tenentes e demais teleguiados aparatados de dossiês". Em outro trecho, o livro registra, na página 37: "A íntima covardia do boquirroto, que já identificara, se confirmava". O velho Romeu Tuma, senador eleito por São Paulo, viveu ainda alguns dias, pelo menos o tempo suficiente para receber a notícia de que as acusações vazadas por Lula contra seu filho tinham sido arquivadas na Comissão de Ética do governo. Nada foi adiante contra Tuma Júnior. Tumão morreu no dia 26 de outubro de 2010, as 12h45min. Lula não foi ao enterro. Tuma Júnior não estava magoado apenas porque havia sido demitido pelo governo em meio a vazamentos seletivos feitos pela Polícia Federal a mando de Lula e do PT, mas porque o presidente desrespeitou a figura do seu pai, Romeu Tuma, que o recrutou na década de 70 para ser alcagüete e aprendiz do Dops, um dos gansos do então delegado do Dops em São Paulo, para quem informava tudo sobre o que acontecia no movimento sindical e no seu projeto de criação do PT, sempre com a cobertura dos seus beneficiados, os dirigentes do Dops e os militares ligados ao general Gobery do Couto e Silva.

JATO EXECUTIVO LEGACY 450 DA EMBRAER REALIZA PRIMEIRO VÔO

A Embraer realizou neste sábado com sucesso o primeiro vôo do novo jato executivo Legacy 450. Os pilotos de teste Eduardo Camelier e Eugênio Cará e o engenheiro de ensaios em voo Carlos Kobayashi voaram a aeronave por 1 hora e 35 minutos, realizando avaliação de características de controle e de desempenho. “Além de estabelecer uma nova referência no mercado de aviação executiva, trazendo inovações que refletem nossa visão, nosso compromisso com os clientes e nossa paixão pela excelência, parabenizo todas as pessoas da Embraer por cumprir essa importante etapa do programa Legacy 450 no prazo previsto”, disse Frederico Fleury Curado, diretor-presidente da Embraer. “O Legacy 450 será o melhor jato executivo da categoria mid-light, atendendo às necessidades e expectativas de clientes ao redor do mundo”, disse Marco Túlio Pellegrini, vice-presidente de Operações da Embraer Aviação Executiva: “Com tecnologia de comandos de vôo eletrônicos full fly-by-wire e a mais espaçosa cabine da sua classe, esta aeronave terá atributos e amenidades singulares". Em seu vôo inaugural, a aeronave realizou manobras para avaliação das caracteristicas de voo e executou uma variedede de testes de sistemas, tendo sido beneficiada por uma campanha avançada de simulações de voo e de extensivos testes em solo. “O vôo foi um sucesso”, disse o comandante Camelier: “O sistema full fly-by-wire, com manches laterais de controle, proporcionou um vôo muito tranquilo. Com um avançado sistema de aviônicos, a operação da aeronave foi muito fácil e intuitiva". O Legacy 450 é um jato executivo da categoria mid-light com uma cabine de passageiros de 1,82m de altura e piso plano. Quatro poltronas totalmente reclináveis podem ser convertidas em dois leitos para repouso completo em uma altitude de cabine máxima de 6.000 pés. O sistema de entretenimento a bordo inclui um sistema de vídeo de alta definição, som surround e várias opções de entrada de áudio e vídeo. Sistemas de comunicação de voz e dados também são opções disponíveis. A cabine de passageiros possui um refreshment center (armários para armazenamento de bebidas, alimentos e outros utensílios) na entrada, um lavabo privativo ao fundo e uma área interna para bagagem de mão. O espaço total para bagagem é o maior da categoria. O Legacy 450 é o primeiro jato executivo de sua categoria equipado com sistema de comandos de vôo eletrônico full fly-by-wire, manche lateral de controle (sidestick) e a suíte de aviônicos Rockwell Collins Pro Line Fusion, completamente digital, que conta com quatro telas planas LCD de alta resolução de 15,1 polegadas, cartas e mapas eletrônicos Jeppesen e sistema de visão sintética (SVS). Recursos opcionais incluem o E2VS (Embraer Enhanced Vision System), que contém o Compact HUD (Head-Up Display) e o EVS (Enhanced Vision System), ambos sistemas de última geração da Rockwell Collins. A aeronave é equipada com dois modernos motores Honeywell HTF 7500E, de baixo consumo de combustível. Com quatro passageiros e reservas NBAA IFR, o Legacy 450 é capaz de voar, sem escalas, de Los Angeles a Boston, nos Estados Unidos, ou de São Paulo a Lima, no Peru.

MINISTRO JOAQUIM BARBOSA NEGA PEDIDO DO BANDIDO PETISTA MENSALEIRO JOSÉ GENOÍNO QUE QUERIA SER TRANSFERIDO PARA SUA CASA EM SÃO PAULO

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, negou nesta sexta-feira pedido da defesa do bandido petista mensaleiro José Genoino (PT-SP) para ele ser transferido para a casa da família em São Paulo neste fim de ano. O ex-deputado federal petista condenado no julgamento do Mensalão do PT, cumpre, desde novembro, prisão domiciliar temporária na casa da filha em Brasília. Diante da negativa de Joaquim Barbosa, José Genoino permanecerá na capital federal até o fim de fevereiro, quando passará por novos exames para avaliar se ele pode ou não cumprir a pena em um presídio. "É um pedido particular. Ele está há muito tempo incomodado com essa indecisão sobre onde vai ficar", afirmou o advogado do bandido petista José Genoino, Luiz Fernando Pacheco, sobre o pedido de transferência. Segundo ele, a intenção do seu cliente era ficar em São Paulo, ao lado da família, até a palavra final do STF. Se for mantida a prisão domiciliar, o ex-presidente do PT continuaria na capital paulista. Caso o Supremo rejeite o pedido, ele gostaria de voltar a cumprir pena na Penitenciária da Papuda. A prisão domiciliar de José Genoino foi determinada em 21 de novembro, quando Joaquim Barbosa concedeu autorização provisória para que ele cumpra prisão domiciliar até que a Corte dê a palavra final sobre se a Penitenciária da Papuda, no Distrito Federal, oferece condições para que ele possa fazer tratamento de saúde mesmo encarcerado. Desde então, ele está, segundo seu advogado Luiz Fernando Pacheco, na casa da filha em Brasília. No meio do ano, o ex-presidente do PT passou por uma cirurgia cardíaca.