domingo, 10 de maio de 2015

Senador Luiz Henrique da Silveira morre em Santa Catarina

O senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC) morreu na tarde deste domingo (10), na cidade de Joinville, aos 75 anos. O parlamentar chegou a ser internado no Hospital da Unimed, mas não resistiu. O peemedebista estava em sua casa, em Joinville, quando passou mal. Segundo o hospital, a causa da morte, registrada às 15h15, foi um infarto. O governador Raimundo Colombo (PSD) emitiu nota lamentando a morte do senador. Formado em Direito, Silveira iniciou a carreira política em 1971, pelo MDB, partido que deu origem ao PMDB após a democratização do País, em 1985. Antes de ser senador, Silveira foi deputado estadual e federal, três vezes prefeito de Joinville (1977-82 e, em dois mandatos entre 1997 e 2004), e duas vezes governador de Santa Catarina (2003-2010). Desde 2011, exercia o mandato de senador. Seu primeiro suplente no Senado é o advogado Dalírio Beber (PSDB-SC). Entre 1987 e 88, foi ministro da Ciência e Tecnologia no governo José Sarney (1985-90) e chegou a ser presidente do diretório nacional do PMDB. Ainda que seu partido fizesse parte da base do governo federal, o senador defendia publicamente a independência do Congresso Nacional ao Palácio do Planalto. Com o apoio dos partidos de oposição, ele disputou no início deste ano a presidência do Senado Federal. Ao ser vencido por 49 votos a 31 pelo senador Renan Calheiros (PMDB-AL), criticou a relação do adversário com o governo federal. Nascido em Blumenau (SC), Luiz Henrique da Silveira foi professor de português e história no Colégio Bom Jesus e de direito público e privado na atual Univille, ambas em Joinville.