domingo, 20 de julho de 2014

MORRE O ATOR JAMES GARNER, DE "MAVERICK", AOS 86 ANOS

O ator americano James Garner morreu na noite de sábado, aos 86 anos. Astro da série de TV "Maverick" e de filmes como "Fugindo do Inferno", "Grand Prix", "Victor ou Victória?" e "O Romance de Murphy", Garner faleceu por causas naturais. Em 2008, Garner havia sofrido um derrame, pouco depois de completar 80 anos, e, desde então, sua saúde vinha se deteriorando. Garner teve uma carreira premiada, recebendo seu primeiro Globo de Ouro em 1958, na categoria Nova Estrela. O reconhecimento veio quando dava vida ao personagem que marcou sua carreira: Bret Maverick, na série de comédia "Maverick", que ficou no ar entre 1957 e 1960. Em 1994, Garner estrelou o filme que Mel Gibson protagonizou, interpretando novamente Bret Maverick. O ator foi indicado uma vez ao Oscar, em 1985, por seu papel em "O Romance de Murphy". Também venceu outros dois Globos de Ouro por participação em séries de TV.  Outro de seus sucessos foi a série The Rockford Files (exibida no Brasil como "Arquivo Confidencial"), em que vivia o protagonista, o detetive James Rockford. Pelo papel, Garner ganhou um Globo de Ouro em 1977.

FILHINHA DE AÉCIO NEVES SAI DA UTI

Depois de mais de um mês internada em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) na Clínica Perinatal, no Rio de Janeiro, a filha de Aécio Neves, candidato do PSDB à presidência da República, recebeu alta no sábado. Julia nasceu prematura no dia 8 de junho e estava internada desde então. O irmão gêmeo Bernardo continua hospitalizado para ganhar peso. Aécio Neves cumpria agenda no Ceará quando foi informado da alta. Na manhã deste domingo, em Juazeiro do Norte, o tucano escreveu o seu nome e os dos filhos na estátua de Padre Cícero em um tradicional ritual de romeiros na região. Além dos gêmeos, Aécio Neves tem outra filha, Gabriela, de 22 anos.

TERRORISTAS SEPARATISTAS PRÓ-RUSSIA ASSUMEM CONTROLE DOS CORPOS DAS VÍTIMAS DO VÔO MH 17

Os separatistas pró-Rússia do leste da Ucrânia assumiram neste domingo o controle sobre os corpos das vítimas do vôo MH17, derrubado após ser atingido um míssil, na quinta-feira, enquanto sobrevoava a parte oriental do país europeu controlada pelos terroristas. Todas as 298 pessoas a bordo morreram. Evidências indicam que o míssil partiu da região dominada pelos terroristas separatistas infames. A questão sobre quem deve controlar o local onde caíram os destroços do avião e as vítimas dominou os acontecimentos do dia. Investigadores internacionais afirmaram que os rebeldes armados limitaram o acesso ao local, e autoridades ucranianas alegaram que os terroristas separatistas infames tiraram os corpos da região. A revolta internacional com a maneira pela qual os rebeldes estão lidando com os corpos das vítimas ganhou força em meio ao temor de que eles estejam prejudicando as evidências que se encontram no local. Líderes europeus exigem que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, garanta aos investigadores internacionais acesso completo ao local. O líder rebelde de Donetsk, Alexander Borodai, afirmou que os corpos recuperados do local onde o avião caiu permanecerão em quatro vagões refrigerados na cidade de Torez, controlada por rebeldes e localizada a 15 quilômetros do local, até a chegada da delegação internacional de aviação.

89 PALESTINOS E 13 ISRAELENSES MORREM NO DIA MAIS SANGRENTO DO CONFLITO EM GAZA

Os serviços de emergência da Faixa de Gaza afirmaram que 89 palestinos morreram neste domingo em decorrência de ataques israelenses, parte da ofensiva Limite Protetor. Entre os israelenses, 13 soldados foram mortos, informação confirmada pelo Exército. O número de vítimas faz deste domingo o mais sangrento do atual conflito, iniciado no dia 8. O dia foi marcado por um intenso ataque de Israel ao bairro de Shayahía, na periferia da cidade de Gaza, um dos mais populosos da região, com cerca de 40.000 pessoas, onde os terroristas do Hamas concentram as suas operações, justamente porque impõem que os moradores funcionem como escudos humanos. Durante o dia, um cessar-fogo foi firmado entre as partes, mediado pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha, mas a trégua não chegou a durar uma hora e foi rompida pelos terroristas do Hamas. Com os ataques deste domingo, o número de vítimas palestinas durante toda a operação do Exército israelense chega a 430. Além disso, são 3.000 feridos, em sua maioria civis. Segundo o porta-voz do Ministério da Saúde em Gaza, Ashraf Al Qedra, 112 menores morreram. Do lado israelense, entre os 13 militares, dois seriam comandantes da brigada Golani. De acordo com mensagem de áudio da corporação, terroristas do Hamas teriam atraído os militares para uma emboscada em Shayahía.

AÉCIO NEVES PREPARA PLANO DE DESENVOLVIMENTO DO NORDESTE

O candidato do PSDB à presidência da República, Aécio Neves, vai lançar em agosto propostas específicas para a região Nordeste nas áreas de infraestrutura, educação, turismo e programas sociais. “Pretendo no início de agosto lançar um conjunto de idéias-forças que permitam o desenvolvimento do Nordeste. Precisamos tratar de forma desigual os desiguais para se reduzir a desigualdade”, disse Aécio Neves neste domingo após participar de missa em memória aos 80 anos da morte de Padre Cícero, na cidade de Juazeiro do Norte (CE). A idéia da campanha é adaptar parte das políticas desenvolvidas no Vale do Jequitinhonha e no Vale do Mucuri, no norte de Minas Gerais, para a região Nordeste. Pela proposta do candidato, se for eleito, os Estados com menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) receberão os maiores volumes de recursos. “Nós temos, para muito orgulho nosso, um Nordeste em meio a Minas Gerais, o Vale do Jequitinhonha, do Mucuri, o Norte mineiro, com índice de desenvolvimento humano muito próximos que tem no Nordeste brasileiro. Ao final do meu governo em Minas Gerais, eu havia gasto três vezes mais per capita, portanto, três vezes mais para cada cidadão nessa região do que nas regiões mais ricas do Estado. Essa é a lógica que nós vamos empreender também no Nordeste”, relatou. Aécio Neves tenta divulgar sua imagem entre os nordestinos e pretende trabalhar para que dissidentes de partidos aliados da presidente-candidata possam atuar como cabos eleitorais seus. No auge da campanha, o tucano planeja visitar até três Estados por dia e vai prometer que, se eleito, terminará obras inacabadas, como a ferrovia Transnordestina e a transposição do rio São Francisco.

UCRÂNIA RESGATA MAIS 27 CORPOS DE PASSAGEIROS DO VÔO MH17

Os serviços de resgate ucranianos localizaram neste domingo mais 27 corpos de ocupantes do vôo MH17 da Malaysia Airlines, derrubado por um míssil russo, disparado por separatistas ucranianos, na última quinta-feira, enquanto sobrevoava uma área do leste da Ucrânia. "Nas últimas horas foram encontrados outros 27 corpos, além de 20 fragmentos de corpos, que serão colocados em caminhões especiais para serem transportados em vagões especiais", disse o vice-primeiro-ministro ucraniano, Vladimir Groysman. O representante do governo, no entanto, não esclareceu se se tratam dos mesmos corpos e fragmentos localizados pela manhã na cidade de Grabovo, na região de Donetsk. No início do dia, 198 corpos foram levados de trem para Donetsk, informou o chefe da missão de observadores da OSCE na Ucrânia, Alex Hug. Mais cedo, um dos líderes dos terroristas pró-russos, Leonid Baranov, disse que os corpos estão sendo encaminhados para hospitais de Donetsk. "Estamos dispostos a levar os corpos para Mariupol (cidade ao sul de Donetsk, que é controlada pelo governo ucraniano), porque já temos problemas de sobra aqui. Só que Kiev demora a tomar essa decisão", afirmou Baranov.

AÉCIO NEVES REZA A PADRE CÍCERO E DIZ QUE A PETISTA DILMA SE DISTANCIA DO POVO

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, criticou neste domingo a presidente Dilma Rousseff por se manter longe das ruas na campanha eleitoral. Ele afirmou ainda que o distanciamento da candidata-presidente pode ser resultado da aversão do eleitor ao governo e sinal de desejo de mudança na condução do País. Pesquisa Datafolha publicada na última quinta-feira revelou que a rejeição a Dilma chega a 35%, patamar considerado arriscado por analistas eleitorais para a reeleição da petista. Nas grandes cidades, a rejeição chega a 42%, quatro pontos percentuais a mais do que o índice amargado por José Serra (PSDB) em julho de 2010. “Eu vou conversar com as pessoas, olhar, ouvir. Essa talvez seja uma das marcas mais perversas desse atual governo, que é governar de costas para a população, de forma autoritária e muitas vezes arrogante, sem ouvir e sem ter a humildade de reconhecer equívocos”, disse o candidato. “Esse distanciamento da presidente das ruas e do povo é talvez consequência desse sentimento crescente de mudança que há no Brasil e isso não fará bem à sua candidatura”, completou. Na contramão dos demais candidatos, Dilma tem evitado atos políticos na rua e deve focar a campanha nos mais de 11 minutos que terá de propaganda eleitoral no rádio e na TV. Depois de encontros com o arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Raimundo Damasceno, e com o cardeal arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta, Aécio Neves participou neste domingo, na cidade de Juazeiro do Norte (CE), de missa em memória aos 80 anos da morte de Padre Cícero. Ao lado do candidato ao Senado Tasso Jereissati (PSDB), o tucano visitou também uma estátua, de 27 metros de altura, do religioso. Na missa em homenagem ao padre Cícero, Aécio Neves dividiu a área reservada a autoridades com os petistas Camilo Santana, candidato ao governo do Ceará, e José Guimarães, que tenta a reeleição para a Câmara dos Deputados. Aécio Neves foi o último a comungar e, assim como os demais políticos, ouviu do bispo da Diocese do Crato, Fernando Panico, pedido para que haja “responsabilidade” dos candidatos em trabalhar em prol da população. “Que ninguém se distraia. É o padre Cícero quem está filmando a gente lá de cima. Para esse povo sofrido, ganhe quem ganhar as eleições, a todos cabe essa responsabilidade. Aos eleitos, para terem um coração humano no serviço do nosso povo, e aos eleitores, um coração humano para escolher conforme a própria consciência ditar”, afirmou Panico. Aécio Neves, com uma imagem do padre Cícero na lapela, deixou um buquê de flores no túmulo do religioso, deu três voltas ao redor do cajado esculpido na estátua e escreveu seu nome e dos três filhos – Gabriela, Júlia e Bernardo – no pé na escultura.

EQUIPE DE AVIAÇÃO DA ONU NÃO CONSEGUE CHEGAR AO LOCAL DA QUEDA DO BOEING DA MALAYSIAN AIRLINES DERRUBADO POR MISSIL RUSSO DISPARADO PELOS SEPARATISTAS UCRANIANOS

Investigadores da agência de aviação da ONU chegaram à Ucrânia para ajudar a apurar a queda do avião da Malaysia Airlines, mas não conseguem chegar ao local do desastre por preocupações de segurança. A Organização Internacional de Aviação Civil (ICAO) está participando dos esforços para determinar o que aconteceu com o avião, que foi derrubado por um míssil russo na última quinta-feira, por separatistas ucranianos, sustentados pelo ditador russo Vladimir Putin. Uma autoridade da ICAO disse que as preocupações com a segurança significam que dois investigadores que estavam na Ucrânia não poderiam chegar ao lugar do acidente para examinar os registros de vôo da aeronave. "Ninguém foi admitido no lugar para este propósito", disse a autoridade: "Até que um acesso seguro seja garantido a eles, não os colocaremos nesse tipo de situação". A autoridade disse que a equipe de quatro pessoas estaria livre da influência política dos 191 estados membros da agência da ONU. Não é comum que a ICAO participe diretamente de uma investigação, mas a designação da equipe foi um pedido do governo da Ucrânia. Logo após o incidente, a ICAO negou ter fechado ou aberto a rota que a aeronave malaia tomou na parte leste da Ucrânia quando foi abatida. Autoridades da Malásia disseram que a ICAO havia aprovado a rota - uma responsabilidade que não é da agência. A ICAO também afirmou que "não é nosso trabalho" alertar aviões dos perigos dos mísseis.

POLÍCIA FEDERAL INDICIA O PREFEITO DE ESTÂNCIA VELHA, WALDIR DILKIN, POR COMPRA DE VOTOS

A Polícia Federal indiciou quatro integrantes da prefeitura de Estância Velha (RS), por compra de votos. Entre eles está o atual prefeito, José Waldir Dilkin, e a vice, Maria Ivete de Godoy Grade. Segundo a investigação, os indiciados prometiam casas em conjuntos habitacionais, regularização de áreas invadidas, descontos e isenção do IPTU em troca de votos, na última eleição. A Polícia Federal também suspeita do envolvimento da chefe do setor de habitação, Carmem Regina Mayer, e uma ex-ocupante do cargo. A investigação fazia parte da operação EV-01. Em novembro do ano passado, foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão em sedes da prefeitura e empresas. A polícia acredita que 147 casas tenham sido trocadas por votos, em três conjuntos habitacionais: Lago Azul, Veneza, e Industrial.

EMIRATES PEDE POR CONFERÊNCIA GLOBAL DE EMPRESAS AÉREAS APÓS ATENTADO CONTRA O BOEING DA MALAYSIA AIRLINES

O chefe de uma das maiores empresas aéreas do mundo pediu por uma reunião global de empresas aéreas para fechar um acordo sobre uma resposta a queda de um avião da Malásia, incluindo repensar as ameaças causadas por conflitos regionais. Tim Clark, presidente da Emirates, de Dubai, maior empresa aérea internacional em número de passageiros, disse que reguladores domésticos em todo o mundo podem decidir se envolver mais em dar orientações para as empresas aéreas sobre onde é seguro voar. "A comunidade aérea internacional precisa responder como uma entidade, dizendo que isso é absolutamente inaceitável e ultrajante, e que não irá tolerar ser alvo em conflitos regionais mortais que não tem nada a ver com as empresas", disse Clark. Ele afirmou que a Associação Internacional de Transporte Aéreo poderia chamar uma conferência internacional para ver quais as mudanças precisam ser feitas sobre a forma como a indústria lida com instabilidade regional.

LATAM AIRLINES DIZ TER FECHADO ACORDO COM A VENEZUELA SOBRE REPATRIAÇÃO DE FUNDOS

A Latam Airlines, maior empresa aérea da América Latina, disse ter fechado um acordo com a Venezuela sobre a repatriação de recursos devidos para a companhia. A dívida total para o ano fiscal de 2013 de cerca de 148 milhões de dólares seria reembolsada segundo um plano de pagamento proposto pela ditadura venezuelana e aceito pela Latam, disse a empresa neste domingo. Diversas empresas aéreas reduziram o número de vôos para a Venezuela devido a disputas sobre a receita de vendas de bilhetes. A Venezuela exige que as empresas aéreas vendam os bilhetes usando a moeda local bolívar. Mas as companhias dizem que não estão recebendo aprovação para converter esses ganhos em dólares e estimaram que 4 bilhões de dólares em receita está preso no país, segundo a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata). A Latam Airlines, com sede em Santiago, foi formada em 2012 com a fusão da chilena LAN com a brasileira TAM.

EXÉRCITO ISRAELENSE DIZ QUE 13 SOLDADOS FORAM MORTOS EM COMBATES EM GAZA

O Exército de Israel disse que 13 soldados foram mortos em uma série de ataques na Faixa de Gaza neste domingo, o maior número de mortos do lado de Israel registrado em um dia de batalha em anos. Mais cedo, terroristas islâmicos do Hamas disseram terem feito uma emboscada a tropas de Israel e detonado explosivos próximo ao veículo que estava em território de Gaza. Outros terroristas islamistas disseram ter atacado soldados em uma casa em Gaza.

TERRORISTAS SEPARATISTAS UCRANIANOS PROMETEM ENTREGAR AS CAIXAS PRETAS DO BOEING DA MALAYSIAN AIRLINES QUE DERRUBARAM COM DISPARA DE UM MÍSSIL RUSSO

Terroristas separatistas ucranianos recuperaram as caixas-pretas do vôo MH17, da Malaysia Airlines, e prometeram entregá-las à Organização da Aviação Civil Internacional, disse o chefe terrorista ucraniano Alexander Borodai neste domingo. Borodai também afirmou que os corpos recuperados no local do acidente no leste da Ucrânia permanecerão em vagões de trem refrigerados em uma estação na cidade de Torez, controlada pelos rebeldes, até a chegada de uma delegação da aviação internacional. Não ficou imediatamente claro neste domingo, se os rebeldes e o governo ucraniano estavam trabalhando juntos ou em desacordo sobre a recuperação dos corpos. Todas as pessoas a bordo do vôo do Boeing 777 - 283 passageiros e 15 tripulantes - foram mortos.

VEJA NA CONFISSÃO DE EDELVANIA WIRGANOVICZ COMO ELA E SUA AMIGA GRACIELE UGOLINI FIZERAM PARA MATAR O MENINO BERNARDO BOLDRINI

A RBS conseguiu os vídeos da confissão da assistente social Edelvania Wirganovicz em que confessa como ela e sua amiga Graciele Ugolini fizeram para matar o menino Bernardo Boldrini, em Três Passos. É uma confissão para fazer parte da galeria mundial da infâmia.

VEJA O VIDEO EM QUE EDELVANIA WIRGANOVICZ CONFESSA OS MOTIVOS PARA TER AJUDADO A MATAR O MENINO BERNARDO BOLDRINI

Se você quer ter um exemplo da infâmia humana, veja o video, divulgado pela RBS, em que a assistentes social Edelvania Wirganovicz confessa para a Polícia Civil de Três Passos os motivos que a levaram a participar no assassinato do menino Bernardo Boldrini

CADEIA PARA A CANALHA BLACK BLOC E SUAS FADINHAS E DUENDES DE FACHADA!

Não há forma mais perversa de criminalizar a liberdade de expressão e de manifestação do que confundi-la com banditismo. Durante um bom tempo, o país viveu uma espécie de apagão legal, com um governo incapaz de cumprir uma de suas funções — que é a garantia da lei e da ordem democráticas, conforme exige a Constituição — e uma imprensa que passou a fazer profissão de fé na baderna, como se estivéssemos diante de um quadro em que a sociedade está sendo esmagada pelo estado, sem canais para expressar o seu descontentamento que não a violência.

Escrevi aqui em junho e nos meses seguintes: o Brasil não era o Egito. O Brasil não era a Líbia. O Brasil não era nem mesmo a Turquia. O primeiro país passou, tudo bem pesado, por três golpes. O segundo está sendo governado por milícias terroristas. O terceiro vive uma luta intestina entre a democracia como um valor laico, que não repudia a religião, e a religião que se pretende expressão da maioria e que repudia a… democracia.
A Polícia, o Ministério Público e a Justiça resolveram, depois de uma fase de espantoso entorpecimento, agir contra os vândalos da ordem democrática. Espero que, num futuro nem tão distante, ainda venhamos a refletir sobre estes dias e perguntar como foi possível ter tanta tolerância com a violência, com a truculência, com a determinação escancarada de violar princípios elementares da civilidade. E foi precisamente isso que fizeram os black blocs e alguns ditos “líderes” de manifestações que agora tiveram a prisão preventiva decretada.
Compreendo que o papel dos advogados seja, afinal, advogar… Não questiono a legitimidade de sua tarefa, um dos pilares do Estado de Direito. Mas essa mesma ordem, que defendo de modo incondicional, me permite escarnecer dos argumentos de alguns doutores. No terreno do pensamento, seria mais decente e lógico que buscassem sustentar a legitimidade, nunca a legalidade!, da violência a que aderiram seus clientes — por absurdo que pareça — do que apelar, para defendê-los, aos fundamentos do tal Estado de Direito. A razão é simples: aquela gente só partiu para a ação direta, para o quebra-quebra, para a pauleira, porque não acreditava, e não acredita, nas garantias e nos valores com os quais tenta agora se defender.
Se a polícia, como diziam e dizem esses valentes, é só a expressão armada de um estado autoritário e fascista; se a Justiça já não serve de espaço de arbitragem de demandas; se os Poderes instituídos, enfim, existem para esmagar o que consideram ser a sua liberdade, que sentido faz pedir que os supostos algozes compreendam as razões de suas supostas vítimas?
Nessa hora, um apressadinho já se ajeita na cadeira: “Ah, então os perseguidos políticos nas ditaduras não deveriam nem mesmo ter um advogado, porque estariam fazendo justamente o que você diz: apelando a uma instância cuja legitimidade questionam…”. Pois é: chegamos ao busílis da coisa, ao cerne da questão: vivemos num regime democrático, não numa tirania.
Esse regime tem muitas imperfeições e vive sendo ameaçado por correntes autoritárias. Mas ainda estamos numa democracia, sim, e a Constituição e as leis que estão em vigor foram pactuadas.  Num estado discricionário, quando o advogado de um inimigo do poder apela à Corte, ele dá a sua contribuição pessoal para denunciar o regime. A democracia, que os baderneiros tomam como falácia, é de tal sorte tolerante que lhes permite apelar em nome dos fundamentos nos quais eles próprios não acreditam.
Comprovadas as culpas dos que estão presos — e espero que os foragidos sejam logo capturados —, resta à ordem democrática brasileira provar a esses valentes que este é o regime em que é proibido bater, quebrar, depredar, incendiar e… matar. E que seu lugar é a cadeia. Não necessariamente para que aprendam alguma coisa. Mas para que saibam que nós aprendemos. Por Reinaldo Azevedo

PRIMEIRO MINISTRO JAPONÊS SHINZO ABE VAI OFERECER AO BRASIL UMA SUPERPLATAFORMA MARÍTIMA PARA A INDÚSTRIA PETROLÍFERA

Durante sua iminente visita ao Brasil, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, proporá à presidente Dilma Rouseff a utilização de tecnologia japonesa na construção de uma superplataforma flutuante para o desenvolvimento de poços de petróleo no País. Segundo a proposta, Abe tratará o tema em seu encontro com Dilma, que acontecerá no marco de uma viagem que fará entre o dia 25 de julho e 4 de agosto por cinco países da região, que inclui México, Colômbia, Chile e Trinidad e Tobago. A construção de superplataformas flutuantes no litoral brasileiro é há anos um tema de enorme interesse para as empresas japonesas devido ao potencial de crescimento das jazidas no País. Segundo a proposta, a plataforma teria cerca de 300 metros de comprimento por 100 metros de largura, e seu custo de construção superaria os 50 bilhões de ienes. O transporte de pessoal, equipamentos e provisões aos poços marítimos mais afastados do litoral representa atualmente um enorme desafio para a exploração de petróleo no Brasil. Neste sentido, a superplataforma iria representar um grande centro logístico a meio caminho entre a costa e as jazidas, o que contribuiria para reduzir os custos de transporte e a melhorar a segurança das operações. A minuta da proposta também inclui um plano da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) para estabelecer este ano um programa de formação para pessoal da indústria dos estaleiros no Brasil, os quais contariam com a participação de especialistas japoneses do setor.

OPERAÇÃO LAVA JATO PODE GANHAR UM NOVO PERSONAGEM PETISTA

Nedson Micheleti (PT) tem mais poder do que sugere seu cargo de assessor do presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda. Fonte do Planalto diz ter sido dele a escolha de Hermínio Basso para o cargo de diretor Corporativo da Caixa Econômica Federal. Amigo de André Vargas (ex-PT-PR), com quem morou em Brasília, Nedson Micheleti pode virar personagem da Operação Lava Jato, por supostas reuniões, na Caixa Econômica Federal, com o doleiro Alberto Youssef. Preso pela Polícia Federal, o doleiro Alberto Youssef pagou até jatinhos para o petista André Vargas. É suspeito de “lavar” cerca de R$ 10 bilhões em dinheiro sujo. O assessor petita Nedson Micheleti, quando prefeito de Londrina, teve como assessores o ministro Paulo Bernardo e a mulher, Gleisi Hoffmann. A ex-ministra da Casa Civil, a petista Gleisi Hoffmann, disputa este ano o governo do Paraná, partido daqueles que, de fato, têm poder na Caixa Econômica Federal. A assessoria da Caixa Econômica Federal declarou que “não confirma a informação” de que Hermínio Basso teria sido indicado pelo petista Nedson Micheleti. (Claudio Humberto)

UM TEXTO RIGOROSAMENTE ERRADO E MAL INTENCIONADO

Na sua coluna deste domingo no jornal Zero Hora, Rosane de Oliveira diz, em dois trechos, que a disputa eleitoral para o governo do Estado do Rio Grande do Sul e para o Senado Federal está empatado. A afirmação é rigorosamente errada e mal intencionada. No próprio texto ela diz que a pesquisa do Ibope considera uma margem de erro de três pontos, para cima ou para baixo. É considerando a margem de erro para baixo de Ana Amélia Lemos e a do peremptório petista "grilo falante" tenente artilheiro e poeta de mão cheia Tarso Genro para cima que ela chega até a situação de empate. Ora, se vale essa hipótese, também vale, rigorosamente, a outra. Ou seja, que Ana Amélia Lemos tenha mais três pontos além dos 37% encontrados pela pesquisa do Ibope, e assim ela subiria para 40%, enquanto o petista Tarso Genro cairia dos 31% para 28%. Nessa hipótese, Ana Amélia Lemos estaria muito próxima de ganhar a eleição no primeiro turno no Rio Grande do Sul. Será que o fato de o marido da jornalista Rosane de Oliveira ter um cargo em comissão (cargo de confiança) no governo do petista Tarso Genro está contribuindo para alterar tão completamente a orientação dela? Veja o texto de Rosane de Oliveira para conferir:
"Disputas de tirar o fôlego
Com uma tradição de disputas acirradas, o Rio Grande do Sul se encaminha para mais uma eleição de tirar o fôlego dos militantes. Duas, no caso: a de governador e a de senador. A primeira pesquisa do Ibope depois da oficialização das candidaturas e do primeiro debate entre os candidatos a governador reforça o cenário de polarização desenhado nos levantamentos anteriores. Tanto na pesquisa espontânea como na estimulada, Ana Amélia Lemos (PP) e Tarso Genro (PT) estão bem à frente dos demais concorrentes.A vantagem de Ana Amélia sobre Tarso é de seis pontos percentuais (37% a 31%). Esticando-se até o limite da margem de erro, de três pontos percentuais para mais ou para menos, o Ibope considera a situação como de empate técnico. Se a eleição fosse hoje, Ana Amélia e Tarso disputariam o segundo turno. José Ivo Sartori (PMDB) e Vieira da Cunha (PDT) também estão empatados, mas tão distantes dos líderes que, para ter alguma chance de chegar ao segundo turno, não bastaria conquistar 100% dos indecisos e dos que estão dispostos a votar nulo ou em branco: teriam de virar o voto de eleitores de Ana Amélia e Tarso.
Mais acirrada ainda é a disputa para o Senado. A entrada de Olívio Dutra (PT) em substituição a Emília Fernandes (PC do B) alterou radicalmente o cenário que, nas pesquisas anteriores, apontava o favoritismo de Lasier Martins (PDT). Agora, os dois estão empatados. Lasier tem 31% e Olívio, 28%. E a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa mostra que o eleitor ainda não entrou no clima da eleição. Além de 60% dizerem que têm pouco ou nenhum interesse no pleito, 59% não souberam indicar seu candidato a governador quando a pergunta foi feita sem mostrar um cartão com o nome dos candidatos. No Senado, esse índice vai a 66%".
Conforme ela mesma diz, se "esticou" o seu exercício na pesquisa eleitoral do Ibope para "baixo", para encontrar o empate na disputa, por que não "estica" para cima, quando encontraria a quase vitória de Ana Amélia Lemos no primeiro turno? A isto se chamaria "honestidade intelectual".

STJ NEGA LIBERDADE A DIRETOR DA EMPRESA MATCH, DA FIFA

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, Felix Fischer, rejeitou na sexta-feira o pedido de liberdade do diretor da empresa Match, o inglês Raymond Whelan, preso no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, no Rio de Janeiro. Ele é acusado de integrar esquema de venda ilegal de ingressos para a Copa do Mundo. Fischer entendeu que o STJ não pode analisar o caso antes da decisão definitiva do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que negou outro pedido de habeas corpus. A defesa do executivo britânico recorreu ao tribunal para que ele responda ao processo em liberdade e garantiram que ele não vai fugir do País. A defesa propôs, inclusive, a entrega do passaporte de Whelan. Além do executivo, no dia 10 deste mês, a Justiça do Rio de janeiro determinou a prisão de dez acusados de fazer parte do esquema. Segundo o Ministério Público, autor da denúncia, os acusados vão responder pelos crimes de organização criminosa, cambismo, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e sonegação fiscal. A Match tinha autorização da Federação Internacional de Futebol (Fifa) para comercializar bilhetes do Mundial.

ADVOGADO DESAFIA ORDEM JUDICIAL E DIZ QUE VÂNDALOS BLACK BLOCS FORAGIDOS NÃO IRÃO SE APRESENTAR PARA CUMPRIR PRISÃO PREVENTIVA

Pelo menos sete dos 18 vândalos acusados de envolvimento em atos violentos, durante manifestações de rua ocorridas no Rio de Janeiro, não irão se entregar à polícia, disse o advogado Marino D'Icarahy, que defende nove deles, e é pai de uma dos presos black bloc. Todos são considerados foragidos. A Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, da Polícia Civil do Rio, fez neste sábado (19) uma operação para cumprir 18 dos 23 mandados de prisão decretados pelo juiz da 27ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, Flávio Itabaiana de Oliveira Nicolau contra os vândalos, mas nenhum deles foi localizado. Cinco vândalos já estavam presos. Elisa Quadros, a Sininho; Camila Jourdan, Igor D'Icarahy, Fábio Raposo e Caio Silva de Souza permaneciam no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu. Elisa Quadros tinha conseguido na sexta-feira (18) à tarde um habeas corpus concedido pelo desembargador Siro Darlan, da 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, mas não chegou a sair da prisão. Fábio e Caio foram detidos, em fevereiro, com a acusação de ter acionado o rojão que provocou a morte do cinegrafista da TV Bandeirantes, Santiago Andrade. O advogado Marino D'Icarahy, que defende nove ativistas, entre eles o próprio filho Igor D’Icarahy, e a namorada dele, a professora de filosofia Camila Jourdan (da pós-graduação da Universidade Federal do Rio de Janeiro), disse que nesta segunda-feira (21) entrará com um pedido de relaxamento de prisão para os seus clientes Emerson Raphael da Fonseca, Rafael Barros Caruso, Filipe Carvalho Moraes, Felipe Frieb de Carvalho, Pedro Brandão Maia, Bruno de Sousa Machado e Rebeca Martins de Souza. “Nenhum desses manifestantes preenche os requisitos para serem mantidos encarcerados. Prevalecendo o Estado Democrático de Direito, eles têm o direito de responder ao  processo em liberdade. E só o que se discute agora é isso. Eles têm o direito de responder em liberdade”, afirmou. O advogado adiantou que os seus clientes não vão se entregar à Polícia. “Claro. A luta pela liberdade é intransigente. Ninguém é obrigado a cumprir ordem ilegal. Todo mundo tem direito de lutar por sua liberdade, nem que seja fugindo do excesso de perseguição do Estado. A linha de defesa será um passo adiante, não dá para falar agora, porque não vou apresentar as minhas armas”, disse. Só que a ordem não é ilegal, a ordem é legalíssima, partiu de um juiz de Direito. Esse advogado pensa que faz a lei que lhe interessa. Marino D’Icarahy espera conseguir despacho do promotor Paulo José Andrade, ao pedido de liberdade provisória para Igor e Camila feito na sexta-feira passada, na 38ª Vara Criminal do Rio de Janeiro. “Estamos esperando que na primeira hora de segunda-feira o promotor, que  sabe de tudo, dê o seu parecer no pedido de liberdade provisória de Igor e Camila”, contou completando que acredita na medida em razão dos argumentos apresentados pela defesa. O advogado Lucas Sada, contratado pelo petista e psolista Sindicato dos Jornalistas do Rio de Janeiro, para defender Joseane de Freitas, disse que vai entrar com um pedido de habeas corpus para os seus clientes. Ele defende também André Sanchez Basseres, Gabriel da Silva Marinho, Luiz Rendeiro Júnior, Pedro Mascarenhas e Karlayne da Silva Pinheiro. A prisão preventiva decretada juiz Flávio Itabaiana vale também para Eloisa Santiago, Igor Mendes da Silva, Shirlene da Fonseca, Leonardo Baroni Pereira e Rebeca Martins de Souza. Eduarda Castro de Souza e Tiago Neves da Rocha, que estavam presos em Gericinó e foram liberados na sexta-feira.

TERMINA EM CONFRONTO A MANIFESTAÇÃO EM BRUXELAS CONTRA ISRAEL

Uma manifestação convocada para este sábado (19) em Bruxelas contra a incursão militar israelense na Faixa de Gaza, da qual participaram cerca de 2.000 pessoas, terminou em confrontos com a polícia. Os incidentes ocorreram no final da marcha, quando cerca de 100 jovens separaram-se dos demais manifestantes e começaram a quebrar vidros de carros estacionados nas imediações. Na capital belga, os manifestantes queimaram bandeiras de Israel e dos Estados Unidos e gritaram palavras de ordem como “morte aos judeus”. Essa é uma consigna escarradamente nazista e antissemita. Em Paris, apesar da proibição policial e dos avisos do presidente, François Hollande, centenas de manifestantes tentaram fazer um desfile de protesto, mas a polícia bloqueou a iniciativa. Nas ruas da capital francesa, manifestantes atiraram pedras e garrafas e a polícia antimotim respondeu com disparos de gás lacrimogênio. Hollande justificou a proibição do protesto com a necessidade de preservar a "ordem pública" e evitar a repetição de cenas de violência registradas este mês. Centenas de pessoas manifestaram-se também em Santiago, no Chile, solidarizando-se com o povo palestino e exigindo um cessar-fogo na Faixa de Gaza. Na capital chilena, a marcha foi convocada por diversas federações de estudantes universitários e do ensino secundário. A maior comunidade de palestinos fora do mundo árabe reside no Chile e está estimada em 400 mil pessoas, a maioria descendente de palestinos que emigraram ao longo do século 20. Mas, como se vê, essa comunidade não se mobilizou. As manifestações são comandadas por grupelhos esquerdóides e têm fraca adesão nos vários países.

AÉCIO NEVES INICIA UM PÉRIPLO PELO NORDESTE E DIZ QUE O PT "ESTÁ À BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS"

Faltando um mês para o início da propaganda eleitoral no rádio e na TV, o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves. disse neste sábado que a rejeição do eleitor ao governo da presidente Dilma Rousseff abre espaço para que o PT atue com “terrorismo eleitoral” e o acuse de querer acabar com programas de assistência social, como o Bolsa Família. Para o tucano, a constatação, medida pelo Instituto Datafolha, de que 35% do eleitorado não votariam na petista “de jeito nenhum” coloca o PT “à beira de um ataque de nervos”. “Quanto às ameaças e esse terrorismo eleitoral, isso é uma prática costumeira dos nossos adversários e do PT, que está assustado hoje com o que está vendo, com a rejeição das pessoas às suas propostas. Diria hoje que o PT é um partido à beira de um ataque de nervos”, afirmou Aécio Neves após desembarcar na cidade cearense de Juazeiro do Norte, onde foi recebido pelos candidatos ao Senado, Tasso Jereissati (PSDB), e ao governo estadual, Eunício Oliveira (PMDB). No Nordeste, a presidente Dilma Rousseff, que só deve começar a realizar atos públicos de campanha no início do mês, lidera a preferência do eleitor com 49% das intenções de voto. O ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), aparece na segunda colocação, quando somados os nove Estados nordestinos, com 12%. Aécio Neves tem apenas 10% das intenções de voto na região. Para o comando de campanha, o baixo desempenho do tucano na Região Nordeste, segundo maior colégio eleitoral do País, deve levá-lo a um verdadeiro “périplo” pelos Estados para tornar sua imagem conhecida e afastar acusações de que estaria disposto a acabar com o programa Bolsa Família. “Não há candidato à Presidência da República que se possa considerar responsável e sério que não comece sua caminhada pelo Nordeste”, disse ele um dia após o candidato Eduardo Campos ter afirmado, também no Crato, que os políticos tem se voltado à região apenas por se tratar de um período eleitoral. Desconhecido por 18% dos eleitores, Aécio Neves realizou neste sábado ato público de campanha na microrregião do Cariri, no Ceará, participou de uma carreata em Juazeiro e visitou a feira agropecuária ExpoCrato, a maior do Estado. Na feira, estava ao lado de Jereissati, ex-governador e principal alvo de atenção do público local. Boa parte dos presentes questionava quem era o político que acompanhava Tasso. Alguns o confundiram com Eunício Oliveira. O Nordeste é a principal região que sustenta a aprovação da presidente Dilma Rousseff e, em 2010, foi entre os nordestinos que a petista alcançou o maior êxito eleitoral, principalmente entre os municípios que tiveram maiores ganhos proporcionais de renda e acesso à escola. Os Estados nordestinos reúnem também o maior número de beneficiários do Bolsa Família e, durante a campanha presidencial, devem ser utilizados pelo candidato do PSDB para afastar a imagem de que ele acabaria com programas sociais e para construir a tese de Aécio Neves como um “garantidor de direitos”. (Veja)

UCRÂNIA ACUSA OS SEPARATISTAS PRÓ-RÚSSIA DE REMOVER CORPOS DO BOEING DERRUBADO POR MISSIL E OCULTAR PROVAS

O governo da Ucrânia afirmou neste sábado que os separatistas pró-Rússia, que controlam a região onde o vôo MH17 da Malaysia Airlines - com quase 300 pessoas a bordo - foi derrubado por um míssil na última quinta-feira, removeram 38 corpos do local do incidente. "Milicianos armados afastaram as equipes de resgate e os deixaram sem meios de comunicação. Levaram os corpos em um caminhão. De acordo com os milicianos, os corpos serão levados para a cidade de Donetsk", informou uma fonte do governo da região onde aconteceu o acidente, citada pela imprensa ucraniana. O governo ucraniano disparou também contra a Rússia e acusou o país vizinho de ajudar aos separatistas "a destruir as provas de um crime internacional". "Nos dirigimos à comunidade internacional e exigimos que a Rússia retire seus terroristas, para permitir que analistas ucranianos e internacionais investiguem as circunstâncias da tragédia", diz comunicado do governo ucraniano. Kiev também afirmou que as caixas pretas não foram enviadas às autoridades para análise. Participantes dos trabalhos de busca resgataram até agora 186 corpos de uma área no leste da Ucrânia, atualmente controlada pelos rebeldes. O governo ucraniano montou em Kharkiv um centro de gestão da crise, e os separatistas fizeram o mesmo em Mariupol, uma das cidades ao leste do país que estão sob seu domínio. "Ainda não está claro se os corpos foram recolhidos ou recuperados", disse Andriy Lysenko, porta-voz do Conselho de Defesa e Segurança Nacional. "Há trabalhadores do serviço federal de emergências no local. Mas eles não têm liberdade de movimento. Eles não são autorizados a deixar a zona (sob o controle dos rebeldes). Os terroristas estão pegando todas as evidências que eles coletam", contou Lysenko. Kiev acusou os pró-russos de impedir que as autoridades competentes da Ucrânia iniciem a investigação. "Além disso, os terroristas buscam transporte de grande envergadura para transferir os restos do avião para a Rússia", denunciou o gabinete de ministros ucraniano. O Executivo ucraniano advertiu aos separatistas e a Moscou das consequências que deverão enfrentar após a violação do local do acidente. Além dos corpos, Kiev acusa os milicianos de roubar jóias e cartões de crédito das vítimas. "Não haverá perdão para os criminosos internacionais, nem para aqueles que apóiam esses terroristas, que os treinaram, financiaram e forneceram armas", diz a nota.

JOÃO UBALDO RIBEIRO É ENTERRADO NO RIO DE JANEIRO

Em uma cerimônia reservada a familiares e amigos, o escritor, acadêmico e jornalista João Ubaldo Ribeiro, de 73 anos, foi enterrado na manhã deste sábado, às 10 horas, no Cemitério São João Batista, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Parentes e amigos voltaram à Academia Brasileira de Letras (ABL) na manhã deste sábado, onde o corpo estava sendo velado desde 13 horas de sexta-feira, para prestar suas últimas homenagens ao acadêmico, que morreu na madrugada de sexta-feira devido a uma embolia pulmonar.  Pouco antes das 9 horas uma missa foi rezada pelo monsenhor Sergio Costa Couto, capelão do Outeiro da Glória, que lembrou a pujança do pensamento e a personalidade do escritor: "Sempre me encantou em suas entrevistas a sinceridade de quem diz ‘eu não sei tudo’". De lá, o corpo seguiu, por volta de 9h30, para o cemitério em Botafogo. A família quis esperar a chegada de uma de suas filhas, Manuela, que mora na Alemanha e chegou na manhã deste sábado no Brasil. O escritor foi sepultado no Mausoléu dos Imortais da ABL. A mulher, Berenice Ribeiro, não saiu de perto do escritor e de seus filhos Bento Ribeiro, Francisca e as filhas do primeiro casamento de João Ubaldo, Emília e Manuela. Além da família, estavam presentes acadêmicos como Arnaldo Niskier, Nélida Piñon, Evanildo Bechara e o historiador José Murilo de Carvalho. O acadêmico Domício Proença Filho leu as palavras escritas pelo presidente da ABL, Geraldo Holanda Cavalcanti, que não pôde comparecer por problemas de saúde na família. Ele lembrou a perda recente de outro membro da academia, Ivan Junqueira. "A casa está triste, está chocada. João Ubaldo parte de surpresa e é o luto nacional". Na véspera, a ABL decretou luto por três dias. Ubaldo foi o sétimo ocupante da cadeira número 34 da academia, eleito em 7 de outubro de 1993, na sucessão de Carlos Castello Branco e recebido em 8 de junho de 1994. Atualmente, era colunista dos jornais O Estado de S. Paulo e O Globo.